Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

mateus santos

Bushcraft - Fogueiras

Posts Recomendados

Acontece que o Guaxinim não quer discutir o assunto. Ele tem uma verdade e se recusa a discutir com quem pensa diferente. Ele fica repetindo a mesma cantilena fanática sobre um uso obviamente irregular das fogueiras. Lamentável ver uma postura tão dogmática, mas depois dele usar João Batista como exemplo, talvez fique claro o tanto que o sujeito é radical.

Fogueiras são perigosas? Claro que todo mundo sabe que sim, mas tão perigosas - talvez até menos, na verdade - que carros e motos. Alguém deixa de usar carros por causa dos acidentes?

Da mesma forma sabemos que armas causam graves problemas, mas isso não devia ser motivo para decisões proibitivas contra quem tenta usar o bom senso no uso dessas coisas. Gente burra - perdoem a dureza das palavras - preferem proibir e censurar ao invés de discutir e investir em conhecimento.

Aqui buscamos discutir conhecimentos e aprender uns com os outros. Infelizmente a presença de gente estranha ao assunto, que poderia contribuir muito, se revela um estorvo.

Ignorância causa muito mais desastres que fogueiras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não compreendo que tipo de sobrevivência possa ser buscada ao se acender fogueiras em florestas, pelo menos nos trópicos e região equatorial. Para a sobrevivência, mais importante do que assar ou cozinhar alimentos é encontrá-los. Baixas temperaturas? Nada que um bom casaco não resolva. Além do mais se manter seco deve ser uma preocupação maior do que fazer fogo debaixo de uma tempestade tropical, por motivos óbvios.

 

Fogueiras causam tragédias e não por acaso são expressamente proibidas em parques públicos.

 

Não entendo bushcraft com o conforto da vida moderna; comida quente não combina com este tipo de treinamento.

 

Turistas mimados deveriam ficar nos hotéis ou nos carros fotografando os pássaros, não devem se aventurar na selva.

 

João Batista se alimentava de mel e gafanhotos e até hoje na Asia certos insetos são vistos como importante fonte de alimento e de proteínas.

 

Minhocas cruas temperadas com limão são deliciosas e nutritivas. ::otemo::

 

Nunca pratiquei nenhuma atividade no mato/floresta, mas já vi e vejo algum conteúdo de bushcraft/Sobrevivência e a fogueira pode ser muito útil em algumas situações, mas é claro que ser tiver em mãos equipamento moderno como um fogareiro por exemplo deve-se usa-lo para poupar tempo e energia.

 

Alguns dos usos do fogo que me lembro:

 

-Se aquecer (que entra na questão de abrigo, porem apenas se as roupas e o abrigo não derem conta.)

-Cozinhar alimentos (vários alimentos são comidos crus sem grandes riscos, mas se você obter um rato de uma armadilha por exemplo, existe aqui um grande risco de contaminação)

-Torrar ossos de animais (Tornando-os comestíveis, e uma opção valida, sabendo-se que em uma situação de sobrevivência não se acha alimento com facilidade e geralmente não existe muitas opções.)

-Secar alimentos (o excesso de alimento podem ser seco ao fogo conservando-o para o futuro, onde talvez não tenha mais chances de obter mais comida)

-Purificar água (água em uma floresta pode estar contaminada e oferecer risco a vida, mas pra isso deve se ter um recipiente de metal ou uma garrafa plástica)

-Se secar rapidamente (se manter seco é prioridade, mas pode haver casos onde se molhar foi inevitável, e se o frio não permitir se secar "ao vento" o fogo pode ser vital)

-Sinalização (existe outras maneiras, mas fogo é uma ótima opção que pode ser um fator decisivo entre viver ou morrer)

-Fumaça para espantar animais (achar um abrigo natural pode poupar muito tempo e energia, "limpar" uma caverna que poderia ter um animal perigoso como uma cobra ou um escorpião, pode te dar mais tempo, levando em conta que fazer uma fogueira é mais rápido que fazer um abrigo dependendo da situação.)

 

 

Lembrando que se tiver em mãos algum meio mais fácil de fazer qualquer coisa acima, se utilizaria deste meio.

 

Usos não convencionais ou que requerem certos conhecimentos, que me lembro:

 

-Fazer flechas (secar a flecha que está fazendo e endireita-la para ficar reta.)

-Cavar em madeira (fazer recipientes utilizando o fogo para cavar,Lembrando que um recipiente para transportar água pode ser muito importante.)

-Retirar resina da casca de certas árvores (não sei exactamente o uso, lol, talvez cola.)

