Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Juliana Champi

RELATO: 3 SEMANAS FODÁSTICAS PELOS EMIRADOS (Dubai e Abu Dhabi) E JAPÃO (Osaka, Kyoto, Nara e Tokyo)

Posts Recomendados


DUBAI

26 de novembro (domingo): chegada!

O primeiro A380 a gente nunca esquece! (FOTO 1) Imeeenso, emocionante... queria ter subido depois do voo pra ver a primeira classe mas fiquei com preguiça, deixei pra quando voltasse. Nós tínhamos feito check in pela internet na esperança de conseguirmos marcar lugar antes juntos, pois não tínhamos reservado, era caro. Estávamos em 4 pessoas com 3 reservas... mas a seleção de assentos é aleatória, meu marido e filho que estavam na mesma reserva tinham sido colocados juntos, eu e o Lio em reservas separadas tínhamos ficado separados. No despacho de malas em GRU conseguimos remarcar juntos... ficamos em uma fileira de 4 assentos no meio da econômica! (FOTO 2)

5a3929123eb82_1-oprimeiroA380davida!.jpg.a0cc7ddf3d2603b126aed34821ae4dfa.jpg

FOTO 1 - o primeiro A380 a gente nunca esquece!

5a3929158d77b_2-sentadinhosjuntinhos!.jpg.268da3fbfdefcd405940324787a3b88e.jpg

FOTO 2 - sentadinhos juntinhos, rs!

Comida boa, vinho bom, amenities bonitinhos, foto instantânea das crianças a bordo, super legal! Depois de sair de GRU 01h25, em um voo de pouco mais de 14 horas, chegamos em Dubai às 21h45 (hora local, 6h do horário de verão do Brasil).

Tinha reservado o carro pra pegar às 22h. Passamos pela imigração, que conferiu o visto e carimbou sem perguntar nada, pelos controles de bagagem, que nos chamou de canto e conferiu mais alguma coisa... e finalmente... entramos! Estávamos em Dubai!

Obs. Ouvi dizer que o controle de mala e detecção de metal em Dubai é super chato, então desconectei minha bomba de infusão de insulina para passar pelo controle. Sou diabética e uso este aparelho 24h conectado ao corpo por um cateter. Sempre que passei em outros aeroportos com meu pâncreas eletrônico, kkk, tomei geral e fui escaneada. Decidi que vou desconectar sempre, passar a bomba de infusão pelo raio-x mesmo na mala de mão e boa. Zero problema. Mas nem foram chatos tb.

Pegamos as malas que chegaram sãs e salvas, paramos pra alugar o pocket wifi conforme mencionado no início do relato e fomos buscar o carro. Alugamos pela Thrifty. Achamos a loja sem muito problema e depois de ter pago taxas extras e etc, saímos do aeroporto a caminho de casa!

Obs. Nunca tínhamos alugado carro antes, então na hora de alugar pelo www.rentalcars.com adicionamos GPS e seguro total. Acontece que este GPS tem que ser pago no local e o seguro total é do site... da rentalcars. Lá na Thrifty eles meio que forçam vc a contratar o seguro deles, que é realmente melhor. Então se vc for marinheiro de primeira viagem feito eu no aluguel do carro, não contrate o seguro da rentalcars... contrate só o da operadora. GPS tb não pegamos pq a própria moça da loja nos disse que tinha um aplicativo que operava muito bem em Dubai (esqueci o nome, sorry), mas nos viramos relativamente bem com o MAPS ME (mapas off-line) e Google Maps (com internet, quando o MAPS ME dava pau). Portanto não acho necessário GPS.

Nossa casa era distante uns 30km do aeroporto, se não me engano. Nos perdemos um pouco pq Dubai é uma loucura. Tem 7 pistas de cada lado e umas rotatórias gigantescas com vários andares, contornos, desvios e bifurcações (FOTO 3)!!

5a3929190a319_3-rotatriasinsanasdeDubai!.jpg.5f988c5ebf156ae84a70a5af4774e786.jpg

FOTO 3 - Fala se essa rotatória não é locaaaa

Tanto o MAPS ME quanto o Google Maps as vezes mandavam a gente pegar a pista errada e o retorno era sempre há 5km, kkkkkk... mas nos últimos dias de viagem já estávamos craque e quase não nos perdíamos mais, hahahauaha!

