Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Lecipri

Existem trilhas de longa distância no Brasil?

Posts Recomendados

olá, desculpem a ignorância, mas eu tenho que fazer essa pergunta

eu tenho lido bastante sobre trilhas de longa distância como a Apalaches e PCT nos EUA e queria saber se existe algo parecido aqui no BR, porque tudo o que eu encontrei quando pesquisei foram trilhas e travessias em parques, mas aí seu acampamento deve ser montado em um lugar específico e não tem muito como fugir das pessoas hahaha. Ou também caminhos peregrinos que não são tão diferentes. 

Admiro muito os parques nacionais nos EUA, onde vc pode entrar e sair sem maiores problemas, passar de carro, fazer picnic ou acampar onde quiser. Espero que algum dia consigamos isso no Brasil, porque paisagens maravilhosas e biodiversidade é o que não falta.

abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, existem algumas trilhas e caminhos e há um projeto pra unir as trilhas existentes.

Nós estamos construindo um guia, que ainda está bem no começo só com as trilhas consideradas de longa distância, ou seja, acima dos 50 km.
https://www.mochileiros.com/trilhas/

Aconselho também seguir as postagens do @casal100 que já fez muitas trilhas do tipo e está iniciando um projeto que você pode conferir nesse link:
https://www.mochileiros.com/topic/58705-grandes-travessias-planejamento/

 

Projeto em andamento:
https://www.mochileiros.com/blog/brasil-tera-sistema-nacional-de-trilhas-de-longa-distancia

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com toda certeza! A modalidade está se popularizando no país já tem um tempinho, e algumas trilhas "oficiais" estão a pleno vapor. Algumas os próprios trilheiros "inauguram" e popularizam, como a tradicional travessia da ferrovia do trigo, ou simplesmente uma travessia pelo litoral do país (há relatos desse tipo de travessia no site)....

 

E há trilhas oficializadas por órgãos, entidades, etc..... aqui já citaria o caminho da fé, onde vc atravessa partes de SP e MG, levando tranquilo de uma semana e meia a duas semanas. Aqui vc se orienta por avisos, se registra nos hostels do caminho e tudo, quase do estilo PCT.

https://caminhodafe.com.br/ptbr/

O caminho da Luz, esse também pro lado de MG, menor porém igualmente bacana.

http://www.caminhodaluz.org.br/

 

E um sonho de consumo que ainda não realizarei, mas que com certeza está nos meus roteiros, a travessia da famosa praia do cassino (sul do RS até a divisa com o Uruguai), levando na faixa de duas semanas também, esse é bem HARD, porém com menos variações de paisagem, embora seja uma experiência única na vida.

https://www.seumochilao.com.br/travessia-cassino-chui-trekking-maior-praia-do-mundo/

 

Com certeza existem outros em divulgação e andamento, mas aí é questão de pesquisa nos estados, essas são três travessias famosíssimas no nosso país. Se houver o devido investimento no turismo sustentável, quem sabe a gente possa ter caminhos do padrão norte-americano ne....

peace!

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei o que o resto do pessoal acha disso, por isso até levanto a questão aqui. Nos diversos locais de acampamento, ou trilhas, travessias, enfim, vemos basante modificação humana na natureza. Falo quase que especificamente do lixo, gerado por alguns praticantes especialmente em locais de abrigo, que é mesmo muito comum.

Me parece que esse é um empecilho que nos afasta de termos algo parecido com os EUA, por exemplo, com parques nacionais abertos para acampar (maioria exige cadastro e licença se quiser pernoitar nos parques). Com lixo, fogueiras, necessidades na beira da trilha, nem nós mochileiros aceitaríamos ver nossas belezas naturais tratadas assim, estragando o trekking. É como o Stanlley diz, precisamos dessa ideia sustentável dentro do nosso ecoturismo.

O que pensam a respeito?

 

Abraços

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Infelizmente no Brasil carecemos de uma cultura que entende de verdade o respeito ao meio ambiente, e fomenta a fiscalização e punições apropriadas aos infratores. Não falo apenas a nível de órgãos e entidades, uma vez que até certos gestores e representantes do meio ambiente possuem seus podres no currículo, nem somente dos exemplos atípicos, como o infeliz desabamento de terra recente em Minas. 

É como eu costumo dizer, vc pode mudar uma cidade completamente em dez anos, mas não adianta nada se você não transforma as pessoas. Em Manaus tentamos conscientizar, tentamos passar a mensagem da eficiência ecológica, mas a ignorância, a preguiça e a falta de bom senso, vindas de todas as pessoas de todas as classes sociais, sem exceção, contribuem para um cenário muitas vezes feio de atrações turísticas. Isso vem do pobre da periferia que chupa seu picolé e pede pro filho jogar pela janela do ônibus, isso vem da administração de um órgão submetido ao Estado que não faz licitação de produtos ecoeficientes, como papel reciclado. Ás vezes penso que não temos mais jeito. E olha que estou me formando em biologia. 

