Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Tatiana Germuzesque

Relato + custos e fotos - Viagem de Carro para Uruguai, Argentina e Chile (incluindo Atacama) 2015/2016

Posts Recomendados

Olá Tatiana, parabéns pelo excelente relato.

Sou de Maringá e pretendo ir no inicio do ano para San Pedro de Atacama, o planejamento inicial é ficar alguns dias em Salta e outros em San Pedro de Atacama.

Gostaria de saber se o combustivel do seu carro é flex e se vocÊs tiveram algum problemas com isto, já que pelos relatos a gasolina argentina tem um percentual de etanol bem menor do que a Brasileira.

 

Olá, tudo bem?

 

Recomendo muito fazer essa viagem, você não vai se arrepender! ::otemo::::otemo::::otemo::

 

O nosso carro é flex sim e não tivemos nenhum problema, acho até que fez uma média melhor que o normal, chegando até a 18km/l, lembrando que ele é 1.6 (claro que sem pisar muito). Só não rola ir com carro a álcool porque nesses países só existe gasolina ::hãã2::::hãã2::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Tatiana td bem, lendo seu post fiquei impressionado com seu relato e com as belissimas fotos incrivel, estou programando uma viagem em dezembro com minha familia esposa e dois filhos um de 11 e 7 anos, nesses parametros saindo de Sao Paulo em direção a Argentina, Chile e depois ate atacama. Não sei ainda por onde farei o trajeto vi relatos saindo de Sp ate o Atacama mas tenho muita vontade de ir ate Argentina e atravessar a Cordilheira, da para ver que ainda estou meio perdido rss pois saindo de Sp no caminho é longo pela BR 116 mas ja fiz algumas viagens ate Lages SC meu receio seria fazer uma viagem cansativa, mas a vontade de desbravar é grande.

Gostaria muito da sua opinião e principalmente como planejar as paradas e os pernoites vc consegue mostrar atraves de um mapa o período em que viajaram as cidades onde ficaram, desde ja agradeço muito sua atenção parabéns por seu relato e a coragem de sentir novos ares.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Oi Tatiana td bem, lendo seu post fiquei impressionado com seu relato e com as belissimas fotos incrivel, estou programando uma viagem em dezembro com minha familia esposa e dois filhos um de 11 e 7 anos, nesses parametros saindo de Sao Paulo em direção a Argentina, Chile e depois ate atacama. Não sei ainda por onde farei o trajeto vi relatos saindo de Sp ate o Atacama mas tenho muita vontade de ir ate Argentina e atravessar a Cordilheira, da para ver que ainda estou meio perdido rss pois saindo de Sp no caminho é longo pela BR 116 mas ja fiz algumas viagens ate Lages SC meu receio seria fazer uma viagem cansativa, mas a vontade de desbravar é grande.

Gostaria muito da sua opinião e principalmente como planejar as paradas e os pernoites vc consegue mostrar atraves de um mapa o período em que viajaram as cidades onde ficaram, desde ja agradeço muito sua atenção parabéns por seu relato e a coragem de sentir novos ares.

 

Oi Renato, tudo bem?

 

Faça, você vai adorar! Quando você diz que quer ir para a Argentina e atravessar a cordilheira, você diz de Mendoza para Santiago? Porque de SP acredito que o melhor caminho seja indo para Foz do Iguaçu, entrando na Argentina (contornando o Paraguai, porque fiquei sabendo que não vale a pena passar por lá) para atravessar a cordilheira depois de Salta, está pensando em ir por onde?

 

Se quiser ir pelo Sul, entrando na Argentina pelo Uruguai ou RS, acho melhor pegar a 116 até Curitiba e depois pegar a 376, que vira SC 101, pra chegar até Porto Alegre vale muito mais a pena.

 

Fiz uns mapinhas no Google mostrando o roteiro, mas não consigo colocar a quantidade de dias que ficamos lá. Mas a média foi: em grandes cidades 2 noites e 1 nas menores e que exigiam menos tempo de viagem (dava pra sair pela manhã e chegar na hora do almoço, por exemplo). Só em San Pedro do Atacama que ficamos 3 noites (chegamos na hora do almoço).

 

598ddb115cf83_Rota1.jpg.26f33c51d102f956d15571f6159518db.jpg

 

598ddb1162b22_Rota2.jpg.c4f45a6988682ae64e49083c4bc12b63.jpg

 

598ddb116818d_Rota3.jpg.b286142eae2f827d4079421465adac1e.jpg

 

598ddb116cef0_Rota4.jpg.51c86c73d7d883a383c22e420ab48574.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Oi Tatiana td bem, lendo seu post fiquei impressionado com seu relato e com as belissimas fotos incrivel, estou programando uma viagem em dezembro com minha familia esposa e dois filhos um de 11 e 7 anos, nesses parametros saindo de Sao Paulo em direção a Argentina, Chile e depois ate atacama. Não sei ainda por onde farei o trajeto vi relatos saindo de Sp ate o Atacama mas tenho muita vontade de ir ate Argentina e atravessar a Cordilheira, da para ver que ainda estou meio perdido rss pois saindo de Sp no caminho é longo pela BR 116 mas ja fiz algumas viagens ate Lages SC meu receio seria fazer uma viagem cansativa, mas a vontade de desbravar é grande.

