Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Peru Pacífico - 9 dias - Lima/Ica/Nazca/Cusco


Posts Recomendados

  • Membros
::hahaha:: conta mais :lol:

 

Eu tenho viagem marcada para o Peru no início de Maio/10 mas já estou em contagem decrescente... ::hahaha::

 

Obrigada e bjs

Pandora Sandra de Portugal ::kiss::

 

Oi Pandora, nossa, que coisa boa hein?! Se for à Cusco não esqeuce de acompanhar a desobstrução das linhas de trem até Machu Picchu. To quase acabando o restante do relato, to postando mais hoje.

 

Abração e boa viagem viu! Ainda bem que Portugal é bem ali né!v :mrgreen:

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 55
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros
Estou no aguardo para a continuação do seu relato, haha, está divertido e com certeza vou utilizar algumas informções para a minha viagem.

Eu vou em Janeiro de 2011, logo depois da virada, e a cada relato que eu leio ou guia que eu pego surgem mais e mais e mais dúvidas, porque será meu primeiro mochilão fora do Brasil...então estou com dificuldades pra definir transportes, como levar dinheiro, trocar dinheiro, e como considerar algo caro ou barato(hotel, comida, etc)...haha, porque varia demais!

 

Meu trajeto será LIMA-ICA-NAZCA-AREQUIPA-CUSCO, em torno de 25 dias.

Mas eu pretendo tirar Nazca porque não estou TÃÃO interessado no sobrevoo(pelo preço), e ai iria de ICA direto para Arequipa, é possível esse trajeto ou tenho que dormir em Nazca e ir de lá?

 

Olá TMariano! Rapaz, eu já tava acabando de te responder quando a internet no meu trampo foi pro espaço. O raiva viu! Mas vamos lá, vai mesmo. O importante é q vc tem muito tempo. Se for de avião, pesquisa sempre, como disse lá na parte de passagens, fica de olho, pq as empresas aéreas não tem muito nexo não. De uma hora pra outra aparece uma passagem barata. Eles mudam de um dia pro outro o preço.

A melhor dica é que à medida que vc for lendo os relatos e tópicos vá anotando tudo. Pq às vezes vc naum anota e quando precisa lembrar não sabe mais onde leu. Ver o preço de táxi de um lugar pra outro é importante pq no Peru é na base da conversa, intaum se vc tiver uma base, vai ser fácil negociar. O dinheiro pra levar é critério seu, mas eu levei tudo em dólar e naum me arrependi. Aquelas cintas ridículas que a gente coloca em baixo da cueca saum ótimas. Vc deixa nos bolsos só o q vc trocar, sei lá 200 dólares, separa nos bolsos. pq se de tudo acontecer uma tragédia, q naum vai acontecer, nnguém vai fuçar em baixo das suas calças. Sobre o que é caro ou barato tb é pessoal. O importante é vc anotar os vários restaurantes que conseguir ver aqui, com os endereços e preços. Hostel e hotel a mesma coisa. Uma coisa importante é vc perceber que os diversos relatos q tem aqui saum feitos por gente de todas espécies (kkk) gente com dinheiro, sem dinheiro, com muito dinheiro e tal. Saiba o quanto dinheiro vai poder levar e aí vá definindo o seu "modus operandis" Faça uma continha de quantos dias vai ficar lá, quantas refeições (almoço, janta, lanche) + hostel, para vc ter uma base, e depois coloque 30% a mais. Aí vc terá uma base pelo menos de sua estadia. O resto, cerveja, compras, baladas, etc é com vc. No seu trajeto para 25 dias dá pra colocar mais coisas, pelo que li aqui. É, se não for fazer o sobrevoo, tb naum vi nada de mais interessante lá em Nazca, vc poderia visitar os aquedutos, q saum um show de engenharia do povo de Nazca, tem um tal de Cementerio, q naum fui, e pode ir aos miradores para ver uns pedaços das linhas, q taum famosas, vai ter um programa na Discovery sobre elas (ou natgeo) aí vc assisti o programa e qdo voltar do Peru fala que viu... kkkkkk, brincadeira. Mas se vc for só tb naum vejo muita graça, se for com alguém pode ser divertido. Lembrando que tem o passeio das Islas Ballestas, que é na cidade de Paracas, próxima a Pisco, antes de Ica. é onde vc vê o candelabro gravado na areia (como as linhas) e um monte de ilhas rochosas onde ficam os leões marinhos, pinguins e uma tonelada de aves. Eu nunca tinha visto esses bichos ao vivo, achei bom. Mas é com vc. De Ica a Arequipa são cerca de 9h, de Nazca a Arequipa 7h. Vc pode fazer tb um roteiro do tipo Sair de SP hora tal chegada em Lima hora tal, saida de Lima dia tal hora tal, chegada em Ica hora tal... assim vc vai, aos poucos, conforme vai lendo os relatos, moldando e modificando o seu roteiro. Acredite, seu roteiro vai mudar muito. E quando for aplicá-lo, muda mais ainda. Mas isso é parte interessante da mochilada, o improviso. Outra coisa q vc tem q levar em consideração é se vc quer conhecer muita coisa e andar muito, ou se quer desacelerar, como eu fiz e curtir mais os locais que estiver, sem pressa. OK?

