Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Colaboradores

haiuhihiahhahiaih !!!!

vocês são fodaaaa !!! ::lol4::

kkkkk to rachandoaqui de rir !!!

oww lopes o video ficou bão simmmm!!! caraca auihaihaihai !!!

é galera se vcs tão comprando um produto que é propaganda 100% e pra vcs num ta funcionado !!! manda bala , reclame mesmo !!!!

é uma pena , vcs estarem tão tristes com a TITÃ !!!

pena estar acontecendo esta "FALHA" na membrana utilizada !!!! sera que é nas 2010/2011?

::sos:: aewww Fabião ta contigo !!!!

falow !!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 1,8k
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Como administrador do site e pelo que eu acompanho aqui ao longo dos anos e já são quase 20 anos de Mochileiros.com ( posso dizer isso com total isenção pois nunca tivemos parceria comercial com eles)

Mochileiras e Mochileiros, venham para o lançamento das novas Botas Vento Gaia e Cronos.  Será na terça-feira, dia 04/06, as 19 horas aqui na Loja Arco e flecha (Nepal). Na Rua Tito, 542 - Vila R

@Valante como vai?  Gravei esse video pra te responder: A parte das botas militares ficará pra outro video, ok? Me chama no zap q te explico. Abravos

Posted Images

  • Membros

Dglopes, te entendo perfeitamente..

 

Na verdade, quando a titã foi lançada, fiquei apaixonado pelo seu conceito, pois tive tudo que é tipo de bota para andar no mato (até sete léguas quando era criança eu usava para andar no rio...) mas demorei um pouco para conseguir comprá-la por questões financeiras e por que eu já tinha (e ainda tenho, e que já usei e continuo usando muito, agora que estou voltando a fazer trilhas seguidamente) uma snake armação. Fiz várias trilhas com a minha titã, nos cânions do sul, em Florianópolis onde morava... Mas não tanto quanto gostaria, pois este ano, depois de um tempo sem usá-la, pelas atribulações do cotidiano, fui fazer uma trilha no Parque Nacional do Iguaçu, e fui surpreendido por ficar com os meus pés molhados (só eu, diga-se de passagem...) Percebi então que ela havia não só perdido a impermeabilização, mas que pela sua construção ela estava absorvendo água e molhando os pés.

 

Desse modo, por estrutura, entende a construção da bota em relação aos seus componentes, principalmente a relação entre a cordura, a membrana, e a colagem do solado e biqueira; não sei o que é, pois não sou "cientista", mas pelo visto há algo errado aí, como o último relato, do Dglopes, e vários outros, comprova.

 

A minha hipótese, entre outras coisas, é que a nômade está investindo nos calçados táticos, e por estar lucrando bastante com esse setor (vendendo para as policias e guardas municipais), deixando de lado as botas para trilhas (em especial a titã). Só para fazer uma comparação: a qualidade das botas da snake caiu (como vários relatos no fórum mostram), ao que parece, coincidentemente depois que ela passou a vender botas táticas.

 

Só para ficar claro: a minha crítica é em relação a titã, não a nômade em geral (como disse, tenho uma london dry que é excelente pelo conforto e impermeabilidade, mas que é "urbana"), e estou insistindo na esperança de que eles resolvam esse problema, ou façam outra bota com as características de segurança na pisada e conforto da titã (com os mesmos passadores, biqueira e solado vibram), mas que mantenha a impermeabilização. Mas pelo jeito, a não ser que eu esteja muito enganado, isso não vai acontecer...

 

Por isso vou continuar escrevendo aqui...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Adventure Sports Fair 2010 - Botas Nômade

 

Um pouquinho do que o Trekking Brasil foi fazer na Adventure Sports Fair - Botas Nômade - @botasnomade

 

 

 

 

MAteria feita por MArio Nery ....

 

 

 

Abs

 

Depois de aproximadamente um ano sem ser fabricada, por dificuldades na obtenção de matéria prima, está de volta nas principais lojas de aventura a Bota Nômade X-PRO G2.

Essa bota destaca-se por ser fabricada sem a utilização de nenhuma matéria prima animal, fazendo bastante sucesso junto ao público VEGANO.

No site da Nômade tem as lojas que revendem. abaixo link do produto na Orientista

http://www.orientista.com.br/produto_1272_Bota+N%C3%B4made+X-Pro+G2+Dry+Imperme%C3%A1vel.html

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pessoal, caraca! Que polemica! Mas como diria meu Avô, Calma lá no Brasil!!!!

