Ir para conteúdo

Caracas


furikuri

Posts Recomendados

  • Membros

Em novembro estarei indo à Los Roques e na volta passarei duas noites em Caracas. Alguém pode me dar uma noção de quanto custa mais ou menos um táxi entre o aeroporto de Maiquetia e o centro de Caracas????

Sobre as dúvidas de hospedagem com bons preços, achei um hotel a U$20,00 a diária. Chama-se "Hotel Montserrat" e fica nesse endereço: Av. del Ávila, Plaza Altamira Sur...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • Respostas 111
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros
Olá!!!

 

Quem pode nos responder?

 

Estamos planejando viagem para Caracas em Agosto para utilizarmos as nossas milhas do smiles.

 

Alguém esteve lá em 2013?

Como anda a segurança na cidade para nós turistas?

Seis dias são suficientes para Caracas, El Hatilo, Los Roques arredores?

Alguma dica de transportes e valores para Santo Domingo, Punta Cana ou outra?

 

Obrigada,

 

Juliana

 

Juliana,

 

Estive por em Setembro/Outubro de 2013 e quanto a segurança da cidade eu fiquei surpreendido. Apesar de todos os locais avisarem pra ter cuidado. Eu andei muito de metro e ônibus com minha mochila de 85 litros pra cima e pra baixo, inclusive de madrugada e à noite (depois das 21:00 os ônibus são na faixa e o metro fecha) e não tive nenhum problema. A maioria dos venezuelanos são simpáticos pra dar informações (apesar de errarem muito hehehe). É claro que não pode ficar dando bandeira com câmeras e afins, mas isso vale pra qualquer lugar. E também não fui em nenhuma periferia (até entrei numas "quebradas" por engano, mas nada me aconteceu nem me senti ameaçado. Quanto aos dias eu recomendaria 6 dias só pra Los Roques ( eu fiquei 8), e Caracas só se você fizer muita questão de conhecer, porque não tem muita coisa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membros

Atualmente os voos estão chegando apenas à noite em Caracas. Como os hotéis mais próximos do aeroporto são caros, valeria arriscar chegar ao centro de táxi (BsF 330,00, em média, segundo informações dos mochileiros, e respondendo ao Fábio) tarde da noite? Existe possibilidade de esperar no aeroporto até o dia raiar?

 

Fábio, esse valor da diária é single, casal ou triplo?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • Membros

Alerta aos Mochileiros!

Grupo de turistas do AM e RR é assaltado na Ilha de Margarita

21/01/2012 por Emmily Melo - [email protected]

Criminosos levaram dois carros, dinheiro e documentos do grupo de turistas.

BOA VISTA – Cerca de 15 homens assaltaram,  na última quarta-feira, 18 de janeiro de 2012, uma pousada na Ilha de Margarita, um dos principais pontos turísticos da Venezuela. No hotel, estavam hospedados um grupo de brasileiros, a maioria, roraimenses e amazonenses. Os assaltantes levaram dois carros, chaves de outros veículos e dinheiro. Nesse ano, cerca de 1.200 carros passaram pela fronteira do Brasil/Venezuela.

Segundo o secretário adjunto para Assuntos Internacionais de Roraima, Eduardo Oestricher, os veículos já foram recuperados, porém, sem as chaves. Duas famílias retornaram ao Brasil e estão bem. “Algumas famílias estão apenas com a roupa do corpo em Margarita, sem dinheiro e sem ter como voltar para o Brasil, mas o Governo de Roraima está tomando as devidas providências com a embaixada e o consulado venezuelano”, disse o secretário.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Alerta aos Mochileiros!

Uma família de Boa Vista que viajou de férias para a Ilha de Margarita, na Venezuela, relatou ao G1 um assalto onde 31 brasileiros ficaram reféns por cerca de 50 minutos no país vizinho. O caso teria ocorrido na madrugada da última quinta-feira, 16 de janeiro de 2014, no quilômetro 50, de Ciudad Bolívar.

Conforme o professor Manuel Ivan Teles, de 49, ele, a esposa, dois filhos, a nora e o neto de apenas sete meses passaram por momentos de terror durante o assalto. Eles retornavam da Ilha em um ônibus fretado de uma empresa venezuelana pelo grupo de brasileiros.

Teles contou que seis homens armados entraram no ônibus, ainda em movimento, atiraram no motorista e saquearam todos os passageiros. A família acredita que o assalto estava '‘combinado’'.

"Ficamos 50 minutos em poder dos bandidos. Quando tudo terminou, que a polícia foi acionada, não demorou 20 minutos para chegar no local. E a pessoa responsável pelo frete também chegou junto com eles. Ou seja, pareciam que estavam esperando alguma coisa acontecer", disse.

Após o assalto, a família Teles e os outros brasileiros que estavam no ônibus procuraram a delegacia e, segundo eles, tiveram que esperar 18 horas para que pudessem prestar queixa e relatar o ocorrido. Conforme a família, o tempo todo, os policiais tentaram impedir que a denúncia fosse formalizado, alegando que '‘era normal’' assalto a brasileiros naquela região e nada mais poderia ser feito.