Daí vem a causa-consequência: muitos parques impõem restrições a certas práticas por causa de 2 ou 3 auto-intitulados "trilheiros" que não respeitam o lugar que visitam, e com toda a razão. Por sorte (ou não sei se o contrário), isso está mudando e muitos lugares abriram as portas para a prática de travessias, campings e afins. E por mais sorte ainda, algumas travessias são consideradas difíceis, o que limitam o número de pessoas que a encaram, o que de certa forma diminui o impacto ambiental.

Na minha humilde opinião, e pode parecer um pouco radical, se as trilhas e travessias continuarem a ser inauguradas nos diversos estados brasileiros, que sejam percursos de nível médio a difícil, justamente para desestimular o acesso a pessoas que sujam a reputação dos grandes mochileiros. É bom enfatizar que desestimular não é o mesmo que elitizar a atividade, afinal, hoje em dia as pessoas estão se exercitando mais, estão adotando práticas saudáveis, e equipamentos são muito mais acessíveis para a população do que há uma década atrás. Além do mais, percursos muito abertos à população no geral poderiam se tornar alvo de bandidos, repercutindo negativamente. Não creio que teremos uma boa gestão no que diz respeito ao meio ambiente, mas podemos fazer nossa parte e amenizar o impacto da atividade humana, assim como estimular as boas práticas para aqueles ao nosso redor. E tentar, por meio de estudos, artigos e palestras, mostrar a nossos representantes formas de promover o ecoturismo e esportes relacionados como uma alternativa econômica e ecoeficiente. 

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@StanlleySantos Verdade!

Acho que o Brasil precisa começar do zero novamente. Leis tem até o suficiente,  falta fiscalização,  mas sobretudo EDUCAÇÃO do nosso povo para respeitá-las. 

O governo de Goiás fomentou a criação do CAMINHO DE CORA CORALINA,  na intenção de,  também, gerar renda, através do turismo. Vi a destruição de várias placas alusivas a patrona do caminho.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, contribuo aqui com trekkings diferentes do convencional, dos quais fiz o primeiro. Acho que não é o que o tópico aborda mas são percursos muito interessantes para os amantes de história e literatura. 

São 2 trajetos literários/histórico/culturais/etnográficos de longo curso muito interessantes cujo percurso é realizado por grupo selecionado via edital público.

O 1o é o Caminho do Sertão que percorre parte dos cenários naturais do livro Grande Sertão Veredas, percorridos pelo escritor Guimarães Rosa na sua pesquisa de campo no noroeste de Minas Gerais. São 178km distribuídos em 6 dias, onde se caminha durante o dia e tem atividades literárias, culturais e políticas a noite nas comunidades tradicionais e fazendas que acampados pelo caminho. Participei da edição de 2017 e foi uma das experiências mais gratificantes da vida.

https://caminhodosertao.com.br

Parque Estadual da Serra das Araras - Grande Sertão Veredas - MG

GOPR4259.thumb.JPG.83cd79080422ab488af4cbb6a12cea33.JPG

Outro é a Caminhada dos Umbuzeiros que percorre o caminho dos seguidores de Antônio Conselheiro para o povoado de Canudos. A caminhada de 55km aproveita o contexto e o cenário de uma região fortemente marcada por diferenças sociais, confrontos, questões religiosas e pela cultura sertaneja para trazer a vivência e o debate de conteúdos históricos, culturais e ambientais a partir da imersão no sertão baiano.

http://viajarverde.com.br/caminhada-dos-umbuzeiros/

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sem querer te desanimar @GilbertoJr mas já que vc citou EUA: ano passado eu li um artigo muito interessante sobre como o aumento do número de visitantes está impactando os parques nacionais norte-americanos. Inclusive nessa questão dos resíduos humanos. Até procurei o artigo pra ler outra vez, aqui está o link se alguém se interessar: http://www.theguardian.com/environment/2018/nov/20/national-parks-america-overcrowding-crisis-tourism-visitation-solutions

Vou traduzir um parágrafo lá pelo meio do artigo:

"O problema do gerenciamento de resíduos humanos se estende às áreas remotas, distantes de estradas e desenvolvimento e acessíveis apenas por trilhas. A equipe florestal tem visto um aumento no excremento manejado indevidamente - cocô não enterrado - em áreas selvagens populares e acampamentos não oficiais. O problema, segundo Oswald [da equipe florestal], é que algumas pessoas não parecem se importar com a maneira como abandonam a paisagem depois que terminam sua visita".

Então parece que esse tipo de problema já chegou lá também. Onde tem muitos visitantes, sempre tem os sem noção: aproveitam a natureza depois deixam todo seu lixo por ali mesmo, emporcalhando tudo para os demais. Me parece que algumas pessoas só entendem "multa", mas obviamente é impossível fiscalizar tudo.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...