Ir para conteúdo

Rio Grande do Norte - Paraíba - Pernambuco - Alagoas / 15 dias - 12 à 27 de Fevereiro de 2017


Posts Recomendados

  • Membros

Olá pessoal, estou aqui para a minha pequena primeira contribuição, repassando um pouco das minhas experiências para quem precisar e agradecendo aos que aqui se dispuseram e me ajudou também no meu roteiro. Bem, como todos sabem o Brasil é um país lindo e vasto com sua natureza e praias, creio que todas as regiões tem suas peculiaridades e características, e nessas férias eu e minha namorada decidimos fazer as principais praias do nordeste, apesar de morarmos aqui, acreditem, nunca fomos a lugares bem embaixo dos nossos narizes, pois antes viajamos para fora do brasil, bem, nem tão fora ou longe, dentre eles Uruguai, Argentina, Norte do Chile no Deserto do Atacama, Bolívia e Peru, mas dessas vez resolvemos ficar por aqui e tentar descobrir o que esse país tem pra nos oferecer, e olha que nos surpreendeu e muito. Fizeram parte da nossa trip as praias mais famosas e visitadas na alta estação, como Ponta Negra-Natal-RN, Dunas de Genipabu-Natal-RN, Jacumã-Natal-RN, Pipa-RN, Tibau do Sul-RN, João Pessoa-PB, Porto de Galinhas-PE, Maragogi-AL, Praia dos Carneiros-AL, Maceió em Ponta Verde e Pajuçara, todas em Alagoas. Lembrando que somente pegamos avião até Natal, daí descemos de ônibus e vans por todos trecho até Maceió, e de lá pegamos outro avião até Salvador. Enfim, espero que minha ajuda seja proveitosa, qualquer duvida é só perguntar e vamos seguir.

 

Dica Importante: Todos os transportes públicos urbanos e intermunicipais aceitam carteirinha de estudante. Nós conseguimos economizar um pouco por causa disso!

 

Trechos e Períodos:

 

12 de Fevereiro - Avião SSA-NATAL

12 à 15/02/17 - Bairro de Ponta Negra-Natal-RN

15 à 17/02/17 - Pipa-RN com por do sol em Tibau do Sul-RN (é pertinho!!!)

17 à 20/02/17 - João Pessoa-PB

20 à 23/02/17 - Porto de Galinhas-PE

23 à 25/02/17 - Maragogi-AL

25 à 27/02/17 - Maceió-AL (E fim de férias :( )

27 de Fevereiro - Avião de volta MACEIÓ-SSA

 

Primeiro dia: 12/02/2017

 

Como residimos em Feira de Santana, fomos para Salvador de carro próprio e deixei no estacionamento do aeroporto mesmo (Esse foi meu maior erro, gasto mal calculado que me gerou stress...mas tudo bem...) e pegamos um vôo para Natal-RN as 10:20hrs, não despachamos malas, pois não tinha tanta roupa assim, nosso objetivo era conhecer mais as praias sem se preocupar com estoque de roupas para escolher, é praia, pra que tanta roupa? Bem, o vôo durou cerca de uma hora e desembarcamos as 11:20hrs, descemos e seguimos pelo saguão do aeroporto, que por sinal é novo devido a copa do mundo, e logo a frente tem varias empresas que disponibilizam transportes em vans para os principais pontos das cidades, mas tenho quase total certeza que eles te deixam onde você quiser. O preço que pagamos até Ponta Negra foi de R$ 30,00 por pessoa, mas logo segundos depois de ter comprado tinha um do lado pelo valor de R$ 20,00...Pense!!! Enfim, mas como o bairro que ficamos é meio longe, uns 25 a 30 Km do aeroporto, creio que o valor é muito justo e as vans são de empresas de dentro do aeroporto, registradas, hiper confiáveis, pois foi da época da copa do mundo, então vá sem medo! Chegamos a pousada cerca de uma hora depois ou um pouco mais na tranquilidade, Varandas da Praia, pegamos 3 diárias lá por cerca de R$ 248,00 no total para casal com café da manhã, bem aconchegante, organizada, pessoal muito gentil e atencioso, e com uma vista para o famoso Morro do Careca.