-Derrubar árvores e bambus (para fazer uma balsa, um abrigo, etc.)

 

 

Obs: Esse post pode Conter informações erradas, levando em conta que se baseiam em coisas que eu vi e li, Corrijam-me se necessário.

 

Enfim acredito que não se deve desprezar o fogo, quando o assunto é Sobrevivência.

Na questão de fogueiras em acampamentos e trilhas, não tenho uma opinião formada.

 

No caso da resina de algumas árvores, como pinheiros(pine pitch), não é pra extrair, mas amolecer antes de aplicar. Ele é extraído das árvores e derretido pra aplicar em diversos objetos, como por exemplo as pontas de flecha e outros objetos primitivos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Este discurso de que nada de útil pode vir do uso de fogo na natureza não tem o menor senso, diga isto a qualquer nativo do mundo ou caboclo amazônico e ele vai rir de você.

 

Aos que pregam isto, boa sorte com seus conhecimentos em equipamentos hi tech numa situação de emergência em que estejam longe dele, tentem aplicar esta ideologia caídos no meio do mato longe de ajuda.

 

Fanatismo ideológico nunca gera bons argumentos, apenas repetição automática das mesmas balelas.

 

Outra coisa, a filosofia de leave no trace, ou não deixar rastros, pode muito bem ser aplicada com técnicas tradicionais, os batedores (pathfinders) indígenas todos as usavam e principalmente em tempos de guerra, sabiam mascarar sua presença por onde iam e sem destruir ou usar mais recursos do que a natureza era capaz de produzir.

 

Usar os exemplos de usos errados do que quer que seja é uma estratégia de manipulação primária para condenar alguma atividade.

 

Só cai nessa quem não tem boa capacidade de análise.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

adoro fazer uma fogueira mais como a maioria dos lugares que vou e proibido então costumo fazer ninhas refeições rápidas em fogareiro de bambu , da uma olhada ai no vídeo obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como muitos aqui, tenho mais de 30 anos e fui criado numa cidade pequena do interior. Assim como tantos, muitos anos antes de ouvir falar no tal bushcraft eu ia passar dias na roça com meu avô, e levava quase nada. Catava lenha, fazia fogo de chão, cozinhava ali, na beira do mato. Tomava água de córrego. Aprendi a identificar frutas comestíveis, fazer cordão de embira. Rastreei caça, fiz armadilha, cacei, pesquei. Limpei alimento no meio do nada. Deixei lugares que passei dias sem qualquer vestígio. Dormi ao relento pela primeira vez quando mal sabia escrever. Não só eu, muitos aqui passaram por isso com muita naturalidade.

Meu 'ranço' com o tal buschcraft é a disseminação dos Bearl Girls (ou seja lá qual o nome dele), onde tudo parece fácil e dá certo. Daí muita gente sem noção sai por aí com uma faca e uma pederneira e acha que está preparado para resolver todas as paradas do mundo. Não que seja difícil, mas é preciso bom senso, crítica e observação, e isso não tem na internet, nem no programa de sobrevivência. Daí é nego cortando urtiga pra fazer abrigo, fazendo fogueira em local impróprio, de tamanho impróprio, e dando bobagem. Este é o meu receio com a propagação indiscriminada da idéia.

Não sou dono da verdade, minha opinião é pessoal e intransferível. Mas acho necessário este tipo de reflexão - estou divulgando estas técnicas para quem mesmo? ::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Re: fogueiras

por Cacius » 26 Abr 2010, 20:35

 

Mateus, bem vindo.

Embora tua atitude seja das mais nobres - repassar conhecimento, que pode ser útil em algumas (improváveis) ocasiões extremas - fogueiras são totalmente desaconselháveis do ponto de vista do mochileiro.

Os motivos são tão numerosos quanto seus pontos de vista.

Impacto no ambiente - deixa marcas, consome material que se decomporia e "alimentaria" a terra, queima a própria terra.

Logística - lenha não é algo que vc vai encontrar certo, pode estar molhada, verde, vc não ter material próprio para iniciar, é muito mais prático levar um pequeno fogareiro. Recolher lenha no fim de um dia, quebrado, é ruim demais...

Do ponto de vista de sobrevivência: estamos no Brasil, onde em raras exceções vc precisará gerar calor de forma artificial para não sofrer hipotermia. E nestas situações, em muito poucas fazer uma fogueira será mais urgente do que procurar abrigo.. quer dizer, até vale a pena, mas..é tãão específica a situação que se vc realmente precisar fazer uma fogueira, ou vc realmente sabe o que está fazendo, ou melhor procurar outra alternativa..

