Ir para conteúdo
Mochileiros.com
danilokt

Dúvida viagem Europa

Posts Recomendados

danilokt    0

Pessoal bom dia, tudo bem com vocês?

Meu nome é Danilo (como mostra o nick) e estou planejando minha segunda viagem para a Europa, porém desta vez como mochileiro.

Em 2015 fiquei 1 mês na Alemanha para curso de Alemão (em julho), e mais 15 dias turistando. Desta vez ficarei 1 mês e 26 dias mais ou menos.

 

Gostaria de entrar por Berlim novamente (primeira escala na Alemanha é Frankfurt como foi da primeira vez, antes de chegar em Berlim).

 

Tenho algumas dúvidas que lendo alguns tópicos do fórum me ocorreram (desculpem se forem perguntas repetidas):

 

1) A carta convite que mencionaram dos amigos (pois pretendo ficar em casa de amigos lá, e não em hoteis), deve ser escrita como? E quais informações devem conter? Já que são amigos alemães peço que seja escrito em Alemão ou Inglês?

2) Nunca viajei no inverno, não gosto de inverno mas quero ter essa experiência, oque vocês recomendam em termos de lugares para visitar? (um lugar que eu gostaria de ir é onde tem opção de esquiar)

3) roupas, oque recomendam? vi em outro blog que roupas térmicas, e roupas pesadas levar apenas umas 2 peças pra não sobrecarregar na mal, pois as térmica ja resolvem e muito no frio.

4) Vi que idade pode ser um fator, tenho 32 anos, faço 33 em 23 de Janeiro, será que isso pode ser um empecilho? (todos me dizem que tenho cara de gurizinho, que não aparento a idade que tenho).

5) Entrada na Europa, acha mais indicado eu entrar pela Alemanha pois já tenho carimbo de Frankfurt da primeira vez que fui, ou como é mochilão desta vez, recomendam entrar por outro país? (visto que, depois da entrada vou direto pra Alemanha, pois passarei Natal e Reveillon lá).

 

Grato desde já.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
makiley    1

Ola Danilo,

 

1-) Sobre a carta convite existem alguns topicos aqui explicando. Outros usuarios poderão te orientar melhor.

 

2-) No inverno tenha em mente na hora de montar sua programação que o dia amanhace tarde (8am) e escurece cedo (17hs). Procure na internet as feiras de Natal (Christmas Market). A Alemanha é famosa por ter as melhores feirinhas de Natal do mundo... realmente é bem bonito e a comida é boa e farta.

Para esquiar, as melhores estações são as Austriacas próximas da divisa com Munich.

 

3-) Esse item é super importante, não esqueça das luvas, meias térmicas, e um bom calçado.

Já vi pessoas pararem no pronto socorro por estarem andando com o pé dentro da neve, usando tenis comum.

 

4-) Quanto a idade, não entendi muito bem a questão.

 

5-) Creio que a escolha é indiferente, você tendo toda a documentação em mãos (passagem ida/volta, reserva de hospedagem, carta convite, roteiro, cartão de credito internacional e seguro saúde) não vejo com o que se preocupar.

 

E por último, programe com antecedencia onde vai passar o Natal e Reveillon, pois as comemorações costumam ser em locais fechados com reservas antecipadas. Não se ve muitas pessoas pela rua nesses dias depois das 22hs.

 

Abs,

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Wardney    1

Boa tarde Danilo,

 

Vamos lá, também já estive na Europa no inverno.

 

1) A carta convite que mencionaram dos amigos (pois pretendo ficar em casa de amigos lá, e não em hoteis), deve ser escrita como? E quais informações devem conter? Já que são amigos alemães peço que seja escrito em Alemão ou Inglês?

 

- A carta convite ela deve ser escrita no idioma oficial do pais que você vai entrar, nela deve conter as informações do "anfitrião" que vai te receber, endereço, profissão... Dados pessoais de qualquer cidadão Alemão, no seu caso. Uma declaração dele informando que vai receber você na residencia, localizada no endereço tal, o tempo que pretende ficar e o objetivo da viagem. E os seus dados contidos no passaporte. Danilo, geralmente no consulado ele consegue pegar o modelo da carta!

