Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

angelita.galli-pereira

Santiago e arredores em julho de 2016 - fotos

Posts Recomendados

Continuando!!

 

Dia 8

 

"Você quer brincar na neve??"

 

Mais um dia de neve, dessa vez conhecer o famoso Valle Nevado.

Também fizemos esse tour com a empresa do José, Lahuentour, 25000 pesos.

A van nos pegou 7:10hs, passamos pegar mais algumas pessoas, totalizando um grupo de 11, com pouco interação diga-se de passagem. Seguimos caminho, parando somente na km 4, loja para aluguel de roupas e acessórios para neve. Aluguei somente a calça, fui de tênis mesmo. Cada peça alugada 8 mil pesos.

Logo já estávamos ao pé da montanha, iniciando uma sequência de curvas, aquelas super curvas, piores do que a Serra do Rio do Rastro, sendo ao todo 64. Geralmente as pessoas reclamam que dá muito mal estar e náuseas, nós 4 não sentimos nada. Fomos tranquilos apreciando a paisagem e conversando.

Chegamos ao Valle e combinamos 1:30min para conhecer, já que ninguém do grupo ia esquiar.

Era uma vontade minha esquiar, porem era tudo desconhecido, preferi me familiarizar com tudo, para em um outro momento me aventurar.

 

DSCN0185.JPG.d913f4ac26c6d623b8f370413a3917dc.JPG

 

Subimos mais um pouco da montanha com um caminhão de transporte. Conhecemos um pouco do Valle, muito bonito, muitos hotéis, muitas áreas para caminhar, muitas pistas de esqui.

Gente, incrível ver a facilidade das pessoas lidando com aquilo, subindo em um esqui levemente, como se fosse algo extremamente fácil.. kkk mais incrível ainda é ver crianças de uns 5 anos arrasando nisso, como se já nascessem sabendo, fiquei encantada.

 

IMG_20160719_175438.jpg.b08785149f27336827f268fb3cecec14.jpg

 

Dali, descemos um pouco a montanha até uma área com bastante neve, uma área que o pessoal acaba indo para brincar mesmo, sem custos. Ficamos mais 1h nessas áreas, vários morros. Alugamos uma prancha de esquibunda, 5mil pesos, e ficamos lá brincando de subir e descer os morros. Cansa demais, gela bastante também, mas é muito divertido... para todas as idades...

Nesse momento, vamos nos permitir... é único, é mágico e não faz mal a ninguém.

 

598de12c68e84_valle1(6)-2.jpg.d280962a6c077c0940eabc0e763fc246.jpg

 

598de12c9fda9_valle1(1)-2.jpg.c5e92784e0c35c851a6ec7c33c631181.jpg

 

Adiante paramos no Parque de Farellones, área de diversão na neve com várias atividades, esquiar, tubbing, bicicleta, teleférico, tirolesa, entre outras.

Conseguimos comprar ticket apenas para o teleférico, 9 mil pesos. Queríamos o tubbing, mas estava esgotado... Isso acontece muito, ainda mais nessa época do ano, férias escolares, então a população local acaba subindo a montanha.

Fomos para o teleférico, eu tava com medo, suando frio já.. kkkk subi e fui, confesso que demorou pra eu me adaptar a altura... meio tenso, perninhas voando e aquele monte de neve abaixo... ai você vai percorrendo o caminho e observando o tanto de coisa caída, luvas, gorros, bastão de câmeras, entre outros... assusta não??

 

2016_0101_234922_009.JPG.69e32b5254829227c68205a649021c4c.JPG

 

DSCN0282.JPG.c9de7a7737aa42ae5680a0b9299198ec.JPG

 

598de12d8f096_valle1(7)-2.jpg.df1e8d397cc7fd58d35f146e28dc15f6.jpg

 

Lá em baixo caminhamos e paramos em uma área para construir nosso boneco de neve, fizemos um super boneco de 1,50m. virou sensação, várias pessoas pedindo pra bater foto!! Kkkk

 

598de12e225be_valle1(2)-2.jpg.b61b44f7d38e524bff072ae510a50b93.jpg

 

2016_0102_012517_761.JPG.0a6c12ec1107ab72dca065e63c0aaf93.JPG

 

Retornamos pelo teleférico, agora sem medo.. Apreciei melhor a vista.. divina!

 

Voltamos tranquilamente para Santiago. Todos podres... mas valeu muito a pena.

A noite decidimos ir até o Pátio Bella Vista e rua Pio Nono... bebemos uma cerveja e caminhamos até a Plaza da Aviacion, onde tem um espelho d’agua com luzes e chafariz de águas dançantes, vale a pena conferir.

