Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

_maya

É possível viver mochileiro?

Posts Recomendados

[align=]sabe aquele dia que tudo e todos estão contra vc(pelo menos é o que vc pensa),e de repente meia noite se pega assim como se folheando e encontra algo desta natureza,nos dá a certeza de que a vida é algo mais,nos oferece algo mais.

valeu a todos.

forte abraço.

::cool:::'> ::cool:::'> ::cool:::'> ::cool:::'>[/align]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oie!

Gostei do tópico do "M.A"

Maya é um sonho e tanto, mas acredito que não existe uma regra, tenho uma amiga que foi pra Europa em sul da Espana arrumou um trampo por um tempo em um parque natural -acabou conhecendo pessoas - viajou , saiu da Itália e cruzou mares em embarcação pequena até o Caribe trabalhando como cozinheira. Antes disso foi pro Egito e casou com um Argentino e voltou fazem alguns anos e tem filhos agora. Se vc tem vontade, vai nessa!

 

Mas concordo com Adriano, importante sempre ter reserva. Acho importante poupar. Se acha q tem pouca grana, junte mais, adie seu sonho e amadureça a idéia e qdo for vai na certeza e não esqueça de contar depois. OK?

 

Bjos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Poxa pessoal, liberdade e o que passa pela minha cabeça....

Tenho 25 anos, e to no inicio da facu, pq mudei de curso, sou um pouco indeciso, tenho me descoberto um cara muito instável, achei que eu queria tudo muito programado, mas na verdade esse não sou eu, mas eu curto muito ser assim, sou feliz assim, pelo menos ate agora 

To planejando uma viagem durante um ano ou mais, to querendo fazer isso daqui uns 3 ou 4 anos, agradeço a Deus, pois sou servidor publico então e tranqüilo a questão do trabalho e so pegar uma licença que pode ser ate de 3 anos, eu acho.rsss mas pode, então tenho sonhado e amadurecido essa idéia, quando eu leio esses relatos me sinto cada vez mais encorajado a viver essa aventura, e o que eu preciso de verdade.

Comecei a trabalhar em novembro desde la já viajei 3 vezes e amanha to indo novamente...kkkk eu não ganho muito, mas to conseguindo mais ou menos pq acabei de fazer as contas e to devendo pacas... mas preciso juntar uma grana pra realizar esse sonho dessa viagem imensa, acho que não e uma simples viagem mas a oportunidade de crescer muito como pessoa, vamos la galera vamos lutar pelos nossos sonhos....

Acho muito chato esse negocio de viver todo dia parecido com o outro, sei e concordo com que a galera falou que e legal estabilidade para uns e tals, mas cada um e cada um, o que e ótimo pra vc pode ser uma merda pra mim...

Enfim so que registrar minha concordância com a incerteza da verdade que poderemos encontrar nos olhares, lugares e em nos... fui longe..rss

Ah, vou colocar meu msn: [email protected] adc ai galera vamos trocar idéias, desilusões, alegrias e principalmente nossas loucuras... falows

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Foi o homem de Quio quem disse a coisa mais bela: a geração dos homens é como a das folhas. Acolhem, todavia, nos ouvidos este conselho mas não o aceitem no seu coração. Todos guardam as esperanças que nascem no coração dos jovens. Enquanto dura a flor dos anos, os mortais andam de coração leve e traçam mil planos irrealizáveis. Ninguém pensa na velhice ou na morte. E enquanto têm saúde, não curam da enfermidade. Insensatos os que assim pensam e não sabem que para os mortais é breve o tempo da juventude e da existência. Aprende tu isto e, meditando no fim da vida, deixa a tua alma gozar um pouco de prazer. ::toma:: Faça uma boa viagem pela américa do Sul ou Central com parte do dinheiro viaje o tempo necessário para colocar a cabeça em ordem e pensar melhor no que fazer, acho que vc está insatisfeito é com seu tipo de trabalho, quem sabe quando vc voltar da viagem as coisas mudem e vc tenha uma nova perspectiva de vida e de futuro? Viajar é muito bom, conhecer lugares, pessoas, adquirir cultura, porém viagens muito longas podem cansar as vezes, e é sempre bom ter para onde retornar, família, amigos, trabalho, em fim um porto seguro. Eu investi grande parte de minha vida em estudo, trabalho e em construir uma boa casa, passei em cinco concursos públicos e tomei posse em dois, onde trabalho, e mesmo assim consigo me programar e fazer entre três a quatro viagens por ano, curto e aproveito a vida com os pés no chão, faça o que achar melhor aproveitando um pouco de cada conselho aqui dado para vc, e espero que tome a melhor decisão. Um forte abraço do amigo Mochileiro. Crocodilo dundee. ::prestessao::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, me emociono toda vez que releio os posts desse tópico e leio os novos! Se bem que tem horas que me sinto mal por pensar essas coisas "diferentes", por causa de alguns posts, mas logo em seguida vem uma pessoa massa com idéias massa e aumenta ainda mais a minha empolgação e determinação! ::love::