 

Recomendo que leia

peru-bolivia-e-chile-em-setembro-de-2009-diario-de-bordo-t38309.html

19-dias-chile-bolivia-peru-com-fotos-e-precos-finalizado-t32485.html

mochilao-truta-bolivia-peru-e-chile-em-25-dias-t35851.html

peru-chile-e-bolivia-em-35-dias-t32024.html

costa-peruana-guia-de-informacoes-t36173.html

 

... Mas, sinceramente... Leia muito, muito mais e anote tudo. Considere as dicas de coisas boas e coisas ruins. Além de ser bom pra vc é muito divertido.

 

Um Abraço e qq coisa estamos aqui. Vou colocar mais coisas agora. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 10/02 – Volta à Lima

 

Bom, vcs devem estar achando esse roteiro meio estranho, já que em vez de continuar rumo ao sul e depois voltar por Puno e Cusco nós voltamos a Lima. Mas como eu disse lá atrás, num post bem bem distante... Esse roteiro foi uma improvisação por causa das chuvas nos andes, pois a princípio iríamos só à Lima e Cusco. Mas o improviso foi ótimo, pois dos lugares que fomos, o que mais gostamos, o que foi mais aconchegante, foi Ica, na Laguna Huacachina. Pra moçada que gosta de diversão, balada e tals, lá é muito bom e uma ótima base para os passeios ali do pacífico. Sei lá, pensando bem, Lima é um barato! Não não, prometi a mim mesmo que voltaria a Cusco. Quer saber? Fiquei apaixonado pelo Peru.

Vamos lá... Acordamos umas 8h30, nos despedimos do Hostel de Arena, pegamos um táxi até o terminal da Soyuz, em Ica. Lá, por volta das 9h30 pegamos o ônibus de volta à Lima, S$ 27,00, a volta foi mais barata do que a ida...engraçado, lembrei de ter lido que eles vendiam uma passagem especial nos primeiros lugares por S$ 32,00 (que naum tem nada de especial e naum fomos nos primeiros lugares), acho q me dei mal quando fomos de Lima à Ica, o cara do balcão deve ter me confundido com turista, e acertou. A viagem de volta tb foi tranquila, novamente lanchamos dentro do ônibus. Chegamos à Lima e... Não ficamos no mesmo hostel, o Eiffel. Resolvemos ficar mais no interior do bairro Miraflores. Olhei na minha agenda secreta entre os tantos hostels, que tinha anotado e optei pelo Pirwa Backpackers. Pegamos o táxi e pagamos S$ 10,00 (como disse, não é sempre que tenho disposição pra pechinchar). O Pirwa fica na Calle Coronel Inclan, 494. Perto do Parque Kennedy. Quando pegar o táxi é bom perguntar se o taxista conhece o hostel, se naum, é bom saber que o hostel é como se fosse uma casa, ele é todo branco, um muro também branco, com um portãozinho de pedestre de ferro, marrom, tem uma campainha ao lado do portão. Gostei do hostel, que é bem limpo. Mas como disseram aqui, quase não conseguimos vaga. Só tinha um dormitório pra 6 pessoas que estava vazio e a atendente liberou pra gente, pois íamos ficar apenas uma noite. Ficou S$ 27,00. Depois vi e lembrei que ali nas redondezas existem vários hostels que tinha visto aqui no mochileiros. Portanto, se não conseguir vagas no Pirwa, não esquente, dá pra ir andando por ali e achar outros. O pessoal do Pirwa com certeza poderá ajudar. Chegamos por volta de 14h no hostel. Nos alojamos e fomos almoçar no Macdonald´s... Até eu que detesto isso resolvi, porque não tava muito disposto a comer filé de frango e coração de boi. Traçei 1 big mac + 1 coca média = S$ 11,00 a Saa comeu um 1 magnifica + 1 coca média + 1 batata = S$ 13,00. Lá tem os famosos molhos de pimentas, tem vários, mas não lembro o nome de nenhum, gostei sim, é diferente. Depois fomos trocar uns dólares. Bom, esse dia em Lima era reservado para compras. Ali nas redondezas, basicamente ao redor do Parque Kennedy, é cheio de lojas de artesanato, de prataria, de jóias, de roupas de de... Isso, isso tb. É uma área bem comercial, mas muito bem policiado e bem seguro mesmo. Andamos feito notícia ruim, compramos umas bugingangaiadas lá para os parentes e pra nós. Sobre os preços de artesanatos, camisetas, bonés, gorros, pulseiras, colares, etc, achei muito parecido os preços em todas as cidades que andamos, o que importa mesmo é não deixar, isso, pelo menos nessas horas, não deixar de pechinchar. Sobre o meu já famoso Portunhol, é sério, a gente aprende muito rápido. Já estava bem mais confortável com os peruanos. Portanto, se vc não fala espanhol, como eu, vai uma dica de quem fala inglês e descobriu que é mesmo bem mais fácil (tentar) aprender uma terceira língua, do que foi aprender a segunda (o inglês). Por que? Porque eu era cara de pau. Não tinha timidez com as pessoas. Me apresentava como sendo do Brasil e depois soltava o portunhol neles. Isso facilita sobremaneira o seu aprendizado. Claro, aprendizado da oralidade, a escrita é outra história. Ah! Lembrei, no Pirwa eles tb falam inglês. Bom, batemos perna até anoitecer e... Caramba! Lembrei de uma coisa...

 

Errata: No dia 08/02, em Nazca, o nome do taxista com quem fizemos os passeios é Edgar! Bom, não sei no que isso vai ajudar , mas, sei lá, vai que um de vcs se encontra com ele lá. Saibam que ele é gente fina. Cabeça maluca essa minha.

