Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Mariana Por Aí

Chile com bebê: 15 dias entre vinícolas, lagos e vulcões

Posts Recomendados

Créditos: http://www.marianaporai.com/roteiro-por-santiago-com-bebe/

 

Nosso roteiro por Santiago com bebê

Nos despedimos do Chile pela cidade que nos acolheu: Santiago.

Não esperávamos muito da capital. Na verdade, o feedback de muitos amigos não foi positivo.

Por isso, decidimos ficar apenas dois dias por lá.

Felizmente, Santiago foi uma grata surpresa. De verdade!

20170513_113029-1.jpg?resize=768%2C576

 

Nossos dois dias resultaram serem poucos para todas as maravilhas (leia-se, principalmente, parques e restaurantes, kkkkk) que a cidade tem a oferecer.

Voltamos com um super gostinho de quero mais.

Quer saber por quê?

Aqui te conto tudinho, em detalhes.

Com vocês, a nossa última parada no Chile: Santiago!

 

Roteiro por Santiago com bebê

Os nossos últimos dois dias de viagem foram pela cidade que nos recebeu: Santiago.

Como eu contei no nosso manual prático com 28 dicas essenciais para planejar uma viagem com bebê, nós preferimos sempre passar um tempo de “descanso” nas cidades de conexão obrigatória.

Por isso, fizemos um roteiro por vinícolas chilenas com bebê na ida, e decidimos curtir Santiago na volta.

Nosso roteiro por Santiago com bebê foi de dois dias, com direito a muitos parques e barriguinha cheia, rsrsrs.

Espia só!

 

DIA #1. LASTARRIA

Nossos dias por Santiago começaram no Terminal Alameda, onde chegamos após uma viagem tranquila vindos de Temuco.

Do terminal, pegamos o metrô (cuja estação, por incrível que pareça, não era acessível) e nos dirigimos ao bairro Lastarria.

Como chegamos muito cedo ao apartamento onde nos hospedaríamos, o Rukasa Lastarria, fomos “obrigados” a dar uma passeio, meio sem rumo, pelas redondezas.

Foi assim que descobrimos que o bairro que nos hospedou era um misto delicioso de gastronomia e arte. Um centro gastronômico cool, por assim dizer.

Durante o nosso mini roteiro sem rumo certo, conhecemos a estação de metrô Bellas Artes, com seus grafites. E encontramos uma obra de Botero pelo Parque Florestal, junto ao Museo Nacional de Bellas Artes.

No japonês Republica Nikkei, almoçamos a melhor sopa Miso da vida, com o prato típico local, o Okonomiyaki. E, o melhor, vendo uma fila gigantesca, descobrimos o maravilhoso e super barato New Horizon, que foi a nossa super opção de jantar.

Passamos pela loja Miniatura, cheia de coisinhas lindas e descoladas para bebê, localizada no pátio interno de um edifício antigo das redondezas.

E, por último antes do checkin, caminhamos pela linda praça de acesso ao Museo de Artes Visuales (MAVI).

A tarde, saímos para conhecer o pouco charmoso centro, com a Plaza de Armas e os calçadões das ruas Ahumada e Huérfanos.

Antes de voltar para o apartamento, jantamos no delicioso, incrível, espetacular indiano New Horizon. O lugar é super pequeno e simples, sempre tem fila (sempre mesmo!) mas vale muuuuito a pena.

Pensa num frango ao curry de lamber os beiços. E o chicken masala?! Jesus, salivando só de lembrar. Indescritível!

Dados:

Todos os passeios foram gratuitos;

O Rukasa Lastarria é um apartamento. Nos atendeu bem, mas achei a manutenção do apartamento muito ruim. Faltavam lâmpadas e limpeza;

Almoço e jantar custaram em torno de $4.000 pesos cada por pessoa.

 

DIA #2. CERRO SAN CRISTÓBAL

Começamos o nosso segundo dia dando uma voltinha de reconhecimento pelo Centro de las artes, la cultura y las personas Gabriela Mistral, que ficava ao lado do apartamento.

Pensa num edifício incrível! Arquitetura super contemporânea, acolhedora, pública. Com fechadas em concreto e aço corten.