Os turistas receberam apoio do Consulado do Brasil na cidade de Puerto Ordaz, e seguiram, no mesmo ônibus, para Santa Elena do Uairén, cidade entre os dois países. De acordo com eles, em Santa Elena, o grupo não recebeu nenhum apoio consular na cidade.

"Passamos o dia lá. Sem alimentação, sem nada. O cônsul nem apareceu para nos receber, simplesmente mandou um representante, que disse que a única coisa que poderia fazer era nos deixar na linha da fronteira, em Pacaraima", disse Teles, acrescentando que a família só chegou em Boa Vista na noite desse sábado (18) com o dinheiro que conseguiu esconder durante o assalto.

A Secretaria de Comunicação Estadual informou em nota que o Governo de Roraima solicitará informações ao Consulado da Venezuela em Boa Vista sobre o ocorrido, e logo após tomará as devidas providências.

O G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação do Itamaraty - Ministério das Relações Exteriores, que informou que deverá esclarecer as denúncias feitas pelos brasileiros, sobre o atendimento consular, somente nesta segunda-feira (20).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Jornal Folha de Boa Vista, em 23/01/2014

Brasileiros denunciam que tem dinheiro confiscado nas estradas da Venezuela

As denúncias de furtos, assaltos, maus-tratos e situações constrangedoras em viagens à Venezuela aumentam cada vez mais nesse período de férias, quando milhares de brasileiros fazem turismo, principalmente, na Ilha de Margarita. Na semana passada, por exemplo, uma turista de Boa Vista, que viajava em um ônibus venezuelano até a cidade de Puerto Ordaz, teve todo o seu dinheiro confiscado por guardas nacionais.

De acordo com o administrador Marcos Chaves, as vítimas relataram que os guardas venezuelanos, em uma das alcabalas, teriam encontrado dinheiro dentro de uma bolsa. A proprietária não estaria com a documentação que comprovasse a compra dos bolívares em casa de câmbio oficial.

“Eles revistaram tudo e acabaram apreendendo o dinheiro. Todos sabem que os brasileiros levam o dinheiro das férias em mãos, pois não podem abrir conta no país vizinho. As pessoas que levam grandes quantidades estão perdendo o dinheiro para os guardas nacionais porque não têm documentação financeira, pois a transação é feita no mercado paralelo”, disse.

Ainda conforme Marcos Chaves, muitas pessoas estão registrando queixa na polícia. “Não sei se através do governo brasileiro alguém conseguiria reaver esse dinheiro. Acredito que isso seja bem difícil. Não soube da quantia perdida, mas a vítima disse ser muito dinheiro, pois estava indo a Puerto Ordaz fazer compras”, comentou.

A Folha entrou em contato com José Martins, membro do Consulado Venezuelano em Boa Vista, mas ele afirmou que não poderia fazer nada, pois não é de sua responsabilidade. O secretário Extraordinário de Relações Internacionais de Roraima, Eduardo Oestreicher, também foi procurado, mas nenhum dos telefonemas foi atendido, nem houve retorno.

OUTROS CASOS - A Folha já repercutiu diversas vezes casos de brasileiros que viajam ao país vizinho e voltam traumatizados com assaltos e extorsões que acontecem pelas estradas, principalmente nas alcabalas, onde a guarda nacional mantém pessoal fortemente armado. Essa violência tem feito muitos brasileiros deixarem de se aventurar para aquelas bandas durante feriados prolongados e no período de férias.

O presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Ricardo Peixoto, disse que frequentemente muitos turistas relatam que têm enfrentado problemas com reservas em hotéis e até com superlotação em voos. A violência da Venezuela e a falta de seriedade nos serviços oferecidos pelos setores do turismo venezuelano também são um dos motivos que tem diminuído a procura por pacotes de viagens para o país vizinho.

SEGURO - O brasileiro que está programando fazer turismo na Venezuela antes do dia 30 de janeiro não precisa se preocupar com o seguro de viagem, imposto recentemente cobrado pelo governo daquele país. A medida, que deveria estar valendo desde o dia 18 de dezembro do ano passado, de acordo com representantes venezuelanos, permanece suspensa até o final deste mês.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membros

Bem, demorei um pouco, mas vou contar da minha experiência em Caracas.

 

Fui em setembro de 2013, para acompanhar a Copa América de Basquete Masculino, e fiquei de sábado a sexta. O principal problema, na minha opinião, é a questão do câmbio paralelo. Enquanto 1 dólar, oficialmente, comprava, no máximo, 7 bolívares, no paralelo, consegui 25 bolívares por dólar. Contratei os serviços do Reynaldo, do Caracas City Tour. Paguei o transfer do aeroporto até o hotel pela internet, em dólar, e combinei a quantidade de bolívares que compraria dele. Não me lembro muito bem, mas acho que eram 700 dólares (1 dólar = 25 bolívares). Cheguei no aeroporto, ele estava lá com a plaquinha, e não tive aborrecimento algum. Tampouco vi aquela confusão de gente te oferecendo dinheiro, transporte, etc.