 

 

2) Nunca viajei no inverno, não gosto de inverno mas quero ter essa experiência, oque vocês recomendam em termos de lugares para visitar? (um lugar que eu gostaria de ir é onde tem opção de esquiar)

 

- Minha experiencia no inverno europeu foi muito bacana, mas tenho algumas observações a pontuar, neve é bonito para tirar fotos, esquiar e fazer um boneco! No mais... ela da muito transtorno e trabalho para quem vive por la... Limpar a porta de casa, o carro, são alguns exemplo, em dias de nevascas, esqueça sair de casa! As autoridades ficam bem alertas neste período e diversas atrações fecham. Vou te indicar aqui 3 lugares que são bacanas de esquiar na Europa e também 3 lugares "Low Cost" para esquiar também.

> Mount Titlis, Suíça

> Cervinia, Itália

> Courchevel, França

 

Low Cost para esquiar

> Livigno, Itália

> Les Carroz, França

 

Ah... Esquiar não é nada barato, esteja preparado.

 

 

 

3) roupas, oque recomendam? vi em outro blog que roupas térmicas, e roupas pesadas levar apenas umas 2 peças pra não sobrecarregar na mal, pois as térmica ja resolvem e muito no frio.

 

- Dependendo da época do inverno e da atividades que você vai fazer, recomendo você ter pelo menos 1 peça de frio "Pesado", que são aquelas jaqueta que cortam o frio, não molha e tals...

Você sempre veste 3 peças de roupas, uma camisa de manga simples, uma outra do tipo "Lã" ou algo parecido e a jaqueta pesada por cima, assim conforme o dia for esquentando, você vai sentindo mais calor e vai removendo as peças do corpo.

 

 

 

4) Vi que idade pode ser um fator, tenho 32 anos, faço 33 em 23 de Janeiro, será que isso pode ser um empecilho? (todos me dizem que tenho cara de gurizinho, que não aparento a idade que tenho).

 

- Interferir em que? Idade é apenas números meu caro!!! Siga suas vontades, seja responsável e se joga nas aventuras

 

 

 

5) Entrada na Europa, acha mais indicado eu entrar pela Alemanha pois já tenho carimbo de Frankfurt da primeira vez que fui, ou como é mochilão desta vez, recomendam entrar por outro país? (visto que, depois da entrada vou direto pra Alemanha, pois passarei Natal e Reveillon lá).

 

- Eu recomendo você entrar pelo pais que você vai ter a carta convite, mesmo se você entrar por outro pais em Conexão... Assim evita uma possível dor de cabeça sobre responder questionamentos.

 

 

Espero que tenha te ajudado um pouco, qualquer outra dúvida, deixa ai!

 

Ótima viagem e abraço.

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Complementando, a carta convite tem que ser no idioma do país em que você fizer a imigração ou então em inglês.

 

Ou seja, se entrar por Frankfurt, os seus amigos alemães podem fazer uma carta-convite em alemão mesmo, mas se você entrar por Portugal, uma carta-convite em alemão não serve de muita coisa, pois o policial lá em Lisboa não vai conseguir ler, neste caso teria que ser uma carta-convite em inglês ou português.

 

O simples fato de ter carimbo de Frankfurt não vai influenciar absolutamente em uma nova entrada por Frankfurt, ou seja isto não faz diferença nenhuma alem da necessidade de ter que providenciar uma carta-convite em outro idioma.

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
danilokt    0

Obrigado pelas respostas pessoal.

 

Estou planejando minhas férias, que não tive a muito tempo... então desta vez terei muito tempo livre.

 

Quero sair do Brasil dia 19 de Dezembro e retornar dia 10 de Fevereiro.

Estou planejando alguns roteiros porém ainda não decidi onde quero ir, a única certeza que tenho até agora é que passarei o Natal em Müldenhammer, uma cidade pequena no interior da Alemanha que faz divisa com a República Tcheca, tenho amigos lá. E Ano Novo em Berlim. Depois disto é uma incógnica, mas dia 27 quero estar em Veneza para o Carnaval.

 

Alguém aqui já foi para a Ucrânia? Tenho uma conhecida lá que quer que eu a visite, porém oque vi sobre visto é que até 90 dias não precisa para turista, mas não deixa isso muito claro no site da Embaixada. Quero conhecer um pouco de Kiev e depois ir para Dnipropetrovsk.

Editado por danilokt

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Cara, você vai na pior parte do inverno, pessoalmente eu acho Ucrânia e Leste Europeu uma furada nesta época do ano, quase nada abre, as atrações turísticas e passeios não funcionam,  é frio demais, as temperaturas nunca ficam acima de 0ºC e chegam a -15ºC, tem neve demais, as opções de transporte são bem reduzidas, pois todo mundo evita sair da cidade sempre que possível, só saindo se realmente for muito necessário, e por causa disto, muitos voos, trens e ônibus são cancelados no inverno,  os atrasos de várias horas ou mesmo de vários dias são bem frequentes devido as nevascas, deixando ainda mais complicada a logística que já não é muito fácil mesmo no verão.

