Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

21 dias Buenos Aires-Bariloche-Pucón-Santiago-Viña-Valpo-Mendoza-Foz (ATUALIZADO COM FOTOS)


Posts Recomendados

  • Membros

Bom gostaria através deste tópico, retribuir a este fórum, que me ajudou muito na elaboração do meu roteiro, oferecendo informações vitais para realização de minha viagem que com certeza ficara na memória, foram momentos inesquecíveis e paisagens de tirar o fôlego, tanto eu como minha esposa nos divertimos muito.

 

Enfim, chegava ao termino o planejamento de seis meses de muita pesquisa, iniciamos nossa viagem no dia 10 de outubro com vôo comprado na empresa Gol por um valor que ate hoje não acredito ter pagado. Mesmo saindo com 3 horas de antecedência e morando a apenas 1 hora de distancia de Guarulhos, quase perdi o vôo devido a Marginal Tiete que como todos nos já sabemos, só vive parada, e agora com estas obras de ampliação... Vamos esquecer esta parte, pois o caos no trânsito em São Paulo já e conhecido por todos.

Bom o vôo transcorria bem ate recebermos a noticia através do comandante da aeronave que não poderíamos pousar no aeroporto Ezeiza devido às fortes chuvas que caiam na capital da Argentina, voltamos para Porto Alegre e imaginem ficar aguardando por mais uma hora para decolar, o que seria pouco mais de 2 horas de viagem, tornaram-se em 7 horas trancados dentro da aeronave. Fiquei exausto com a viagem que era para chegar 8 horas da noite, fui chegar as 02h00min da madrugada. Após todo o processo imigratório realizado fomos comprar uma passagem no Tenda Leon , que nos ofereceu serviço de transfer porem o que seria ate o centro (Retiro) fui gentilmente levado pelo motorista ate a porta do meu hotel pois estávamos em um carro pequeno, todavia bem mais econômico por apenas 80 pesos argentinos fui deixado na porta do hotel já que estava muito tarde e apenas quatro pessoas no carro.

O hotel... Que tristeza ::sos:: , este merece um destaque negativo, pois depois de pesquisar na internet encontrei um barato, mas como aquele velho ditado que diz “o barato sai caro”. Budget Hotel por apenas 100 pesos, acesso a internet, café da manha, calefação, TV a cabo, ar-condicionado proximidade ao metro, pensei fiz um bom negocio, porem ao chegar ao local a recepção dizia: ” residência estudantil “ e quando fomos ao quarto ai foi a tristeza total , fedor de mofo ,frigobar que não gela, calefação não funciona e ar condicionado quebrado, roupas de cama sem trocar e sujeira para todos os lados , não consegui dormir pois senti nojo daquele cheiro e do local sujo e imundo. Os recepcionistas eram legais, mas a limpeza e fundamental e esperei amanhecer para buscar algo melhor.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031145605.jpg 500 375hostel budget]budget. Não recomendo para ninguem.[/picturethis]

Após um cochilo de 2 horas sentado, pois a cama fedia a mofo, e olha que sou uma pessoa simples, mas como disse outro ditado: “pobre, mas limpinho”, Fomos buscar outro alojamento para desfrutarmos da maravilhosa Buenos Aires e encontramos um bom hotel com excelente localização bem no coração da capital bem na calle Lavalle, o Hotel Rei e bem simples não tem café da manha, e limpo e por apenas Ar$120,00 o café você pode tomar em qualquer das cafeterias localizadas na Florida ou na própria Lavalle. Após todo sofrimento chegou a hora boa, fomos conhecer as maravilhas de Buenos Aires, caminhamos na famosa feira domingueira de San Telmo , com seus antiquários, e arquitetura da antiga BS, fomos conhecer a casa Rosada e as famosas avenidas da capital portena e a noite no revitalizado e moderno bairro de Puerto Madero, e claro não deixamos de tomar o delicioso e psicodélico sorvete Freddo de Dulce de Leche que com certeza ainda não vi nada igual.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031155358.JPG 500 375 Legenda da Foto]Ruas em San Telmo. Bairro antigo com casarões, além da feira domingueira é claro.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031150601.JPG 500 375 Sorveteria Freddo em Puerto Madero] Sorveteria Freddo em Puerto Madero.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031151747.JPG 500 375 Legenda da Foto]Calle Florida. Sempre movimentada dia e noite.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031152634.JPG 500 375 Legenda da Foto]Casa Rosada. parada obrigatória para uma visita a capital.[/picturethis]

 

