Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
felipemlopes

Viagem de carro de Porto Alegre a Foz do Iguaçu

Posts Recomendados

45 minutos atrás, geovanih disse:

Wesley

Acho que você está equivocado, são necessários 2 triângulos sim, extintor e kit de primeiros socorros.

Eu fui em novembro passado por Porto Soberbo, muito bom. Ir pelo brasil é um inferno, sem contar a possibilidade de encontrar vários coletores de dinheiro do governo com radar na mão.

Exigiram de vc em algum momento os 2 triângulos e o kit de primeiros socorros? Eu quando sai de Foz do Iguaçu entrando na Argentina, na alfandega não disseram nada sobre isso... apenas orientaram a comprar a carta a verde. 
Mais a frente fui parado em uma Blitz policial da argentina, pediram para abrir o porta malas, e solicitaram os documentos do carro e do motorista, mas em momento nenhum pediram o triangulo e nem o kit de primeiros socorros.

Digo isto porque já ouvi falar em alguns lugares que esta questão de 2 triângulos, já não era mais exigida há algum tempo....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, geovanih disse:

Wesley

Acho que você está equivocado, são necessários 2 triângulos sim, extintor e kit de primeiros socorros.

Eu fui em novembro passado por Porto Soberbo, muito bom. Ir pelo brasil é um inferno, sem contar a possibilidade de encontrar vários coletores de dinheiro do governo com radar na mão.

Opa, agradeço os aportes dos colegas. Giovani: poderia dar mais detalhes de como foi? Não existe mais aduana em Porto Soberbo, do lado brasileiro; certo? Imagino que, pra quem venha da Argentina, no sentido contrário, a PRF vá parar todo mundo nos primeiros pontos do Brasil.

A balsa demora muito a encher para atravessar? O horário é mais ou menos coincidente com a luz do dia?

Vc pegou a "ruta" 13 até San Vicente, depois Dois de Mayo, ruta 11, 15 e 18? O pessoal fala que é um pouco confuso na chegada a Puerto Iguazú; vc teve alguma dificuldade? Alguma dica?

Valeu, abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Wesley Stephanio disse:

Exigiram de vc em algum momento os 2 triângulos e o kit de primeiros socorros? Eu quando sai de Foz do Iguaçu entrando na Argentina, na alfandega não disseram nada sobre isso... apenas orientaram a comprar a carta a verde. 
Mais a frente fui parado em uma Blitz policial da argentina, pediram para abrir o porta malas, e solicitaram os documentos do carro e do motorista, mas em momento nenhum pediram o triangulo e nem o kit de primeiros socorros.

Digo isto porque já ouvi falar em alguns lugares que esta questão de 2 triângulos, já não era mais exigida há algum tempo....

Opa.

 

Já me solicitaram sim. Não é sempre que pedem, já fui varias vezes para a argentina de carro, mas se eles quiserem uma propina vão tentar achar um problema.

Veja um relato da semana passada: http://www.4x4brasil.com.br/forum/planejamento/169963-ajuda-curitiba-mendoza-em-set-18-a-2.html#post2485848

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 minutos atrás, DiogoFCL disse:

Opa, agradeço os aportes dos colegas. Giovani: poderia dar mais detalhes de como foi? Não existe mais aduana em Porto Soberbo, do lado brasileiro; certo? Imagino que, pra quem venha da Argentina, no sentido contrário, a PRF vai parar todo mundo nos primeiros pontos do Brasil.

A balsa demora muito a encher para atravessar? O horário é mais ou menos coincidente com a luz do dia?

Vc pegou a "ruta" 13 até San Vicente, depois Dois de Mayo, ruta 11, 15 e 18? O pessoal fala que é um pouco confuso na chegada a Puerto Iguazú; vc teve alguma dificuldade? Alguma dica?

Valeu, abraço!

Sim, não tem mais aduana. Não fui parado no estado, o primeiro posto da prf é muito longe, acho que só em carazinho tem. Posto da policia estadual acho que também não tem.

Em compensação a aduana argentina revistou o carro na saída do país. Nunca tinha visto isso.

A balsa tem horário fixo, para atravessar é rápido. Calculei  o horário de chegada, deu para fazer um lanche enquanto esperávamos (lanche nosso, lá não tem nada)

Sim, até Dos de Mayo, mas depois é ruta 11 e 12.

É tudo bem sinalizado. Um dos motivos de ir pela ar era que queria ir nas cataratas no lado argentino, dai já ficamos na argentina mesmo.

Único porem foi que para retornar do BR para a AR em foz, dia de semana, demorou muito. Não sei se foi excepcional ou é sempre assim.

Se for fazer compras no PY, tem que fazer a declaração de compras (não lembro o nome correto) na entrada do brasil. E na entrada da Ar a aduna deles carimba essa declaração.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, geovanih disse:

Sim, não tem mais aduana. Não fui parado no estado, o primeiro posto da prf é muito longe, acho que só em carazinho tem. Posto da policia estadual acho que também não tem.