Chegamos em casa cerca de 23h30, fora do horário de check in tolerado pela anfitriã (até às 21h). Ela tinha nos oferecido check in presencial mediante pagamento de 100 Dirhans (cerca de 90 reais), ou self check in: entraríamos a pé no prédio, pegaríamos a chave embaixo do tapete da porta dela e dentro do ap pegaríamos o cartão pra entrar no estacionamento. Optamos pela segunda opção e deu tudo certo. Ela nos orientou a falar pro porteiro que éramos amigos dela e ele nem embaçou!

A casa era tal como descrita nas fotos, a anfitriã bacana, sempre respondendo dúvidas e dando dicas e embora não a tenhamos conhecido, recomendo o local, no entanto, SOMENTE se estiver com carro, pq é longe pacarai. Eu avaliei o apto dela mas ela não me avaliou, então não fui publicada. Tem anfitrião que faz destas, rs.

Naninha pra desbravar Dubai no dia seguinte! Estávamos exaustos.

27 de novembro (segunda): Madinat Jumeirah, Atlantis The Palm, Dubai Mall e Gi!

Antes de começar, apenas para facilitar a leitura, a moeda dos EAU é o Dirhan, e 1 dirhan vale mais ou menos 90 centavos de real. Então a conversão 1x1 facilita a interpretação dos preços, descritos sempre em dirhans!

Acordamos cerca de 8h, comemos alguma bobeira em casa trazida do avião e que a anfitriã deixou e saímos rumo ao Madinat Jumeirah. Nos perdemos um pouco, sempre, kkkk, mas chegamos. As placas indicativas podem parecer um pouco confusas no começo, mas com o tempo passam a ajudar muito (FOTO 4).

5a39291db494a_4-placasindicativasajudarambastanteaescolherapistacerta..jpg.fccec7843dd3356029e4d12c20312107.jpg

FOTO 4 - as palcas indicativas que ajudaram muito!

O Madinat é um complexo de hotéis e um souk, mercado ao estilo árabe (FOTO 5), e os hotéis e mercado se conectam por canais, vc pode passear de barquinho por eles.

5a3929237caad_5-entradadosoukmadinat.jpg.7cd6888d003c5bdc234c705fea4513a1.jpg

FOTO 5 - entrada do mercado.

Eu achei este lugar LINDO! Se um dia fosse ryyyca e voltasse a Dubai me hospedaria neste complexo. Apesar de não termos entrado em nenhum hotel, acessível somente para hóspedes, o lugar é lindo demais. O mercado, apesar de chique para os meus padrões, é bem árabe e eu gostei bastante. Tem coisas de outros países além dos próprios EAU, especialmente Turquia (FOTO 6) e comida acessível. Comemos Shawarmas deliciosos e sobremesas fantáticas pelos preços da FOTO 7!

5a39292958535_6-lojinhaturcaadoroestasluminrias.JPG.f38adf5d3f0e2321d4dcf7bdbcbdc2d2.JPG

FOTO 6 - lojinha turca, adoro estas luminárias.

5a39292d39706_7-preodorangonosoukmadinat.JPG.4ea2d2c49fd383de3d2829c07f98e5b9.JPG

FOTO 7 - o preço acessível do rango no madinat souk

Se vc quiser gastar um rim num restaurante chiquérrimo pode tb! Tem opção pra todos os bolsos. E gente, não vende bebida alcóolica em praticamente nenhum lugar nos EAU, somente em parcos e refinados restaurantes. Se vc quiser pagar 50 pila numa long neck vc consegue beber. O legal é que estes restaurantes reconhecem ocidentais pinguços e chamam... hey... aqui tem álcool... hahahahauaha... sofremos! Se vc é alcóolatra, verifique se é possível levar na mala despachada, acho que pode.

Nós acabamos fazendo o passeio de barquinho pelos canais do Madinat apesar de caro (80 dirhans por pessoa se não me engano, João metade), mas sabe como é primeiro dia, muito deslumbramento, hahahauaha, mas não me arrependo não. Visual lindo! O Burj Al Arab, um dos hotelzões milhões de estrelas dos EAU é visto de vários pontos, tanto do chão quanto do passeio de barco (FOTOS 8, 9 e 10).

5a392932b32a2_8-debarcopeloscanaisdomadinat.jpg.0c8dceb01fd40b463badb481a818fc03.jpg

FOTO 8 - pelos canais do madinat!

