Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Afeganistão - Guia de Informações


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Na década de 1970, o Afeganistão era conhecida por suas paisagens montanhosas dramática e a hospitalidade incomparável de seu povo. Na virada do século 21 o país se tornou mais sinônimo de guerra e terrorismo, a imagem de um Estado falho. A queda do regime talibã, em 2001, e as tentativas de reconstrução posterior tentaram solucionar estes problemas, mas no futuro do Afeganistão no início de 2007 manteve-se em uma faca de dois gumes.

 

Enquanto permanece volátil, muitas vezes hostil, o Afeganistão contém alguns tesouros incríveis. Cabul tem um ritmo vibrante, e Mazar-e Sharif e o Nordeste do Afeganistão é um dos locais mais sagrado do país. Samangan (Aibak) é o local das cavernas e santuários de Takht-e Rostam, uma jóia escondida budista; enquanto a destruição sem sentido das estátuas de Buda de Bamiyan ainda ressoa; suas ruínas, situado num vale sereno, é uma visão inspiradora.

 

Tendo sido explorado por dez anos pela ocupação soviética, o Afeganistão foi abandonada pela comunidade internacional, quando o último o tanque do Exército Vermelho retirou-se em 1989, permitindo que ele caísse para o caos da guerra civil e os talibãs. Promessas de não repetir o mesmo erro de 13 anos atrás mostrou-se meio verdadeiro na melhor das hipóteses. O progresso no desenvolvimento e na educação, e os processos políticos (que viram eleições presidenciais e parlamentares) são bastante reais. Cabul e outras cidades têm crescido com o aumento do comércio e novas construções. A maioria do país está em paz, mas o estado continua perigosamente fraco. O retorno ao poder de muitos dos senhores da guerra rejeitados em 1990, provou aos afegãos que você pode ter, aparentemente, a paz ou a justiça, mas não ambos. A expansão da economia não conseguiu tocar o campo, onde a maioria dos afegãos vivem e programas de desenvolvimento têm ignorado na maior parte do principal setor agrícola, em especial nas regiões pashtun que originalmente gerou o Talibã

 

A paisagem acidentada do Afeganistão e do retalho tribal nunca permitiu um governo central forte, e as tentativas da comunidade internacional para construir um tem sido desigual. A economia é dependente de ajuda, e em 2006 as receitas internas cresceram apenas US$ 13 per capita. Isto empalidece em comparação com as 6.100 toneladas de ópio produzidas no mesmo período - mais de metade do valor da economia legal. O ópio corrói o frágil estado, vindo das províncias corruptas para os centros de poder em Cabul e no mundo desenvolvido. Mais de 90% da heroína vendida nas ruas do Reino Unido vem do Afeganistão.

 

Desde a intromissão do vizinho, o Paquistão continua a jogar um jogo duplo no Afeganistão. Islamabad tem sido um parceiro público fundamental na "guerra contra o terror", mas é acusado de dar abrigo a lideranças talibã que ajudou uma vez no poder. O pacto de Waziristão assinado em 2006 para sufocar uma rebelião tribal em sua própria fronteira criou um bolsão de refugio para combatentes do Talibã que operam no sul do Afeganistão. Lavagem de dinheiro do ópio e tirando novas inspirações da insurgência iraquiana, os ataques talibãs no sul do Afeganistão em 2006, levou as forças da OTAN a combates pesado.

 

Continuar a melhorar o compromisso internacional é crucial para o sucesso do Afeganistão. Afegãos ainda recebem bem os estrangeiros que vêm ao país para ajudar, sabendo muito bem o custo da negligência. O progresso é lento e doloroso, mas possível. A paz, para um Afeganistão estável, ainda está lá para ser vencido - os custos de perdê-lo de novo são demasiado elevados para todos.

ATENÇÃO: A MAIOR PARTE DO AFEGANISTÃO PERMANECE EXTRAMAMENTE PERIGOSO. OPERAÇÕES MILITARES DA OTAN E ATAQUES DA AL QUAEDA VISANDO ALVOS ESTRANGEIROS OCORREM FREQUENTEMENTE EM CABUL E EM OUTRAS ÁREAS.

 

Fonte: Lonely Planet

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
×
×
  • Criar Novo...