 

Bem , já perto do anoitecer, fomos tirar umas fotos no Parque Kennedy e na Igreja Nossa Senhora de...de... é uma Igreja muito linda, como as outras... é....ts ah... Esqueci o nome, depois eu lembro. Já exaustos, resolvemos jantar por ali mesmo na praça. Tem uns restaurantes com umas mesas cobertas por guarda-sóis do lado de fora. Olhamos um pro outro e, já virou costume...vamos? E fomos. Dei uma olhada básica no menu. Vi que dava pra pagar. Quer saber? Se naum desse sairíamos. Já estávamos acostumados com restaurantes de todos os tipos. E lá tem preço pra todos os gostos mesmo. Não se intimide com a aparência do local. As vezes, um lugar com boa aparência tem comida barata e um com aparência horrível pode ter comida cara. O melhor é olhar o menu e pronto. Se for muito muito caro o certo é vc começar a baforar pela boca e pelo nariz, como se tivesse dando um treco. Aí se levanta e começa a gritar “ai” pra tudo q é lado. Amontoa numa mesa aqui e outra ali. Aí, por fim, canta uma música do Zézé de Camorgo e Luciano, o hino nacional e pronto. Eles vaum até te ajudar a ir embora. Bom, comemos um prato misto de frutos do mar (camarão, polvo, lula, salmão, vegetais grelhados, mandioca, batata) para dois, muito gostoso, bem light, custou S$ 32,00. A cerva lá só tem tipo long neck, S$ 7,00 (trem caro), provei outra que ainda não conhecia. A Saa tomou a famosa chicha morada, que é um suco feito de um milho roxo gigante. É uma bebida típica do Peru. Meio enjoativo. Depois de comer, percebemos que à frente dos restaurantes, na praça (Pq Kenneddy) tinha sido montada uma feirinha de artesanato. Muito legal. Não pra mim, que tive que gastar mais um pouco. Mais tarde, bem cansados, voltamos ao Pirwa. A Saa foi tomar banho e eu fui conversar borracha com o Jose, recepcionista, muito simpático...conversa inusitada, um peruano e um brasileiro conversando em inglês. Rimos até. Coisa doida. Depois, banho. Eu e a Saa, literalmente, desmaiamos.

 

Dia 11/02 - Cusco

 

