Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Peru, Bolívia e Chile - 28 Dias, 15 Cidades, 7.600 kms percorridos e muitas histórias para contar


Posts Recomendados


  • Respostas 182
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Capítulo 7 - Yanahuara: uma charmosa face de Arequipa no dia da despedida - 13/02/2016

 

Levantamos já tarde neste dia, pois estávamos mortos do dia anterior. Arrumamos as malas e fizemos o check-ou no Hostel (S./ 60 pra cada). Saímos andando até o Mercado San Camilo, que ficava na mesma rua do hostel. É um mercado imenso que vende absolutamente de tudo, de frutas, até tecidos, entre outros. Eu, particularmente, adoro mercados públicos porque é lá que você sente a essência do lugar. Infelizmente (não sei o porquê), eu não tirei uma foto sequer nesse mercado. E me arrependo até hoje (shame!)

 

Em seguida fomos procurar algum lugar para almoçar. Hoje era o dia de fazer o tour com aqueles ônibus turísticos ("brinde" da agência :roll: ). Comemos em algum desses menus de turistas por S./ 15 e demos uma passadinha no Fundo Fierro, que é uma espécie de galeriazinha com várias lojas de artesanatos, com preços muito mais baratos que nos arredores da Plaza de Armas. Comprei um ímã de Arequipa (passei a colecionar ímãs nesse mochilão :lol: ) por S./ 3 e minha namorada comprou mais algumas coisas também bem baratinho. Vale a pena a visita.

 

27444931504_49ccca16c6_k.jpgFundo Fierro by rodrigopaulo, no Flickr

 

Bucho forrado, artesanías compradas, partimos rumo à Plaza de Armas que era o ponto de encontro para a saída dos ônibus. São aqueles ônibus panorâmicos de dois andares que tem em toda cidade, praticamente. Eu, particularmente, não gosto de fazer esse tipo de tour, pois você não tem tempo pra ver as coisas do jeito que você quer, tem que se sujeitar ao tempo do passeio. Sem contar que todos os pontos ficam abarrotados de turistas e não dá pra tirar umas fotos mais legais. Foi exatamente o que aconteceu nesse passeio. Mas como tinha sido um "brinde" da agência, nós fomos (digo "brinde" porque ela deu esse passeio mas, por outro lado, deu uma facada na gente na venda de passagem de ônibus para Copacabana. Rapariga da Transzela! ::vapapu::::vapapu::::vapapu:: ).

 

Só de chegar no ônibus já vimos o estresse que seria a viagem. O ônibus estava infestado de capirotos mirins mexicanos possuídos pelo ritmo ragatanga. Vocês não tinham noção de como essas peste faziam barulho no ônibus. Já me irritei desde o começo (sim, sou razinza).

 

Para ser honesto, o único ponto desse passeio que eu estava ansioso mesmo para conhecer era o Mirador Yanahuara, pois já tinha visto umas fotos legais do local e de lá você consegue ver os vulcões que existem nos arredores de Arequipa. Chegando lá, para minha decepção: 1) O dia estava nublado e não dava pra ver nenhum dos vulcões; 2) Era sábado e o local estava LOTADO, era impossível tirar uma foto boa com tanta gente passando; 3) Os arcos estavam bregamente enfeitados em comemoração ao Dia dos Namorados (14/02). 4) A guia deu umas explicações e nos deu 10 minutos para explorar todo o local. Ou seja, nada!. Com tudo isso eu já fiquei meio frustrado porque não tirei as fotos que eu queria e ainda conheci muito pouco o local. Por mim, eu teria pego um táxi e ido pra lá sozinho pra aproveitar o local com mais calma.

 

28058624415_a5ef2d1eb7_k.jpgMirador Yanahuara by rodrigopaulo, no Flickr

 

27778151790_25b397ed26_k.jpgMirador Yanahuara by rodrigopaulo, no Flickr

 

A única parte boa do passeio foi que experimentamos o famoso Queso Helado arequipeño. Que sorvete delicioso! Ele não tem nada de queijo, como o nome diz. Na verdade, Queso é por causa da forma tradicional como esse doce é vendido em Arequipa. É um sorvete de côco, baunilha e canela. Mas muito gostoso. Exprimentem! #sddsquesohelado :cry:

 

Voltamos para o ônibus, junto com os pequenos filhos de lúcifer, só que dessa vez, eles estavam com uma pequena coisinha que eles compraram na feirinha de artesanias: FLAUTAS!!! ::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu::::vapapu:: Imaginem o caos: 5 crianças tocando flautas e gritando ao mesmo tempo. Estava insuportáááááááááável. Mas enfim. Abstraí e tentei aproveitar ao máximo as paisagens.