Viajando no inverno, pessoalmente eu focaria a viagem mais na Europa ocidental,  com mais cidades ao sul, e em cidades maiores, onde você tem bastante opção de atividades indoor para fazer naqueles 2 ou 3 dias dias seguidos de clima horrível, com frio, chuva, vento e possivelmente neve, que com quase certeza você vai pegar a cada 1 ou 2 semanas  de viagem. 

Num dia assim, você não consegue fazer nada na rua, e se não quiser passar o dia todo no hotel ou hostel, você tem que arrumar um programa em algum local indoor, um museu, visitar uma galeria, de arte, um palácio, ou mesmo ir passear no shopping..

Mas em fim, a viagem é sua, se mesmo assim você quiser encarrar a Ucrânia em janeiro, vá preparado para um clima horrível, muito frio, muitos atrasos, e para a possibilidade de gastar um monte de dinheiro em passagens para lá, mas não conseguir sair de casa devido ao mau tempo.

Uma observação final, Kiev fica distante de Donetsk, mas Dnipropetrovsk / Dnipro fica meio perto demais de Donetsk, que é uma região que tecnicamente está em guerra civil contra a Ucrânia,  então eu tentaria saber um pouco mais a respeito da segurança de se ir para lá, talvez  os seus amigos ucranianos possam lhe ajudar a respeito 

 

 

Editado por adrianolb
  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
danilokt    0
5 hours ago, adrianolb said:

Cara, você vai na pior parte do inverno, pessoalmente eu acho Ucrânia e Leste Europeu uma furada nesta época do ano, quase nada abre, as atrações turísticas e passeios não funcionam,  é frio demais, as temperaturas nunca ficam acima de 0ºC e chegam a -15ºC, tem neve demais, as opções de transporte são bem reduzidas, pois todo mundo evita sair da cidade sempre que possível, só saindo se realmente for muito necessário, e por causa disto, muitos voos, trens e ônibus são cancelados no inverno,  os atrasos de várias horas ou mesmo de vários dias são bem frequentes devido as nevascas, deixando ainda mais complicada a logística que já não é muito fácil mesmo no verão.

Viajando no inverno, pessoalmente eu focaria a viagem mais na Europa ocidental,  com mais cidades ao sul, e em cidades maiores, onde você tem bastante opção de atividades indoor para fazer naqueles 2 ou 3 dias dias seguidos de clima horrível, com frio, chuva, vento e possivelmente neve, que com quase certeza você vai pegar a cada 1 ou 2 semanas  de viagem. 

Num dia assim, você não consegue fazer nada na rua, e se não quiser passar o dia todo no hotel ou hostel, você tem que arrumar um programa em algum local indoor, um museu, visitar uma galeria, de arte, um palácio, ou mesmo ir passear no shopping..

Mas em fim, a viagem é sua, se mesmo assim você quiser encarrar a Ucrânia em janeiro, vá preparado para um clima horrível, muito frio, muitos atrasos, e para a possibilidade de gastar um monte de dinheiro em passagens para lá, mas não conseguir sair de casa devido ao mau tempo.

Uma observação final, Kiev fica distante de Donetsk, mas Dnipropetrovsk / Dnipro fica meio perto demais de Donetsk, que é uma região que tecnicamente está em guerra civil contra a Ucrânia,  então eu tentaria saber um pouco mais a respeito da segurança de se ir para lá, talvez  os seus amigos ucranianos possam lhe ajudar a respeito 

 

Então, gostaria de conhecer a Ucrânia mais por causa de uma conhecida minha que vive em Dnipro, então já que iria para aqueles lados eu já passaria um tempo em Kiev. Mas minha primeira ideia era de ir pra França, Itália, Escócia, Irlanda.

Mas como vou com mais ou menos pouca grana (que na verdade não é pouco né) queria pegar lugares mais em conta para visitar. E esta época do ano é a única que conseguiria passar um bom tempo pois julho só tenho 3 semanas de férias praticamente.

Gostaria de esquiar e vi que na Romênia tem uma estação de Ski que é bem barata comparadas a da Suíça, Itália e França.