 

598de12e6a94d_WhatsAppImage2017-03-29at23_22_31.jpeg.d153908f3174fe88da20c31670c932d2.jpeg

 

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”

Amyr Klink

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou por São Paulo. Na ida faço conexão em Córdoba, e a volta é direta... vamos aguardar pra ver o que vai ser servido!! Espero que pelo menos vinho na ida e na volta... rs

Se você puder colocar os valores dos passeios seria ótimo!! Obrigada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Parece que você não alugou roupa de neve!!

Não se molhou???

No passeio para Embalse seria só a caminhada.. vc nao se atola na neve...

umideceu um pouco sim... mas isso se vc for ficar brincando mesmo na neve.. eu e meus irmãos no jogamos e ficamos tempo...

O tenis impermeavel é suficiente pra esse passeio..

Mas assim, eu nao sou implicante com isso.. ficou um pouco umido e nao deu nada..

Ja no passeio pro valle optei por pegar a calça impermeavel.. imaginei muito mais contato com a neve.. e foi util sim..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 9

 

Dia de curtir mais um pouco Santiago.

Saímos perto das 10 da manha, necessitávamos de um pouquinho de descanso depois de muitos dias acordando antes das 6h.

Visitamos o Centro Cultural do palácio La Moneda, tinha uma grande exposição do antigo Egito.. bem bacana... se transportar para aquela época e relembrar o que estudamos em história.

Trocamos mais um pouco de dinheiro.. 182 por 1.. sempre a AFEX, melhores cotações...

Caminhando encontramos um carrinho vendendo o famoso Mote com huesillos, gostei muito... grão de trigo com uma calda muito semelhante a calda de pêssego em conserva e um pêssego desidratado. É doce, mas bom... muito barato, 100 pesos. recomendo.

 

IMG-20160722-WA0039-2.jpg.9574d65ff0beb3a09d872db64f0ccf8f.jpg

 

Resolvemos ir a pé até o mercado central, como bons turistas precisávamos conhecer... fomos caminhando, atravessamos a Plaza de Armas e seguimos pela lateral do correio, poucos minutos estávamos lá.

O que dizer... um mercado bem grande, com muitos estandes, vários restaurantes... Muitos falam que os garçons atacam os turistas.. não achei isso.. eles realmente oferecem, falam do cardápio, mas é só passar e falar não, obrigado, que está tudo certo...

O lugar realmente tem cheiro de peixe, entende-se, porque é basicamente o que vendem... o local é bem antigo... tem uma estrutura bonitinha... os restaurantes na região central são mais ajeitados.. mas não nos encorajamos a comer..

 

DSCN0355-2.jpg.1af42887301343ba8cb54f2f1dca0ce8.jpg

 

Andamos mas um pouco e conhecemos o Vegas Central, um mercado público mais tradicional... nada turístico... frutas, verduras e tudo mais pra todo lado, muita gente.. terrível.. Decidimos sair o mais rápido possível dali.. kkkk

 

Pegamos o metro e fomos até a estação Bellas Artes, almoçamos em um restaurante chamado La Vuelta, tipo PF, sendo que você escolhia a entrada, o principal e dois acompanhamentos + bebida e sobremesa.. menos de 4000 pesos.. Escolhi salada, frango grelhado, batata frita e arroz.. ótima combinação, lembrando o Brasil.

Após o almoço visitamos o Museo Bellas Artes. Museu belo, imenso.. várias salas com diversas exposições.. incrível como tudo vira arte mesmo.. até pedaços de madeira velha.

 

DSCN0360-2.jpg.1201b9bf04b8a5271fcabb70509d78d2.jpg

 

DSCN0383-2.jpg.1d250eb9632e3930d4cb0d413c12399f.jpg

 

Novamente pegamos o metro para a última parada da linha vermelha, Los Dominicos para conhecer a feirinha artesanal.. muito bonitinha, produtos muito lindos, mas caros demais.. não deu para comprar nada... entendo e concordo que deve ser valorizado o trabalho artesanal.. mas os preços eram absurdos...

 

fald2-2.jpg.01d51f626967929b222892f0c4242e69.jpg

 

Dali partimos para o famoso Sky Costanera, shopping gigantesco de Santiago.. Chegamos já indo para a praça de alimentação, tomamos um café cortado no Gatsby, uns 1500 pesos.. e então começamos a caminhada loja a loja... é muita coisa.. muita loja de 2 pisos.. tudo bem caro, os preços tão piores que no Brasil.. nosso dinheiro está bem desvalorizado no Chile. O que não é segredo pra ninguém.

As 21hs as lojas fecharam, então fomos jantar na praça de alimentação.. eu peguei uma comida chinesa, me deixou bem satisfeita por menos de 4000 pesos.

Hora de ir embora, antes de fechar o metro!

 

"Bom é não saber o quanto a vida dura, ou se estarei aqui na primavera futura. Posso brincar de eternidade agora, sem culpa nenhuma."

Zélia Duncan

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 10

 

Dia de comprinhas... Saímos passada das 10hs, fomos até o mercado Líder, indicação de melhores preços nos vinhos... sim, vinhos, porque ir ao Chile e não comprar vinhos é um crime.