 

0oPTjVq.jpg

 

A noite saimos para conhecer a orla, tem restaurante de todos os tipos, para todos os gostos e todos os preços, com seus famosos garçons na porta te intimando para você entrar! Logo depois de comer fomos atrás de uma agência de passeios para o dia seguinte. O famoso passeio de buggy pelas dunas de genipabu é obrigatório! Se for a Natal e não fazer o tal passeio, então você não foi! Não me recordo nesse momento a agência que contratamos, mas ela fica do lado da Casa do Cangaço, no GORBET Shopping, na orla da praia, que alias, na casa do cangaço tem uma tapioca de camarão, hmmmmmm, antes de ir na agência passe lá e coma, você não irá se arrepender. Enfim, contratamos o passeio por R$ 220,00 o casal, 100 por pessoa do passeio, mais 10 por pessoa da travessia de uma balsa lá, mas olha, vale muito a pena! Tenho fotos no meu Facebook e Instagram também, lugar lindo demais!

 

Segundo dia: 13/02/2017

 

O motorista do Buggy contratado para o passeio chegou a nossa pousada no horário marcado, alias, ele chegou 10 minutos antes, muito correto e pontual até demais! Não lembro, mas creio que foi as 8:00hrs o horário marcado, saimos e passamos em outra pousada para pegar outro casal, pois só vão 4 pessoas além do bugueiro. ele segue pela estrado ao norte de Natal até chegar nas primeiras dunas com uns lagos em Jacumã. Parada pra fotos, tem um pessoal com uns jumentos ou burros, não sei, se você quiser tirar fotos montado. Bacana. Vai seguindo viagem, além de muitos outros bugueiros também> O motorista, assim como os outros vão fazendo manobras suicidas pelas dunas, kkkkkkkkkkk, só faltava virar 360 graus! sobe e desce com muita velocidade, é muito bacana!!! Muita adrenalina. Eles param num tal de skinbunda, onde você senta num tipo de shape de skate e o cara segura uma corda amarada no fundo do shape para dar um puxãozinho caso vc desça muito rapido e perca o controle, onde la embaixo tem uma mini lagoa, e a volta é por um tipo de trilho que tem uma cadeiras, você senta e o cara la em cima aciona e puxa até subir por completo. O valor desse é R$ 10 por pessoa. Em seguida ele para em outro lugar onde tem umas tirolezas diferentes com uns lagos abaixo, mas esse a subida é a pé mesmo, mas nada cansativo,a diversão não deixa! O passeio dura cerca de 6 horas, tempo suficiente para conhecer tudo tranquilamente.

 

U6bVhDM.jpg

FE7JQXy.jpg

plOzS8x.jpg

Ts4tF3z.jpg

7flFxtw.jpg

 

Terceiro dia: 14/02/2017

 

Todos que vão a Natal, ou ainda vão, devem saber que existe um tal de o maior cajueiro do mundo. Resolvemos ir visita-lo. Acordamos cedo, tomamos café reforçado e pegamos um ônibus que vai para Pirangi, que fica num Município próximo a Natal chamado Parnamirim. Dica: procure as linhas de ônibus no Google Mapas, tem todas as linhas de Natal, foi assim que não pegamos um táxi se quer! Enfim a viagem dura pouco mais de 30 minutos. Chegando lá o transporte para exatamente ao lado da entrada do cajueiro, não tem como errar! A entrada custa R$ 8,00, mas se você tiver carteira de estudante pagará meia! Foi o nosso caso, pois fomos a Machu Picchu e os ingressos tinham desconto com carteira de estudante, mas a carteira de estudante mundial, nesse caso. No caso do brasil mesmo, é aquela carteira nacional de estudante mais conhecida. Lá tem varias lojinhas com artesanatos, camisas, bebidas de todos os tipos, algumas feitas do cajú, todo tipo de lembranças que você possa imaginar! Tiramos várias fotos, antes de sair você toma um pouco do suco feito do cajú da gigante árvore, muito bom por sinal, e tem umas fotos com reportagens e relatos sobre a historia do cajueiro, de quem plantou, famosos que visitaram. Vale muito a pena!

