Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Samaipata, PN Amboró e Vallegrande


Posts Recomendados

  • Respostas 69
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra
estou com passagens compradas pra bolivia, dia 8 out 2010 saio devo chegar dia 9 pela manha, pretendo ir direto a samaipata e dia 10 a vallegrande.

 

alguem tem alguma dica pra me dar ou sabe valores atuais de hospedagem e transporte?

 

[email protected]

 

Robson,

 

Pretendo fazer uma trip por esses locais agora em julho, quando chegar informo os custos e dicas da viagem.

 

Maria Emilia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros
Olá novamente povo do mochileiros!

 

Vou reativar novamente este fórum, colocando ele entre os primeiros (ao menos por alguns dias).

 

Então, minha pergunta agora é diferente. Alguem sabe dizer se ha a possibilidade de ir direto de Sta. Cruz de la Sierra até Pucara, em ônibus de linha que faz o trajeto até Sucre? E se este bus passa por La Higuera. Se não passar não faz tanto mal, posso ir caminhando neste ultimo trecho.

 

Enfim resumindo: o bus que faz o trajeto Santa Cruz de la Sierra - Sucre, passa por Pucara; e eventualmente ainda por La Higuera?

 

Desde já grato pela ajuda! Fui ! ::cool:::'>

 

E ae galera,

 

Então, queria saber se alguem pode me tirar uma dúvida... a mesma do Trosko.

 

Pensei em chegar em Sta Cruz e dar um pulo em Samaipata, Valle Grande. Como não estou com muito tempo,

minha duvida é: >>>Existem buses de/para Sucre ou Cochabamba para/de Valle Grande?<<<

Ou de algum lugar perto de Valle Grande, pois não queria ter de voltar até para Sta Cruz para continuar viagem.

 

Se tiver e alguem souber preço tempo, por favor!

 

Obrigado!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
E ae galera,

 

Então, queria saber se alguem pode me tirar uma dúvida... a mesma do Trosko.

 

Pensei em chegar em Sta Cruz e dar um pulo em Samaipata, Valle Grande. Como não estou com muito tempo,

minha duvida é: >>>Existem buses de/para Sucre ou Cochabamba para/de Valle Grande?<<<

Ou de algum lugar perto de Valle Grande, pois não queria ter de voltar até para Sta Cruz para continuar viagem.

 

Se tiver e alguem souber preço tempo, por favor!

 

Obrigado!

 

De Vallegrande para Sucre (ônibus) com reserva antecipada e Cochabamba (minibus e ônibus)

 

Maria Emilia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Olá povo. Eu fiz esse trecho em janeiro de 2010. Algumas infos:

 

Cheguei em Santa Cruz de la Siera com o Trem de la Muerte desde a fronteira com o Brasil, Corumbá (MS). Não fiquei em Santa Cruz, sai imediatamente para Samaipata (vilarejo a 120 km, onde estão as ruínas de El Fuerte, rocha de granito esculpida por Guaranis e posteiormente pelos Incas) um vilarejo bem charmoso. Chega-se em Santa Cruz pelo trem da morte, no terminal bi-modal, que é integrado com o terminal de buses. Ali perguntei a algumas pessoas como embarcar para Samaipata. Me indicaram a linha urbana número 74, que peguei em frente ao terminal, vc deve sair dele. Muita gente. Fui com esta linha até a esquina do Terceiro Anillo com a Av. Grigóta. Dali saem transportes para Samaipata. Fui pela Trans Saipina, micronibus razoavel. Saida as 12:00 chegada as 15:30. Depois de Samaipata, fui a Vallegrande. É só aguardar na rodovia que vc chega anteriormente. Esperei uma meia hora, no meio da tarde, sai as 16:30 cheguei em Vallegrande as 20:00. O micronibus era um caco, só andando pra ter idéia do perigo! E tava lotado! Mas isso é Bolívia. Chega-se no terminal de Vallegrande, recomendo pegar taxi até a praça central se vc chegar a noite, de dia pode ir caminhando tranquilamente. Para se chegar em La Higuera, algumas pessoas me diseram que existe um onibus bem cedo, as 6:00 ou 7:00. Esperie até umas 6:30, e acabei indo de taxi mesmo. Essa é a forma mais cara de se chegar, mas a "mais confortável". A estrada é de barro, e perigosa. Os pneus do taxi estavam mais do que carecas. São três horas para chegar, o taxista aguarda uma hora, e depois é necessário encarar mais três horas para a volta. Uma hora em La Higuera é mais do que o suficiente, só o culto a lendária figura, mas lá existe alojamento, quando fui havia alguns argentinos hospedados. Já em Vallegrande novamente segui para Cochabamba, pela antiga caretara que liga Santa Cruz a Cochabamba. Esta é muito perigosa, um bom trecho sem asfalto! Não recomendo! Retorne a Santa Cruz e faça esta viagem pela estrada nova! Mas se for por este caminha, vc não desembarca no terminal de Cocha, mas num lugar bem afastado, dai só com taxi até o terminal. De Cochabamba para La Paz existem várias empresas e muitos horários.

