Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
bstorquato

Minha horrível experiência como voluntário no Ondaroad Beach Hostel em Praia a Mare, Itália

Posts Recomendados

Para ajudar nas contas da minha viagem de volta ao mundo eu trabalho em hostels de vez em quando. Algumas vezes como volutário, em troca de hospedagem e comida.

 

Em uma dessas vagas, a qual achei que seria um sonho de trabalho, tudo acabou se tornando um pesadelo. Confiram como foi essa experiência:

 

Quando consegui essa vaga eu pensei: Caralho isso não poderia ser melhor, consegui um lugar na praia pra passar o verão Europeu, com águas azuis e cristalinas, calor e várias atividades pra fazer. Bom, isso é verdade, a cidade em si é muito bonita e tem muita coisa pra fazer.

 

O hostel também é bom, jardim bacana, boa estrutura, ambiente legal e perto da praia. O problema pra mim, e para os outros voluntários, foi a dona, a qual eu descrevo como egoísta, gananciosa e irresponsável. Ela fez com que minha estadia no hostel se tornasse a pior possível, me senti como um empregado sendo explorado e não um voluntário.

 

Alguns exemplos:

 

  • - Primeiro de tudo, ela nos fazia trabalhar muito mais do que o que foi acordado. Eram 3 turnos, manhã, tarde e noite. Em todos os turnos o hostel deveria ser totalmente limpado como se fosse um hotel 5 estrelas, e isso inclui: 3 banheiros, 5 quartos (19 camas), sala, cozinha e jardim, além disso, o turno da manhã tinha que ajudar a fazer e servir o café da manhã e o turno da noite fazia o mesmo com a janta. Tudo isso em apenas 4 horas. Isso era a rotina comum, mas quase todos os dias tinha extras como cortar a grama, cuidar do jardim, etc.
     
    - Caso você esquecesse alguma dessas coisas ou não fizesse corretamente ela era totalmente estúpida falando coisas do tipo: “É tão difícil assim fazer o que eu peço?”
     
    - Ela faz de tudo pra ganhar mais dinheiro. Quer usar a internet? 1 euro. Quer mais uma xícara de café no café da manhã? 1 euro. O irmão dela fornece cadeiras de praia de graça para os hospedes do hostel, mas ela fala pra eles que é 1 euro e que tem que pagar pra ela. Concordo que o hostel é o negócio dela, mas tem um limite.
     
    - Ela faz de tudo pra economizar. Uma vez ela derrubou a salada de um dos hospedes e ao invés de fazer outra ela simplesmente colocou no prato e serviu. Geralmente não deixa que usem os AC e quando deixa, ela acorda no meio da noite, desliga, e no outro dia fala que desliga sozinho porque a rede não aguenta. Economizar é importante, mas não a ponto de tirar o conforto dos hóspedes.
     
    - Ela deixou o hostel na mão de nós 3, 3 voluntários que estavam lá a menos de 2 semanas, e vou viajar pro Havaí por duas semanas em plena alta temporada. Isso até seria tranquilo se nossa rotina continuasse a mesma, que já era puxada, mas não, tivemos que começar a fazer check-ins/outs, cobrar e cuidar das planilhas do hostel, ou seja, trabalho de gerente.
     
    - Além das coisas que já citei, enquanto ela estava fora ela vendia mais camas do que o hostel tinha, e ai pedia pra gente colocar os hóspedes em barracas no jardim. Um exemplo: Chegou um casal que tinha reservado um quarto privado com cama de casal, tiveram que ficar em uma barraca. Pagaram menos, mas mesmo assim.

 

Esses são alguns exemplos do que aconteceu e acontece nesse hostel, e sobre o caso das barracas, quando fomos conversar com ela que estávamos desconfortáveis de fazer dessa maneira a resposta dela foi a seguinte: “O hostel é meu e eu gerencio ele da maneira que eu quiser”.

 

Totalmente irracional.

 

Pra mim é impossível trabalhar com alguém assim, tive diversas discussões com ela e na última eu não aguentei mais, tive que sair. A razão pela qual eu estou trabalhando em hostels é pra economizar e pra me DIVERTIR. Trabalhar em hostels pode ser uma experiência incrível se você estiver num lugar bacana e com gente boa.

 

Na minha opinião, são pessoas como ela que fazem esse tipo de experiência se tornarem horríveis. Eles tem que entender que voluntários NÃO são empregados, eles existem pra ajudar no que é possível e também aproveitar o lugar.

 

Meu conselho pra todos os voluntários de hostel por ai: NÃO fiquem em lugares assim, simplesmente saiam, se o dono não dá a mínima pra você, por que você daria pra ele ou pro hostel? Não é a sua responsabilidade. Aproveite sua viagem e SE DIVIRTA!

  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  


×
×
  • Criar Novo...