Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

_maya

É possível viver mochileiro?

Posts Recomendados

Olá ^^

Eu já fiz isso duas vezes, a primeira durou quase dois anos eu tinha 20 e poucos, vendi meu carro enchi uma mochila com tudo que me servia (pouca roupa, material de desenho e xilogravura) fui até a Via Dutra em São Paulo e iniciei a viagem com o objetivo de chegar a Manaus, encontrar um trabalho e comprar o equipamento fotográfico necessário para começar minha carreira de fotografo, porque com pintura eu não conseguia pagar as contas.

Quiz ir devagar, de carona, conhecendo o Brasil.

Só que lá pelo norte da Bahia meu dinheiro já tinha quase acabado porque, bah! eu gastava^^

Então peguei mesmo um ônibus até a ultima cidade antes do rio Amazonas, Belém do Para.

Lá eu conheci pessoas maravilhosas que me convidaram a ficar por uns dias e foi então que conheci um artesão, pulseiras brincos colares etc... Pedi que me ensinasse, fomos juntos comprar o material necessário e viajamos para Manaus.

Eu paguei minha passagem no navio (de segunda) ele, apareceu do nada quando o navio já tinha partido...

Em Manaus eu comprei uns colares daquela pedra, ágata, desmanchei-os e juntando coisas naturais como espinhos conchas e madeira fazia coisas que vendiam muito bem.

Tão bem que podia pagar estadia barata e umas caldeiradas de tucunaré por ex ^^

Pude também mudar o foco da viajem e prosseguir, rio acima até o Peru e voltando pela trans-amazônica percorrer o nordeste todo até voltar a São Paulo

Vocês podem imaginar que no meio de tudo isso que resumi, mil coisas aconteceram, que meu caminho cruzou o de muitíssimas pessoas ótimas e más...mas isso é muito texto para este espaço ^^

Claro, a carreira fotográfica decolou, iniciando com uma maquina fotográfica comprada a prestação e terminando varios anos depois com meu estúdio fotográfico, tendo feito capa da Veja, trabalhos para agencias publicitárias importantes etc..

Daí Europa, vendi o estúdio todinho até o ultimo flash e parti.

Fiquei na europa, mais na Itália, por 18 anos onde fui fotografo, tive estúdio de Computação gráfica e por último Web design.

A 4 anos voltei ao Brasil e agora mesmo, semana que vem vou partir para o nordeste, encontrar um lugar, abrir um bar na praia, iniciar uma carreira política, plantar um jardim, não sei, mas é por aí.

Porque isso? Porque um dia iniciei a me mover.

É possivel? Sim é só começar ^^

Sorte na tua viagem e.... mmmm... trilha SÓ o caminho que dita o teu coração...

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Broder, linda historia, inspiradora, especialmente pra galera ai mais 'pe no chao'!

respect!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera na real so novo, tenho 19 anos, mas uma das coisas que mais gosto é conhecer lugares novos, culturas novas, pessoas diferentes todas estas coisas.

Estou na faculdade , e vou começar agora minhas viagens em todas as férias até me formar. Por min saíria agora em uma viagem pelo mundo fazendo bicos e coisas do tipo. Mas primeiro vou me formar pra depois fazer isso e enquanto isto vou fazendo viagens de 1 ou 2 meses dependendo da situação. Minha opinião é que cada um ve o mundo de uma maneira diferente , e o sente de modo diferente. E é por isso que é tão bom viajar e conhecer novas culturas. Depois de me formar vou começar minha viagem onde pretendo morar e conhecer desde a Inglaterra até a África , ficando as veses até 3 meses em uma cidade para juntar dinheiro ir para outra em outro país e assim ir conhecendo o mundo. Viver nos lugares mais remotos e diferentes possiveis. Claro que muitos vão achar que é pura besteira o que estou falando , mas quem é que pode saber o que vem pela frente , e se por acaso vou encontrar o local para viver com a minha familia em algum país distante ninguem sabe o futuro e para quem não tem medo de arriscar , e não tem como principal motivo de viver ganhar dinheiro para ter uma casa e comprar objetos caros , roupas caras , o que resta a fazer é botar o pé na estrada e procurar o que busca. Não discartando a possibilidade de voltar no primeiro ano , ou de querer ficar no primeiro país que passou. E pra terminar a história do nosso amigo ai de cima é fascinante e é como ele falou , o negócio é seguir o que o coração sente e cabeça manda ^^.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O post já tem um tempo desde a primeira mensagem, o Maya retornou?