 

A minha viagem vai sofrer um atraso de alguns meses (mais trabalho pra juntar mais grana!), mas não passa de 2010!

 

Galera, desculpa aí pelo "otimismo utópico", mas tem alguma coisa no ar! O mundo não perde por esperar! hehehe ::otemo::

 

Abraços a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, muito foda esse tópico.

 

Li todas as mensagens com calma e parabenizo todos pelos depoimentos.

 

São 22:55 e amanhã acordo as 6:00 da manhã para trabalhar, como a maioria por aqui, mais um dia de rotina ::vapapu:: (ou mais um dia para juntar grana para viajar como alguém falou nas mensagens anteriores,rs). Agradeço pelo trabalho que tenho, mas com certeza várias vezes já passou pela minha cabeça largar a rotina e sair e me aventurar em outros trabalhos em lugares e países diferente. Enfim, nada muito diferente do que a galera já falou anteriormente.

 

Quem sabe um dia...e que não demore muito...

 

Abraços ::otemo::

 

Alex Santos

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha, confesso que não tive paciência de terminar de ler todas as respotas, e por esse motivo vou tentar não enrolar muito também.

 

4 anos atrás fui para a Austraia. Cheguei lá com visto de estudante, sem inglês, com AU$2400.00 no bolso e claro a passagem de volta também.

O primeiro visto era só para passar 8 meses e passei 3 anos e 10 meses. Em dois meses voltarei para lá. Quer saber o porque?

Vá para algum lugar onde será fácil de ganhar dinheiro. Onde exista trabalhos casuais e por ai vai.

Aprenda a trabalhar com o que você gosta de fazer. Eu era programador, mas na Australia começei lavando pratos, fui garçon, bar men, barista e hoje em dia também começei como fotógrafo.

Invista no que você gosta.

Desde quando eu deixei o Brasil vivo sem nenhum luxo. Acordo super cedo para trabalhar, muitas vezes durmo tarde, não tenho residencia fixa e por ai vai. Mas normalmente eu trabalho uns 3 ou 4 meses e enão viajo. Na vez que eu passei 6 meses trabalhando levei minha mãe para viajar comigo. Nos fomos para París para nos encontrarmos ( eu fui de Sydney e ela de Belo Horizonte) onde passamos 3 dias e então passamos para a Thailandia onde passamos 4 semanas curtindo.

 

Resumão: Viva sem luxo, minimize suas contas a pagar, cozinhe sua própria comida sempre que possivel, sempre sorria pois essa linguá é mais entendida do que qualquer outra, esteja disposto para trabalhar ganhando pouco para aprender novas coisas e então depois ganhar mais, tenha um pé de meia para emergências físicas, trabalhei onde a moeda valha mais e gaste onde vale menos.

 

E entregue na mão de Deus, pois quando você está sozinho, quebrado, dormindo em um internet café com sem dinheiro para renovar o visto vencendo em 1 mês é nele que você confia. E ele te dará o que for bom.

 

Qualquer coisa... estamos ai.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Maia,

 

Quando se está viajando as maiores despesas são com a locomoção e estadia. As refeições são relativamente baratas, se você não for exigente e sofisticado quanto a cardápios, mas mesmo assim, se você tivesse a oportunidade de você mesmo preparar suas refeições, sairia ainda mais barato.

 

Tenho quase certeza de que a única maneira de você fazer altas "trips" com pouco dinheiro, tendo que se manter sem uma fonte de renda, seria viajar de veleiro, pois além da locomoção ser a custo zero (afinal, o "combustível" é o vento!), você já esta na sua casa, onde você mesmo cozinha (peixe é gratuito, bem como as frutas que se encontram nas ilhas, e se tem a oportunidade de fazer escambo de peixe e outros frutos do mar por gêneros que você não tenha grana para comprar!).

