Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Viagem de Tracker de Salvador-Ba a Mendoza-Argentina 14.400 km


Posts Recomendados

  • Membros

WP_20140707_005.jpg.3f6580c013d7cf181630ac6a472fd11a.jpg#caravanadossantana #trackerturbinado

 

Viagem a Argentina de carro (23/06 a 25/07/14)

Se você pretende ir de carro à Argentina, é uma experiência sem igual! Atentar para as exigências: PID (Permissão Internacional para Dirigir) emitida pelo Detran de sua cidade, Carta Verde, que é um endosso do seu seguro, farol sempre aceso, e disposição para dirigir!

Fomos de Salvador com paradas em Gov. Valadares-MG, São Paulo, Palhoça-SC, Canoas-RS, Uruguaiana-RS. De Uruguaiana preferimos seguir pelo norte do Uruguai para evitar os policiais corruptos da rota que passa por Paso de los Libres. Então passamos a fronteira do Brasil com Uruguai por Barra do Quaraí/BR e Belle Union/UR esse posto é tranquilo a imigração não cria problemas, só perguntaram se o que tínhamos era de uso pessoal e fim. As estradas do Uruguai estão melhores que as da Argentina, contudo, leve suprimento, pois não se encontra postos de apoio ou lanchonetes. Não recomendo que entre em Salto (quase um motoqueiro nos assaltou). A passagem do Uruguai para a Argentina pode se dar por Colonia Del Sacramiento ao sul (aí quase fomos “assaltados” outra vez nos cobraram R$ 1.045,00 para a travessia de um veículo com 4 passageiros). Outras opções são as pontes internacionais. Preferimos aquela entre Fray Bentos/UR e Gualeguaychu/AR, daí até Buenos Aires são mais 230 km e se evita problemas com “aqueles policiais”. O retorno fizemos por Colon/AR e Paysandu/UR e depois de Rivera/UR e Santana do Livramento/BR. Nesses pontos de fronteira existem free shops onde se pode comprar sem as taxas de importação. Em Buenos Aires existe uma rua das grifes onde se pode comprar com um câmbio de R$ = 5 pesos ou U$ = 12 pesos. Não hesite em jantar em Puerto Madero, há restaurante onde se pode comer um assado argentino por R$ 30,00 por pessoa. Show de tango tem de todo preço, os hotéis indicam. Preferimos nos hospedar no Ibis para não termos surpresas. Quanto ao câmbio melhor levar os pesos, se levar dólares e reais, usarão o câmbio oficial. Lugares para visitar o Caminito, La Boca onde se pode comprar artigos em couro de boa qualidade e a preços ótimos, a Recoleta, a Casa Rosada, Puerto Madero, a Rosa Metalica todos em Buenos Aires. Vale a pena visitar o zoológico de Lujan.

Em San Luis, visitar Potrero de Los Funes e o morro mais alto da província. Em Mendoza indico o passeio ao monumento à independência, um passeio às vinícolas e ida obrigatória a Cordilheira dos Andes, Puente de Los Incas, uma foto próxima ao Aconcágua, aí se pode comprar artesanatos dos nativos, se pode esquiar na estação de esqui em Penitentes.

Não foram necessárias cadenas, pois não tinha neve na pista, levar dinheiro extra caso seja necessário. Chegamos até a divisa com o Chile no ponto de imigração onde terminamos a aventura e aí iniciamos o retorno, foram 32 dias de viagem!

Foram 14.400 km ida e volta, cerca de R$ 220,00 em pedágio, o Tracker fez 9,6 km/L.

Que venha a próxima aventura!!!!!!

WP_20140707_007.jpg.420d513fb416b4186ef5685e87cc0428.jpg

1_20140628-0004.jpeg.d3e04d184915c3a22d42ae9427b0499d.jpeg

20140629-0010.jpeg.13f8844b07b7e5c2f0b5268d44e67ae0.jpeg

20140629-0020.jpeg.d9f73ce2c8d9877f68e38621a72e1d15.jpeg

20140629-0044.jpeg.40d4778df9006b57a8820142ac0148f7.jpeg

20140703-0006.jpeg.0267948819839dbee99663ad2714b66b.jpeg

20140703-0009.jpeg.8f27bf4eadf1ff27e1bb9b090a15c70c.jpeg

20140704-0013.jpeg.7673404d8ff313e42f22138ec53543f0.jpeg

20140705-0006.jpeg.5a22a54729c28a389da742a324781ccc.jpeg

20140705-0007.jpeg.071eb10f7c87d1cd9dbf058466cc3ca6.jpeg

20140705-0027.jpeg.685ca9be21d3701a53e853ee93354623.jpeg

20140705-0037.jpeg.227a58a57d62bce0e423a08ccbd1c52d.jpeg

20140705-0039.jpeg.6331c889d92e50642e93778e8848c181.jpeg

20140707-0009.jpeg.99cb641fad72ead7b9e0a639ad847826.jpeg

20140707-0013.jpeg.5b3e51ca11520e865c0b9cd934e26d60.jpeg

20140707-0014.jpeg.6180de17d582e5c93ca4d246b5c1b9e5.jpeg

20140707-0017.jpeg.ea95f6dad282212c5015c8efec3a3c7f.jpeg

20140707-0022.jpeg.f6978aa75cd037e3c09b670e85686bad.jpeg

20140707-0094.jpeg.3990038c2fd03bf5882663031d3728c7.jpeg

20140707-0098.jpeg.e31c68d361d6d74b71b974947eeea578.jpeg

20140707-0135.jpeg.7287e61451ee492651206b31b339f763.jpeg

20140707-0138.jpeg.2d6f77436fc6deb636d44c27d8219d8d.jpeg

20140707-0144.jpeg.5718620cc53d8153dc4d919144ba5f03.jpeg

DSC03724.JPG.0b803986e92a022894002bec82ed5566.JPG

598dd87827e2f_LaBombonera.JPG.4393fed06a553b7edc72461a83587ff3.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 4 meses depois...
  • 11 meses depois...
  • Membros

Apenas 2 correções. A carta verde pode ser adquirida sem ter seguro para o seu próprio veículo. Ele é um seguro obrigatório no Mercosul que cobre despesas no caso de danos à terceiros. Ele não cobre o seu próprio veículo, neste caso se quiser terá que solicitar isto ao seu corretor.

E a Argentina aceita a CNH. O Chile até há poucos anos solicitava, mas agora já aceita a CNH também.

  • kkkkkkk 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...