Então, meu roteiro por enquanto está assim:

1) Chegada - Berlim

Vou para Muldenhammer passar o Natal

Volto para Berlim para o Ano Novo

2) Incógnita - ainda decidindo os próximos destinos com base em valores do Airbnb e o local que eu gostaria de conhecer

3) Mesma coisa do nº 2

4) Itália

Florença - Quero ir pra lá visitar esta cidade no Inverno, estive no verão e queria fazer umas compras pro lá

Veneza para o Carnaval, indo dia 5 de Fevereiro e saindo de lá 7 para voltar a Berlim para ir embora pro Brasil dia 10.

Não sei qual lugar gostaria de passar meu aniversário, dia 27 de Janeiro. Mas penso em um lugar que seja bonito de se ver durante o dia, com umas lojinhas de souvenirs legais e locais para adquirir e que a noite fosse boa para pubs e boates.

Sei que o inverno nessa época do ano é intenso, mas eu gostaria muito de vivenciar tudo isto, é um desejo que tenho desde que fui para a Europa em 2015.

Editado por danilokt

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Primeiro uma observação.

Não tem a menor necessidade de você voltar a Berlin para pegar o voo de volta para casa, isto só faria você desperdiçar tempo e dinheiro desnecessariamente.

Compre uma passagem "Múltiplos Destinos", "Várias cidades", "Open Jaw" ou algo similar que há em todas as companhias aéreas, chegando por Berlin e voltando por Veneza.  Geralmente custa o mesmo que ir e voltar pela mesma cidade, e mesmo que seja um pouco mais caro, você compensa isto não tendo que comprar uma passagem avulsa para Berlin

Na verdade, pode até ser mais barato chegar por Berlin e voltar por Veneza, pois passagens saindo de Veneza costumam ser um pouco mais baratas que saindo de Berlin.

Uma viagem longa assim também é algo que nem todo mundo gosta. Uma coisa é você ficar um mês numa cidade estudando, outra completamente diferente é você ficar quase 60 dias pulando de cidade em cidade a cada 4 ou 5 dias.

Depois de umas 3 ou 4 semanas pulando de cidade em cidade a cada 4 ou 5 dias, você está cansado, tudo é meio igual e repetitivo, é só outra praça, igreja, palácio, museu, centro histórico, todos muito parecidos com os outros que você acabou de ver...

Viajar 3 semana não é ruim, pessoalmente para mim, 3 semanas de viagem é o máximo que eu acho legal sem ficar cansativo e repetitivo.

Mas se você quer vivenciar o inverno, sem problema, se você quer viajar por 60 dias pulando de cidade em cidade, sem problema também. Só não coloque na cabeça aquela ideia errada que muitos tem, de que se não for uma viagem de 60 ou 90 dias, não é uma viagem válida, ai acabam gastando dinheiro que não tem, ou então tendo uma viagem ruim, incluindo um monte de locais ruins e desinteressantes só pra cumprir tabela e completar os 90 dias...

Editado por adrianolb
  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Tenha cuidado com estes locais lá no leste europeu, o custo de vida pode ser mais barato, mas e o custo de se chegar lá?

Por exemplo, um voo direto de Berlin para Kiev não sai por menos de 250 Euros cada trecho, e um voo de Dnipro para Itália não sai por menos 200 Euros.

Quase 500 Euros em passagens para ir e voltar da Ucrânia, ou seja, você economiza num lado, mas gasto o dobro ou triplo em passagens até lá.

Muita gente cai neste erro de achar que o leste europeu sempre vai ser mais barato, mas depois se fo.. quando descobre que as passagens são bem mais caras e tudo é complicado.

Já Romênia é um local um pouco mais acessível, tem vários voos low-cost de varias cidades da Europa para Bucareste custando na faixa de 20 a 30 Euros por trecho, e Brașov que é o destino "low-cost" da moda para os praticantes de esportes de inverno, fica relativamente perto de Bucareste e o trem até lá não é caro.

Outro destino "low-cost" para esportes de inverno que está na moda é Zakopane na Polônia, fica próximo de Cracóvia

Editado por adrianolb
  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
danilokt    0

Muito obrigado pelas dicas, ainda estou montando o roteiro e gostaria sim de fazer tudo de forma mais barata mas poder aproveitar.

Sei que minha oportunidade de fazer algo semelhante futuramente é baixa, pois este é o único momento que tenho para poder realmente passar um bom tempo longe.

Romênia coloquei no percurso que quero seguir, ainda estou em dúvida sobre Ucrânia, acho que melhor que ficar na dúvida é não ir, não quero arriscar um problema por lá por conta dos problemas políticos, mesmo querendo ir visitar minha conhecida.

