Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Leste europeu para inicio de uma grande eurotrip


Posts Recomendados

  • Membros

Prezados,

 

Saí do trabalho recentemente e vou aproveitar o tempo de "férias" para realizar uma grande viagem pela Europa, a ideia é ficar por quase os 90 dias máximos que são permitidos para o turista pelo acordo de SCHENGEN.

Gostaria do apoio dos colegas na elaboração dessa primeira etapa da viagem já que o Leste Europeu não é tão fácil de se locomover como nas partes mais ricas da Europa.

 

Dados básicos da viagem

Pessoas: 1

Tempo estimado: aproximadamente 90 dias

Período: Pretendo ir no final de julho/começo de agosto.

Foco: Cidades históricas/com belas paisagens/cidades com trilhas a pé ou de bicicleta/cidades com boas baladas

 

 

1 - Tendo em vista que devo entrar e sair dos países que estão com o acordo de Schengen, eu teria problema com essas multiplas entradas? Se sim, como eu faço para resolver o Problema inicial.

 

2 - O esboço Inicial do roteiro está aqui, o foco da parte pelo Leste Europeu seria mais pela Croacia/Grecia, aproveitando bem as festas que estiverem rolando por lá nessa época gostaria de uma ajuda para inclusão/exclusão de alguns locais e se possível a quantidade de dias recomendados para cada local.

 

O inicio da viagem está meio nebuloso porque ainda estou pensando por que pais chegar para começar a trip mas dependendo pretendo passar pela Austria(meu medo é em relação aos preços) e Hungria, antes de ir para Croacia.

 

Pensei em chegar pela Alemanha(que já conheço e partir direto para Áustria, talvez no maximo parando na floresta negra que ainda não conheci a região) ou então chegar pela Itália e ir direto para Croacia, mas nesse caso ficaria de coração pesado por cortar Budapeste.

 

Austria - Tenho medo em relação aos preços então a depende de como chegar cortarei fácil o destino.

- Salzburg

- Hallstat

- Vienna( Só por ser caminho para Hungria)

 

Hungria

- Budapeste

 

Eslovenia

- Bratislava

 

Croacia

- Zagrev(Apenas de passagem)

- Plitivice

- Split

- HVAR

- Drubovnik

* Vale colocar mais alguma cidade ou local na croacia?

 

Montenegro

- Kotor

 

Bosnia

- Mostar

- Saravejo

 

Grecia

- Athenas

- Mykonos

- Santorini

 

Vocês fazem alguma recomendação na alteração do roteiro ou inclusão/exclusão de cidades?

 

Depois da Grecia a ideia é ir para Italia/frança/espanha/Portugal mas a especificação do roteiro deixarei para mais tarde.

 

 

Agradeço qualquer dica que seja enviada. ::otemo::::otemo::::otemo::

Link para o post

  • Membros

Olá!

 

Bom, se está preocupado com preços, minha dica é já correr atras de passagens/trens/hostels agora. Veja, você viajará em menos de um mês e pegará a alta temporada por lá: os preços, em geral, já serão mais altos.

 

Sobre por onde chega/por onde sai, eu primeiro procuraria uma passagem e, daí então traçaria um roteiro. Eu não vejo sentido em entrar pela Alemanha se você não ficará por lá - mesmo porque a Floresta Negra está em direção oposta ao seu roteiro.

 

Sobre entradas múltiplas, isso não tem muita importância: a única coisa que nego se importa é quando você sairá do país. Tendo comprovantes, passagem de volta para o Brasil etc tá tudo certo.

 

Fica dificil opinar sobre o roteiro em si pq você não diz quanto tempo ao todo pretende ficar em todos esses lugares. Depois disso você ainda irá para a Europa Ocidental? Italia e França são dois países relativamente caros também, dependendo do que escolher. Veja, 90 dias é uma baita viagem longa e muitos deslocamentos tornam tudo muito mais cansativo. No seu lugar, eu faria "bases" de uns 8/10 dias e, a partir disso, desenvolveria o roteiro. Você pode usar os seus 90 dias todos no centro/leste, incluindo lugares como Polonia e Romênia, por exemplo.

 

Sobre a Austria: sim, é caro. Não sei o que você chama especificamente de caro, mas, em relação à Budapest, por exemplo, é bem carinho. Viena é cidade grande e você ainda se vira mas Salzburg, por exemplo, eu achei um absurdo de caro. Tá, eu só passei algumas horas no centro turístico, mas não me parece que dê pra curtir de boa o lugar. Você esteve em Munique? Eu diria que os preços seriam iguais.

