Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

De ônibus pela América do Sul - São Paulo , Argentina, Chile, Peru, Bolívia e norte do Brasil - em 23 dias


Posts Recomendados

  • Membros
Muito interessante! Em 3 meses parto daqui pró norte do país e depois vou decer pelos países vizinhos! Espero passar por Atacama TB e Santiago na volta!! Vou fazer tudo isso de carona e gastando o mínimo, nesses trajetos TB existem bastante bus barato ne? Sem ser de viagem

 

Obrigada pela leitura ::otemo::

 

Nossa, que incrível. fazer a viagem de carona deve ser o máximo.

 

Olha, usei Ônibus de viagem de São Paulo - Santiago - Calama - San Pedro - Arica.

Só para cruzar a fronteira com o Peru usamos o táxi coletivo.

 

Depois de cruzar a fronteira com o Peru, voltamos para os ônibus, rumo à Arequipa, depois Cusco e Machu Picchu ( fizemos a trilha da hidrelétrica para economizar - também para os próximos relatos).

Depois , Cusco - Puerto Maldonado - Iñapari e assim por diante... revezando com vans, tuk tuks (super barato) e táxi brasileiro (o que nos custou uma fortuna ::quilpish::::prestessao:: , mas também nos rendeu uma breve visita à Bolívia.

 

Mas com certeza devem existir meios mais baratos de locomoção se você procurar bem. E se você for de carona, vai economizar mesmo, além de ter uma baita experiência com os locais. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 23
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Michelle, belos relatos. Já fui 3x para o Chile e estou pretendendo ir uma 4a vez agora em janeiro, porem, em pesquisas feitas ultimamente, está tudo mega caro, e em milhagens tb. Fiquei interessado

Oi Michelle   Qual foi o gasto total da viagem?

Ola, Michelle!   Obrigada pelo relato, esta ajudando muito nas minhas pesquisas. Vou viajar com meu namorado e o dinheiro também esta beeeem contado, então gostaria de saber qual o foi o gasto médio

  • Membros
Olá!!

 

Em maio to pretendendo sair de Santiago para San Pedro.

Inicialmente, pensei em ir por Mendoza-Salta-San Pedro, mas com esse real super desvalorizado, ainda estou pensando direitinho...

 

Se conseguir achar o valor da passagem de Santiago pra Calama, bota o valor aqui, por favor.

 

 

Obrigada!!

 

Obrigada por ler, Vanessa ::otemo::

Sim, tá complicado viajar com essa desvalorização do real. ::bad:::oops::cry:

Mas vá sim, se puder.

E vou olhar minhas bagunças de viagem hoje, e amanhã coloco o valor da passagem aqui, assim que der.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Muito bom relato Michelle! Poderia me informar quanto ce pagou nas passagens SP a Santiago e de Santiago a calama? Em setembro vou rodar a América do Sul de ônibus em três meses! Haha

 

 

Achei o que faltava. De Santiago à Calama pagamos 30.000 pesos chilenos ( cerca de R$ 150,00 na época, por pessoa ).

A empresa de ônibus que escolhemos foi a CikTur e como contei no relato, gostei muito.

O ônibus era bom, double deck, novo, serviam jantar e café da manhã e o banheiro estava sempre cheiroso. ::otemo::

 

 

Entrei agora no site deles e parece que eles têm passagem para San Pedro (direto, agora). Bom verificar e ver se compensa.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Acompanhando...

 

Michelle, fiquei curiosa para saber por que vocês optaram pelo ônibus no trecho São Paulo - Santiago. É que fiz uma simulação no site da TAM e encontrei voos por esse mesmo preço (aprox. R$400 o trecho).

 

Vocês queriam ver a transição nas paisagens? Adaptar-se à altitude dos Andes? Viajar sem medo de avião?

 

Fiz muitas viagens longas de ônibus e até gosto mas, depois que algumas quadrilhas começaram a agir aqui perto de Brasília, acabei desistindo. :(

 

Obrigada e parabéns!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Acompanhando...

 

Michelle, fiquei curiosa para saber por que vocês optaram pelo ônibus no trecho São Paulo - Santiago. É que fiz uma simulação no site da TAM e encontrei voos por esse mesmo preço (aprox. R$400 o trecho).

 

Vocês queriam ver a transição nas paisagens? Adaptar-se à altitude dos Andes? Viajar sem medo de avião?