Gostaria de fazer outros questionamentos. Vi em um vlog no youtube de uma paulistana que mora na Alemanha, ela falou que na Primark dá pára comprar as roupas térmicas por 10 euros. Recomendou no video que se compre na Alemanha pois é mais barato. É veridica essa informação? pois desembarco em Berlim por volta das 16h, então iria direto para a Primark na Alexander Platz fazer estas compras.

Quais outros lugares você me recomendaria de ir? gostaria de sugestoes. Pelo menos 1 destino de Ski que acredito que ja esta determinado indo pra Romênia, Carnaval já determinei indo pra Veneza. O restando queria lugar com uma paisagem bonita, lugares legais de se entrar e baladas não caras.

Lógico que alimentação eu provarei comidas típicas de cada local que eu for.

Vale a pena voltar a Praga? fui no verão, só cometi a gafe de não conhecer uma das bibliotecas mais lindas do mundo que fica lá.

Estou pensando, em relação a mochilas, comprar uma de 60l. O que acha?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Realmente tem bastante coisa barata na Primark, tem blusa térmica por 10 ou 15 Euros, e jaqueta com enchimento por 20 Euros, mas é quase tudo produto de segunda linha, importado da China, Paquistão ou Índia e que não aguenta muito tempo.

Quando mudei para Düsseldorf no inverno passado, precisei comprar bastante roupa de inverno de uma vez. Como ficaria meio caro comprar um monte de roupa de qualidade de uma vez, comprei quase tudo na Primark, mas aguentou um inverno, depois de um inverno as costuras já estão abrindo, as camisetas e blusas estão tortas...

Ainda dá para aproveitar algumas coisas, mas metade do que comprei no inverno passado não dá para usar este ano por que já estragou.

Então se você comprar já sabendo que vai durar só esta viagem, sem problema comprar na Primark, mas se pretende usar em viagens futuras, compre algo e qualidade um pouco melhor.

Mas assim que descer do avião em Berlin você já pode pegar -2ºC de temperatura, você vai ter que esperar o ônibus até o centro na rua, vai ter que caminhar no frio até o hostel, etc...

Você precisa ter roupas adequadas ao menos para este primeiro dia, se não você pega logo de cara uma pneumonia que vai estragar metade da sua viagem.

Praga sempre é legal de visitar, mesmo que já tenha ido 2 ou 3 vezes, e indo no inverno, você pode tentar ver a cidade de uma outra forma, sem aquela multidão infernal que costuma ter por lá no verão.

Um lugar legal, com paisagens legais, vida noturna relativamente animado mesmo no inverno e não muito caro, é Lisboa e Sintra.

Mas Lisboa fica lá do outro lado do continente. Mas com um pouquinho de sorte, você consegue alguma passagem low-cost para Lisboa saindo de alguma cidade da Alemanha custando 20 ou 30 Euros (fora bagagem despachada).

Barcelona também tem paisagens bonitas, e baladas animadas o ano todo, mas não necessariamente baratas.

Não o que você já conhece na Itália, mas Roma, Florença e Veneza são destinos clássicos, que não deveriam faltar num roteiro de quem vai a Itália.

O problema é que no inverno as opções ficam um pouco restritas, pois a maioria dos locais , tirando as cidades de estações de sky, ficam bem mortos durante o inverno, com pouca vida noturna e paisagens legais mesmo no inverno.

Sobra mesmo as grandes cidades, como por exemplo, Paris, Londres, Amsterdam, Viena, Munich, Barcelona, Lisboa, Praga, Madri, Berlin, Roma, Florença, Veneza, etc, que são locais onde você acha bastante atividade mesmo no inverno, mas alguns destes locais não são exatamente baratos.

Editado por adrianolb
  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
danilokt    0
21 minutes ago, adrianolb said:

Realmente tem bastante coisa barata na Primark, tem blusa térmica por 10 ou 15 Euros, e jaqueta com enchimento por 20 Euros, mas é quase tudo produto de segunda linha, importado da China, Paquistão ou Índia e que não aguenta muito tempo.

Quando mudei para Düsseldorf no inverno passado, precisei comprar bastante roupa de inverno de uma vez. Como ficaria meio caro comprar um monte de roupa de qualidade de uma vez, comprei quase tudo na Primark, mas aguentou um inverno, depois de um inverno as costuras já estão abrindo, as camisetas e blusas estão tortas...

Ainda dá para aproveitar algumas coisas, mas metade do que comprei no inverno passado não dá para usar este ano por que já estragou.

Então se você comprar já sabendo que vai durar só esta viagem, sem problema comprar na Primark, mas se pretende usar em viagens futuras, compre algo e qualidade um pouco melhor.

