Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Circuito W - Torres del Paine dez 2015


Posts Recomendados

  • Membros

15 e 16/12/2015: saída de São Paulo à noite em direção a Santiago onde faria conexão para Punta Arenas. Em Santiago tive que pegar a mochila e despachá-la em outro local, pois pegaria um voo doméstico. Era madrugada e o aeroporto lotado, desorganizado, ninguém para dar informação certa. Acabei insistindo que só precisava despachar a bagagem, já estava com etiqueta e o check in feito...consegui ir para sala de embarque e esperar o voo.

Cheguei em Punta Arenas às 5h da manhã e fiquei esperando o ônibus que passa pelo aeroporto vindo de Punta Arenas e vai para Puerto Natales. Entretanto, o ônibus que passou no aeroporto às 7:30 já estava lotado, lugares reservados previamente. Um koreano perguntou se eu não queria dividir o taxi até o escritório de onde partem os ônibus em Punta Arenas, uma vez que os ônibus só param no aeroporto para quem reservou. Vi um casal de brasileiros que também estava na mesma situação e dividimos o taxi. Pegamos o ônibus às 9h pela empresa Buses Fernandez. No aeroporto eles entregam um folheto com o nome e endereço das 3 empresas com seus horários. O taxista do aeroporto sabe os locais de onde partem os ônibus, não tem um terminal rodoviário em Punta Arenas, o ônibus de cada empresa parte de um lugar diferente.20160225_185005.jpg.31306531f390360813df47ac37cc49f8.jpg

Taxi = 9000 pesos

Ônibus (ida e volta)=12000 pesos

Cada 1000 pesos equivalia a cerca de 6 reais.

 

A estrada para Puerto Natales é plana, sem vegetação, árvores caídas, teve chuva e sol no trajeto. Cheguei em Puerto Natales às 12h. Tem ônibus para Torres del Paine às 14:30, e o casal de cariocas com quem dividi o taxi foi nesse mesmo dia para Torres del Paine (TDP). Eu tinha reserva para essa noite na Casa Cecília. Comprei passagem ida e volta para TDP para o dia seguinte às 7:30. Tem muitas empresas, mas os horários são os mesmos ou com pouca diferença entre elas. Comprei da empresa Gomez. (ida e volta = 15000 pesos).

Peguei taxi até a pousada (1300 pesos, preço fixo para qualquer ponto da cidade, à noite e feriados um pouco mais, mas não lembro quanto).

Casa Cecília é bem bonitinho, banheiro compartilhado, mas muito limpo e organizado, ducha com água quente. Café da manhã bom e, para quem precisar, eles alugam equipamentos para camping. Fiz reserva pelo booking, caro, mas quase tudo por lá é caro, mesmo assim valeu a pena (quarto individual= 22000 pesos, quarto casal=30000pesos.).

Fiz compras de alimentos no supermercado, jantei na pousada mesmo. Estava chovendo, não dava pra ficar andando pela cidade sozinha.

 

17/12/15: Às 7:30 saiu o ônibus para TDP. Quase perdi esse ônibus, mesmo com passagem comprada. Parece que eles fazem overbooking! Acho que ia ter outro ônibus para os demais que não couberam, mas para evitar incômodos tente chegar pelo menos 15 min antes. Eu cheguei em cima da hora porque havia poucos taxis, a pousada havia chamado para um casal de espanhóis que também ia para rodoviária e aceitaram dividi-lo comigo. Se não fosse isso perderia o ônibus. A viagem demorou 1h30min até a portaria Laguna Amarga. O ônibus pára nesse local e todos os passageiros precisam descer para pagar o ingresso, preencher formulário de entrada no parque e assistir vídeo de orientações gerais. Aproveitei para carimbar meu passaporte com o símbolo do parque. Voltei para o mesmo ônibus e depois desci em Pudeto. Esperei 1h30min para pegar o catamarã para Paine Grande. O capitão do catamarã disse que eu poderia ir ao Mirador Salto Grande (seriam 40min ida e volta), até vi algumas pessoas caminhando na direção que ele orientou. Mas eu estava com um pouco de dor de cabeça e cansada, não fui. O trajeto de catamarã durou cerca de 30 min. Uma vista linda, o dia estava ensolarado, muito lindo! DSC00138.JPG.5f3902cc8ec137fa010279a6d30c8145.JPG

 

Fiz uma caminhada até o Mirador Pehoe. O lago é azul, maravilhoso e a vista do Paine Grande também estonteante. Gostei muito.DSC00167.JPG.b0f788db119a65650ac76c244f3d15b6.JPG

 

Eu reservei duas noites nesse refugio, no dia da chegada só fiz essa caminhada curta e descansei. Para quem caminha bem, é possível ir e voltar no mesmo dia até o mirador Grey (7h ida e volta), anoitece só quase 23h.