 

Alguns valores:

 

Micronibus urbano linha 74 (Santa Cruz de la Siera): B$ 1,50

Bus de Santa Cruz a Samaipata: B$ 25,50

Bus de Samaipata a Vallegrande: B$ 20,00

Taxi em Vallegrande (terminal ao centro): B$ 5,00 (não pague mais que isso!)

Taxi de Vallegrande a La Higuera (ida e volta): B$ 250,00 (preço para uma pessoa, se lotar o carro acho que é o mesmo, portanto procure mais pessoas)

Bus Vallegrande a Cochabamba: B$ 45,00 (fui roubado! é mais barato)

Bus Cochabamba a La Paz: B$ 40,00

 

Hospedagem em Samaipata: B$ 50,00 (ha mais barato)

Hospedagem em Vallegrande: B$ 25,00

 

Concluido, fiz e gostei muito. Recomendo!

 

Qualque coisa... perguntem.

 

TROSKO

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Quanto ao transporte de Vallegrande a Sucre, existe! Só não sei informar valores. Mas ele não passa por La Higuera. Mas passa por Pucará. Quando eu estava por lá também queria fazer esse trecho, mas havia em deslizamento na estrada e tive que tomar o rumo de Cochabamba.

 

TROSKO

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Membros de Honra
Quanto ao transporte de Vallegrande a Sucre, existe! Só não sei informar valores. Mas ele não passa por La Higuera. Mas passa por Pucará. Quando eu estava por lá também queria fazer esse trecho, mas havia em deslizamento na estrada e tive que tomar o rumo de Cochabamba.

 

TROSKO

 

Como o Trosko falou, de Vallegrande para Sucre tem um único horário de ônibus, só que tem que reservar a passagem no dia anterior a viagem, e você terá que pagar o preço do percurso do ônibus todo, isso é, tera que pagar 120 bol, que corresponde a passagem entre Santa Cruz de la Sierra X Sucre, pela carretera antigua, aí o agente liga em Santa Cruz e faz a reserva para você, você sai de Vallegrande no horário de 18 horas e vai até Mataral, lá você desce e espera ônibus de Sucre, numa lanchonete(agente local), o preço de Samaipata X Sucre, Mairana X Sucre, Mataral X Sucre é o mesmo,pois é o mesmo processo.

 

Espero ter ajudado.

 

Maria Emilia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Editado do Relato : Outra vez Bolívia : Samaipata .......

 

 

[align=justify]Samaipata fica localizada acerca de 120 km depois de Santa Cruz pela estrada antiga que ligava essa cidade até Cochabamba.

