Ir para conteúdo

[Arquivo] Vai comprar sua maquina fotografica? Veja aqui as dicas


Posts Recomendados

  • Membros

Ary...

Uma q me interessou muito, foi uma da Pentax Optio S4i (que é bem pequena) e a Optio WP q pode ser submersa até 1,5 de profundidade por até meia hora. O q vcs acham da Pentax? Se vcs tiverem alguma sugestão mais rentável em todos aspectos...fico no aguardo!!

Ah,...Hj é meu niver!! Me deêm os parabéns por favor...rss!!

Valeu!!!

...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 336
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

...então, ve com ele valores!! Com relação a camera a prova d'agua, é que acho que é um recurso a mais. Na verdade, como disse anteriormente, minha prioridade é uma máquina bem compacta que faça macro, não demore tanto pra bater a foto (já vi umas q temos q ficar com o dedão um tempão no botão!!!).

Brigadinho!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Boa pergunta Ana Paula, também analisei a P880 e, embora um pouco mais caras, minha dúvida atual está entre a Panasonic DMC-FZ30 e a Fuji Finepix S9000.

Também fiquei em dúvida quanto a qualidade da Kodak em câmeras mais avançadas. Os reviews que li não a depreciam. E as lentes (ponto mais fraco em marcas menos "tradicionais" de equipamentos profissionais) é de boa marca. Creio que a parte eletrônica, hoje em dia, não tenha como fazer feio em qualquer marca.

 

Uma pergunta, você achou a P880 por US$ 500 aqui no Brasil??? Se não, onde você pretende comprá-la?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Oi, Márcio!

Vc viu uma matéria que saiu na segunda-feira no caderno de informática do Globo sobre essa máquina? Pois é, o repórter fala muito bem dela, mas diz que o foco automático é um pouco lento. Eu tenho uma amiga que trabalha no jornal e peguei o e-mail do repórter para saber um pouco mais (aliás, se tiver alguma pergunta me mande que eu falo com ele). Já recebi resposta, mas ele está fora do país e disse que me responderá na próxima semana.

 

A máquina que eu queria mesmo é a Sony R1, mas está quase $1000. O preço de cerca de $500 eu vi na parte de oferta deste site http://www.steves-digicams.com Devo fazer um curso no canadá e talvez seja a minha chance.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Ah, tem que ter cadastro para pegar a matéria. Segue...

 

 

Um teste com a câmera mais simpática da Kodak

 

Nelson Vasconcelos

 

O fotógrafo muito amador aqui do caderninho circulou durante alguns dias com a mais nova arma da Kodak para o crescente mercado de... fotógrafos amadores. Com resolução de 8 megapixels, a P880 é uma câmera sob medida para quem está cansado das compactas com poucos recursos (tipo a saudosa Sony P32) e começa a ficar um pouco mais exigente, por despeito ou qualquer outra razão.

 

A primeira característica evidente da Kodak P880 é o seu jeitão. Design bacana, parece quase uma profissional de pequeno porte. Nas ruas, chama a atenção pelas suas dimensões (11,4cm de comprimento; 9,7cm de altura e 9,1cm de largura).

 

A máquina pesa pouco mais de meio quilo, o que pode ser incômodo em alguns momentos. O zoom (5.8x) é acionado manualmente, contribuindo para a longa vida da bateria - se, claro, não estivermos com o ótimo monitor de 2,5 polegadas permanentemente ligado. O visor (115 mil pixels de resolução) dá total conta do recado, reproduzindo inúmeras informações sobre as imagens e sobre os ajustes da própria câmera.

 

Falta tropicalizar as digitais

 

A lente não é intercambiável, nem precisa: para o público a que se destina, a P880 bate um bolão. Pelas fotos que a gente vê aqui ao lado, dá para perceber que o mais importante é estar com o olho atento. Até porque, e eis aqui um probleminha, a captura nem sempre é imediata. E para quem gosta de foco, melhor avisar: o foco automático é meio lento, o que nos faz perder um flagrante por coisa de um ou dois segundinhos. O jeito é tentar antever a cena - e é aí que está o bom da brincadeira...

 

À parte a chatice com o foco no modo Automático, a P880 saiu-se bem na maior parte das tarefas a que foi submetida ao longo do teste. A câmera está pré-configurada para 15 outras situações, como paisagem, retrato noturno, contraluz, neve ou luz de velas, entre outras. No geral, respondem bem. A exceção talvez seja a do modo Praia, até porque, diria eu, digitais desse tipo ainda não estão devidamente tropicalizadas . As fotos feitas nas praias do Rio, por exemplo, acabam prejudicadas pelo sol inclemente. Nem o simpático pára-sol ajuda muito. Não importa, porque não é problema exclusivo da Kodak.

 

Além, naturalmente, do modo Manual ou do controle de obturador e diafragma, a P880 conta ainda com três posições que podem ser configuradas pelo próprio usuário - e é neste caso é que se enquadra o sujeito que deixa de lado o modo Automático e começa a fuçar a máquina com olhos menos inocentes. Vale, neste caso, um alentado passeio pelo menu - que, excepcionalmente, está disponível em português.

 

Muitos recursos, tantas emoções...

 

 

No meio caminho entre a amadora e a profissional, o que a gente encontra na P880 é uma câmera com recursos como o contato PC e a saída para energia elétrica, por exemplo, dificilmente disponíveis em câmeras mais baratas.

 

Também merecem ponto positivo o joystick com que o fotógrafo passeia pelo menu, o alcance do flash embutido, o ajuste de cores, nitidez e contraste, etc. etc. etc.

 

Enfim, é uma máquina com muitos recursos, e é pena que a gente não tenha tanto espaço para comentar mais sobre a P880. Antes de comprá-la, vale consultar outras fontes, na internet. Evidentemente, há quem fale mal dela.

 

De qualquer maneira, fica o resumo da ópera: ao preço sugerido de R$ 2.999 (embora no Avenida Central, no Centro do Rio, seja possível encontrá-la mais em conta), a P880 é uma certeira indicação de que a Kodak não está brincando. Outra prova disso, por sinal, é a pequena V550 (5 megapixels/R$ 1.999,99), que também merece uma deferência do caderninho, por conta de seu peso (160 gramas), seu tamanho (apenas 22 mm de largura) e a rapidez no clique. Para quem gosta de fotografar discretamente, é uma boa sugestão. Mas essa seria outra história, para uma próxima oportunidade. (Nelson Vasconcelos)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Sobre cameras da Kodak eu nao tenho experiência nenhuma. Acredito que sejam boas pelo fato da marca ser tradicional e provavelmente seus produtos devem honrar sua reputação.

 

Acredito que, mesmo sem conhecer e ler algum review diretamente, a Kodak seja uma boa opção como Canon, Sony, Panasonic e etc.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Como é bom poder ter opções, pena que estas praticamente só existam para quem vai ao exterior... Um exemplo é a citada Panasonic FZ-30. Custa US$ 550,oo nos USA, CA$ 850,00 no Canadá (quase US$ 600) e R$ 2600,00 no Brasil (quase US$ 1100,00).

 

Devo comprar a minha no Canadá com uma viagem de parentes... só assim mesmo...

 

Agora tem como fazer alguns comparativos bem fáceis entre os modelos no www.dpreview.com

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...