Já tínhamos uma base dos valores dos vinhos do mercado Santa Isabel, e no Líder estavam mais em conta, pouca diferença, 200 a 300 pesos..

Pegamos alguns vinhos, Santa Rita, Santa Carolina, Undurraga, Cousin Macul, Concha y Toro, Cachapoal, Emiliana, Carmen.. Alguns chocolates da Vizzio, alfajor da Calaf e um tal de salgadinho Tika, chips de beterraba e batata.

huuummm... acho que já temos coisas demais pra levar...

Deixamos as coisas no apart e fomos sentido Santa Lucia, Almoçamos novamente no La Picola Italia, vale repetir pela comida boa e com preço justo. Pedi um risoto de camarão com uma salada, pratos super fartos e muito gostosos, sem falar no suco de framboesa, delicioso.

 

rsto.jpg.be333d8107f0a9a30d4eb2a2a7a32b61.jpg

 

Voltamos a feirinha de Santa Lucia... Dinheiro pra gastar e pouco espaço na mala... kkk mesmo assim nos aventuramos em mais algumas coisinhas... que encheram as mochilas, só para constar...

Caminhamos e caminhamos pelas ruas... existe barraquinha em todo canto, existe também muita barraquinha com roupas pra cachorro (vale lembrar que o povo do chile ama cachorros, eles cuidam muito dos cachorros de rua, que são todos grandes, gordos, fortes, usam roupas.. um amor que deve ser copiado) fui em várias barraquinhas, e nada de encontrar uma roupa pro meu Sam, queria uma que fizesse referência ao país... Estava desistindo, até que surgiu uma barraca com roupa do jeito que eu queria! Ufa... o Sam ficaria muito chateado se eu não levasse nada né!?

 

Fomos para o apart dar jeito de arrumar as malas.. Quando vi tudo o que acumulamos nesses 10 dias, entrei em desespero... como não ultrapassar os 23kg?!

 

compras.jpg.7e19ded990484be83b01845b1ef0787b.jpg

 

Conseguimos arrumar tudo nas malas, com muita dificuldade... mas não sabíamos o peso.. o jeito era rezar.. kkkk

Mais tarde Sander foi no nosso ape para tomarmos o último vinho no Chile.. Bebemos, aperitivamos, conversamos...

hora de dormir, nosso transporte chega as 4:50hs.

 

“Bom é não saber o quanto a vida dura, ou se estarei aqui na primavera futura. Posso brincar de eternidade agora, sem culpa nenhuma."

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vai um resumão da minha experiência no Chile.

 

O Chile me encantou desde as pesquisas, até a execução da viagem. Não tenho o que reclamar.

Não é perfeita, tem algumas coisas ruins, mas as coisas boas se sobressaem.

O país é lindo, rico em sua história, suas paisagens, diversidade, hospitalidade. Com certeza recomendo desbravar.

 

Vamos lá...

Santiago tem de tudo para todos. Se é uma viagem cara? Depende de cada um, da forma que cada um leva uma viagem. Eu não achei absurdo.

Mais de 6 meses planejando, peguei passagem fim de janeiro por 1600 reais – LATAM.

Hospedagem fechamos em março, um apart pelo AIRBNB, 10 diárias, deu 2067 reais por 3 pessoas. Apart no centro, Calle Hermanos Amunategui, próximo a mercado, metro e principais pontos turísticos.

Levamos apenas reais, trocamos o necessário para transporte no aeroporto de Santiago, com uma cotação baixa, 168 pesos. Nos demais dias fomos trocando na Agustinas, melhores cotações sempre na Afex.

Transporte aeroporto até apart, pegamos Delfos, logo que sai do desembarque encontra o guichê. Preço fixo para o centro 6900 pesos.

Santiago não é frio, obvio que tem pessoas mais sensíveis em virtude do local onde moram, mas no geral as temperaturas se mantem durante o dia em torno dos 15 graus, bem tolerável. Já em Embalse el Yeso ou Valle Nevado faz frio, ainda mais se tem vento. É de congelar as orelhas.. então usem sim cachecóis e toucas, além da luva.

Alimentação, fica muito difícil falar ou sugerir, depende dos gostos... Eu topo comer qualquer coisa em qualquer lugar. Tivemos algumas refeições tipo PF, você escolhe salada ou sopa, principal, acompanhamento, bebida e sobremesa... encontra facilmente na média de 3500 pesos.

Comemos vários lanches, nunca sendo mais de 3500 pesos.

Restaurantes:

super recomendo La Picola Italia, próximo ao cerro Santa Lucia. Preço justíssimo, atendimento ótimo, comida boa em quantidade certa. Média de preços dos pratos – 3000 a 6000 pesos. Vale a pena.

