Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

_maya

É possível viver mochileiro?

Posts Recomendados

... é!

Quando eu entrei no Mochileiros, a minha primeira frase foi: "oi, gente, tudo bem?"

e a segunda foi: "não consigo juntar dinheiro pra nada, pq gasto tudo em viagens".

E desde então, nada mudou, hahaha!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eita que isto tah virando uma sessão de terapia em grupo! "mochileiros anônimos".....

_Meu nome é Adriano, tenho 39 e sou viciado em viajar.....não tento e não quero parar.....huahuahuaha!

Agora pra cair na estrada direto, vou ter que esperar uns 15 anos......só quando me aposentar! hauahuahaua!

 

Milena, não falei mal do Woody, só disse que me senti num filme dele, comédia de neuróticos!

 

Íh, acho que assustamos o maya....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Complicado dar algum tipo de conselho ou opinião sem colocar nosso viés pessoal.

 

_maya, acho que vale a pena se fazer 3 perguntas:

 

- Você quer sair pelo mundo ou apenas está de saco cheio da vida atual? Veja se não está buscando uma resposta errada pra um problema diferente. Às vezes seu problema pode ser resolvido com um trabalho diferente, que dê mais oportunidade de viagens, menos escritório, que não seja Horário Comercial. Pela sua curiosidade sobre ONU e OEA, quem sabe a resposta não é por aí?

 

- Você quer sair viajando ou se estabelecer em outro lugar? Acho que faz uma bela diferença. Uma coisa é não ter um "porto seguro" e outra é simplesmente mudar sua "base" pra outro país. Isso pode ajudar até a responder pra onde ir. Na Europa, você tem bem mais facilidade de arrumar bicos que permitam juntar uma grana e viajar. Na América do Sul, talvez você seja mais itinerante.

 

- O que você pretende pra sua vida em 5 ou 10 anos? Aquela velha pergunta de entrevista de emprego, mas é pertinente. Você se mostra preocupado com montar um patrimônio, juntar uma família e tem que ver se os objetivos são excludentes ou não. Agora, se não conseguir de jeito nenhum responder a essa pergunta, talvez a viagem seja a resposta.

 

 

Só mais dois pitacos:

 

- Sobre a questão de confortos e perrengues. Uma coisa é passar isso numa viagem de 20 ou 30 dias e outra é passar anos assim. Teve um casal de australianos que conheci no trem de volta de Machu Picchu que estava viajando havia 11 meses e passariam ainda mais 1 mês antes de voltar pra casa. Já tinham rodado o mundo inteiro e a América do Sul era a última perna da viagem. Por mais que estivessem curtindo a viagem e se divertindo pra caramba, o que mais sentiam falta era de ter um lar, um lugar esperando por eles. Mesmo tendo a casa deles esperando na volta, estava difícil aguentar o fim da viagem, com saudade das suas coisas: a cama, o banheiro, a cozinha, as roupas, os livros. Estavam sem referência. Mas, não se arrependiam nem por um instante.

 

- R$ 15 mil, na melhor das hipóteses vai te garantir 1 ano de vida América do Sul, se você for beeeeem econômico. Seria viver com pouco mais de R$ 40 por dia, o que certamente já o limitaria em termos de passeios e hospedagem, que costumam ser os itens mais caros (já estou supondo que você viajará quase sempre de carona). Em 2 ou 3 anos de viagem, você pode certamente se dar ao luxo de parar meses em algumas localidades, podendo juntar uma grana. Então, procure ver desde já, quais são os seus talentos que permitiriam ganhar dinheiro: cozinhar, guiar grupos, ensinar línguas, consertar computadores, montar websites, sei lá. Tem muitas cidades por aí que têm carência de mão de obra especializada e quanto maior o "valor agregado" daquilo que que você faz melhor. Não vá com a idéia de "qualquer emprego", pois esses só pagam bem na Europa, onde ninguém quer fazer. Aqui, pra fazer qualquer coisa, tá cheio de gente disposta a ganhar muito menos do que o que você precisa pra viajar.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Viagem como fuga da realidade (é Adriano, virou terapia mesmo rsrs)

 

Não creio que funcione. Se você não está feliz aqui não adianta sair pelo mundão sem rumo, isso não vai te ajudar. A não ser que nunca ter feito algo do tipo seja o motivo da sua infelicidade.