 

7AOJqRG.jpg

eVxNBqF.jpg

Af2ET5N.jpg

 

Ao final saímos e fomos dar uma caminhada na praia de pirangi do sul, muito linda, tranquila pra banho, muitas casas que mais parecem somente pra passar uma pequena temporada. fomos pegar o ônibus de volta pra Natal e nosso destino foi o mercado de artesanato que fica na praia dos artistas, muito conhecido e bom de visitar. Almoçamos lá, não tem muitas opções, mas resolvemos que não íamos procurar lugar, pois estávamos um pouco cansados. Voltamos a pousada, descansamos, saímos a noite, fomos comer mais tapioca (Eitcha bicha boa...e barata!!!) rodamos um pouco e voltamos pra pousada para se arrumar e ir a um PUB muito bacana que fica num castelo, no bairro de Ponta Negra mesmo, uma construção igual a um castelo medieval, com direito e ponte levadiça e garçons caracterizados de soldados da época. La dentro todo bem construído em formato original, além de som ao vivo de ótima qualidade. Voltamos a pousada pois no outro dia estávamos de partida para a famosa praia de pipa!

 

tlGvLai.jpg

2pTdMUN.jpg

LTapSsP.jpg

 

Quarto dia: 15/02/2017

 

Bom, seguindo para Pipa, você pegará um onibus dentro de Natal, a depender do seu endereço de hospedagem, mas vai todo mundo pro mesmo lugar. Avenida Senador Salgado Filho, é pra lá, você vai descer num ponto quase em frente ao Supermercado Carrefour, do outro lado da rua, ele fica situado bem ao lado do Natal Shopping, que por sua vez fica em frete ao Shopping Via Direta. Você vai atravessar a passarela e vai pra frente do carrefour e lá via ter um ponto grande e muitas pessoas esperando ônibus, também, para Pipa. As passagens urbanas dentro de Natal custam R$ 3,00 e a passagem para pipa custam cerca de R$ 15,00. A viagem até lá durou cerca de 1h30min. Chegamos bem antes do nosso check-in, a pousada que ficamos se localiza na Av. baia dos golfinhos, Pousada Mar e Sol, otima localização, restaurantes, bares, mercados, as praias e até uma "pizzaria" meio caseira, super indicada pela dona da pousada, e eu gostei muito também, barata, claro! Na pousada mesmo entramos em contato com a agencia de passeios, pois é muito bem falada no trip advisor e tem parceria com a pousada. O passeio custou R$ 100,00 por pessoa. O preço é esse mesmo na maioria, mas nem todos tem a qualidade do serviço que se espera. esse foi super aprovado! Enfim, ao deixar as bagagens na pousada, saímos e fomos descobrir o local, as praias são realmente lindas, bares e restaurantes bem localizados. Fomos já no finalzinho da tarde a famosa praia do amor, la do alto dava pra contemplar a maravilha das falésias, vários surfistas ainda pegando onda e pessoas admirando o fim da tarde incrível!