Ocean Pacific’s, restaurante temático, simula um navio, super decorado, com garçons vestidos de marinheiros. Vale a experiência, temática bem diferente. Preços não são absurdos, visto que os pratos são grandes e se divide.

Castillo del Mar, restaurante em Vina del Mar, famoso, indicado por muitos, geralmente empresas levam para almoçar lá. Odiei esse lugar... talvez não tivemos sorte. Estava super lotado, atendimento demorou demais, prato minúsculo, preço absurdo.

City tour, fizemos por conta. Tínhamos vários dias para passear pela cidade. Gente, pensamos que é fácil, mas a cidade é imensa, ruas sem fim, nos perdemos várias vezes.

Não resistam como resistimos, o seu melhor amigo vai ser o metro, podem confiar. Barato e leva para pertinho dos principais pontos.

Usamos taxi apenas uma vez, não tivemos problemas, e fomos aconselhados a pegar a notinha eletrônica com o motorista, caso seja necessário contestar o valor, ali está a prova.

Cerros, os dois são incríveis. Cerro Santa Lúcia fomos pela manhã após um dia de chuva, então a vista para a cidade e as cordilheiras estava limpa e linda. Cerro San Cristobal fomos fim da tarde, fila gigantesca, demorou, mas subimos a tempo de apreciar o por do sol. Indico esse por do sol, é maravilhoso.

Fizemos a visita guiada ao Palácio de la Moneda, pouco falado, e de uma riqueza incrível. Vale a pena conhecer um pouco da história desse país maravilhoso.

Abaixo do Palácio, no Centro Cultural, tem exposições, no momento do Antigo Egito... bom recordar a história e transportar para aquela época.

Ainda sobre o Palacio, a clássica troca de Guardas. Dia sim, dia não, as 10hs nos fundos do Palácio.

Alugamos um carro e fomos até o Parque Safari em Rancagua. Safari com leões, herbívoros e dinossauros. Parque é pequeno, mas foi um passeio pro dia todo. Foge um pouco da rota turística, mas pra quem gosta de animais vale a pena. Vale lembrar que esses animais foram resgatados, por isso são mantidos ali.

Valparaiso e Viña del Mar fomos por conta. Pegamos o metro até estação Pajaritos, de lá pegamos um ônibus da Turbus que nos deixou no terminal de Valparaiso. Passagem ida e volta 9200 pesos. Lá pegamos o tour da Rodotour, 10000 pesos para visitar as duas cidades, vale a pena pois Valparaiso é grande e difícil, então ganha-se tempo. Ficamos em Viña del Mar até o fim da tarde, assistimos o pôr do sol mais lindo da vida, indescritível, imperdível.

Vinícola escolhemos Undurraga, fomos de metro até a estação central, de lá pegamos um ônibus para Talaganda que nos deixou em frente a vinícola. Eu adorei. Quanto a época, dizem que não é bom ir no inverno, porem acredito que cada estação tenha a sua beleza e encanto, tudo depende da maneira que você olha para aquilo, tudo é lindo, em suas variadas formas.

Embalse el Yeso, o lugar mais incrível de todos, sem dúvida não pode faltar no tour. Fomos com a empresa do Jose, Lahuentour. Impecável. Não alugamos roupa. Não é necessário, mas é bom um calçado impermeável.

Caminhada boa pela neve, gelo, e barro, até chegar no grande lago. Tem que cuidar no percurso, escorrega demais... eu até cai. Vista maravilhosa. No fim, uma deliciosa tabua de frios com vinho. Guia José é demais, conhecedor de toda a região, esclarece todas as dúvidas e dá ótimas dicas de vinhos.

Valle Nevado e Farellones, as tão sonhadas montanhas. Tour também pela empresa do José. Aqui aluguei a calça. Fui com meu tênis impermeável.. um pouco molha, mas me virei com ele.. Conhecemos o Valle, muito bonito, porem nada pra fazer se não for esquiar. Paramos entre Valle e Farellones para brincar em alguns morros. É bom... você aluga uma prancha por 5000 pesos e fica brincando de esquibunda, onde quiser. Em Farellones tem o parque, que dificilmente consegue ingresso para as atividades. Conseguimos realizar somente o teleférico por 9000 pesos.

Melhor local para comprar lembrancinhas do Chile é na feirinha na frente do Cerro Santa Lucia. Preços justos e produtos para todos os gostos.

Vinhos comprem em mercados, mais barato. Compramos no Lider, fizemos uma comparação com o mercado Santa Isabel, e estava mais em conta.

LATAM, 23 kg em bagagem despachada... o peso das garrafas de vinho contam junto na bagagem despachada. Bagagem de mão são 5kg, pode levar vinho na bagagem de mão, apesar da LATAM informar que não, todo mundo passa, inclusive com sacolas das vinícolas com vinhos e taças. OBS, bagagem de mão não foi pesada...

