Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
LF Brasilia

Sugestão: tópico sobre modo de agir no fórum

Posts Recomendados

Pessoal,

Acompanho o fórum há algum tempo, embora tenha demorado um pouco a me cadastrar.

Às vezes vejo que algumas discussões vão para o off topic (ex: https://www.mochileiros.com/topic/67491-como-ir-de-arequipa-x-cusco-de-ônibus/) e sinto falta de um espaço para discutir em aberto questões de "netiqueta" (nem se usa mais essa palavra!) no fórum. Uma espécie de metafórum sobre modo de agir, pois os metatópicos que encontrei são mais sobre questões técnicas.

Esse tipo de metafórum às vezes é complicado, principalmente se houver problemas de convivência entre usuários. De qualquer forma, fica a sugestão.

 

 

  • Gostei! 1
  • Obrigad@! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então galera,

Essa coisa de fazerem perguntas repetidas é impossível resolver,  nós já mudamos muita coisa nos quase 20 anos de existência do fórum pra tentar ajudar o usuário achar as informações, mas não há nada que possamos fazer pra evitar perguntas repetidas. Só seria possível fazer isso proibindo novos usuários de postar perguntas nesse fórum, mas isso faria o fórum ficar menos movimentado e a longo prazo, o resultado seria pior que as perguntas repetidas.

O Facebook mudou a maneira como as pessoas navegam e usam a web,  quase ninguém mais faz buscas, o número de buscas no próprio Google vem caindo ano após ano. Os apps de instant messenger como WhatsApp dão a sensação que pra saber sobre qualquer coisa,  é mais fácil perguntar pra alguém em algum grupo sobre determinado assunto do que fazer uma pesquisa e muitos novos usuários entram aqui com esse "vício".  Foi por isso mesmo que criamos o fórum perguntas e respostas. Nós sabemos que praticamente todas as perguntas feitas aqui já foram respondidas anteriormente nos longos tópicos do formato antigo, mas sabemos também que elas são difíceis de achar na busca. Há tópicos com quase 1.000 páginas e ninguém vai ler isso hoje em dia. 

As pessoas estão perdendo muito por não lerem os bons relatos,  por não pesquisarem, mas estamos diante de mudanças de comportamento no uso da web, não é um problema apenas nosso.  Sites com informação de referência como fóruns e blogs estão perdendo espaço para grupos de mensagens instantâneas e apps de grandes corporações.  Se esse cenário persistir a longo a prazo, espaços com informações alternativas como o Mochileiros.com serão muito raros.  A tendencia é criarem apps pra venda de todo tipo de serviços turístico e cada vez menos as pessoas irão se informar de como ir de forma independente e econômica.   

Nós iremos fazer em breve outra reformulação na organização do conteúdo do fórum, a ideia é ter muito menos categorias e talvez isso facilite mais o uso, mas acredito que as perguntas repetidas seguirão como sempre pois paradoxalmente é isso que mantém o fórum ativo. 

Temos um grupo com mais de 400.000 no Facebook e lá há mais perguntas repetidas que aqui. Participo de outros grupos e fóruns sobre outros assuntos e são exatamente como aqui. 

De qualquer forma, se alguém tiver alguma ideia de como melhorar isso no ambiente do fórum, fique a vontade para sugerir.  

 

1. Uma coisa que dificulta o acompanhamento das discussões, mas é muito difícil reprimir (dependeria da consciência dos usuários), é o desvio de tema:

- Estou planejando uma viagem para a Antártida. Dicas?

- Que legal! Vou pegar carona no seu tópico. Alguém tem dicas para a Tunísia?

Estou exagerando. :D Mas ontem vi uma situação parecida, substituindo "Antártida" e "Tunísia" por "América do Sul" e "Europa".

Aí todo mundo começa a responder sobre a Tunísia e a pobre criatura que criou o tópico sobre a Antártida fica esquecida. Quando alguém quiser viajar para lá, vai ver um monte de tópicos desenvolvidos pela metade e vai acabar criando outro. E quem quer ir para a Tunísia não vai procurar informações num tópico sobre a Antártida.

 

2. Ah, os grupos de whatsapp. Se bem que antes já havia o e-mail, de qualquer forma.

Usuário chega e faz perguntas/relato/roteiro. Aí vem outro:

Legal, quem estiver interessado aí vai meu whatsapp: xxxxx

Já vi discussões no fórum antigo sobre essa prática de expor os celulares aqui e esvaziar as discussões. Não sei muito bem o que sugerir, na verdade. Nos fóruns de companhia para viajar até acho OK. Já nos outros, vejo que realmente esse esvaziamento tem ocorrido.