5a3929383924d_9-vistadoburjalarabdoscanaisdomadinat.jpg.aa96c4bf1b8165f24f3186e6f948bc83.jpg

FOTO 9 - vista do burj al arab dos canais do madinat

5a39293d7133d_10-olenopracobrirdosolmassempretenhaumamo.jpg.a242468e93a9b29c601551281cf13af2.jpg

FOTO 10 - o lenço é pra não cozinhar a moleira, mas sempre tenha um com vc! :)

Depois de passearmos e comermos no Madinat, não estava nos planos, mas resolvemos dar um rolê de carro até Atlantis, The Palm. Este é aquele outro hotel fodástico que fica na ponta da Ilha Artificial em forma de Palmeira. Nós iríamos visita-lo no dia seguinte de monotrilho, já que disseram que de carro não dá pra ver a forma da Palmeira, mas mesmo assim fomos de carro e foi legal. Passamos por um túnel embaixo d’água e chegamos ao Hotel... véi, que MARA (FOTO 11)!!! Dá pra caminhar pela “beira mar” em frente a ele, na verdade em um trecho imenso, mas o sol de 300 mil graus não ajuda muito!

5a39294309a6b_11-portaldoAtlantisThePalm.jpg.ba3ed98c915583311ac73981e023a4bc.jpg

FOTO 11 - portal do Atlantis!

Do Atlantis seguimos para o Dubai Mall – o maior shopping do mundo. Gente, mesmo quem não liga pra shopping pode curtir este, foi meu caso. É gigantesco e tem muita coisa pra ver além de TODAS as lojas de grife do mundo. Tem até esqueleto completo de dinossauro de verdade servindo de decoração. Andamos muito, comemos no Tim Hortons, lanche bom, preço bom, apreciamos as vitrines ridiculamente ostentação das lojas e até patinei no gelo. Me julguem, adoro.

O engraçado é que aqui no Brasil tem trocentas mil regras de segurança pra isso... lembro no Snowland de Gramado que eles davam luvas, joelheira, cotoveleira, capacete, todas as proteções, dicas de segurança e até uma mini aula. Aqui eles perguntaram pra nós (eu e filho): sabem patinar? Sim. Nos deram os patins e foda-se. Se cair e alguém cortar seus dedos, quebrar a testa... problema é seu, kkkkk. Não lembro quanto foi mas não foi nada abusivo (FOTO 12).

5a3929464a632_12-patinaonogelosemnenhumaproteo!.thumb.jpg.3e53b81e387385262537a28e380876f2.jpg

FOTO 12 - sem joelheira, sem capacete, sem cotoveleira, sem talento... kkkkkk

Neste shopping tb tem um aquário gigante com um túnel onde se passa “embaixo d’água”, mas conseguimos ver o aquário e o túnel do lado de fora e não achamos que valia a pena gastar 100 PILA cada um... não fomos não (FOTO 13).

5a39294b15f01_13-otneldoaqurio....thumb.jpg.8284341adac288c759e25bf43c337521.jpg

FOTO 13 - tunelzinho muito pequeno né não?

O que mais ele tem? Cachoeira? Sim! (FOTO 14 e 15). Um corredor inteiro com teto de guarda-chuva de efeito hiper legal? Sim! (FOTO 16), escadas rolantes infinitas? Sim! (FOTO 17), enfim... tem TUDO.

5a39294f50acc_14-cachoeiradentrodoshopping.JPG.852561e17ccc42d24118d5fe1e8cf97b.JPG

FOTO 14 - cachoeira do dubai mall

5a392952a58b7_15-seeeelfiecomacachu!.jpg.96899aa995dfaa48cad5bd91812260b8.jpg

FOTO 15 - selfieeeee na cachu! kk

5a392958b8a6a_16-ruadeguardachuvas!.jpg.f61adcdb96ee4c197101f25962eca5ee.jpg

FOTO 16 - rua linda de guarda-chuvas

5a39295db60d1_17-escadasrolantesinfinitasegente...cadotinderhahahaua.jpg.b6a3eccc9fe57746f893b1fadebfdda1.jpg

FOTO 17 - escadas infinitas, gente, cadê o TINDER??

Do portão 6 se não me engano o shopping dá acesso ao Burj Khalifa – o maior prédio do mundo, ao show das águas, que ocorre das 18:30 às 22:30 (confirmem, pode mudar) a cada meia hora e a um outro “souk”, mercado árabe. É tudo lindo, superlativo e fantástico. O Burj Khalifa mal cabe na foto! Ficamos nesta área por umas duas horas, pois marquei de encontrar com uma amigona que mora em Dubai (Gisele) na porta giratória deste portão 6 pra irmos jantar! Visitamos o souk, vimos o show das águas várias vezes (FOTO 18 e 19) e aproveitamos a vista do Burj Khalifa de dia e de noite (FOTO 20 e 21). Iríamos subir nele no último dia da viagem!