 

Fugir não adianta, resolva seus problemas.

 

Se o namoro terminou arranja outra, não precisa dar a volta ao mundo !!! (ainda bem que a Gí nunca lê o que escrevo aqui rsrsrs)

 

Desapego à rotina

 

Rotina sempre tem uma definição pejorativa, mas na minha concepção nem sempre é assim. Eu gosto de chegar do trabalho, pegar um livro e um copo de refri e sentar no sofá só com o abajur ligado, aquele silêncio, só eu e o universo. Não preciso estar no cume do Aconcágua para entrar em estado comtemplativo.

 

Gosto de ir no mesmo restaurante japonês toda semana.

Gosto de ir ao cinema 2 vezes por semana.

Gosto de ir ao parque 1 vez por semana.

Gosto de fazer uma trilha sempre que posso.

Gosto de ir na livraria cultura com a Gí e ficar horas fuçando as prateleiras, quase toda semana.

Gosto de ir na galeria do rock, quase todo mês.

Ou ligar a TV na Discovery Channel (nossa, eu não viveria sem Discovery).

 

E acreditem, eu sou muito feliz !!!

 

Tem gente como o Xaliba que é totalmente desapegado à rotina, ou melhor, avesso, e prefere viver sem saber o dia de amanhã, e isso é questão de gosto.

Ele vai vivenciar coisas que eu nunca vivenciarei, mas posso chegar perto viajando de forma comum, de forma planejada.

 

Desapego ao luxo

 

Como já foi citado antes, ficar 30 dias no perrengue é legal, agora 1 ano é diferente. Novamente digo que é um preço que se paga por vivenciar coisas que os que gostam de segurança nunca vivenciarão.

 

Trabalho no exterior

 

Nos países desenvolvidos tudo bem, agora nos sub aqui da América ... não tem emprego nem para os nativos, que dirá para os estrangeiros.

Quem pretende uma mochilada no estilo ''trabalhando e viajando'' nas Américas vai enfrentar problemas.

 

O Xaliba é uma rara exceção de viajante sem rumo que conseguiu trabalhar e se qualificar aos mesmo tempo, pois a maioria só consegue emprego bunda.

 

Tenho um projeto de especialização na escola de gastronomia ''Le Cordon Bleu'' de Lima para daqui 3 anos. Já estarei casado e um pouco mais estabilizado. Depois não sei se ficarei por lá ou irei para outro país. Mas é tudo PLANEJADO.

 

Viagem Planejada X Se jogar no mundo

 

Concluindo, ainda acho que a moderação é a chave.

 

O cara que se joga no mundo vai vivenciar coisas que eu nunca sonharei, em contrapartida vai abrir mão de uma série de coisas por isso.

 

Ainda sim posso vivenciar experiências parecidas em viagens planejadas, mas não com o mesmo tempero de aventura. Quero deixar claro que não sou um tipo de turista ''CVC' adepto de pacotes, e sim que posso vivenciar uma aventura no período de 1 ou 2 meses com a grana contada.

 

Eu faria ?

 

Isso seria totalmente viável aos 18 anos. Na verdade, acho que todos deveriam fazer !!!

Com 28 não me acho velho para tal façanha, mas minha vida tomou um rumo e não posso largar meus projetos agora. Quero me especializar e constituir minha família.

 

Gosto é Gosto !!!

 

abraços

 

Rodrigo

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

andre amaral, Pela foto percebo que vc é mergulhador, certo?

pois entao.. tb sou mergulhador.

Alias, minha vida inteira (nesses 25 anos) foi pautada no lazer, aventura, esportes, enfim.

sou escalador, andava de skate, capoeira, muay thai, o mergulho, etc.

 

agora imagina alguem que curte fazer isso travado num escritorio?

de fato a pergunta para minha resposta pode ser um pouco menos estusiasmada.

ja pensei em prestar concurso para bombeiro ou avançar minha certificacao de mergulhador para Dive-master e fazer disso a minha vida. profissoes relativamente normais e que envolvem a natureza, o lazer, a ação..

 

A vida outdoor me fascina.

E olha que eu estou falando isso um dia apos sofrer um acidente de moto, pra vc ter ideia.

ontem, o pneu da moto estorou numa curva. resultado: todos os dedos dos pe direito quebrados.