Lá, pegamos o metrô em direção ao Cerro San Cristóbal. Não descobrimos antes a subida pelo funicular, cujo acesso estava bem pertinho do nosso apartamento.

De qualquer forma, curtimos muito a caminhada pelo bairro entre a estação Pedro de Valdivia e a estação Oasis do Teleférico Metropolitano. Um bairro residencial super charmoso e agradável.

Depois de uma manhã super agradável curtindo as vistas do cerro, fomos para o Mercado Central, na intenção de comer centolla. O que, na nossa opinião, não vale o que custa…

Além da centolla, comemos o que nos disseram ser a maior iguaria chilena: locos. Não sei se foi pela preparação do restaurante, mas me pareceram duros e insossos. E caros!

Após uma relaxada rápida no apartamento, passeamos pelo Pátio Bellavista, um centro de gastronomia, cultura e entretenimento agradável, bonito e bem estruturado no bairro de mesmo nome.

E pelo parque Florestal, a caminho de casa.

Na volta, pegamos uma pad thai para comer no apartamento. O escolhido foi o Thai Street Food, um restaurante tailandês delicioso e barato que encontramos pelo caminho do New Horizon. Desses lugares que a gente gosta de encontrar, parar e se deliciar.

Dados:

  • Teleférico de acesso ao Cerro San Cristóbal: $3.010 por pessoa ida e volta;
    Prato de centolla com salada: $12.000 pesos;
    Prato com três locos: $8.000 pesos;
    Pad thai: $4.000 pesos;
    Demais atrações gratuitas.

 

Destaques

SERVIÇOS

O metrô de Santiago chega a quase todo canto e é limpo e tranquilo (fora do horário de pico). Possui tarifas diferenciadas dependendo do horário. E, infelizmente, nem todas as estações são acessíveis.

Para pegar qualquer ônibus na cidade, é necessário ter em mãos o cartão de transporte público local. Não é possível pagar a passagem com dinheiro, o que só descobrimos ao tentar entrar no bus. Com pena, o motorista nos levou até o Mercado Central.

 

LEVANDO DÓLARES

Nós fizemos as contas, ainda no Brasil, e decidimos levar dólares durante a viagem.

E foi um super acerto!

Não só por que conseguimos ganhar um pouquinho a mais encima de cada real gasto (foi bem pouquinho).

Senão por que pagando os hotéis em dólares você, como turista, não precisa pagar o adicional de 19% de imposto sobre serviço.

Isso mesmo, se você pagar o hotel em pesos eles, obrigatoriamente, te cobram um adicional de 19% sobre a tarifa contratada.

 

O QUE DEU CERTO

Nós adoramos a cidade. Caminhar pelas ruas do bairro Lastarria foi super agradável.

A cidade está repleta de parques que tornam o caminhar muito leve e tranquilo.

 

O QUE FARÍAMOS DIFERENTE

Escolhemos nos hospedar em um apartamento, o Rukasa Lastarria, para testar vários tipos de hospedagem com o pacotinho.

Apesar de gostarmos de poder curtir o cafe da manhã em vários lugares diferentes, a comodidade de dispor do café no próprio hotel é imbatível. Considerando, principalmente, que não temos pressa para sair com o pacotinho. Mas que a minha fome não se dá conta disso, rsrsrs.

Além disso, tivemos que esperar até o último minuto do horário do checkin para entrar, eles não nos deram nenhuma folga… Mesmo com o pacotinho.

Por isso, trocaríamos a hospedagem. Mas não a sua localização.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crédito: http://www.marianaporai.com/dicas-para-viajar-pelo-chile-com-bebe/

 

Vai viajar com o seu bebê para o Chile?

Nós acabamos de voltar de lá! E, para piorar (ou melhorar, depende do ponto de vista, rsrsrs), foi a nossa primeira viagem com o pacotinho.

O resultado da viagem, para nossa felicidade e tristeza dos pessimistas de plantão, foi ultra positivo.

Eu e o papai Junior amamos cada momento, cada risada, cada olhar curioso.

Ela, que acabara de completar quatro meses, se esbaldou com todas as novidades.

20170503_144953.jpg?w=750

Se você, assim como aconteceu comigo, não sabe por onde começar a se organizar, aqui é o seu lugar.

