Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Itália - Outubro 2017 - Roma e Florença com bate-volta p/Vaticano - Pisa - Riomaggiore - Veneza - Siena


Posts Recomendados

  • Membros

Siiiimmm! Finalmente estamos de volta para finalmente escrever sobre o final da viagem!

No dia seguinte acordamos, tomamos o último café da manhã italiano, fizemos as malas, fechamos a conta do hotel, agradecemos a hospitalidade, deixamos as malas na salinha que eles indicaram, para a gente bater perna pela cidade até a hora de irmos embora. Aproveitamos que ficaram lugares a serem visitados na cidade e fomos tentar conhecê-los.  O Rodrigo queria conhecer o Museu Da Vinci (nós fomos em uma exposição sobre o Da Vinci que teve aqui no Rio de Janeiro há um tempo atrás e eu achei que iria ser a mesma coisa e não estava muito animada pra ir... Mas o Rodrigo admira muito o Da Vinci e queria ir, ainda mais que era na mesma entrada do hotel!). Fomos ver o preço e custava 7 Euros a entrada. Achei caro. Fomos passear pela cidade. Chegamos na Piazza della Signoria de novo e fomos ver o preço para visitar o Palazzo Vecchio, que fiquei curiosa em ver. Entramos e tiramos algumas fotos na entrada, que é muito bonita e era de graça. Chegamos até a porta do museu, tinha os valores e o preço para conhecer tudo, inclusive a torre, era 18 Euros. Para conhecer só o museu, 10 Euros. Achei mais caro ainda, pois Rodrigo e eu iríamos desembolsar 20 Euros! Tudo bem que o museu deve ser show, mas já gastamos com os principais museus da cidade e achei muito caro ficarmos desembolsando tanto, mesmo que seja em cultura, que gostamos. Cheguei a conclusão que não dá pra visitar todos os museus que a gente quer na Itália que ficamos muito mais pobres!

Saímos e fomos atrás da igreja de Orsanmichelle, que é de graça e fiquei curiosa em visitar, pois era um antigo mercado de grãos que depois virou igreja. Infelizmente o museu da igreja só abre às segundas. A Igreja é realmente muito lindinha, gostei bastante!  Saindo da igreja, andamos mais um pouco pela cidade (muito mais cheia de turistas em grupos andando pela cidade, com seus guias) e resolvemos ir no museu Da Vinci mesmo, pois todos os outros lugares que pensamos em ir eram muito mais caros!

O museu é pequeno, mas bem bacana e tem algumas coisas interativas, bem legal para crianças. Ficamos olhando tudo com bastante calma. Ao terminar a visita, já era hora do almoço e fomos no restaurante que gostamos mais de Florença, o Bistrot La Capannina. Novamente lá, vimos uma família de brasileiros próximos a nossa mesa conversando sobre dupla cidadania e imigração para a Itália. Almoçamos nossa última pasta legítima italiana e voltamos para o hotel. Pegamos nossas malas e fomos para a rodoviária de Florença novamente, pois descobrimos ontem que lá tem um ônibus que vai para o aeroporto, graças a Deus (antes ficamos pensando que nossa única solução seria o táxi, mas esse shuttle caiu dos céus!). Chegamos cedo e ficamos esperando o ônibus. Eram umas 15h e achamos que o ônibus das 15h já tinha passado. De repente apareceu o ônibus, parou alguns segundos, tempo só para um homem subir, e saiu de novo! Ficamos surpresos por ver que o ônibus estava atrasado e que saiu tão rápido! Como não pegamos esse (se a gente pegasse, ia chegar muito cedo ao aeroporto), ficamos esperando pelo próximo, de 15:30 (sim, eles saem de 30 em 30 minutos). Nós e mais algumas outras pessoas ficamos esperando... Mas o de 15:30 não apareceu. Ficou todo mundo revoltado, reclamando, mas ficou por isso mesmo. Na tela o horário mudou para 16h, sem nenhuma explicação. Ficamos tensos, pois se o de 16h também não aparecesse, corríamos o risco de perder o voo.