 

Aos poucos o ônibus vai deixando a parte do centro e vai indo em direção ao Vale Chilina que fica nos arredores da cidade. As paisagens são muito bonitas. Eles fazem uma parada para explicar os principais cultivos da região. Nessa hora rolou um estresse porque tinha um grupo de 4 coroas espanholas (madames, por sinal) que (assim como nós) já estavam putas com os capirotos mirins e na hora que a guia estava dando explicações eles chegaram e começaram a fazer barulho. As espanholas deram um esculacho épico nas crianças e em seguida apareceram os pais dos meninos e começou-se uma discussão sem tamanho. Eu fiquei na minha, de alma lavada pelas espanholas, enquanto os dois grupos discutiam e a guia ficava com cara de bunda: "Calma, mas não se irritem...". Bom que pelo menos depois dessa bronca as crianças começaram a se comportar melhor e o passeio ficou menos irritante.

 

27778188700_c55deefdac_k.jpgValle de Chilina by rodrigopaulo, no Flickr

 

27444845423_48a5b4b542_k.jpgValle de Chilina by rodrigopaulo, no Flickr

 

(Reparem na diferença das roupas. Minha namorada estava morrendo de frio ::Cold:: )

 

Em seguida vamos até a Incalpaca, que é uma marca de roupas feitas com lã de alpaca. Lá tem um pequeno zoológico com algumas espécimes de Lhamas, Alpacas e Vicnuñas, além de uma loja com vários produtos (alguns até estavam com um preço bom, mas a maioria era bem caro).

 

Essa parte do passeio foi muito engraçada porque é um pequeno corredor entre os dois espaços onde ficam, de um lado, as alpacas, e de outro as lhamas. Aí a guia estava explicando que não se deve ficar encarando as lhamas, porque elas consideram isso uma ameaça e a primeira reação delas vai ser CUSPIR! Então tava todo mundo passando correndo e com medo pra não levar uma cuspida da lhama. Enquanto a guia estava explicando, aí uma senhorinha (de outro grupo) começou a brincar com a lhama, como se brinca com um cachorro. A lhama foi chegando mais, perto, mais perto, mais perto, a guia ainda tentou explicar a senhora pra ela se afastar, mas.... pá! Tome-lhe uma cusparada no meio das fuças ::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4:: Eu sei que eu vou pro inferno mas eu não consegui conter o riso na hora.

 

27981627931_095517cb14_k.jpgAlpaca by rodrigopaulo, no Flickr

 

O próximo ponto do passeio seria uma parada na Mansión del Fundador. Porém, como a mansão estava fechada para um evento privado, não pudemos ter acesso, vendo-a apenas de longe mesmo.

 

27956483722_157e702246_k.jpgMansión del Fundador by rodrigopaulo, no Flickr

 

O ponto final do passeio era no Molino de Sabandía. Aqui você tinha três opções. Entrar para visitar o local por S./ 10, andar 20 minutos a cavalo (não lembro o valor) ou ficar de boa. Nós já não estávamos muito empolgado então decidimos ficar de boa, dando uma volta pelo local. Eis que surge a surpresa. Lembram que no dia anterior eu deixei passar a chance de tirar foto com um falcão no Colca Canyon? Pachamama foi bondosa comigo e quando eu olho para o lado, vejo duas cholas, cada uma com um falcão, um mais lindo que o outro. A felicidade desta pessoa está estampada na foto ::lol4:: (pena que eles estavam olhando pra algo mais interessante do que eu)

 

27981723041_ca8643908c_k.jpgMolino de Sabandía by rodrigopaulo, no Flickr

 

Só de ter tirado essa foto com os falcões já valeu todo o estresse do passeio. Compramos um snack e ficamos dentro do ônibus esperando o povo chegar para partirmos para Arequipa. Estávamos indo para o ônibus quando um dos capirotos mirins simplesmente arreou as calças e começou a mijar no mato. Vocês precisavam ver a cara de horrorizada das espanholas: "¡Dios mio! Él está orinando. ¡Qué horror! Si estaba en España, el niño ya estaría en prisión." ::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::::lol4::

 

Na volta para a cidade estava fazendo MUITO frio e então decidimos ir para a parte de baixo (não aguentei o frio com minha berma :? ). A vendedora da agência nos disse que teríamos a opção de ir em cima ou embaixo, à nossa escolha. Geralmente ou você compra em cima ou embaixo, segundo ela falou. Pode ser lábia de vendedor, não sei, mas fica a dica.

 

Chegando na cidade, fui procurar o único lugar que estava faltando visitar. Os Claustros de La Compañia de Jesus, que fica ao lado da Plaza de Armas, praticamente. O local tem uma arquitetura lindíssima e à noite ele fica com uma iluminação que é show de bola.