 

Fiz muitas viagens longas de ônibus e até gosto mas, depois que algumas quadrilhas começaram a agir aqui perto de Brasília, acabei desistindo. :(

 

Obrigada e parabéns!

 

 

Olá, muito obrigada por ler... ::otemo::::otemo::

 

Então, na época em que fomos, em Julho de 2015 (temporada de esqui), as passagens estavam no mínimo R$ 1.300,00 ida e volta, por pessoa, isso para ir e voltar por Santiago. Se só fôssemos ficar em Santiago, realmente compensava, pelo conforto e rapidez do avião.

 

Como a idéia era conhecer várias cidades ao longo do percurso, se fizéssemos só a ida até Santiago e o resto de ônibus, só a ida nos custaria R$ 1.000,00 por pessoa::ahhhh:: ::ahhhh::

 

E se fizéssemos tudo por avião, conhecendo as mesmas cidades, (fiz milhares de simulações em vários simuladores) só de passagem de avião, gastaríamos mais de R$6.000,00 ::ahhhh::::ahhhh::::ahhhh::::ahhhh::::ahhhh::

 

Eu tinha milhagens smiles acumuladas e dava para usar para voltar do Acre até São Paulo.

E como realmente estávamos exaustos de tanto andar de ônibus e esse trecho seria o nosso último (já dentro do Brasil) , fizemos de avião. Deixamos para o fim pois estaríamos mais cansados do que na ida (que era pura empolgação). E medo de avião? tenho sim, e muito ::lol4::::lol4:: mas enfrentei ::otemo::

 

Outra coisa: Eu me virava com inglês e "portunhol", mas viajar dois dias ouvindo somente esse idioma, ajudou demais. Quando chegamos à Santiago, eu já me sentia confiante o suficiente para me comunicar e entendia tudo.

 

 

Quanto à altitude, acho que ir por terra ajudou sim. Deu tempo pra gente se acostumar aos poucos.

Fomos subindo progressivamente ao longo das cidades que fomos conhecendo e quando chegamos à Cusco (nosso último destino), já estávamos mais que acostumados e não nos sentimos mal.

Sem falar que foi algo indescritível atravessar os Andes. Uma experiência diferente de tudo. Quando lembro, me emociono. Foi desafiador também, porque eu não sabia o que eu iria encontar, se daria certo, se eu teria coragem...

 

Nos sentimos super seguros, durante toda a viagem. E olha que morríamos de medo de deixar nossas mochilas no compartimento de carga.

Medo para valer, só sentimos no Peru. E ainda assim, medo das estradas, que ficavam à beira de abismos, sem guard rail, e cheias de curvas perigosíssimas, principalmente no percurso até a Hidrelétrica ( de onde saía a trilha até Machu Picchu). Fizemos ::mmm:::mmm:::xiu::8)

 

Posso dizer que no nosso caso, a ventura começou quando decidimos embarcar no ônibus. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 meses depois...
  • Membros

Sumi por um tempo, mas voltei. (a faculdade me consome )

 

Em meu último relato eu havia acabdo de chegar à San Pedro do Atacama. Passamos 5 dias com paisagens de tirar o fôlego: vulcões, salares, cores do céu inigualáveis, tour astronômico, termas, lagunas e muito, mas muito frio mesmo. Affff ::Cold::::Cold::::Cold::::Cold::

 

Foi triste, mas tivemos que partir.

Nosso destino agora seria o Peru, com paradas em Arica e Tacna, mais uma vez em ônibus.

 

Um dia antes de nossa partida, conhecemos um grupo de brasileiras muito simpáticas na praça em frente à Igreja de San Pedro. Elas estavam procurando um restaurante barato para almoçar.

Iríamos partir todos na mesma noite com destino à Arica, então combinamos de nos encontrar no terminal rodoviário de Arica e cruzar a fronteira juntos, no mesmo táxi coletivo. As empresas de ônibus que nos levariam eram diferentes. A nossa era a Expresso Norte e a deles, Turbus.

Deixamos San Pedro em horários próximos.

 

Viajamos a noite inteira. Às 5 da madrugada chegamos em Arica.

O local combinado de nosso encontro era o terminal internacional de Arica, do outro lado da rua onde nosso ônibus nos deixou. Pedimos informações à uma patrulha de Carabineros e chegamos no terminal sem problemas.

