Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Europa em Junho de 2018 Preciso de Dicas


Posts Recomendados

  • Membros

Olá a todos do Mochileiros.com!

 

Pretendo fazer a primeira viagem a Europa em Junho/Julho de 2018. Estou nos planejamentos iniciais e gostaria de uma ajudinha de quem já tem experiencia.

 

meu roteiro inicial é esse, mas pode sofre modificações:

 

 

Portugal - Paris, Londres, Bruges, Amasterdã, Haia, Colônia e Frankfurt.

 

Algumas cidades estão pq tenho amigos e gostaria de reencontrá-los, que seria chegar por Portugal, e ainda (Londres e Amsterdã).

 

vou passar 20 dias na Europa e vai ser nossa primeira viagem internacional.

 

Gostaríamos de ajuda daqueles que já foram e possam nos orientar, quanto ao destino, quanto o que levar, enfim, uma orientação e também, quem tiver uma Planilha, ficaria muito grato.

 

Além disso preciso saber minha rota final, para quando compramos as passagens, a de volta ser uma dessas capitais da Europa.

 

Dicas, orientações, observações, o que fazer, preciso de todo auxilio.

 

Obs.: Inicialmente estou indo sozinho.

 

Grato.

Link para o post
  • Membros

Em quais cidades os seus amigos residem? Se eles não residirem em Frankfurt ou Colônia, eu cortaria estas duas cidades, por que sinceramente só estariam atrapalhando e deixando o seu roteiro complicado.

 

Bruuges costuma ser complicada de encaixar sozinha, por que é muito longe e fora de mão, então incluir Brugges exige que você inclua algum outro local na Bélgica, geralmente Bruxelas, para tornar a logística de transporte viável e executável.

 

Quanto tempo em cada cidade depende dos seus interesses, mas cidades enormes e cheias de coisas para ver e fazer como Paris e Londres demandam pelo menos uns 5 dias para cada uma ou 4 dias se realmente precisar apertar e deixar as coisas corridas. Amsterdam é menor, mas demanda também 2 ou 3 dias + 1 dia para o bate-volta até Haia.

 

Você não citou o que pretende visitar em Portugal, mas assumindo que seja Lisboa, você precisa de uns 2 ou 3 dias só para Lisboa + 1 dia para um bate-volta até Sintra, pessoalmente eu acho quase um "pecado" não ir a Sintra. rsss

 

Brugges e Bruxelas ou outra cidade belga que você escolha, demandam pelo menos uns 2 ou 3 dias.

 

Colonia você visita a parte turística facilmente em 1 dia, já Frankfurt, sinceramente não tem lá muita coisa interessante para um turista que esteja indo pela primeira vez a Europa, 1 dia é mais que suficiente para dar uma volta pela cidade se não tiver amigos lá. Mas ficam longe do restante do seu roteiro e demanda facilmente 1 dia inteiro só para chegar e sair de lá.

 

Por falar nisto, o deslocamento de Portugal até o resto também é longo, e facilmente lhe consome um dia inteiro se o horário do voo não for muito bom. Os demais deslocamentos não são tão longos, mas também consomem facilmente metade de um dia.

 

Ou seja, tem cidade demais para dias de menos, você vai ter que priorizar alguns locais e cortar outros para que seja um roteiro viável de ser feito.

Link para o post
  • Membros

Adriano, obrigado pelas informações. Bem, meus amigos moram em Portugal, Londres e Amsterdam. Na verdade queria fazer a Rota da Cerveja. Seria bem digamos as coisas vão clareando ao pesquisar. Chegada por Lisboa, (Sintra), depois Londres e Paris, e ai sim Bugres, Amsterdã e a volta para o Brasil. Bem entre Bugres e Amsterdã, acho que caberia Bégica e Bruxelas. Bobagem msm incluir a Alemanha. Acho que é isso.... Vc tem como montar um roteiro em cima disso. Qtos dias gastaria....

Link para o post
  • Membros

Só a título de informação, uma "Rota da Cerveja" começaria em Bruxelas/Bugges, depois Colônia, Nürnberg/Bamberg , Pilsen/Praga terminando em Munich.