Em compensação a aduana argentina revistou o carro na saída do país. Nunca tinha visto isso.

A balsa tem horário fixo, para atravessar é rápido. Calculei  o horário de chegada, deu para fazer um lanche enquanto esperávamos (lanche nosso, lá não tem nada)

Sim, até Dos de Mayo, mas depois é ruta 11 e 12.

É tudo bem sinalizado. Um dos motivos de ir pela ar era que queria ir nas cataratas no lado argentino, dai já ficamos na argentina mesmo.

Único porem foi que para retornar do BR para a AR em foz, dia de semana, demorou muito. Não sei se foi excepcional ou é sempre assim.

Se for fazer compras no PY, tem que fazer a declaração de compras (não lembro o nome correto) na entrada do brasil. E na entrada da Ar a aduna deles carimba essa declaração.

Ano passado eu vim pela Argentina, entrando no brasil por Dionísio Cerqueira.... fiz um trecho pela ARGENTINA diferente pois não daria tempo de pegar a balsa.... então vim por outro caminho.... na entrada do BRASIL ninguém parou o carro, só vieram parar muito depois é só pediram os documentos do carro. 

Eu estava vindo do PARAGUAY.... a dica é que se for comprar muita coisa, não arrisque vir pela Argentina, venha pelo Brasil mesmo o risco é menor.... a polícia Argentina é muito mais exigente na fiscalização! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apenas para complementar ao que já foi dito sobre os requisitos da Argentina: não é porque não pediram uma vez que não se trata de um item obrigatório.

Na minha viagem este ano (vide assinatura), me pediram o extintor duas vezes. Por sorte pesquisei isso antes e peguei um emprestado, pois meu carro é novo e já não vem mais de fábrica (no Brasil não é mais item obrigatório). Também me pediram a carta verde uma vez.

Levei ainda um triângulo extra (somado ao original do carro), um cambão pequeno, e um kit de primeiros socorros que eu mesmo montei porque queria ter pra viagem de qualquer forma, mas estes itens não foram solicitados. 

Mesmo com essas exigências, retorno a dizer que, ao meu ver, ainda compensa muito vir pela Argentina sim, desviando do oeste de Santa Catarina e do sudoeste do Paraná.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Elder Walker disse:

Apenas para complementar ao que já foi dito sobre os requisitos da Argentina: não é porque não pediram uma vez que não se trata de um item obrigatório.

Na minha viagem este ano (vide assinatura), me pediram o extintor duas vezes. Por sorte pesquisei isso antes e peguei um emprestado, pois meu carro é novo e já não vem mais de fábrica (no Brasil não é mais item obrigatório). Também me pediram a carta verde uma vez.

Levei ainda um triângulo extra (somado ao original do carro), um cambão pequeno, e um kit de primeiros socorros que eu mesmo montei porque queria ter pra viagem de qualquer forma, mas estes itens não foram solicitados. 

Mesmo com essas exigências, retorno a dizer que, ao meu ver, ainda compensa muito vir pela Argentina sim, desviando do oeste de Santa Catarina e do sudoeste do Paraná.

Vc sentiu que a aduana argentina poderia ter te criado algum problema caso vc estivese com mercadorias novas (não digo, óbvio, dezenas de itens, alguns repetidos etc que te caracterizassem como comerciante)?

Em tese não seria problema deles se vc está ou não dentro da cota brasileira (300 dólares por pessoa), desde que vc claramente não resida na Argentina. Mas, como a lógica deles costuma ser o contrário - dificultar sua vida sempre q possível, em vez do contrário - eles poderiam alegar q não tem como saber e q vc está entrando no território, vindo do PY, com mercadorias acima da cota deles; e aí exigir alguma grana pra te deixar ir embora.

Sei q vc não tem como saber isso se vc estava passando como "puro" turista; mas te pareceu que os agentes argentinos estavam com esse ânimo?

Minha intenção era ir e voltar por El Soberbio, com uma pequena quantidade de compras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@DiogoFCL

Nessa viagem não tive qualquer problema neste sentido. Teve um policial lá para as bandas de Mendoza que perguntou se eu havia declarado algo na imigração, vindo do Chile, ficou rodeando o carro... mas não insinuou nada, nem criou qualquer problema.

Não tenho qualquer relato desse tipo de abordagem com relação a mercadorias nas aduanas que conheço. Minha família mora em Foz do Iguaçu e passo a aduana com certa frequência... a sensação que tenho ali em Foz é de que eles só estão preocupados na entrada, a saída é puramente burocrática. 

Pode acontecer algo contrário disso, mas eeeeeeuuuu duvido incomodarem com qualquer coisa assim. O problema maior seria na aduana brasileira ou na entrada da Argentina, não na saída.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×