Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Viagem de 42 dias, 15.500 km de Biz por 5 países gastando R$3.000,00


Posts Recomendados


  • Respostas 104
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

12º dia 17 de dezembro de 2016 Trajeto do dia.   Depois de uma boa noite de sono em um lugar pra lá de sinistro voltei pra estrada. Tinha mais de 200 km de estradas de chão para percorrer e um b

37º dia Dia 12 de janeiro de 2017     Quando acordei ainda chovia, continuei deitado, estava quentinho. Fiquei por mais de uma hora lá esperando a chuva passar, enquanto isso ia comendo e olhan

  • Membros

6º dia

12 de dezembro de 2016

sexto%2Bdia.jpg

Trajeto do dia

 

Acampar a mais de 4500 metros de altitude sem os equipamentos adequados é pedir pra se incomodar. Não deu outra... O Edson não cobriu a barraca dele e entrava ar frio pela ventilação no teto e quase não dormiu esta noite, até a água que ele tinha dentro da barraca congelou. Eu não passei tanto perrengue, mas ainda assim passei algum frio, mas consegui dormir razoavelmente bem.

Acordei pelas 7 da manhã, o Edson "ainda" estava acordado, desmontamos as barracas e fomos para o sol, estava muito frio ainda, colocamos as motos no sol também pra ajudar na partida. Eu fui dar um rolê num morro perto pra tirar umas fotos e o Edson ficou lagarteando no sol. Colocamos as capas de chuva no sol pra amolecer, pois iriamos usar elas pra cortar o vento e o frio.

 

20161212_084056.jpg

Será que estava frio de manhã?

 

IMG_1037.JPG

Pegando um solzinho pra esquentar

 

IMG_1039.JPG

Só eu que vejo um rosto ali?

 

IMG_1040.JPG

Lugar surreal

 

Pelas 10 da manhã saímos dali e fomos pro salar Tara que estava a 3 km do local do acampamento, não tinha ninguém lá, perfeito pra fotos. Tiramos as fotos e seguimos pra mais quase duas horas de tortura dos 25 km até o asfalto. O Edson saiu na frente e pouco depois do local onde acampamos ele gostou tanto de um lugar que comprou um terreno na hora e ficou me esperando pra mostrar. Ele entrou numa caixa de brita funda e não teve jeito, foi pro chão. Não se machucou, mas quebrou a aba do tanque, suporte do GPS e o retrovisor. Ajudei ele a tirar a moto dali e seguimos, desta vez mais por perto de uma montanha que tinha a nossa esquerda, o terreno parecia melhor, mas a estrada parecia não ter fim. quase chegando nos Monges de Pedra tinha uma subida que o Edson teve que vir me ajudar a empurrar a Biz porque ela não subiu, fizemos em 3 prestações e enfim tínhamos pela frente um caminho melhor e em seguida o asfalto pra nossa alegria.

Eu não tinha lido nenhum relato de motociclistas terem feito este trajeto até o salar ainda, hoje eu sei porque. Só pilotos habilidosos ou que não conhecem o terreno se aventuram por lá, certamente um dos piores trecho desta viagem, mas faria novamente as paisagens perto e no salar são muito bonitas, vale o sufoco e os tombos.

 

IMG_1041.JPG

Na frente do local do camping

 

IMG_1042.JPG

A caminho do Salar de Tara

 

IMG_1053.JPG

Flamingos no Salar de Tara

 

IMG_1064.JPG

Flamingos no Salar de Tara

 

WP_20161212_09_50_06_Raw_LI.jpg

 

WP_20161212_10_01_59_Raw.jpg

 

WP_20161212_10_01_59_Raw.jpg

Salar de Tara

 

WP_20161212_10_11_47_Raw_LI.jpg

Salar de Tara

 

Seguimos para San Pedro de Atacama e na parte alta da cordilheira a Biz andava a 10/15 km/h, perdeu muita potencia, fui me arrastando e nem olhava pra frente, ia curtindo a GmBOA-usBkbF1BQCLcB/s400/20161212_111223.jpg[/img]

 

20161212_120020.jpg

 

20161212_120055.jpg

 

WP_20161212_11_43_28_Raw_LI.jpg

 

WP_20161212_11_47_13_Raw_LI.jpg

 

WP_20161212_11_54_22_Raw.jpg

 

WP_20161212_11_57_57_Raw_LI.jpg

 

WP_20161212_11_57_57_Raw_LI.jpg

 

WP_20161212_12_50_56_Raw_LI.jpg

Chegamos em San Pedro eram 14 horas, compramos pão e água e seguimos para a Laguna Cejar para tomar banho. Chegamos lá e quando vi o preço perdi a vontade de tomar banho: R$40,00, tinha pago R$10,00 em 2013, o Edson também não quis entrar, então seguimos para os Olhos del Salar e depois seguimo novamente para San Pedro. No caminho percebi que o painel da moto estava apagado e não funcionava o velocimetro, toquei assim pra ver o problema em San Pedro, mas esqueci e lembrei apenas quando estavamos próximo da pedra do coyote, parei a moto e fui ver o que era. Desliguei a moto e fui ligar novamente e nao ligou, tirei o bau central girei a chave e nada, dei partida no pedal e pegou, mas nada do painel. Tirei a carenagem frontal e fui verificar mal contatos e fusiveis, estava tudo certo até que o Edson percebeu que o conector positivo da bateria estava quebrado, certamente em função das costelas de vaca da estrada do salar. Fiz uma gambiarra no que restou do conector e amarrei a bateria com um "engasga gato" pra ela não pular mais e esta assim até hoje.

20161212_180239.jpg

Ojos del Salar

 

20161213_084953.jpg

Acampamento no Vale Arco Iris

 

Problema resolvido, seguimos para o vale do arco iris, distante 60 km de San Pedro, chegamos lá no fim da tarde, achamos outra fenda numa rocha e acampamos lá mesmo. O Edson tentou fazer um arroz com o fogareiro dele e não deu certo por conta do vento, eu comi minhas sardinhas com pão e fui dormir, o dia seguinte prometia.

Quilometragem do dia: 290 km

Quilometragem acumuladada: 3110 km

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...