Para te ajudar nessa tarefa, que pode ser bastante desafiadora, vou compartilhar 12 dicas para viajar pelo Chile com bebê. Mais barato e descomplicado!

Vem comigo e se joga!

 

Dicas para viajar pelo Chile com bebê

Antes de mais nada, quero deixar uma coisa clara: o Chile não é uma país barato.

Nessa hora, você deve estar se perguntando, mas esse blog não fala de viagens baratas?

Bom, como eu disse no sobre do blog, o objetivo principal do Mariana Por Aí é te dar subsídios para "baratear" o custo médio da sua viagem.

Para que você possa curtir as viagens dos seus sonhos. Sempre!

Vamos às dicas!

 

DICA #1. SE PLANEJAR É O CANAL!

Essa dica, figurinha carimbada no blog, é o ponto essencial para baratear e descomplicar qualquer viagem. Principalmente com bebês!

Por isso, planeje-se!

Você se sentirá mais segura e, com certeza, viajará com mais tranquilidade.

No Mariana Por Aí você encontra:

[list=]Dicas incríveis para planejar uma viagem com bebê;

Nossos erros e acertos na primeira viagem com o pacotinho;

O que levar na mala de viagem do bebê para o frio;

Roteiro por vinícolas chilenas com bebê;

Roteiro por Pucon com bebê;

Roteiro por Puerto Varas com bebê;

Roteiro por Santiago com bebê.

 

DICA #2. QUANDO IR?

Se você busca uma viagem barata e descomplicada pelo Chile com bebê, fuja da alta temporada!

E das estradas com trânsito interminável. Das filas. Das aglomerações. Dos preços altos.

Ganhe, em contrapartida, mais tranquilidade. E, com sorte e boa vontade, muitos upgrades em hotéis.

Para tanto, prefira viajar nos meses de abril ou novembro, se quer estar mais perto do verão. E no final de setembro, se quer estar mais perto do inverno.

20170509_130858.jpg?resize=768%2C576

Ah, viajando na baixa temporada, não se esqueça de reservar hotéis com cancelamento gratuito.

Vai que você encontra o hotel dos seus sonhos por uma pechincha de última hora?

 

DICA #3. ALUGUE UM CARRO PARA PERCORRER O INTERIOR

Alugar o carro para percorrer as regiões do interior foi um super acerto.

Primeiro, por que barateou muito o nosso acesso aos pontos turísticos. O nosso carro era a diesel e o consumo girava em torno de 20 k/l. Uma pechincha!!!!! E o custo de acesso pelas agências de turismo é bastante salgado.

Segundo, por que tivemos total mobilidade para curtir os lugares com a princesa.

Fugindo do frio e da chuva.

E tendo sempre um lugar quentinho para as trocas e amamentação.

Além disso, facilita, e muito, a viagem no tempo do bebê.

Afinal, você não vai ter que sair às 7 da manhã e voltar às 7 da noite naqueles passeios pré-agendados quando seu bebê quer dormir tranquilamente até às 9 horas, não é verdade?

DICA #4. ÔNIBUS INTERESTADUAL

 

Se você tem a intenção de desbravar o Chile, aproveite os preços e a comodidade dos ônibus interestaduais, conhecidos pela sua excelente qualidade.

Nós comprovamos, como você pode conferir no nosso roteiro por Pucon com bebê.

Além disso, você pode evitar gastar com algumas diárias de hotel, curte todos os dias por inteiro e ainda dorme agarradinha com o pacotinho. Quer coisa melhor?

Comprando suas passagens pela internet, com antecedência, você pode garantir descontos que ultrapassam os 50%! Sério, seríssimo!

Entretanto, somente algumas companhias permitem a compra de bilhetes pela internet por estrangeiros, como a Turbus.

 

DICA #5. "MENU DEL DIA"

O "menu del dia" é o canal para gastar pouco e comer bem.

Primeiro, por que normalmente oferece entrada, prato principal e sobremesa por um preço fixo, bem mais em conta.

Segundo, por que normalmente incluem pratos da região, comida local.

E uma das maravilhas de uma viagem é conhecer os sabores locais, não é verdade?

 

DICA #6. DÓLARES, REAIS OU CARTÃO INTERNACIONAL?