Eu preferi deixar para ir no dia seguinte cedo.DSC00173.JPG.feb46eebce45668467e79906ae222c8f.JPG

 

18/12/15 – Levantei cedo e após café da manhã com o que eu tinha levado na mochila, saí pra trilha. São 22km ida e volta (7h). O caminho tem uma área difícil, com pedras, subidas e descidas onde não teria sido fácil passar com a mochila cargueira. Eu fui só com mochila de ataque e contei com os bastões de caminhada, assim facilitou muito. No caminho tem a Laguna de los Patos. DSC00184.JPG.57547cf3710d6f68401cd200de35edbe.JPG

 

Nesse dia teve muito vento e períodos com chuva, mesmo assim o glaciar Grey é muito bonito. Comi lanche e frutas. Passei pelo refúgio Grey e tomei um cappuccino e comprei água antes de voltar. Garrafa de 500ml de água nos refúgios=2000 pesos!!!!DSC00201.JPG.24d38e05c53a816dc326e52c1ade1acb.JPG

 

19/12/15 – Percursos: Paine Grande-Camping Italiano (7,5km; 2h30min com cargueira); Camping Italiano- mirador Britanico (10km, 5h ida e volta, com mochila de ataque, cargueira ficou na guarderia do camping); Camping Italiano- Refugio Los Cuernos (5km 2h30min com cargueira)

 

DSC00234.JPG.2cd482a84c13df388d69d6a490a46bb6.JPG

 

No caminho para o mirador Britanico passamos pelo mirador Francês onde tem uma vista muito linda. Se estiver muito cansado ou com dores fique só por ali.DSC00236.JPG.2341418717a4aee18eb4c614ac14f836.JPG

 

O trajeto até o Britânico é bem longo com muitas pedras, mais uma vez os bastões foram fundamentais. Estava chovendo, frio, escorregadio. A trilha é toda marcada com tinta laranja nas pedras ou árvores, não tem como se perder, só procurar pela marcação laranja!

Usei o banheiro do camping italiano e peguei água numa fonte que tinha lá perto. Após comer e descansar um pouco, peguei a cargueira e segui rumo ao Refugio los Cuernos. Nesse trecho teve muito vento e passa por uma "praia de pedras" quase chegando no refugio. DSC00300.JPG.b7c509f9da71db6a0f71e6c925e52e81.JPG

 

Esse foi o Refúgio que menos gostei: fiquei num quarto com 5 lugares (beliche e outra cama com 3 andares!!! Muito ruim para quem já estava cansada de tanto andar, mas consegui ficar na beliche). Pouco espaço pra mochila, pra respirar! Banheiro também deixou a desejar: ficava molhado e sujo rápido de tanta gente no local.

O bom foi que no quarto só tinha meninas viajando sozinhas e mais abertas para conversar que no Paine Grande onde só ficaram casais no mesmo quarto que eu. Tinha uma espanhola e uma austríaca que chegaram do Chileno e iriam para Paine Grande no dia seguinte. Tinha uma espanhola que iria para o Chileno no dia seguinte. Foi conversando com elas que entendi melhor os trajetos e decidi ir para o refúgio Las Torres direto no dia seguinte e no último fazer a subida do Mirador de las Torres. Eu achei que seria possível ir pro Refugio Las Torres, deixar a mochila e subir no mesmo dia para o Mirador de las Torres. Mas fica inviável, muito cansativo para um dia só. Ou teria que ficar no Chileno ou fazer o Mirador no dia seguinte. Como eu já tinha reservado o Las Torres, deixei para subir no mirador no último dia pela manhã e pegar o último ônibus para Laguna Amarga.