Acordamos umas 7h. Nosso voo saia às 10h. Para não ter muito problema com atraso, nos aprontamos e demos o famoso wasari...e vazamos! Fomos pra rua e, como sempre, é só coçar a cabeça que param uns trinta táxis né? Não. Tava muito cedo e acho q tava todo mundo de ressaca. Andamos um pouco até aparecer um táxi. Apareceu. S$ 25,00. Chegamos ao aeroporto de Lima. Check in. Aqui aconteceu o q eu disse lá na parte das passagens. A Taca parece não ter guichês próprios no Peru, aí pede emprestado um ou outro da Lan. Nós, passageiros, ficamos andando pra lá e pra cá, de um portão de embOrque pro outro. O vôo atrasou. Demora 1h30, mas até sairmos... Fiquei tonto e esqueci quanto tempo demorou a espera e o voo. Adoro passar medo em avião. Teve umas turbulências, mas a visão dos andes é mesmo linda. Então, esqueci de passar mal. Chegamos em Cusco. Desembarcamos, malas, etc. O táxi, como eu já tava craque, custa S$5,00, os taxistas pagam S$ 2,00 para entrar no estacionamento. Assim, custa S$ 7,00 até o centro histórico, Plaza de Armas. Bom, saí dispensando os taxistas careiros de dentro do aeroporto. Lá fora, troquei os papéis, eu é que oferecia S$ 7,00 para os taxistas. Alguns torciam o nariz. Aí veio o Bráulio. Topou. Como todos taxistas lá, ele já tinha o hotel dos amigos dele pra oferecer. Eles devem ganhar uma comissão. Acho justo. Bom, só iríamos ficar uma noite lá. Assim, os milhares de hotéis baratos que anotei na agenda secreta, não eram taum necessários assim. Além do mais, nossa ida à Cusco, devido às tragédias com as chuvas lá, foi mais em função da obrigação de ir, por eu ter comprado o voo ida e volta. Não era possível cancelar. Mas não nos arrependemos, ao contrário, deveríamos ter ido um dia antes, pra ter mais tempo. Voltando ao Bráulio (o taxista hein! Kkk), dentro do táxi, resolvi, uma vez q o tempo era curto, combinar com ele mesmo o city tour nas ruínas ali em volta. O Bráulio nos informou que o passeio no Vale Sagrado (cidades vizinhas) estava sendo feito apenas parcialmente. Não se poderia ir à Pisac ou Chinchero. Também ficamos sabendo que as linhas férreas de Csuco à Machu Picchu ainda estavam interditadas e levaria 2 meses para a sua desobstrução. Portanto, parece que ainda vai estar interditado nos meses de março e abril. É bom acompanhar na net. Aqui no site tem tópicos com maiores informações. Bom, combinamos com o Bráulio o city tour nas ruinas de Tambomachay, Pukapukara, Q'enqo, Saqsayhuaman, tudo ali em volta, por S$ 50,00 para 2. Ficou caro, pelas agências li aqui que só o city tour seria S$ 30,00 o casal, mas sinceramente não sei se o preço pode ter aumentado por causa das tragédias. Mas, infelizmente, não tínhamos tempo pra pesquisa. Para entrar nos sítios arqueológicos e museus tem que se comprar o boleto, o mais barato que encontrei foi o Boleto Turístico Estudiante, válido por 3 dias e custou S$ 70,00 cada. Essa tarifa era promocional, pois eu não era estudante e paguei o mesmo que minha filha. Ele valia para as ruínas do City Tour e do Valle Sagrado. Mas, sem tempo, só usamos pro City Tour. Não há como comprar a entrada de cada ruína separadamente. Não sei se aquilo era uma operação de guerra, em virtude da situação um tanto caótica. De qualquer forma, para verificar esses preços tem o site da Cosituc www.cosituc.gob.pe além de outros relatos, pra quem for depois dessa confusão das chuvas. O Bráulio foi uma simpatia, nos levava nas ruínas, esperava pacientemente a visita e nos leva para a seguinte. Em cada ruína, sempre tem guias e custa entre S$ 7,00 e S$ 15,00 em Tambomachay, Pukapukara, Q'enqo e Saqsayhuaman. Também se pode visitar sem os guias, mas, amigos, é muita informação e, andar no meio daquele monte de pedra sem um guia não vale à pena. Os guias são muito instruídos, educados e sabem tudo da história dos Inkas. Vale a pena. Detalhe, quando chegamos em Cusco tava um sol de lascar. Quando estávamos na última ruína, q naum me lembro qual é, o tempo mudou, esfriou, esfriou muito e... Começou a gear. A Saa tava com blusa e tudo. Eu? Só de camisa gola polo. Aguentamos, mas teve uma hora q enfiei a mão no bolso pra pagar o guia e a droga da minha mão não dobrava, nem sentia a moeda. Puxei aquilo com a mão dura e virei o corpo, pra moeda cair pra fora do bolso. Coisa esquisita. Paguei. Aí corremos, entramos no táxi e eu virei pro Bráulio e falei um monte de palavrão em português mesmo por causa da mudança do tempo. Depois fomos embora. Eu, como disse, tinha uma tonelada de hotéis anotados. Ia ficar na Pousada del Viajero, calle Santa Catalina Ancha, 366, que tinha até cozinha para uso dos hóspedes, S$ 50,00 o casal. Ou no Pirwa Posada del Corregidor, calle Suécia, 300, na Plaza de Armas, S$ 35,00 por pessoa. Mas aí o Bráulio insistiu tanto, falava da amiga dele, da situação de Cusco de num sei q lá... aí eu disse tá bom inferno! Não não... Só disse tá bom e fomos para a amiga dele. Fomos para o Hostal El Peregrino www.hostalelperegrino.com , que fica na calle del Médio, é na Plaza de Armas mesmo, lado contrário à Iglesia de la Campanha de Jesus. US$ 27,00 o duplo, uns S$76,00. Bom, foi o melhor hostel ou hotel que ficamos no Peru. Gostamos muito. É, eu sei, não é dos mais baratos. Fomos bem atendidos, recebidos na entrada com um chá de coca, pro mal da altitude. Mas é claro, há muitas outras opções mais baratas, e mais caras tb. Ao final, deixarei algumas anotações de hostel que tenho na agenda secreta. Dica, quando forem pagar hostel ou outra coisa, as vezes compensa pagar em dólar mesmo. Se naum, ficar atento para o valor da cotação de câmbio q o infeliz usar pra transformar o valor de dólar pra soles. Eles podem super valorizar o soles quando forem te falar o valor. Tem que ficar atento. Bom, falando do mal da altitude (3.400m em Cusco e até 3.800 nas ruínas) durante o dia, só sentimos como se alguém estivesse apertando nossa cabeça de cima pra baixo, mas nada demais. Nem dor de cabeça sentimos. Durante o dia, pq à noite... Bem, era por volta das 15h quando chegamos ao hostel. Não estávamos com fome e resolvemos ficar só na água mineral. O tempo tinha melhorado de novo. Sem geada. Só um pouco frio, uns 19ºC. Fomos conhecer o museu Qoricancha (incluído no boleto), o Convento Santo Domingo (não incluso), e na Plaza de Armas, a Catedral(não incluso), Iglesia de la Camapanha de Jesus (não inclusa), enfim, tiramos várias fotos. A Plaza de Armas é um charme. A cidade de Cusco em si é um charme. Adorável, limpa, bem policiada, cheia de coisas pra se ver. Nos apaixonamos por Cusco e prometemos voltar lá com mais tempo. Depois voltamos ao hostel, descansamos e tomamos banho. À noite, fomos jantar no El Fogon, calle plateros, 365, tem que se prestar atenção, pois ele fica na sobreloja e não tem muita identificação, mas se nós achamos, todo mundo acha. A comida é muito boa e os preços melhor ainda. O atendimento ótimo. O garçom até tirou uma foto segurando uma cusquenha e disse pra eu levar pro Brasil. Gente muito fina. Comemos o famoso, inesquecível e inigualável Cuy! O Rato de Cusco, o nome em espanhol é até quase ideal. O Cuy especificamente, não me agradou muito. Mas tinha que provar, não perderia isso por nada. Veio uma entrada, creme de aspargos, o prato principal era uma banda de cuy, com rocotto relheno (pimentão recheado c carne), papa relhena (batata recheada c carne) e um creme do tal milho roxo (choclo) de sobremesa, parecia ragu, isso tudo custou S$ 20,00 e a Saa pediu uma macarronada à bolonhesa, veio uma entrada, uma sopa gostosa q naum lembro o nome, a macarronada e uma goiabada com creme de leite de sobremesa, custou S$ 11,00. É muita comida. Como sempre, tomei umas cusquenhas. Esse restaurante recomendamos. Bom, demos uma volta pela praça, mais fotos, mais artesanatos e tal. Voltamos ao hostel. Conversamos um tanto sobre o mal das alturas. Tomamos mais chá de folha de coca. Fomos dormir. Não. ::essa:: A Saa acordou no meio da noite com falta de ar. Não conseguia respirar e sentia dor de cabeça. Tomamos as soroche pills, remédio para o mal das alturas. Eu só sentia dor de cabeça. Como uma guia nas ruínas nos ensinou, colocamos uma folha de coca na boca, esperamos um pouco, e ficou tudo bem. Conversamos, ela foi se sentindo melhor. Dormimos.

