Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Gabriella Talamo

Manual básico de "sobrevivência" no Salar do Uyuni

Posts Recomendados

Estaremos alguns dias de fevereiro de 2014 em San Pedro de Atacama, e queremos aproveitar para dar uma esticada até o Salar de Uyuni e fazer outros passeios na Bolívia pelo meio do caminho, retornando para San Pedro. A Colque Tours ofereceu um passeio que “caiu como uma luva” em 2 dias: prometeram no 1º dia sair 5h da manhã do hotel e cortar direto para o Salar de Uyuni + Isla Incahuasi, com pernoite em hotel em frente ao Salar, e no último dia voltar para San Pedro parando em Laguna Colorada, Geysers "Sol de Mañana", Laguna Verde y Blanca. Gostaria de saber se alguém já fez esta excursão, se recomenda esta agência, se realmente vale a pena.

 

Nos pediram 560 dólares para o casal, com direito a alimentação e hospedagem. Mas não sei se formos negociar 1 dia antes direto na agência conseguiremos preços mais baratos para a mesma coisa. Estamos com medo de arriscar em cima da hora e ficar sem vagas para o período, embora muitas pessoas indiquem não fechar nenhum pacote à distância. O que é melhor fazer?

 

Oi Karylin, tudo bem?

 

Espero que minha resposta ainda ajude, já que faz mais de 1 mês que vc postou.

Eu realmente não conhecia esse tour de 2 dias até o Salar.

Eu fiz o tour tradicional, com a Colque Tour, de 4 dias, indo e voltando pro San Pedro.

No entanto, os dois primeiros dias, apesar das paradas em pontos de contemplação (lagunas, geysers, pedras, etc), foram dedicados a chegar na borda do Salar. Na segunda noite já dormimos na borda dele. E apenas no terceiro dia fomos de fato conhece-lo. No prórpio 3º dia começamos a retornar e dormimos num alojamento já no meio do caminho. A manhã do 4º dia é toda dedidcada ao retorno a San Pedro.

 

Acredito que esse tour de 2 dias seja extremamente corrido, com deslocamentos a noite.... não sei se recomendaria, sinceramente.... as condições lá são puxadas, altitude, frio, vento.... e tudo isso correndo??? não sei se seria proveitoso!

Mas não posso opinar mais do que isso, né? afinal não conheço o tour.

 

O que posso te dizer é para deixar para fechar tudo por lá!!! Pela internet eles pedem preços absurdos.... tudo bem que eu fui em 2009, mas paguei 125 dólares por pessoa, no passeio de 4 dias.... ou seja, mais alojamento, mais comida.... estou achando esse valor beeeem salgado!!!

 

Um abraço e boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal!

 

Alguém sabe dizer se o ônibus Uyuni X Sucre direto tem saída diária e qual o horário?

Pretendo fazer o Salar de 3 dias, começando e voltando por Uyuni. Não vou ter tempo pra emendar o Chile. Pena.

Já li diversos post sobre esse assunto e as informações de como, horários e preços para sair de Uyuni em direção à Sucre pós Salar (que eu já vi relatos que terminaram às 15h, às 17h e às 18h30 e tô perdida sem saber rsrs) são quase zero! Alguém pode ajudar??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

 

O ônibus é diário. Porém, em alguns dias sai o ônibus-leito e no outro semi-leito.

Sai por volta de 23h de Uyuni.

Então é bem tranquilo, independente do horário que terminar seu tour, seguir para Sucre no mesmo dia.

 

Fiz assim e foi tudo certo.

 

Boa viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gabriella Talamo,

 

Muitoooo obrigada pelo seu post, vai me ajudar muito no meu planejamento! Agradeço tbm a galera que está colaborando com os comentários, estão sendo todos de grande valia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

olá! eu tenho uma dúvida (pode parecer boba, mas tenho.

estou indo pra lá com uma mochila cargueira e outra para caminhadas, pois voi ficar 25 dias.

e durante os treckind e travessia, há algum lugar para deixar a cargueira ou temos que andar carregados mesmo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para o Uyuni você vai fechar um 'pacote' com a empresa de 4x4

e você vai poder deixar a cargueira no carro, porque o tempo todo você vai estar 'na estrada',

com pernoites em hostels na região.

::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

MINHA EXPERIÊNCIA: frio e motorista que dormiu ao volante

 

Como esse fórum foi de grande valia para mim, compartilho meus 3 dias pelo Salar como parte de um mochilão Peru/Bol/Chile de 23 dias com mais dois amigos!

