Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Mochileiros.com

O que fazer em São Paulo

Posts Recomendados

Como é o meu primeiro post neste tópico, farei um apanhado sobre as dicas que eu acho essenciais e assim que for lembrando ou descobrindo outras as postarei por aqui.

 

Noções básicas de Sampa:

 

São Paulo é uma cidade perigosa sim, mas também não é nada do outro mundo, se você tomar algumas precauções e tiver bom senso, a probabilidade de ter uma estadia agradável é grande. Seguem algumas dicas de segurança:

 

- Câmeras, relógios, celulares, bolsas e carteiras chamam atenção de ladrões em qualquer lugar do mundo, aqui não é diferente. Minha dica é quando for bater perna, deixe a carteira (leve a grana e os documentos, lógico) e o relógio no hotel, mulherada, sem jóias enquanto anda na 25!!!!! E fiquem espertos com a câmera e o celular.

- O centro de São Paulo é bem policiado durante o dia, mas eu não aconselho caminhar por lá durante a noite.

- Se a intensão é ir em algum lugar mais arrumado, vá de TAXI (é bem mais seguro).

- Caminhar a noite em SP é tranquilo em alguns lugares (Paulista, Baixo Augusta e Vila Madalena), mas em muitos não são.

- Se você tiver de carro, evite trafegar a noite na região do Morumbi, próximo ao estádio (por lá tem muuuuuuuitos assaltos).

 

Aqui existem diversos programas gratuitos de qualidade, mas também existe muita coisa cara para se fazer, tudo depende da sua vontade e principalmente do seu bolso.

 

No quesito alimentação também existe opção para todos os bolsos. Você pode comer um pf no centro, com refrigerante, por R$ 15,00 ou pode gastar facilmente mais de milão em um jantar romântico. De um modo geral a alimentação por aqui é mais cara do que grande parte do resto do país, sendo que todas as comidas mais famosas da cidade não são baratas, por exemplo, o sanduíche de mortadela do Mercadão não deve ser menos de R$ 15,00 e o pastel de bacalhau deve custar, pelo menos, uns R$ 12,00. O outro sanduíche famoso é o de pernil, do Estadão, que também não deve sair por menos de R$ 15,00.

 

O maior defeito de São Paulo é sem dúvida o trânsito. Infelizmente, tem dias em que se torna intransitável, portanto, fique esperto com seus deslocamentos, principalmente o do aeroporto (custa caro perder um voo).

 

O que eu te indico:

 

Passear pelo centro

 

O roteiro que eu sugiro para fazer a pé é começar pela Praça da República, pegar a Barão de Itapetininga até o fim, quando do seu lado esquerdo estará o Teatro Municipal e a Frente o Viaduto do Chá, atravesse o viaduto (aproveite a visão do Vale do Anhangabaú abaixo) e vire a esquerda na Líbero Badaró, no final dela você estará no Mosteiro de São Bento, suba a São Bento até a Praça Antônio Prado, lá tem o prédio da BMF e um dos melhores happy hours da cidade, o Salve Jorge, o prédio da Bovespa também está ali do lado.

 

Vá pela Rua da Quitanda até a Rua Boa Vista, então vire a direita e vá reto, você irá passar pelo Pátio do Colégio e chegará na Praça da Sé, que no final tem a Catedral e a esquerda dela estará o belo prédio do Tribunal de Justiça. Siga reto em direção a Praça João Mendes, ao atravessá-la, você irá entrar no bairro japonês, a Liberdade, caminhe pela Rua da Glória até a Rua dos Estudantes, suba ela e você estará na Praça da Liberdade (Metrô), destino final.

 

Vale muito a pena perder um dia para conhecer o centro de São Paulo, essa caminhada que eu descrevi da para fazer com calma, apreciando, em umas quatro horas.

 

Parque do Ibirapuera

 

Pra mim esse é um dos meus lugares preferidos na cidade, é a praia dos paulistanos.

 

No Ibirapuera além do parque em si (área verde e lago) existem quadras, pista de cooper e ciclovia, lá também existem alguns museus, o pavilhão da Bienal e o planetário.

 

Domingo é um dia muuuuuuuito cheio, mas o legal dos domingos são os shows, na maioria gratuítos, por exemplo, no último domingo Rolou Maria Gadu, No domingo retrasado rolaram várias bandas gringas de jazz muito boas.

 

No domingo eu só vou ao parque, ou para assistir um show, ou para deitar no sol e ler alguma coisa. Correr ou andar de bike, esquece, não existe espaço para isso.

 

O melhor horário para ir ao parque é durante um dia de trabalho, após as 19h, quando tem uma galera correndo, andando de bike e skate, está longe de ser a orla do Rio, mas... E se for lá durante um dia da semana, quem sabe não nos trombamos durante uma corridinha.