 

Bom, tenho q ir ali...depois coloco o resto da viagem e os muitos links, hostels, etc, que tenho anotado... ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Estou no aguardo para a continuação do seu relato, haha, está divertido e com certeza vou utilizar algumas informções para a minha viagem.

Eu vou em Janeiro de 2011, logo depois da virada, e a cada relato que eu leio ou guia que eu pego surgem mais e mais e mais dúvidas, porque será meu primeiro mochilão fora do Brasil...então estou com dificuldades pra definir transportes, como levar dinheiro, trocar dinheiro, e como considerar algo caro ou barato(hotel, comida, etc)...haha, porque varia demais!

 

Meu trajeto será LIMA-ICA-NAZCA-AREQUIPA-CUSCO, em torno de 25 dias.

Mas eu pretendo tirar Nazca porque não estou TÃÃO interessado no sobrevoo(pelo preço), e ai iria de ICA direto para Arequipa, é possível esse trajeto ou tenho que dormir em Nazca e ir de lá?

 

Olá TMariano! Rapaz, eu já tava acabando de te responder quando a internet no meu trampo foi pro espaço. O raiva viu! Mas vamos lá, vai mesmo. O importante é q vc tem muito tempo. Se for de avião, pesquisa sempre, como disse lá na parte de passagens, fica de olho, pq as empresas aéreas não tem muito nexo não. De uma hora pra outra aparece uma passagem barata. Eles mudam de um dia pro outro o preço.

A melhor dica é que à medida que vc for lendo os relatos e tópicos vá anotando tudo. Pq às vezes vc naum anota e quando precisa lembrar não sabe mais onde leu. Ver o preço de táxi de um lugar pra outro é importante pq no Peru é na base da conversa, intaum se vc tiver uma base, vai ser fácil negociar. O dinheiro pra levar é critério seu, mas eu levei tudo em dólar e naum me arrependi. Aquelas cintas ridículas que a gente coloca em baixo da cueca saum ótimas. Vc deixa nos bolsos só o q vc trocar, sei lá 200 dólares, separa nos bolsos. pq se de tudo acontecer uma tragédia, q naum vai acontecer, nnguém vai fuçar em baixo das suas calças. Sobre o que é caro ou barato tb é pessoal. O importante é vc anotar os vários restaurantes que conseguir ver aqui, com os endereços e preços. Hostel e hotel a mesma coisa. Uma coisa importante é vc perceber que os diversos relatos q tem aqui saum feitos por gente de todas espécies (kkk) gente com dinheiro, sem dinheiro, com muito dinheiro e tal. Saiba o quanto dinheiro vai poder levar e aí vá definindo o seu "modus operandis" Faça uma continha de quantos dias vai ficar lá, quantas refeições (almoço, janta, lanche) + hostel, para vc ter uma base, e depois coloque 30% a mais. Aí vc terá uma base pelo menos de sua estadia. O resto, cerveja, compras, baladas, etc é com vc. No seu trajeto para 25 dias dá pra colocar mais coisas, pelo que li aqui. É, se não for fazer o sobrevoo, tb naum vi nada de mais interessante lá em Nazca, vc poderia visitar os aquedutos, q saum um show de engenharia do povo de Nazca, tem um tal de Cementerio, q naum fui, e pode ir aos miradores para ver uns pedaços das linhas, q taum famosas, vai ter um programa na Discovery sobre elas (ou natgeo) aí vc assisti o programa e qdo voltar do Peru fala que viu... kkkkkk, brincadeira. Mas se vc for só tb naum vejo muita graça, se for com alguém pode ser divertido. Lembrando que tem o passeio das Islas Ballestas, que é na cidade de Paracas, próxima a Pisco, antes de Ica. é onde vc vê o candelabro gravado na areia (como as linhas) e um monte de ilhas rochosas onde ficam os leões marinhos, pinguins e uma tonelada de aves. Eu nunca tinha visto esses bichos ao vivo, achei bom. Mas é com vc. De Ica a Arequipa são cerca de 9h, de Nazca a Arequipa 7h. Vc pode fazer tb um roteiro do tipo Sair de SP hora tal chegada em Lima hora tal, saida de Lima dia tal hora tal, chegada em Ica hora tal... assim vc vai, aos poucos, conforme vai lendo os relatos, moldando e modificando o seu roteiro. Acredite, seu roteiro vai mudar muito. E quando for aplicá-lo, muda mais ainda. Mas isso é parte interessante da mochilada, o improviso. Outra coisa q vc tem q levar em consideração é se vc quer conhecer muita coisa e andar muito, ou se quer desacelerar, como eu fiz e curtir mais os locais que estiver, sem pressa. OK?

