Ir para conteúdo

Posts Recomendados

  • Membros

As minhas Titãs Aramida chegaram ontem. Chegaram em 4 dias. Havia provado a preta (normal) e nao tinha gostado da estética.. Mesmo assim resolvi arriscar na Aramida pensando em vender Caso nao gostasse...

Fiquei muito animado com elas!! EXTREMAMENTE mais bonitas que a preta tradicional! Acredito que vão ser super úteis tanto na minha profissão quanto nas minhas viagens. Agora Bora testar pra ver o que acho hehe

 

u5ajubyt.jpg

Link para o comentário
  • Colaboradores

Olá Dough!

Eu tenho uma Titã de Cordura, a preta (normal).

Bota extremamente confortável, já me serviu VÁRIAS vezes, tenho há quase 2 anos já e a sola está começando a ficar gasta! Como talvez a ressola não compense pelo valor, comprarei uma de Aramida, igual a sua!

2 amigos meus usam e aprovaram (um deles até tem um probleminha nos ligamentos dos pés, e a bota fica bem confortável segundo ele).

Vai na fé, ótima bota!

Link para o comentário
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Olá a todos, esse é meu primeiro post. Vou fazer o caminho de Santiago (cerca de 30 dias) e pretendo adquirir uma Vento Finisterre, porém li um comentário muito negativo no site da Vento quanto ao uso da Finisterre no Caminho, relativo à durabilidade do solado. Gostaria de saber a opinião dos usuários do mochileiros.com se essa bota é realmente indicada para o Caminho, apesar do nome aparentemente óbvio. E também se é uma bota adequada para mulheres.

Eu li muitas opiniões favoráveis à Finisterre em vários foruns aqui do site, mas também não quero comprar um produto muito acima do que eu vou utilizar, tipo "ir de Ferrari à padaria", tampouco um calçado que seja indicado para outras situações.

Desde já agradeço.

 

Valquiria

Link para o comentário
  • Colaboradores

Olá Valquíria!

Então, minha ex-namorada tem uma Finisterre, e realmente, quando fomos comprar a bota, já percebemos que o solado é duro, até porque ele é o Amazonas, diferente da Titã, por exemplo, que é o famoso Vibram. O solado não é tão aderente, mas também não facilita quedas também! Tem que ver, provar, sentir o peso da bota, etc.

Sobre a durabilidade, creio que não gaste tão fácil não, minha ex usa a bota com certa frequência há quase 2 anos, e está inteiro ainda!

Pra ela, a bota sempre foi confortável, apesar do solado, nas trilhas ela e a botinha sempre se deram bem hahaha (E olhe que ela é toda delicadinha, e a bota é toda robusta).

Você vai fazer o famoso Caminho de Santiago de Compostela? Bacana! Mas isso que falou, são aproximadamente 30 dias, em torno de 25 km por dia caminhados, até mais às vezes.

Dos modelos da Vento, para o clima Europeu, caminhadas longas, eu iria de Titã, como falei em outro post, eu tenho uma Titã que aprovo de verdade! E até porque sou vegano, então não uso botas de couro. A Titã apesar de ser feita em cordura ou aramida, é impermeável também!

E fora botas Vento, tenho analisado as Salomon, que também tem alguns modelos sem couro, e são excelentes! Mas, em todo caso, mercado nacional é mercado nacional, e eu curto incentivar com minha atitude de comprar uma marca nacional! (:

Link para o comentário
  • Membros

Obrigada André pelo feedback. Pra falar a verdade eu acho a Titã mais bonita, mas tenho visto reclamações de que o solado pode ser escorregadio em superfícies lisas e também que perde a impermeabilidade mais rápido. Nessas horas a segurança tem que falar mais alto que a beleza.

Na verdade eu separei 40 dias para o Caminho, coloquei 30 no post apenas para dar uma idéia dos dias seguidos em que usarei a bota.

Abraço

Link para o comentário
  • Colaboradores

É, então... Realmente, a minha Titã é mais escorregadia que a Finisterre, e ainda não perdeu toda a impermeabilidade, digo, hoje ela é resistente à água, se pegar um rio, mesmo que raso, por muito tempo, ela entra água.

Então pelas características dos climas Europeus, acho interessante a Finisterre mesmo!

Vai na fé, e boa sorte e boas vibrações nesse caminho lindo!

Abraço!

Link para o comentário
  • Membros

Prezados,

 

Preciso muito da ajuda de vocês. Sou biólogo e trabalho geralmente em áreas úmidas e montanhosas (+- até 1000m) e ocasionalmente em áreas de caatinga. Preciso de uma bota resistente, impermeável e de até uns R$ 300,00. Sempre usei borracheiras, no entanto, estou procurando algo um pouco mais confortável. Fico entre 5-9 h por dia andando com a bota no meio da mata e por dentro de riachos. Minhas viagens duram em média 7-8 dias. Nos próximos meses irei fazer aproximadamente 10 viagens dessas.

