Ir para conteúdo

Trekking Monte Roraima - Fev/2008


Posts Recomendados

  • Colaboradores

Primeiramente pesquisei em agências no Brasil e depois me deram a idéia de pesquisar também em agências da Venezuela. Consegui uma agência de lá bem mais em conta. Combinei que chegaria dias antes para o pagamento (Cancelacion).

 

07 de fevereiro de 2008

Parti de Manaus no meu carro às 8:00 sendo que tinha programado sair às 5:30.

Tudo bem, Manaus/AM - Boa Vista/RR são uns 750Km. Deu para chegar legal. Minha intensão era pernoitar em Santa Helena do Uairén - Venezuela, como a estrada não ajudou tive que pernoitar em Boa Vista mesmo, pois não daria tempo de pegar a fronteira aberta para o “carimbaço”.

 

08 de fevereiro de 2008

Como o tempo estava tranquilo e daria tempo de fazer tudo mesmo, saí de BV as 7:00 e mais 215Km até Santa Helena. Cheguei na fronteira, declarei os equipamentos eletrônicos. Depois na aduana venezuelana carimbo e pronto. Uma parada para abastecer o carro com gasolina a R$ 0,95 (fora da fronteira, dentro da VE, a gasolina chega a R$ 0,06/L). Outra para Cambiar, em SH consegui trocar R$1 por Bf$ 2,40 (Bolivar Fuertes), e agora direto procurar a Agência, pela agência cobravam Bf$ 990,00 no final das constas os 6 dias e 5 noites ficaram por R$ 410,00. Sendo que pela agência brasileira sairia por R$ 1.000,00. O pagamento foi feito tudo em Bolivar Fuertes Bf$.

 

09 e 10 de Fevereiro de 2008

Passei o fim de semana em Santa Helena de bobeira, passeando e tirando fotos.

 

11 de Fevereiro de 2008

Reunião para passar algumas informações: roteiro, comida, como caminhar o que deveríamos levar e o horário de partida.

 

12 de Fevereiro de 2008

A ansiedade sempre bate antes de conhecer algo novo, o monte Roraima foi meu primeiro trekking, não tinha mta noção do que era fazer uma longa caminhada, exceto pelo que havia pesquisado e as pequenas caminhadas pela Facul.... A dificuldade foi o suficiente para eu me apaixonar pelo trekking. Fiz uma pesquisa pelas agências aqui pelo Brasil e na Venezuela. Com certeza é bem mais barato ir com alguma agência da Venezuela. A que eu fui foi bem legal! Havia um guia e carregadores, para as barracas e comida, vc carregava sua mochila, existe a opção tbm só de guia. Consegui entrar em grupo já formado, ao todo o grupo tinha 1 guia e 2 carregadores e 6 trekkers, sendo 2 Brasileiros, 1 Venezuela, 1 Francês, 1 Inglês e 1 Sueco. Foi uma experiência cultural incrível.

O Monte Roraima fica situado dentro do Parque Nacional Canaima e está no território entre os países Venezuela, Brasil e Guiana. A subida é pelo lado Venezuelano.

 

a Saída é de Santa Helena do Uairen - VE

 

20100119180645.JPG

 

 

1º Dia 12/02/2008

Partimos da Agência (em Santa Helena) por volta de 09:00 a.m., em um Jeep 4x4 até uma vila que chamam de Paraitepuy, são aproximadamente 80 km de Santa Helena. Chegando na Vila é o último local onde trafega carro, a partir desse ponto começa o nosso trekking. Iniciando Começa com uma caminhada até que leve, e ainda teve a aclimatação da mochila ao corpo. Avistei a primeira descida, a princípio razoável, mas como estava descendo nem imaginava que viria uma sumida forte. Para quem pensa em desistir esse é o ponto. Não foi o caso do nosso grupo que estava bastante determinado. Depois dessa subida todos pararam para um descanso. Após umas 5 horas de caminhada e algumas paradas chegamos ao acampamento, para nossa “sorte” este ponto estava lotado com um grupo de 15 franceses, então tivemos que atravessa dois rios (Ték e Kukenán) o primeiro era tranquilo o segundo seria pulando entre rochas mas como tinha chovido e o rio estava cheio, tivemos o auxílio de uma corda e um bote. Enfim chegamos ao acampamento, pausa para relaxar os pés um banho numa água congelante, um bom jantar, uma breve apreciada no céu, conhecer melhor a todos e sono.

