Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

juliad

Italia, che bella! 16 dias entre Firenze, Bologna, Venezia e Torino sozinha: lindezas sem fim <3

Posts Recomendados

dia 03 - Certaldo e Siena

 

Saí meio que correndo para pegar um ônibus (agora já tava esperta) direto para Firenze. Pela primeira vez nesta viagem entendi (realmente) que a Italia é confusa e a sinalização nem sempre está lá - ou até está, apenas te confundindo.

Depois de chegar num pseudo terminal de ônibus, vi um terminal de auto atendimento e comprei um ticket de ônibus. Não sabia direito que raios de ônibus era nem aonde o pegava, mas fazer o que? Melhor ter esse ticket na mão do que nada.

 

Vi um ônibus escrito FIRENZE. Entrei.

- Questo a Firenze?, perguntei

- Si, ma non e' questo!

- MA QUAL? (percebam que meu italiano é fueda demais)

- NON QUESTO!

 

Pois que surge um cara e me puxa do ônibus de volta à plataforma. Gesticula com as mãos e fala e fala e fala e me aponta outro ônibus.

- Questo a Firenze?

- SI SI ANDIAMO! ANDIAMO!

Sabe lá. Entrei no ônibus sem sinalização nenhuma e o cara ficou lá fora. O motorista parecia saído de uma comedia italia clássica.

- A FIRENZE! FIRENZE, PIU BELLA! SIENA, BAAAAA!

Belezona, tô no lugar certo.

Mas nem todo mundo tinha essa certeza. Um japonês estava atras de mim no ônibus e me cutucou

 

- this one, Florence?

- yep, Florence!

- sure?

- sure, the guy here just...

é claro que o motorista não conteve seu orgulho fiorentino.

- A FIRENZE! FIRENZE, PIU BELLA! FIRENZE, ANDIAMO!

 

também é claro que o japa não se convenceu.

- no Firenze. I go to Florence.

- FIRENZE! ANDIAMO A FIRENZE! IL DUOMO! UFIZZI! DAVID!

 

O japa era realmente desconfiado.

- i dont go Firenze. i go Florence.

Tá, ele era meio burro também. Perdi a paciência.

- FIRENZE IS FLORENCE, SAME CITY. THIS IS THE RIGHT BUS.

 

O motorista já estava meio irritado com aquela desconfiança toda ou talvez só ofendido com a ignorância do cara. Ele não pensou duas vezes e pegou nós dois pelo braço e nos jogou pra dentro do ônibus.

 

- A FIRENZE, CATZO! FLORENCE, BAAAA! FIRENZE ECCO ECCO!

 

O ônibus partiu e o japa começou a suar frio. Perguntou para mais gente lá dentro, mas a essa altura o motorista nem o escutava, porque estava falando mal dele pro pessoal. Non parlo italiano, mas era algo como

 

- MA CHE! MAS ME ATRAVESSA O MUNDO O SUJEITO! O MUNDO! E NEM SABE O NOME DA CIDADE QUE ESTA! MAS FAZ O QUE AQUI, FAZ O QUE? DEVERIA TER FICADO EM SIENA, SÓ O LEVO PRA FIRENZE PQ FIRENZE É MAIS BONITA.

 

O por do sol na estrada foi muito lindo. A Toscana realmente tem algo especial.

 

Eis que o ônibus começa a se aproximar de Firenze e algumas pessoas pedem para descer em alguns lugares. O motorista para para todos. É claro que o japa tava empolgadão nessa hora e foi fazer o mesmo. E é claro que o motorista não gostou nenhum pouquinho.

 

- We in Florence?

- NO! NO FLORENCE!

- But i see, my map.

- SIT! WAIT!

 

Sem dúvidas o japa pensou que o busão só passaria por Firenze e seguiria para outra cidade, sei lá. O cara ficou tenso.

 

- I WANT FLORENCE.

- NO!

 

Eis que o celular do japa toca. O motorista, irritado que só, liga o som no último volume. Está tocando Corazon Espinado do Santana na radio. O japa tenta se comunicar com o amigo no celular. O motorista, que domina espanhol tanto quando eu (ou o japa) dominamos italiano, começa a cantar.