Mas o de 16h apareceu (atrasado e lotado de gente). Colocamos nossas malas no bagageiro embaixo, entramos, validamos os bilhetes, e conseguimos um espacinho para sentar, mas um senhor foi sentado nos degraus do chão (isso aconteceu também porque duas mochileiras ao invés de colocarem suas mochilas enormes no bagageiro do ônibus, decidiram colocar nos bancos atrás delas e depois não conseguiam tirar de lá, porque ocupavam muito espaço). Descobrimos que esse ônibus antes de ir para essa rodoviária, passava em outro(s) lugar(es), pois já veio cheio de gente!

Fomos para o aeroporto para nossa primeira viagem até Roma, pois tínhamos conexão e graças a Deus seguiu tudo tranquilo, conseguimos pegar o voo em Roma sem nenhum problema e seguir para o Rio... O voo de Roma de volta para o Rio estava cheio de curitibanos que ainda iam para suas cidades e fiquei com dó, muitas horas de viagem, coitados! No voo da volta também tinham mais filmes na telinha da poltrona que não tinham na ida e ficou mais divertido viajar! Chegamos por volta de 4h da manhã no Rio para finalmente descansar dessas andanças todas, mas felizes por realizar mais um sonho de viagem!

Quanto aos custos, que muita gente perguntou (e eu já até dei essa resposta para algumas pessoas que já estavam às vésperas de viajar): Antes da Itália, tínhamos visitado a Espanha na época que o Euro estava melhor, depois Portugal e Alemanha (quando o euro começou a ficar bem ruim pra gente) e não lembro de termos tido gastos tão grandes quanto lá na Itália. Tentamos comer pratos de 7-10 – no máximo 12 Euros por refeição (cada um) + bebida e às vezes dividíamos uma sobremesa... isso no almoço e na janta. E tomávamos um gelato cada um à tarde, do mais barato, em torno de 2-3 Euros. O café da manhã estava incluído no hotel. Também compramos souvenirs, mas coisa pouca, tipo ímã de geladeira, caneta, no máximo uma camisa da cidade. Mesmo assim, nosso gasto ficou em torno de 90 euros por dia o casal (sem contar hospedagem)... Acho que dá pra gastar menos (também dá pra gastar mais hahaha), se fizer mais esforço. Os pratos mais simples (macarrão com molho de tomate e manjericão), eram os mais baratos, tipo 5 - 7 euros, mas não dá pra passar a viagem inteira comendo só isso, né?!) Ah! Também compramos passagens de trem para as cidades próximas que visitamos e ingressos em geral também. Os ingressos, como eu já comentei antes no relato, eu achei os preços bem salgados... Tinha ingresso de igreja que era 7 euros cada um e ingresso de museu variava de 7-10-até 14 Euros! Achei bem caro. Não fomos em todas as igrejas e museus, não deu. Lá na Itália, os hotéis e alguns outros lugares têm uma taxa extra de turismo, acho que isso que encarece a cidade. E alguns restaurantes têm uma taxa de serviço incluída também, mas é tipo 2-4 Euros. A água quase sempre era de graça (Roma tem fonte pra todos os lados da cidade e encontramos algumas fontes em outros lugares, como Siena também). Eu já vi gente reclamando de eu ter gasto muito, com pratos por exemplo de 5 Euros... mas é quase impossível encontrar mais barato, só se você só fizer um lanche rápido, que eu acho que deve sair até mesmo esse preço... mas também eu não consigo passar 12 dias fazendo só lanchinhos e andando para baixo e para cima o dia inteiro, que é provável que eu caia dura no lindo chão da Itália.  Mas cada um é cada um e cada experiência de viagem é única. E cada um sabe onde o calo aperta e onde pode economizar.

E quando começamos a viajar para longe, eu era muito mais ansiosa, achando que o mundo fosse acabar e eu não ia conseguir fazer mais viagens... Hoje vejo que não é preciso tentar conhecer o mundo todo em 10 dias, que sempre que a gente tenta fazer dessas coisas, acaba perdendo algo (e o mais certo nesse caso é perder saúde)... juntando dinheiro, sempre teremos novas viagens para aproveitar!

