Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Mochilão Europa - Janeiro 2018 (INVERNO)


Posts Recomendados

  • Membros

Pessoalmente eu acho meio perigoso ficar andando o tempo todo com o "bolso" cheio de dinheiro, existe o risco de lhe furtarem a carteira, bolsa, etc, e se deixar no hotel, sempre alguém pode mexer na sua bagagem, e nem sempre tem cofre no quarto...

 

Por ser Paris ou Londres, não quer disser que não tenha batedores de carteira, o metrô de Paris e Picadilly Circus em Londres são o paraíso dos batedores de carteira, pois estão sempre cheio de turistas distraídos, maravilhados com a cidade e com carteiras cheias de dinheiro a disposição...

 

Pessoalmente eu levo sempre uns 500 Euros ou Libras em espécie, é uma quantia que eu me sinto confortável em carregar no 'bolso"' e que não me faria tanta falta se perder, o restante, ou eu pago no cartão de crédito mesmo, ou uso o cartão de débito do meu banco brasileiro para sacar moeda em espécie nos caixas automáticos.

 

Eu não gosto muito do VTM por que se sobrar dinheiro, eles pagam uma miséria para resgatar o saldo, e se deixar o dinheiro lá no cartão, vai descontando 3 euros a cada mês de inatividade...

 

Mas eu sempre tenho um VTM com usn 50 Euros carregados como plano B, para o caso de ficar sem dinheiro em espécie e o cartão dar problema, e já deu problema. Ai em caso de problema, eu posso pedir para alguém carregar dinheiro no VTM.

Link para o post

  • Respostas 73
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Não é que seja ruim viajar a Europa no inverno, só fica ruim se você escolher as cidades erradas para visitar durante o inverno.   Por exemplo, praias da Grécia ou Croácia, campos floridos da Toscan

Definitivamente Moscou estaria fora de cogitação no inverno, eu fui em começo de Abril e já achei frio demais para aproveitar direito a cidade, e isto que eu sou acostumado com o frio.   Já estive e

Se possível, evite deixar Paris no começo ou final do seu roteiro, complica um pouco deslocamentos que são bem mais simples de serem feitos se Paris não for o começo ou final do seu roteiro.   Uma s

Posted Images

  • Membros

VTM não é necessariamente mais barato que o cartão de crédito tradicional, os custos são praticamente iguais.

 

Neste exato momento a cotação do dólar no cartão de crédito do Bradesco está em R$ 3.25 e R$ 3.24 no Itau, no VTM está R$ 3.25.

 

Mas em alguns dias isto se inverte, pode ser 1 centavo mais barato no VTM, e muitas vezes também é igual, mas é uma diferença meio irrelevante se você não gastar muito.

 

Ao sacar moeda em espécie nos caixas automáticos usando o VTM, você paga uma taxa fixa de 3 Euros ou uns R$ 12 por cada saque.

 

Mas se utilizar O VTM para pagar a fatura do hotel, restaurante, etc não tem taxa adicional, desde que seja na moeda do VTM, mas se tiver em VTM em Euros e pagar uma conta em Libras, tem taxa adicional de 3%. Não é cobrado IOF no momento da compra, pois você já paga os 6.38% de IOF quando carrega o VTM.

 

Ao sacar moeda em espécie no cartão de crédito também tem uma taxa para cada saque, a taxa de saque no cartão de crédito varia de R$ 20 a R$ 35 dependendo do banco que emitir o cartão de crédito.

 

Se utilizar o cartão de crédito normal para pagar a fatura do hotel, restaurante, não tem taxa adicional do cartão, somente o imposto de 6.38% de IOF.

 

O saque que eu falei é o saque direto da conta-corrente usando o cartão de débito da sua conta corrente, também tem taxas, a mais barata é a do Itau R$ 9.60 por saque, mas tem banco que cobra até R$ 30 por cada saque na função débito, e também paga-se 6.38% de IOF.

 

Dinheiro em espécie é mais caro, mas por enquanto está pagando só 1.1% de IOF, apesar que o Temer quer aumentar este imposto, mas tem o risco de você ser furtado e perder tudo...

 

A grande vantagem do VTM é você poder travar a cotação de Euro/Libra no preço do dia em que carregou ele, você carrega 1.000 Euros nele hoje e vai ter 1.000 Euros nele daqui a 2 meses, mesmo que o Euro dispare esteja custando R$ 5.00

 

Só que travar o câmbio usando VTM também pode ser ruim, pois você pode estar pagando mais caro hoje pelos euros que seriam mais baratos depois.