  • Gostei! 1
  • kkkkkkk 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@LF Brasilia 

Foi bom vc criar esse tópico.  Vou esperar a interação dos demais usuários interessados pra gente discutir esses temas e tentar encontrar um consenso para as mudanças que o fórum precisa. 

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lembro da época em que entrava em um tópico sobre um roteiro de viagem ou companhia para viajar e todo mundo interagindo. Olhem um exemplo claro que acontece com praticamente todos os tópicos do tipo na atualidade. Vejo isso todas as vezes que visito o site, o pessoal vem aqui pegam algumas dicas, criam o grupo no whatsapp e nunca mais voltam aqui para compartilhar dicas atualizadas, sinceramente a unica saída que vejo para o site voltar aos bons tempos é proibindo divulgação de whatsapp, o bom em tratar da viagem aqui no site, é que o tópico permanece com as dicas e outras pessoas podem acessar.  Se continuar da maneira que está indo, infelizmente não vejo um futuro promissor para o site, o mesmo irá ficar desatualizado. 

 

  • Gostei! 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso é um caminho sem volta.  

A criação de tópicos apenas com intenção de divulgar grupo de WhatsApp já é proibida e vários tópicos são deletados semanalmente, mas proibir a troca de número do whatsapp como forma de contato é o mesmo que tapar o sol com a peneira.  O fórum antigamente era usado pra todo tipo de coisa, até pra bater papo.  Hoje ninguém mais usa fóruns de internet pra isso.  Como disse anteriormente a internet mudou e o tipo uso dos fóruns, nunca mais será como foi antes,  terá que mudar também, como já vem mudando. O fórum será adaptado aos poucos pra esses novos tipos de uso.  Além disso nós iremos lançar um outro aplicativo que ajudará a suprir esses vazios que o fórum não mais resolve.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, LF Brasilia disse:

1. Uma coisa que dificulta o acompanhamento das discussões, mas é muito difícil reprimir (dependeria da consciência dos usuários), é o desvio de tema:

- Estou planejando uma viagem para a Antártida. Dicas?

- Que legal! Vou pegar carona no seu tópico. Alguém tem dicas para a Tunísia?

Estou exagerando. :D Mas ontem vi uma situação parecida, substituindo "Antártida" e "Tunísia" por "América do Sul" e "Europa".

Aí todo mundo começa a responder sobre a Tunísia e a pobre criatura que criou o tópico sobre a Antártida fica esquecida. Quando alguém quiser viajar para lá, vai ver um monte de tópicos desenvolvidos pela metade e vai acabar criando outro. E quem quer ir para a Tunísia não vai procurar informações num tópico sobre a Antártida.

Isso é um exemplo do que eu disse sobre as pessoas não utilizarem mais a busca, não só aqui, mas em todos os lugares parecidos com fóruns na web.  Esse tipo de interação é praxe em nosso grupo do Facebook.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, Rogerio K C disse:

Olá,

No intuito de contribuir com o aperfeiçoamento do fórum, há algumas coisas que, pelo menos para mim, trazem alguma dúvida na hora de postar: por exemplo, quando você tem uma dúvida sobre algo de um destino específico, deve escolher a categoria "Perguntas e respostas" ou "Destinos"? É apenas um exemplo do que pode causar dúvida na hora de postar, dentre as diversas categorias disponíveis no sistema... Acho que isso também vai bagunçando as mensagens e acaba permitindo a criação de muita coisa repetida.

Talvez poderia ter alguma instrução do que deve ser colocado em cada categoria, para o usuário se orientar melhor.

Nós estamos tentando criar um novo modelo de organização para o fórum.  Esse modelo atual ficou confuso demais para a geração que não conhece fóruns de internet.  O mais perto que eles conhecem são os grupos de WhatsApp e Facebook e nesses 2 espaços não há subdivisões, há apenas um espaço pra postar e tudo fica subindo e descendo numa timeline. 

Não dá pra fazer isso com nosso conteúdo, pois nós somos mais que um bate papo, temos mais de 10.000 relatos, há muito conteúdo de referência.  Então parte do site terá que ser assim parecido com esses apps mais modernos e a outra parte terá que permanecer em categorias. Esse é o desafio. 