 

Um resumão do que o pessoal mais tem dúvida.. Se precisarem de mais informações, fiquem vontade para perguntar.

Terei prazer em ajudar, ainda mais nesse grupo que tanto me ajudou.. nada mais justo que contribuir...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Alan karleno
      Fala Mochileiros..
      Procuro dicas para aperfeiçoar o meu roteiro e a quantidade de dias que se faz interessante para cada local. Planejo o roteiro entrando pela Argentina (buenos Aires), saindo pelo Chile (Santiago), em junho de 2020. Tenho 25 dias disponíveis. 
      Vôo. Teresina & buenos Aires (buenos Aires 3 dias).
      Vôo. Buenos Aires & Bariloche (Bariloche  + Villa la angostura 5 dias). 
      Vôo. Bariloche & Buenos Aires e Buenos Aires Ushuaia. (Dia para viagem). 
      Vôo. Ushuaia & El Calafate (4 dias El Calafate).
      Ônibus. El Calafate & Puerto Natales (5 dias Puerto Natales + Parque torres del paine). 
      Ônibus. Puerto Natales & Puta Arena (2 dias Puta Arena).
      Vôo. Punta arenas & Santiago ( 4 dias Santiago) + VALLE NEVADO ou FARELLONES.
      Vôo. Santiago & Teresina. 
      1 dias para emprevisto.
      Quero aproveitar ao máximo o tempo em viagem.
      Desde já agradeço pela atenção.
      Bora Mochila..
       
       
       
       
       
       
       
    • Por VoandoAltoFH
      Pessoal,
      Vou fazer um relato detalhado do Mochilão que fiz no comecinho deste ano, mas que lembrei só agora de postar aqui neste site.
      O legal de tudo isso é que registrei em videos, então estará bem fácil entender o passo a passo da viagem.
      Foram no total 32 dias de viagem e gastei R$ 13.560,00 para 2 pessoas, incluindo TUDO (hospedagem, comida, passagem aérea, passagem de ônibus, seguro viagem, passeios, transporte, taxi, mercado, museu, gorjeta, entrada de parques, etc)!!! Considerando que a cotação do dólar na época beiravam os R$ 3,85 posso dizer que em moeda americana saiu por US$ 3.522,00.
      Ressalto que se dividir o valor por pessoa, acabou saindo então por R$ 6.780,00 ou US$ 1.761,00 por pessoa aproximadamente. 
      Então, acredito que saiu bem barato e aproveitei muito a viagem.
      Todos os episódios estão registrados no meu canal do Youtube, mas postarei um pouco mais detalhado aqui, já que o conteúdo é escrito.
      Mas quem tiver curiosidades, poderá assistir por lá.
       
      Canal Voando Alto
       
      Abs!
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Cajon del Maipo
       
      Se estiver no inverno, recomendo visitar o Valle Nevado e aproveitar para esquiar nos resorts de ski. 
      Um outro passeio que recomendo, que é o tema deste video, seria o pacote para Cajón del Maipo, que inclua a visita ao próprio Cajón, as termas Valle de Colina, a represa, o Embalse El Yeso e no final ter um piquenique de vinho.
      Posso dizer que o valor do pacote está caro mesmo, mas valeu cada centavo. 
      Atualmente está custando em torno de 40.000 a 45.000 pesos chilenos. Em torno de US$ 60,00 ou R$ 230,00 por pessoa.
      Se estiver em 2 ou mais pessoas, sempre negocie um desconto, pois eles sempre dão. 
      Eles farão uma primeira parada na cidade San José del Maipo para que as pessoas possam tomar um café na manhã ou passar no banheiro. 
      Os lanches são muito mas muito caros. Eles estavam cobrando o combo com 1 empanada, 1 café e 1 garrafinha de água por apenas 5.000 pesos chilenos, que é em torno de R$ 30,00. 
      Eu tive que comer senão você ía passar mal dentro do carro, evite viajar de barriga vazia. 
      Recomendo que 1 dia antes, vá ao mercado, prepare o seu lanche ou um sanduiche, pra comer pela manhã e a tarde no almoço. Leve água, pelo menos 1 litro pra cada pessoa. 
      No mirante do Cajón del Maipo terá de 10 a 15 minutos para tirar fotos.
      Esqueci de comentar, o tour leva o dia inteiro, eles saem bem cedo, por volta das 06:00 da manhã e retornam às 19:00 da noite.
      Quase 99% das pessoas visitam este local, são brasileiros. 
      Além do turismo, a cidade tem como principal atividade economica, a mineração não metálica, exploração de minas de pedras. 
      Como é região montanhosa, recomento sempre vir bem agasalhado.
      Se tiver incluso a visita aos termas, será necessário levar roupa de banho e tolha.
      No caminho vocês verão algumas casas próximo às montanhas, que são refúgio para aqueles que visitam ou fazem trilhas na montanha, para que não morram congelados. Já que há uma grande variação de temperatura no local, chegando aos valores negativos.