 

Só para adicionar, vi mais de uma vez um pessoal comentando sobre a possibilidade de unir as viagens "sem rumo" à necessidade de ganhar algum dinheiro e se manter com algo para a próxima parada através da ONU, OEA, etc.

 

Há uns dois anos atrás passei por algumas coisas ruins e tinha a mesma perspectiva do Maya. Já tinha entrado antes em algumas roubadas nessa história de nômade caindo no mundo, então fiquei calejado. No final, busquei a mesma possibilidade levantada pelo pessoal e que comentei acima. Eu me alistei para Darfur e Serra Leoa como voluntário. Na época tinha 24 anos e há uma série de exigências sobre as quais eu só tive informações depois de já ter me inscrito! Por exemplo, uma delas, era ter pelo menos 25 anos.

 

Só ano passado (hoje tenho 26) entrei na fila de espera. E, caramba, já mudei muitas coisas no peito desde então. Tanto que estou revendo o projeto.

 

No entanto, eu serei voluntariado lá fora. É algo que farei. Ponto final. Amigos próximos ficaram bastante preocupados. Voluntários MORREM em Darfur. É um risco sério. Nossa, Serra Leoa tem melhorado, mas a coisa ainda é perigosa.

 

Voluntariar-se lá fora e adotar um guri aqui. Tirar da rua! São dois planos que realmente coloco como meta. Eu cheguei a passar no IRBR para diplomacia e na última fase... medrei. Queria pôr a mão na massa! Também tenho sérios problemas com a vida no escritório.

 

Mas para não desviar muito da razão da minha postagem, eu só queria mesmo avisar ao pessoal que tenho algumas informações sobre o assunto e posso repassar alguns links. Dei uma buscada rápida (estou atrasado pro trampo!) e não encontrei um tópico atual sobre o assunto. Fica aí a dica.

 

Para pessoas com espírito de aventura e querendo conhecer muitos lugares diferentes, não ligam para o desconforto e possuem, acima de tudo, uma vontade de ajudar os outros (porque a gente sabe o quão ruim as coisas são aqui, mas pessoal, de verdade, lá fora tem coisa que só vendo de perto), os organismos internacionais são realmente uma boa opção.

 

Mas, como disse, é preciso informar-se. E muito. Por exemplo, há cargos para a UNESCO em que você ganha razoavelmente bem para os padrões Europeus - o que significa muito bem para os nossos padrões! E você ainda vai estar lá fora. E não é campo de refugiado! É com burocracia. Mas é fazendo algo que você sente ser a diferença para muita gente.

 

Hoje trabalho com comércio exterior, mas minha graduação é em tradução. Há excelentes oportunidades para tradutores nos organismos internacionais. Há vagas para ser simplesmente assistente nos campos. Ajudando a dar aulas de inglês. Às vezes você vai só limpar crianças! Mas crianças que tiveram partes do corpo amputadas, que os pais foram mortos na sua frente quando ainda mal andavam. Crianças de 14 anos que desde os 8 pegavam em fuzis para matar treinados como soldados de guerrilha, roubados da família ainda bebês...

 

Por isto que, é importante dizer, não basta querer viajar. Às vezes não basta nem só querer ajudar. É preciso saber se realmente suporta o tranco. Muitos dos cargos dos organismos internacionais de ajuda exigem que você tenha pós-graduação, experiência na área, algum dinheiro inicial para o início da viagem. Você recebe remuneração, mas eles não pagam sua passagem, por exemplo. Pelo menos não na maioria das vezes, o que é outro erro cometido pelo pessoal, o de achar que é a legião estrangeira e eles te colocam no avião até onde você queira ir para virar militar.

 

Aliás, nem a Legião Estrangeira faz isto. Tenho dois amigos que pensaram na Legião. Um era só fogo de palha. O outro, entrou. E passou maus bocados. Mas hoje ele tem entrada garantida na Europa e ainda mudou de nome (!!!) graças à Legião.

 

Enfim, é preciso separar (e os próprios organismos filtram isto quando você peleja pela oportunidade de se alistar) o desejo de viajar do de ajudar. É uma boa combinação, mas é preciso ir porque se deseja ir! E há riscos. Mas há um bom suporte também.

 

Quem se interessar pode me mandar uma PM. E se houver um tópico específico sobre o assunto, editor, favor mover a postagem.

 

De resto, espero que todos nós nunca deixemos de ir atrás. Mais do que conseguir, ir buscar! O espírito da viagem para o outro lado do mundo precisa ser o mesmo para ir até a padaria da esquina: coração aberto para receber o inesperado! Que venha para se aprender, arrepender ou regozijar!

 

Aloha!