 

Eu ia comprar a Snake Tronador – R$ 340. Agora entrando no fórum fiquei na dúvida – vocês falam muito da Finisterre – conhecidos falaram q ela é boa mas para um trampo puxado assim, não seria o mais indicado. Achei uma Titã na dafini na promoção (R$220,00), mas vi algumas pessoas reclamando que ela perde a impermeabilidade muito fácil e que seria mais escorregadia - eu que ando muito em riachos com pedras isso não seria nada bom ...

 

O que vcs acham de pegar a Titã por esse preço, espero para pegar uma Finisterre ou que outra bota recomendariam ?

 

Muito Obrigado

Link para o comentário
  • Colaboradores

Olá Woodstock!

Então cara, eu novamente comentando aqui com base na minha experiência, da minha ex-namo (do que ela fala) e de dois amigos (um com uma finisterre e uma titã e outro com apenas uma titã aramida).

Eu uso uma Titã Cordura, que em maio, completa dois anos de uso. Como já falei, perdeu um pouco da impermeabilidade, e hoje é muito mais resistente à água, do que impermeável, mas ainda não me deixa na mão! Solado um pouco gasto pelo intenso uso, tanto urbano, quanto no mato, e na última trilha (Itupava) com chuva, não me abandonou e cheguei no fim com o pé apenas um pouco úmido, ou seja, a botinha é massa mesmo!

Minha ex foi comigo nesta trilha com sua Finisterre, em maio também completa dois anos de uso, a bota ainda está impermeável, com o solado muito bom ainda, pois ela não utiliza muito e é bem leve, diminuindo o atrito, creio eu! Chegou com o pé sequinho no final, e não reclamou.

Um dos meus amigos é dono de uma Finisterre e uma Titã Aramida, a Finisterre está bem gasta, com 1 ano e meio +/-, mas isso é porque ele utiliza frequentemente tanto no urbano, quanto em áreas de estudo espeleológico! Mas me mostrou um solado quase intacto (talvez até relacionado por ele ser bem leve), e ainda impermeável. Já a Titã Aramida é nova, portanto não posso dar Feedback.

O outro amigo, está na segunda Titã Aramida, utiliza muito para andar de moto no urbano, e deste modo, a primeira teve problemas, decorrente do atrito e do óleo da moto, porém a segunda, apesar destas condições, está muito boa!

São dois modelos excelentes ao meu ver, porém com diferenças em material do cabedal e de solado. As titãs são feitas em cordura ou aramida, deste modo, o tecido não é animal, e aí está minha opção, pois sou vegano. As finisterre são em couro, sendo animal, e talvez mais resistentes em alguns ambientes, porém talvez não tão macias (vestindo o pé).

O solado das titã é o Vibram. Das Finisterre é o Amazonas. Os dois são um tanto quanto escorregadios, mas isso se relaciona ao terreno. Aqui no Paraná, principalmente na minha região, tem bastante arenito, e o vibram costuma escorregar, porém nunca tive problemas, claro, sempre com cuidado, e uma queda ou outra inevitável em terrenos montanhosos, mas sempre susse. Minha ex, com sua Finisterre, já escorregou algumas vezes também, porém no Arenito por exemplo, o atrito é melhor, então escorrega menos. E não quero colocar aqui "já escorreguei", porque não acredito que tenha acontecido tantas vezes e que torne isso relevante.

Agora uma opinião de vegano, eu iria de Titã, por inúmeros fatores relacionados à natureza e aos animais, e inclusive por esse valor na dafiti, que é super promocional!

Agora, se quiser gastar um pouco mais, e talvez, se confia mais no couro, acha que vai ser mais resistente, e talvez pelo solado, vai de Finisterre!

Espero ter ajudado, não confundido ainda mais. hahaha

Até mais!

Link para o comentário
  • Membros

Opa André,

 

Minhas maiores preocupações com a Titã seria essa perda da impermeabilidade (no entanto, se ficar 2 anos impermeável acho que já valeu a pena), os solados vibran (alguns amam e outros odeiam) e o fato dela ser de cordura, já que no site fala "* Em caminhadas em área de caatinga fechada, a Cordura ou a aramida podem, eventualmente, sofrer perfurações por espinhos." .... esqueci de relatar que trabalho a noite na Mata, preciso que ela seja eficaz contra uma eventual picada de cobra na região do pé, do tornozelo pra cima uso perneira.

 

Valeu pelo relato André, ajudou muito - ahh R$ 220 é um bom preço pra Titã ? Um colega falou que pegou por esse preço a Finisterre, mas atualmente não achei nem próximo desse valor essa bota.

 

Abraços

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...