Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

_lucasboorges

Trabalho em troca de Hospedagem

Posts Recomendados

Bom dia pessoal, sou novo neste blog. Recentemente fiz uma trip e jogando conversa fora com uma conhecida, fiquei sabendo que tem como se hospedar em alguns lugares em troca de trabalho. Queria saber se isso é real e a experiência ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde.

Sim, isso é bem comum, e em breve pretendo viajar dessa maneira. Em todas as viagens encontro alguém fazendo isso, vc pode conseguir perguntando no próprio hostel, ou tem sites que fazem essa "ligação":

 

https://www.workaway.info/ - Acho bem interessante e pretendo usa-lo, vc paga uma anuidade de 30U$ e pode conseguir trabalho quantas vezes desejar nesse período. Os hostesl falam do tipo de trabalho que oferecem, o que dão em troca (apenas hospedagem ou hospedagem e comida. Em alguns até consegue um dinheiro se trabalhar extra). E não são apenas hostels, tem de tudo, restaurantes, casas de família, fazendas... Vários tipo de negócios, nas buscas vc consegue filtrar o que deseja. Vc tbm descreve suas "habilidades". Há um sistema de avaliação, onde vc pode ver e deixar as avaliações sobre o seu host e ele tbm pode faze-lo sobre vc.

 

https://www.worldpackers.com/ Mesmo sistema, mas esse, da última vez que vi era 50u$ por cada trabalho conseguido. Não acho que seja justo... Nesse aparecem os nomes dos locais que oferecem, vc tbm pode ver os locais e entrar em contato por conta própria.

 

E tem o tal do WWOOF esse apenas de fazendas.

 

O couchsurfing citado acima não é isso, é apenas hospedagem, vc pode oferecer um canto na sua casa, e as pessoas oferecem a casa delas. É muito legal e uma troca de experiência incrível.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal,

Já vi várias referências a esse tipo de trabalho e principalmente ao Workaway. Também já me hospedei em lugares que tinham gente nesse esquema.

Uma curiosidade: não existe o risco de bater uma fiscalização e encarar esse voluntariado como trabalho ilegal? Questionar falta de visto de trabalho, essas coisas?

Workaway funciona em todos os países?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal,

Já vi várias referências a esse tipo de trabalho e principalmente ao Workaway. Também já me hospedei em lugares que tinham gente nesse esquema.

Uma curiosidade: não existe o risco de bater uma fiscalização e encarar esse voluntariado como trabalho ilegal? Questionar falta de visto de trabalho, essas coisas?

Workaway funciona em todos os países?

 

Já fiz WOOF em duas fazendas na Espanha. Na primeira foi tranquilo, mas na segunda os donos queriam que nós trabalhássemos mais do que o máximo de 6 horas diárias. É uma boa pergunta, mas eu acho que é mais provável se deparar com donos de fazenda querendo explorar o trabalho dos WWOOfers do que a polícia baixar na propriedade para fiscalizar se você está trabalhando ilegal.

 

Quanto à sua pergunta, não sei ao certo, mas este link talvez ajude: http://ec.europa.eu/immigration/who-does-what/what-does-the-eu-do/coming-to-the-eu_en

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

LF Brasilia, vou colar um post aqui que vi em outro tópico wwoof-e-workaway-na-imigracao-t145062.html:

 

Na real, tirando o romantismo da história, se atendo somente a realidade nua e crua, a maioria das pessoas que viaja com visto de turista simplesmente omite a questão do workaway ao passar na imigração e faz a coisa meio as escondidas por baixo dos panos, ou ilegal mesmo se quiser enxergar desta forma, pois tecnicamente, brasileiros não podem trabalhar em praticamente nenhum país sem um visto de trabalho, mesmo que seja trabalho temporário, wwoof, workaway, etc...

 

Alguns países abrem exceção e dispensam o visto de trabalho para atividades voluntárias em organizações de interesse social, outros nem isto.