 

Fiquei hospedado no Pestana Caracas, da rede Pestana, perto de Altamira. Reservei no site, mas paguei no dinheiro vivo, quando cheguei lá, mais vantajoso. O café da manhã é razoável, tem uma piscina legal, uma academia pequena, e happy hours todos os dias, já que é um hotel de negócios. A localização é excelente, perto do Parque Del Este, em frente a um supermercado e a meia quadra da estação de metrô. Só o wifi do hotel é instável.

 

Como imaginava, a cidade é uma metrópole com os problemas de toda metrópole. Não me senti pouco seguro em momento algum, andei bastante de metrô e a pé, saí à noite e há lugares bem agradáveis. O ruim é só andar com dinheiro o tempo todo. A cotação oficial é muito alta, e comprar coisas no cartão fica inviável.

 

Contratei o Reynaldo para ir ao El Hatillo e ao teleférico comigo. El Hatillo é um bairro típico venezuelano, com restaurantes locais que vendem arepas, cachapas, etc. Lembra o Caminito argentino, mas menos preparado. Tem um shopping grande tb. O passeio do teleférico de Mérida é bem legal, a paisagem é bonita, há um artesanato local e restaurantes típicos no caminho tb. Pra El Hatillo, ele me cobrou 800 bolívares; pro teleférico, 600.

 

Há bastantes shoppings em Caracas, e o maior é o Sambill. É bem cheio, há alguns restaurantes bons, mas não gostei das lojas. É próximo da Estação Chacao. O Centro San Ignacio é mais chic, já que se localiza em Altamira, mas há menos lojas. Já o Millenium Mall é próximo ao hotel Pestana, menos cheio e com muitas lojas. Fui ao bairro de Savana Grande e ao Centro da cidade tb, de metrô, conhecer o Pantheon (bem bonito), e o Museu do Simon Bolívar, pequeno. Ia ao Poliedro de Caracas todos os dias assistir aos jogos, sempre de metrô, e não vi absolutamente nada de anormal e perigoso. Ah, o metrô é praticamente de graça, bem barato.

 

Há excelentes restaurantes em Caracas, principalmente em Altamira e Las Mercedes. Em Las Mercedes, não há metrô, ia de táxi, solicitado no hotel. Sempre combinava o preço antes, e não passava de 200 bolívares. Para Altamira, ia normalmente a pé. Mokambo, Antigua e La Montanara são restaurantes excelentes em Las Mercedes, Barako é uma churrascaria altamente recomendável em Altamira. Para a noite, sugiro Aphrile, em Altamira tb. Lugar bem legal e descontraído. Ah, todos restaurantes de primeira linha de Caracas e bem mais baratos que similares brasileiros.

 

O Reynaldo tem serviços de city tour tb, mas não contratei. Contratei os passeios específicos (El Hatillo e Teleférico), pois prefiro ficar livre para conhecer a cidade sozinho. Ele é bastante simpático e a comunicação era por whastapp. Contratei-o pra me levar ao aeroporto, pois seria mais rápido que metrô+bus. Me cobrou 500 bolívares e 45 minutos de Altamira.

 

Bem, recomendo fortemente a visita a Caracas. Qualquer dúvida, estou à disposição.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Valeu Fernandes pelo relato. Eu andei colocando alguns tópicos sobre a Venezuela, mas pelo que eu li, não pelo que vivi. Muitas mensagens sobre a violência contra turistas, principalmente por parte de policiais.

Que bom que para você foi tudo tranquilo. Eu moro em Manaus e para economizar pretendo ir de ônibus daqui até Caracas, pela Viação Eucatur. Sou carioca, mas trabalho aqui e casei com uma amazonense. Ela

vai me acompanhar no final do ano nas nossas férias. Algumas perguntas: você foi em que mês para lá? Será que em dezembro faz frio no teleférico de Mérida? Como usar o telefone celular para falar com os

familiares no Brasil? Uso a TIM e a VIVO. Preciso comprar algum chip de lá? De que cidade do Brasil foi sua partida, ônibus ou avião? Fez frio nessa ocasião? É verdade que tem neve na Venezuela? Em que lugar e época?

Abraços. Humberto.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Fala, Humberto!

Fui a Caracas em setembro, e estava bem quente e úmido. Clima tipicamente equatorial, com chuva todo dia. Pelo que sei, não faz frio em Caracas. Neve então nem pensar. No teleférico, a temperatura cai um pouco, por causa da altitude, mas nada demais. E o passeio é tão rápido que cê nem sente o frio. Nem levei casaco. Em relação ao telefone, é como em qualquer país estrangeiro. Você habilita antes o seu celular para uso internacional, com a sua operadora, e fica apto a realizar ligações de qualquer país do mundo.

Saí de Brasília, onde moro, para Caracas, de avião, com conexão em Guarulhos.

Espero ter ajudado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Humberto, quanto ao frio voce deve estar falando da cidade de Mérida que fica no final da cordilheira dos andes.