 

Quanto aos itens que você não tenha como arrumar (óleo diesel, por exemplo, que se gasta muito pouco), taxas de vistos de entrada, alfândegas, etc., sempre há a oportunidade de se fazer passeios "charter" no seu veleiro com turistas nos diversos portos por onde passar.

 

Recomendo a você a leitura do livro "AVENTURAS NO MAR", do saudoso e falecido HELIO SETTI JR., que passou cerca de quatro anos em viagens em torno do planeta, em um veleiro com o sugestivo nome de "VAGABUNDO" (hehehe), se mantendo com trabalhos ocasionais, levando turistas para passear, fazendo escambos de mercadorias, etc. (o livro custa apenas R$32,00 no SUBMARINO.COM.BR), onde ele relata suas aventuras neste mundão.

 

O único problema seria você comprar o veleiro, que custa cerca de R$50.000,00 (um 27" já dá para fazer estas viagem, mas existem pessoas que fazem a mesma coisa com veleiros menores, de 21", 19", etc...), mas penso que se você encontrar outras pessoas de confiança que queiram fazer o mesmo projeto, poderia comprar o veleiro de sociedade e viajarem juntos (como o Helinho fez!).

 

Mas só te peço que faça a viagem de qualquer maneira, para não chegar aos 52 anos (como eu!) com a frustração de só ter trabalhado para criar filhos, sustentar mulheres, acumular patrimônio que não te diz nada e não viver a vida da maneira que gosta... Lembre-se da música "Deixemos de coisas e cuidemos da vida, senão chega a morte ou coisa parecida e nos arrasta moço, sem ter visto a vida..."

 

Um abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Genteeee! Que tópico lindo! ::love::::love::

Me deu até vontade de sair correndo do escritório e sair sem destino! ::lol4::

 

Quem nunca teve vontade de largar tudo e sair com a mochila nas costas? A dois anos atrás eu entrei na mesma "crise" e quaaaaase larguei tudo e segui viagem com um casal de amigos mochileiros que estava passando aqui pelo Brasil, mas nada que algumas horas de reflexão me fez perceber que não era tão simples assim.... enfim.

 

Mas acho sim que dá pra fazer isso. Conheço um britânico chamado Alan, mais conhecido como DJ AJAM, que perdeu os pais em um acidente de carro em Londres, se viu sozinho (era filho único), com uma casa, carro, bens etc. Um ano depois da morte dos pais ele vendeu tudo (tudo mesmo), juntou algumas coisas em uma mochila e nunca mais voltou pra Londres! Isso já tem 6 anos. Ele já viajou o mundo inteiro, como ele é DJ, sempre toca em festas nas cidades onde ele passa e com isso vai ganhando seu dinheiro para as próximas viagens... Ele fica geralmente 1 ou 2 meses em cada lugar... sei lá. Pra ele deu certo.

 

@Maya, acho que você deve sim seguir os conselhos de algumas pessoas aqui e juntar mais dinheiro e dai sim se aventurar... se você quiser isso de verdade, com certeza tudo vai conspirar ao seu favor! ::cool:::'> ::cool:::'>

 

Ah, o Alan sempre ficava hospedado na casa de CouchSurfings, raramente pagava hospedagem... isso é uma vantagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sabe o que eu acho estranho? Pessoas totalmente diferentes e desconhecidas terem ideais parecidos... Há pouco tempo achava que só eu era a "louca", desisti por muito tempo dos meus sonhos por medo do desconhecido e também por pressão familiar, ouvi coisas do tipo, "você estudou quatro anos pra ficar vagando por aí?". Por isso fui escondendo o desejo e a vontade de ver o mundo embaixo do tapete, porque achava que não merecia me livrar das amarras que foram impostas a mim. Pode parecer um tanto filosófico, mas é a mais pura verdade, acabamos ignorando nossos sonhos por conveniência. Por incrível que pareça, nesses últimos quatro anos, as únicas vezes em que me senti feliz foi longe de casa, fiz viagens pequenas, com conforto e sabendo que depois de 10 dias voltaria pra casa, mas já li aqui no Mochileiros que é assim que se começa, a coceirinha vai ficando cada vez mais incontrolável até que finalmete passa a insuportável e você simplesmente vai... Espero que os comichões se iniciem logo, porque do jeito que as coisas andam, ou viajo ou murcho! Acho que é possível viver mochileiro, desde que esse seja seu ideal de vida, não precisa ser um ideal definitivo, mas momentaneo enquanto a vontade dure. Vou fazer 25 anos, quem sabe aos 30 tenha estórias pra contar???

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...