Para sinalizar, só se vc fizer um incêndio!

Veja, eu já fiz muita fogueira, e ainda faço, mas tem local próprio pra isso.

 

Cassio, tu lamentas pela queima da lenha e que poderia ser utilizada como alimento da terra, mas preferes levar um fogareiro fabricado com materiais extraídos da natureza, com gazes nocivos a camada de ozonio, fora a polução gerada no processo, o trabalho, e o incentivo a economia desenfreada do capitalismo a consumir mais.

 

Não quero arrumar confusão mas no meu ponto de vista, antigamente os homens das cavernas utilizavam do fogo gerado pela tua preciosa lenha para sobreviver, reproduzir, evoluir, até chegar nos nossos dias, o fogo tem sido, é é ainda, o principal amigo do homem e fator extremamente necessário para a evolução humana, seja por queima de qualquer substancia. se tens preguiça de recolher lenha, pensando na lei da natureza, deves passar frio. Se realmente quer ajudar o planeta, deixa de comprar fogareiros, e começa a fazer fogueiras de verdade.

 

Como muitos aqui, tenho mais de 30 anos e fui criado numa cidade pequena do interior. Assim como tantos, muitos anos antes de ouvir falar no tal bushcraft eu ia passar dias na roça com meu avô, e levava quase nada. Catava lenha, fazia fogo de chão, cozinhava ali, na beira do mato. Tomava água de córrego. Aprendi a identificar frutas comestíveis, fazer cordão de embira. Rastreei caça, fiz armadilha, cacei, pesquei. Limpei alimento no meio do nada. Deixei lugares que passei dias sem qualquer vestígio. Dormi ao relento pela primeira vez quando mal sabia escrever. Não só eu, muitos aqui passaram por isso com muita naturalidade.

Meu 'ranço' com o tal buschcraft é a disseminação dos Bearl Girls (ou seja lá qual o nome dele), onde tudo parece fácil e dá certo. Daí muita gente sem noção sai por aí com uma faca e uma pederneira e acha que está preparado para resolver todas as paradas do mundo. Não que seja difícil, mas é preciso bom senso, crítica e observação, e isso não tem na internet, nem no programa de sobrevivência. Daí é nego cortando urtiga pra fazer abrigo, fazendo fogueira em local impróprio, de tamanho impróprio, e dando bobagem. Este é o meu receio com a propagação indiscriminada da idéia.

Não sou dono da verdade, minha opinião é pessoal e intransferível. Mas acho necessário este tipo de reflexão - estou divulgando estas técnicas para quem mesmo?

 

Concordo plenamente contigo. Só acho que se o individuo, quer ir pro meio do mato e dar uma de rambo camuflado, que vá! eu fico aqui só rindo desse pessoal, se se machucar, quebrar algum pedaço ou morrer, culpa dele mesmo que não teve prudência.

 

_____________________

 

Outra observação importante:

 

Os ecologistas que me perdoem, mas afirmar que toda fogueira é nociva, e quem não quiser comer carne crua que vá ao restaurante da cidade, lhe digo isso: vá pegar uma boa triquinosa, tênia, cisticercose comendo um porquinho cru para tu ver se tu não tens que voltar para cidade! Outra coisa, o que veio da terra voltará para terra, nada é perdido e tudo volta ao estado natural, sendo transformado pelos próprios meios naturais, agora: vir me dizer que é melhor levar fogareiro de alumínio, com válvula de cobre, e disco de platina, com gás sei lá o que porque isso sim não prejudica a natureza, só pode ser piada certo? Quanto ao perigo das fogueiras, faço das palavras do André as minhas:

Bem, nada contra sua opinião, mas se esta é a seção de bushcraft e um tópico sobre fogueiras, com certeza ninguém veio aqui para comparar as vantagens ou desvantagens do seu uso em relação a equipamentos modernos, mas porque gosta de fogueiras e métodos primitivos.

 

E feita de maneira segura uma fogueira é tão boa quanto qualquer fogareiro, a humanidade vem usando há muitos milênios com comprovada eficácia, imagine se cada fogueira da antiguidade causasse um acidente florestal, não teria sobrado nada de mato no mundo. ::hahaha::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pro pessoal que gosta de natureza, indiferente se curte bushcraft ou trekking/montanhismo, segue um link muito útil, que trata de mínimo impacto em ambientes naturais:

:arrow:http://www.pegaleve.org.br/

Acho que quem realmente gosta de ambientes naturais deveria ler e aplicar estas regras.

Só assim continuaremos a ter esta natureza deslumbrante ao nosso dispor... ::cool:::'> ::cool:::'> ::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...