No dia seguinte era feriado e fomos descobrir o que os porteño fazem, vimos um grande movimento de pessoas descendo na estação Palemo e fomos conferir chegando por la encontramos um Jardim zoológico lotado de crianças e pais reunidos alem de varias pessoas nos parques caminhando, patinando, fazendo pic-nic bem interessante. Pela tarde fomos ao Bairro da Boca conhecer o La Bombonera e a famosa Calle Caminito com seus shows de Tango ao céu aberto.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031153241.JPG 500 375 Legenda da Foto]zoologico. Identificando os animais com outros nomes,jajajaja[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031153858.JPG 500 375 Legenda da Foto]Andando de Onibus. Passagem baratíssima e tranportes de qualidade, detalhe que os onibus não possuem catraca ou roleta para as pessoas passarem, imaginem isso aqui em SP ou Rio, realmente estávamos em outro pais[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031154620.JPG 500 375 Legenda da Foto]Caminito.Andei pelas ruas do Bairro alem das partes turísticas e não recomendo, os locais não inspiram segurança[/picturethis]

Já estávamos cansados e fomos descansar. Mais um dia começava e necessitávamos sair, pois iríamos para Província de Rio Negro mais precisamente em Bariloche de ônibus. Acordamos deixamos o hotel e com aquela saudade de Buenos Aires fomos para a rodoviária que parece bastante com a região da rodoviária do Rio de Janeiro (suja e feia), pechinchamos e viajamos pela Andesmar, com um preço bom e acessível após uma viagem com paisagens de Pampas e lebres selvagens soltas, curtimos às 27 horas de viagem com paradas curtíssimas (5 minutos) somente para o fumante queimar seu cigarrinho de seis em 6 horas.

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031160118.jpg 500 375 Legenda da Foto]Cominda do ônibus. Um conselho a todos levem guloseimas, salgadinhos, biscoitos, sucos em caixinha, pois o café da manhã e os lanches de intervalo do ônibus são muito simples com apenas um copo de café com um alfajor "sem vergonha".[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031161014.JPG 500 375 Legenda da Foto]Paisagem de dentro do ônibus. Faltava pouco para chegar e eu ja estava feliz só por ver a neve no topo das cordilheiras.[/picturethis]

 

Bariloche...finalmente chegou ao descer do ônibus logo fomos abordados por uma Senhora que nos ofereceu hospedagem que segundo ela sairia por Ar$50,00. Bom quando a esmola e demais ate o santo desconfia, fui ver as instalações e ao chegar ao local o quarto não tinha janela e fedia a mofo sem contar que a porta não tinha fechadura, pensei DE NOVO NÃO! Desistimos e fomos buscar outro e encontramos um por Ar$ 120,00 com café, ar condicionado, calefação e localizado bem no centro, saímos e fomos conhecer a cidade tomamos o ônibus e fomos ao Cerro Otto conhecer a Cafeteria giratória, conhecemos um Venezuelano anti-Chavez e fomos aprender um pouco da Venezuela e curtir o clima frio da simpática Bariloche.

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031161525.jpg 500 375 Legenda da Foto]Teleférico Cerro Otto, ao fundo o lago. Para época do ano estava sem neve lá, mas a cafeteria giratória vale a pena[/picturethis]

Mais um dia e decidimos vamos ao Cerro Catedral e por incrível que pareça tinha NEVE hahahahaha nem acreditei, um carioca e uma Paulista acostumadas com o clima tropical pisando na neve e desfrutando de uma das paisagens mais bonitas que já vi no topo do Catedral, Lago Nuel Huapi e cordilheiras ao fundo com seus topos de “algodão” muito bonito, brincamos na neve como niños e descemos para almoçar, olha nunca passei tanto frio na minha vida ::Cold:: , pois não imaginava que em meio à primavera encontraria Neve e alem disso tomei aqueles ventos sob um frio de -6 graus com apenas uma jaquetinha, minha esposa estava mais preparada e estava usando mais uma blusa de frio por baixo do casaco, contudo eu imaginava: ta sol la em cima deve ta frio, mas não tanto. Se arrependimento matasse... resultado, meus dedos ficaram roxos e duros sensação horrível levem luvas por favor. Para almoçarmos fomo comer um delicioso bife de chorizo argentino que por falar de comida, isso nossos hermanos entendem muito bem, nunca comi tanto, somente uma observação, eles não comem com arroz, caso você queira comer um pouco de arroz devera pedir uma porção a parte, mas apesar de não ter o acompanhamento favorito dos brasileiros a carne compensa, geralmente com mais de 300g de carne por cada bife. Outra boa pedida e a tradicional parrillada, mas vão comer de estomago vazio, pois as porções são imensas e você devera ter espaço para caber aquilo tudo.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031162128.jpg 500 375 Legenda da Foto]Teleférico cerro catedral. Por incrivel que pareça, neve em plena primavera.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031162638.jpg 500 375 Legenda da Foto]Ao fundo as cordilheiras. Toda imponência das cordilheiras com seus topos de "algodão"[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031172149.jpg 500 375 Legenda da Foto]Atravessado a cordilheira de Bus . Ainda bem que tem calefação no Bus.[/picturethis]

