Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Tailandia + Singapura + Malasia (com Stopover em Dubai e Abu Dhabi) --- Planilha de custos $$$ (Abril 2016)


Posts Recomendados


  • Respostas 127
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

DIA 6 -Ayutthaya e trem noturno para Chiang Mai Ayutthaya é uma cidade cheia de historia, sua fundação data do ano de 1350!!! Culturalmente riquíssima, já foi a antiga capital da Tailandia, que na é

DIA 9- Ran-Tong Elephant Farm e o ápice do Songkran   Ran-Tong Elephant Farm Desde que iniciei minha pesquisa pra visitar a Tailândia fiquei encantando com a possibilidade de interagir com um elef

  • Membros

Tanaguchi,

 

Obrigada pelo seu relato!

Ao ler, é como se estivéssemos viajando com vcs!

 

Eu já estou finalizando meu roteiro para o SE Asiático e tenho de 4 a 5 dias livres. Estou em dúvida se vou para Malásia e Cingapura, ou um ou outro. Como irei de Krabi, já vi que as passagens estão num preço muito bom!

Da sua experiência, qual dos dois você indica?

Pelo que eu li Malasia se resume a Batu Caves, Petronas e bate volta em Malaca, Cingapura parece oferecer mais atrações. Eu não localizei o final do seu relato (sou iniciante por aqui).

Penso em passar 2 dias na Malasia e 2 dias em Cingapura ou passar 3 dias em apenas um desses dois e ficar mais um dia nas praias da Tailândia.

Obrigada!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Dia 19 - Chegada a Kuala Lumpur – Malasia

 

 

Esse foi basicamente um dia perdido com deslocamento de um pais pro outro. Apesar do vôo entre Singapura e Malasia ser rápido fica difícil conseguir aproveitar alguma coisa ainda no mesmo dia

 

Deslocamento pra Malasia

Enquanto montava o roteiro eu fiquei com muita, mais muita duvida mesmo em: ir para Malásia via aéreo ou entrar via mar por Langkawi (partindo de Krabi na Tailandia)

 

Acontece que a informação que achei foi pouca e não senti confiança em seguir dessa forma, então fui via aéreo. Se vc está com essa mesma duvida eu aconselho fortemente ir via Langkawi. Lá em Krabi é fácil fechar esse translado, várias empresas de turismo oferecem, era muito mais tranquilo do que eu imaginava.

 

E apesar de não ter feito dessa forma nem conhecido Langkawi, ainda me parece uma opção valida, ainda mais depois de conhecer Kuala Lumpur... tipo... não que seja ruim, mais fora a experiência na Batu Caves não achei que seja uma cidade empolgante... eu não gosto de criticar cidades, pra mim todas tem o seu encanto, mais Kuala Lumpur me lembrou muito São Paulo... mais é aquilo né, vc pode ir e amar... não se apegue a minha experiência, são só minhas impressões.

13566908_1039655926116905_2831?async&rand=0.5512187070288017

Eu sempre faço questão de experimentar todos os refrigerantes malucos de cada lugar

 

O aero pra Kuala Lumpur foi novamente via Air Asia, o vôo seguiu sem novidades, as mesmas recomendações que deixei anteriormente se aplicam aqui.

 

Chegamos morrendo de fome no aeroporto de Kuala Lumpur e tivemos uma ótima surpresa: apesar de comida em aeroporto ser mais cara que o normal lá era bem em conta. Fomos em um restaurante que lembrava culinária japa e tinha uns menus que vinha muita coisa por um ótimo preço. Novamente ai sentimos a diferença dos valores entre Singapura e Malásia.

No geral a Malasia é um pais barato, voltamos a respirar aliviados rs

IMG_20160423_152327912?async&rand=0.9512254079326337

 

 

Do aeroporto de Kuala Lumpur pro centro da cidade vc deve tomar um trem especial (Klia Ekspres). È uma linha que conecta a cidade ao aeroporto, é uma distancia bem consideravel entre os dois. No ponto final dele vc chega na estação central onde pode tomar os outros trens convencionais.

