Ir para conteúdo

Qual seria sua principal dica para quem nunca viajou como mochileiro?


Posts Recomendados

  • 8 meses depois...
  • Membros

Minha dica contraria grande parte dos colegas. Eu aconselho a não se planejar demais. Isto mesmo!

 

É claro que é essencial pesquisar e quanto mais informações tiver sobre o destino, melhor. Mas se você esquematizar demais, você perde o principal da viagem: a possibilidade de desfrutar dela.

 

Vejo muita gente fazendo trilhas longas em um espaço curto de tempo. Vai da cabeça de cada um, mas eu prefiro explorar mais os lugares. É até uma crítica que uns amigos me fazem por me chamarem de devagar, mas eu não consigo passar em uma praia sem mergulhar, em uma cachoeira sem respirar a sensação de estar alí, ou mesmo em um barzinho sem entrar, tomar alguma coisa e fazer, quem sabe, uma nova amizade.

 

Resumindo: aproveite sua viagem, amigo! Não faça dela uma rota "maquinizada" que você só vai do início ao fim com algumas fotografias. O melhor da bagagem são as vivências, histórias e amizades que você vai levar para sempre!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 6 meses depois...
  • Colaboradores

Tenho três dicas para dar:

 

1 - Levar tudo dentro de sacos plásticos para não molhar.

 

2 - Planejar, pesquisar, obter informações não é sinônimo de amarrar o seu roteiro. Sempre é melhor ter mais conhecimento do que menos. Ter informações, inclusive, lhe ajuda a mudar e flexibilizar o seu roteiro durante a viagem

 

3 - Leia os tópicos do Mochileiros com calma, você dificilmente terá que perguntar algo. Estamos todos aqui para ajudar, mas pesquise antes!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Toalha, tudo que vc precisa é uma toalha ::otemo::::lol4::

Não podia perder essa oportunidade :lol: Mas agora é serio:

Chinelo, não esqueça o chinelo! Não importa a temperatura ou lugar, não esqueça o chinelo!!!!!

Eu já esqueci e sei como é horrivel ficar sem ::toma:: .... E se vc esquecer e estiver fora do pais (como foi o meu caso) comprar um se tornará um verdadeiro martirio . ::putz::::putz::::putz::

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Nunca, JAMAIS, esqueça de levar suasua toalha. Vide fim das dicas.

Nem tudo é tão bom ou ruim quanto dizem.

 

Você precisa ir ver com os próprios olhos e sentir como realmente é. NA DÚVIDA, VÁ!

 

Nao se desespere se algo der errado, repire fundo, se acalme e faça o que tem quem fazer.

99% das pessoas querem e vão te ajudar.

 

Comida de rua não é assim tao perigoso.

 

Sempre tenha um relógio e veja o horarios dos passeios, transportes e voos.

 

a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido ao seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kabrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você - estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

 

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha "acidentalmente perdido". O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está a sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.

 

Daí a expressão que entrou na gíria dos mochileiros, exemplificada na seguinte frase: "vem cá, você sancha essa cara dupal, o Ford perfect? Tai um mingo que sabe onde guarda a toalha." (Sancha: conhecer, estar ciente de, encontrar, ter relações sexuais com; dupal: cara muito incrível; mingo: cara realmente muito incrível)".

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...