Bem, não respondi antes, só pra variar, porque tava numa correria maluca. Viajei pro Rio, aonde fomos convidados a participar do Word Footware Congress, o evento mais importante do mundo para fabricantes de calçados. Foi realmente muiiiiiiiiito legal, muito bacana, e confesso que voltei vendo a fabricação de calçados de maneira muito diferente. Tivemos contato com as plataformas tecnologias Europeias e possivelmente iremos participar de uma delas. Se isso acontecer seremos a primeira empresa sul americana à faze-lo.

Bem, depois disso fomos participar do Seminário Nacional de Materiais Bélicos para as PMs, em Goiânia, também foi muito bacana e voltei com uma ideia muito melhor das necessidades dos Policiais e das corporações.

Fora isso, e mais algumas viajinhas que não vem ao caso agora, também quis dar um tempo pra responder pra deixar a discussão correr mais livre. Acho que isso é mais saudável e da a todos uma ideia melhor dos assuntos discutidos, não é?

 

Ta, mas vamos ao que interessa, e por partes:

Primeiro, não estamos deixando de lado o mercado adventure em prol do tático, desculpem-me se um dia fizemos nos entender assim. É verdade que a participação do setor tático policial cresceu muito dentro da Nômade e hoje já representa quase 50% da nossa produção, mas, o setor dos mochileiros também cresceu, esse ano vamos ter um crescimento de mais de 110% no setor Adventure. Puxa, com um crescimento desses, só se a gente fosse completamente idiota pra deixar de lado esse mercado, não é?

Além disso, a Nômade nasceu como fabrica de botas pra montanhistas, eu sou montanhista e boa parte do pessoal que trabalha na fabrica também é. A gente faz as botas com amor, com carinho. Nos usamo-as, e somos as primeiras vitimas quando cometemos erros, seja nos projetos, seja na produção.

Nos só não deixamos de lado a linha adventure, como relançamos a Xpro agora G2 e estamos trabalhando em três novos projetos de botas técnicas para o próximo inverno. Investimos em tecnologia e maquinários e intensificamos o tempo e a verba para pesquisa e desenvolvimento. Eu mesmo, estou me desligando da parte comercial da Nômade, para me dedicar à novos projetos e pesquisa. Definitivamente não estamos deixando a linha de botas de caminhada de lado, podem ficar tranquilos.

 

Segundo, não há nenhum aumento de percentual de Titãs com defeito dos lotes 2010 e 2011, muito pelo contrario, diminuímos os defeitos à quase zero. 0,21% pra ser mais exato. E olha que esse ano produzimos mais de 5000 pares de Titã. Não sei dos índices de defeitos de nossos concorrentes, mas vcs disseram que um deles piorou quando começou a fazer botas táticas. Bem, não é nosso caso, afinal melhoramos quando começamos a fazer botas táticas, hehe.

Mais uma coisinha. Alguém disse que tem um monte de gente falando mau da titã. Nao é bem assim, se vcs lerem todo esse tópico, desde a primeira pagina, verão o que digo. Nesses últimos dias TRES pessoas que reclamaram da Titã, apenas tres, o fcaminati, o dglopes e o marthola. E o marthola já teve seu caso resolvido como ele mesmo comenta. E olha a quantidade de titã que tem por ai, não é?

 

Bem, encerro aqui, no próximo post vou comentar sobre a construção e conceito da titã.

Valeu!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Sobre a Titã.

 

Ela é a nossa queridinha. É o nosso modelo mais antigo que ainda está em linha, e sempre vendendo. Não é um best-seller, mas sempre garante um quinto ou quarto lugar nas vendas. Desde 2005.

 

É nossa bota mais forte. Mais resistente.

 

Mas, permita-me contar como ela nasceu. Essa é uma historia interessante, ta, mais engraçada que interessante, rs.