 

Recomendo que leia

peru-bolivia-e-chile-em-setembro-de-2009-diario-de-bordo-t38309.html

19-dias-chile-bolivia-peru-com-fotos-e-precos-finalizado-t32485.html

mochilao-truta-bolivia-peru-e-chile-em-25-dias-t35851.html

peru-chile-e-bolivia-em-35-dias-t32024.html

costa-peruana-guia-de-informacoes-t36173.html

 

... Mas, sinceramente... Leia muito, muito mais e anote tudo. Considere as dicas de coisas boas e coisas ruins. Além de ser bom pra vc é muito divertido.

 

Um Abraço e qq coisa estamos aqui. Vou colocar mais coisas agora. ::otemo::

 

Muito obrigado Lammar, pelas dicas e os detalhes das respostas, estou tentando mesmo anotar tudo que eu leio, ou ao menos salvo o link pra ler de novo depois, minhas planilhas do excel estão meio zoneadas ainda, kkk!

Mas é que também só vou em Janeiro/2011, não preciso entrar em detalhes tão minuciosos por enquanto..até la eu vou esquecer ou muita coisa mudou!hehe

 

Li parte desses relatos já, pretendo ao menos antes de agosto ter pago a passagem ida e volta São Paulo-Lima e metade da Trilha Inca. Dai até la já terei mais atualizações sobre o transporte e se meu roteiro mudará!

Poste mais depois :P

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi, estou excrevendo para dar uma outra opinião, para voc ver que as pessoas são diferentes e os que uns não gostam outros amam. Fiz esse trajeto Lima, Ica, Nazca, Arequipa, Puno, Cuzco, MP ano passado,em abril e para mim a grande surpresa da viagem foi Názca. Fiz o voo de manhã, é legal mas não é tudo. À tarde fiz a visita ao cemitério vale não só pelas múmias que você vê mas pelo lugar, um deserto maravilhoso, cercado de morros, uma pasiagem inesquecível, Além disso vistamos também uma ruína inca, a única que há em Nazca. A visita ao aqueduto também é impressioonate, ver construções que resistiram a terremotos que destruiram tudo em volta. Além disso fomos ao Museu ANtonini e ao planetário , que tem um programa explicando as teorias sobre as linhas de Nazca. Tudo isso num dia só. Fiquei na Hospdaje Brabant, perto da praça principal, um quarto para 2 com banheiro coletivo 10 dolares, mas só que eu cheguei num dia às 8 da noite e saí de lá por volta das 9 da noite do dis seguinte e spo pageui uma diária. Os passeios todos contratei la no hotel, o guia deles, Carlos é ótimo, entende tudo sobre a cultura Nazca e outras culturas anteriores aos incas que não são tão famosas. Bom em resumo eu adorei Nazca. Digo isso por que de repente vc pode perder a oportunidade de visitar um lugar que poderia gostar. Como vc tem muito tempo acho que vale a pena dar uma conferida.

Um abraço e curta muito sua viagem, o Peru é maraviilhoso.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Oi, estou excrevendo para dar uma outra opinião, para voc ver que as pessoas são diferentes e os que uns não gostam outros amam. Fiz esse trajeto Lima, Ica, Nazca, Arequipa, Puno, Cuzco, MP ano passado,em abril e para mim a grande surpresa da viagem foi Názca. Fiz o voo de manhã, é legal mas não é tudo. À tarde fiz a visita ao cemitério vale não só pelas múmias que você vê mas pelo lugar, um deserto maravilhoso, cercado de morros, uma pasiagem inesquecível, Além disso vistamos também uma ruína inca, a única que há em Nazca. A visita ao aqueduto também é impressioonate, ver construções que resistiram a terremotos que destruiram tudo em volta. Além disso fomos ao Museu ANtonini e ao planetário , que tem um programa explicando as teorias sobre as linhas de Nazca. Tudo isso num dia só. Fiquei na Hospdaje Brabant, perto da praça principal, um quarto para 2 com banheiro coletivo 10 dolares, mas só que eu cheguei num dia às 8 da noite e saí de lá por volta das 9 da noite do dis seguinte e spo pageui uma diária. Os passeios todos contratei la no hotel, o guia deles, Carlos é ótimo, entende tudo sobre a cultura Nazca e outras culturas anteriores aos incas que não são tão famosas. Bom em resumo eu adorei Nazca. Digo isso por que de repente vc pode perder a oportunidade de visitar um lugar que poderia gostar. Como vc tem muito tempo acho que vale a pena dar uma conferida.

Um abraço e curta muito sua viagem, o Peru é maraviilhoso.

 

Olá Gilcas! Fico feliz por ter lido meu relato, e mais ainda por ter deixado suas impressões. É assim que é feito o Mochileiros, pelo menos foi por isso que me tornei um adepto, um fã, pela democracia. Você tem toda razão, eu também sou um apaixonado pelo Peru. O que aconteceu comigo em Nazca foi um pouco de azar, por ter ocorrido a tal Paracas (tempestade de areia), o que me impediu de sobrevoar as linhas. Talvez por isso eu não tenha me interessado muito pelos outros passeios... Tipo menino que alguém tomou o pirulito. Quando estive lá era uma ventania só, dava pra almoçar areia. Parecia que alguém tinha aberto os portões do... Bom... Foi bem complicado, mas sei que foi apenas minha impressão, e que foi momentânea, dada a situação. Mas você tem razão, se a pessoa tem bastante tempo para ficar no Peru, vale conhecer a história do povo de Nasca e as civilizações anteriores, ver os aquedutos, os miradores, o cementerio... Menos aqueles museuzinhos de araque que eles contam a história da cerâmica e da produção do ouro que ficam no fundo do quintal do amigo do guia, viu! Mas vale muito o sobrevoo nas linhas de Nazca.. Quando eu lembro q cheguei a estar dentro do avião! AAAHHH! Mas tudo bem, ano que vem a Paracas que me espere.

