Ir para conteúdo
Witxel

Bolívia de carro via Corumbá-MS

Posts Recomendados

E aí pessoal. Estive recentemente na Bolívia e tive alguns probleminhas que tenho de relatar para quem quiser se aventurar por lá.

 

Meu destino foi apenas Santa Cruz. Fui de carro entrando pela fronteira de Corumbá. Inicialmente você deve passar na imigração da PF e preencher um formulário simples. Só que ninguém avisou que teríamos também de passar pela imigração boliviana, o que gerou um grande problema que relatarei mais à frente.

 

Fomos abastecer o carro na primeira cidade após a fronteira, Porto Suarez. No posto a frentista disse que não poderíamos abastecer carro com placa brasileira. Ficamos putos sem entender. Ela disse que só poderoa encher galão, mas não tínhamos nenhum. Fomos então atrás de um vendedor clandestino de gasolina numa quebrada de lá. Parecia até que estávamos comprando drogas pelo lugar. O preço era muito barato, menos de 3 reais por litro.

 

Seguimos viagem e passamos num pedágio que custou 11 reais, mas que serve para toda a estrada até Santa Cruz, uns 650km. A estrada é muito boa, ampla, reta e bem sinalizada. As cidades no caminho são muito distantes uma da outra e muito pequenas e pobres.

 

No meio do caminho fomos completar o tanque. Os postos bolivianos tem 2 preços. Um para bolivianos que custa menos de 2 reais o litro. E um preço internacional para nós brasileiros que custa mais de 4 reais o litro. É revoltante isso, mas em todo posto tem militares para garantir que os preços sejam vendidos como manda o governo.

 

Mas como ouvi que na Bolívia tudo tende a dar errado, deu mesmo. Após dirigir quase 600km, quase chegando em Santa Cruz, tem um posto improvisado de fiscalização e lá fomos barrados. Não pudemos passar de lá porque não tínhamos uma autorização para andar na Bolívia com o nosso carro, e não tínhamos como conseguir essa autorização em Santa Cruz, mas somente na fronteira, que absurdo!

 

Tivemos que deixar nosso carro numa cidadezinha lá e seguirmos para Santa Cruz de táxi, era isso ou voltarmos para a fronteira. Morremos de medo de deixar o carro num lugar desconhecido, mas assim fizemos.

 

Santa Cruz é uma cidade legal, mas com poucas opções turísticas. Táxi e hospedagem são bem baratos. Na volta, 3 dias depois de chegarmos, encontramos nosso carro são e salvo, confesso que orei muito para não roubarem ele.

 

No resto tudo transcorreu bem. Apesar de ser muito pobre, não me pareceu ser um país perigoso. Boa sorte para quem for se aventurar pela Bolívia. Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo, nada me assusta na sua história.

 

A gasolina é mais cara para Brasileiros sim. É lei lá. Não tem o que fazer.

 

Em toda fronteira que você passar, existem os dois procedimentos: sair de um país (o seu) e entrar no outro (Bolívia). Algumas fronteiras não há como você não passar (aeroportos por exemplo), pois você não tem outro caminho. É automático. Nas fronteiras terrestres tudo é muito mais liberado. Se quiser entrar clandestino, fica mais fácil. rsrsrsrs. Se perguntar, os funcionários dizem que não precisa, mas precisa...

 

Além disso, ao passar pela fronteira, você deve ter a órden de translado e la declaración jurada.

Sem esses dois documentos, você pode ter sérios problemas com seu veículo. Pode ter certeza que você teve foi pouca dor de cabeça. O governo podia ter confiscado seu veículo.

 

Ainda assim, a Bolívia vale a pena. hehehehe

::otemo::

 

Abrass,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

cara, eu estou pretendendo passar pela Bolivia de carro, saindo do Peru. Me explica como funciona essas licenças que você falou "orden de translado e declaracion jurada". Obrigado.

 

Amigo, nada me assusta na sua história.

 

A gasolina é mais cara para Brasileiros sim. É lei lá. Não tem o que fazer.

 

Em toda fronteira que você passar, existem os dois procedimentos: sair de um país (o seu) e entrar no outro (Bolívia). Algumas fronteiras não há como você não passar (aeroportos por exemplo), pois você não tem outro caminho. É automático. Nas fronteiras terrestres tudo é muito mais liberado. Se quiser entrar clandestino, fica mais fácil. rsrsrsrs. Se perguntar, os funcionários dizem que não precisa, mas precisa...

 

Além disso, ao passar pela fronteira, você deve ter a órden de translado e la declaración jurada.

Sem esses dois documentos, você pode ter sérios problemas com seu veículo. Pode ter certeza que você teve foi pouca dor de cabeça. O governo podia ter confiscado seu veículo.

 

Ainda assim, a Bolívia vale a pena. hehehehe

::otemo::

 

Abrass,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×