 

20/12/15: Refúgio Los Cuernos-refúgio las Torres (12km 5h com cargueira)

 

Tomei café da manhã no refúgio (8000 pesos) pois nesse dia não tinha pressa para sair muito cedo. Precisa reservar o café no dia anterior e eles fazem um esquema de horários para ter espaço para todos. O meu era das 8-9h. Esse caminho é muito bonito, vista dos Cuernos e do lago Nordenskjold. DSC00318.JPG.9df027c27fbe825df7869a1ed24ddbbc.JPG

 

Durante a maior parte do trajeto tive a companhia de uma espanhola que estava no mesmo quarto do refugio. Mas ela iria para o Refugio Chileno. Eu segui para o Las Torres. O trajeto para o Las Torres é mais tranquilo e muito bonito. DSC00358.JPG.104e674a8b7056dad6f9a6b6a0948835.JPG

 

Eu tinha reserva no Refugio Torre Norte, mas a recepção é no Torre Central. As duas unidades são muito bonitinhas, fiquei num quarto com 4 beliches mas espaçoso. Banheiro coletivo limpíssimo e água quente. Senti um alívio enorme ao retirar a mochila das costas!!! Preciso conseguir fazer bagagens mais leves.DSC00393.JPG.d93fa5805c479fc0505218523abf14ee.JPG

 

21/12/15 – Percurso Refugio Las Torres- mirador las Torres (ida e volta 18km, 9h)

 

Saí do refúgio às 7:20. A subida até refúgio Chileno é bem difícil, beirando um penhasco. Fiquei muito feliz de não precisar subir com a cargueira por ali, ficando no Refugio Torres. Até o chileno foram 1h50min, com auxílio dos bastões lógico!!! DSC00450.JPG.b465a65613db52dc534ee0a2e7c46b93.JPG

Do Chileno até o mirador das Torres foram 2h10min. Essa subida também foi difícil, por várias pedras. A trilha tem as mesmas marcações laranjas do resto do parque. A vista é muito bonita, glaciar, lagoa e as famosas torres. Mas o dia estava nublado...na foto não ficou tão bonito. DSC00430.JPG.5d5492f25f8fad9169cb5e50a590058f.JPG

 

A foto que tirei das torres a partir do refúgio no dia anterior ficou melhor que a desse dia da trilha. Na volta para o Refúgio Torres comi uma pizza (frango com cogumelos, brotinho, ótima pra fome que eu tinha!!! 7000pesos) e experimentei a Austral Patagonia Torres del Paine (ótima, exceto o preço: 4500 pesos!).

DSC00367.JPG.80a7b031a62c0f0cd40db2715884b939.JPG

 

O ônibus para Laguna Amarga que sairia ali do Refugio às 19:00 atrasou muito (50 min) mas o ônibus para Puerto Natales estava esperando e deu tudo certo na volta. Como eu tinha comprado ida e volta, só podia voltar pela mesma empresa (Gomez) da qual não tive do que me queixar. Mas conheci duas brasileiras que passaram dificuldades na ida pois o ônibus delas foi embora com as malas enquanto elas pagavam o ingresso e assistiam as orientações na chegada no parque. Pelo menos na volta essa empresa estava por lá esperando também.

Fiquei mais uma noite no Casa Cecília, foi bom para descansar. Tem gente que faz o W de forma a pegar o ônibus para Laguna Amarga às 14h. Da forma que eu fiz achei bom pois tive de me deslocar bem menos com a cargueira. Como ia ser a primeira travessia da minha vida, foi muito bom assim e recomendo. Mas mesmo assim, precisa treinar antes de fazer o W, fazer trilhas nos fins de semana, trilhas mais longas, subidas... O mais longo que fiz antes do W tinha sido a descida de Paranapiacaba para Cubatão (12h, com chuva, rio cheio, péssimas condições). Mas tinha sido só um dia, no dia seguinte pude descansar...no W são no mínimo 3 dias de trilhas longas. Mas alimentando-se constantemente (frutas secas, biscoitos, água) consegui evitar fadiga e as dores musculares foram suportáveis.

 

22/12/15 – Passeio por Puerto Natales

Após o café da manhã no Casa Cecília, sai para caminhar por Puerto Natales. Fui a um museu histórico (não é imperdível, mas se tiver tempo sobrando é bom para saber mais sobre a região). Tirei fotos pela av Pedro Montt: Muelle Gaffos de Puerto Natales, portal da cidade e do Milodón (animal similar a um dinossauro que viveu por lá muitos anos atrás...importância arqueológica, há até o passeio para a Cuerva del Milodón, mas não fiz. DSC00461.JPG.d17ea76d0a3374860054e7cf662ed343.JPG

 

Almocei um peixe bem gostoso (Congrio) no Restaurante La Última Esperanza.

Peguei ônibus às 18:30 de Puerto Natales até o aeroporto de Punta Arenas. De lá vôo Santiago- São Paulo.

Eu já havia conhecido o lado argentino em outra viagem (El Chalten, El Calafate e Ushuaia). Escolhi fazer separado pois estava receosa de fazer o W, esperei se teria companhia, mas mesmo sozinha foi muito bom. Como são viagens caras e que exigem esforço físico, pra mim compensou fazer separado, sem tanta correria.