O Klia Ekspres tem um valor diferenciado dos demais trens, o valor é meio caro... mais ainda assim é a forma mais economica e rapida de ir do aeroporto pro centro

Uma passagem de ida na cotação da epoca tava saindo quase 40 reais... na cotação desse ano tá uns 28 reais... vc vai gastar então uns 60 reais aproximadamente ida e volta

IMG_20160423_160915055?async&rand=0.08347945951128577

O deslocamento até a estação KL Sentral leva 30 minutos

 

 

Hospedagem em Kuala Lumpur

 

Como eu fechei as hospedagens todas antes pela net eu pensei que quando chegasse nesse ponto da viagem a gente estaria bem cansando e precisando de um lugar mais a pampa pra dormir... e como as opções de hospedagem estavam realmente bem baratas eu optei em hotel ao invés de hostel.

 

Um em especial me chamou a atenção, ele tem uma piscina na cobertura com vista privilegiada para Petronas Towers (um dos cartões postais da cidade)

IMG_20160423_193110238?async&rand=0.26537112405447116

 

 

https://www.booking.com/hotel/my/wp-hotel.pt-br.html?label=gen173nr-

 

O hotel é muito bom, POREM..... eu acredito que ele tenha sido uma das principais razões da má impressão que eu tive da cidade... ele fica perto de uma estações de trem e de um shopping, a região de manhã é ok, mais a noite.... a noite se transforma... bem no caminho entre a estação e o hotel se forma tipo uma “cracolandia”... não chega nem aos pés da de SP, mais causa uma má impressão do caralho, toda vez que tínhamos que voltar pro hotel rolava uma tensão. A gente andava bem rápido com cabeça baixa... uma bosta

Foda que todo dia a gente voltava pro hotel a noite, sempre passando o dia todo fora... então passamos por lá varias vezes... sem contar quando batia a fome e a gente inventava de sair pra comer algo... não dava nem vontade de sair só pra não passar por lá... eu recomendo que vcs não fiquem nesse hotel nem em nenhum outro nas proximidades.

 

Poderia ter economizado ficando em um hostel ou ainda num hotel mais barato, quis esbanjar e tomei no cu. Definitivamente pagar mais em algo não significa que vai ser melhor. Alias os hostels de Bangkok e de Krabi não deixam nada a desejar em relação a hotéis mais caros que ficamos. O negocio é ter uma cama e um chuveiro pra tomar banho e já era... e no caso do sudeste asiático ar condicionado, não inventem de querer pagar mais barato em quarto com ventilador, em Abril é impossível.

IMG_20160423_194347774?async&rand=0.517616215455255

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
Se precisar de ajuda sobre Bali, Singapura e Malásia eu tenho uma boa experiência.
Singapura não é tão cara, tem opções de comida e de hospedagem mais barata.

 

A dica em Singapura é ficar mais longe do centros turístico em um hotel que fique na próprio estação de metrô. Em menos de 30 minutos é possível chegar mais qualquer lugar..

 

Opa blz?

Pode ficar tranquilo que em breve vc recebe mensagem minha pra tirar alguma duvida sobre Bali

MInha maior duvida em relação a Bali é que muitas vezes eu tenho a sensação que é um destino muito mais procurado pela "fama" do que pelo resto... tipo eu vi umas fotos de lugares das Filipinas e fiquei totalmente alucinado... já de Bali vc lê e vê as fotos e não bate aquela coisa manja? Não que seja ruim, deve ser muuuuito foda... mais por enquanto se tiver que escolher vou optar pelas Filipinas... to tentando encaixar os dois na mesma trip mais não sei se vai rolar

 

 

E sobre os custos em Singapura eu discordo. Pode ser que quando vc tenha ido a cena era outra, mais em Abril de 2016 com a cotação de 1 SD valendo mais de 4 reais foi muito pesado. Hoje tá quase a metade disso, então tá tranquilo... esse lance de pais ser barato ou não depende da cotação... fui pro japão com a moeda quase a 4 tbm e foi muito mais light que Singapura... como eu disse, pagar 8 reais numa lata de coca no mercadinho me dói até hoje... teve dia que jantamos bolachas pra economizar e abusamos dos Hawkers... mais mesmo assim um rango mega barato num Hawkers por 5 SD já vai pra 20 reais... com 20 reais eu comia como um rei na Tailandia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores
Tanaguchi,

 

Obrigada pelo seu relato!

Ao ler, é como se estivéssemos viajando com vcs!