Gostaria muito da sua opinião e principalmente como planejar as paradas e os pernoites vc consegue mostrar atraves de um mapa o período em que viajaram as cidades onde ficaram, desde ja agradeço muito sua atenção parabéns por seu relato e a coragem de sentir novos ares.

 

Oi Renato, tudo bem?

 

Faça, você vai adorar! Quando você diz que quer ir para a Argentina e atravessar a cordilheira, você diz de Mendoza para Santiago? Porque de SP acredito que o melhor caminho seja indo para Foz do Iguaçu, entrando na Argentina (contornando o Paraguai, porque fiquei sabendo que não vale a pena passar por lá) para atravessar a cordilheira depois de Salta, está pensando em ir por onde?

 

Se quiser ir pelo Sul, entrando na Argentina pelo Uruguai ou RS, acho melhor pegar a 116 até Curitiba e depois pegar a 376, que vira SC 101, pra chegar até Porto Alegre vale muito mais a pena.

 

Fiz uns mapinhas no Google mostrando o roteiro, mas não consigo colocar a quantidade de dias que ficamos lá. Mas a média foi: em grandes cidades 2 noites e 1 nas menores e que exigiam menos tempo de viagem (dava pra sair pela manhã e chegar na hora do almoço, por exemplo). Só em San Pedro do Atacama que ficamos 3 noites (chegamos na hora do almoço).

 

[attachment=3]Rota 1.jpg[/attachment]

 

[attachment=2]Rota 2.jpg[/attachment]

 

[attachment=1]Rota 3.jpg[/attachment]

 

[attachment=0]Rota 4.jpg[/attachment]

 

 

 

Oi Tatiana muito obrigado por seu contato ::otemo:: , meu roteiro quero seguir ate Foz do Iguaçu para depois seguir viagem em direção a SANTA FE depois MENDOZA para seguir ate SANTIAGO, o seu roteiro sem duvida é o mais convidativo pois passa pelas capitais e alem disse as imagens das serras Gauchas impressionam muito, a minha opção seria evitar a BR 116 por causa do transito intenso de caminhões mas estou abrindo o convite para alguns amigos de repente tomamos coragem e fazemos esse trajeto.

Aproveitando a sua gentileza, li seu relato sobre cambio, a respeito de não passar cartões e de fazer a troca em cidades, como foi que vc fez levou em grana viva ou conseguia sacar em algum banco, sobre hospedagens alguns vi que vc fez reserva através de alguns sites dos países, você acha necessário fazer a reserva anteciapada, tem alguma dica de roupas sei que pelo relato nos Andes e para ver o Geisers faz frio rssss ::Cold::

 

Novamente agradeço sua gentileza e atenção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Oi Tatiana td bem, lendo seu post fiquei impressionado com seu relato e com as belissimas fotos incrivel, estou programando uma viagem em dezembro com minha familia esposa e dois filhos um de 11 e 7 anos, nesses parametros saindo de Sao Paulo em direção a Argentina, Chile e depois ate atacama. Não sei ainda por onde farei o trajeto vi relatos saindo de Sp ate o Atacama mas tenho muita vontade de ir ate Argentina e atravessar a Cordilheira, da para ver que ainda estou meio perdido rss pois saindo de Sp no caminho é longo pela BR 116 mas ja fiz algumas viagens ate Lages SC meu receio seria fazer uma viagem cansativa, mas a vontade de desbravar é grande.

Gostaria muito da sua opinião e principalmente como planejar as paradas e os pernoites vc consegue mostrar atraves de um mapa o período em que viajaram as cidades onde ficaram, desde ja agradeço muito sua atenção parabéns por seu relato e a coragem de sentir novos ares.

 

Oi Renato, tudo bem?

 

Faça, você vai adorar! Quando você diz que quer ir para a Argentina e atravessar a cordilheira, você diz de Mendoza para Santiago? Porque de SP acredito que o melhor caminho seja indo para Foz do Iguaçu, entrando na Argentina (contornando o Paraguai, porque fiquei sabendo que não vale a pena passar por lá) para atravessar a cordilheira depois de Salta, está pensando em ir por onde?