 

Henrique Silva

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acredito que é possível viver mochilheiro sim!

Acho que muitos sonham com uma vida de mochileiro, mas poucos tem coragem de se desprender da sociedade e realizá-lo.

O melhor exemplo para esse caso com certeza é do famoso Christopher McCandless (se você não sabe quem é e se diz um mochileiro, sugiro que pesquise esse nome e leia ou assista "Na Natureza Selvagem"). Chris era um típico jovem americano que estava cansado da vida rotineira que seus pais levavam e a falsa felicidade que eles tinham com sua estabilidade. Ele decidiu largar tudo e conhecer o mundo. Claro, não estou dizendo que você deve seguir o mesmo exemplo que o cara, até porque a viagem dele durou dois anos apenas até sua morte por inanição. Meu conselho é pegar as idéias boas desse cara, pois com certeza ele tinha um ideal muito inteligente e de liberdade completa.

 

Torço por quem fizer essa viagem e espero receber notícias, pois sem dúvida tenho pensamentos aventureiros deste tipo e sempre é bom trocar experiências!! Valeu :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa galera!! Beleza???

 

Então, eu já frequento esse site há alguns anos e já consegui informações valiosas aqui!!! Porém meu irmão encontrou esse tópico e achou que eu devia ler ...realmente valeu a pena, muito interessante!!! =] !!!

 

Eu acho que você não vive mochileiro ou se torna mochileiro, você é mochileiro! É algo que vem de dentro e que já está contigo antes de você pensar nas grandes viagens!!! A sua forma de ver o mundo, as coisas que você se preocupa e as que você não dá a mínima, todas elas compõem a pessoa que você é e inclusive o que uma viagem significa pra você. Eu lembro em 2005, um sábado de manhã em que minha mãe entrou no quarto e disse pra mim e pro meu irmão, "Meninos, hoje nós vamos fazer umas compras pra vocês!" , a resposta imediata, claro, foi: "Ah mãe, a gente vai dormir mais um pouco..." no que prontamente ela disse "Eu não estou perguntando!!!" =) !! Claro que saímos e fomos com ela num shopping qualquer!!!! Agora o mais importante dessa história é que naquela mesma manhã faziam aproximadamente uns 2 anos que eu e meu irmão não comprávamos nada, NADA! A nossa vida é muito mais focada em experiências do que em bens, e só compramos coisas quando realmente precisamos e claro doamos a roupa/artigo/produto que não precisamos mais, porque ter 2?? =] !!

 

Meu maior sonho por um bom tempo foi juntar na casa de 10.000 libras e viajar o mundo por uns 4-5 anos, por terra, incluindo trabalhos voluntários e pagos!!! Eu não consegui fazer isso, ainda, mas consegui tantas coisas que nem sei dizer!!! Há 3 anos atrás eu e meu irmão largamos as nossas faculdades e fomos pra Inglaterra com dinheiro para ficar apenas um mês e meio! De lá até aqui muita coisa aconteceu, viajamos bastante e nesse momento estou escrevendo de Auckland, Nova Zelândia, onde chegamos tem uma semana para começar tudo de novo!!! =] !!! Detalhe, chegamos aqui, depois de 23horas de viagem sem ter lugar pra dormir!!!

 

Como muitas pessoas falaram, o importante é ser feliz!!! Ahh mas e a faculdade?? Não sei, não to pensando nela agora, to querendo na verdade que pare de chover pra eu dar um rolé na cidade!!! Ahhh mas e o futuro??? Cara, se eu tivesse chegado há uma semana atrás e tivesse ido pra Christchurch eu poderia ter morrido naquele terremoto, não?? Aí eu teria perdido tempo demais pensando no futuro em vez de viver o presente!! Essa frase parece manjada, mas você realmente vive o presente?? A partir do momento que eu parei de pensar no que eu queria fazer e passei a pensar no que eu estava fazendo, tudo mudou!!!

 

Não sei . . .tenho vários amigos no Brasa, formados que ainda não conseguem sair da casa dos pais! Tenho vários que acham que sou louco e vários que queriam estar fazendo a mesma coisa!!! Então é possível? Cara, é muito possível!!! Basta você querer, basta você querer!!! Não tem ninguém te impedindo, tem? Você vai ser preso se seguir os seus sonhos? Não, você vai ser preso se for refém dos julgamentos dos outros!!! Se um dia você chega e fala "Eu agora gosto de punk rock" ou "Eu agora sou PT" ou "Eu agora sou gay" ou "Eu agora sou economista", a quem mais isso interessa a não ser você mesmo? E se você falar "Eu vou pegar os meus 15 mil contos e botar os pés na estrada" ?!?!?!