 

Temos um velho costume aqui na Nômade. Fazemos um churrasco toda sexta, ou quase toda. Isso vem desde que começamos a fabrica. Bem, a muito tempo atrás, um casal de amigos escaladores de Brasília, a Graziela Oliveira e o Leandro Souza, vieram escalar aqui conosco. A fabrica ainda era pequenininha, mais ainda do que é hoje, rs, e ficava do lado da minha casa. Bem, era uma sexta, e como de costume, tacamos carvão na churrasqueira e começamos a tomar cerveja e jogar conversa fora. La pelas tantas, estávamos bêbados e falávamos sobre a necessidade de se fazer uma bota super resistente, confortável e que pudesse ser usada em lugares quentes. Discutíamos sobre couros, solas e o que deveria ter essa bota. Falávamos sobre fazer algo novo, inédito. Algo que nos orgulhasse e que fosse diferente de tudo que os gringos já tinham feito lá pelas “oropa”. Coisa de bêbado. Ai, no meio da conversa, a Grazi gritou:

 

- E tem que ser cor de rosa, porque eu quero uma bota cor de rosa!

-

Todos riram, porque ate então a gente achava que estávamos falando serio. Mas ela continuou insistindo na tal bota cor de rosa. Foi quando eu olhei pro Evandro e, praticamente ao mesmo tempo, tivemos a ideia:

 

-E se substituirmos o couro pelo Cordura???? Afinal o Cordura é muito mais forte que o couro, transpira muito mais, e ainda pode ser tingido de praticamente qualquer cor.

 

Acabava de nascer a ideia da PRIMEIRA BOTA DO MUNDO FABRICADA TODA EM CORDURA. Isso não fomos nos que dissemos, foi a Invista, proprietária mundial da marca Cordura. Fomos convidados até pra ir pra feiras e eventos, com tudo pago.

 

Claro que daquele churrasco até chegarmos a um produto bacana levou algum tempo. Tivemos que testar varias tramas, gramaturas, suportes, resinas e hidrorepelentes antes de acertar qual tecido de Cordura usar e como trabalhar com ele no cabedal todo do calçado, afinal, não tínhamos absolutamente nenhuma outra marca de botas no mundo que pudesse servir de referencia. Era tudo novo. Foi muito bacana. Ate o hoje me divirto quando vejo algumas pessoas olhares espantada pra Titã e perguntar: - mas é resistente? E impermeável? Mas não laceia? Haha.

 

E assim, com pequenas melhorias através dos anos, a Titã continua firme e forte.

 

Bem, observem que no projeto, a bota deveria ser antes de tudo RESISTENTE e CONFORTAVEL, claro que também queríamos uma bota impermeável e respirável, mas o conforto e resistência eram os fundamentais. Acho, sinceramente, que conseguimos.

 

Agora, tudo tem os pros e os contras. O Cordura, se comparado com o couro, é mais resistente, maleável, respirável e, PERMEÁVEL. Isso significa que ele respira mais, mas também que a agua passa com mais facilidade por ele.

Nas botas com membrana de couro mesmo que a membrana se rompa ou perca sua função, o couro ainda continua a barrar um pouco a umidade.

 

Além disso, o couro, por ser mais fechado, protege mais a membrana, tanto de corpos físicos, como pedrinhas, como de agentes químicos, que vem junto com a agua, principalmente de asfalto.

 

Vejam, que sobre praticamente todos os aspectos o Cordura é melhor. Mas não é perfeito, infelizmente.

 

Então pra finalizar, que já está tarde e eu quero ir dormir:

 

Não acho que haja um erro de projeto na Titã, apenas ela fica mais permeável quando a membrana estraga. E toda membrana impermeável e respirável do mundo, estraga. TODA. Isso é uma deficiência dela? É. Tem como resolver? Não sei, a anos pensamos nisso. Aceito sugestões, ou convite pra tomar uma cerveja e conversar sobre isso, haha. Quem sabe se num próximo porre a gente não acha a solução, não é? Rs

 

Nunca quisemos enganar ninguém, muito pelo contrário. Se alguém pensou assim, por favor perdoe-nos. Sempre falei, aqui, no fórum do site da Nômade, no certificado de garantia, e em mais um monte de lugar que MEMBRANA ESTRAGA, TODAS ELAS. Alias, acho que somos os únicos fabricantes que contam isso, ou vc já viram alguma outra marca assumir isso?

 

Não concordo que a Titã seja só pra usar em shopping, afinal ela é robusta, confortável, com um projeto biomecânico do caralho. E conto que conheço gente que já foi quase no fim do mundo com ela.

 

Bem, de qualquer forma podem ter certeza que essa discussão vai fazer a gente, aqui na fabrica, pensar conversar a respeito. Talvez essa característica da bota pudesse ser melhor informada aos usuários. Não sei como fazer isso, mas vamos pensar.