 

Eu já estou finalizando meu roteiro para o SE Asiático e tenho de 4 a 5 dias livres. Estou em dúvida se vou para Malásia e Cingapura, ou um ou outro. Como irei de Krabi, já vi que as passagens estão num preço muito bom!

Da sua experiência, qual dos dois você indica?

Pelo que eu li Malasia se resume a Batu Caves, Petronas e bate volta em Malaca, Cingapura parece oferecer mais atrações. Eu não localizei o final do seu relato (sou iniciante por aqui).

Penso em passar 2 dias na Malasia e 2 dias em Cingapura ou passar 3 dias em apenas um desses dois e ficar mais um dia nas praias da Tailândia.

Obrigada!

 

 

Olá!! Obrigado por comentar e acompanhar!!

Então tu não achou o final do relato pq eu ainda to escrevendo ele.... eu sou bem preguiçoso e pra ajudar ando bastante atarefado pesquisando a proxima trip e com outros esquemas ae, então tenha paciencia xD

 

Mensagens como a sua estimulam bastante eu terminar isso logo rs

 

Olha eu acho que a Malasia é uma otima opção se vc usar ela como conexão, tipo a maioria dos voos no sudeste asiatico faz escala lá (sede da air asia). Então se vc for visitar as Filipinas ou Bali por exemplo saindo da Tailandia provavelmente seu voo passa por lá. Dai eu acho interessante vc parar uns dias e conhecer

 

Eu gostei de Kuala Lumpur mais não foi algo que me fascinou... ..........já Singapura S2

Ai ai Singapura que lugar foda... e pra vc vai ser muito melhor, pois a moeda esta quase na metade da cotação de quando eu fui!!

 

Malaca tem uma pegada bem Parati ou Colonia De Sacramento no Uruguai... então como tinhamos conhecido as duas a pouco tempo tbm não empolgou... é bem legal, mais... tem esse lance da semelhança e tbm que esse dia varias eu não passei muito bem, então acho que qualquer coisa não ia me agradar rs (conto em detalhes num proximo post)

 

Kuala Lumpur me lembrou SP, principalmente nos aspectos negativos... Batu Caves realmente é sensacional, foi o que salvou a parada.

 

Não importa as criticas ou os elogios a um lugar, eu sempre acho que a pessoa tem que ver com os proprios olhos hehehehe... dessas opções de distribuir os dias qualquer opção que vc escolher é valida. O foda de fazer os dois é que sempre o dia do deslocamento vc acaba meio que matando.

 

Se eu fosse vc eu ia passar uns dias em Singapura e pegava um dia a mais de praia na Tailandia. Tenho certeza que vc vai querer voltar pro sudeste asiatico (eu não imaginava que fosse querer voltar, eu sempre quero outro role bem diferente), dai no proximo vc encaixa a malasia como parada entre paises. Ai sim eu acho um otimo negocio

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Colaboradores
oi Tanaguchi!! Seu relato está ficando ótimo! sempre acompanhando!

Gostaria de saber se pra dirigir em Dubai vc teve q tirar algum documento especial, ou se só precisou da carta do Brasil msm...

obrigada

 

Puuuutz eu esqueci de incluir essa informação!!! Depois vou editar a página inicial e incluir isso, informação importante!!

 

Pra dirigir em Dubai precisa da carta internacional, PID (permissão internacional para dirigir)

Vc faz ela em qualquer poupa tempo, e fica pronta em alguns dias... infelizmente o valor é meio salgado, devo ter gastado algo em torno de 200 reais

 

O que é triste é que não me pediram ela em nenhum momento, nem na hora de retirar o carro. Pra retirar o carro só precisei do passaporte e cartão de crédito.... é tipo a vacinação contra febre amarela na america do Sul, vc faz mo corre pra tirar o treco e ninguem te pede hehehehe... mais sabe né, lei de Murph, se vc não tirar todo mundo vai te parar e cobrar rs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Dia 20 - Malásia -- Batu Caves e Petronas Tower

 

Pra comemorar que fechei a porra do meu roteiro de 2017 resolvi tomar vergonha e escrever mais uma parte do relato. Só vão faltar mais dois capitulos!! Tenham paciencia ^^

 

Batu Caves

 

Esse foi um dia bem movimentado na viagem, acordamos cedinho e fomos em direção a Batu Caves.