 

Eu faria algo mais ou menos assim:

 

Dia 1 Saída Brasil

Dia 2 Chegada Lisboa ( Dia para se acomodar e um passeio rápido se sobrar tempo)

Dia 3 Lisboa

Dia 4 Lisboa

Dia 5 Lisboa (Bate-volta a Sintra num destes dias)

Dia 6 Lisboa (Voo para Londres a tarde ou começo da noite)

Dia 7 Londres

Dia 8 Londres

Dia 9 Londres

Dia 10 Londres

Dia 11 Londres (Trem para Paris no começo da noite)

Dia 12 Paris

Dia 13 Paris

Dia 14 Paris

Dia 15 Paris

Dia 16 Paris (Trem para Bruxelas no começo da noite)

Dia 17 Bruxelas/Brugges

Dia 18 Bruxelas/Brugges (Trem para Amsterdam no começo da noite)

Dia 19 Amsterdam

Dia 20 Amsterdam

Dia 21 Volta ao Brasil

 

O roteiro teria 21 dias, se precisar cortar 1 ou 2 dias, para caber na sua disponibilidade de tempo livre, eu sacrificaria 1 dia em Paris e/ou Londres, ou então em Lisboa, caso você consiga um voo que chegue as 7 da manhã em Lisboa.

Link para o post
  • Membros

Em três semanas, considerando suas prioridades eu faria algo mais ou menos assim.

 

Lisboa (3 noites) -> Londres (5 noites) -> Bruges/Bruxelas ou Antuerpia (3 noites) -> Amsterda (4 noites) -> Colonia (2 noites) -> Munique (3 noites).

 

Em relação às cervejarias. Londres sempre há os clássicos Pubs. Já na Bélgica tanto faz Bruges, Bruxelas, Antuérpia ou Ghent , não importa, pra onde você for a cerveja vai ser um dos destaques locais. Amsterda esta surpreendendo na cena internacional e hoje já tem uma tradição que rivaliza os seus vizinhos. Colônia é a casa da kolsh na Alemanha, muitos brewpubs bem tradicionais. Munique então, é o resumo da tradição alemã, beergartens brotam por todos os lados.

Link para o post
  • Membros

Grande vali as duas respostas, começou a abrir a minha mente e tbem o meu roteiro. Bem como marinheiro de primeira viagem, e se o Roteiro for mais ou menos o exposto acima. Qual a sugestão de voces para a preparação, tipo, dicas do que devo olhar inicialmente. Como preparar as coisas, enfim qual a melhor escolha couchsurfing, Hostel ou Hotel ? Aviões internos ou Trem ? Alimentação ???? quanto gastaria em media por dia ???? algum souvenir nestas cidades ou compras ??? o que nao devia deixar de conhecer....

Link para o post
  • Membros

Bom Dia,

 

Essa ansiedade inicial é perfeitamente normal. O viajante fica com aquela dúvida por onde ir, o que fazer, mas o que eu costumo dizer é que, antes de mais nada, procure primeiro um ponto de referência,

 

Eu costumo chamar de PASSO 1 : defino primeiro a cidade inicial do meu roteiro, a cidade final e quantidade de dias. Escolho normalmente baseado em minhas preferências pessoais e pesquisando o valor das passagens aéreas. Para pesquisar essas passagens uso buscadores como o skyscanner.com.br.

 

A partir daí, fica mais facil para definir os passos seguintes : PASSO 2 : Cidades de Pernoite e deslocamentos, PASSO 3 : Roteiros Detalhados e PASSO 4 : Acompanhamento de Viagem.

 

Já escrevi um pouco sobre isso aqui : http://avidadoviajante.blogspot.com.br/2013/01/europa2013-mais-dicas-para-elaborar.html

 

Independente da metodologia que você adote , é importante que você tenha ao menos esses esboço definido para que possamos lhe dar dicas mais precisas , porque cada região/país tem suas particularidades .

Link para o post
  • Membros

A questão de mala ou mochila é bem pessoal. Embora, na minha opinião, mochila seja mais prática, reconheço que tem várias desvantagens tambem.

 

Primeiro , porque uma mochila cargueira tradicionalmente não fecha com cadeado, complica um pouco na hora de despachar se tiver algo de valor. Você pode resolver isso usando 2 mochilas, desde que não se atrapalhe para andar com as duas depois de chegar ao destino final. Há algumas opções para isso : a mochila menor pode se incorporar à mochila maior, ou você pode inserir uma dentro da outra depois q chegar no destino ou pode ser uma mochila com carrinho.

 

De qualquer modo, é importante que seja uma mochila que você se sinta confortável em carregar, nunca leve acima do peso que pode suportar por um tempo razoável em pé, digamos 30 a 1 hora sem sentir nenhuma dor.

 

A mala (de 4 rodas por favor) com certeza é uma opção mais confortável e segura, porém perde em flexibilidade para mochilas, especialmente se tiver que andar muito de transporte público com bagagem, em locais que possuam muitas escadas ou piso irregular (pedras, buracos) etc.

 

Nos aviões as regras estão cada vez mais exigentes com peso e medida de bagagem. Regra geral, quanto menor sua bagagem menor a tarifa tende a ser. Já nos trens europeus, é aceitável andar com o tanto de bagagem que você puder carregar sozinho, sem auxílio da companhia.

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...