 

-AAAAAAAA CORAZON ESPINADO AAAAAAAAAAAAA CORAZONNNNNNNNN A FIRENZE!11

 

Coisa de louco. Finalmente o busão para na Estação Santa Maria Novella e finalmente o japa respira tranquilo. Ele deve ter reconhecido o território, mas não está tão convencido assim. Desco e ele me cutuca de novo, na rua.

 

- Here is Florence, right?

- No, man - eu digo. Here is Firenze =)))))

 

(espero ter convencido vocês a fazerem o trecho Firenze/Siena de ônibus)

Compartilhar este post


Link para o post

Excelente relato. Parabéns! Sou argentino e graças ao Mochileiros já planejei várias viagens pelo Brasil. Agora estou procurando informações da Itália. Vi que você veio a Córdoba... Eu moro aqui. Tomara que haja desfrutado da cidade.

 

Vou continuar acompanhando... ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post

dia 04 - Firenze

 

Último dia em Firenze e eu já estava com saudades <3

Como já disse, deixei 04 noites para curtir a cidade com relativa calma. Mas, em se tratando de uma cidade turística que é UM PUTA DUM MUSEUZÃO A CEU ABERTO, tive que planeja-las com folga, mas com certa antecedência.

Meu planejamento aqui foi adquirir o ingresso da Galleria Uffizzi com uns 20 dias de antecedência. Se eu recomendo que você faça isso? Recomendo sim, mas tenha TRÊS COISAS em mente:

 

- aqui é Itália, bello. Itália é um caos gostoso que você tem que aceitar. Por isso, não se estresse com horários (chegarei lá logo mais)

- marque o primeiro horário para não sofrer um arrastão oriental nos corredores da Galleria ou precisar esperar uns 10 minutos para CONSEGUIR ver um quadro

- o museu é grande. Se você é rato de museu como eu, estude antes quais salas você quer mais visitar. São muitas, é provável que você deixe passar batido algumas. Reserve umas 3 horas para lá

 

Meu ingresso tinha o horário marcadinho lá: 8h30. Mais ainda: mandava chegar com meia hora de antecedência. Eu, caxias que sou, engoli o meu café e o meu canolo (o primeiro de muitos, ô delícia de doce siciliano) e me demandei pra fila.

 

Senhores, que fila. Que. Fila. 8h. 8h10. 8h30. 9h. A fila não saia do lugar. O museu não abria. O mar de gente já chegava quase ao Rio Arno e nada, na-da daquilo andar. Vi grupos passando na frente e indo láaa pra dentro. Vi pessoas vendendo lugar mais pra frente. Vi gente desistindo. 9h20. 9h30.

 

598ddc4a49de0_2016-09-2808_55_47.jpg.2757c57cdee09ea12ba876be5d8980cb.jpg

Vou colocar foto do canolo porque fiquei um bom tempo pensando que deveria ter pego mais uns 78678678 para comer nessa maldita fila.

 

Veio uma moça ~agenciadora~ vender passes especiais. "Conheço um cara que conhece um cara". "Cola na minha que cê passa de ano". "Ixxx essa fila aí ó, cês num entra antes do meio dia não". Trambiqueiro a gente que é brasileiro reconhece de longe. Como os bons-selvagens americanos não, ela ganhou uns bons 30 euros por cabeça com o papinho.

 

Deu 10h e a fila andou de vez. Nem cinco minutos e eu já tava lá dentro, colocando bolsa no raio x e apresentando o ticket. Eis q

Na parede tinha um papel escrito que, devido a uma reunião extraordinária, o museu só abriria 10am naquele dia.

...claro que não recebi nenhum email sobre e CLARO que ninguém comunicou nada na fila. Itália é Itália, bello.

 

598ddc4a605c0_2016-09-2810_19_45.jpg.20d8b84e7d95cd3ffdebb962f8bd5138.jpg

Eu tenho uma coleção de selfies na porta de todos os museus que visito. Virou mania. Em todas elas eu estou sozinha e o nome do museu consegue ser super bem lido. É claro que no Uffizzi eu não consegui fazer o mesmo.

 

Sobre o museu: não é só enorme e conta com um acervo inacreditável como também a sua arquitetura interna é impressionante. O plus a mais é que ele está em Firenze, o que significa que: tem vista de Firenze para quando você se encher das obras.