 

Abraço. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Fala Lammarr....

Bacana demais seu relato! Ele esta sendo bastante util para fazermos nosso roteiro pois em Maio estaremos de ferias e queremos ir ao Peru!

continue escrevendo...esta muito divertido!

abraços!

 

Oi Frederico Lico! Brigado cara, fico feliz em dar minha contribuição, assim como outros fizeram comigo. Nossa! Tá perto a sua viagem hein?! Mas tranquilo! Não sei vc já foi lá, mas, como vc deve ter percebido aqui, eu fiquei apaixonado pelo Peru e pelo povo Peruano... Nossa...imagino a sensação de estar chegando a hora. Vou tentar acabar a minha história né! Um abração e uma Super Viagem! qualquer coisa estou à disposição.

 

::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 12/02 – Cusco e Lima.

 

Credo, mas como eu esqueço as coisas!! Tb é muita informação. Lembrei da tal TUUA, que traduzindo em miúdos é uma taxa que se paga pela utilização dos aeroportos do Peru. Se o voo é internacional, paga-se US$ 30,00 por pessoa, se o voo é nacional paga-se US$ 7,00 por pessoa. Ou seja, paguei as duas. Paga-se sempre antes de embarcar no aeroporto. Assim, pelo meu roteiro, paguei US$ 7,00 p pessoa, quando saí de Lima à Cusco. Depois paguei mais US 7,00 p pessoa quando saí de Cusco à Lima. Depois paguei mais US$ 30,00 p pessoa, para ir de Lima à São Paulo. Pronto. Especifiquei pq tinha lido algo quando fui, mas naum tinha entendido... Acho q naum tinha acreditado. Coisa cara dos infernos. Vamos ao texto...

 

Ué, nosso voo à Lima saia às 7h27. O Bráulio (não, não, não vou fazer isso), nosso amigo taxista, nos pegou às 6h. Chegamos ao aeroporto e, tivemos a famigerada notícia de que o voo havia sido cancelado. Motivo? Eles não venderam passagens suficientes e não podiam levantar voo. A gloriosa empresa Taca. Parece que muita gente tinha desistido de Cusco né. O voo só sairia as 12h. Pelo menos veio uma linda aeromoça e nos informou que poderíamos fazer o check in naquele momento. Fiquei meio pé atrás, pq um dos atendentes teria que revistar as bagagens. Como disse lá no início, ele o fez, achou um nintendo e as bugingangas que compramos. Despachou. Nada sumiu. Tudo tranquilo... Tudo bem! Vamos conhecer melhor Cusco. Foi o que a Saa falou. Eu olhei pros atendentes e pensei algo como “Vá tomar ne lá b...” mas aí percebi que essa frase tava em português e fiquei calado mesmo, sem orientar ninguém a fazer nada. Enfim. Voltamos para a Plaza de Armas. O Bráulio já tinha ido. Pegamos um outro táxi e custou S$ 5,00 porque o pedágio do estacionamento ainda naum estava funcionando. Aí fomos gastar o tempo. Esperamos abrir o restaurante Grill, que fica sobre as lojas, perto do hostel El Pelegrino, lado contrário da Iglesia de la Campanha de Jesus. Abriu, fomos um dos primeiros a chegar, mas havia outros mochileiros. Muito bacana. Tomamos um café reforçado à beira da sacada, com o lindo visual da praça. Foi um Café da manhã americano para dois, com café, chocolate quente, ovos mexidos, pão, manteiga, biscoitos, algo parecido com pão de mel e dois sucos de laranja. Ficou em S$ 22,00 tudo. Sim eu sei, tem coisa mais em conta lá. Depois, estava acontecendo uma Missa na Catedral. Quando há missa não se paga para visitar. Fomos. A Catedral por dentro é muitíssimo linda. Entramos, ouvimos um pouco da missa, que era rezada no altar do Jesus Moreno (o Jesus Negro), como Nossa Senhora Aparecida aqui. A igreja é super decorada, estilo barroco. Lindona. Só que pra variar eu dei uma rata. Entrei na igreja de boné. Veio um Senhor e me avisou que era falta de educação. Mas ele falou outra coisa que desconfio que naum foi um elogio. Aí tirei né. Burro. Eu. Ele não. Depois de um tempo, fomos dar uma volta pela cidade e tirar mais umas fotinhas. A cidade de Cusco é taum aconchegante que realmente (não fossem as danadas das interferências da Senhora Natureza) dá vontade de ficar muitos dias lá. Vc pode mesmo conhecer tudo ali à pé. Andamos muito e vou poupar os amigos dos detalhes. Por fim, fomos parar no Mercado Central, que fica na lateral direita da cidade. Eu adoro feira. Lá sim, pode-se tomar um café da manhã reforçado e bem baratinho. Lá tem salada de frutas, pão, café e tals, mas o melhor saum aqueles caldos feitos com... Com... Sabe sarapatel? Buchada? Dobradinha? Essas coisas de feira? Então... Tem umas coisas parecidas lá, só que com as coisas de lá. Como eu já havia tomado café, eu olhava aqueles caldões e me interessava. Mas meu estômago ainda estava meio aborrecido comigo por eu ter comido o Cuy (rato). Aí ele começou a rosnar, num sinal de desaprovação. O cérebro, acho eu, entendeu as atitudes do estômago e começou a limitar a quantidade de oxigênio que passava ali na área dele e... Fiquei meio tonto. A Saa estava amarela. Mas garanto que na próxima vez vou comer lá sim. De qualquer forma, pra naum sair de lá sem ter feito nada, fui ao banheiro. Perguntei. O banheiro fica do lado de fora, num canto do mercado. É demais. Tipo banheiro de show da dupla Dismaia Naporta & Parada Cardíaca. Tinha um peruano jogando água pra tudo que era lado... Diz q tava limpando. Entrei, optei pelo mictório, logo ao lado da entrada. Eu fazia lá o serviço, quando olhei pro lado e vi uma Senhora peruana saindo de uma das casinhas e ajeitando a saia e algo parecido com a calçola... (Deus que me perdoe) Já ouviram falar em Catarse? Pois é, aconteceu comigo, só q num sentido diferente. Quem inventou essa droga de palavra deve ter feito isso no banheiro unisex de alguma feira da Grécia antiga, justo quando uma Senhora peruana tava ajeitando as...as...aquelas coisas lá. Caramba! De todas as mulheres do mundo pra sair da casinha do banheiro unisex, tinha q ser logo aquela aparição? Eu recolhi o ... Bom, nem precisava. O peruano da limpeza tava com cara de rindo de mim. Eu fui saindo e na saída é que vi que de um lado do banheiro as casinhas era pras mulheres e do outro pros homens. Foi a coisa mais inesperadesquisita que já vi. É rapaz! Andamos mais, comemos e.... chegando a hora, perto de 11h, fomos para o aeroporto. Lá pagamos a taxa do aeroporto, como citei aqui no início desse tópico. Pra variar, o voo demorou pra sair, mas saiu. Chegamos em Lima por volta das 14h30... Não foi necessário pegar as malas, pq elas foram despachadas (em Cusco) até São Paulo. Estavam nas mãos da Taca. Bom, como tá ficando repetitivo, digo apenas que demos um bate e volta em Miraflores. Chega de contar histórias né. Nosso voo à Sampa sairia às 21h, chegamos no aeroporto por volta das 17h30, famintos, porque na correria, deixamos pra comer tal hora. Lá tem as coisas de sempre, macdonalds e tal, mas tem tb um restaurante, ao lado do macdonalds que tem comida crioula peruana. Comi um prato bem saboroso por S$ 17,00. A Saa foi de macdonalds mesmo, macnifica+coca grande+batata grande = S$ 16,00 Depois trocamos o resto de soles que sobraram por dólares. A viagem de volta à São Paulo foi tranquila, mas, como toda volta... Muito, muito longa. Chegamos por volta das 5h30, contando o atraso pra sair de Lima tb. Ficamos de molho no aeroporto de Gaurulhos até umas 9h, nosso voo saia às 10h... Foi então que...