 

O unico lugar que faz frio na Venezuela, nas montanhas! Tem uns passeios pelo paramos que sao as montanhas.. onde tem diversas comunidades e voce sobre ate a carreteira, estrada mais alta da venezuela a 3.000 e alguma coisa de altitude. La tambem tem o teleferrico que eles dizem ser o maior do mundo ou da America nao me lembro, mas quase sempre esta em manutencao. A cidade é agradavel , é uma cidade universitaria.

Estive la vindo da Colombia em setembro-outubro de 2011, nesta epoca era um friozinho agradavel, so quando subia as montanhas que esfriava um pouco mais.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Silnei changed the title to Caracas

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por Marina Away
      Venezuela, Janeiro de 2014
      Voo São Pualo – Boa Vista
      Boa Vista
      - se informar com seguranças do aeroporto sobre terminal Carabá local onde pegar taxi ‘lotação’ para Santa Elena do Uiaren e ir de taxi ate esse local (30 reais)
      - taxi ‘lotação’ leva 4 pessoas e cobra 35 reais de cada. Faz parada na aduaneira para que peguem autorização de entrada (não é necessário passaporte, so RG)
       
      Santa Elena de Uiaren
      - Pousada 3 Naciones (melhor custo beneficio)
      -dono da pousada é brasileiro e troca reais por bolivares no cambio negro! Confiável! (estava 1 real = 23 bolivares e no final da viagem estava 1 = 27 bolivares)
      - comprar passagem para Ciudade Bolivar com 1 dia de antecedência (agências de turismo reservam para turistas e deixar pra comprar na hora de sair é arriscado)
      - deixamos parte da bagagem na pousada para subir o monte Roraima apenas com o necessário para 6 dias la
      **todos os onibus que viajamos no país colocam ar condicionado no mais frio, sempre viaje com casaco, meias e saco de dormir
      - na fila (enorme) de carros para abastecer conseguimos o telefone do jipeiro Franklin Sierra telefone 04265673074 que conseguiu contato de Alejandro (Alex) 04266102578 para nos levar a entrada do monte Roraima – o dono da pousada deixa fazer essas ligações
       
      Monte Roraima
      - Taxi com Alex ate aldeia Indigena (cobrou 3 mil bolivares para levar na comunidade e ate a entrada do parque do monte roraima e combinamos dia e horário pra ele buscar – mais 3 mil para a volta – total 6 mil = 260 reais)
      - indígena Jeremias Williams (Rapemon – ele eh rapper! Tenho no facebook) cobrou mil por dia de trek mais 2 mil para comida (total 8 mil = 348 reais)
      - 6 dias de caminhada, tomando banho no rio, cozinhando a própria comida (fizemos compras no brasil: miojo, sopão, sardinha,..) e levando as próprias mochilas. O guia so indicava o caminho.
      - total gastamos 14 mil bolivares (3500 cada um = 152 reais) sendo que as agencias cobram cerca de 10 mil por pessoa (435 reais).
      **muito frio a noite e muito calor de dia com chuva, perigo das roupas da mochila molharem e passar frio a noite
      **levar comprimidos que purificam agua
       
      Ciudad Bolivar
      -viagem de ônibus por 11h entre Sta Elena e CBolivar
      - chegando em CBolivar já compramos passagem de ônibus direto para Caracas e descemos na Plaza Venezuela (8h de viagem)
       
      Caracas
      - Hotel La Floresta ou Altamira ambos no bairro Altamira – mesmo preço (325Bol por pessoa no quarto duplo ou quadruplo = 14 reais) mas La floresta é mil vezes melhor
      - conhecer bairro Boulevard (3ª estação de metro dps da estação Altamira)
      - taxi ate aeroporto para comprar passagem à Los Roques (compramos ida e volta por 7240 Bol para o dia seguinte – 315 Reais)
       
      Los Roques – 5 dias/Empresa Aerotuy
      -pagar taxa ao chegar na ilha (214Bol – 9 Reais)
      -Autorização do Inparques para acampar (guardar este documento) e barcos-taxi para qualquer ilha combinando data para buscarem você la
      - 2 noites em Francisqui de ariba (ilha deserta apenas com a casa abandonada em que o pescador Willy tinha concessão de uso)
      -Ilha principal Gran Roque (única ilha com pousadas e comercio) com área de camping péssima, muitas moscas e sem banheiro, sem chuveiro
       
      Caracas
      - Tour com amigo venezuelano que conhecemos no topo do monte roraima
      - Centro Historico da cidade e Subir montanha Ávila
      - rodoviária para CBolivar fica no bairro Altamira
       
      Ciudad Bolivar
      - empresa Eco Adventures com um agente que nos abordou na rodoviária de Ciudad Bolivar (escritório na própria rodoviária sala n. 33 – site: http://www.adventurevenezuela.com email: [email protected])
      - chorar muito o preço que eles reduzem – 8.500 Bol para 3 dias com 3 refeicoes diárias inclusas com uma noite extra sem alimentação (315 Reais)
       
      Canaima
      - pousada simples, local próximo a cachoeiras
      - Um dia para conhecer as cachoeiras mais próximas de canoa
      -um dia com saída pela manha para Salto Angel e dormir em galpão aberto em redes, sem energia elétrica Jantar e café da manhã servidos pelo guia.
       