 

Pra chegar, a estação de metrô mais próxima é a estação Brigadeiro da linha verde. Saia da estação (que fica na Paulista), desça a Rua Manoel da Nóbrega até o fim e você estará no Parque (mais ou menos 1,5km).

 

Passear pela Paulista

 

É a rua, economicamente falando, mais importante da América Latina, lugar de escritórios bancos e embaixadas (a Paulista deve medir uns 2,5km).

 

Mais ou menos no meio dá avenida fica o MASP (sem dúvida o maior acervo do Brasil), que além do acervo e da beleza arquitetônica, ainda apresenta várias exposições temporárias, ao domingos (talvez no sábado também...), existe uma feira de antiguidades no vão do museu. Em frente ao museu fica o parque do Trianon, que é bem pequeno, mas que vale a pena perder uns 20 minutinhos para percorrer o seu espaço e principalmente passar na ponte que passa por cima da Alameda Santos e liga as duas metades do parque (eu pirava nessa ponte quando era criança).

 

Perto do início da avenida, um pouco antes do prédio da Gazeta (onde fica a torre da Tv Globo), tem os barzinhos na Rua Joaquim Eugênio de Lima, que ficam lotados na hora do HH. No final da Paulista tem, na minha opinião, a melhor noite de São Paulo, o Baixo Augusta (da Paulista pro Centro).

 

Eu moro ao lado da Paulista e costumo caminhar por ela até as 23 horas tanquilamente, depois disso não custa nada ficar esperto.

 

Durante o domingo a tarde é o melhor horário para conhecê-la, dia que uma ciclo-faixa é fixada em cada lado da avenida.

 

Baixo Augusta

 

Vários bairros tem boas baladas em São Paulo, mas a Augusta é Foda!

 

Há um tempo atrás lá só existiam casas de meretrício (puteiros), com diversas garotas que vendiam o corpo na frente dos estabelecimentos. Uma galerinha alternativa começou a abrir algumas baladas por ali, como o Vegas e o Sarajevo, então, do nada, lá virou o lugar.

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES: A augusta já não é mais aquele local alternativo que foi antigamente, mas ainda é "alternativinho", lá é comum ver pessoas do mesmo sexo de mãos dadas, ou até trocando carícias e também não será improvável se deparar com alguém consumindo alguma substancia ilícita.

 

Se você não se importa, enjoy, caso se importe, procure outras baladas pois você irá se divertir mais.

 

Pizza

 

Se você vier para São Paulo e não comer uma pizza, sua viagem não foi completa!

 

Mercadão

 

Outro passeio clássico que também vale muito a pena, primeiro de um rolezinho nas bancas com diversas frutas exóticas embutidos e queijos deliciosos, depois, experimente os mais que tradicionais sanduíche de mortadela e pastel de bacalhau.

 

Se quiser mesa no fds, chegue cedo, senão não reclame da espera.

 

 

 

Espero ter ajudado... Irei postando por aqui...

 

abraxxxxxxxx

Compartilhar este post


Link para o post

O museu do Ipiranga seria legal, mas acho que está fechado. O Museu do futebol é interessante. MAC pode ser se gostar de arte moderna. o resto, em geral, são mais exposições itinerantes, precisa pesquisar o que está tendo na época.

 

Se tiver crianças ,recomendo o Catavento cultural.

 

Outros passeios, catedral da Sé, Patio do Colégio...

 

Como curiosidade vá ao Shopping Cidade Jardim. Você não vai comprar nada, pq eh carissimo, mas tem uma bela vista de SP e é um lugar bonito. Tava tendo um bar astor na cobertura que era bacana também, não sei quando termina, pq eh temporario.

 

Outro lugar que é caro, mas vale a pena pela vista é o bar skye do hotel unique. Tome uns dois drinks e desfrute um pouco.

 

Tome um brunch de domingo no hotel renaiscence. É mega-chique e é R$50,00 preço fixo, barato para os padrões paulistanos. Voce vai se sentir na elite paulistana, rsrs.

 

Existem restaurantes tradicionais interessantes, o espetacular polpetone do Jardim de Napoli, Em alguns shoppings tem fast food disso, mas a qualidade boa é só restaurante de higienopolis.

 

Existe o passeio para paranapiacaba que pode ser interessante.

 

Parque acho que o Villa Lobos é legal, Ibirapuera também.

 

Bares o mais popular é na vila madalena, aspicuelta. São todos meio caros. Na Joquim Eugenio de Lima, região da paulista tem um monte de outros. Acho tudo meio parelho de preços. Na Joaquim tavora na vila mariana tem muitos outros. Tem vários mais espalhados pela cidade Veloso da Vila Mariana.