 

miR6Vpa.jpg

IGSS2OI.jpg

G5UCAOu.jpg

UoVIImK.jpg

7rCRO0j.jpg

 

Quinto dia: 16/02/17

 

Dia do passeio! O pessoal da agência passou na pousada pontualmente as 8:30hrs como haviam marcado. Vamos num tipo de jardineira bem segura. Passamos em algumas pousadas antes pra pegar um pessoal, e ele até se enganou em algumas, mas foi jogo rápido e logo localizou a pousada, que por sinal era pra pegar uma argentina. Além de nós, tinha um casal da Holanda e mais três argentinos, todos gente boa! Os holandeses eram guias turisticos no seu país, e a mulher era quem mais falava, e falava portugues muito bem pra uma holandesa! Os argentinos eram mais faceis de se comunicar! Seguimos viagem e a primeira parada foi acima das falésias do chapadão, onde foi descoberta a localidade e dado o nome da praia de pipa, nesse caso os portugueses ao avistarem uma rocha que parecia uma especie de barril, que em portugal chamavam de "pipa", daí a origem do nome, segundo o guia! Seguimos viagem e passamos por mais localidades na região, até que chegamos em barra do cunhaú, um lugar paradisíaco, um braço do mar com agua quase transparentes de areias branquinhas. o carro para num lugar e atravessamos de balsa, com um senhor bem engraçado que foi meio que brincando com os argentinos, mas foi bem divertido e eles levaram numa boa. Do outro lado tem quiosques e até passeio de buggy pra quem interessar. Depois de uns 20 minutos retornamos ao outro lado e seguimos para um restaurante a beira de um rio em um tipo de hotel fazenda, la tem varia atividades, desde Stand-up Paddle até Volei. Ao final do almoço, voltamos a estrada rumo de volta a pipa, a uma estrada na sua saida, onde tem umas dunas e o pessoal pratica sandboard. Ficamos por lá cerca de 30 minutos e depois partimos para Tibau do Sul para apreciar o lindo por do sol!

 

IZdbDga.jpg

SUUbVs5.jpg

WuOXuAE.jpg

DpCwUlj.jpg

o8nc5Kf.jpg

yQbqyO5.jpg

 

Sexto dia: 17/02/2017

 

Acordamos cedo para tomar café arrumar as coisas para descer para nosso próximo destino, João Pessoa. Fomos a um unico ponto para pegar uma van para uma cidade chama Goianinha, que é também o unico caminho para sair de Pipa. Goianinha é passagem obrigatoria, fica bem na BR 101, e é de lá que passam on onibus intermunicipais e interestaduais, tanto sentido Natal ou descendo sentido Paraiba, Pernambuco e por ae vai. A van para Goianinha custou cerca de R$ 4,00 por pessoa. Chegando em Goianinha, uns 40 minutos depois, perguntamos ao motorista e a cobradora onde pegariamos transporte para João Pessoae. Foi ae que começou uma pequena confusão. Eles disseram que era para a gente atravessar a passarela e ir num restaurante chamado Mirante do Vale, bem grande que fica na beira da estrada que é onde tem a parada obrigatoria desses onibus que vem de Natal sentido João Pessoa, e é lá que vende as passagens. Fizemos o que eles nos orientaram....em parte...pois chegando ao outro lado, assim que descemos a passarela, nos deparamos com uns senhores, creio que taxis e que fazem transportes alternativos, nos perguntando pra onde iriamos, ae respondemos que é pra joão pessoa, eu sempre desconfiado, claro, ae eles ofereceram o carro pra levar a gente que estava bem num ponto na saida da passarela. Detalhe, o restaurante que o povo da van nos orientou estava mais a frente, e não fomos lá ainda. Ae eles vieram com papo de que fazia 45 reais por pessoa, nós dissemos que não, obrigado, que estavamos para pegar o onibus da empresa viação nordeste que vinha de natal, ae ele disse que o onibus não parava no tal restaurante, e sim ali naquele ponto. Erro nosso acreditar neles! Esperamos mais de 30 minutos embaixo de sol quente, e quando o malandrinho do onibus estava vindo, a via da BR 101 era dividida em 4, o motorista passou na outra via, do meio e vazou! Acenei e ele nem parou. Resultado: perdemos o maldito onibus e o velho safado nos enganou. Foi ae que resolvemos realmente ir pro tal restaurante Mirante do Vale, chegando lá perguntamos a um segurança se passava ônibus para João Pessoa, ae eles disse que sim e paravam somente ali. Pensem na raiva!!! Almoçamos ali mesmo e pegamos o tal onibus da empresa progresso, de cor azul, muito bom por sinal, que custou R$ 36,00 por pessoa até João Pessoa. Passou no ponto as 14:30hrs, mais ou menos, e a viagem até joão pessoa durou cerca de 1h40min. Chegando a rodoviária de João Pessoa procuramos um guinchê pra saber sobre passagens para recife/porto de galinhas, pegamos os horario e fomos até um tipo de terminal coletivo ou transbordo e perguntamos onde ficava as linhas para o bairro de tambaú. Pois bem, sempre digo que devemos pensar como os moradores locais e como eles se locomovem, é ae que vc economiza sem pegar taxi ou transfer! Pegamos sempre coletivo, saia mais barato e nos levava onde queríamos! Você paga um pequeno valor para entrar na estação, que alias fica meio mundo de donos de vans, taxi, tudo que você possa imaginar gritando feito gralhas o tempo todo e te barrando pra oferecer transporte! Conselho, passe por eles sem olhar-los, trombando se for possivel e dizendo um "NÃO" bem grande! Cidades grandes e capitais tem sistema de transporte coletivo, então é sem problemas, pois onde nós ficamos sempre tem transporte coletivo! Pegamos o busão, custou cerca de R$ 3,20 por pessoa e descemos em Tambaú. Ficamos na pousada/hostel Chê Lagarto, que ja é conhecida por mochileros, Pegamos 3 diarias, foi tudo muito tranquilo. Após da entrada e guardar as sacolas, fomos passear, descobrir o local, pois nossa pousada ficava a cerca de 100 metros da orla de tambaú, perto de absolutamente tudo! Meu irmão ja tinha ido a João Pessoa anteriormente e me indicou um cara gente boa e prestativo, muito atencioso e camarada, pra fazer passeio. Recomendo Edson Filho da Passear Turismo, segue link Facebook dele Edson Filho Passear Turismo. Enfim, contratamos por R$ 65,00 por pessoa, muito barato pra um passeio muito bom! A parte da orla de tambau em joão pessoa é muito movimentada a noite, com restaurantes e mercados de artesanatos abertos com tudo de todas as variedades e gostos. Muitos quiosques na beira-mar, cidade muito limpa e organizada!