Mas isso o tempo cura. Já outras dores so pioram com o passar do tempo.

 

Dei a bobeira de "cair" no convencional e atualmente trabalho na area que me formei, sou designer.

tenho um salario rasoavel, mas, sinceramente, sinto que estou perdendo 8 horas diarias da minha vida sentado em frente ao PC dentro de um escritorio.

me sinto como um passaro com as asas quebradas (pra dramatizar um pouquinho)

 

Eu nao consigo responder o que eu quero a medio-longo prazo. mas uma coisa é certa:

NAO ME VEJO TRABALHANDO COM ISSO DAQUI HA 10 ANOS, ENTENDE? ficaria louco.

nao mem vejo com quarenta trabalhando da mesma maneira. (já que o papo agora é sobre quarentoes)

 

nao preciso de muito dinheiro pra viver.

minha felicidade é preenchida com coisas simples.

constituir familia? claro que sim. sou doido pra ter meu muleque e escalar, mergulhar, jogar bola ou viajar com ele.

Mas isso farei com uns 30 anos. Ou seja, quero aproveitar o tempo que ainda resta nessa tal juventude sem filho.

 

Enfim, sou inquieto.

Prentendo realmente me desligar da empresa no 2o semestre.

vou preparar uma viagem "semi-planejada" de alguns meses (ou de 1 ano) e tirar a prova dos nove.

experimentarei os dois lados da moeda. Se me adaptar a nova vida "bicho-solto", bola pra frente que o resto virá facil.

Se nao der certo. Acredito que eu tenho tempo para errar e voltar um pouco atras, mas dessa vez, com mais bagagem.

 

abraços

 

PS: Registrei na ONU em busca de trabalhos humanitarios. mas 99% deles precisam de ingles fluente.

Tenho um ingles mediano que dá pra um certo gasto, mas fluente é outra historia. ê coisa!

o negocio é me jogar na AM. L.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

fala rodrigo, eu tb tive emprego bunda na ingla, mas consegui juntar uma grana, e viver la por si so me trouxe o aperfeicoamento q eu precisava - eu ja tinha estudado q nem um camelo aqui no brasil antes de ir pra la - e dai depois fui pro egito trampar por la, ganhando mal mas fazendo o q eu mais gosto na vida, mergulhar.

 

Realmente vc matou em cima, eu sou avesso a rotina mesmo, qdo o q faco fica mecanizado eu perco o tesao e tenho q achar outra coisa, mas como falei ainda nao me estabeleci profissionalmente de forma solida como freelancer - q eh minha meta - mas estou tentando e ainda vou continuar lutando por isso por no minimo mais 10 anos. Meu plano B eh se tudo der errado e eu nao conseguir 'estabilidade' como freela eu vou fazer concurso pra virar diplomata e me conformar com isso, fazer o q!? Mas eu prefiro assim do jeito q estou agora e saber q tenho liberdade de vazar a hora q eu quiser, ir e vir qdo quiser, mesmo q eu nao ganhe muita grana, mas agora eu tenho um plano pra fazer a $$ entrar - q eh trabalhar como interprete - pq tudo q eu fiz na vida ate hoje foi muito legal mas nao paga bem, ja como interprete a coisa eh beeem diferente. Mas como tava falando, so de mergulho eu tenho mais de 1.000, se vc pensar q em media um mergulho nao sai por menos de 100 pau, eu teria q ter tido no minimo do minimo 100.000 reais pra fazer o q ja fiz, fora outras tantas viagens q ja fiz a trabalho pra lugares incriveis (diversos lugares da mata atlantica, bonito, pantanal, amazonia, quase todos os principais pontos de mergulho da costa brasileira, egito). Mas isso eh meio q uma sindrome, vc nao faz isso pq acha bacana e pronto, pq tb nao eh facil viver assim com essa duvida - se vc esta fazendo a coisa certa -, de forma total outsider, vc so faz isso pq nao consegue fazer outra coisa, o q me motiva nao eh so a vontade de fazer, mas a insatisfacao de pensar em ter um trabalho comum.

 

Eu passaria ANOS vivendo perrengues pelo mundo... o meu maior sonho/meta da vida eh ter uma casa flutuante movida a vento = veleiro, pra ficar rodando e mergulhando pelos mares do mundo.