 

Mas na prática, em alguns países mais desorganizados ou pobres, como os da America do Sul por exemplo, a imigração faz vista grossa e finge que não viu nada e deixa você passar sem questionar nada ou quase nada.

 

Mas também existem países mais rigorosos como alguns da Ásia, Oceania, Europa ou America do Norte, onde se você mencionar que vai fazer algum tipo de workaway é quase certeza de você ser barrado e mandado de volta para casa no próximo voo disponível.

 

O pessoal que faz wwoof e workaway, geralmente faz isto em países mais pobres e menos rígidos na imigração onde a imigração não pede nada, também não comenta nada a respeito do assunto na imigração, pois quanto menos você falar, menor a chance de falar algo que lhe comprometa e entregue as suas reais intenções. Nos países mais rígidos simplesmente falam que vão fazer turismo, reservam alguma hospedagem em algum hostel por alguns dias para ter algo para apresentar na imigração, se passar, passou, mas se não passar, ferrou...

 

Ou seja, wwoof e workaway é algo sem muita garantia de que a imigração dos países mais chatos não vai implicar, você pode tanto conseguir passar em um monte de lugares e ninguém nunca lhe questionar nada, mas também pode ter azar e ser questionada em um país qualquer a respeito do workaway ou do que vai fazer lá, e ter a entrada negada se não tiver uma história boa para contar que convença o policial de que você só vai fazer turismo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Já fiz WOOF em duas fazendas na Espanha. Na primeira foi tranquilo, mas na segunda os donos queriam que nós trabalhássemos mais do que o máximo de 6 horas diárias. É uma boa pergunta, mas eu acho que é mais provável se deparar com donos de fazenda querendo explorar o trabalho dos WWOOfers do que a polícia baixar na propriedade para fiscalizar se você está trabalhando ilegal.

 

 

Quanto a isso, no workaway acho mais difícil isso acontecer, pois tem sistema de avaliações e o máximo acho que são 25hs por semana.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

LF Brasilia, vou colar um post aqui que vi em outro tópico wwoof-e-workaway-na-imigracao-t145062.html:

Obrigada, pessoal!

Eu já tinha visto alguns posts do adrianolb sobre essa questão da imigração na Europa (não sei se esse especificamente) em que ele menciona a questão do trabalho voluntário.

 

É que, além da fiscalização ao entrar no país, poderia haver uma fiscalização depois, não? Até aqui no Brasil mesmo... já vi casos de gente trabalhando informalmente em empresas (para cobrir afastamentos de empregados registrados) em que apareceu um fiscal do trabalho e flagrou a situação.

 

Apesar de que essa probabilidade é baixa: nos anos em que trabalhei como celetista, lembro-me de uma única vez em que apareceram fiscais do trabalho na empresa.

 

Já vi uns programas sobre polícia migratória no Reino Unido em que o pessoal dá batidas em restaurantes de comida chinesa ou indiana, por exemplo. Mas nesses casos talvez eles atuem mais com base em denúncias.

 

Obrigada pelos posts... esclareceram bastante! ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acredito que em lugares que ocorra uma fiscalização frequente o próprio anfitrião não te aceitará pra trabalhar, pois nesse caso o problema seria maior pra eles, e isso óbviamente tbm dificultaria vc de encontrar alguém que te aceite. Pq sim, é ilegal.

Mas em lugares longes de grandes centro acho difícil ter fiscalização, porém, não faço idéia de como é a aceitação nesses casos pelos anfitriões. Só alguém que já tenha feito dessa maneira para saber.

 

No próprio workaway quando vc pesquisa por certos países (Itália, por exemplo)já tem um botão dizendo: "important information about volunteering in Italy"

 

E clicando nele: "If you are from outside the EU and planning to visit Italy solely as a volunteer and not as a tourist you will need the correct visa. To find out more information you need to contact the embassy in your home country before travelling."

 

No meu caso, pretendo fazer a cidadania italiana antes de iniciar, o que facilitaria tudo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...