20100119180853.jpg

Um dos poucos Bosques no meio da trilha

20100119181400.jpg

Atravessia do rio Ték

 

 

 

2º Dia 13/02/2008

Acordamos as 06:30h, levantamos acampamento, tomamos o café da manhã e as 07:30h estávamos com o pé na trilha rumo aos pés do Roraima, depois de uma longa caminha entre bosques, pedras, cerrado e muitas fotos, finalmente chegamos a base antes do ataque. Aqui a temperatura caiu bastante, ainda mais para mim acostumado com o calor do Amazonas...puts... Novamente um encontro com o grupo de franceses e a base ficou lotada. Uma tentativa para um banho com uma água congelante, depois um chocolate quente e mais tarde um bom jantar. A paisagem é impressionante, ver praticamente toda a trilha de cima e depois olhar aqueles paredões de rocha que apareceram a milhares de anos e esculpidos com tempo, me fez refletir bastante e quase entro em transe olhando para eles. Aqui já estamos acerca de 1870m.

20100119181800.jpg

Trilha próximo ao Roraima

20100119182016.jpg

Acampamento aos pés do Roraima

 

3º Dia 14/02/2008

Chegada a hora de atacar o Roraima, a hora mais esperada. Saindo da base passamos por uma mata fechada e nos foi informado que temos uma subida difícil até chegarmos ao paredão e depois iremos contornando até o ponto de subida. Entre encharcado, subida segurando em raízes de árvores e pedras, colamos no paredão. Então pensei, agora é só subida! Mas o caminho continua com altos e baixos. Num trecho subimos uns 100 m e depois descemos uns 60 depois outra subida de uns 150m e outra descida de uns 80m e enfim os 300m finais de muita pedra. Nesse ponto o cuidado é redobrado porque as pedras são soltas e quem vem atrás tem que ter bastante atenção com as pedras que podem rolar. Avancei bem devagar fui curtindo cada momento e tirando muitas fotos. Quando percebi já fui o último a chegar ao topo (≈ 2750m) pequena pausa para fotos, admiração, meditação e um pequeno lanche. Tivemos muita sorte o céu estava limpo não apresentava sinal de chuva e as fotos ficaram lindas. Agora, procurar o nosso hotel (acampamento) ….rsrs. O caminho é sempre pulando entre as rochas. Ficamos por trás de uma imensa rocha onde não batia vento pela frente. Deixamos uma parte da tralha e fomos visitar a praia rosada e o lago que chamam de Jacuzzi, este apresenta águas transparentes e o fundo de cristais. Claro, aproveitei para dar um pulo, mas foi um pulo mesmo, só dá para ficar alguns segundos. Rapidamente fechou o tempo, muita nuvem e caiu uma leve brisa, hora de voltar ao nosso hotel. Café com leite bem quente para espantar o frio, jantar e descanso, para os pés, joelhos e corpo.

20100119182308.JPG

Topo do Roraima

20100119182449.jpg

Lago Jacuzzi

 

4º Dia 15/02/2008

Dia de muita caminhada, tínhamos que conhecer o maior número de lugares possível. Então, em meio a muitos pulos passamos por um lugar muito interessante onde podemos procurar figuras formada pelas rochas e achamos: tartarugas, ursos, foca, a cara de uma moeda, entre outros. Seguimos o caminho e passamos pelo Vale dos Cristais, ponto triplo (lugar da tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana Inglesa), El Fosso (uma grande cratera onde encontramos um lago) e o ponto mais alto do Roraima (2.810m). Vimos muitas plantas interessantes, endêmicas do topo do Roraima. Após 8 horas de caminhada o tempo fechou novamente, mas agora foi uma forte chuva, e retornamos ao hotel.

20100119182756.JPG

Ponto Triplo

20100119182948.jpg

El Fosso

 

5º Dia 16/02/2008

A visita ao Roraima chegava ao fim, hora de levantar o acampamento e partir. Aquele ditado que fala “para baixo todo Santo ajuda” não serve muito não. Comecei a achar que subir foi mais fácil que descer, o peso do corpo mais a mochila força muito o joelho, mas foi suportável e depois de mtos altos e baixos, agora mais baixos do que altos, chegamos ao acampamento do rio Kúkenan e soube da notícia que não ficaríamos lá, tínhamos que aproveitar que o rio estava baixo para atravessá-lo. As tralhas foram atravessadas no bote e fomos do jeito que já estávamos acostumados, pulando entre as rochas. Uma forte subida, uma atravessia do rio Ték, agora tranquila e com ajuda de uma corda e chagamos a última pernoite, após 1h o grupo de franceses se junta a nós novamente. Um bom banho para relaxar os músculos, massagem em uma pequena queda do rio Ték, fotos, jantar e sono.