Pra chegar até lá é só pegar o trem até a estação de mesmo nome (Batu Caves). Essa estação é a ultima dessa linha que acaba lembrando bastante os trens da CPTM de SP, então é um trajeto meio longo.

No trem não faça como eu, vi um vagão que parecia mais vazio e lá fui eu todo espertão... Essa linha tem vagões exclusivos pras mulheres... eu demorei umas duas estações até cair a ficha... outros homens tbm apareceram... ninguém olhou feio nem nada, como era domingo tinham muitas famílias no trem, todos com seus trajes típicos da Índia indo em direção a BC.

IMG_20160424_112348656_HDR?async&rand=0.9301221779275608

 

 

Quando eu lia os relatos não ficava claro o que era a Batu Caves, resumindo toscamente pra mim era simplesmente uma caverna estilosa com um templo hindu dentro e uma estatua gigantesca.

 

É muito mais do que isso, muito mesmo.

Já posso adiantar que foi minha parada favorita na Malásia.

 

O lugar é um complexo gigantesco da religião hindu (eu sei que o termo hindu não é o correto, que foi dado pelos colonizadores ingleses e blábláblá... mais vamos usa-lo pra facilitar ok?) com várias coisas pra vc fazer, então pode separar o período da manhã só pra ele.

 

Eu não sei se por sorte (no meu ponto de vista) ou azar (no da Terry), bem no dia da nossa visita estava sendo celebrada uma festividade importante, o lugar é extremamente sagrado pra eles e estava abarrotado de gente, mais muita mesma. Tanto que foi até difícil sair da estação de trem.

Por lá pouquíssimas ou quase nenhuma pessoa que não fosse de etnia indiana, poucos turistas... então nossas caras gordas acabaram ganhando destaque.. mesmo comigo do lado tinha cara que dava aquela secada na Terry na maior cara de pau...

 

O Povo Indiano

 

Os indianos por si só já são uma atração a parte, eu me senti na Índia por alguns instantes e deu pra sentir que quando formos o choque cultural vai ser muito maior do que eu imagino.

 

Alguns detalhes bobos me chamaram muito a atenção em relação a eles. Um deles foi que em hipótese nenhuma eles compram coisas pra comer, eles SEMPRE tem uma tapperware (a famosa marmitinha) em mãos... em mãos literalmente pq eles comem tudo com a mão... até ai normal se não fosse o fato das comidas serem surreais de serem comidas assim... tipo comer farinhas, ou currys... os caras sujavam tudo a sua volta e ficavam com as mãos todas melecadas... sem frescura!! quando for pra lá quero fazer o mesmo!!!... mais olhando é estranho... e o engraçado é que eles sentam em qualquer lugar mesmo, sacam sua marmitinha e mandam ver... tinha indiano sentado comendo em toda parte... em vários pontos lá vc tem que tirar os sapatos pra entrar... dai toda hora vc pisa em arroz ou em outra comida deles enquanto vai desviando... eu acho super bacana esse lance de tirar os sapatos... mais ajuda quando o lugar é limpo como o Japão... a Terry não gostou de pisar nos restos de comida kkkkkkkkkkk

IMG_20160424_114156462?async&rand=0.010870650696918283

 

 

Outra coisa foda é que não só pelo olfato mais visualmente vc vê que vários dos malucos não sabem o que é um banho a um bom tempo... sabe quando vc é moleque, brinca na terra e forma aquela camada de poeira no pé? Então pensa essa camada generalizada no corpo

 

Não encarem como uma visão preconceituosa, eu achei o máximo. Essas diferenças sempre são muito interessantes... ahh!!! e por ultimo, mais não menos importante é que eles adoram conversar. Não estranhe se vc estiver em algum lugar e eles virem trocar ideia com vc, são uns curiosos muito gente boa

 

 

Voooooltando ao Batu Caves o lugar é um deleite pra qualquer hindu ou admirador. É muito maior do que qualquer outro templo hindu que eu já havia visitado. São três cavernas principais e várias outras menores. Tem vários templos e subtemplos e umas estatuas gigantes... logo na saída da estação tem uma estatua do Hanuman e outra do Krishina pilotando a viga de batalha do Arjuna no MahabHarata

IMG_20160424_113906329?async&rand=0.5739968772920567

IMG_20160424_115525952?async&rand=0.8664270126173117

 