      Ciudad Bolivar
      - muito perigosa sem atrações a não ser o delta do orinoco, rio que aparecem botos
      Sta Elena
      - freeshop com poucas coisas mas preço muito bom (perfumes, bebidas e eletrônicos)
      - taxi ‘lotação’ ate Boa Vista
    • Por Donizeti
      CHEGUEI EM CARACAS NO DIA 1DE SETEMBRO VINDO DE S.PAULO, CHEGUEI AO AEROPORTO SIMON BOLIVAR E JA DE CARA VARIAS PESSOAS ME OFERECENDO CAMBIO, COMO JA TINHA LIDO AQUI ANTERIORMENTE TROQUEI O MINIMO POSSIVEL APENAS PARA PAGAR O TAXI E CHEGAR AO HOTEL, NO ANDAR DO DESEMBARQUE QUE É DIFERENTE DO DE EMBARQUE O LOCAL ONDE TINHA A PLACA DE TAXI OFICIAL NÃO TINHA NINGUEM, E COMO NAO CONHECIA NÃO DESCI PARA VERIFICAR NA AREA DE EMBARQUE QUE TEM TAXI OFICIAL, RESUMINDO PEGUEI UM TAXI DO LADO DE FORA DO AEROPORTO, NÃO ACONSELHO TIVE MINHA PRIMEIRA DOR DE CABEÇA, COMBINEI COM O MESMO QUE PAGARIA 10 DOLARES ATÉ O HOTEL, TUDO COMBINADO MÁS QUANDO CHEGOU NA PORTADO HOTEL ELE QUERIA 15 E DISSE TER COMBINADO 15, NÃO PAGUEI, PAGUEI O COMBINADO.
      HOTEL ALEX NO CENTRO DE CARACAS, HOTEL EXELENTE RESERVEI PELA HOTEIS.COM E PAGUEI AQUI NO BRASIL 4 DIARIAS, ESTE HOTEL FAZ CAMBIO MAS SÓ DOLAR PAGARAM 900,00 POR DOLAR COMPREI O SUFICIENTE PARA FAZER OS PASSEIOS E ALIMENTAÇÃO.
       
      METRO DE CARACAS- https://www.metrodecaracas.com.ve/
      CARACAS E FUNDAMENTAL PARA QUEM ESTAVA A PE COMO EU TER O MAPA DO METRO NO BOLÇO O METRO CUSTA CENTAVOS DE REAL, VISITEI ATRAVES DO METRO PARQUE LOS CAOBOS DESCER NA ESTAÇÃO BELAS ARTES,
      TELEFÉRICO DE CARACAS DESCI DE METRO NA ESTAÇÃO COLEGIO DE INGENIEROS E PEGUEI UMA CAMINHONETA (UM MICRO ONIBUS) QUE SAI DA RUA AO LADO DA ESTAÇÃO DO METRO, ASSIM QUE SUBIR PEÇA AO MOTORISTA PARA AVISAR QUANDO CHEGAR NO PONTO DE DESCIDA DO TELEFERICO, A PASSAGEM CUSTOU 50 BOLIVARES. PARA ENTRAR NO TELEFERICO ESTRANGEIROS PAGAM UM POUCO MAIS CARO, ACHO QUE FOI UNS 2800 BOLIVARES E GUARDE O TIQUETI PARA DESCER SE NAO TERA QUE PAGAR OUTRA PASSAGEM. LA EM CIMA TEM PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO, BARRACAS DE ARTESANATO E ATÉ UMA PISTA DE GELO.
      PARA CONHECER O PANTEON NACIONAL, ONDE ESTA OS RESTOS MORTAIS DE SIMON BOLIVAR, VOCE PODE DESCER NA ESTAÇÃO COM MESMO NOME PANTEON, COMO EU ESTAVA CAMINHANDO E CONHECENDO O CENTRO DA CIDADE DESCI NA ESTAÇÃO PRAÇA VENEZUELA E FUI CAMINHANDO ATÉ O PANTEON, UNS 2 KMS MAIS OU MENOS, LA NO PANTEON TEM TODO UM RITUAL COM A GUARDA DE GALA, COM O CAIXÃO DE SIMON BOLIVAR E ATÉ UM RAPIDO DISCURSO EM RESPEITO AO MESMO, MUITO INTERESSANTE.
      TERMINAMOS NOSSA ESTADIA EM CARACAS E FOMOS EM DIREÇÃO A ILHA MARGARITA ONDE FICAMOS POR 14 DIAS. PEGAMOS O METRO E DESCEMOS NA ESTAÇÃO PETARE DE ONDE SAI OS MICROONIBUS ATÉ ´TERMINAL ORIENTE, NÃO SE PREOCUPE POIS ELES GRITAM QUE ESTÃO INDO PARA O TERMINAL ORIENTE, ENTÃO É FACIL DE IDENTIFICAR. DESTE TERMINAL INTERMUNICIPAL QUE SAEM OS ONIBUS PARA PUERTO LA CRUZ, CHEGANDO NO TERMINAL DE PASSAGEIROS DE PUERTO LA CRUZ PEGAMOS UM TAXI QUE CUSTA BARATO POIS É PERTO, ATÉ O TERMINAL DE BARCAS (FERRYS) LA VOCE ESCOLHE COM QUAL COMPANHIA IRA. DA EM MEDIA 5 HORAS DE VIAGEM ATE A ILHA, DEPENDE DA EMPRESA´, NA IDA FUI COM A NAVIBUS E LEVOU 4.45 HRS E NA VOLTA VIM COM A GRAN CACIQUE QUE LEVOU 3.30 HRS, O PREÇO DAS BARCAS GIRA EM TORNO DE 4200,00 BOLIVARES.
       