 

Uma correção: Bratislavia fica na Eslováquia, não na Eslovênia =)

Link para o post
  • Membros

Bratislava fica na Eslováquia e não na Eslovênia!!!!

 

Passagens para chegar direto por Salzburg costumam ser absurdamente caras!!!! Passagens chegando por Viena, Praga, Budapeste, Athenas, Munich, Berlin, costumam ser uns US$ 100 mais caras do que se chegar por Veneza, Roma, Barcelona, Madri..

 

Você tem um outro problema, apesar de ficarem pertinho uma da outra, o deslocamento Croácia/Bósnia x Grécia é bem complicado, não existem ligações diretas por terra, e os voos são poucos e geralmente absurdamente caros.

 

Para resolver esta parte complicada entre Croácia/Bósnia e Grécia, o pessoal costuma colocar uma outra cidade grande entre as duas, esta outra cidade pode tanto ser Roma, Barcelona, Amsterdam, Munich, Londres, Berlin... Para estes locais costuma haver uma oferta relativamente boa de voos low-cost diretos e com custo aceitável.

 

Se eu fosse fazer uma viagem para estes locais, eu chegaria por Veneza visitaria a Itália, em Roma pegaria um voo para Santorini ou Mykonos, o que estiver mais barato, depois faria parte da Grécia de barco ou avião, ou que estiver mais barato. De Athenas eu pegaria um voo para Budapeste eu iria por terra para Bratislava, Viena, Salzburg, Ljubljana/Bled, Zagreb, Plitvice, Split/Hvar, Sarajevo, Mostar, Dubrovnik. De Dubrovnik eu pegaria um voo para Barcelona, e faria o restante..

 

Ou então inverter, ir de Roma para Dubrovnik , faria um bate-volta a Kotor, depois iria "subindo", passando por Mostar, Sarajevo, Split/Hvar, Plitvice, Zagreb, Ljubljana/Bled, Salzurg, Viena, Budapeste, esta parte toda por terra de ônibus ou trem. De Budapeste para Grécia um voo e depois um voo para Barcelona ou França

 

Problemas: assim em cima da hora e na alta temporada, as passagens Roma x Dubrovnik, Budapeeste x Grécia, Dubrovnik x Espanha/França e Grécia x Barcelona/França podem ser meio caras, custando entre 100 e 200 Euros...

 

Só esta parte, levando em conta que você vai ficar em média 3 dias em cada local, e o tempo gasto indo de um local para o outro, pelas minhas contas já demandaria uns 50 a 55 dias...

Link para o post
  • Membros

Ou então se fizer questão de pegar o auge da temporada na Grécia e Croácia no começo do seu roteiro, seria chutar o balde, e chegar por Budapeste, ir descendo até Dubrovnik, pagar 200 ou 300 Euros num voo direto para Athenas ou alguma ilha, ou então pagar metade e pegar um voo de 8 ou 10 horas com conexão em Belgrado ou Istambul e depois da Grécia ir de avião para Itália, França, Espanha, etc...

 

Mas um detalhe, Dubrovnik, Split/Hvar, Santorini, Mykonos não são destinos baratos na alta temporada, tudo fica caro, se você ainda exagerar nos gastos das festas, corre o risco de gastar muito dinheiro nesta parte e depois faltar dinheiro para o final da viagem se o seu orçamento não estiver folgado...

 

Uma viagem destas, assim em cima da hora, na alta-temporada, pensando em festas e baladas, 90 dias de viagem, com um monte de deslocamentos potencialmente caros, etc, eu estimaria com um custo entre R$ 35.000 e R$ 40.000, então pense bem se o seu orçamento comporta tudo isto...

Link para o post
  • Membros
Uma viagem destas, assim em cima da hora, na alta-temporada, pensando em festas e baladas, 90 dias de viagem, com um monte de deslocamentos potencialmente caros, etc, eu estimaria com um custo entre R$ 35.000 e R$ 40.000, então pense bem se o seu orçamento comporta tudo isto...

 

Em relação aos gastos estou ciente dos valores praticados nessa época, a ideia de gastos é por ai mesmo, no momento estou limitando a viagem R$60.000, mas na realidade não estou me preocupando muito com os gastos, só estou querendo curtir enquanto ainda sou "novo" e que estou desempregado e estou com tempo pra fazer uma viagem mais longa e com mais mais calma e acho que a a viagem vai ficar longe dessa valor porque vou com foco de curtir os lugares e paisagens, sem muita preocupação com alimentação cara e com museus/atrações pagas.