 

Sétimo dia: 18/02/2017

 

Bem, acordamos bem cedo para tomar café reforçado e esperar o transporte do passeio contratado, pois tinhamos marcado para as 8:30hrs e pontualmente eles nos pegaram no hostel. Escolhemos o litoral sul de João Pessoa como destino do passeio, que além do mais é um lugar fantástico! O trecho contempla os lugares no Conde como Coqueirinho, Barra de Gramame, Praia Bela em Pitimbu, Tambaba, uma das mais belas praias na minha opinião, a famosa Praia do Amor, onde tem uma pedra furada, que reza a lenda se você passar de mãos dadas com seu amor por baixo dela, significa que esse laço amoroso nunca irá se quebrar! Seguindo viagem a próxima parada foi no Pico da Princesinha, no canyon do coqueirinho. Depois de tudo fomos almoçar e logo após voltamos rumo de volta para a pousada, fim do passeio! Descansamos, tomamos um banho e fomos explorar a noite! Tem uma praça em tambaú muito icônica, pelo seguinte, várias pequenas lanchonetes que servem tudo a mesma coisa, tapioca, bolo, cuscuz, carne do sol, hamburguer, tudo, mas o mais curioso é que em frente a todos eles ficam os garçons com os cardápios pra cima e puxando e gritando todo mundo que passa num raio de 20 metros deles, e se você vacilar eles saem correndo atrás de você e te pegam pelo braço e te levam pra lanchonete deles com o cardápio na sua cara....kkkkkkk...é muito cômico! Como não tinhamos escolha comemos ali mesmo. Depois fomos dar uma volta, tem um mini mercado de artesanato próximo, feirinhas e gente tocando e cantando o tempo todo. Tem muita coisa pra se fazer! Voltamos ao hostel após tudo pra descansarmos e dormir um pouco!