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
57 minutos atrás, Silnei disse:

Isso é um exemplo do que eu disse sobre as pessoas não utilizarem mais a busca, não só aqui, mas em todos os lugares parecidos com fóruns na web.  Esse tipo de interação é praxe em nosso grupo do Facebook.  

Não sei como está o Facebook hoje em dia... mas quando eu tinha perfil realmente achava bem chato pesquisar por lá, porque o conteúdo vai sendo carregado aos poucos.

Eu não tinha pensado na questão da falta de subdivisões. Isso estimula o tal "pegar carona" em vez de criar outro tópico ou identificar um tópico preexistente que trate daquele tema.

Aí entra um problema que a administração procurou prevenir quando criou o "perguntas e respostas": os títulos vagos. Gente, eu trabalho com suporte ao usuário e a pior coisa é ver aquele monte de e-mails com títulos como "erro", "socorro", "urgente", "ajuda". E pra fazer a triagem disso?

Além do comportamento das várias gerações de usuários de internet, existe outro ponto: o comportamento dos viajantes. Pesquisar sobre os destinos deveria ser uma das fases mais legais da viagem. É quando você aprende sobre a história do lugar, a comida, a música, expressões básicas do idioma, etc... a viagem vai servir para colocar em prática esse conhecimento. A internet por um lado facilitou essa parte; por outro lado você pode se confundir no meio de tanta informação. Separar o joio do trigo no meio de tantos sites e blogs faz parte da pesquisa.

Só que a fase recente de promoções de viagens, programas de milhagens, instagram, blogs de viagem, youtubers, etc ajudou a estimular uma competição de quem vai a mais lugares. Daí a ansiedade em visitar o máximo de cidades/países possível. 

Uma coisa é pesquisar sobre destinos no Quênia e no Zimbábue, ficar em dúvida e perguntar quais as melhores opções de viagem entre esses lugares.

Outra coisa é dizer: "quero ir a algum país da África. Escolham um pra mim". Gente, que responsa! E o risco após uma pergunta tão aberta é que as respostas sejam pouco focadas, pouco informativas.

Agora, se a pessoa disser que comprou por impulso uma passagem em "promobug" para a África, aí a coisa muda de figura. Ela vai ter que decidir se fica no destino da passagem, se visita algum país vizinho, enfim. É mais natural que esteja perdida. Também acontece no caso de viagens a trabalho que surgem de repente. Mas isso é exceção.

  • Gostei! 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
15 horas atrás, LF Brasilia disse:

Aí entra um problema que a administração procurou prevenir quando criou o "perguntas e respostas": os títulos vagos. Gente, eu trabalho com suporte ao usuário e a pior coisa é ver aquele monte de e-mails com títulos como "erro", "socorro", "urgente", "ajuda". E pra fazer a triagem disso?

No fórum Perguntas e Respostas nós deletamos os tópicos sem pergunta, mas é um trabalho infinito e muitas vezes passa e alguém já respondeu. Vou colocar novamente na descrição deste fórum que tópicos sem perguntas serão deletados, vamos acompanhar o resultado. 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por aronj
      Me ajudem com uma dúvida. Comprei minha primeira bota de trilha, uma Macboot, e fiquei muito em dúvida quanto ao tamanho. Entre o 39 e 40, o primeiro parecia justo demais e outro dava uma leve folga na parte de trás. Comprei a numeração menor, pois sempre ouço o pessoal falando que deve-se dar uma boa usada na bota antes pra laceá-la antes de usar na trilha. Minha pergunta é, as botas costumam mesmo dar uma boa folgada com o uso ou seria melhor eu trocar pela maior? 
    • Por Mochileiros.com
      Para mochilar mundo afora não basta só colocar uma mochila nas costas e sair por aí, é preciso planejar a viagem com antecedência e pesquisar bastante sobre os destinos que pretende visitar. Quanto maior for o seu conhecimento sobre os destinos, melhor (e mais barata) será sua viagem.
       
      As dúvidas abaixo são as mais frequentes feitas por mochileiros de primeira viagem. Se elas não responderem suas dúvidas, faça uma pesquisa utilizando o campo de busca que aparece no cabeçalho do site. Na busca você pode inserir perguntas e palavras chave da maneira que achar melhor.
       
      Para dúvidas rápidas e pontuais, abra um tópico no fórum Perguntas Rápidas e não esqueça que o título do tópico deve ser a pergunta.
       