      * Termas Valle da Colina
      Seria uma fonte de águas termais, com vários minerais que auxiliam na cura de algumas doenças de pele, bem como os 
      seus efeitos relaxantes. Ótimo para a pele, tanto é que vi algumas pessoas passando no rosto.
      As termas contam com 6 piscinas de vários tamanhos, variando a temperatura da água do morno para mais quentes, podendo chegar aos 50 graus Celsius na mais quente e alta do local.
      A infraestrutura do local é meio precária, os banheiros deixam a desejar e o chuveiro sai somente água fria. 
      O guia estará dando em torno de 1 hora a 1:30 para que possa desfrutar das termas, tempo mais do que suficiente para curtir o ambiente.
      Há também uma área para camping, conforme as imagens.

      * Embalse El Yeso
      Após o passeio nas termas, estamos indo à represa, o Embalse El Yeso. Ao lado o temos Rio Volcán.
      Ao lado vocês poderão verificar ao lado que tem uma montanha que praticamente se partiu ao meio, isso foi por conta de um dos grande terremotos que ocorreram no Chile. Principalmente o 
      terremoto de Las Melosas de 1958, que alcançou uma magnitude de 7 graus na escala Richter.
      Segundo o guia, o Chile é o número 2 no ranking de países com mais terremotos no mundo. Isso é assustador.
      Graças a Deus, durante a minha viagem, não senti nenhum tremor de terremoto.
      Chegamos agora na represa, Embalse El Yeso. Seria um reservatório de água doce, com capacidade de 250 milhões de metros cúbicos, com 8 km de extensão e 55 metros de profundidade, que abastece a cidade de Santiago e suas proximidades e essa obra foi concluído em 1964 .
      Geralmente as águas mudam de cor, neste caso está azul, em outras épocas ficam esverdeadas. 
      Se for no inverno, as montanhas ficam brancas, cobertos de neve. 
      Mas não é recomendado visitar durante o inverno, já que as estradas ficam escorregadias e bem perigosas. Além de não poder curtir bem os passeios, já que alguns trajetos o seu sapato vai 
      ficar todo encharcado.
      No geral é recomedado a visita durantes os meses de Outubro a Maio.

      * Piquenique
      Após isso, restará a última etapa do passeio que é o piquenique com vinho, geralmente ocorrerá em torno das 3 ou 4 horas da tarde.
      Este é o local para o piquenique com montanhas e em cima temos geleiras. É claro que por conta do aquecimento global, é praticamente que raro ver as geleiras no topo das montanhas, uma pena.
      Aí está o nosso guia preparando para o piquenique. Estará servido alguns salgados, frios, queijos com sucos e um bom vinho.

      * Itens para se levar no passeio
      - Agasalho, por conta da enorme variação de temperatura
      - 1 garrafa de água de 1 litro
      - Lanche ou sanduíche pro café da manhã e almoço
      - Biscoito pra matar a fome durante o trajeto
      - Roupa de banho
      - Toalha
      - Chinelo

      * Turismo "Miky" - Migguel 
      Celular/Whatsapp: +56 9 7257-2004
      E-Mail: [email protected]
      Instagram: migguel.azocar
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube
       