Nós comprovamos que levar dólares vale mais a pena. Mas não é tanta coisa assim, foram poucos centavos economizados por cada real gasto.

Mas, você sabia que turista, no Chile, pode se livrar do imposto sobre serviço no pagamento de hospedagem?

E olha que o imposto é alto, hein, são 19% adicionais sobre o valor contratado.

Para tanto, você deve pagar o hotel em dólares, euro ou cartão de crédito internacional.

Eu, por experiência, recomendo sempre ter uns dólares em mãos.

Primeiro, por que é a moeda mais aceita por lá.

Segundo, por que muitos hotéis no interior não dispõe de máquina de cartão de crédito.

Vale dar uma consultada nas condições do seu hotel para se planejar melhor.

 

DICA #7. EM SANTIAGO, HOSPEDE-SE EM UM BAIRRO LEGAL

Por onde você possa caminhar com o seu pacotinho com tranquilidade.

Por lá, o que não faltam são parques deliciosos para curtir o seu bebê.

Nós nos hospedamos no Lastarria e amamos.

Passeamos também por Providencia e Bellavista e super indicamos!

 

DICA #8. EM SANTIAGO, OPTE PELO TRANSPORTE PÚBLICO

Santiago tem um moderno sistema de metrô.

A combinação de metrô e caminhada é ideal para a maioria dos trajetos.

O metrô é limpo, tem diversas estações e atende muito bem aos turistas.

Além disso, hospedar-se próximo a uma estação é uma ótima ideia para evitar longas caminhadas.

Se você pretende ir a um local onde o metrô não alcança, considere combinar metrô e táxi.

Não se esqueça que para utilizar os ônibus você precisar comprar o cartão do transporte público com antecedência.

 

DICA #9. VIAJANDO NO INVERNO, FIQUE DE OLHO NA CALEFAÇÃO

Como contamos aqui, ficamos muito inseguros (e passamos muito frio, diga-se de passagem) com a calefação do hotel que reservamos em Pucon.

Por isso, atente-se ao tipo de calefação disponibilizado pelo hotel. Imprescindível para vencer o frio!

 

DICA #10. RESERVE PASSEIOS OBRIGATÓRIOS COM ANTECEDÊNCIA

Mesmo na baixa temporada.

Como contamos aqui, nós quase perdemos um almoço incrível no restaurante da vinícola Montes por não termos reserva.

 

DICA #11. DICA BÔNUS 1

Se você é amante de gastronomia e de novidades, como nós, não perca o sushi com abacate.

Ou palta para os chilenos.

É uma delícia!

 

DICA #12. DICA BÔNUS 2

Para qualquer lugar que você vá, aprenda umas palavrinhas básicas no idioma local.

É educado, ajudará na socialização e ainda pode te livrar de alguns perrengues.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, agradexo por compartilhar o relato conosco!

Em janeiro De 2018 estarei passando por pucon, terei apenas 1 dia inteiro na cidade, gostaria de saber quais passeios vc recomenda que são realmente imperdíveis? Estarei de carro.

Obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá, agradexo por compartilhar o relato conosco!

Em janeiro De 2018 estarei passando por pucon, terei apenas 1 dia inteiro na cidade, gostaria de saber quais passeios vc recomenda que são realmente imperdíveis? Estarei de carro.

Obrigado.

Olá Bruno, bom dia.

 

Que pergunta difícil de responder, rsrsrs.

 

Como vc vai no verão, verá a cidade de uma forma completamente diferente. E imagino que será ainda mais legal, já que tudo estará funcionando a pleno vapor.

 

Minhas recomendações para um dia na cidade seria: visita ao vulcão Villarica, principalmente pela estrada da esquerda (que não é a base); mergulho nas águas termais da termas Los Pozones; uma passadinha na ponte de Quelhue para avisar os vulcões; passeio pelo mirador la poza e pela playa grande de Pucon, passando pela calle fresia.

 

Muitas visitas por lá são distantes, o que as tornam inviaveis em somente um dia na cidade...

 

Se não se importar em pesar muito o dia, vale a pena dar uma passada os ojos del Caburgua, que estão a poucos quilômetros de distância do caminho das Termas.

 

Espero te ajudado.

 

Às ordens!

 

Um abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...