5a392961b8c95_18-esperandooshowdasguas.JPG.a604eb82cafff2be39a0c4bb2bb92051.JPG

FOTO 18 - esperando o show das águas

5a39296674684_19-showdasguas.jpg.d8f0ab9f05fccdd78a62e2b2ebeefb29.jpg

FOTO 19 - show das águas

5a392968f111a_20-BurjKhalifadedia.thumb.jpg.e2ad7d494a32096d4db05e8e9eea221e.jpg5a39296df06ad_21-BurjKhalifadenoite.thumb.jpg.82be61e44eb1f5cdb86c55bbae595d19.jpg

FOTOS 20 e 21 - Burj Khalifa de dia e de noite!

A música a cada apresentação do show das águas muda, e não sei se foram os diferentes ângulos de visão dos quais assistimos, tive a impressão que existem shows diferentes.

Encontrei a parça e fomos jantar num restaurante indicado por ela, onde a comida foi lindamente deliciosa e com preço bom. Assim que achar meu caderninho de anotações que está perdido na minha casa atualmente em reforma, eu conto o nome dele e o preço! Pedimos uns pratos de carne, frango, falafel, e tava tudo gostoso. (FOTOS 22, 23 e 24).

5a392970f3ecc_22-eueapara.jpg.63dd7c40ed1dae553153f22bf3eeea5f.jpg

FOTO 22 - eu e a parça

5a392975c9290_23-falafeldelcia.jpg.e4a745b57cd5f1d97bd9c468f421fc8a.jpg

FOTO 23 - falafel delícia!

5a39297b8d7a7_24-carninhasdelcia.thumb.jpg.fe646b072e3803199ac0d63608738252.jpg

FOTO 24 - carninhas apimentadas!

De pança cheia, me despedi da amiga que veria de novo e fomos pra casa... infelizmente sem o tradicional goró pra relaxar!

Próximo Post: passeio de monotrilho, mais shoppings, Abu Dhabi e Global Village

  • Gostei! 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que maravilha de relato!

 

Adoro relatos bem detalhados como o teu! Estou iniciando o planejamento para ir ao Japão em janeiro de 2019 e vou seguir acompanhando tudinho por aqui.

 

Obrigada por compartilhar tua viagem! Abraço.

 

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa, cheguei por aqui para ler o seu relato, com um certo atraso, mas cheguei! Adoro suas viagens e seus relatos! Aguardando a continuação! Esse com certeza vai ajudar para minha futura viagem para Japão e também para EAU que também estão na minha interminável lista de lugares para conhecer! Hehehe. Beijos!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que maravilha de relato!
 
Adoro relatos bem detalhados como o teu! Estou iniciando o planejamento para ir ao Japão em janeiro de 2019 e vou seguir acompanhando tudinho por aqui.
 
Obrigada por compartilhar tua viagem! Abraço.
 
 

Oi Helen, que legal que está gostando, eu já continuo! Minha casa tá em reforma, kkkkk...

Japão tudo de bom!
  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Opa, cheguei por aqui para ler o seu relato, com um certo atraso, mas cheguei! Adoro suas viagens e seus relatos! Aguardando a continuação! Esse com certeza vai ajudar para minha futura viagem para Japão e também para EAU que também estão na minha interminável lista de lugares para conhecer! Hehehe. Beijos!

Vc vai amar miga! :*
  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ah, achei meu caderninho de anotações, kk! Só pra não perder de vista, lá naquele Madinat Jumeirah eu comprei um sorvete pro meu filho que custou 28 dirhans!!!::dãã2:: Só vi o preço depois que já tinha pedido e fiquei com vergonha de devolver! A patinação no gelo foi 60 dirhans por pessoa, caro, mas podia ficar lá duas horas... ficamos uma! E a janta que fui com minha amiga foi no restaurante Shawarma Grill House. O prato custava em média de 30-40 por pessoa e as bebidas (água e refri, mas água Voss, kkk) de 12-15 dirhans. Bebida sempre quebra o rolê! Logo continuo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

28 de novembro (terça): Dubai Marina, Monotrilho, Battuta Shopping, Oasis Shopping e mercado (de comida mesmo)

Neste dia tínhamos programado visitar a “Palm” de monotrilho, por isso fomos até o Marina Mall (mais um shopping) e estacionamos o carro lá (gratuito, como a maioria), de onde parte o tram laranja (10 dirhans ida e volta) que dá acesso ao monotrilho (30 dirhans. Demos uma voltinha no shopping e apesar de bem bonito ele é só um shopping de Dubai, enorme e com todas as lojas que eu nunca entrei na vida (FOTO 25).