      ILHA MARGARITA
      CHEGANDO NA ILHA FOMOS ABORDADOS AINDA NO TERMINAL PELOS TAXISTAS , NEGOCIAMOS O PREÇO E FOMOS EMBORA. O LOCAL ONDE FIQUEI NÃO DOU REFERENCIAS POIS TEM HORA MARCADA PRA ENTRAR, FIQUEI NUM RESIDENCIAL E COMO CHEGUEI FORA DE HORA NÃO QUERIAM ME DEIXAR ENTRAR E COMO SABEMOS TURISTA NÃO TEM HORA CERTA PRA CHEGAR. USEI MUITO OS MICRONIBUS ANTIGOS, DA PRAÇA BOLIVAR EM PORLAMAR SAEM PRA TODOS OS LUGARES DA ILHA E CUSTA 50 BOLIVARES. ENTÃO VOCE CONSEGUE CONHECER TODA A ILHA DE MICROONIBUS.
       
      PASSEIO DE JEEP SAFARI
      QUE RECOMENDO MAS ´NAO INDICO FAZER COM O GUIA QUE FIZ POIS ELE PROMETEU VARIOS LUGARES E NÃO CUMPRIU E AINDA ENGANOU OUTROS TURISTAS LEVANDO NO AQUARIO DIZENDO QUE TINHA DESCONTO COMPRANDO COM ELE CUSTOU 2500 BOLIVARES E ENTRARAM POR UMA ENTRADA LATERAL , MAS NO GUICHE VERIFICAMOS QUE O PREÇO DO INGRESSO ERA SOMENTE 1000 BOLIVARES. COMO JA ESTAVAMOS SEM DINHEIRO RESOLVEMOS TENTAR TROCAR DINHEIRO NO CENTRO. NINGUÉM QUERIA TROCAR REAL O MAXIMO QUE ME OFERECERAM FOI 220 BOLIVARES POR 1 REAL.
       
      O GOLPE
      ENTÃO SAI CAMINHANDO E FOI QUANDO TIVE A SEGUNDA DECEPÇÃO DA VIAGEM. APARECEU UM CIDADÃO QUE ACEITAVA TROCAR REAL POR BOLIVARES A 350 BOLIVARES POR CADA REAL. DESCONFIADO PELO QUE JA TINHA LIDO COM RELAÇÃO A GOLPES E DE QUE NÃO SERIA SEGURO TROCAR DINHEIRO NA RUA, APENAS TROQUEI 250 REAIS. ACABEI CAINDO NUM GOLPE.
       
      O GOLPE FUNCIONA ASSIM...O RAPAZ FAZ A CONTA E TRAZ OS BOLIVARES, É DINHEIRO VERDADEIRO MAS ELE PÕE EM CADA PACOTE DE 10.000 BOLIVARES 2 NOTAS DE 100 POR CIMA E MAIS 2 POR BAIXO E O RESTANTE DAS NOTAS SÃO DE APENAS 10 BOLIVARES E ENCHE DE ELASTICOS O PACOTE DE DINHEIRO PARA DIFICULTAR VC DE ABRIR AS NOTAS, COMO A TRANSAÇÃO É FEITA NA RUA E O CAMBIO PARALELO É ILEGAL É TUDO FEITO MEIO AS PRESSAS. EU TENTEI ABRIR UM PACOTE PRA VERIFICAR E QUANDO ELE PERCEBEU, ELE MESMO GRITOU OLHA A POLICIA VINDO, CATEI TUDO DO JEITO QUE ESTAVA JOGUEI DENTRO DA MOCHILA E SAI FORA. DESCOBRI QUE TINHA CAIDO NUM GOLPE QUANDO CHEGUEI EM CASA. JA SABEM NÃO TROQUEM DINHEIRO NA RUA, NÃO SEJA O PROXIMO A CAIR EM GOLPE. FOI COM OS POUCOS BOLIVARES QUE FIQUEI E MAIS OS REAIS QUE TINHA QUE FUI TENTAR VER O SHOW DOS GOLFINHOS NO PARQUE WATERLAND, MAS ELES NÃO ACEITAVAM PAGAMENTO EM REAL.
       