 

Fcarminati, só pra te deixar curioso. Dos projetos que temos para o próximo ano, um é de uma bota topo de linha, em couro especial, e com as mesmas características da Titã, e mais algumas outras que não posso contar ainda. Então fica tranquilo.

 

Senhores, por fim quero agradecer por tudo que postaram e postam aqui. Podem ter certeza que isso nos ajuda e nos orienta no desenvolvimento, melhorias e no direcionamento de nossas prioridades. Tenho que agradecer de coração, ao feedback de todos vocês, sem ele, não evoluiríamos. Quem dera todos clientes fossem como vocês. Fcarminati, dglopes, marthola, Brunão... enfim, todos, muito obrigado por seus relatos, criticas, ideias e sugestões!!!

 

Ah, só pra terminar a historia. A Graziela ganhou a bota TITÃ COR DE ROSA, e no nosso ultimo encontro no Rio, hoje eles moram lá, ela estava usando esta bota. Ta velhinha, mas ainda vai longe. Só não é mais impermeável, rs.

 

Boa noite à todos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Sobre a Titã.

 

Ela é a nossa queridinha. É o nosso modelo mais antigo que ainda está em linha, e sempre vendendo. Não é um best-seller, mas sempre garante um quinto ou quarto lugar nas vendas. Desde 2005.

É nossa bota mais forte. Mas resistente.

 

Mas, permita-me contar como ela nasceu. Essa é uma historia interessante, ta, mais engraçada que interessante, rs.

 

Temos um velho costume aqui na Nômade. Fazemos um churrasco toda sexta, ou quase toda. Isso vem desde que começamos a fabrica. Bem, a muito tempo atrás, um casal de amigos escaladores de Brasília, a Graziela Oliveira e o Leandro Souza, vieram escalar aqui conosco. A fabrica ainda era pequenininha, mais ainda do que é hoje, rs, e ficava do lado da minha casa. Bem, era uma sexta, e como de costume, tacamos carvão na churrasqueira e começamos a tomar cerveja e jogar conversa fora. La pelas tantas, estávamos bêbados e falávamos sobre a necessidade de se fazer uma bota super resistente, confortável e que pudesse ser usada em lugares quentes. Discutíamos sobre couros, solas e o que deveria ter essa bota. Falávamos sobre fazer algo novo, inédito. Algo que nos orgulhasse e que fosse diferente de tudo que os gringos já tinham feito lá pelas “oropa”. Coisa de bêbado. Ai, no meio da conversa, a Grazi gritou:

 

- E tem que ser cor de rosa, porque eu quero uma bota cor de rosa!

-

Todos riram, porque ate então a gente achava que estávamos falando serio. Mas ela continuou insistindo na tal bota cor de rosa. Foi quando eu olhei pro Evandro e, praticamente ao mesmo tempo, tivemos a ideia:

 

-E se substituirmos o couro pelo Cordura???? Afinal o Cordura é muito mais forte que o couro, transpira muito mais, e ainda pode ser tingido de praticamente qualquer cor.

 

Acabava de nascer a ideia da PRIMEIRA BOTA DO MUNDO FABRICADA TODA EM CORDURA. Isso não fomos nos que dissemos, foi a Invista, proprietária mundial da marca Cordura. Fomos convidados até pra ir pra feiras e eventos, com tudo pago.

 

Claro que daquele churrasco até chegarmos a um produto bacana levou algum tempo. Tivemos que testar varias tramas, gramaturas, suportes, resinas e hidrorepelentes antes de acertar qual tecido de Cordura usar e como trabalhar com ele no cabedal todo do calçado, afinal, não tínhamos absolutamente nenhuma outra marca de botas no mundo que pudesse servir de referencia. Era tudo novo. Foi muito bacana. Ate o hoje me divirto quando vejo algumas pessoas olhares espantada pra Titã e perguntar: - mas é resistente? E impermeável? Mas não laceia? Haha.

 

E assim, com pequenas melhorias através dos anos, a Titã continua firme e forte.

 

Bem, observem que no projeto, a bota deveria ser antes de tudo RESISTENTE e CONFORTAVEL, claro que também queríamos uma bota impermeável e respirável, mas o conforto e resistência eram os fundamentais. Acho, sinceramente, que conseguimos.