      Por onde começar:
       
      1 - Planejamento Antecipado e Documentação
      2 - Como criar um Roteiro de Viagem
      3 - Como Economizar em Transporte
      4 - Como Economizar em Hospedagem
      5 - Como Economizar em Alimentação
      6 - Levar dinheiro, cartão pré-pago, crédito ou débito?
      7 - Dicas sobre Segurança
      8 - Como acampar pela Primeira vez
      9 - FAQ - Perguntas frequentes
    • Por Mochileiros.com
      DICAS SOBRE SEGURANÇA
      A segurança é uma das principais preocupações de quem pretende mochilar pela primeira vez. O fato de viajar com uma mochila nas costas de forma econômica e independente (sem contratar uma agência), não acrescenta risco à sua segurança, ao contrário, pode até representar mais segurança se você fizer a lição de casa e pesquisar muito para obter o máximo possível de informações sobre os locais para onde irá viajar. Se informando bem, você estará muito mais seguro do que qualquer cliente de operadora e saberá o que evitar ou não. Portanto não tenha medo de botar o pé na estrada e siga as dicas abaixo:
       
      1. MANTENHA SEU PASSAPORTE EM LOCAL SEGURO
       
      Em muitos países existem quadrilhas especializadas em roubo de passaportes e o passaporte brasileiro é um dos mais valiosos do mundo, afinal, qualquer um pode se passar por brasileiro. Para protegê-lo, muitos viajantes utilizam “doleiras”, também conhecidas por “money belt“, que é uma espécie de cinto com um bolso que ficará grudado ao seu corpo por debaixo das roupas. Existem também as leg wallets, que são uma espécie caneleiras com bolsos.
       
      2. NÃO DÊ INFORMAÇÕES DE SUA VIDA PRIVADA E NÃO DIVULGUE SEU ITINERÁRIO PARA ESTRANHOS
       
      É comum (e saudável) fazer amizades ou conversar com pessoas sentadas ao seu lado no avião ou ônibus, especialmente se for uma viagem longa. Porém não transforme sua vida e sua viagem em um livro aberto. Você estará empolgado, com bom astral e portanto socialmente suscetível e isso o tornará uma vítima perfeita para golpistas e afins. Se limite aos assuntos superficiais desde que ele não seja sobre o seu itinerário ou sua vida privada, ou qualquer outra informação que possam usar para armar algo contra você. Como dizem por aí, boca fechada não entra mosquito!
       
      3. FECHE BEM A MOCHILA
       
      É importante fechar muito bem a mochila com cadeados e capas de proteção para impedir que algo seja roubado ou que ela seja usada por terceiros para transportar produtos ilícitos, como drogas ou qualquer outro tipo de contrabando.
       
      4. CUIDADO COM O DESLUMBRAMENTO
       
      Viajar é uma das melhores coisas da vida e durante a viagem em muitas situações você estará deslumbrado com algo. Isso o tornará uma presa fácil. Desfrute muito, mas siga vigilante e atento.
       
      5. NÃO OSTENTE
       
      O pior de todos os comportamentos de risco sem dúvida é a ostentação. É o querer parecer diferente, querer destaque. Durante sua viagem você irá ver mochileiros do mundo todo sempre com roupas simples, sem penduricalhos ou outros objetos que chamem atenção, essa é a receita. O ideal sempre é não destoar muito da população local, ser apenas mais um na multidão. Seja discreto e sobretudo circunspecto, essa é a receita de sucesso!
       
      6. FIQUE DE OLHO NO MAPA DO CRIME E NOS GOLPES CONTRA TURISTAS
       
      As pessoas costumam evitar locais com altos índices de criminalidade até mesmo nas cidades onde moram e durante uma viagem isso não deve ser diferente. É bom saber quais locais evitar ou que tipo de golpes são aplicados em turistas nos destinos que irá visitar. Há diversos mapas na internet com esses dados, procure no Google pelas palavras chave: “nome do destino + Crime Map”. Em várias cidades do mundo há gangs especializadas em aplicar golpes contra turistas, por isso é bom saber antecipadamente como evitá-los. Para isso mais uma vez o Google pode ser uma ferramenta útil. Busque por “tourist scams in + nome do destino”, exemplo “tourist scams in Paris” e você irá encontrar diversas publicações sobre os principais golpes praticados contra turistas no destino que irá visitar.
    • Por Mochileiros.com
      Como fazer com a grana no exterior? Qual moeda comprar? Quanto levar em cash? Qual a opção de cartão com menor taxa? O que é VTM?
       
