Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
nat123

IMIGRAÇÃO ITÁLIA MULHER SOZINHA

Posts Recomendados

Prezados amigos. Estou indo viajar para a Itália (minha primeira viagem ao exterior) e gostaria de pedir alguns conselhos e tirar dúvidas em relação a imigração!     1- Alguem já fez imigração no aeroporto Fiumicino? Como foi a experiência? Esse aeroporto é casca grossa ou mais tranquilo?                2- Eu estarei me encontrando com um amigo dos Estados Unidos para viajarmos juntos - (me encontrarei com ele no aeroporto, ele chega algumas horas depois de mim). Porém ficaremos em hospedagem de amigos. Então na imigração pensei em falar que estou indo sozinha - mas encontrarei um amigo americano para viajar - isso pode me causar problemas?                          3- Como ficaremos em hospedagem de amigos, pensei em fazer reservas para comprovar a estadia, mas fiquei em dúvida. Porque se fizer individual - poderiam questionar porque meu amigo não ficará hospedado comigo ou algo assim?                         Agradeço qualquer resposta desde já. Abraços. 

Compartilhar este post


Link para o post

Fiz imigração no ano passado em Fiumicino, o policial pediu para ver os comprovantes das passagens, e perguntou o que eu iria fazer lá e onde ficaria hospedado.  

Nada demais, mas foi o local que perguntaram mais coisas, nos outros aeroportos que fiz imigração nos últimos tempos, inclusive nos "temidos" aeroporto de Madri e Londres, não conferiram nada e perguntaram nada...

Mas o que a imigração pergunta ou quer conferir é o básico que todo viajante deveria ter, que é passagem de volta comprada e marcada dentro do prazo, comprovantes de reservas de hospedagem, dinheiro para se sustentar lá numa quantidade realista e condizente com o tempo que vai ficar e para as atividades comuns de um turista, seguro-saúde, e que saiba explicar de forma clara o motivo da viagem e o que pretende fazer e visitar lá na Europa.

Só tem problema com a imigração quem não tem estes itens básicos e simples, tendo estes itens, você não terá problema em nenhum aeroporto, por mais "casca grossa" que ela possa ser.

Agora você chegar lá na imigração, e falar que vai ficar na casa de amigos, sem apresentar nenhum comprovante disto, é uma história que não cola em lugar nenhum do mundo, poi quem garante para o policial que os tais amigos são reais, que eles estão legalmente lá na Europa, que eles tem condição de lhe receber, etc...

Então se for ficar hospedado na casa de amigos, tem que providenciar uma carta-convite deles, a carta deve conter nome, número dos documentos, endereço, profissão, telefone, etc do seu anfitrião, e na carta ele deve dizer claramente que vai se responsabilizar pela sua estadia, esta carta deve ser impressa, assinada e de preferência enviada pelo correio para você, para você levar o original, junto com cópias dos documentos do seu anfitrião, que comprovem que ele está legalmente na Europa.  Não sei da Itália em específico, mas em alguns países como França, Espanha, Portugal e Alemanha, a carta-convite precisa ser registrada na prefeitura, e paga-se uma taxa, para ter valor legal...

Como você viu, carta-convite é um negócio chato de se pedir se não for para ou parente ou amigo bem próximo, então algumas pessoas acabam reservando um hostel para os primeiros dias, e cancelando depois que passaram na imigração. Paga-se a primeira noite, mas faz parte...

Vocês são casados?  Se não foram casados, não tem problema nenhum em a sua reserva ser separada da do seu amigo mesmo viajando juntos, vocês não são "obrigados" a ficarem no mesmo hotel, cada um pode ter uma reserva num hotel diferente sem problema nenhum. Até por que cada um vai passar pela imigração separado, em momentos diferentes, e a imigração nem vai ficar "sabendo" que vocês estarão viajando juntos e que estarão em hotéis separados.

Na imigração sempre fale a verdade, se você mentir, ou inventar uma história, e o policial fizer um pouco mais de perguntas, o risco de você se enrolar e se contradizer é grande, ai mesmo que esteja tudo certo, o policial pode lhe barrar pelo simples fato de você ter mentido, ou ter contado uma história sem pé nem cabeça e que não faça sentido. Não precisa ficar "tagarelando" e puxando conversa com o policial, responda de forma simples e direta somente aquilo que o policial perguntar, que não tem erro.