Assim que entramos fomos abordados pelos milhares de taxistas que fazem a travessia entre os dois países. Cada um vendendo o seu peixe, o valor era o mesmo e os táxis só partiam depois de completos .

Sentamos em um banco e ficamos esperando pelas brasileiras. Lembrando agora, eu nem lembro se nos apresentamos e dissemos nossos nomes ::tchann::::tchann::::tchann::

Um velhinho, motorista de táxi, nos abordou e ofereceu seu serviço de travessia. Lembro que gostei dele de cara e o achei muito simpático. Mas como estávamos esperando as outras brasileiras, recusamos.

Esperamos por duas longas horas... ::hãã2::::hãã2::::hãã2:: e nada. Não sei até hoje o que aconteceu.

Bem, decidimos não esperar mais e para nossa alegria, o velhinho tinha exatamente duas vagas livres no táxi. Pagamos a taxa de embarque + o valor da travessia e seguimos viagem.

 

O carro era bem antigo, enorme. Cabiam 5 pessoas + o motorista ::hein:::hein:::hein:::hein:

 

Nossos companheiros de viagem eram: um casal de chilenos e um jovem Peruano. A viagem foi muito divertida e conversamos muito, sobre os mais variados assuntos. Cruzamos a fronteira.

Terminamos nossa viagem no terminal rodoviário de Tacna. Sãos e salvos ::otemo::::otemo::::otemo::::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Vou falar que não trago boas lembranças de Tacna.

Descemos na Rodoviária e logo nos vimos em meio à um lugar desorganizado e fomos abordados por uma enxurrada de vendedores de passagens de ônibus e vendedores em guichês que gritavam para que trocássemos nosso dinheiro com eles. Escolhemos um guichê com uma boa cotação e trocamos nossos últimos pesos chilenos por Soles.

Faltava agora escolher a empresa de ônibus que nos levaria à Arequipa.

 

Um homem muito simpático nos ofereceu a empresa na qual ele trabalhava e infelizmente não me lembro o nome dela (acho que meu cérebro bloqueou). Só me lembro que não era a "Flores" (que era bem mal falada por lá). Pedimos para primeiro olharmos os ônibus e ver se eles estavam em bom estado e tudo ok. Pechinchamos o preço e concordamos em pagar o valor estabelecido pelo vendedor.

Ele nos levou ao guichê da empresa e lá descobrimos que comprando direto no guichê era mais barato, pois não se pagava o cachê do vendedor. Mas aí era tarde demais, já havíamos entregado nosso dinheiro. ( eita burrice ::putz::::putz::::putz::::putz:: ). Outra coisa que nos confortou foi que, se aquele homem não tivesse aparecido, dificilmente teríamos achado a tal empresa, cujos ônibus "pareciam" em ótimo estado e novos. Tinha até rodomoça.

Ledo engano.

Os ônibus eram realmente novos, mas um cheiro de urina nos acompanhou por toda a viagem, sem falar que éramos atrações turísticas lá. Todos nos encaravam o tempo inteiro e foi meio assustador. Tirando tudo isso, a viagem até Arequipa foi tranquila. ::tchann::::tchann::::tchann::::tchann::

 

 

Bem... até aquele momento, o Peru ainda não havia me encantado. A paisagem eternamente desértica, a pobreza extrema de algumas regiões em que passávamos, precipícios, nada animador...

Mas chegar em Arequipa fez tudo valer à pena. Tirando o taxista mal educado que nos levou da rodoviária até nosso Hostel. ::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu::

 

Nos hospedamos em um hostel no centro, bairro muito lindo e charmoso e pegamos uma festa típica Arequipeña. A música, a Plaza de Armas cheia, as construções em Sillar(pedra vulcânica branca), as roupas típicas... Finalmente eu caí de amores pelo Peru.

Tratamos de procurar um restaurante bom e barato e amamos a comida, a chica morada...

Depois caminhamos, visitamos museus, experimentei helado de Pisco ( sorvete com um certo teor alcólico ... óooteeeeeemoooo) ::otemo::::mmm:::essa::::dãã2::ãã2::'> e nos sentamos na Plaza de Armas, apenas vendo o tempo passar, só observando as pessoas.