 

Após curtir bem da culinária argentina fomos respirar novos ares, decidimos , vamos a Pucon, como não existe condução direta de Bariloche ate pucon seguimos ate Osorno e de la tomamos um ônibus ate Pucon através da empresa JAC, chegando la conheci uma cidade atraente e pitoresca situada as margens de um lindo lago chamado de Villarica e aos pés do vulcão com o mesmo nome, a maravilhosa Pucon tem como atrativo suas maravilhosas termas, cavalgadas, rafting e claro subir o nevado vulcão Villarica. A cidade e acolhedora e parece ate uma cidade do interior europeu, nos hospedamos em uma simpática pousada (hostal) atendida por seus donos (Dona Gloria, seu esposo e seu filho Daniel que fala português) apresenta um ambiente acolhedor e um preço atraente já que me hospedei em quarto de casal com banheiro privado por apenas Us$30,00 maiores informações no site deles(http://www.paradisepucon.cl) cavalgamos , caminhamos ate uma linda praia chamada de praia branca, praia de caburgua, praias estas formada por lagos e águas do degelo dos Andes. A comida no Chile e um pouco diferente de nossos hermanos imaginem so comer cachorro quente com abacate chamado de palta , hauhauhaua e acompanhado com um curioso refrigerante PAP sabor fantasia, ou KEM ou BILZ nomes estranhos porem sabores curiosos.

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031171333.jpg 500 375 Legenda da Foto]Proibições. Não leve para o chile produtos in natura de origem animal ou vegetal, ou serão literalmente jogados fora na aduana. A verificaçlão será de maneira minusciosa passando o raio X, e sendo farejado por cães se caso desconfiarem vão pedir para voce desmontar a sua mochila.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031163923.JPG 500 375 Legenda da Foto]Vulcão Villa Rica. Cartão Postal de Pucón.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031164316.jpg 500 375 Legenda da Foto]Playa de caburgua-pucón. Lindo lago formado do degelo das montanhas.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031164621.JPG 500 375 Legenda da Foto]Ojos de Caburgua. Águas com uma tonalidade pitoresca. Para entrar neste propriedade paga-se uma pequena taxa , mas o local é sinalizado, limpo e muito bonito - recomendo a todos.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031165555.jpg 500 375 Legenda da Foto]Kem. O negócio tem um gosto esquisito mais é bom demais. Trouxe apenas algumas latinhas para o Brasil. Recomendo todas elas (Pap-Bilz e Kem) também são vendidas no Burger King[/picturethis]

 

Deixamos Pucon e seguimos nossa jornada ate a capital chilena, fomos ate Santiago do Chile uma cidade que lembra São Paulo, por ser uma megalópole porem com uma infra-estrutura urbana muito boa, parques, metros muito limpos e organizado, porem os atrativos de Santiago na primavera são poucos, para quem gosta de arte ou visitar igrejas históricas poderá ficar bastante dias, mas minha viagem não era para isso logo consegui visitar os principais pontos da cidade em um dia somente, caminhamos pelo centro, palácio de la moneda, Plaza de armas, parque arauco, parque bella vista e claro cerro San Cristovan, mas por ser uma cidade cara para comer e se hospedar, principalmente para nos brasileiros já que a moeda deles tem um valor maior que a nossa considerando o preço das coisas. Na cotação deles 1 dólar = 500 pesos chilenos e com essa moedinha você só paga 1 passagem de metro no horário de pico, outro ponto curioso e que o metro deles tem 3 tarifas, baseado em horários. Em Santiago fiquei hospedado em um hotel chamado Parlamento no Bairro Bela Vista localizado a 1 quadra do metro belas artes.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031170352.JPG 500 375 Legenda da Foto]Santiago. A arquitetura de uma capital que mescla o antigo e o novo de uma maneira interessante[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031170730.JPG 500 375 Legenda da Foto]Prédios-Santiago. Antigos e modernos.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031171032.JPG 500 375 Legenda da Foto]Musicos. Como toda grande cidade artistas de rua tocando um ritmo local , porem com uma qualidade musical muito boa.[/picturethis]

 

Dia seguinte vamos o litoral, seguimos para Vina del Mar e fomos conhecer a tão falada Valparaiso. Chegando la fiquei hospedado no Che Lagarto hostel com ambiente limpo e atendimento show de bola, paguei 30 dolares no quarto privativo com banheiro. La fomos nos conhecer o famoso relógio de Flores, e claro não poderia deixar de molhar meus pés no oceano Pacifico, tomamos o metro e fomos ate Valparaiso subimos no Funircular e conhecemos o cerro artilharia porem durante nossa caminhada fomos alertados que Valparaiso seria perigosa para se caminhar então conhecemos mais alguns pontos da cidade e deixamos o litoral rumo a Argentina novamente.

