Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

bstorquato

Intercâmbio nos Estados Unidos – Vale a pena?

Posts Recomendados

Minha viagem para Chicago foi a primeira internacional e também a primeira que fui sozinho, e olha, foi um baita aprendizado. Viajar sozinho faz com que desenvolvamos habilidades necessárias para o dia a dia, e que inclusive são muito procuradas no mercado de trabalho. Temos que ser organizados, nos comunicar, ser pró ativos, resolver problemas e por ai vai.

Primeiro voo da viagem a Chicago

Primeiro voo da viagem a Chicago

Nessa viagem em especial, o que mais aprendi foi como resolver problemas, pois foi o que mais aconteceu. Tive problemas com o voo de ida, pra entrar no país, pra achar a mulher que ia me hospedar e pra fechar o pacote, problemas também no voo de volta. É tanta coisa que vou criar um post só pra contar os perrengues.

Intercâmbio em Chicago

O objetivo principal dessa viagem era aperfeiçoar o inglês. Estudei a língua no Brasil pelo período de 4 anos, o que me deixou apto a escutar, escrever e ler com facilidade. Porém, na fala ainda sentia dificuldades.

Fui para fazer um curso intensivo de inglês com duração de duas semanas. Fui para Chicago pois era a opção mais barata, e de quebra ainda poderia conhecer a “casa” do Chicago Bulls, time de Michael Jordan.

Hospedagem em casa de família

Tipo de hospedagem muito comum em intercâmbios, ficar em casa de família é uma excelente opção. Além de mais barata que hotéis, você tem a oportunidade de fazer parte do dia a dia de um habitante do país. Isso torna a experiência toda muito mais rica e construtiva.

família americana, chicago, hospedagem em casa de família

Kathy e Chico

Fiquei na casa da Kathy, uma pessoa extremamente gentil, simpática e bondosa, que dividia sua casa com Chico, o cachorro. Kathy me ajudou de todas as maneiras possíveis. Me levou a pontos turísticos, restaurantes bacanas e até me acompanhou até a escola um dia antes das aulas começarem, para que eu aprendesse o caminho. Um exemplo de anfitriã!

Chico The Dog, era um cachorro dócil e companheiro, passava um bom tempo me acompanhando pela casa. Mas também era malandro, sempre que podia roubava comida. Um dia cedo, quando entrei na cozinha, flagrei Chico em cima da mesa, na esperança de encontrar algo. O mais engraçado foi a reação dele, que ficou me olhando com uma cara de “se eu ficar parado ele não vai me ver”.

cachorro pedindo comida, cachorro com fome

Chico pedindo comida

Como todo cachorro, Chico era esperto e sabia o horário em que Kathy chegava em casa, e todo dia a esperava no sofá, ao lado da porta. E sempre olhando pela janela, mesmo que a cortina estivesse fechada.

cachorro na janela, chicago, estado unidos

Chico esperando pela Kathy

Os dois formavam uma bela dupla, e fizeram de minha experiência em Chicago a melhor possível.

Estudar nos Estado Unidos

Estudar inglês nos Estado Unidos foi fantástico, meu nível de proficiência aumentou de forma incrível. O fato de estar no país que fala a língua estudada faz com que o nível de aprendizado aumente consideravelmente. Além de estudar, temos que conversar e fazer as tarefas do dia a dia em inglês.

Como tive apenas duas semanas de férias para fazer esse intercâmbio, escolhi pelo curso intensivo, que era das 8:00 as 16:00, de segunda a sexta. A escola foi a Kaplan, que tem um bom sistema de ensino e professores excelentes.

intercâmbio nos Estados Unidos

Passeando com alguns colegas de classe

Minha dica: Não converse em português! O que você mais vai encontrar são brasileiros, e nós temos a mania de conversar em português quando nos encontramos em outros países. Na minha sala, 40% dos alunos eram brasileiros, e colocamos como regra nunca conversar em português. Assim mantivemos o foco em aprender a língua inglesa, e funcionou perfeitamente.

Ao final do intercâmbio, a diferença no meu inglês era gritante. Cheguei em Chicago com dificuldade em falar, e em apenas duas semanas estava falando inglês com a mesma naturalidade do português. Hoje a minha recomendação é a seguinte: Aprenda o básico aqui no Brasil, e ao invés de gastar uma fortuna em cursos, faça um intercâmbio. O rendimento vai ser maior e o crescimento pessoal incomparável.

Faça um intercâmbio!

Aprender inglês é fundamental hoje em dia, e para isso, nada melhor que um intercâmbio nos Estado Unidos. Uma experiência como essa muda nossa vida. Nos faz sair da zona de conforto, e com isso passamos a ver o mundo de outra maneira.

Além de voltar com um nível melhor da língua inglesa, também trazemos novas experiências e novas amizades. E de quebra ainda tem-se a oportunidade de conhecer uma nova cultura!

  • Gostei! 2
  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em 11/09/2017 em 13:37, DaniloCosta disse:

Ola, você poderia nos dizer como escolheu a escola, a hospedagem e qual a media de gasto?

Parabéns pelo post.

Olá Danilo, tudo certo?

Essa foi minha primeira viagem para fora do país, então optei por fazer através de uma agência. Eles organizaram tudo pra mim. 