Mas assim que descer do avião em Berlin você já pode pegar -2ºC de temperatura, você vai ter que esperar o ônibus até o centro na rua, vai ter que caminhar no frio até o hostel, etc...

Você precisa ter roupas adequadas ao menos para este primeiro dia, se não você pega logo de cara uma pneumonia que vai estragar metade da sua viagem.

Praga sempre é legal de visitar, mesmo que já tenha ido 2 ou 3 vezes, e indo no inverno, você pode tentar ver a cidade de uma outra forma, sem aquela multidão infernal que costuma ter por lá no verão.

Um lugar legal, com paisagens legais, vida noturna relativamente animado mesmo no inverno e não muito caro, é Lisboa e Sintra.

Mas Lisboa fica lá do outro lado do continente. Mas com um pouquinho de sorte, você consegue alguma passagem low-cost para Lisboa saindo de alguma cidade da Alemanha custando 20 ou 30 Euros (fora bagagem despachada).

Barcelona também tem paisagens bonitas, e baladas animadas o ano todo, mas não necessariamente baratas.

Não o que você já conhece na Itália, mas Roma, Florença e Veneza são destinos clássicos, que não deveriam faltar num roteiro de quem vai a Itália.

O problema é que no inverno as opções ficam um pouco restritas, pois a maioria dos locais , tirando as cidades de estações de sky, ficam bem mortos durante o inverno, com pouca vida noturna e paisagens legais mesmo no inverno.

Sobra mesmo as grandes cidades, como por exemplo, Paris, Londres, Amsterdam, Viena, Munich, Barcelona, Lisboa, Praga, Madri, Berlin, Roma, Florença, Veneza, etc, que são locais onde você acha bastante atividade mesmo no inverno, mas alguns destes locais não são exatamente baratos.

Oque você diria sobre Bulgaria? vi que tem bastante coisa pra se fazer em Sófia no inverno. E pelo que pesquisei não é caro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Não conheço Sofia pessoalmente,, e pelo pouco que já pesquisei a respeito, não quer dizer que não tenha nada legal para se fazer por lá, mas pessoalmente tenho algumas dúvidas a respeito de realmente ter bastante coisa interessante para se fazer por lá no inverno, não sei você não visita ou faz tudo em uma manhã lá...

Gosto é gosto, e não se discute, mas muitas vezes você vê relatos na internet meio sem noção e fora da realidade, de pessoas que se deslumbram e acham qualquer qualquer coisa super interessante. 

Exemplo, um tempo atras eu precisava ir a Bratislava a trabalho, e teria um dia livre lá, pesquisando na internet a respeito do que fazer por lá, achei alguns relatos espetaculares a respeito de Bratislava, parecia ser a 8ª maravilha do mundo.

Mas meu feeling e alguns outros relatos que achei diziam o contrário. E não deu outra, a cidade até era bonitinha, mas achei ela uma cidade bem "normal", sem nada de "espetacular'  e diferente que a diferenciasse de outra dezena de cidades europeias, não sei o que aquele pessoal dos relatos espetaculares tinha fumado ou tomado... kkkkkkk 

Então quando eu estou pesquisando a respeito de algum lugar, eu procuro ler pelo menos uns 4 ou 5 relatos sobre o local, de pessoas diferentes, falando bem e falando mal, para tirar as minhas próprias conclusões a respeito, e tentar identificar se o pessoal está reclamando de "barriga cheia" ou se não é um relato de alguém que se deslumbra fácil demais com qualquer coisa.

Mas pesquise um pouco mais a respeito de Sofia, se achar que é legal, e que você vai gostar, vá visite e depois faça um relato de como é Sofia no inverno, pode ser que estejamos subestimando Sofia e que realmente seja um destino interessante no inverno.

Editado por adrianolb
  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
danilokt    0

Então, minha ideia é fazer um relato especifico para cada lugar que eu visitar, e estou pensando em gravar videos também.... nada muito profissional pois não trabalho com videos e não sei editar.

Mas estou fazendo oque você comentou de procurar vários relatos, bons e ruins sobre os lugares, isto eu ja tinha em mente que era por aí o caminho. Vou no youtube e procuro videos do estilo "5 coisas que você amará e odiará sobre ..... " da para ter uma ideia bem "generosa" sobre a viagem.

Vi um video, se não me engano de um canal chamado "vagabrothers" que diz que a bagagem do mochileiro, aquela de 60l, 70l, se estiver nas medidas aceitaveis pra carregar dentro do avião e não despachar, els dizem que não é para despachar. Porque? será que é por falta de cadeado e segurança nas mochilas???