Site para planejamento e reservas dos refúgios: Se quiser ficar nos refúgios planeje-se com antecedência. Lotam muito rápido, eu ainda consegui reservar em outubro para me hospedar em dezembro, mas janeiro e fevereiro são muito mais concorridos. Empresas Vertice Patagonia e Fantastico Sur são as responsáveis. Tem o link no site parquetorresdelpaine.cl

 

20160224_210358.jpg.18a1e79a22c11ca963d08fdf3434ad8e.jpg

20160224_210312.jpg.575d022f6a4570f715576e25673dcc92.jpg

DSC00176.JPG.3c795ceeca38338994442c70939daf45.JPG

DSC00194.JPG.f1274927cd97324b817448d8ff25ea92.JPG

DSC00202.JPG.198d5d8cb06f3cecb28abbc0807016aa.JPG

DSC00226.JPG.6ead25e7f8764df5e7b8d3d7b5e46dc1.JPG

DSC00232.JPG.bf9af23854c6ad3df8a6fabc9d7a6ca0.JPG

DSC00283.JPG.ed4ef225c3f8925a226b8a83abc152a6.JPG

DSC00302.JPG.853a030c51df864b21228daff3025249.JPG

DSC00340.JPG.bb24bd9aacab82c17e5043810651aae7.JPG

DSC00348.JPG.89b2f06384c114cddcdb7f840af23570.JPG

DSC00382.JPG.960ab7ef47f66a94287cb3d5fe5597af.JPG

DSC00399.JPG.ef8fe0811052b1922136a2f596877a7c.JPG

DSC00445.JPG.8d9f8c12008a74427d1dcd6839a5f74a.JPG

DSC00416.JPG.25f9eb99f21438226a8321b316c9bf72.JPG

DSC00420.JPG.50fdab3004ee15260ee615c29e342bfb.JPG

DSC00436.JPG.58238504a85ad519b784f98cd4dcf6a9.JPG

Link para o post

  • 1 mês depois...
  • 6 meses depois...
  • Colaboradores

Silvana você lembra quanto pagou por noite nos refúgios??

E a alimentação lá é muito cara ??

Eu quero fazer Torres del paine mas não tenho condições de carregar mochila pesada então teria que levar o mínimo possível, e para isso seria impossível levar barraca comida coisas do tipo...eu teria que fazer mais ou menos como vc.

Sabe me dizer mais ou menos o total de gastos nessa viagem tirando a passagem aérea??

Obrigada

Link para o post
  • Membros

Belo relato Silvana, estou na msm que a Analy, quero fazer ano q vem mas levando o mínimo de equipamento e sem pressa.

Fiquei na dúvida com relação ao trecho que vai ao Refúgio Grey, o trajeto vale a pena msm sendo ida e volta, ou é "dispensável" pelo restante q se vê no parque? Vc sabe se tem barco que liga a Hospedaria do Grey até o refúgio do Grey para fazer dessa forma só a ida? sei que o ônibus vai até a administração (ultima parada) mas não sei como fazer da sede até a hospedaria do Grey.

Abç!!!

Link para o post
  • Membros

Olá!!! A hospedagem nos refúgios foi 50dol sem refeições. Eu levei comida/lanches. Lembro que era cara, mas melhor confirmar direitinho no site das empresas fantastico sur e vertice patagonia que administram os refugios e campings. É possível alugar barraca nos campings também, sai mais barato que ficar no refugio ( e não precisa carregar) Eu gostei muito do trajeto paine grande-grey sim! Não sei sobre barcos...Dá uma olhada no site parquetorresdelpaine.cl, pode ter havido mudanças desde que fui. E sobre gastos, não lembro exatamente, mas com certeza menos da metade do que eu via em algumas agencias (principalmente pra quem vai sozinho). Boa viagem pra vocês. Vale cada pesito chileno! ::otemo::

Link para o post
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Oi meninas. Adorei o relato. Estou indo daqui 40 dias, dia 25 de dezembro de 2016. Vou com uma amiga e ficaremos tmb nos refúgios da Fantastico Sur, com refeições. Reservamos em Maio, e já não tinha vaga em Los Cuernos, então ficaremos nos chalés. O que é ótimo, pois a caminhada é puxada. Começaremos pelas Torres, sentido Lago Grey.

Para quem perguntou o preço, pagamos $845, por 5 dias e 4 noites.

Estou super ansiosa e já lendo e relendo os relatos.

 

Se tiver alguém indo entre 26 e 30 de dezembro, mande mensagem.

Bjs

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...