 

Se você carregar 1.000 Euros no VTM pagando R$ 4.02 líquidos já com os impostos, e se no final da viagem sobrarem 200 Euros, ao resgatar o saldo, você só vai receber R$ 3.33 líquidos por cada euro, ou seja, você pagou R$ 804.00 pelos 200 Euros que sobraram, mas na hora de resgatar eles, vai receber só R$ 666.00

 

Ai o que acontece, as pessoas acabam torrando o saldo do VTM nos últimos dias, gastando em coisas que não gastariam normalmente, deixando a viagem mais cara.

 

Usar o cartão de crédito normal tem a incerteza do câmbio, pois o valor será convertido usando a cotação do dia em que você pagar a fatura do cartão, e ai você pode ter uma boa notícia e custar menos, por que o euro ficou um pouco mais barato, mas também pode ter uma notícia ruim, pois o euro ficou mais caro.

 

Saque no cartão de débito tem o mesmo problema do cartão de crédito, você não consegue travar a cotação do câmbio, pois paga a cotação do dia do saque, o que pode ser ruim ou bom, dependendo de como o câmbio estiver se comportando.

 

VTM também é útil para quem não tem cartão de crédito internacional, ou para quem tem um cartão de crédito com limite baixo.

 

Todos eles tem prós e contras, cada opção tem os seus riscos, e qual opção escolher é uma decisão pessoal de cada pessoa.

 

Se a pessoa se sentir confortável e segura com 2 ou 3 mil euros em espécie sem problema, pode levar tudo em espécie, só cuide para não ficar meio paranoico com medo de ser furtado a qualquer momento, e lembre-se que em muitas estações de metrô não tem bilheteria, somente máquinas automáticas que aceitam pagamento somente com cartão.

 

Se quiser levar só cartão, sem problema também, mas lembre que o pequeno comércio (bares, lanchonetes, padarias, etc) provavelmente não vai querer passar a sua compra de 8 Euros no cartão de crédito ou VTM, pois da mesma forma que acontece no Brasil, eles costumam estipular um limite mínimo de 20 euros para passar a compra no cartão de crédito ou VTM

 

Pessoalmente eu recomendaria equilibrar, não levar tudo numa única forma de pagamento, pois se ela falhar, você está em sérios apuros.

 

Você até pode concentrar e priorizar uma forma de pagamento, mas é muito recomendável ter ao menos 2 ou 3 formas de pagamento para o caso de a primeira falhar.

Link para o post
  • Membros

Gisa!

Muito legal sua viagem e as dicas dadas são ótimas!

Tenho umas dicas:

Primeira: Sempre guardem os tickets dos ônibus/trem/metro/etc até saírem da estação/ponto final pois frequentemente tem inspeção nas estações e se vocês não estiverem com o ticket ganham uma multa de presente... E em alguns lugares (Londres, por exemplo) não tem catraca, não esqueçam de validar o ticket...

Segunda: Marquem todos os pontos de interesse e baixem o mapa offline no google maps. Não sei se vocês tem a intenção de comprar um chip para celular, mas o mapa offline pode ajudar bastante sem internet, eu sempre uso! O google maps é ótimo também para ver quais ônibus/metro pegar (embarque-conexões-desembarque) mas para isso precisa estar online. Eu via tudo isso antes de sair do hostel e salvava as fotos com os trajetos, mas nada que um wifi de graça do McDonals não resolva e dependendo do local, até nas ruas tem wifi de graça.

Terceira: Casaco e calçado impermeáveis são bons investimentos. Tem na Decathlon. Espera passar o inverno que eles fazem promoções interessantes. Também tem a opção de comprar quando chegar. Em Londres tem a Primark muita coisa e a um baixo custo...

Quarta: Dinheiro e documentos!!! Carregue sempre nas doleiras, grudadas no corpo, os batedores de carteira são bons... carregue o dinheiro que vai usar no dia na carteira e o resto na doleira! Nunca deixe bolsa, celular, câmera ou qualquer outra coisa dando sopa numa cadeira, em cima da mesa, etc...

 

Londres

Se forem usar ônibus/metro, que acredito que irão, comprem o Oyster Card. No final da viagem é possível pegar o saldo restante nas maquinas desde que seja menor que £10. O metro tem horário para fechar, mas os ônibus rodam de madrugada também. O transporte é ótimo!