                                       25.JPG.963e2c3e41e20ec80b419e18ce2bb610.JPG

                                                                                                   FOTO 25: Entrada do Dubai Marina Mall

O passeio pelo monotrilho foi legal, mas não considero imperdível. Até dá pra ver uns pedaços da folha da palmeira (FOTO 26), hahauaha, mas não é tão sensacional e achei as passagens caras. Até pq me aconselharam a tentar sentar no primeiro vagão... eu até consegui... mas aí uma horda de gente se empilha em pé na sua frente pra tirar foto! Kkkkk (FOTO 27).

                                       26.JPG.e46ecd56e6fc8dec535864f7bcc3c3e4.JPG

                                                                                   FOTO 26: Pedaços da Palmeira vista do monotrilho.

                                         27.JPG.47fcf0136ce6bf8c09027520e461a320.JPG

                                                                                 FOTO 27: pessoas que se aglomeraram no primeiro vagão.

Descemos no Atlantis novamente, vimos uns carros de milhões de dólares, demos uma andada e voltamos, pois afinal já tínhamos passeado por lá no dia anterior. Acho que se não tivéssemos ido no dia anterior de carro íamos ter curtido mais o monotrilho.

De volta ao Marina Mall pegamos o carro e fomos para o Batutta Mall... sim, outro shopping. Tínhamos programado ir no Mall of Emirates esta tarde, o segundo maior do mundo, mas a Gi, minha amiga, disse que seria um shopping igual o Marina Mall... ostentação e só. Ela nos aconselhou a ir no Batutta pq lá cada “ala” do shopping tem uma decoração temática: Grécia, Egito, Deserto, Índia e por aí vai. O Shopping é de fato bem bonito e diferente, mas se vc estiver com roteiro apertado, não se mate pra ir lá.

Almoçamos no Extreme Shawarma e gostamos bastante, preço médio 30 dirhans por pessoa. Mas lá tem KFC, MacDonald, Pizza Hut, Subway... várias opções de lanches conhecidos.

Depois de andar um tanto (minhas fotos deste shopping não ficaram boas), pegamos o carro e fomos... pra outro shopping! Kkkkkkkk, mas calma, tem motivo!

Minha amiga trabalha no Oasis Center Mall, numa rede de academia chamada fitness first! Ela nos presenteou com uma massagem no Balance SPA, que fica no mesmo andar que ela trabalha! Fomos lá só pra isso! O shopping é menor e menos ostentação, mas bem bonito!

A massagem foi tipo shiatsu, bem boa. Fizemos massagem, sauna, banho, tomamos chá... meu marido se atrapalhou um pouco com o inglês do indiano que estava com ele e foi bem engraçado, ele não entendia que tinha que tirar toda a roupa e colocar tipo uma cueca descartável, rimos muito disso!

Depois do relax fomos a uns 3 mercados, incluindo um Carrefour, e nos divertimos vendo tanta coisa estranha aos olhos e prateleiras que pareciam repletas de cerveja só que não, kkkkkk, tudo sem álcool (FOTO 28). Compramos comida e café da manhã e fomos jantar em casa!

                                       28.JPG.c9f0e6e511b8cd06ac593f6c3ace1c18.JPG

                                                                                                 FOTO 28: kilos de cerveja, só que não.

29 de novembro (quarta): Abu Dhabi e Global Village

Acordamos bem cedinho, tomamos café em casa e seguimos para Abu Dhabi, cidade distante cerca de 140km de Dubai e capital dos EAU. Não tivemos problemas com a estrada, boa e sinalizada, mas não espere uma paisagem bonita... é bem monótona!

Abu Dhabi tem muita coisa pra fazer e dá pra ficar fácil mais de um dia, mas optamos por priorizar Dubai e fizemos só este bate-e-volta. Nossa principal atração era a Mesquita Sheik Zayed e fomos direto pra ela! MEO DEOS, que coisa linda!

Ela é toda branca, lindíssima e bem grande, ficamos umas duas horas lá. Vc já pode ir pra lá toda vestida sem mostrar nada, só o rosto, ou eles te emprestam as vestes! Isso vale principalmente para as mulheres mas homens de regata, bermuda curta ou muita tattoo tb tem que se cobrir.