 

Se quiser ir pelo Sul, entrando na Argentina pelo Uruguai ou RS, acho melhor pegar a 116 até Curitiba e depois pegar a 376, que vira SC 101, pra chegar até Porto Alegre vale muito mais a pena.

 

Fiz uns mapinhas no Google mostrando o roteiro, mas não consigo colocar a quantidade de dias que ficamos lá. Mas a média foi: em grandes cidades 2 noites e 1 nas menores e que exigiam menos tempo de viagem (dava pra sair pela manhã e chegar na hora do almoço, por exemplo). Só em San Pedro do Atacama que ficamos 3 noites (chegamos na hora do almoço).

 

[attachment=3]Rota 1.jpg[/attachment]

 

[attachment=2]Rota 2.jpg[/attachment]

 

[attachment=1]Rota 3.jpg[/attachment]

 

[attachment=0]Rota 4.jpg[/attachment]

 

 

 

Oi Tatiana muito obrigado por seu contato ::otemo:: , meu roteiro quero seguir ate Foz do Iguaçu para depois seguir viagem em direção a SANTA FE depois MENDOZA para seguir ate SANTIAGO, o seu roteiro sem duvida é o mais convidativo pois passa pelas capitais e alem disse as imagens das serras Gauchas impressionam muito, a minha opção seria evitar a BR 116 por causa do transito intenso de caminhões mas estou abrindo o convite para alguns amigos de repente tomamos coragem e fazemos esse trajeto.

Aproveitando a sua gentileza, li seu relato sobre cambio, a respeito de não passar cartões e de fazer a troca em cidades, como foi que vc fez levou em grana viva ou conseguia sacar em algum banco, sobre hospedagens alguns vi que vc fez reserva através de alguns sites dos países, você acha necessário fazer a reserva anteciapada, tem alguma dica de roupas sei que pelo relato nos Andes e para ver o Geisers faz frio rssss ::Cold::

 

Novamente agradeço sua gentileza e atenção.

 

 

Oi Renato!

 

Se puder, passe pelo Uruguai, é um país pequeno, você consegue fazer em poucos dias, vale a pena! Se não quiser ir pela BR 116 dá pra ir para o Rio Grande do Sul pela SC 101, a pista é duplicada e bem boa! Aproveite e passe por Gramado, Canela e Bento Gonçalves, é uma região fantástica!

 

Sobre o dinheiro, cada um levou uma quantia em dinheiro vivo, mas também tem como sacar lá. Na Argentina não precisamos, mas a minha irmã sacou em um banco nacional em uma viagem anterior que fez, não lembro o nome, mas dá uma pesquisada que você acha, esse banco aceita quase todos os bancos brasileiros. Como eu tinha conta no HSBC, vi que na Argentina tinham vários, mas no Chile não. No Chile sacamos na agência do Itaú, meu marido tem conta lá. Com o cartão de crédito tivemos problema somente nos postos de gasolina, nos restaurantes foi tudo normal, então deixamos pra gastar o dinheiro para abastecer e o restante pagamos no cartão.

 

As reservas que fizemos com antecedência foram das 5 primeiras noites, as demais íamos reservando no decorrer da viagem (reservávamos hoje para daqui há 5 dias). Vai de cada um reservar antes ou não, mas ficamos com medo de dar algum problema e não conseguirmos chegar na data reservada.

 

Quanto às roupas, como você vai em dezembro leve muita roupa de verão, pegamos muuuuuito sol e calor todo o caminho, carro com ar condicionado nessas horas vale a pena, hahaha! Mas para o Atacama é bom levar umas mudas de roupa de inverno e se pretende ver os gêiseres umas bem quentinhas, haha, lá é bem frio, pegamos -3°!!! Como é deserto, é normal que de manhã esteja frio, esquente no decorrer do dia e esfrie à noite. Nos passeios pela manhã é bom ir agasalhado, mas com uma roupa mais fresca por baixo, porque depois vai esquentar! É bom usar camisetas de manga comprida que ajuda a se proteger do sol.

 

Espero ter ajudado! Qualquer coisa é só perguntar!

::otemo::::otemo::::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FALA JACKSON BELEZA, então estou programando para dia 26/12 devido as aulas dos meus filhos mas qquer coisa nos encontramos pelo caminho grande abraço.

 

Renato, você vai quando?

Vou fazer o seguinte trajeto em dezembro, começando dia 12.

 

25khatg.jpg

Algumas mudanças pontuais apenas....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito obrigado por compartilhar essa sua viagem. Caramba!! Show de bola! Muita informação que só tem a contribuir. Parabéns e que venham mais e mais histórias e experiências.