      CAMBIO E TAXI DE CONFIANÇA RODRIGO WHATSAPP +58 416 8991362
      ME PASSARAM UM CARTÃO DE UM RAPAZ QUE PODERIA FAZER O CAMBIO PARA MIM, ENTÃO ENTREI EM CONTATO COM ELE E FOI O QUE SALVOU MEU PASSEIO ELE TROCOU MEUS REAIS A 300 BOLIVARES POR CADA REAL. SEU NOME( RODRIGO BARILLAS) WHATSAPP +58 416 8991362 A PRINCIPIO TROQUEI POUCOS REAIS POIS NAO TINHA CONFIANÇA AINDA MAS DEPOIS PASSEI A TROCAR VALORES QUE GARANTIRAM O RESTO DO MEU PASSEIO E O RODRIGO TRAZIA O DINHEIRO ATÉ O RESIDENCIAL ONDE EU ESTAVA . ERA SÓ MANDAR UM ZAP ELE ENTENDE PORTUGUES, E MARCAR COM ELE. ME ENSINOU A IR PARA A ILHA DE COCHE SEM GASTAR MUITO..
       
      ILHA DE COCHE
      ENTAO PARA IR PARA A ILHA DE COCHE SEM CONTRATAR PASSEIO COM NINGUEM FIZ ASSIM ...
      PRÓXIMO DA PRAÇA BOLIVAR PERGUNTE DE ONDE SAI O AUTOBUS PARA A PRAIA DE EL YAKE, PEÇA AO MOTORISTA PRA AVISAR ONDE DESCER, ELE VAI DEIXAR VOCE PRÓXIMO AO LOCAL QUE COMPRA O PASSEIO, CHEGUE CEDO POIS AS SAIDAS SÃO NO COMEÇO DA MANHÃ, NÃO ME RECORDO O HORARIO CERTO MAS FOI ENTRE 8 E 9 DA MANHÃ QUE O BARCO SAIU RUMO A COCHE. LOGO QUE VOCE DESCER DO BARCO EM COCHE VOCE SERÁ ADOTADO POR UM BARRAQUEIRO, VOCE É OBRIGADO A ALUGAR UMA BARRACA COM 2 CADEIRAS POIS O CALOR É IMENSO, CUSTOU 1500 BOLIVARES, ESSE MESMO CARA TE OFERECE ALMOÇO, PASSEIOS. NO CASO EU FIZ UM MERGULHO COM SNORKEL MARAVILHOSO, GASTEI NO TOTAL ENTRE BARCO QUE TE LEVA ATÉ OS CORAIS, TE FORNECEM SAPATILHAS E A MASCARA, E UM CD COM AS FOTOS 6000 BOLIVARES, SENDO 3 MIL DO BARCO E 3 MIL DO CD. NO ALMOÇO PAGUEI 5MIL E O SUCO CUSTOU 1300, MAS SE VOCE BUSCAR NO BALCÃO SAI MAIS BARATO, ACABEI PAGANDO POR SER SERVIDO NA BARRACA. MESMO ASSIM SAIU MUITO MAIS BARATO DO QUE SE EU CONTRATASSE UMA EMPRESA PRA ME LEVAR, ELAS COBRAM EM MÉDIA 30MIL BOLIVARES PELO DIA EM COCHE
       
      ILHA DE CUBAGUA
      VISITAMOS OUTRA ILHA DE NOME CUBAGUA, ESSA NÃO TINHA JEITO, POIS SÓ UMA EMPRESA FAZ ESSE PASSEIO, MAS MESMO ASSIM EM CONTATO COM RODRIGO ELE CONSEGUIU UM DESCONTO PRA MIM. ESSE ME BUSCOU NO HOTEL E CUSTOU EM MÉDIA 30 MIL BOLIVARES, COM ALMOÇO INCLUSO E BEBIDAS NACIONAIS A VONTADE. REFRIGERANTE, CERVEJAS E RUM.
      O PASSEIO PARA VER GOLFINHOS ACHEI EXAGERADO E ACABEI NÃO FAZENDO, PARA TOCAR E TIRAR FOTOS COM ELES VOCE PAGA 30 MIL BOLIVARES E FICA APENAS 20 MINUTOS MAS SE VOCE QUISER NADAR COM ELES SEGURANDO NA BARBATANA E SENDO ARRASTADO PELO GOLFINHO CUSTA 38MIL BOLIVARES, ACHEI MUITO CARO POR POUCO TEMPO, MAS VAI DE CADA UM. PARA CHEGAR NO PARQUE AQUATICO DOS GOLFINHOS VOCE PEGA QUALQUER MICROONIBUS QUE PARE NO CENTRO COMERCIAL SAMBIL E DE LA VOCE VERA DO OUTRO LADO DA AVENIDA UM PARQUE DE DIVERSÕES. ESSE PARQUE CHAMA-SE DIVERLAND E DENTRO DELE ESTA O WATERLAND ONDE ESTÃO OS GOLFINHOS, PARA VER OS GOLFINHOS É SÓ ATE AS 16: 00HRS ENQUANTO QUE O DIVERLAND ABRE AS 18:00HRS, ISSO MESMO ELE ABRE AS 18 E FECHA AS 24:00 HRS. SÓ O DIVERLAND NÃO CUSTA CARO, ESTÁ 2MIL BOLIVARES PARA ENTRAR .
       