 

Agora, tudo tem os pros e os contras. O Cordura, se comparado com o couro, é mais resistente, maleável, respirável e, PERMEÁVEL. Isso significa que ele respira mais, mas também que a agua passa com mais facilidade por ele.

Nas botas com membrana de couro mesmo que a membrana se rompa ou perca sua função, o couro ainda continua a barrar um pouco a umidade.

 

Além disso, o couro, por ser mais fechado, protege mais a membrana, tanto de corpos físicos, como pedrinhas, como de agentes químicos, que vem junto com a agua, principalmente de asfalto.

 

Vejam, que sobre praticamente todos os aspectos o Cordura é melhor. Mas não é perfeito, infelizmente.

 

Então pra finalizar, que já está tarde e eu quero ir dormir:

 

Não acho que haja um erro de projeto na Titã, apenas ela fica mais permeável quando a membrana estraga. E toda membrana impermeável e respirável do mundo, estraga. TODA. Isso é uma deficiência dela? É. Tem como resolver? Não sei, a anos pensamos nisso. Aceito sugestões, ou convite pra tomar uma cerveja e conversar sobre isso, haha. Quem sabe se num próximo porre a gente não acha a solução, não é? Rs

 

Nunca quisemos enganar ninguém, muito pelo contrário. Se alguém pensou assim, por favor perdoe-nos. Sempre falei, aqui, no fórum do site da Nômade, no certificado de garantia, e em mais um monte de lugar que MEMBRANA ESTRAGA, TODAS ELAS. Alias, acho que somos os únicos fabricantes que contam isso, ou vc já viram alguma outra marca assumir isso?

 

Não concordo que a Titã seja só pra usar em shopping, afinal ela é robusta, confortável, com um projeto biomecânico do caralho. E conto que conheço gente que já foi quase no fim do mundo com ela.

 

Bem, de qualquer forma podem ter certeza que essa discussão vai fazer a gente, aqui na fabrica, pensar conversar a respeito. Talvez essa característica da bota pudesse ser melhor informada aos usuários. Não sei como fazer isso, mas vamos pensar.

 

Fcarminati, só pra te deixar curioso. Dos projetos que temos para o próximo ano, um é de uma bota topo de linha, em couro especial, e com as mesmas características da Titã, e mais algumas outras que não posso contar ainda. Então fica tranquilo.

 

Senhores, por fim quero agradecer por tudo que postaram e postam aqui. Podem ter certeza que isso nos ajuda e nos orienta no desenvolvimento, melhorias e no direcionamento de nossas prioridades. Tenho que agradecer de coração, ao feedback de todos vocês, sem ele, não evoluiríamos. Quem dera todos clientes fossem como vocês. Fcarminati, dglopes, marthola, Brunão... enfim, todos, muito obrigado por seus relatos, criticas, ideias e sugestões!!!

 

Ah, só pra terminar a historia. A Graziela ganhou a bota TITÃ COR DE ROSA, e no nosso ultimo encontro no Rio, hoje eles moram lá, ela estava usando esta bota. Ta velhinha, mas ainda vai longe. Só não é mais impermeável, rs.

 

Boa noite à todos.

 

 

Fábio valeu pelas informações! Tenho uma Titã e os meus pé ficam super confortaveis nela.

Quero comprar a Finisterre mais acho que vou ganhar uma na promoção Bons Ventos rs!!! Tomara!! Vou manda a foto primeiro rs!!

 

Obrigado pela clareza e sabemos que nada é pra sempre, nem mesmo produto que é utilizado para percurso longos e etc. ( Exige muito do produto). Só queromos mesmo que continuem com esta aproximação com o consumidor e em exclarecer as questões quando necessário.

 

Messias Amazonas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Fábio, eu tenho uma X Pró e acho a bota muito boa, apenas um pouco esocrregadia em pisos muito molhados, mas fora isso é show de bola. O que mudou em relação à G2???

 

Abração, fera!!!!

 

Tosetto

 

Pode ser por causa do solado Carbon x Grip. Dá uma olhada nos tipos de solado que a Nômade usa: solados-disponiveis-no-mercado-e-suas-diferenca-t13323.html#p509789

 

Quando comprei minha Finisterre, eu queria na verdade uma Titã mas pesou um pouco que onde mais utilizo bota é normalmente para chegar a alguma cachoeira, passando por rios, pedras escorregadias etc. Entre o Amazonas (que já conheço das Snake antigas) e o Vibram, preferi o Amazonas.