Eu espero que eu tenha ajudado os futuros viajantes da Itália com esse meu relato tanto quanto fui ajudada quando estava montando o roteiro da viagem e qualquer dúvida, é só perguntarem! Agradeço todos os comentários feitos aqui! Abraços a todos e até a próxima viagem!

  • Gostei! 1
  • Obrigad@! 1
Link para o post
  • Respostas 51
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Coliseum, Colosseo ou Coliseu ?! Dentro deste Mais deste Coliseu e Arco de Constantino (vista da Via Sacra) Ângulo ótimo para tirar fotos Via Sac

Olá amigos Mochileiros! Siiimmm, teve viagem! E Siiimmm, vai ter relato!      

Duas esquinas da Via delle quattro fontane   Vista de longe da Piazza del Quirinale. Fontana di Trevi Igreja de Sant’Ignazio di Loyola Pantheon

Posted Images

  • Membros

DSCN3461.thumb.JPG.d2125c5fdd2ce6f758a120ecdb7925f0.JPG

Palazzo Vecchio

DSCN3413.thumb.JPG.81fc2c1f2c12c80d2a669bc2e41ec977.JPG

Igreja de Orsanmichele

DSCN3437.thumb.JPG.5bea689e54f1a3d0732d3a2bfcea8035.JPG

Igreja de Orsanmichele por dentro

20171011_131553.thumb.jpg.f54b2823f59ebedbf7009346c7897362.jpg

Museu Leonardo Da Vinci

20171011_121544.thumb.jpg.296db7b833db191db1f48d17d472ebdd.jpg

Museu Leonardo Da Vinci por dentro

20171011_121742.thumb.jpg.18b2d08c8860a65122765f6d4c074803.jpg

Museu Leonardo Da Vinci por dentro (aparelho de ginástica criado por ele)

20171011_130651.thumb.jpg.63c53ce5c398019349b37d39c0e7ca9c.jpg

Museu Leonardo da Vinci por dentro

20171011_140220.thumb.jpg.27869ac92e2e7362e6fe1bd04d946f89.jpg

Me despedindo da legítima pasta italiana :( Uma pasta com salmão e abobrinha!

 

  • Gostei! 2
  • Obrigad@! 1
Link para o post
  • Membros
[mention=234273]debalves[/mention] Oiii de novo! Você (e outros usuário que foram para a europa recentemente) poderia me dizer como são as tomadas por lá? É essa bagunça que é no Brasil? Três pinos, dois pinos, pinos chatos, pinos mais grossos (ultimamente) que não entram em algumas tomadas....
Quais adaptadores devemos levar?
Obrigado desde já.

Oi Jackson! As tomadas lá são três pinos seguidos, muito parecida com a nossas que temos em casa. Conseguíamos ligar nossos carregadores nas tomadas sem dificuldades. Mas nós temos um daqueles adaptadores universais que sempre carregamos conosco nas viagens pra não passar aperto.
  • Gostei! 1
Link para o post
  • Membros
[mention=319379]Jackson Lincoln Lopes[/mention] qdo eu fui n me pediram nada, nem devem t pedir tb...mas, o meu seguro q e o do cartão, veio c apólice em inglês tb e espanhol...se vc compra as passagens c o cartão pode ser q vc tenha direito...agora já fez, mas de repente o próxima....

Thati curta bastante e compartilhe conosco um relato das suas experiências também! Vai ser bem legal!
  • kkkkkkk 1
Link para o post
  • Membros
[mention=234273]debalves[/mention] Me diga mais uma coisa por favor. Vocês com certeza fizeram o seguro viagem... Eu fiz pela Allianz... Mas, a apólice está toda em português... Minha imigração será na França. Eles aceitam em português mesmo?
Grazie in antecipio.

Jackson, nós fizemos nosso seguro pela Mondial Travel e acabei de ser informada pelo meu marido que também estava em português, igual ao seu. Mas também não nos pediram nada quando entramos na Europa, sendo que entramos pela Itália mesmo.
  • Gostei! 1
Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...