 

Estou com bastante milha vencendo então a dúvida basicamente é se valeria a pena entrar pela europa para pegar Budapeste, que é um destino que muita gente me recomenda muito, para descer pelo leste europeu até a Grecia, ou se séria melhor entrar pela Itália e pegar uma balsa para croácia e depois descer para Grécia.

 

Outra dúvida que estou é que já tive amiga que fez a Croácia de carro e segundo ela saia basicamente o preço dos deslocamentos de ônibus, essa informação procede?

Link para o post
  • Membros

Ou a sua amiga se enganou, ou é ela muito ruim de contas... rsss

 

Por exemplo, Dubrovnik não tem onde estacionar e é terrível para circular de carro, você tem que deixar o carro num estacionamento subterrâneo, que custa 20 Euros a diária, uma passagem de ônibus até Split custa 15 Euros...

 

Em Hvar, Split e no centro de Zagreb também não entra carro, tem que deixar num estacionamento durante o dia e noite, pagando uns 15 ou 20 euros por diária... Só em estacionamento você gasta mais que as passagens de ônibus, e ainda tem o custo da gasolina, do aluguel do carro, taxa para cruzar a fronteira, se devolver o carro numa cidade diferente tem a taxa de retorno que costuma ser meio salgada, da propina para o policial (me pararam por excesso de velocidade perto de Plitvice, o limite era 60 e eu estava a 70, ficaram "achando" problema e enrolando tanto, até eu concordar em pagar 20 euros de propina... Affff), etc..

 

Mas se o seu tempo estiver curto, ou se você quiser visitar locais fora do circuito tradicional (Dubrovnik, Split/Hvar, Zadar, Zagreb), ou se quiser ir a algumas praias mais afastadas, ou ir a locais com pouco oferta de ônibus, ou ainda se estiver em 3 ou 4 pessoas, mesmo com estes custos adicionais, o carro acaba sendo a opção com o melhor custo benefício.

 

Como falei antes, pegar o carro num local e devolver em outro deixa o custo bem alto, então sempre que possível tente devolver o carro na mesma cidade. Eu fiz Split e Hvar a pé, depois peguei um carro em Split, fiz Zadar, Plitvice num dia e Mostar/Split noutro de carro, devolvi e carro em Split e peguei o trem para Zagreb na outra manhã... Só assim eu conseguir ir a estes 3 locais nos 2 dias livres que eu tinha, mas ficou meio corrido...

Link para o post
  • Membros

Balsa da Itália não vale a pena se levar em conta o custo, conforto e comodidade, primeiro por que você tem que ir a Ancona, segundo, o ferry noturno é caro se você quiser dormir numa cama de verdade e não quiser dormir na mesa do restaurante ou no chão, terceiro, só vai para Split... Somando tudo, dá o preço de uma passagem de avião... Só vale a pena mesmo se você for fazer pela experiência de ter feito algo diferente.

 

Budapeste é um local que fica relativamente movimentado mesmo depois do fim da temporada, já em compensação, Croácia e ilhas gregas ficam bem mais "paradas" do final de agosto em diante, e como você quer locais com festas, e o orçamento não é um grande problema, eu diria para você começar pela Grécia, tente pegar um voo para Athenas, depois faça as ilhas.

 

Das ilhas, veja se consegue chegar em Dubrovnik sem que fique absurdamente caro, depois vá subindo, até Budapeste, para dai ir ir para Itália, França, etc...

 

Assim você pegar a parte mais animada na Grécia e Croacia, e as demais cidades ainda continuam animadas mesmo com o fim do verão...

 

Você locais que não encaixam, ficam muito afastados entre si, então não vai ter jeito, o negocio é separar por blocos, fazer os deslocamentos dentro destes blocos por terra e ir de um bloco para o outro de avião.

Link para o post
  • Membros
Balsa da Itália não vale a pena se levar em conta o custo, conforto e comodidade, primeiro por que você tem que ir a Ancona, segundo, o ferry noturno é caro se você quiser dormir numa cama de verdade e não quiser dormir na mesa do restaurante ou no chão, terceiro, só vai para Split... Somando tudo, dá o preço de uma passagem de avião... Só vale a pena mesmo se você for fazer pela experiência de ter feito algo diferente.

 

Budapeste é um local que fica relativamente movimentado mesmo depois do fim da temporada, já em compensação, Croácia e ilhas gregas ficam bem mais "paradas" do final de agosto em diante, e como você quer locais com festas, e o orçamento não é um grande problema, eu diria para você começar pela Grécia, tente pegar um voo para Athenas, depois faça as ilhas.