      Nunca leve em espécie tudo que irá gastar. Espalhe seu orçamento em outras formas de pagamento.
      O que levar em espécie divida em várias partes. Exemplo: coloque uma parte em um Money Belt, outra em um Leg Money Belt, uma terceira parte em alguma peça de roupa na mochila (que ficará sempre perto de você, não na despachada ou que ficará no hostel) e a quarta parte para fazer pequenos pagamentos, na carteira ou bolso ou faça da maneira que achar melhor mas “nunca deixe todos os ovos na mesma cesta“.
       
      QUAL MOEDA LEVAR?
      As recomendações atuais para levar dinheiro em cash são as seguintes:
      Para Zona do Euro = Compre Euro
      Para Inglaterra = Compre Libra
      Para Argentina = Leve Reais e troque por pesos
      Para os EUA e demais países = Compre dólar.
       
       
      CARTÕES PRÉ-PAGOS
       
      Cartões pré-pagos são cartões que você “carrega” uma quantidade dinheiro e pode fazer saques em outras moedas mundo afora. O VTM ou Visa Travel Money foi um dos primeiros lançados no Brasil e ainda é muito utilizado por viajantes brasileiros, porém hoje há diversos outros cartões do gênero. Basta procurar no Google por “Cartão pré-pago internacional” que você irá encontrar uma infinidade deles. Encontre um que ofereça as melhores vantagens e coloque parte do seu orçamento nele. A cada carga ou recarga são cobrados 6,38% de IOF.
       
      CARTÕES DE CRÉDITO E DÉBITO
       
      Cartões de débito e crédito internacional também são opções. Os da Rede Cirrus são aceitos em 210 países. Neste link você irá encontrar uma busca por ATM’s (Caixas eletrônicos) em todo o mundo. A rede VISA atende 170 países e neste link abaixo você encontrará um sistema de busca por estes ATM’s. A cada saque são cobrados 6,38% de IOF. Se o seu cartão não é internacional peça um ao gerente de seu banco.
      É importante avisar antecipadamente ao seu gerente que haverá saques e ou compras no seu cartão (de crédito e ou débito) em outro(s) país(es), para evitar eventuais bloqueios bem naquela hora que você mais precisa.
    • Por Mochileiros.com
      A alimentação é mais um item que vai levar boa parte do seu orçamento e, caso você venha a dar um pequeno vacilo com qualquer coisa que comer ou beber durante a viagem, a chance de ficar de molho por alguns dias por conta de intoxicação alimentar é grande.
       
      Os casos da chamada Diarreia do Viajante são muito comuns, alguns sites dizem que chegam a afetar até 50% dos viajantes. A causa provavelmente é a mudança temporária de hábitos, temperos, sabores, descuidos alimentares e da bactéria Escherichia Coli.
       
      Para evitar a contaminação, além dos cuidados básicos de higiene e de alimentação, hoje há também uma vacina tomada de forma oral chamada Dukoral que além da Escherichia Coli, também protege contra a Cólera.
       
      Tópicos Relacionados:
      - Diarréia do Viajante - Guia Prático de Tratamento Fundamental.
      - Medicina do viajante - Consulta grátis e pouco divulgada
      - Diarréia do viajante - Perguntas e Respostas
       
      CAFÉ DA MANHÃ INCLUSO + SUPERMERCADO: A DUPLA DE SUCESSO!
       
      Se hospede em lugares que ofereçam café da manhã incluso e cozinha coletiva. Geralmente a maior parte dos hostels oferece as 2 opções, assim você já elimina este custo do café da manhã e pode se virar pra cozinha seu almoço ou jantar. Escolher apenas uma das duas opções pra conhecer a gastronomia local é outra forma de economizar (aí vale a dica abaixo).
       
      FUJA DOS “RESTAURANTES PARA TURISTAS”
       
      Os restaurantes frequentados por moradores certamente terão os pratos da gastronomia local a preços bem menos salgados. Se você não curtiu a comida local por algum motivo, mais uma vez o mercado entra em cena.
  • Seja [email protected] ao Mochileiros.com

    Faça parte da maior comunidade de mochileiros e viajantes independentes do Brasil! O cadastro é fácil e rápido! 😉 

×