Mas na prática, você estará viajando sozinha, só comente algo a respeito do seu amigo caso perguntem algum especificamente a respeito disto, neste caso, basta você falar que um amigo vai acompanhar você em parte da viagem, e que está vindo num voo separado mais tarde,

 

 

 

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Adrianolb Nossa, muito obrigada mesmo pela resposta. Estava bem encucada. Vou providenciar essas reservas para os primeiros dias e depois cancelo. Então, se me perguntarem se estou sozinha direi que sim, e se conheço alguém na Europa direi que não. Acho que só se o oficial fizer perguntas mais específicas devo mencionar o meu amigo em questão. Li que a gente deve responder minimamente exatamente o que eles perguntam sem dar muitas satisfações.. Muito obrigada Adriano, andava bem preocupada com essa questão. 

Em 03/09/2017 em 09:52, adrianolb disse:

Fiz imigração no ano passado em Fiumicino, o policial pediu para ver os comprovantes das passagens, e perguntou o que eu iria fazer lá e onde ficaria hospedado.  

Nada demais, mas foi o local que perguntaram mais coisas, nos outros aeroportos que fiz imigração nos últimos tempos, inclusive nos "temidos" aeroporto de Madri e Londres, não conferiram nada e perguntaram nada...

Mas o que a imigração pergunta ou quer conferir é o básico que todo viajante deveria ter, que é passagem de volta comprada e marcada dentro do prazo, comprovantes de reservas de hospedagem, dinheiro para se sustentar lá numa quantidade realista e condizente com o tempo que vai ficar e para as atividades comuns de um turista, seguro-saúde, e que saiba explicar de forma clara o motivo da viagem e o que pretende fazer e visitar lá na Europa.

Só tem problema com a imigração quem não tem estes itens básicos e simples, tendo estes itens, você não terá problema em nenhum aeroporto, por mais "casca grossa" que ela possa ser.

Agora você chegar lá na imigração, e falar que vai ficar na casa de amigos, sem apresentar nenhum comprovante disto, é uma história que não cola em lugar nenhum do mundo, poi quem garante para o policial que os tais amigos são reais, que eles estão legalmente lá na Europa, que eles tem condição de lhe receber, etc...

Então se for ficar hospedado na casa de amigos, tem que providenciar uma carta-convite deles, a carta deve conter nome, número dos documentos, endereço, profissão, telefone, etc do seu anfitrião, e na carta ele deve dizer claramente que vai se responsabilizar pela sua estadia, esta carta deve ser impressa, assinada e de preferência enviada pelo correio para você, para você levar o original, junto com cópias dos documentos do seu anfitrião, que comprovem que ele está legalmente na Europa.  Não sei da Itália em específico, mas em alguns países como França, Espanha, Portugal e Alemanha, a carta-convite precisa ser registrada na prefeitura, e paga-se uma taxa, para ter valor legal...

Como você viu, carta-convite é um negócio chato de se pedir se não for para ou parente ou amigo bem próximo, então algumas pessoas acabam reservando um hostel para os primeiros dias, e cancelando depois que passaram na imigração. Paga-se a primeira noite, mas faz parte...

Vocês são casados?  Se não foram casados, não tem problema nenhum em a sua reserva ser separada da do seu amigo mesmo viajando juntos, vocês não são "obrigados" a ficarem no mesmo hotel, cada um pode ter uma reserva num hotel diferente sem problema nenhum. Até por que cada um vai passar pela imigração separado, em momentos diferentes, e a imigração nem vai ficar "sabendo" que vocês estarão viajando juntos e que estarão em hotéis separados.

Na imigração sempre fale a verdade, se você mentir, ou inventar uma história, e o policial fizer um pouco mais de perguntas, o risco de você se enrolar e se contradizer é grande, ai mesmo que esteja tudo certo, o policial pode lhe barrar pelo simples fato de você ter mentido, ou ter contado uma história sem pé nem cabeça e que não faça sentido. Não precisa ficar "tagarelando" e puxando conversa com o policial, responda de forma simples e direta somente aquilo que o policial perguntar, que não tem erro.

Mas na prática, você estará viajando sozinha, só comente algo a respeito do seu amigo caso perguntem algum especificamente a respeito disto, neste caso, basta você falar que um amigo vai acompanhar você em parte da viagem, e que está vindo num voo separado mais tarde,

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  


×
×
  • Criar Novo...