 

Tem umas cidades perto de SP, que valem uma visita, holambra para ver uma cidade tipica holandesa. Serra negra, Águas de Lindoia e Monte Sião para ver malhas, roupas de couro, é o circuito das águas. Se gostar de rafting, dá para ir para amparo, brotas.

Compartilhar este post


Link para o post

Olá,

 

 

Serve o presente, para me desculpar, por não ter agradecido as tuas dicas sobre a minha suposta viagem entre Santos e Rio Janeiro em Abril. Efetivamente, estive em viagem no Brasil durante três semanas, mas quase não fiz nada do planeado, quero dizer do planeado apenas visitei o RJ e as suas praias urbanas, de Copa até Barra da Tijuca. No entanto, adorei a viagem e as experiências no Brasil. A chegada foi em SP onde fiquei 3 noites na pr República. Após aterrar em Guarulhos, esperei que ficasse dia e dirigi-me ao hotel, Bruna fiquei impressionado quando cheguei à estação de Tatuapé e uma imensa multidão me envolveu, nossa quase nem conseguia sair do metro com o troley. SP é uma metáfora do mundo, uma imensa multidão, sempre a cruzar comnosco, muitos com uma existência frágil, lembrando-nos que a vida é isso mesmo frágil e efémera. Claro que adorei Parque Iberapuera, achei Av Paulista sofisticada, gostei muito do Museu de Língua Portuguesa (tal como os brasileiros eu também sou fã de Fernando Pessoa), uma boa colecção no MASP e gostei da multiculturidade da Sé, São Bento. Na verdade fiquei um pouco decepcionado por "não ter acontecido nada no meu coração, quando cruzei Ipiranga e Av S. João) não consigo sequer imaginar sobre o quê o Caetano se referia na letra de SAMPA. O que verdadeiramente me encantou em SP foi verificar que existem muitas oportunidades, entro sempre nas livrarias das cidades que visito, reparei no grande destaque nas montras para as postilas para preparar os inúmeros concursos públicos e acesso ás carreiras profissionais, assim como no hotel onde fiquei percebi que muitos hospedes estavam na cidade para prestar provas e ir a entrevistas de trabalho, nem imaginas o que isso representa para os jovens de Portugal, Espanha e outros países da Europa do Sul onde as carreiras estão bloqueadas. Como aspeto negativo, destaco que nunca tinha visto nem passado em tantas catracas, nos edifícios públicos, nos edifícios de escritórios, nos ónibus, acho que até em edifícios residenciais, que paranoia com a violência. Finalmente, achei as pessoas muito simpáticas.

Não cheguei a ir a Santos, pois apanhei BUS na estação Tiete e fui para Curitiba, que gostaria de comentar contigo no próximo email.

Se achar

que este testemunho pode ser publicado.

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post

Amigos

 

Sou paulistana e fico com dor no coração de ver os turistas perdendo todos os dias na cidade explorando o centro antigo. Acho um horror, embora tenha potencial, mas no geral é sujo e perigoso. Na minha opinião, para "respirar" a cidade você precisa ir para outros locais também.

 

Hospedagem:

Fujam dos hoteis na Republica, Frei Caneca etc. Se de dia a frequencia é aquela, a noite é perigosa mesmo. Quem tiver grana, Jardins, Pinheiros, Vila Madalena (algumas partes), Itaim Bibi e Vila Olimpia. Vila Mariana tb é uma boa.

Repense na questão de hoteis. A melhor forma de conhecer é ter alguem na cidade, dê uma pesquisanda em hostals, Air.bnb , homestay.com e couchsufing. Este ultimo promove encontros semanais na rua Augusta, é uma boa para trocar experiencias e ideias e arrumar cia para explorar a cidade e pq não rachar um taxi? Além de pegar dicas de baladas, pq vc vai vai achar nos guias on line...

 

Transporte:

Infelizmente o metro nao esta presente toda a cidade e muita gente nao visita outros locais, por isso. Nao tem muito jeito, tem q gastar dinheiro com taxi. Mas existem outras alternativas:

http://www.timeout.com.br/sao-paulo/na-cidade/features/105/transporte-sustentavel

 

Alimentacao:

Para todos os bolsos e muitas opcoes.

Uma coisa que acho meio roubada sao os patios de Truck Food ou feirinhas gastronomicas. Paguei 15,00 em um pao de miolo com carne moida, e 8,00 em churros com confete pq era "gourmet"

 

Shows e espetaculos:

Muitas opcoes de de acordo com o gosto. Confira a agenda e compre on line com antecendencia.