Estou em "negociação" com um amigo meu que esta morando em Berlim, e parece que conseguirei deixar uma bagagem por la.

Fiz oque você e outros usuários me recomendaram sobre voltar para o Brasil por outro lugar e não por Berlim, de buscar por multiplos voos nas empresas, pela Lufthansa que consegui orçamento de 12 mil reais, saindo da Austria. Achei o "ó do borogodó".

Pensei em acrescentar Irlanda no meu destino, e Escócia também.

Uma coisa que estou pesquisando é oque levar daqui e o que comprar lá., tipo pasta de dente, escova, desodorante, shampoo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

O pessoal não gosta de despachar bagagem por que tem que se pagar a parte para despachar a bagagem no porão do avião.

Incluso no preço da passagem só uma bagagem de mão de até 10 kg e medindo no máximo 55 x 30 x 20 cm, se ultrapassar estes limites, tem que pagar 15 a 20 Euros adicionais para despachar a bagagem no porão do avião.

Isto se comprar bagagem despachada antecipado no momento de comprar a passagem, mas se chegar lá no aeroporto com uma mochila maior e for barrado no embarque, você paga 70 ou 80 euros lá na hora para despachar a bagagem no porão do avião ou então joga metade das suas coisas no lixo, até a mochila ficar dentro dos limites aceitos para levar como bagagem de mão.

E como o pessoal é bem pão duro, rsss, faz de tudo para não ter que pagar estes 15 ou 20 Euros.

Sobre deixar parte da bagagem em Berlin, e menos que você fique indo e voltando a Berlin a cada 15 ou 20 dias, eu não vejo sentido nenhum em fazer isto.

Siga o meu raciocínio, você chega em Berlin, deixa parte da bagagem na casa do seu amigo, depois vai a Müldenhammer de trem ou ônibus, onde não tem limite de bagagem, volta a Berlin 3 ou 4 dias depois, passa o ano novo lá, e se "larga no mundo", voltando novamente a Berlin só no penúltimo dia de viagem.

O que você poderia deixar lá em Berlin? Já que você não vai voltar a Berlin neste meio tempo? No máximo daria para deixar a mochila pesada nos 3 ou 4 primeiros dias e levar para Müldenhammer só o suficiente para 3 ou 4 dias, mas depois, você precisaria levar tudo...

E ficar indo e voltando a Berlin, gastando dinheiro com passagem e perdendo tempo e dinheiro, pessoalmente eu acho isto desperdício de tempo, ao invés disto, use o dinheiro que você gastaria voltando a Berlin no meio da viagem para despachar a bagagem nos voos que você for pegar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Você não falou as datas exatas que pesquisou, e nem de qual cidade estaria saindo aqui no Brasil, mas acho que tem algo de errado na sua pesquisa, por que não custa tudo isto.

Preços que achei agora:

Chegando por Berlin e voltando por Viena

Lufthansa.png.699b40caf19c0f032914e8b8fb4470d5.png

Ida  e volta por Berlin

Lufthansa2.png.90d8b9ebe94f6c88d51ae4aca1b43e80.png

Se for com outra empresa, tem passagens mais baratas:

Decolar.thumb.png.5ecb72d1909779ed2ccb60b22b85bd20.png

 

E as vezes viajando 2 ou 3 dias antes ou depois, tanto na ida como na volta, a passagem pode ser até 1 mil Reais mais barata.

Como você pretende viajar quase 60 dias, 2 ou 3 dias a menos não faria tanta falta se o preço das passagens for muito mais barato.

 

 

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

D.,

Sobre roupas de frio, você consegue ficar com 3 peças (camisa manga longa, suéter de lã, jaqueta/sobretudo) se tudo for de boa qualidade. O inverno Europeu é difícil. Quando a temperatura cai abaixo de 0 suas orelhas ardem. E cada grau a menos é uma sensação a mais. Não existe aquilo de "depois de 0º é tudo igual". Não, não é. 

Então, você pode passar com três peças se todas forem de qualidade. Lã, caxemir, couro. Ainda assim, pode ser que precise de luvas (evite as sintética; as de couro baratas podem causar alergias) e algo para a cabeça (gorro é bom porque cobre a orelha), além de cachecol. 

E botas impermeáveis, para a neve. Você vai passar bastante tempo lá. É um investimento necessário.  

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
danilokt    0

Então, obrigado pelos feedbacks de todos vocês, estão tornando minha decisão de fazer este mochilão muito mais agradável e segura.