 

E meu conhecimento sobre hinduísmo se limita a isso. A vários anos atrás eu li uma adaptação literária do MahabHarata (um dos livros centrais do hinduísmo junto com o Bhavata Gita)... eu amo esse livro, depois que você o lê vc saca varias referencias ocultas de Dragon Ball Z kkkkkkk

Por ser uma adaptação literária é bem gostoso de ler, o autor é Krishina Dharma e foi publicado pela Ediouro... eu acho valido ler ele ou algo antes da visita, vai fazer com que sua imersão seja muito maior... é como ir pra Tokyo sem assistir Gundam Seed... vc só vai conseguir ver um robô gigante e varias referencias dele espelhada pela cidade...e nada mais... se vc perde um fds e assiste a porra da serie a viagem ganha litros de imersão

 

Bem... não só o templo principal mais vários outros templos ficam espalhados em cavernas gigantescas, esse com Krishina na entrada foi meu favorito... dentro tem muitas estatuas muito fodas e coloridas que ilustram passagens importantes do hinduísmo... dai quando eu encontrava alguma passagem do Mahab ficava enchendo o saco da Terry querendo explicar kkkkkk... posso dizer que surtei em todas essas cavernas com estatuas... tinha uma com várias estatuas da Kali (a deusa da destruição/purificação) foda foda foda

IMG_20160424_142843306?async&rand=0.7690310310705386

IMG_20160424_120418585?async&rand=0.06704584249374723

IMG_20160424_122449023?async&rand=0.5738767244169156

IMG_20160424_143200163?async&rand=0.9790188282604075

 

 

Tem uma parte delas que tem ingresso a parte, mais é muito barato... ai além do mesmo padrão das outras cavernas ainda tem uma parte com animais exóticos como serpentes, repteis, etc, (todos em estado deplorável)... o cara fica oferecendo pra fazer foto segurando tal bicho... mais nem quis ficar muito tempo, essa parte é zuada... tinha umas apresentações de dança tbm nessa área.

 

Em outra parte do complexo por um valor mais considerável vc fazia uma exploração mais digna em um conjunto de cavernas com direito a capacete com lanterna... esse role dura uns 40 minutos eu acho, tem de hora em hora e é super bem avaliado no tripadvisor... antes da viagem eu nem tinha chegado a ler sobre ele e como me esbaldei de cavernas no Petar nem me empolguei de fazer...

 

A principal caverna/templo (a que aparece em todos os cartões postais) possui uma estatua do deus Murugan na entrada... essa é a única que não fica no nível do chão como as outras. Vc deve subir trocentos degraus pra chegar... no calor foi pesado, garrafinha de água na mão o tempo todo rs

IMG_20160424_123732892_HDR?async&rand=0.8766287429939708

IMG_20160424_124530336_HDR?async&rand=0.3332761792753067

IMG_20160424_125304218_HDR?async&rand=0.9775390111177718

 

 

Caminhada pela Região Central – Merdeka Square, Central Market e Sri Mahamariamman

 

Tava muito calor e cheio lá na Batu Caves, então ficamos só na água e sorvete e voltamos pra região Central.

Saindo da estação central tinha um Outback (a famosa cadeia de restaurantes com estilo australiano). Os preços estavam beeeem abaixo dos praticados em SP... mais o rango veio bem zuado -_-

 

De lá nos optamos por fazer uma caminhada pelo centro e conhecer atrações como a Merdeka Square, Mercado Central e o KL Art Gallery. Fizemos exatamente a caminhada indicada no guia da Lonely Planet (Discover Malaysia & Singapore)

 

Infelizmente como era final de tarde de domingo nós pegamos vários templos da caminhada fechados.

Na Merdeka Square tava rolando um encontro de carros e no Mercado Central show com musica ao vivo. O clima dessa região é bem gostoso, dá pra caminhar de boas sem nenhum tipo de sensação de perigo. O clima tbm começou a ficar bem mais agradável.

IMG_20160424_175632846?async&rand=0.39050625427723196

IMG_20160424_175613984?async&rand=0.25527845909529945

IMG_20160424_180542996?async&rand=0.2906341770622256

 

 

No Mercado Central foi onde encontramos as melhores lembrancinhas, imãs de geladeira e essas coisinhas que eu gosto de comprar.