 

Acabei desviando de leve do assunto!! O importante é que você não vai saber se não tentar!! Simples assim! Pode dar tudo errado e na primeira cidade nego te sequestra e rouba tudo que você tem?? Pode!! Pode dar tudo certo e tu encontra uma norueguesa gatinha num albergue na Bolívia e vocês se curtem e viajam uns 2 meses juntos até ela partir e você decidir fazer um voluntariado em La Paz?? Pode!!! Agora é contigo....

 

Fica na paz, mantenha uma energia positva e um sorriso sempre!! Você não acredita até onde eles podem te levar! =] !!

 

Abraços e beijocas

 

Gui

 

OBS: Eu e meu irmão escrevemos um blog com todas as nossas aventuras desses últimos 3 anos!!

 

O blog é http://www.mytb.org/twans mas temos um post específico sobre viagens de longa duração que vale a pena ser lido. Foi o começo de tudo . .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa, vou falar, meu sonho é fazer uma coisa doida assim.

Já morei fora 1 ano, na Finlandia, mas ainda não foi o suficiente, não foi o que eu queria pois não tinha 100% de liberdade, apesar de ter morado com uma familia bem legal!

 

Não muito tempo atrás li a história de 2 'meninos', que foram pra Portugal passar 6 meses e na hora de voltar não queriam. Eles estavam sem grana, são publicitários, então arrumaram um hostel e convenceram o dono a deixar eles lá vivendo por 6 meses e em troca eles faziam a divulgação do hostel e toda essa parte. Conseguiram estagio em uma das maiores agencias de publicidade de Portugal (e do mundo) e com esse dinheirinho que ia entrar eles pagam comida e tal. Ficaram mais 6 meses em Portugal assim ::otemo::

Loucuras que deram super certo.

 

Morro de vontade de fazer uma mala e ir pra Europa e quando chegar lá pensar o que fazer, ainda mais tendo cidadania, passe livre por qlq tempo.

 

Acho legal pegar essa grana e investir em uma viagem, ou em UMAS VIAGENS, mas ao mesmo tempo, é sempre bom ter um lugar pra voltar né..não da pra conciliar os dois? :mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

daew galera

venho lendo esse fórum a algum tempo hoje resolvi postar alguma coisa..(minha contribuição e um pouco da minha vida)

Finalmente marquei minha ida pra Europa sempre quis sair por ai "mochilando", mais sempre adiava uma hora era namorada a outra era trampo e agora me decidi

inicio de março estou desembarcando em Portugal e de la sem rumo pretendo visitar alguns amigos pela Europa e ver o que rola.

Bom alguém vai perguntar o que me levou a fazer isso, bom dos meus 15 aos 20 anos as únicas coisas que importavam era festa, mulher, surf, "quebrar coisas" podia ter comprado um carro com a mesada que ganhava dos meus pais e meu emprego de meio período mais não, gastava tudo em festa não me arrependo de nada as vezes alguns amigos dizem pow cara tu já podia ter comprado um carro tens 23 anos pow eu com 19 tenho meu carrinho e taus eu virava pra ele e dizia bom eu com 23 anos já fiz tanta coisa que tu nesse ritmo n vai fazer ate os 30 anos.

Terminei o terceirão comecei a fazer farmácia parei vi que n era pra mim estudar o dia inteiro n tinha como parece que me matava por dentro sei la "olhar pela janela e ver aquele sol brilhando sem nenhuma nuvem ou brisa altos swell entrando" não teve jeito tranquei e disse pros meus pais vou viajar tinha ganho uma moto ia vender a moto e viajar, mais meu pai disse tu escolhe trabalha, estuda, ou se alista no exercito, já que não tava com saco pra trampa, e estudar resolvi entrar no quartel fiquei um ano La e sai ate gostei, mais realmente não era o que queria, ai bele decidi fazer vestiba pra sistemas de informação passei faço o curso ate hoje, no começo da facul ate o 3 semestre levei com a barriga soh ia pra bar e festa, trabalhava no xerox da faculdade por que n corria atrás de um trampo na área ai uma coisa mudou conheci uma menina que morava em Natal é Natal RN ai ela conseguiu fazer o que todas as minhas outras namoradas não deram conta me colocar nos eixos hehehe ainda sou louco, curto surfa, meio largado, mais já tinha mudado minha visão ja pensava no futuro mais era fóda ela morava la em natal, e eu em sc então a gente se via quase uma vez por mês mais faltava alguma coisa, eu queria ir muito morar la mais faltava coragem larga tudo assim era foda apesar de n ter nada ate que a gente acabo terminando por causa da distancia e taus então eu fiquei pensando todo ano dizia dessa vez vou fazer minha viagem n vou mais ficar nessa com medo e nunca ia, mais dessa vez a resolvi tirei meu passaporte agora to fechando sobre a passagem e desse ano não passa :) hehehehe, minha mãe me chamou de louco por que to largando tudo assim, logo agora que estava com um emprego bem estável na área do meu curso que falta um ano pra terminar ganho razoavelmente bem, mais chega em um ponto que não tem como suporta realmente eu sempre senti que faltava alguma coisa sei la tenho muitos amigos mais sempre me sentia deslocado faltando alguma coisa então já decidi minha primeira parada Portugal visitar um amigo que ta morando la e depois só deus sabe hehehe