20100119183208.jpg

Vista do rio Ték

 

6º Dia 17/02/2008

Acordei bem disposto, café, contemplação ao Roraima, pois caminharei de costas para ele, e pé na trilha. Fui um dos último a sair do acampamento, porém acabei dando um ritmo bem forte à minha caminha. E aproximadamente após 4 horas de caminhada cheguei a vila Paraitepuy onde teríamos que pegar o Jeep para o retorna a Santa Helena. Quando cheguei percebi que tinha sido o primeiro e nem me atentei que tinha passado por todos. Aos poucos todos foram chegando. Agora um banho merecido, troca de roupas espera pelo Jeep e rumo a Santa Helena. dia de descanso.

20100119183505.jpg

Dando um até logo ao Roraima

 

No dia seguinte....... como fui no meu carro e consegui deixar em Santa Helena em local seguro, eu, que não sou bôbo, peguei a estrada e fui desfrutar da Isla Margarita, mas aí, já é outra história.

 

Para quem quiser dicas e mais detalhes me add aqui no mochileiros.com ou se preferir add [email protected]

 

fiquem a vontade para fazer perguntas....

 

ah!! quem tiver oportunidade de conhecer não pense 2x.....

 

Para facilitar as pesquisas aqui vai umas agências.

 

http://www.taoexcursiones.com.ve

http://www.aponwaotours.com

http://www.mystictours.com.ve

http://www.rutasalvaje.com

http://www.backparcker.com

 

um abraço a todos,

 

Alexandre

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
Belo relato, Alex. Quanto pesava sua mochila, tem idéia? Dois carregadores por pessoa ou entendi mal? Neguinho levou o que lá pra cima?

 

Cara.... a mochila pesava uns 15Kg.

Os carregadores levaram comida, barracas e material de cozinha. Um deles deixou o material lá no topo e voltou. Ficou somente um dos carregadores e o guia. Cada trakker levava a sua mochila.

Se não, não haveria graça.... já pensou vc livre sem o peso da mochila.....rsrs....

 

Agora eles tem a opção de cada qual com seus problemas....rsrs..... ou seja, só liberam o guia, vc leva sua comida, barraca e apetrechos......

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Tá bem legal o relato Alex.

 

Tenho umas duvidas.

Vc pernoitou mesmo em Sta Helena?

Chegou a pagar qto e onde ficou?

 

A agencia que vc foi, qual era das que vc indicou?

Todo o valor pago para a agencia foi em dólar?

E se vc quisesse contratar um carregador, teria de pagar à parte?

O valor que vc pagou só foi mesmo p/ o guia né?

 

 

 

Abcs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
Tá bem legal o relato Alex.

 

Tenho umas duvidas.

Vc pernoitou mesmo em Sta Helena?

Chegou a pagar qto e onde ficou?

A agencia que vc foi, qual era das que vc indicou?

Todo o valor pago para a agencia foi em dólar?

E se vc quisesse contratar um carregador, teria de pagar à parte?

O valor que vc pagou só foi mesmo p/ o guia né?

 

Abcs

 

Augusto,

 

Vc pernoitou mesmo em Sta Helena?

sim. após ter cruzado a fronteira pernoitei em SH até a véspera do Trekking.

 

Chegou a pagar qto e onde ficou?

a pernoite em SH foi uns R$ 15,00 ou Bf$ 36,00. hotel MIchele

 

A agencia que vc foi, qual era das que vc indicou?

Aponwao

 

Todo o valor pago para a agencia foi em dólar?

Não, tudo foi pago em Bolivar Fuertes Bf$

 

E se vc quisesse contratar um carregador, teria de pagar à parte?

Sim, teria que pagar a parte. Se eu não me engano era uns Bf$ 50,00 a diária

 

O valor que vc pagou só foi mesmo p/ o guia né?

Foi o guia, e dois carregadores que levavam a comida, material de cozinha e barracas

 

um abraço,

 

Alexandre

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...