 

Intééé

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

mais uma vez venho dizer minha satisfação com a NOMADE !!!!

alem de ser FÃ da bota TITÃ como disse ja anteriormente !!!

ja to no 2 par e estou muito contente com o que a bota me proporciona "conforto/leveza/segurança" alem de ser super invocada !!!

tenho no fundo do armario bota SNAKE / HITEC CARBON tudo com solado descolado e ai ? onde recorrer/ não existe !! a snake mandei para fabrica , voltou e descolou de novo !!!

o pessoal me pergunta? E AI VC COMPRARIA OUTRA TITÃ OU INDICARIA A ALGUEM ? eu respondo´ " E CLARO QUE SIM " (mas a minha proxima desta vez na cor vermelha hehehe)

::otemo:: ao Fabio sem comentario ::cool:::'> !!! fico muito feliz sempre que ele apareçe por aqui e esclareçe as duvidas sobre a NOMADÊ !!!

como disse o espaço é para falar o BEM e tambem o que não agrada !!! isso só ajuda a nós consumidores e a empresa !!!

falow

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Bom, eu prefiro comentar porque acho isso tudo ainda um absurdo (sim, estou frustrado).

 

Sobre só haver 3 pessoas eu penso assim: Os posts iniciais foram na época de compra e agora as botas estão dando defeito porque acabou o prazo de impermeabilização da bota.

Todo material estraga, realmente, mas eu acho que isso é uma grande armadilha pra nós brasileiros. Nossa legislação permite que os produtos tenham um prazo reduzido de garantia. O caso da Salomon, como o LeoRJ ou outro editor postou, oferecem 2 a 3 anos de garantia. Nosso caso com a Nômade é, por orientação dos advogados, apenas 6 meses (ou aumentou?)

 

Fabio, kra eu era um defensor da Titã no início, agora não sei mais o que sentir: raiva, frustração, pena (de mim), felicidade, neutralidade, enfim, estou um tanto quanto descontente com a Nômade. Eu mostrava para todo mundo, me gabava de ter o produto e recomendava, mas depois dessa PRIMEIRA tentativa de uso real com a bota, me senti jogado no porão enquanto outros riem lá de cima.

Algum tempo atrás antes de usar a bota já havia sentido o dedão ficar úmido e tentava desacreditar que seria a bota. Pensava que água teria entrado por cima, era meu suor, etc, menos os 100% impermeável falhando.

 

Minha bota está com estrutura praticamente nova. Nem mesmo o selo de tamanho de pé saiu da língua da bota. Eu usei ela em raras vezes e sempre para percursos urbanos: Ir comprar pão debaixo de chuva ou ir na casa de amigos. Mas pelo que vejo o prazo de validade é temporal e não material. Uma pessoa que tivesse feito uma trilha pesada com ela por 1 dia já teria feito mais estrago na bota que eu fiz na minha em 2 anos.

 

Então, só me resta pensar que o GoreTex tem prazo de validade...ele perde sua capacidade de manter água longe mesmo que guardado dentro do guarda-roupas. Mas eu imaginava que o GoreTex era um produto que barrava fisicamente a água e não quimicamente. Daí não entendo porque minha bota vaze água... (Cada vez fico mais triste quando vejo a propagando dizendo 100% impermeável)

 

Eu acredito que haja uma falha de projeto na Titã. Pelo que penso (ok, não sou conhecedor pleno) o tecido+membrana constantemente são tensionados na parte frontal da bota no simples movimento de dobra do pé (isso é uma vantagem da bota). Mas esse tensionamento na membrana faz com que os poros da mesma sejam abertos e a água passe. Assim, seria melhor se as membranas fossem colocadas apenas nas partes mais rígidas que não sofrem esforço de tração/compressão como naquela parte crítica. Ou então reforçá-la para que fique mais rígida...

 

Fábio, eu não sei como eu resolvo meu caso, se quiser da uma ajuda eu agradeço, mas eu senti toda minha certeza com a Titã ir por água abaixo...algo como descobrir que seu pai herói é um assassino (guardadas as devidas escalas, claro).

Se antigamente eu olhava para a Titã Kevlar como estando em pedestal, guardada em local nobre do guarda-roupas, agora eu larguei-a atrás da porta do quarto.

 

Acabei de comprar outra bota...

 

 

Até o desenrolar desta conversa.

 

Douglas

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...