 

Bom, como eu odeio final de qualquer coisa...vou deixar isso aqui sem fim. Muito melhor.

 

Logo que encontrar mais tempo, vou listar os links, endereços e outras coisas q achar na agenda secreta.

 

Quer saber? O que tá esperando? Coloca logo esses pés na estrada!

 

Peru! Te amo!

 

Abraços. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Coisas que ficaram pelo caminho:

 

Em Lima:

 

Em Miraflores tenha a Avenida Jose Larco como referência, com o Shopping Larcomar como o marco zero. Partindo dele e seguindo-se pela Av. Larco, chega-se à praça Kennedy, cercada por hostel bons e baratos e onde estão os comércios com artesanato. Também partindo-se dele (shopping), estando-se de frente para o mar e seguindo-se à direita pela orla, chega-se à Praça do Amor, ao farol e ótimos visuais para fotos. Dessa orla pode-se avistar o Restaurante Rosa Náutica.

 

Em Cusco:

Onde fica a Pedra de 12 ângulos? Calle Hatum Rumyoc

 

Outros Hostels em Cusco:

 

Pirwa Hostel

Página: http://www.pirwahostelscusco.com/

Preço: US$ 24,00 – quarto duplo, privado.

 

Home Sweet Home

Pg: http://www.homesweethome-peru.com/

Preço: US$ 24,00 – quarto duplo, prviado.

 

Hostal Samanapata, calle resbalosa (subindo a calle suécia)

Pg: http://hostalsamanapata.com/contac.html

Preço: De S$ 10,00 a 30,00 (S=soles) por pessoa. Tem vários quartos com diferentes preços.

 

Hostal Posada del Viajero, calle Santa Catalina Ancha, 366

Preço: S$ 50,00 casal (negociável)

 

Hospedagem Familiar Casa Grande, Santa Catalina Ancha

Preço: S$ 23,00 por pessoa.

 

Compras em Cusco:

Antiguedades y Artesanias Sayre, calle Triunfo, 352-b

Galeria de Arte Cusquenha Antiguidades, plazoleta san blas, 114

Centro de Textiles Tradiccionales del Cusco, Av. El Sol, 603

 

Trem para Machu Picchu:

Peru Rail: http://www.perurail.com

 

Notícias sobre Cusco: http://www.diariodelcusco.com/

Notícias sobre o Peru: http://www.andina.com.pe/Espanol/

Informações gerais sobre turismo no Peru: http://www.peru.info/

 

Abraços. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...