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031172612.JPG 500 375 Legenda da Foto]Cerro artilharia-Valparaiso.Não deixe de subir em um dos furniculares, parece uma viagem no tempo.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031173034.JPG 500 375 Legenda da Foto]Balneáreo de Viña del mar. Relógio de Flores, cartão Postal local[/picturethis]

 

Após uma viagem pela empresa CATA, que por sinal foi a melhor que viajei durante a trip, sai de Viña del Mar e seguimos ate Mendoza, passamos pela estrada super sinuosa e passando por dentro da cordilheiras cruzamos um deserto e chegamos a uma maravilha de cidade, novamente com a moeda a meu favor ficamos hospedados em um hostal localizado bem no centro, com café quarto privativo e banheiro por 90 pesos argentinos (Malbec Hostal). A cidade e muito legal com atrativos radicais e claro regados a vinho, muito vinho. A cidade e a capital vinicula da Argentina, comprei um passeio para conhecer alguma delas, um passeio que inclui degustações, bom eu não bebo então so experimentei os famosos vinho de mendoza. Após conhecer um casal de franceses fomos conhecer a noite em Mendoza , vimos o Cassino e fomos ate uma rua badalada para jantarmos e conversarmos. A cidade por sinal e muito curiosa e bem planejada e você pode se divertir somente caminhando e olhando as curiosas ruas arborizadas e suas praças bem localizadas. Outro passeio e conhecer o parque San Martin, um imenso e gratuito parque situado na parte norte da cidade. Domingo em mendoza e muito triste a cidade morre logo decidimos, vamos embora.

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031174201.jpg 500 375 Legenda da Foto]Los caracoles. Novamente cruzando as cordilheiras, a estrada é fantastica pelas suas curvas[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031173356.jpg 500 375 Legenda da Foto]Chegando a Mendoza. O local possui um solo meio árido perfeitamente propício ao cultivo de vinhos, não é à toa que é a capital dos vinhos da Argentina[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031173807.JPG 500 375 Legenda da Foto]Parque San Martin. Olha eu nunca vi nada igual um Mega Parque para caminhar pedalar. Ao fundo uma grande alameda.[/picturethis]

 

Para onde ir? Pensamos vamos para Puerto Iguazu bem na divisa com Brasil. Após 36 horas de viagem pela Andesmar chegamos a Puerto iguazu, mas decidimos vamos para nossa pátria e ficamos hospedados em um hotel muito bom e pagando 60,00 reais fomos conhecer logo o paraíso da muamba, Ciudad del leste, la voce vê gente vendendo de tudo , ate a sogra hauahaua. Para quem quer comprar produtos eletrônicos, para informática, telefones celulares, produtos cosméticos e perfumes achou o paraíso, só não pode esquecer-se da cota de 300 dolares. Apos umas comprinhas decidi agora e hora de conhecer os pontos turísticos, fomos às cataratas do Iguaçu , linda por natureza depois conhecer o maravilhoso parque das Aves. No dia seguinte seguimos para conhecer Itaipu a mega-usina binacional, e conhecer também o lado dos hermanos das cataratas, que por sinal e lindo demais, você caminha encima das águas e molha-se nas águas das cataratas, para falar a verdade eles que tem a maior fatia daquelas águas todas, Deixamos o parque perto do fechamento dele, e muito perto do fechamento da minha trip que com este ultimo passeio, encerrei com chave de ouro. Voltamos pra São Paulo com quase 10gb de fotos e vídeos e muitas lembranças e historias.

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031175000.JPG 500 375 Legenda da Foto]Cataratas. Lado Argentino.[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031174609.JPG 500 375 Legenda da Foto]Cataratas. Do lado brasileiro...[/picturethis]

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20101031175000.JPG 500 375 Legenda da Foto]Cataratas. Lado Argentino.[/picturethis]

 

Espero poder ter ajudado a vocês com esta viagem, ficaram faltando bastantes lugares para conhecer nestas cidades visitadas, porém é uma brecha para uma possível viagem futura. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 10 meses depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...