 

Das ilhas, veja se consegue chegar em Dubrovnik sem que fique absurdamente caro, depois vá subindo, até Budapeste, para dai ir ir para Itália, França, etc...

 

Assim você pegar a parte mais animada na Grécia e Croacia, e as demais cidades ainda continuam animadas mesmo com o fim do verão...

 

Você locais que não encaixam, ficam muito afastados entre si, então não vai ter jeito, o negocio é separar por blocos, fazer os deslocamentos dentro destes blocos por terra e ir de um bloco para o outro de avião.

 

 

Meu amigo, muito obrigado pelas dicas, está ajudando demais! ::otemo::::otemo::::otemo:: Estava vendo aqui, porque como quero tirar as passagens em milha até o momento o mais pratico que achei foi chegar por Frankfurt(25/07) pegar um ônibus de 50 euros pra budapeste, curtir budapeste e depois pegar outro onibus de 20 euros pra zagreb, mas pelo que tu falou para aproveitar a alta estação da Grecia/Croacia o jeito é arrumar uma maneira de começar por baixo, mas realmente os voos por milha não estão ajudando(por falta de disponibilidade mesmo).

 

Uma dúvida meio besta, tem problema o voo de ida ser por um país e o de volta por outro?

 

Sabes informar se existe algum site que compare todas as empresas de onibus pela europa ou algum que compare todos os meios de transporte(trem/avião/onibus) - Lembrei, o ROME2RIo.com e ele é global ::putz::::putz::::putz:: ? Porque quando viajei aqui pela america latina tinha um site desse tipo que me ajudou bastante.

 

EDIT: Achei passagem pra atenas na epoca boa e no precinho, agora é descobrir como fazer o roteiro de baixo, tens alguma dica da ordem de visitação lá pela Grecia?

Link para o post
  • Membros

Não tem nenhum problema em a volta ser por por outro país, desde que você saia dentro do prazo.

 

Na Europa, a melhor opção é o Rome2Rio mesmo, se não estiver nele, só se for alguma empresa muito pequena ou obscura.

 

Dentro da Grécia, os preços são mais ou menos iguais pelo que eu lembro, não mudam muito entre as rotas, eu daria prioridade em como sair de lá da Grécia, pois de nada adianta você por exemplo conseguir economizar 20 euros fazendo: Athenas > Santorini > Mykonos se depois você descobrir que para sair por Mykonos está 200 Euros mais caro do que sair por Santorini.

 

Ou seja, eu daria uma fuçada no http://www.skyscanner.com para ver de onde é mais barato e fácil ir para o próximo destino seja qual ele for, se é saindo de Santorini, Mykonos... Pesquise vários dias da semana, pois muitas vezes as low-cost não operam todo dia, as vezes é só 2 ou 3 vezes por semana, e como o seu tempo é relativamente folgado, você pode se dar ao luxo de ficar 1 ou 2 dias a mais num local sem prejudicar o restante da viagem se isto significar uns 100 ou 200 euros do economia de passagens...

Link para o post
  • Membros
Não tem nenhum problema em a volta ser por por outro país, desde que você saia dentro do prazo.

 

Na Europa, a melhor opção é o Rome2Rio mesmo, se não estiver nele, só se for alguma empresa muito pequena ou obscura.

 

Dentro da Grécia, os preços são mais ou menos iguais pelo que eu lembro, não mudam muito entre as rotas, eu daria prioridade em como sair de lá da Grécia, pois de nada adianta você por exemplo conseguir economizar 20 euros fazendo: Athenas > Santorini > Mykonos se depois você descobrir que para sair por Mykonos está 200 Euros mais caro do que sair por Santorini.

 

Ou seja, eu daria uma fuçada no http://www.skyscanner.com para ver de onde é mais barato e fácil ir para o próximo destino seja qual ele for, se é saindo de Santorini, Mykonos... Pesquise vários dias da semana, pois muitas vezes as low-cost não operam todo dia, as vezes é só 2 ou 3 vezes por semana, e como o seu tempo é relativamente folgado, você pode se dar ao luxo de ficar 1 ou 2 dias a mais num local sem prejudicar o restante da viagem se isto significar uns 100 ou 200 euros do economia de passagens...

 

Em relação ao translado entre atenas e as ilhas(e entre elas) fazer o trajeto de balsa é considerado imperdível? Ou em caso de voo mais barato é melhor pegar um avião mesmo?

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...