 

 

Minhas sugestão de roteiro:

 

Terca a quarta (centro)

Walking tour no centrão antigo para conhecer a historia da cidade e pontos turisticos.

Compras na 25 de marco, almoco no mercado Municipal (embora eu ache caro e nada de mais, mas se vc nao for, todo muito vai perguntar)...

Visitas a Pinacoteca e Museu da Lingua portuguesa e compras no Bom Retiro. Tudo na estacao de metro Luz.

Gosto muito de ir no Parque do Ibirapuera a noite. Boa frequencia, além de ter uma visao diferente do dia, se puder vá.

 

 

Quinta (zona sul):Visita no Intituto Tomie Otake em Pinheiros. Confira a agenda de exposicões. Agora tem Salvador Dali.

La pertinho lanchar na padaria Le paim.

Umas 16:00 pegar um taxi e ir no shopping JK na Vila Olimpia, que é um dos mais bonitos da cidade assim como o shopping Cidade Jardim.

Lá pelas 18:30 caminhar até proximo os bares da região rua Gomes de Carvalho e escolhe um bar ou boteco para Happy Hour. Neste bairro ficam muitas empresas multinacionais e agencias de comunicacao, ou seja zero turistagem!!!

 

 

Sexta/sabado(zona sul): Avenida Paulista, MASP e Instituto Itau.

A pé descer a Augusta em direção ao Jardins até Oscar Freire e ver a uma rua com cara e preço de Europa. Muita bonita mesmo.

Se tiver pique para outro museu, ir no MIS. Da para ir a pé, ou pegar um onibus. É uma reta só. É um museu otimo. Confira a agenda deles.

Noite: bar The View na alamada Santos para ver a vista da cidade. Um pouco mais longe tem o bar do hotel Unique (

Skye) com a piscina vermelha. Preparem os bolsos!

E na madrugada ir para na baixa Augusta, mas vale pesquisar antes.

 

 

Domingo(centro/sul):

Chegar umas 09:00 na sala São Paulo. Lugar lindo, no meio do caos e tentar ingressos para espetáculo as 11:00 da manhã.

Outra opção ir assistir uma missa com canto gregoriano no Mosteiro Sao Bento, mas tb chegue cedo. Tem um brunch mas bem caro.

Se tiver pique alugar um bike do Itau e aproveitar as ciclofaixas que cruzam a cidade ou ir para o Ibirapuera caso tenha algum show, mas domingo é lotado, então aproveite para caminhar no bairro, próximo a rua Republica do Libano em direção a Moema, é muito agradavel e pare para tomar um sorvete ou comer algo em algum bistro.

 

Quem quiser de aventurar mais longe, há um Parque da Cantareira (beem longe quase Guarulhos), uma floresta urbana com diversas trilhas.

O templo Zu Lai na cidade de Cotia tb vale a pena. Lugar lindissimo e oferece transporte por apenas 10,00 ida e volta. Informacoes: http://www.templozulai.org.br/como-chegar.html

 

O bairro da Liberdade é legalzinho, mas nem é mais tão japonês assim.. esta cheio de chines vendendo tralha, mas dá um passeio mais ou menos.

 

Espero ter ajudado! ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post

A Ceagesp já foi mencionada pelo Silnei, mas eu queria enfatizar o Festival de Sopas, que acontece apenas no inverno. ::Cold:: Sensacional!!!

Não deixem de provar a sopa de cebola, que é super tradicional e deliciosa! Vá com boa disposição pra enfrentar a fila que costuma ser grande!

 

https://festivaldesopasceagesp2013.wordpress.com/

 

A Corrida de São Silvestre também é uma experiência muito gratificante, quem quiser maiores informações sobre a corrida, pode conferir o post no meu blog:

 

http://mochilamundoafora.com.br/category/sao-paulo/

 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post

O The Hostel Vila Mariana http://www.thehostelvilamariana.com.br é um Hostel que abriu ao lado do metro Ana Rosa e está dentro da última casa com arquitetura mourisca da cidade. A casa que ele está é um castelinho que você consegue subir até dentro da torre e ter uma vista incrível da cidade de São Paulo, sendo possível visualizar desde o parque da Aclimação até a Serra do Mar. Os quartos são incríveis e o terraço também tem ótimas festas. O espaço é sensacional.

 

Mesmo para quem mora em São Paulo vale a pena visitar e tirar fotos das paisagens.

598dc802db182_IMG_4768(2).jpg.df9ed4421e33e756c1bc1dd9c9192a86.jpg

IMG_9843.jpg.17219d3ff895dfaee9dd1e9173b699c5.jpg

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.



×
×
  • Criar Novo...