 

27956567552_6310b40793_k.jpgClaustro de la Compañia by rodrigopaulo, no Flickr

 

27444892044_b95cb385d1_k.jpgClaustro de la Compañia by rodrigopaulo, no Flickr

 

Fomos no Burger King e comemos um hamburguer qualquer (S./ 12). Depois passamos no Hostel, tomamos um banho, pegamos nossas malas e partimos para o Terrapuerto (Táxi S./ 3) já preparados psicologicamente para chegarmos na tão temida Bolívia :? Vou encerrar esse capítulo por aqui e deixo os perrengues da viagem para o próximo ;)

 

Gastos do Dia:

Hostel Tristán - S./ 60

Almoço - S./ 15

Artesanías - S./ 3

Queso Helado (3) - S./ 6

Jantar no BK - S./ 3

Táxi - S./ 3

Taxa do Terminal - S./ 3

Total: S./ 93

 

PRÓXIMO CAPÍTULO - Cruzando a fronteira da Bolívia: do caos de Copacabana à paz da Isla del Sol.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Melhor capítulo. Deu pra dar umas boas risadas[sMILING FACE WITH OPEN MOUTH AND COLD SWEAT][sMILING FACE WITH SMILING EYES][FACE WITH TEARS OF JOY]. Tô com minha viagem já quase toda planejada. A parte de cruzar para a Bolívia partindo de Arequipa está sendo a parte do meu roteiro que ainda está com uns "buracos". Seu próximo capítulo vai me ajudar bastante... No aguardo. [WINKING FACE]

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Melhor capítulo. Deu pra dar umas boas risadas[sMILING FACE WITH OPEN MOUTH AND COLD SWEAT][sMILING FACE WITH SMILING EYES][FACE WITH TEARS OF JOY]. Tô com minha viagem já quase toda planejada. A parte de cruzar para a Bolívia partindo de Arequipa está sendo a parte do meu roteiro que ainda está com uns "buracos". Seu próximo capítulo vai me ajudar bastante... No aguardo. [WINKING FACE]

 

Então tenho ótimas dicas para te dar. Foi a parte que mais tivemos dificuldades também, mas deu tudo certo. Em breve tô postando.

 

Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Melhor capítulo. Deu pra dar umas boas risadas[sMILING FACE WITH OPEN MOUTH AND COLD SWEAT][sMILING FACE WITH SMILING EYES][FACE WITH TEARS OF JOY]. Tô com minha viagem já quase toda planejada. A parte de cruzar para a Bolívia partindo de Arequipa está sendo a parte do meu roteiro que ainda está com uns "buracos". Seu próximo capítulo vai me ajudar bastante... No aguardo. [WINKING FACE]

 

Então tenho ótimas dicas para te dar. Foi a parte que mais tivemos dificuldades também, mas deu tudo certo. Em breve tô postando.

 

Abraços!

Vou querer todas as dicas possíveis hahhaha. Mas prometo que não vou te importunar demais. [sMILING FACE WITH OPEN MOUTH AND TIGHTLY-CLOSED EYES]

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Rodrigo, seu relato está muito, muito bom! Bem detalhado, cheio de dicas e rico em detalhes e também está sendo de grande ajuda pra mim, pois estou indo no mês que vem com minha esposa e também vou dar preferência a hospedagem que tenha quarto e banheiro privativo. Tirando o de Lima, os demais Hostels vc recomenda para casais?

E ainda tenho uma pequena dúvida, vc acha que ficaria complicado ou muito cansativo sair de Arequipa e ir pra Puno e logo depois pra Copacabana e de lá ir para Cusco? Não é um caminho habitual, mas é uma possibilidade que estou pensando, pois bateu a vontade de conhecer o Lago Titicaca e a Isla del Sol, que antes de comprar as minhas passagens não estavam inclusas no meu roteiro (que obrigatoriamente finaliza em Cusco e Lima).

Um abraço e fico no aguardo do novo capítulo. =)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Rodrigo, seu relato está muito, muito bom! Bem detalhado, cheio de dicas e rico em detalhes e também está sendo de grande ajuda pra mim, pois estou indo no mês que vem com minha esposa e também vou dar preferência a hospedagem que tenha quarto e banheiro privativo. Tirando o de Lima, os demais Hostels vc recomenda para casais?

E ainda tenho uma pequena dúvida, vc acha que ficaria complicado ou muito cansativo sair de Arequipa e ir pra Puno e logo depois pra Copacabana e de lá ir para Cusco? Não é um caminho habitual, mas é uma possibilidade que estou pensando, pois bateu a vontade de conhecer o Lago Titicaca e a Isla del Sol, que antes de comprar as minhas passagens não estavam inclusas no meu roteiro (que obrigatoriamente finaliza em Cusco e Lima).

Um abraço e fico no aguardo do novo capítulo. =)

 

Fala, Marcelo. Blz? Então, cara. Eu recomendo hostel pra casal sim, se vocês forem "de boas". É uma vibe muito legal e a maioria dos hostels dessa viagem foram experiências ótimas. Só que tem os contras, né... quarto compartilhado, banheiro compartilhado (se você quiser pagar barato). Mas eu recomendo sim.

 

Quanto à sua segunda dúvida, eu só vou poder te ajudar pela metade. O caminho de Arequipa até Copacabana é tranquilo. Já de Copacabana pra Cusco eu não peguei, mas eu vi no mapa que é um bocado longe. Mas assim, se você organizar direitinho essa viagem, pra não ficar num curto espaço de tempo, acho que compensa sim. Até porque o Lago Titicaca e a Isla del Sol é lindo demais, você vai ver no próximo capítulo. Recomendo dormir 1 dia (pelo menos) na Isla, pra poder aproveitar melhor.

 

Tô postando o capítulo novo daqui a pouco.

 

Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...