 

Conclusão disso tudo é, se a gente ficar nessa vou não vou vai chegar uma hora que o tempo vai passar e não vai ter mais volta ai fica aquela coisa na cabeça, bah si eu tivesse ido como teria sido o que teria acontecido pow se n der certo volta no meu caso vou voltar pra minha família começar tudo de novo, já comecei uma vez posso fazer novamente e como meu pai diz sempre, pro profissional bom e esforçado sempre tem alguma coisa.

 

Detalhes da minha viagem

 

*primeiro pais Portugal

*proximo talves Amsterdan(ainda não sei)

*passagem comprada apenas de ida mais já tem um dinheiro reservado apenas para a passagem de volta caso eu decida voltar.

*todo matéria necessário mochila, cartão de credito(tenho algumas duvidas referente a isso ainda estou pesquisando a melhor forma), dinheiro reserva vou levar 2 mil reais para as semanas iniciais em Portugal.

obs.: sei que esse dinheiro não da pra nada mais o que eu pretendo é chegar no local ficar o mínimo de tempo parada e procurar qualquer bico pra me sustentar

e assim conhecer a cultura do local, as pessoas, a cidade e assim por diante não quero luxo e tbm sei que vou trabalhar em coisas do tipow garçom, faxineiro, mais é isso mesmo que quero experiência de novas atividas sem luxo.

 

tenho algumas duvidas ainda principalmente com o visto por que vou tirar soh pra entrar em Portugal no inicio como turista, e depois vejo o que faço

mais já li em alguns tópicos que é interessante tirar alguns vistos ainda aqui no Brasil, não soh do local que tu vai desembarcar, mais dos outros paises que vai visitar

 

 

Desculpem se ficou meio confuso(nunca fui bem em redações) e com erros de português mais é que sou horrível pra escrever.

 

abraço a todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gente...histórias absolutamente incríveis e apaixonantes...poeticamente falando, são pequenos roteiros de cinema, que se encaixam e se entrelaçam qual linhas conjuntas de cachecol de lã abraçando o nosso frio mundo...que legal!!!

Quanto à pergunta principal...sinceramente, não tenho certeza...acho que isso varia demais de pessoa pra pessoa, de ideais, de objetivos, do íntimo de cada um...cada cabeça é uma sentença, cada mente uma torrente... tenho um primo que sempre fez isso na vida e só se lascou até hoje...

Acho que todo mundo já teve essa fase da vida, de um dia decidir jogar tudo pro alto, mandar todo mundo ir tomar no cu e ir pra puta que pariu (principalmente onde a gente trabalha!!!!), cair na estrada e seja o que Deus quiser...sou um cara que gosta muito de viajar, só não o faço com maior frequência por compromissos familiares (minha mãe é doente e muito dependente de mim...) e profissionais, me sobra pouco tempo pra me dedicar mais...

Há pouco mais de dois anos, tive um episódio de uma arritmia cardíaca súbita, causada provavelmente pelo stress incessante do dia-a-dia...fiz uma série de exames e os médicos não encontraram nada de errado...então, quando acontece algo assim na vida da gente, você começa a pensar no que fez, no que não fez, e começa a se desprender mais das coisas materiais...venho de uma família de italianos, que vieram para o Brasil no final do século XIX, para trabalhar na cultura do café no interior São Paulo, eu e meu irmão fomos criados à moda antiga, mais austera...o que nunca nos impediu de buscarmos nossos objetivos.

É isso aí, gente, um pequeno desabafo deste novo amigo, que gosta de conhecer pessoas, de conversar, de sentir calor humano, de dar boas gargalhadas sentado ao redor de uma fogueira, de um fogão de lenha, num pomar, numa cachoeira...

 

Abraço a todos!!!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...