 

A estrada é uma delírio para os olhos, pois é subindo as montanhas, essa viagem é feita em cerca de 3h30m, mais como a estrada esta em reforma você sempre acaba ficando parado em algum ponto para esperar a liberação das pistas o que sempre atrasa a viagem em algumas horas.

 

Chegando em Samaipata, você pode descer na Plaza de Armas, pois nas imediações tem muita oferta de hospedagem, ou pode caminhar em direção a zona rural (campeche) onde estão os hotéis mais caros, a cidade é bem pequena e aconchegante, é o que se pode chamar de estância climática, do tipo Gramado(RS), Chapada dos Guimarães(MT) ou Caldas Novas(GO), nos começo das manhãs e nos finais de tarde a temperatura cai bastante, já que a cidade fica em meio a um vale no oriente dos andes e é rodeada de montanhas a uma altitude de 1650 mts. em relação ao nível do mar. O nome Samaipata é um vocábulo quechua que significa “descanso en las alturas”

 

A maioria dos restaurantes fecha nos dias de segunda e terça-feira, mas tem vários mercadinhos onde você encontra pão, biscoitos e outros produtos alimentícios.

 

A cidade é formada por poucas ruas, em torno de 7 x 7 e conta com uma comunidade estrangeira bastante ampla, principalmente a alemã, na cidade residem 5 brasileiros, a Dra. Carmem, que é proprietária de uma tienda de produtos naturais e orgânicos, é casada com um alemão, a Sandra, artista plástica e proprietária de um hotel 4 estrelas recém inaugurado o “El Pueblito” , que fica na zona rural (campeche), Célia uma senhora aposentada e seu filho e mais um senhor.

 

Na quarta-feira a cidade fica meio "parada" é que os comerciante viajavam até Santa Cruz de la Sierra para se abastecer de mercadorias na feira do Bairro Lindo.

 

O Museu Arqueológico, fica na calle Bolivar, a rua principal da cidade, lá antes de você percorrer a exposição é apresentado um vídeo/documentário de cerca de 30min que relata a história e as descobertas do local, depois você percorre as várias sala da exposição com os achados históricos da época pré-colombiana de distintas culturas.

 

O Zoológico El Refugio, fica cerca de 2 km distante da cidade em direção a zona rural, depois de uma boa caminhada você chega ao local, lá a maioria dos animais ficam soltos, somente os mais arrisco é que ficam presos, Tita, uma chipanzé faz amizade fácil com os visitantes, o macho é árrisco e não gosta de crianças. No refugio a maioria dos colaboradores são voluntários, agora no mês de julho/2010 estavam lá um casal de franceses, um israelense, um americano e um brasileiro de Corumbá. Se você vai até o Refugio a pé, também terá que voltar a pé, pois lá não tem telefone e o sinal do celular não pega.

 

Restaurant-Café La Chakana , no lado oeste da Plaza de Armas, comida muito boa e ambiente rústico e agradável.

 

Restaurant La Vaca Loka, no lado sul da Plaza de Armas, pertence a um alemão casado com uma boliviana, comida de primeira qualidade além de calefação, também conta com uma boa carta de vinhos.

 

Na rua do Mercado Central, as chollas vendem produtos diversos.

 

Uma boa pedida é tomar o café da manhã no Mercado Central, farto e por um preço "irreal"

 

O ponto de taxis oficial, fica no lado oeste da plaza, pois para ir até El Fuerte são poucas as opções, que se resumem a ir a pé, de bicicleta, à cavalo ou de taxi, o taxi cobra 70 bol. com espera de 2 horas, esse valor pode ser dividido.

 

Para chegar a El Fuerte, é somente voltar cerca de 3 km, na mesma carretera que você chega de Santa Cruz de la Sierra e dobrar a direita para mais 5.7 km em uma estrada de terra, que agora em julho/2010 estava bastante ruim devido ao mal tempo e em duas ocasiões com atoleiros grandes, no primeiro o taxi, uma mini van, patinou mais conseguiu vencer, o segundo à cerca de 1000 mts. antes da portaria do parque era intransponível, somente conseguiria seguir em frente um veículo 4 x 4.