 

15/01

 

Era o dia de retornarmos para Curitiba, mas como a chuva nos desanimou no dia anterior, acordamos bem cedo e fomos visitar Itaipu. A usina fica do outro lado da cidade, na direção totalmente oposta do parque. Deixamos o carro no estacionamento, já com tudo arrumado para pegar a estrada, pagamos a entrada e fizemos o tour simples.

 

Primeiro você assiste a um vídeo sobre a história de Itaipu e depois um ônibus leva os turistas até o centro de usinagem, passando por diversos pontos, como em cima do vertedouro e ao lado da represa. Neste tour não é possível entrar na usina, mas se tiver interesse, eles têm outro passeio, mais caro e técnico, que é feito dentro e fora.

 

Como tinha chovido muito naqueles dias, os dois vertedouros estavam abertos, coisa rara de acontecer! O passeio é bem legal e vale a pena pra quem está na região, mas não para quem está com pouco tempo (indicaria conhecer as cataratas argentinas!). Pegamos o tour das 08h e o passeio acabou por volta das 10h. No final pegamos o carro e voltamos direto para Curitiba.

 

A estrada que liga Foz à Curitiba foi uma das piores que pegamos, não por conta de ser mal cuidada, pois os 9 pedágios pelo menos fazem o favor de manter a estrada, porém, ela é praticamente toda simples (só duplica quando chegamos em São Luiz do Purunã, próximo à capital), com muitas curvas, carros e principalmente caminhões. É preciso ter o máximo de cuidado! Por conta disso, é uma estrada que nos deixa muito tensos, ficamos muito tempo atrás de caminhões sem terceira faixa ou com um bom campo de visão para ultrapassagem, infelizmente.

 

Chegamos em Curitiba no final da tarde com um baita sorriso no rosto, haha!

 

Custos:

- Hotel em Foz do Iguaçu: R$ 380,00

- Entrada Itaipu: R$ 79,50 (para três, com estacionamento)

- Almoço na estrada: R$ 35,00 (para três)

- Combustível: R$ 130,00

- Pedágio São Miguel do Iguaçu: R$ 14,10

- Pedágio Céu Azul: R$ 10,80

- Pedágio Cascavel: R$ 11,60

- Pedágio Laranjeiras do Sul: R$ 11,60

- Pedágio Candoi: R$ 11,60

- Pedágio Guarapuava: R$ 11,00

- Pedágio Irati: R$ 9,60

- Pedágio Palmeira: R$ 11,00

- Pedágio São Luis do Purunã: R$ 7,60

 

Km rodados: aproximadamente 655 km

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tatiana e demais amigos...

Meu primeiro dia em solo argentino será dia 14 de dezembro. Chegando em Reconquista próximo das 18h00.

Meu roteiro estava para ir à Córdoba, chegando lá no final da tarde do dia 15. Sairia de lá logo depois do almoço rumo a Mendoza, chegando no fim da tarde também, no dia 16.

 

Estava pensando aqui, não seria melhor eu sair de Reconquista e ir para Rosário (5 horas de viagem) chegaria em Rosário as 12h00 do dia 15, aproveitaria a cidade tarde/noite. Aí, no dia 16, sairia bem cedinho de Rosário e encararia 870km até Mendoza. Seria bem cansativo essa perna da viagem, mas poderia aproveitar um pouco de Rosário.

 

Pois pelo roteiro "original" ficaria poucas horas em Córdoba.

 

Obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tatiana e demais amigos...

Meu primeiro dia em solo argentino será dia 14 de dezembro. Chegando em Reconquista próximo das 18h00.

Meu roteiro estava para ir à Córdoba, chegando lá no final da tarde do dia 15. Sairia de lá logo depois do almoço rumo a Mendoza, chegando no fim da tarde também, no dia 16.

 

Estava pensando aqui, não seria melhor eu sair de Reconquista e ir para Rosário (5 horas de viagem) chegaria em Rosário as 12h00 do dia 15, aproveitaria a cidade tarde/noite. Aí, no dia 16, sairia bem cedinho de Rosário e encararia 870km até Mendoza. Seria bem cansativo essa perna da viagem, mas poderia aproveitar um pouco de Rosário.

 

Pois pelo roteiro "original" ficaria poucas horas em Córdoba.

 

Obrigado.

 

Oi Jackson!

 

Acho que vale a pena sim! Rosário é uma cidade linda e você consegue visitar os principais pontos turísticos em apenas uma tarde (ficamos uma tarde e uma noite nessa cidade também!). Pessoalmente eu preferi muito mais Rosário do que Córdova, essa já é uma cidade maior e mais universitária, boa para quem quer balada, o que não foi o nosso caso. Rosário já conta com mais pontos turísticos, é menor e mais simples, particularmente acho que vale mais a pena.

 

870 km é puxado, mas dá pra fazer em um dia, fizemos essa distância algumas vezes, eu recomendo a troca! ::otemo::::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...