Pretendo sair de Porto Alegre dia 19 de Dezembro e retornar dia 10 de Fevereiro.

Pesquisei pela LATAM, POA - TXL (Tegel) e esta custando R$ 4.635,01. Acho um valor bem acessível.

Pelo aplicativo Momondo encontrei pra esta mesma data valores a R$ 4.030 indo pela Alitalia (só que nunca viajei por esta companhia e este voo pela opção de mais baratos esta marcado com reputação 6,8) E pela opção de melhores voos encontrei pela TAP (outra empresa que não conheço) de Portugal por R$ 4.573 e com reputação 8,7 (porém fui no site da TAP e só achei por R$ 4.800 e alguns quebrados).

Sobre o ir e vir que você comentou Adriano, concordo plenamente. Então aqcredito que só uma mochila de 50l já me bastaria, não? apesar de que, quero comprar lembrancinhas dos lugares e tal.

Tenho medo de deixar as malas em hostel, nunca fiquei em um. São sei como funcionam. Os aeroportos tem lockers que vc pode contratar pra deixar por um determinado tempo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

D.,

Sobre hostels, pesquise em sites de referência como hostelworld.com, fóruns do Lonely Planet e booking.com (neste, ao contrário do Trip Advisor, as notas são de pessoas que realmente se hospedaram nos lugares que avaliaram). Você terá uma base mais segura para decidir onde se hospedar.

Em geral, não tenha medo de hostels. Milhões de pessoas os utilizam todos os dias, sem problemas de segurança. Se preferir uma segurança extra, leve seu próprio cadeado. Bons hostels têm lockers dentro dos quartos. Hostels são bons também para conhecer gente. Às vezes, é melhor pagar o preço próximo do de um hotel simples para ficar em um hostel bom do que escolher o hotel logo de cara. Em um hostel, você estará com gente mais próxima de sua idade, saberá mais facilmente de eventos, programas, baladas, dicas locais etc. 

Em grandes aeroportos e estações de trem você encontra lockers também. Pesquise usando o nome do aeroporto/estação de trem junto com  "lockers", "left luggage", "consigna" (espanhol), "consigne" (francês), "deposito bagagli" (italiano), "Schließfach" (alemão). 

  • Curti 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
adrianolb    44

Como o Edmundo já falou, a maioria dos hosteis possui armário com cadeado onde você pode deixar as suas coisas guardadas com segurança, mas eu recomendaria sempre levar o seu cadeado, pois alguns locais não fornecem cadeado, ou então ele é muito fraquinho.

E no mais, é só você não ficar dando bobeira, deixar carteira, celular, joias, relógios, etc largadas em qualquer canto do quarto enquanto vai tomar banho, jantar, etc, sempre guarde os artigos de valor no armário fechado, pois sabe como é, quando a tentação é demais, nem santo aguenta...

Sobre as companhias aéreas, se você vai voar na classe econômica, é tudo igual, a comida é a mesma, o atendimento é o mesmo, e o espaço apertado dos assentos é igual em todas

Ou seja, não faz muita diferença ir com Lufthansa, TAP, Latam, Alitalia, você não vai perceber uma diferença significativa em nenhuma delas. Então escolha aquela que tiver o melhor preço e os horários mais convenientes para você.

Pessoalmente eu só não compraria passagens na Alitalia neste momento, não por o produto ou serviço ser ruim, mas sim porque ela está passando por uma grave crise financeira e foi colocada a venda, e se não arrumarem até o final deste ano um comprador disposto a assumir a empresa, corre sério risco de ela simplesmente falir e fechar em algum momento no começo do ano que vem.

Eu só compraria algo da Alitalia no momento que tiver um comprador confirmado e disposto a continuar os negócios, mas nas demais empresas, na minha opinião não tem problema nenhum comprar, a qualidade do serviço é muito parecido em todas.

Só para complementar, sites como Momondo e similares não mostram o preço em tempo real das passagens, os preços que eles mostram sempre é defasado em alguns dias, ou mesmo semanas.

Mas c preço praticado pelas empresas aéreas pode ter mudado desde a última vez que o Momondo gravou o preços, e não estar mai disponível, então sempre tem que conferir no site da empresa se aquele preço ainda continua disponível.

As vezes sites como Momondo e Decolar também mostram passagens de agências de viagens, que as vezes podem ser baratas que direto da companhia, pois a agência de viagens comprou a passagem baratinho a meses atras, e agora está tentando revender a passagem, e neste caso aquele preço mais barato pode estar disponível só no site da agência de viagens mostrado no resultado da pesquisa.

 

  • Curti 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×