      Vou resumir neste video os principais pontos turísticos que visitei durantes 4 dias em Santiago.
      Apenas lembrando que 1 dia reservei para realizar o passeio em Cajon del Maipo, tem imagens no final do video.
      Na minha visão creio que serão necessários no mínimo 7 dias para conhecer bem o local e seus arredores, como por exemplo visitar as cidades litorâneas de Valparaíso e Viña del Mar.
      Muitas pessoas acabam realizando um bate-volta via ônibus ou  pacotes turísticos. Mas é melhor ir de ônibus e passar 1 noite em uma das cidades. 
      Caso esteja indo no período de inverno, recomendo reservar de 2 a 3 dias a mais para visitar e esquiar no Valle Nevado.
      Em relação aos preços, no modo geral achei eles bem semelhantes ao Brasil. 
      O transporte público é muito bem feito, principalmente o metrô, que leva você a quase todos os pontos turísticos da cidade. Farei um vídeo separado em relação a este tema.
      Sobre a segurança, recomendo agir como se estivesse no Brasil, sempre atento. A região do centro da cidade era um pouco vazia, suja e muitas casas estavam pixadas e com grades. 
      Ouvi relatos de furtos e roubos de celulares de alguns brasileiros que conheci na viagem. 
      O cartão BIP, é utilizado para o transporte público. Custa 1.550 pesos chilenos, que dá o equivalente de R$ 9,00. O trajeto de metro custa 720 pesos, que dá em torno de R$ 4,50.
      O Palacio de La Moneda, seria a sede da Presidência da República do Chile. Embaixo dele temos o Centro Cultural de La Moneda.
      Dá para assistir filmes, exposições ou simplesmente comer ou tomar um café no local. 
      Na parte da frente do palácio em que são realizados a troca da guarda, em dias específicos, conforme os links abaixo.
      Um detalhe que esqueci de comentar é que se estiver no verão, vale muito a pena, porque os dias são bem longos, já que o pôr do sol geralmente por volta das 8 da noite. Então você aproveita muito bem o dia. 
      O Museu Precolombino, que não fui pois estavam cobrando caro pra entrar, uns 7.000 pesos que era uns R$ 42,00.
      No lugar, vá ao Histórico Nacional que é gratuito e tem fotos no início do video.  É possível visitar a torre e ter uma vista privilegiada da Plaza de Armas. 
      É recomendado realizar o câmbio de moedas próximo à Plaza de Armas, vá em estabelecimentos fechados e seguros. Evite locais com grandes discrepâncias da cotação oficial, tanto pra menos ou pra mais.
      No Cerro Santa Lucia, é um parque vertical, num morro. Dá pra tirar muitas fotos, visitar vários lugares diferentes. É muito bonito, dá para caminhar, subir o morro e ter uma vista fantástica da cidade.
      Suba pela trilha ou caminho para se ter acesso à outros jardins dentro do parque e no final chegar ao Castillo Hidalgo.
      Não recomendo a visita na Sky Costanera, já que custa 15.000 pesos chilenos, que dá R$ 90,00. Muito caro.
      Bem perto, andando uns 10 minutos temos o Barrio Lastarria, que seria uma rua com artesanatos, pinturas, souvenirs e tem uma boa variedade de restaurantes.
      Fui mais por curiosidade no Mercado Central, que vende peixes e frutos do mar. Poderá conhecer e experimentar nos restaurantes que estão dentro do local. A construção era bem interessante, mas por dentro era um pouco abafado e é lógico fedia a peixe, nada assim tão agradável. Um passeio apenas simples, nada demais.
      No Cerro San Cristobal, utilize do funicular ou trenzinho para subir o morro. A ida e volta custa de 2.000 a 2.600 pesos, a primeira sendo dia de semana e a segunda para finais de semana ou feriados. Em reais seriam de R$ 12,00 a 16,00. 
      Dá para subir à pé, ou fazer somente um dos trajetos. Mas por mim creio que vale sim a pena pagar e conhecer o trenzinho, além de economizar tempo.
      Aqui é bem mais alto do que o Cerro Santa Lucia, então você tem uma ótima vista da cidade. Nem precisa ir até o Sky Costanera.
      Subindo um pouco mais temos o Santuário da Inmaculada Concepción.
      Existia um serviço de teleférico para visitar outros pontos do parque, como mirante. Mas infelizmente estava fechado no dia em que fui visitar.
      A Ponte Pio Nono seria meio que uma ponte do amor, com vários cadeados com nomes de casais. Apenas registrei a imagem, já que era caminho do Cerro San Cristobal com a estação de metro. 
      Por fim, o bônus do Embalse El Yeso, que é a represa que abastece a cidade, um dos passeios ao Cajon del Maipo. 

      * Links
      - Troca da Guarda no Palacio de La Moneda (horários)
      http://www.santiagocapital.cl/eventos...
      - Centro Cultural de La Moneda (horários e tarifas)
      http://www.ccplm.cl/sitio/horarios-y-...
      - Museu Precolombino (horários e tarifas)
      http://www.precolombino.cl/planifica-...
      - Sky Costanera (horários e preços)
      http://www.skycostanera.cl/pt/precos-...
      - Funicular e Teleférico do Cerro San Cristobal (horários e preços)
      https://funicularsantiago.cl/
      http://telefericosantiago.cl/
      - Hospedagem (Chile Lindo Hostel)
      https://www.chilelindohostel.cl/en-us
      https://www.booking.com/hotel/cl/chil...
    • Por Carol.Barbosa94
      Olá, 
      Aqui vou descrever sobre os meus gastos e como foi a minha viagem ao Chile do dia 02 a 10 de Outubro de 2019. Fora da temporada de neve, porém, com uma beleza encantadora.
      Vou deixar meus insta aqui pra quem quiser mais informações: @barbosa_carolin
      Passagens Aérea (ida e volta):
      R$ 709,00 Guarulhos x Santiago
      R$ 239,00 Santiago × Calama
      Companhia SKY Airline (comprei pelo site Maxmilhas). É possível encontrar bem mais barato, mas comprei muito em cima da hora hehe...
       