Também foi a única que fiz assim, desde então viajo por conta.

Para escolher a escola o mais certo é pesquisar mesmo, entrar em contato com pessoas que já fizeram e tudo mais. Eu estudei na Kaplan, e achei a escola fantástica. Inclusive tive vários problemas com documentação e voos nesse intercâmbio, e eles me deram um suporte incrível.

Com relação a hospedagem, nesse caso eu fiquei em casa da família, e isso a agência organizou pra mim tbm. Mas pode-se ficar em qualquer outra opção, hotel, alugar um apto, etc. Tudo depende do seu gosto e de quanto quer gastar.

Cara um intercâmbio desse sai um pouco caro, devido ao custo da escola. Eu realmente não lembro quanto custou na época, mas lembro que o curso é o mais caro. Tudo depende de quanto tempo você quer estudar, e se vai ser curo integral ou meio período.

Espero ter esclarecido suas dúvidas. :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 22/09/2017 em 10:40, bstorquato disse:

Olá Danilo, tudo certo?

Essa foi minha primeira viagem para fora do país, então optei por fazer através de uma agência. Eles organizaram tudo pra mim. 

Também foi a única que fiz assim, desde então viajo por conta.

Para escolher a escola o mais certo é pesquisar mesmo, entrar em contato com pessoas que já fizeram e tudo mais. Eu estudei na Kaplan, e achei a escola fantástica. Inclusive tive vários problemas com documentação e voos nesse intercâmbio, e eles me deram um suporte incrível.

Com relação a hospedagem, nesse caso eu fiquei em casa da família, e isso a agência organizou pra mim tbm. Mas pode-se ficar em qualquer outra opção, hotel, alugar um apto, etc. Tudo depende do seu gosto e de quanto quer gastar.

Cara um intercâmbio desse sai um pouco caro, devido ao custo da escola. Eu realmente não lembro quanto custou na época, mas lembro que o curso é o mais caro. Tudo depende de quanto tempo você quer estudar, e se vai ser curo integral ou meio período.

Espero ter esclarecido suas dúvidas. :)

Obrigado pelas respostas, fazer um intercâmbio é um sonho que pretendo realizar em breve.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

5 horas atrás, DaniloCosta disse:

Obrigado pelas respostas, fazer um intercâmbio é um sonho que pretendo realizar em breve.

Legal! Com certeza será uma experiência que mudará a sua vida.

Se quiser informações sobre destinos, dicas, planejamento, etc, pode dar uma olhada no meu blog: www.tireabundadosofa.com.br

Também fico a disposição para ajudar no que eu puder. :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por matmper
      Em outubro vou viajar para o Estados Unidos, e preciso de uma mala de mão.
      Gostaria de uma mala dura, que possa ir a bordo, e comecei a olhar modelos e marcas, e então encontrei uma promoção sobre a Travelux Lugano, e gostaria se alguém conhece ao menos a marca, uma mala de R$350 por R$200 na loja Portal das Malas: https://portaldasmalas.com.br/mala-de-bordo-travelux-lugano-tamanho-p
      Opiniões sobre outras marcas e modelos e com cxb também são bem-vindas, obrigado!
    • Por Geovana Chrystêllo
      Oi, gente! Ano que vem farei um intercâmbio em Cape Town, ficarei 30 dias e no meu pacote já inclui hospedagem. Por quanto mais ou menos ficaria o custo médio pra esse período? Alguém tem uma planta de gastos?
    • Por CAIQUE LIMA
      Quero ir pra Los Angeles,porém quanto preciso levar? 20 mil reais da pra eu curti por quanto tempo? 
    • Por Luciana Torezan
      Quando decidi fazer essa viagem de motorhome juntamente com meu esposo, já conhecia Miami e Orlando mas queriamos uma viagem diferente. Primeiramente pensamos em viajar de carro para explorar as praias da região e ir até Key West. Mas a logística seria ruim visto que teríamos muito check-in e check-out em Hotéis ou seria preciso fazer bate e voltas. 
      Optamos pelo motorhome e foi a decisão mais acertada que fizemos. Foi uma viagem incrível, divertida, com flexibilidade de mudar a programação conforme nosso gosto, enfim, valeu muito a pena.
      Fizemos um post para nosso blog detalhando tudo: como alugamos, por onde passamos, como escolhemos lugares para dormir de graça, como foi ficar no camping da Disney (um sonhooooooo). Quem quiser conferir nosso relato mais detalhado é so clicar em https://casalabordo.com.br/motorhome-na-florida/.
      Se tiverem dúvidas, será um prazer imenso ajudar. Abraços viajantes.


    • Por lowpower
      Salve galera!
       
      Fiz a John Muir Trail em agosto desse ano e recomendo para todo mundo. Foram 389 km em 17 dias, com uma subida acumulada de mais de 16.400 metros.
      Fiz esse pequeno vídeo para mostrar um pouco de trilha e assim animar mais brasileiros a fazerem ela. Pelo que eu pesquisei, fui o segundo a fazer ela completa.
       
       

       
      Em breve irei postar um relato por escrito com todas as informações.
       
      Valeu!


×
×
  • Criar Novo...