 

dlyAN6b.jpg

nY1TpDf.jpg

vzHcjQJ.jpg

Ip9wnHR.jpg

jFF6XTV.jpg

fE6uO9V.jpg

 

Oitavo dia: 19/02/2017

 

Bem, esse dia não havíamos nada programado, e resolvemos dar uma volta pelo centro da cidade, mas ae resolvemos ir a um Parque da Lagoa - Solon de Lucena e depois ao Parque Zoobotânico Arruda Câmara, que é uma especie de Zoológico, muito bacana, entrada de R$ 2,00, bom de se visitar pela variedade de animais, pois não esperávamos muita coisa e me surpreendeu! Todos os percursos dentro de João Pessoa fizemos de ônibus coletivo, comum, é só se informar pelo Google Maps o endereço e as linhas, o resto é fácil! Você economiza uma grana muito boa com transportes locais, ao invés de taxi o tempo todo! Eu sempre digo, é só pensar como morador do local! Logo depois voltamos pra pousada, descansamos um pouco e fomos almoçar.

 

SDo3RwF.jpg

rCIGuUs.jpg

 

Ae descobrimos que tem um famoso por do sol na Praia do Jacaré. Bem, é muito famosa essa atração, reuni dezenas de pessoas, ou centenas todo o santo dia para ver um músico saxofonista chamado "Jurady do Sax", que entoa nada menos que o “Bolero”, de Ravel. O espetáculo acontece por volta das 17h e atrai moradores e turistas que apreciam o apresentação da mureta ou à bordo dos catamarãs que fazem passeio pelo orla. O barcos de dois andares zarpam diariamente, a partir das 16h. O programa começa com um passeio ao longo da orla, com um narrador que conta curiosidades históricas sobre a praia e sobre Jurandy. Na hora do pôr do sol, todas as embarcações param para acompanhar o barquinho do Jurandy. O passeio ainda tem mais dois momentos: uma canja do músico e uma sessão de forró. Jurandy toca por 10 minutos em cada um dos barcos - em alguns, sobe antes do pôr do sol; em outros, depois. O passeio dura 90 minutos e pode ser contratado no local. Uma dica: chegue cedo, caso não tenha comprado com antecedência! Logo após atração, muito boa por sinal, voltamos para o hostel, onde descasamos, tomamos um banho, saímos para comer, pois o outro dia estávamos de partida para Porto de Galinhas-PE!

 

Nono dia: 20/02/2017

 

Levantamos bem cedo, pois ja tinhamos em mente o horário que sairíamos para pegar transporte para Porto de Galinhas. Tomamos café e pegamos um ônibus coletivo até o terminal rodoviário, onde pegamos um ônibus interestadual, pois no caso saímos de João Pessoa-PB com destino a Porto de Galinhas-PE, mas o trecho não é bem esse, direto de um lugar para o outro. Primeiro você sai de João Pessoa para Recife (R$ 35,00 por pessoa), desce no terminal rodoviário de Recife, la tem as linhas de ônibus (R$ 3,20 por pessoa) que te levam depois para o aeroporto de Recife, ae só do aeroporto você pega um onibus, ou taxi (Esses são proibidos de entrar no aeroporto, ficam alguns donos de taxis perambulando e perguntando pra onde vc vai). Bem, pegamos esse táxi (R$ 20,00 por pessoa), pois sairia quase o mesmo valor que o onibus, pois foram mais pessoas com a gente, ae dividiu tudo. A viagem do aeroporto de Recife até Porto de Galinhas leva ceca de uma hora de meia, ou menos, a depender do transito e velocidade do transporte. Chegamos e fomos procurar a pousada de nome Patuá, fica na rua principal onde tem os restaurantes, lojas e agências que oferecem passeios, além da praia ser a menos de 100 metros. só tem um porem essa pousada, o café da manhã deles é servido num restaurante a menos de 50 metros na mesma rua. Pra mim foi de boa, sem problemas! Chegamos bem na época do carnaval e a noite varias bandinhas e marchinhas com as famosas músicas do frevo e seu pessoal bem caracterizado desfilando e cantando com uma multidão acompanhando até o fim. Muito bacana e divertido!!! Como queríamos fazer um passeio, fomos atrás de uma agência e compramos o passeio para o outro dia (R$ 50,00 por pessoa) para a famosa Praia dos Carneiros!