      Cambio:
      Comprei $25.000 pesos no aeroporto de Santiago, a cotação é ruim, mas é melhor que trocar no Brasil e saiu por 153 pesos por real. Então gastei R$ 170,00 (com uma taxa de $1.043,00 pesos incluso, que é cobrado na casa de câmbio do aeroporto)
       
      A conversão é feita assim: o total de pesos que você precisa dividido pela cotação do dia. 
      Ex: 26.043,00 ÷ 153 = R$ 170,21
      Sugiro trocar no aeroporto só o que for usar para o transfer.
      Transfer Aeroporto x Hostel (ida e Volta)
      De Calama p/ San Pedro leva em média 1h30 de viagem e o transfer é tabelado e custa $20.000 pesos ida e volta com desconto. (Só ida ou volta $12.000)
      Do aeroporto de Santiago até o hostel no centro ida e volta com desconto ficou por $13.320,00 pesos. (Só ida ou volta $7.400)
       
      Total Transfers: R$ 210,00
       
      Hospedagens:
      Em San Pedro de Atacama, fiquei no Tiny Hostel, super limpo e organizado e perto de tudo. 29.300 pesos (R$ 174,40) por 3 dias e meio e não paguei os 19% do IVA porque apresentei o PDI e identidade.
      Em Santiago, fiquei no Hostal Yungay localizado no centro e indicado para quem busca mais tranquilidade a noite. O custo foi bem parecido com de Atacama, porém foram 05 diárias por 29.400 pesos. Devido a diferença de cãmbio o meu gasto foi de R$ 175,60.

      No Total, gastei R$ 350,00 para 08 diárias.
       
      Passeios:
      1° Dia - Valle de la Luna: É um tour maravilhoso, com paisagens incríveis, passando pelas dunas e mais alguns pontos famosos como as 3 Marias. Geralmente feito na parte da tarde e encerra com um lindo pôr do sol. 
      2° Dia - Lagunas de Baltinache: São 7 lagunas simplesmente lindas!!! Fiquei encantada com aquele lugar, pode entrar na primeira e na última Laguna, água extremamente salgada e gelada rsrs... Também encerramos com um pôr do sol maravilhoso.
      A noite fiz o Tour astronômico. Super recomendo. 
      3°  Dia - Piedras Rojas e Lagunas Antiplanicas: Pra quem não sabe, a entrada na Piedras Rojas está fechada, podemos ir apenas até o mirante, mas é um passeio fantástico também, só o caminho até chegar lá já faz valer a pena. Muitas histórias, vegetação, animais. Ainda passamos pela placa de  Capricórnio. Nas Lagunas de Miscanti e Miñiques pudemos ver um pouco mais de perto os vulcões com o mesmo nome. Paisagem que parece uma pintura de tão lindo que é.
      4° Dia - Deixei livre para conhecer um pouco mais de San Pedro e fazer algumas comprinhas de lembrancinhas. No seu dia livre pode alugar uma bike também para desbravar um pouco mais.
       
      Todos os passeios em San Pedro de Atacama ficaram por 87.500 pesos. (R$ 520,00) o pacote fechado com a mesma agência "Tour Connection" que super indico, os guias são maravilhosos. Agora vamos seguir para Santiago onde fiz os passeios com a Agência Bora Pro Chile Br e recomendo muito, excelente atendimento e acompanhamento do inicio ao fim de cada passeio.
       
      5° Dia - Manhã livre no centro, fiz a visita guiada no Palácio de la Moneda agendei Com 1 mês de antecedência e assisti um pedaço da troca de guardas e conheci a Catedral.
      Na parte da tarde fui com a agência na Vinícola Undurraga. É simplesmente linda. 
      6° Dia - Viña Del Mar e Valparaíso. Que lugar lindo, alegre e cheio de Cores e arte. Não deixe de conhecer, é um dos principais passeios.
      7° Dia - Portillo. O passeio mais esperado por  mim. Que paisagem linda do inicio da estrada até a fronteira com a Argentina. Paisagens de quadro. Vale muito a pena conhecer, aquela Laguna del Inca é surreal!!
      8° Dia - Vale Nevado & Farellones Sunset (Esse eu fiz com a agência Morandé) Pra quem assim como eu é apaixonada por montanha e pelo pôr do sol, esse passeio é super recomendado. Mesmo sem neve foi incrível.
       
      Todos os passeios em Santiago ficaram por 105.000 pesos (R$ 600,00) fechando os 3 primeiros com a mesma agencia e o ultimo com uma agencia diferente.
       
      Total com passeios e tickets de entradas R$ 1.120,00
       
      Alimentação:
      A média que estabeleci para refeição foi de 12.000 pesos por dia, mas gastei bem menos. Como alguns passeios oferecem café da manhã, teve outro que oferecia almoço, então acabei economizando. Ao todo gastei R$ 545,00 em refeições. Lá existe os pratos prontos com entrada+prato principal+sobremesa por 4.000 pesos, McDonalds, Subway ou o famoso La Piccola Italia, são opções bem econômicas para comer.
       
       
      GASTO TOTAL DESSA VIAGEM: R$ 3.173,00 









×
×
  • Criar Novo...