A Galleria Uffizzi existe desde a renascença. Isso significa que o espaço tem mais de 500 anos. Você provavelmente conhece dois dos quadros mais famosos que estão ali: o Nascimento de Venus de Boticcelli e o Bacco do Caravagio. Mas é claro que tem muitas outras obras importantíssimas por lá. Como disse, entre no site e leia um pouco sobre.

 

A sala do Boticcelli é, sem dúvidas, a mais cheia. É onde caiu o balão e geral fica lá fazendo selfies. Duas coisas legais sobre a sala:

- Foi feita uma versão 3d do Nascimento de Venus para pessoas com deficiencia visual. Li que acabaram de fazer uma do Beijo do Klimt no museu em Viena também. Nunca tinha visto algo do tipo, achei o máximo

- Uma semana depois que voltei de viagem, o Uffizzi inaugurou essa sala, agora reformada. Mexeram nas luzes, no recuo dos quadros, enfim: o que era bão ficou mais mió.

 

Outro passeio legal que pode ser feito no Uffizzi (mas agora está interrompido, acho, até o final de 2016) é a visita ao Corredor Vasari. Quem viu o filme Inferno (eu vi e odiei, mas enfim: aqui não é site de filmes) vai se lembrar que os dois uma hora fogem do jardim (Boboli), entram num corredor e chegam ao Uffizzi.

Pois: você PODE fazer esse passeio, se agendar com antecedência e, claro, SE ABRIREM. O tal corredor é, na verdade, uma passagem que algum nobre usava para chegar aos jardins, já que ele não gostava de se misturar com essa gentalha fiorentina.

 

Dicona: muitas igrejas, museus e palácios na Italia tem muitas passagens secretas, lugares não liberados para o público em geral. Tratam-se de construções antigas com MUITA história e, por isso, o pessoal do turismo dá a possibilidade de você fazer uma visita agendada, guiada e quase que exclusiva - por uns eurinhos a mais. Recomendo que vocês dêem uma olhada: eu fiz uma visita dessas no Palacio Doge em Venezia e foi uma das coisas mais legais. Logo logo eu conto.

 

598ddc4ae3154_2016-09-2810_44_12.jpg.64e27425b45973fb3ea0048492124db2.jpg

Firenze all around

 

598ddc4a7a336_2016-09-2810_30_50.jpg.3da946d69fee2d7b599df3a682839ff1.jpg

Tem tanto quadro que eles não tem nem onde pendurar.

 

Outra coisa legal do Uffizzi é a cafeteria, com uma bela vista para o Duomo. O café é uma fortuna (se você sentar, em pé sai 1 euro), mas a vista é impagável.

 

Como disse, programei de pegar o horário de abertura do museu para não trombar com massas e massas de grupos de turistas. Mas, como também disse, o bagulho só abriu 10am e foi um estouro da boiada só: conclusão, museu lotadasso.

Algumas salas consegui ver com tranquilidade, mas em outras a massa de turistas realmente incomodava. Não consegui entrar na sala do Caravagio - esperei uns 5 minutos!!! e, quando entrei, esperei mais uns 10 para o guia chinês e sua trupe sair de frente dos quadros. Uma pena.

 

Confesso que fiquei com uma preguicinha dessa bagunça e acabei saindo do museu antes do que esperava. Mas enfim: Firenze tá sempre lá (apesar dos terremotos!) e eu ainda voltarei =)

 

598ddc4b054f2_2016-09-2812_14_42.jpg.71178d190daf6fedcbe5db2317404f25.jpg

Gelato de coco da Venchi mais do que merecido. Trombei com essa gelateria em todas as cidades que fui e, se você estiver em São Paulo, pode curtir o seu gelato no Eataly daqui =). A Venchi tá sempre lombada de turistas e vende chocolates pra lá de caros, mas tudo parece ser/é delicioso.

 

Saindo do Uffizzi vi um poster dizendo que o meu ticket dava direito a 50% de desconto em uma outra exposição que já tinha sacado nos dias anteriores. Foi pra lá que eu fui.

Compartilhar este post


Link para o post

Muito bom.... Pode mandar mais! RSS

Duas perguntinhas:
Pretendo ficar uns 18 dias e vou focar mais na natureza ( Litoral, ilhas e montanhas). Vou fazer de norte a sul.
Vc q vale a pena locar um carro, ou de trem e ônibus é rápido e atende bem?

Valeu..

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.



×
×
  • Criar Novo...