 

O Parque Arqueológico y Ecoturístico, é um Centro Ceremonial y Administrativo Prehispánico, mais conhecido com El Fuerte, é um monumento arqueológico da época pré-colombiana, é a maior pedra talhada do mundo (250 mts x 50 mts.), está situada numa altura de 1.949 metros cima do nível do mar e recentemente foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

 

Lá dentro você percorre uma trilha de cerca de 4 km que conta com miradores e senderos bem demarcados. As ruínas estão super bem conservadas, esse é um percurso que pode ser feito até por crianças pequenas.

 

Dicas e Custos = Samaipata (julho/2010)

 

Van entre Santa Cruz de La Sierra x Samaipata = 30 bol. saída da Avenida Omar Chávez Ortiz, nº 1147 esquina com Soliz de Olguin, Residencial Senhor de los Milagros, no 1º anillo, a van sai quando completa 4 ou mais pessoas. (você pode pedir que eles deixam diretamente no hotel)

 

Também tem um ônibus (Trans Saipina) que sai da Plazuela Oruro, que fica no 3º anillo com a Avenida Grigotá, o horário de saída é cerca de 14 horas.

 

Os taxis saem da Avenida Cañoto (1º anillo), região de La Ramada, também pode esperar completar 4 passageiros para dividir a corrida.

 

De Samaipata para Sucre tem que comprar passagem com um dia de antecedência na Across Tours Amboró (rua principal da cidade, ao lado da museu), é que o representante liga para Santa Cruz e faz a reserva da passagem, então você que terá que pagar o preço completo que é 105 bol. ônibus comum e 115 bol. ônibus semi-leito, são 12 horas de viagem. O ônibus passa no Surtidor (bomba de gasolina) entre às 18h e 19h30m.

 

Os ônibus para Vallegrande também passam no Surtidor entre às 11h30m e 12h30m e entre às 16h e 17h. Passagem à 25 bol.

 

Os ônibus para Cochabamba passam nos dias de segunda, terça e sexta, também no Surtidor por volta das 15h.

 

Hotel em Samaipata é relativamente caro.

 

Hostel Chelo, localizado na calle Sucre, ao lado da Cooperativa de Credito Jesus Nazareno, a 20 mts da plaza, quarto com uma cama de casal e outra de solteiro (a cama de solteiro na Bolívia é imensa), água caliente e TV a cabo por 70 bol. a diária. Ao redor da plaza e nas calles adjacentes tem várias opções de hosteis, além dos mais caros que ficam na zona rural (campeche).

 

Andoriña Hostal = muito bom, nos arredores da cidade.

 

Parque Arqueológico El Fuerte = aberto das 7h às 17h, entrada 50 bol. para estrangeiros. (museu e parque)

 

Taxi até El Fuerte (ponto oficial dos taxis na Plaza de Armas) = 70 bol., com espera de 2 horas, pode ser dividido com outras pessoas.

 

Samaipata também é porta de entrada para o Parque Nacional Amboró e do Parque “Codo de los Andes” e outras atrações naturais.

 

Em Samaipata tem várias tiendas e taller que vendem artesanatos, principalmente peças feitas de cerâmica, belas e por um preço inacreditável.[/align]

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Membros de Honra
estou com passagens compradas pra bolivia, dia 8 out 2010 saio devo chegar dia 9 pela manha, pretendo ir direto a samaipata e dia 10 a vallegrande.

 

alguem tem alguma dica pra me dar ou sabe valores atuais de hospedagem e transporte?

 

[email protected]

 

Robden,

 

Nesse meu relato tem algumas respostas para suas dúvidas.

 

Necessitando de maiores informações é somente dar um alô.

 

Maria Emilia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Silnei changed the title to Samaipata, PN Amboró e Vallegrande

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...