 

E se nao der certo pelo menos eu tentei... prefiro morrer assim e pobre do q rico de grana e triste de vida - falo por MIM, nadissima contra qquer outro estilo de vida - o importante eh ser feliz, ou ao menos morrer tentando :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Brow... cara tenho esse mesmo sonho só que com menos grana e pelo visto a galera já deu a idéia que a grana é o fundamental para vc se manter.... estou pensando em começar de leve fazer algumas viagens pelo Brasil... conheço tão pouco do meu pais , não quero ir pra fora sem conenher o meu... bom a idéia é ficar algum tempo em cada cidade e trabalhar para se manter.... se vc ainda estiver pensando em viajar e precisar de uma companhia para insentivo... me add ai... quem sabe da para viajar... msn: [email protected] ;;;; boa sorte;;;;

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu penso que não vai só pela questão do apego, mas passa pela idéia do depois, de como ficará a nossa vida após uma trip dessas de 3 ou 4 anos.

Somos levados a crer que para sermos felizes temos que ter carro, casa, dinheiro, etc. Perdemos muito tempo perseguindo isso e, às vezes, acontece de deixarmos passar a vida diante de nossos olhos. Aí, acontece o que aconteceu no caso que o amigo narrou aí em cima.

Creio que se deve aproveitar à vida, mas a prestação, aos poucos. O que você conhece em 5 anos, pode conhecer em 30, se for viajando aos poucos.

Tenho um amigo que mochilou por muito tempo e quando voltou tava fora do mercado, teve um trabalho danado para se reencontrar na profissão. Por isso não me arrisco nessas empreitadas de tanto tempo.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Brothers and Sisters!!!

Desculpem-me se de alguma maneira fui redundante, más não achei nada falando a respeito disso. Hoje sem qualquer sombra de duvida a internet eh um meio pelo qual se consegue tudo.... e honestamente, até ganhar dinheiro fazendo o que gosta... Eu andei pensando sobre isso, más não tenho bagagem o suficiente para iniciar um projeto desse tipo... Acredito que você, por ser mergulhador pode e deve iniciar algo do tipo.

Há relatos de pessoas que juntaram todas as informações que dispunham com relação a determinado assunto e fizeram um blog... no seu caso seria sobre suas aventuras e dicas de lugares, equipamentos e afins a respeito de mergulho ou qualquer outra coisa relevante... (pode ser até um blog sobre aquilo que você faz no trabalho ow sobre aquilo que você estudou para ser... sei lah... a fonte eh você que decide) Se o material for bom e proveitoso, com um conteúdo confiável e plausível você ganhara vários acessos, você pode aumentar seus acessos divulgando em comunidades, ouros blogs, aqui no mochileiros.com e talz... eh um plano a médio prazo... Mais c der certo e você angariar patrocínio para seu blog ( o que é muito comum hoje em dia) você poderá sair do trabalho e viajar, buscando novas fontes de matéria para seus posts... uma vez que isso acontece, a inércia cuida de tudo. Dês de que o site seja atualizado constantemente ele mantêm visitas constantes... você poderia fazer reuniões e convidar os interessados a irem em um mergulho com vc por diversão... assim alguns verão o quao voce é experiente ou apenas bom para se manter uma relação... e quando algo é bom... ai deslancha de vez.... seja no boca a boca ow no Google...

Dessa maneira voce pode trabalhar escrevendo e publicando artigos, o que nao demana um grande apego ou gasto de tempo, visto que vce pode sentar com um PC durante a noite, depois de ter surfado, mergulhado, desbravado e escrever um otimo artigo a respeito dos equipamentos novos no mercado, sobre os luares que voce esteve, sobre os animais que encontrou etc...

 

CLARO QUE FALANDO AQUI FICA FACIL... FALAR É SEMPRE MAIS FACIL QUE FAZER... MÁS EU ACREDITO QUE CONHECENDO AS PESSOAS CERTAS E FOCANDO NESSE OBJETIVO NAO TEM ERRO... POR MAIS QUE NAO DE CERTO, NAO É UMA GRANDE QUANTIA INVESTIDA (A NAO SER PELO TEMPO GASTO)... MAIS ESSA EH UMA OPÇAO... ESTA AI... para QUEM INTERESSAR, ESSE PODE SER UM DOS CAMINHOS...

ABRAÇO A TODOS E BOAS TRIPS...

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...