 

Nessa região tbm tem varias ruas que ficam fechadas e tomadas por ambulantes vendendo de tudo. Tudo “oliginal com galantia”... independente da procedência os valores desses camelôs são imbatíveis, acho que na viagem toda lá tinham as coisas mais baratas... é legal se vc procura camiseta de futebol de algum time da Ásia.

 

O trajeto todo que fizemos deve ter aproximadamente 3km.

O templo hindu Sri Mahamariamman que visitamos nesse trajeto é muito bonito, porem depois da Batu Caves a beleza dele acaba ficando bem ofuscada

IMG_20160424_181028892__1_?async&rand=0.3496509899019822

IMG_20160424_181427669_HDR?async&rand=0.40042872296633547

IMG_20160424_185339477_HDR?async&rand=0.6078783560365666

IMG_20160424_185357471_HDR?async&rand=0.10877438444972487

 

 

Petronas Towers

 

Provavelmente o cartão postal mais famoso da cidade, as torres gêmeas da empresa estatal de petróleo e gás da Malásia (o equivalente a nossa Petrobras).

 

No térreo do lado de fora fica uma caralhada de gente fazendo fotos e selfies. E foi o que nos restou, pq no horário que chegamos a subida pra visita panorâmica já estava encerrada. Não que mudasse muita coisa, acho que de qualquer forma não iriamos subir. O valor não era dos mais convidativos em se tratando de Malásia e eu realmente estou de boa em subir em prédios.

 

Aproveitando a citação de valores acima, Kuala Lumpur e a Malásia em geral tem um ótimo custo beneficio no período em que estivemos lá. Não tivemos nenhum problema com coisas caras e etc, pelo contrario.

IMG_20160424_201652515?async&rand=0.40534891566866893

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Dia 21 - Day trip para Malaca

 

Esse dia acordamos cedo e partimos em direção a cidade de Malaca pra fazer um bate volta. Malaca fica a uns 150km de Kuala Lumpur e se destaca por preservar várias construções do período colonial português/holandês, tendo sido declarada patrimônio cultural da UNESCO.

Desde a arquitetura, culinária, nomes de ruas e o dialeto falado por algumas pessoas: um tipo de português que só existe na cidade, mais que é bem compreensível pra nós.

 

A cidade é toda bonitinha com suas ruinas de fortes e igrejas de época, tem um ar bem diferente de Kuala Lumpur e das outras cidades que visitamos durante o mochilão. Lembra MUITO cidades como Parati (RJ) e Colonia del Sacramento (Uruguai).

 

IMG_20160425_133010186?async&rand=0.8636582522017693

IMG_20160425_144802054_HDR?async&rand=0.4881584807891788

IMG_20160425_131743123?async&rand=0.20210381411490852

IMG_20160425_164009205_HDR?async&rand=0.818731241550837

IMG_20160425_131846523?async&rand=0.19746929547709002

IMG_20160425_145440598_HDR?async&rand=0.3936059458262786

IMG_20160425_132745764_HDR?async&rand=0.5928145862109304

 

 

Como chegar?

 

Pra chegar até lá partindo de Kuala Lumpur nós fomos de trem até uma estação que tem um terminal rodoviário integrado. Esse terminal fica longe, então o deslocamento de trem acaba levando um bom tempo. Saindo do trem o terminal de ônibus já fica em anexo, só seguir as placas. Chegando no terminal é só vc procurar os guichês com os ônibus pra Malaca. Eles saem de hora em hora... quando nós fomos o ônibus partiu beeeem vazio, se tinha 10 pessoas no buzão era muito... e na volta foi mais tranquilo ainda, fora a gente só tinha mais duas pessoas... apesar da pouca procura a passagem é extremamente barata e o ônibus confortável, estilo esses de viagem. Os guichês e ônibus são muito bem sinalizados, não tem como errar. Não compramos as passagens com antecedência, foi na hora ali no guichê. Ainda mais pela pouquíssima procura não existe necessidade de comprar com antecedência... pode ser que isso seja diferente caso vc esteja indo pra Malaca vindo de Singapura.