Acredito que vocês vão querer visitar o London Eye e o Madame Tussauds, se sim comprem o ingresso online no site do Madame Tussauds. Comprando para as duas atrações tem desconto e o principal é que vocês não vão ficar na fila para comprar na hora! E pensa numa fila grande... O que comprei tinha o horário certo para entrar no Madame Tussauds e no London Eye tinha que ficar na fila para entrar, mas a fila do London Eye não demora "muito"... Para pegar o ingresso dos dois tem que ir no Madame Tussauds.

Para ver bem troca da guarda, se preparem para perder uma manhã inteira! Para ficar perto grade tem que chegar cedo e ficar lá, sentados no chão conversando e cuidando para nenhum espertinho se enfiar na sua frente. Eu não me lembro muito bem, mas acho que cheguei umas 2 horas antes. Também é importante ver os dias que ocorrerão a troca... http://www.householddivision.org.uk/changing-the-guard-calendar

Se for do interesse: Studio da Warner - The Making of Harry Potter

Esse tem que comprar com antecedência também pois se esgota rápido. Para terem uma ideia, hoje estão vendendo ingresso para Setembro, agosto inteiro já está esgotado. Eu não sou uma super fã, mas adorei a visita!

 

Amsterdam

Para ir na casa da Anne Frank também tem que comprar a entrada antecipada, eu não fui, mas passei do lado e tinha uma fila enorme e já não havia mais ingresso disponível...

Para o Heineken Experience também tinha fila, mas eu comprei numa loja nos arredores, entrei direto e sem pegar a fila.

Esse eu acho que dá para deixar para comprar por lá mesmo.

 

Paris:

Muito cuidado com o pessoal querendo colocar uma pulseira no seu braço (normalmente os caras abordam os homens) ou assinar um papel... Aí vai perder alguns euros, pois vão querer te cobrar. Ignora essas pessoas e tira o braço senão eles amarram e ai já era...

Museu do Louvre: Eu comprei minha entrada na Fnac lá mesmo. Você paga uma pequena taxa administrativa, mas te livra de uma super fila para comprar no museu! Obs. O museu fecha às terças-feiras.

Catacumbas de Paris: Quando eu fui (dez/15) não tinha fila e estava bem vazio, mas um amigo foi há uns dois meses atras e não conseguiu entrar, falou que tinha uma fila imensa! Não sei se dá para comprar online... Tem um filme: Assim na Terra como no Inferno, foi filmado lá... Eu não assisti, mas dá para ter uma ideia do lugar.

Espero que as dicas ajudem e que vocês aproveitem muito essa viagem!!!

  • Gostei! 1
Link para o post
  • Membros

Complementando as dicas da Karine,

 

Lembre-se que você vai viajar em Janeiro, quando o clima costuma ser horrível, são bem comuns 2 ou 3 dias seguidos de tempo ruim, então não engesse demais o seu roteiro comprando um monte de ingresso com data horário fixos antecipadamente.

 

Pois comprando muita coisa antecipada, você corre o risco de por exemplo no único dia de sol e tempo bom, você passar o dia inteiro enfurnada no Louvre, Heinneken Experience ou Madame Tussauds e ter que encarrar frio e chuva no dia que for a Torre Eiffel, ou um dia bem nublado e cheio de neblina quando for na London Eye...

 

No verão não tem tanto problema em comprar antecipadamente, o clima costuma ser melhor, e uma chuvinha leve não atrapalha muito, até ajuda a refrescar naqueles dias super quentes, mas no inverno, é horrível.

 

Ou seja, no inverno, compre antecipado somente aquilo que realmente for necessário, como por exemplo o ingresso do Anne Frank e mais um ou outro local sabidamente problemático. Mas deixe o grosso da programação para decidir quando estiver lá, de acordo com a previsão do tempo para os próximos dias.

 

E o mais importante, sempre tenha um plano B, com uma listinha de locais e atividades indoor que não são a sua prioridade, mas que você pode visitar caso o clima esteja muito ruim.

 

Por exemplo, Heinneken Experience nunca esteva na minha lista de prioridades de locais a visitar em Amsterdam, mas quando estive lá durante o inverno, peguei um dia horrível, com frio, neve e chuva o dia inteiro, não dava para fazer nada na rua, ai fui no Rijksmuseum de manhã, no Van Gogh Museum depois do almoço por que ainda estava nevando, e como o clima ainda estava horrível quando sai do Van Gogh Museum e ainda era cedo, resolvi ir no Heinneken Experience lá pertinho...