 

Chegamos em Uyuni às 7 da manhã após uma viagem de onze horas de ônibus vindos de La Paz. Planejamos inicialmente dormir lá e começar o passeio no dia seguinte. Desistimos. Fomos diretos ao passeio, que se inicia às 10h/10h30. Procuramos a empresa Empexar, pagamos cada um 110 dólares. Cada jeep segue com 6 pessoas. Você leva sua mochila de mão e deixa as malas/mochilas amarradas em cima do jeep. Á noite, nos alojamentos, você pega a mala de volta.

 

Dia 1 > é o salar em si. Você passa por ele apenas nesse dia. Sai pela manhã e roda até meio-dia quanto o seu motorista servirá o almoço (o jeep já sai com o almoço para todos os dias. não há mordomia, você vai comer comida fria sim). De tarde, segue para algumas "ilhas" no meio da paisagem de sal e cavernas. O deserto é bem seco sim. Minhas unhas acabaram, fica só pele soltando, umas duas vezes por dia eu precisava usar bepantol. Boca fica ressecada também. Levamos 2 litros de água para cada pessoa, mas não dá muita sede. A roupa não fica tão fedorenta porque realmente não há suor. Ao assoar o nariz, saía um pouco de sangue, umas duas vezes por dia eu usava aquela solução de neosoro. O sol é muito forte, eu usava protetor umas três vezes ao dia. Óculos de sol é obrigatório. Tenho miopia/astigmatismo, fiz uma lente de grau para meu óculos de sol, não custou caro. Não sugiro usar lente de contato porque é muito seco, pode coçar o olho, imagina você tendo de procurar uma pia com água limpa para lavar as mãos e manusear a lente, quando existe, a água é extremamente gelada. Não sugiro usar óculos de grau também porque os raios solares podem irritar o olho. É muito branco e luminoso, ao tirar o óculos de sol, era difícil ficar com os olhos abertos. O primeiro alojamento é feito de sal, tem jantar e café da manhã ótimos, cobertores e itens à venda caso precise comprar. Quartos privados com banheiro. Há dois locais para tomar banho, custa 10 bolivianos, dá direito a 10 minutos de água, mas, é água morna e ela fica pingando pouquinho, nem pense num maravilhoso chuveirão, nem chega perto.

 

Dia 2 > Sai do alojamento 6h e percorre locais mais parecidos com ambiente desértico. Tem as belas lagoas, animais soltos, comunidades perdidas no meio do nada, e precisa guardar 150 bolivianos para garantir a entrada em um dos parques. Almoço por volta das 12h, encerrando no segundo alojamento às 16h. Esse alojamento é o mais punk. Jantar e café da manhã mais simples. Eles deram um vinho, sugiro levar um também. Quartos com colchão fino e poucas cobertas. Dormi com três calças, uma meia, duas blusa e mesmo assim, de madrugada, teve uma hora que eu senti frio. Das 6 pessoas do meu quarto, 4 levaram saco de dormir. Senti frio sim, mas é suportável. Nesse alojamento não há local para tomar banho. O banheiro é pequeno e, depois de tanto uso, começa a ficar fedorento. Energia é solar, ou seja, uma hora ela acaba, por isso, levar lanterninhas pequenas ou de cabeça. Água da pia extremamente gelada. Usei lenços umedecidos infantis para pelo menos limpar as partes íntimas. Foi nesse dia, pela manhã, que nosso motorista dormiu ao volante e tirou o carro da estrada de terra CINCO vezes. Depois de confrontá-lo, aí sim, ele resolveu descansar, mascar folha de coca e seguir o caminho com mais segurança. Não é uma estrada tipo rodovia, mas o carro leva em cima litros e mais litros de gasolina, acidentes poderiam acarretar em explosões!

 

Dia 3 > Acorda 4h para ir aos gêisers. Muito frio. Segui com duas meias (lã e algodão), a bota que usei durante toda a viagem, três calças (segunda pele, moleton, jeans) e quatro blusas (segunda pele, lã fina, moletom grosso com capuz e casacão). Além do capuz do moletom, usei um gorro que comprei no Peru. Depois dos geisers tem a piscina termal com água bem quente, mas estava muito frio, não entrei, embora muita gente entra sim. O jeep seguiu por mais belas paisagens até nos deixar na fronteira com o Chile, às 9h30, onde uma van nos levou a San Pedro. Os demais ocupantes do jeep retornaram para Uyuni. Em toda a viagem usei creme para o rosto apenas uma vez, uma amiga minha usava toda noite, ela comprou um especial para o rosto.

 

Sobre a agência, creio que é sorte, você pode pegar um motorista legal ou mala, ou bêbado, ou dorminhoco. É sorte pura. Foi o passeio com mais perrengues na minha vida, mas valeu a pena cada segundo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...