 

Minha dica de ouro referente a esse ônibus (e aos trens em geral em Kuala Lumpur) é vc levar uma blusa na mochila. Apesar do calor que faz na cidade os caras ligam o ar no talo, mais é coisa absurda mesmo... na volta desse role eu passei um frio do cão que incomodo pacas... nos trens tbm era meio chato o ar no extremo... eu não sou friorento e mesmo assim incomodava... ainda mais por sempre estar de bermuda, chinelo e regata.... acredito que eles ligam o ar tão forte pois na Malasia tem muitos mulçumanos, dai com aquele monte de roupa é o jeito pra aguentar.

 

O ponto final do ônibus é no terminal central de Malaca. Esse terminal não é perto das atrações, então nós tivemos que tomar um ônibus circular até o centro histórico... vc tbm pode ir de taxi, mais nós optamos pelo ônibus pela economia... rápido, eficiente e barato, em 15 minutos estávamos lá.

IMG_20160426_143852093?async&rand=0.9256366423296956

IMG_20160425_095054968_HDR__1_?async&rand=0.8111204995983008

IMG_20160425_100609695?async&rand=0.9249608582710018

 

 

 

 

Postar sobre Malaca pra mim é complicado, pois bem nesse dia me deu uma dor de cabeça daquelas, e não teve dorflex que fez passar... esse lance do ar condicionado dos ônibus me fudeu esse dia

 

Juntando isso ao fator de estarmos próximos ao fim da viagem (rola um pouco de cansaço nesses finalmentes) e tbm de recentemente termos conhecido tanto Parati como Colonia de Sacramento... (recentemente mesmo, coisa de menos de 1 ano).... dai tivemos aquela sensação que era mais do mesmo, coisas que já apreciamos nessas outras cidades... obvio que tem zilhões de diferenças... mais como posso dizer?.... não teve aquela parada que nos surpreendeu... o “diferente” acaba sendo umas das coisas que mais me encanta nas cidades da Ásia... mais sem sombra de duvida essa falta de paixão que tive pela cidade se deve as minhas dores... negocio tava intenso e não dava vontade de ver nada.

 

Eu fiquei curioso pra conhecer o clima da cidade a noite, deve ter uma atmosfera bem agradável.

 

No final da tarde, por volta das 18:30 nos partimos de volta a Kuala Lumpur... o ônibus circular que leva de volta a estação central leva muito mais tempo na volta do que na ida, ainda mais pelo transito da região central nesse horário.

IMG_20160425_164426205_HDR?async&rand=0.4072013178670737

IMG_20160425_165405531_HDR?async&rand=0.6177870825274079

IMG_20160425_165841975?async&rand=0.9579903767663742

IMG_20160425_171805611_HDR__1_?async&rand=0.5348269152437202

IMG_20160425_172941646_HDR__1_?async&rand=0.7738126088913564

IMG_20160425_172835477_HDR__1_?async&rand=0.3697153662735917

 

 

Eu recomendo Malaca se:

1- Vc gostar de cidades históricas... se vc não sabe se gosta visite Parati pra descobrir rs

2- Em todo esse roteiro do Sudeste Asiatico foi um passeio impar, e eu sempre gosto de misturar as coisas... me enche o saco se uma viagem for só praias, ou só templos ou só “insira algo aqui” etc etc... eu gosto de ir mesclando coisas diferentes... e nesse quesito realmente ela foi única

3- É um daytrip barato... fazendo tudo por conta vc gasta muito pouco, então é um role bem em conta... caso vc não goste pelo menos não vai ter gastado horrores com o passeio

4- A cidade tem muitos museus. Se vc gosta de visita-los e ler cada detalhe histórico de uma peça ou imagem vai precisar de bastante tempo. O museu que tem como formato uma Nau portuguesa é beeem legal nesse quesito, muita historia envolvida

 

 

Contras:

1- Trem / ônibus / ônibus e depois andar pacas visitando as atrações... é um role que cansa, não adianta ir morrendo como eu... no final do dia chegamos só o pó

2- São paisagens e arquiteturas que encontramos com certa facilidade em cidades históricas brasileiras. Não vai ser algo que vai te impactar loucamente... eu acho que pra um asiático o passeio acaba sendo muito mais interessante

 

IMG_20160425_151641875?async&rand=0.4868290476993371

IMG_20160425_151807688_HDR?async&rand=0.4911381628654079

IMG_20160425_153416534_HDR?async&rand=0.20004510839612943

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...