 

Décimo dia: 21/02/2017

 

Levantamos cedo, fomos tomar café, pois tava agendado as 9:00hrs para o passeio sair. Eles vão até sua pousada te pegar, pontuais por sinal, te levam até um onibus e te levam com mais algumas pessoas a um local onde sair o catamarã, que venhamos e convenhamos, demos muita sorte, porque eles tem musica ao vivo e restaurante a bordo e posso dizer que nenhum outro catamarã que vimos tinha tudo isso! Não lembro o nome da agência agora, uma pena, mas se for contratar é so perguntar se tem musica ao vivo e restaurante a bordo, pois senão eles param na praia e a comida e bebida sai bem mais caro! A Praia dos Carneiros é um lugar paradisíaco, águas cristalinas, piscinas naturais, belas praias, mas a melhor parte é a igrejinha. Dizem que quem quiser agendar casamento lá tem que ser com mais de 2 anos de antecedência!!! Deve ser para dar tempo de desistir! he he he...(Brincadeira! ::otemo:: )

 

tWb5GR7.jpg

onJV0uH.jpg

k9O3JM1.jpg

AZRcORJ.jpg

qS4vg14.jpg

euK3kht.jpg

BmEetye.jpg

1WWIDkj.jpg

 

Voltando do passeio, a noite, tem muito o que se fazer em Porto de Galinhas, além de termos dado sorte de chegar bem no carnaval, mas pra quem conhece morro de são paulo, é um pouco semelhante, cheia de turistas estrangeiros, lojas de griffe, restaurante muito bem servidos, pra todos os gostos e prazeres!

 

Décimo Primeiro dia: 22/02/2017

 

Nesse dia não fizemos nenhum passeio, resolvemos economizar e ficar pelas redondezas, na praia mesmo, mas vou dando um toque, todas as barracas de praia de porto de galinhas exigem aluguem das cadeiras, que beiram aos 50 reais!!! Ou até mais! Então sempre perguntem sobre isso antes de chegar e sentar logo! Dia tranquilo, descansados, dormir bem pois no outro dia estávamos rumo a Famosa Maragogi-AL.

 

Décimo Segundo dia: 23/02/2017

 

Este trecho também foi meio complicado, porque tivemos que fazer escala em duas pequenas cidades antes de chegar em Maragogi. Primeiramente pegamos um transporte para Ipojuca, R$ 2,80 por pessoa, depois de Ipojuca até Barreiros, R$ 10,50 por pessoa, ae chegando em barreiros você pega uma van na entrada da cidade até Maragogi! Chegamos lá por volta das 13:30hrs depois de 4 horas de viagem nesse percurso longo. Fomos até a pousada, guardamos as coisas e saimos pra conhecer o local. Maragogi é um pouco grande, tem bancos, praças, ruas grandes, enfim, é uma cidade completa! A Orla tem bares, restaurantes e quiosques bem localizados e a noite é bem movimentada! Fomos atrás de uma agência de passeios para contratar e fazer a famosa visita as galés e piscinas naturais. Lembrem-se sempre de olhar as tábuas de marés quando forem visitar lugares como Maragogi, piscinas naturais e para mergulhos! O passeio saiu cerca de R$ 70,00 por pessoa, e ja vou adiantando que é um valor muito alto pelo que vimos, ou demos azar.