 

Viajando no inverno, pessoalmente eu prefiro gastar um pouquinho mais de dinheiro, e eventualmente ter que esperar meia hora ou 45 minutos na fila do que ter um dia horrível, todo molhado, e congelando de frio até os ossos...

 

Fazendo isto, deixando a programação mais flexível e não comprando antecipado em horários fixos muitas atrações, sempre tive excelentes viagens mesmo viajando no inverno e com clima horrível.

 

Já em compensação, os meus sogros viajaram para a Europa no inverno com pacote de uma agencia de viagens com tudo engessado, comprado e reservado antecipadamente, eles voltaram dizendo que foi horrível, que só chovia nos "dias livres", os únicos dias de sol foram os dias que eles tinha "compromisso" em locais indoor...

Link para o post
  • Membros

olá, eu roteiro é amsterdam, berlim, praga, munique, bruxellas e amsterdam !

tava pensando em ir no final de janeiro e passar uns 15 dias lá !

 

mas fiquei assustado com alguns relatos já q seria no inverno a minha trip !!!

 

fiquei cabreiro com essa papo de neve, chuva e frio intenso !!!

acho melhor abortar a missão e ir pra outro local né ?!

Link para o post
  • Membros
olá, eu roteiro é amsterdam, berlim, praga, munique, bruxellas e amsterdam !

tava pensando em ir no final de janeiro e passar uns 15 dias lá !

 

mas fiquei assustado com alguns relatos já q seria no inverno a minha trip !!!

 

fiquei cabreiro com essa papo de neve, chuva e frio intenso !!!

acho melhor abortar a missão e ir pra outro local né ?!

 

Não é todo mundo que pega um clima horrível, alguns tem sorte e só pegam frio sem chuva ou neve.

 

Mas é algo que você tem que estar preparado para encarrar quando viaja no inverno para estes países mais ao norte.

 

Mas se você viajar preparado para o frio, estiver ciente que o clima pode ser ruim, escolher cidades com bastante atividade indoor, estiver ciente que atividades ao ar livre estarão meio prejudicadas, que as baladas estarão mais vazias, e principalmente ficar uma quantidade de tempo um pouco maior em cada cidade para aumentar as chances de ter pelo menos 1 ou dias de tempo bom, dá sim para aproveitar bem a viagem mesmo no inverno.

 

Ficar uma quantidade adequada de tempo é vital, por exemplo, no meu relato acima, eu cheguei em Amsterdam ao meio dia no primeiro dia, estava tudo nublado e frio, deu para fazer um passeio rápido até anoitecer as 15:00, mas logo após o anoitecer começou a chover fino, e com o frio e vento estava horrível ficar na rua.

 

O segundo dia foi foi aquele dia horrível, frio, chuva e neve o dia inteiro, não dava para fazer nada na rua.

 

Mas o terceiro dia amanheceu com a cidade coberta de neve e um lindo céu totalmente azul.

 

Por causa da neve acumulada do dia anterior estava super frio, lembro que chegou a fazer -6ºC de mínima e a máxima não passou de 0ºC, mas como o tempo estava ótimo, coloquei 2 pares de meias, calcei minhas botas impermeáveis, luvas, cachecol, goro, 2 calças, 3 casacos e fui fazer todos os passeios ao ar livre viáveis no inverno que eu não tinha conseguido fazer nos dias anteriores.

 

De Amsterdam fui para Paris, lá o tempo estava bom, só choveu um pouco no primeiro dia, mas os demais 3 dias fez tempo bom, só estava frio e ventando. as máximas não passaram de 6ºC e as mínimas eram de -1ºC toda manhã...

  • Gostei! 1
Link para o post
  • Membros
olá, eu roteiro é amsterdam, berlim, praga, munique, bruxellas e amsterdam !

tava pensando em ir no final de janeiro e passar uns 15 dias lá !

 

mas fiquei assustado com alguns relatos já q seria no inverno a minha trip !!!

 

fiquei cabreiro com essa papo de neve, chuva e frio intenso !!!

acho melhor abortar a missão e ir pra outro local né ?!

 

 

Eu não desisti depois das explicações/ajudas que tive aqui, principalmente do Adriano.

O que está me complicando é o investimento. Está tudo muito caro. Estou vendo formas de economizar. Não desista a não ser que você possa ir em outro período.

Abraços,

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...