No Hostel bebemos Arequipeña , (cerveja típica da região)e preparamos os mais maravilhosos hambúrgueres que já comemos. ::love::::otemo::::love::::otemo::::love::::otemo::

 

Uma pena que aquela cidade era apenas uma parada rápida. De um dia e meio apenas, somente para quebrarmos o rítimo louco que seria ir direto do Atacama até Cusco (nosso real destino no Peru).

Me arrependi muito de ter escolhido passar tão pouco tempo por lá. Uma pena. Voltarei.

Compramos passagens para Cusco com a Oltursa, diretamente no guichê da rodoviária de Arequipa.

 

Aqui vão algumas fotos de Arequipa.

 

XJPCPyvM3N2nhS7HjtTm1B_SOM9EdA7z-Bm83V-lQm1z20uycXhUzRD3uB_0AHgiWK3fUDRI4QVfeug5W3vwxtfcU_L4lHasF4KH7szTf2I-vsvOl0Q8KIKk0cC-0jOyU4-zuq91btjt2LJxck5gf0GSUzZv9RnZX3dzHGIqpIT23cSr1dda1FJ49LljfqDJU2BDlGyigyTCyhUcPB-NpUBdeMr8HcYlB5Bx5aKMs510p5i5hzCPkYg87XJjIZz6dsaHiHEwn-0gXkQDtc15C1wHcAfc4K2xDEFyqO2B9DOb8UymDTh7o22QtpmVvUIPljXrur6GfKdrF7g3usrd6RYDXRs1S2DE6MXnfiSOcQMkXU5cC9KHU8-0RbO6dKQBvWExUeLNcremSaHdJshISB8Kf1ZXeJJ3TcARa7BqGxakbUhhk-ksseHeujZfCMcdnyGtUXWKBwYvhgdkGA2F0m1iZqfI4wCc9NPvJWrMz51IyGSG8aSVxVToRKHHKGCm45p34Wpy85oXUSKhotMnajiP9DHw1Q_weOHmLZb0NYNC1wj9uSxYWh7SGBCrUwHPWeWDFAxiH0oibMm5UDH97csT_sUnL2CB=w557-h742-no

 

JYCVrW-MMMHFrRpZARVg9aZ9rY91Rxifz6Np-TyeDPohVjmooSSe8JLf8bHsm4Caa2Q-qLPMPruEqaFy91k8e6QZaGEFVQ7b4SqulO8H7mzvp3DPjhRzuxpJ5Oip5qsCnEuvE-ms9HBDj4HTFbKFQ2kFDTKGa2ps8qO686yqqP3Qgt1HTAjQMgE3RnVFNQj8NAfBtJSkxkNqGiFC77gn8pnVCaH5QlSa7qFdczss3OKAE_dRA-pqvDDqBr_KmQQ3i4cDAo8AuPxo8yEfmNDIkPZHmtxqHbyj0umGEaLq3lrSCGYXmu7Iv1D8X59DUxZ0zpY0GBFkVZAQqRbnHUxm5-8glcqg5-uWkjKt8LKLiB_guxaKWarQ_3UOB9BfBQfjaAxNwN-uj3gtQ9oKqPSrYvpEmFP2hZwMvCkKSwU2B7I3XfnLw2cNPIIirzPTXjuO7xHngDkrlQrC48FnFWDkNEDkwgsRqzjU7uTGRN29QcYQRwyGBnH7wbLbofIA2KEp-GGJ-wRbiTpPrnWCHFRxfTOdlWRU0tFq1tWsBzwKOKvfZ2S3i3s7mbI39Q44aMvHDxcqDGXGJaxS5WvQk048wkqE3clCTV9F=w990-h742-no

 