 

Décimo Terceiro dia: 24/02/2017

 

O horário para o passeio sair estava marcado para as 7:40hrs, mas pra varias atrasou, e a tabua de maré estava marcando para a parte mais baixa as 8:30hrs, e pra piorar o tempo estava nublado, e o passeio por atraso de uns infelizes saiu as 8:00hrs, chegando lá já no nível máximo, um erro, pois o recomendado é chegar cerca de 20 minutos antes da maré minima pra aproveitar, ver os peixes e mergulhar. voltamos cerca de uma hora depois, hiper decepcionado, pois não foi como esperávamos, e pelo que dizem também as praias mais bonitas ficam mais nos arredores de Maragogi, distante do centro, nas praias ao norte e ao sul, portanto se você for de carro próprio terá grandes chances de visitar esses lugares, o que não foi meu caso! Recomendo também não ficar mais do que 3 dias em Maragogi, não se tem muita coisa para fazer, tudo acaba por se visitar em apenas 2 dias. A tarde fomos atrás

para saber a respeito do transporte para Maceió, nosso próximo destino, e em uma praça, mais no centro da cidade, tem varias vans que fazem transporte diário e legalizado com horário certinho para Maceió!

 

H0GLhzZ.jpg

 

Décimo Quarto dia: 25/02/2017

 

Levantamos cedo, tomamos café, fizemos check-out e seguimos para a praça das vans e pegar o transporte para Maceió, como na foto acima, as 9:00hrs, pois segundo eles a viagem duraria 3:30hrs!!! E durou isso mesmo! Chegamos por volta das 12:30hrs na rodoviária de Maceió, pois é lá que as vans de Maragogi terminam o percurso. Tinhamos que ir para o bairro de Ponta Verde, onde nosso hotel se localizava. Pegamos um ônibus coletivo fora da rodoviária, esse ônibus para Ponta Verde ele tem uma plaquinha azul na frente! Chegando lá despachamos as malas, as guardamos e fomos conhecer o local. O bairro de Ponta Verde é um dos mais bem localizados e visitados de Maceió, area nobre da cidade e proximo a outros bairros conhecidos chamados Pajuçara e Jatiuca, esse fica ao norte. Como era carnaval, a noite para o lado de Pajuçara estava rolando um tipo de desfile de escolas de samba, em tamanho reduzido, claro, rsrs, bem semelhante ao Rio de Janeiro. Nada se cria, tudo se copia! kkkkkkk...Mas enfim, muito bacana de curtir! A orla é bem movimentada, bares e restaurantes muito bem localizados, ruas bem limpas e seguras!

 

Décimo Quinto dia: 26/02/2017

 

Esse dia, era o ultimo antes de viajar no seguinte de volta a realidade, fomos curtir a praia. Como a tabua de maré desse dia estava bem baixa, aproveitamos a maré baixa e fizemos uma caminha até o farol de ponta verde. Pois com a maré cheia da para ver o quanto é impossível ir andando!!! Maceió tem praias com águas lindas e boas se se banhar!

 

ZlWw0gN.jpg

hyyxF3x.jpg

0vEZNXz.jpg

OgK5yGb.jpg

Tvw7Nu9.jpg

h9OuGHO.jpg

Farol ao fundo já com a maré cheia!

 

Décimo Sexto dia: 27/02/2017

 

Enfim, chegou o dia que ninguém gosta né? Dia de zarpar! Mas é assim mesmo, o dia de voltar para casa tem que ser encarado com um dia a menos para a próxima viagem! Tinhamos agendado um táxi para nos pegar no hotel e levar até o aeroporto de Maceió, onde voltaríamos para Salvador, e de lá para Feira de Santana. Bem pessoa, espero ter colaborado com alguma informação importante ou encorajado alguns a fazerem aventuras como eu gosto de fazer, pois só assim eu me sinto vivo, e aposto que muita gente também se sente quando se aventura e retorna ao lar e lembra do que passou, é a melhor parte! Abraço a todos e até o próximo relato!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 meses depois...
  • 2 meses depois...
  • 2 meses depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...