      BASILICA NOSSA SRA. DEL VALLE
      PARA VISITAR A BASILICA DE NOSSA SENHORA DEL VALLE, A PADROEIRA DA ILHA, NOVAMENTE PEGUE UM MICROONIBUS NA PRAÇA BOLIVAR QUE VA PARA EL VALLE, PEÇA PARA O MOTORISTA PRA DESCER PROXIMO DA IGREJA. CONFORME VOCE FOR ANDANDO PELA ILHA VOCE IRA VENDO VARIOS PASSEIOS E ASSIM PODERA IR ESCOLHENDO QUAL FAZER OU NÃO CONFORME SEU GOSTO. PASSADO OS 14 DIAS FOMOS PARA O TERMINAL DE FERRY E PEGAMOS A BARCA DE VOLTA A PUERTO LA CRUZ,
       
      PUERTO LA CRUZ
      FIQUEI NUMA POUSADA QUE ACERTEI DAQUI DO BRASIL, POIS ESTAVA DIFICIL ACHAR HOTEL, APESAR DE TER MUITOS HOTEIS LÁ APARENTEMENTE ELES NÃO ANUNCIAM NA INTERNET, CONSEGUI ACHAR UMA POUSADA BEM SIMPLES SO PARA DORMIR, PRA MAIS 4 DIAS E ME COBRARAM 10 DÓLARES A DIARIA, EM BOLIVARES FICARIA MAIS BARATO, QUASE A METADE DO VALOR, MAS COMO EU JA TINHA ACERTADO ANTES QUE PAGARIA EM DÓLAR FIQUEI SEM GRAÇA DE PAGAR EM BOLÍVARES QUE NÃO FICARIA NEM 20MIL PELOS 4 DIAS. O NOME DA POUSADA É POUSADA DO CHUITO BEM PRÓXIMO AO TERMINAL DE FERRYS TELEFONE 582812653484 EMAIL [email protected],
       
      PARQUE MOCHIMA
      TEM DIVERSAS PRAIAS E OUTRAS ATRAÇÕES, FIZ APENAS AS TRÊS PRAIAS QUE TEM BARCOS COM SAIDA DE PUERTO LA CRUZ
      NÃO É NESCESSARIO PAGAR PASSEIO POR AGENCIA E FACIL ACHAR O LOCAL ONDE SAI OS BARCOS E SAI MUITO MAIS EM CONTA, NO CENTRO DE PUERTO LA CRUZ TEM UMA CRUZ GRANDE DE COR AZUL AO LADO TEM UM PONTO DE VENDA DE PASSEIO ONDE VC PAGA APENAS 1.000 BOLIVARES E ELES TE LEVAM AS PRAIAS DO PARQUE.
      FUNCIONA ASSIM POR VOLTA DAS 08:00 H DA MANHA ELES COMEÇAM A VENDER NA BILHETERIA, POR VOLTA DAS 09:15 POR AI OS BARCOS SAI EM DIREÇÃO AS ILHAS, VC VAI TER QUE ESCOLHER EM QUAL ILHA QUER FICAR LEVAM EM TRÊS,
      EL SACO
      EL FARO
      PUINARE
      TODAS SÃO LINDAS NÃO SEI DISER QUAL É MELHOR, POR VOLTA DAS 16:00H O BARCO VAI TE BUSCAR.
       
      CUIDADO COM OS BARQUEIROS
      SO FAÇA NEGOCIO NO PONTO DE COMPRA DE PASSEIO NAO COMBINE NADA COM OS BARQUEIROS, NO MEU CASO JA TINHA FEITO 2 ILHAS E FALTAVA A ULTIMA, COMO NAO QUERIA FICAR ESPERANDO ATÉ 04;00H DA TARDE NO OUTRO DIA COMBINEI POR FORA COM O BARQUEIRO PARA ELE ME BUSCAR POR VOLTA DAS 13:00H, DISSE QUE COBRARIA 3.000 BOLIVARES 1500,00 DE CADA PARA LEVAR EU E MINHA ESPOSA E DEPOIS BUSCAR, QUANDO CHEGOU NA ILHA ELE QUERIA 10.000 BOLIVARES E AMEAÇOU DEIXAR NOS LA SE NÃO PAGASSEMOS, DESCONVERSOU TUDO O COMBINADO, NO FINAL TIVE QUE DAR 5.000,00 BOLIVARES PARA ELE NOS BUSCAR DEPOIS.
       
      APOS ESSE ULTIMO PASSEIO RETORNEI A S.PAULO NO DIA 21
    • Por Henrique Letra
      Alguém sabe uma empresa Brasileira de ônibus, coletivo que faço transporte de Caracas a boa vista? Por favor se souber o dar um dica como posso conseguir essa informação.
       
      Agradeço desde Já obrigado!

×
×
  • Criar Novo...