r0Nf7dvgBHFOBUaam4Zxjxi_n2DCyXdcT8eE_HzHko4pfv9150U8hl6kyroA2fB-ioVUOIae9uCkdc6N2l6qr6Fq79G-_ZO0njQ-x5b-5zrbsxIDjiQ1iBhrv2p8-xK8f-LOz6pikBTTSF2IkuKOADo0_QEvQDKfxX1EWCPlQu5Mmr6vEPQTPgPNeApUQPrUHGJqBJLD8ix3KVbY5aGYrJsKq7tINzX1R9UT63Ekn2M5vs2k3H4PghwOqSBqR7GeGT5PGknt3wiur1bewBAFhFJd_WgEW3AEjYwvgAXLT7uG7F_boEof2BarbUc40oN6Pkq45A9Jz0GlLEabzFeLsLH2GCs1Vlk_QmV1DXNlR6ZqzYUa7SYdxi_Ia7Fip_4kpKEvlYra6Enbz0tF2I320jv2nEgd_ine6wEh2HPjfc5ExlYqK5_uc15p-2VbqxOw5TRS5pLNpRQDrAKOG0-Zqg8iSK2lftRjbEtRxNPwGOKGWBoomT2SoeZ-FIfBS1bhbMObjSFXzKC_xS_4ifRP1ej2Sh4_sGQ43cJJj4p0P2f_8b0gCeZhHW0j1S7r6ySsMLD6aoLLYKCPgs0o8CYV5uKi19lFJq7_=w557-h742-no

 

s3ukUJwwPcQHfhM81-6zvB7nTvBnBhHIOS7wFDFgLTKcM692LI7kcF0wX1NJLX2qLyRQ7zcH7KIEFFL_zxzUgbKqZU3s1AtVceXf5V4U65UjZXAIYlpxpzYKIX94S3MRZDQigMr-rNmq4BS2DFM8NDC7LC1ZRZhR1z_w0pWetO_vBhGaL3tkMlkKw_gr9ZU3VKY9Fl4ELIHkPjvFWUNWX_eXA0408EgHMb4NvsDQE6PJ6RFT0FOEJOPfV5AZ5pGxolUQtaaWfY3t5tHAehVQqKQJPtB4zwC7kZ2SCxYtG0efCUQ-yi9LseTBVq-A_zxi66HXxPh8DjGqIzZEFCrQPFlMHE9Wkv22PsG_QOF4DCzO2uxUo11lCOzSIY95Ou5mfnmuQicL0BEygRuPnqqsu22S0U3ZOc5BuTcUy0sVnXVplA8kwHPho8Dqj-GsaoI2gILlv7eSypYSlGdQLKCwzBLeIMsVMPa_IzfQwFpDzxtvODB-w6m_Oxf44uJ49p3oaeBTwLTf6roOmtofu0xjb78iwdBF2QoPkjh6xCWp4idtxcU__FrbylSBwCaMG80po-K0wK2SBlB3FovFuMiMteT6V4_UfsD1=w557-h742-no

 

IfXjYfrLN1AKLIQ0xWFvqae67msislmj4l-C_kgnroEIo9pk8Y3aUjfPmHyqGxScYbHpk8suJbRGQEg8Mv6SgWfxJH4JpOgIin69fxoku5MuFJwkQpvsOlusRhkcue0cNoWKu6UFTi9G9A3nDrPlEKctl2xI6wOnP8Ma1ACJ-tpzxAyhP-yrGTfD-Wax278y12EPs19iRv3DPrkGZqDxsEY3tdnkOjuB9WyQXqU6p0YDH-Xar70vXRWNTvIXUo3JcDEwAL6fzv-aOyrbcXGGk4etDhzYOEiFTV93-v9zbLaxriAvT5DfAL4CNcX6r666hMW4FJUIWRnf306q1x-R3R_0K91_wdsamuWQ-ijSQP3izrN_ZzFqMcQTcPvwDFD9CWOiTlimn27W8SafoLEJSeJRWkbt8109i8ANJOWEKMc5pbIxEQwgziNuWMXLJfbH7DTIeNYdsIOK56cQHwoIB_1H3jhIXCKv70zWIbKcs4MGwR_smaw6T_pnvczRiJInIFKYCzD2GNO-GvCW3sz0nLRzJf2-Lu2bteqGJ5BDhPvlTED_ae_jYUpcpoNE7cIk7poQyAX3DAfKg--w8nMF2A2ADeqN8Tn8=w557-h742-no

 

rd0JfGFQpjekcreJjyVpdiBLBBADFuQFDvTngSIXm-ujGbIJLfZcxZQAIATTA0_F6p1B_sRDlr4FEh1vfUuNvKOfzpD514_Zip3Oyfwwg8Lg_ijPqnz3JrCYIg6CyCz1FEbMxJmzwp_H_gUwUDMIstBn59nCDA3Hkk4CZfS3eTDhCttzsOZu6xx_KjFeoV_dB7iyeUNbqkgAGwJA_gpxPjtCjiVvlCSyfqEcWAGiY_8-hF7Kdps-zHL27DFoSFuEY6nxSweT2_qOt8jQ5Tf2HPN8rPm05ALJQmfJAm7Mzs2BQKs9WRwVvRfs-IFZWloOGa6nQX9_sN8g8ULmQNGnyFlOWsE_0nbXpW04D5HPKj1E6P_qz2t9LDdjrxWr-pUxoEajNa15GO79M86uKVBQejGWW3BjzaCxe9MIavjH2J_OhROGCU18_xxGrRe8l_W1FCoqETTeanMwGVKQrYUzX7G87i_TN0VmazmBrDXWX-r5WhN55vkMLaBvr625t9cB4Xdusnrsh3dh1uCxkwxAiJ7jm026pPLK9nlrk-LfvU1_bsyXuQ67X_OP6rF-RBE25U93TwkPVNU6-cKUtAPoFYSkEf3_ch1z=w557-h742-no

 

cPpojMQtFb96DjQBS2QvxNC41WrrrwOAjIlRsglsnY9sM6ZLIAk7px54DW0fLF-j-4HXN_wzkJTleEOQd5uTAcuWgq9fG2rFSALCxG8W9B4uaUapriyjhbLAZ6Kh5ZdFo3yzAkKrlJj_WX56-GOmQaLspigDjdyMQBuc-eJsjufH7Rwrg-TQQKbKAZZvylKhbyjprQSMaDcFpEBkc7ZlS1z7iB4_PotWGUkHeO3QnSKM7KGkMyELR_W-Mz4H5UyQwVahIof3UvXkZe7xmio1CwoEJm05NCAQ7WDHctqxqyzcYdXRDel8gGbM2GmnNdKJh0zvJyayZgCVVnp3ip40pdEwH1XrfPX4mQo1V6a1qirnDiWgjBhj_VUNeaatt82ubVD70j22vWMfMJigeJGsuChc1EjJaBZhmjjP8PjgP4BhqX0nh8v0hdGcP01cV0n2ghHaVeCk9qRYftqXq5BQ-2qgWfLQLRxMFXGIorAQ2sDaakNz3T14N7O_wma_dDkKFjCJwIHPljg41VGYW5E8XTN0m7Td_HMAz0vGTr7DRh20-H8uMdabsTCxBYPzhowEkKFF9m8vCMq26feLpGCF6jwHcr9fqHt-=w557-h742-no

 

5J9yMS43VvYatTLpvma-Shf47RUo3SuvmzKhkuvJrzpLdIuquLyOnaX0GXM7q5ZIKzq2MsU88AozPuGOsF-N7bqn57kBRTNxLtMuz9iq1DGIbRhsRHK2H7ewEXUlTNH4nlAyMQv8ta69aHzAwyvjc1pi733z2Pu8JnBMJ5AgYtsfgnMdciRR4HDtGn2vKddQ-UZRwL8J5HNVSx6Xrapm8heDLrzTh8TuiMVTg_hCbot0TwLqIPnDcLv_x7LGXPPrYko78_GQw6PGtsLRzYft2-fZCktCZAybHd38_risBsz3vOU30x_IYqMy97Joq1M1I4Sfm9M_2ku4dIieTu9czKRIThgo3bMgaDtd1fKxL74-ii05B2TLXv-ZuzqaJAr5L6yXCg26mEOwXXM6ulSFpCLzNqz4_nerK-dTJt8X3JtlSk0jkVjEsfXBn5QE2fCmuO5k4A2Pi5iOm9uXK9Zn5oMlrf9qx5IPG0BlT29vZzkpn7JVBOmS-iNT9D6lNlCXstLkldDTl7OQp8yCNmnBAqPWle6O2Gq-p8nhNPgtMya1ThorPNyv-wYWrwMfCCUnhuk58ENnpWBixBwoHoTVxq6MF3iZ_Enh=w990-h742-no

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Michelle, belos relatos.

Já fui 3x para o Chile e estou pretendendo ir uma 4a vez agora em janeiro, porem, em pesquisas feitas ultimamente, está tudo mega caro, e em milhagens tb.

Fiquei interessado por essa viagem de onibus e gostaria de saber quantos dias dura essa viagem ou em horas, por gentileza.

Vc achou o mínimo confortavel para a viagem nao virar um tormento?

 

Obrigado

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...