As mulheres tb tem que cobrir bem os cabelos, se cai um pedacinho do lenço logo vem um guarda pedir pra arrumar, e são muitos guardas. Pode tirar foto a vontade mas não pode fazer pose, agachar, abrir os braços e estas coisas. Eles pegam a máquina e mandam apagar.

A mesquita é tão linda e tão grande que eu poderia ficar aqui o resto da vida postando foto, kkkk, mas nenhuma vai traduzir a beleza do lugar! VÁ! (FOTOS 29, 30, 31, 32)

                                            29.jpg.21d3a3b001d98d5d9ffe68d40fc1ea1c.jpg

                                                                                     FOTO 29: eu tendo que pagar de muçulmana! :)

                                         30.jpg.848cf2e65aba6c5c6e096ec844e6dd82.jpg

                                                                                                        FOTO 30: Mesquita linda!

                                                                       31.jpg.a0d2cc1704b616b00a262ba25b74a0df.jpg

                                                                                  FOTO 31: as colunas brancas cheias de flores!

                              32.jpg.48f56aee545988144c653de071f828c9.jpg

                                                                                         FOTO 32: teto sensacional de um dos salões!

Depois da Mesquita fomos almoçar. Paramos no caminho da nossa próxima atração, a Corniche Beach, e almoçamos num restaurante chamado Tripolis, muito bom, com pratos imensos, sobrou muita comida! E bom preço, cerca de 25 dirhans por pessoa.

Com a pança cheia fomos fazer digestão caminhando e olhando o fabuloso mar de Abu Dhabi, azul demais, lindo demais. João acabou entrando na água, nós ficamos só com os pezinhos mesmo (FOTO 33).

                              33.jpg.5330322be1da81c2e58de509deb6cc59.jpg

                                                                             FOTO 33: O mar azul da Corniche Beach e meu baby!

A praia em que “paramos” era delimitada por uma cordinha e era exclusivamente ocidental, árabes não podiam “entrar” nem passar por aquela faixa de areia. O salva-vidas mandava os que se aproximavam sair... mas vi mulheres de biquíni fora desta área cercada tb!

Pertinho de onde estávamos fica o Emirates Palace Hotel (FOTO 34), o mais luxuoso dos EAU e acho que do mundo... dizem ser sete estrelas, embora não haja esta classificação oficial. Vc pode entrar nele se for a algum dos restaurantes... vc pode tomar café com ouro até, kkkk! Mas a gente só queria dar um rolê e tomar o que fosse mais barato. Mas olha, tava tão calor, a gente tava tão de boa de bermuda que ficamos com preguiça de por calça e tênis (sim, homens não podem entrar de bermuda e garanto que o shorts que eu tava tb era considerado indecente embora fosse quase nos joelhos)... passamos por perto e não entramos.

                                      34.JPG.711d4db6c55e7d8e30289bfc33c59734.JPG

                                                                                                  FOTO 34: Emirates Palace Hotel lá no fundo!

Era quase 4 da tarde e resolvemos voltar pra Dubai e ir a um local pouco frequente em roteiros tradicionais ocidentais, talvez por ser longe a beça! Global Village! Lugar IMENSO, sério, muito grande, com muitos pavilhões... alguns representando regiões, outros países, continentes, aglomerado de países, enfim! O foco é arte, artesanato, produtos e comidas típicas de cada região/país/etc. (FOTOS 35, 36, 37, 38)

                                   35.jpg.c023203497c482e24576339da5a6364a.jpg

                                                                                                        FOTO 35: Entrada do Global Village

                                  36.jpg.ecc7416fb568b185689b53536bb8fbb8.jpg

                                                                                                    FOTO 36: Entrada do Global Village

                                          37.JPG.685ede13250d5d5ee6534b0a48e62919.JPG

                                                                                                               FOTO 37: Pavilhão Egípcio

                                                               38.JPG.f8fa2c8b15a36c8426d8a9e7e41e5443.JPG

                                                                                      FOTO 38: Pavilhão Europeu, legal só por fora.

Quase que só tinha árabe nesta feira gigante, não sei como eles não se confundem com as roupas todas iguais, rs! Comemos várias porcarias (pizza, churros, panqueca, pipoca, etc) e compramos várias bugigangas! Acho que conseguimos entrar em todos os pavilhões, mas ficamos mais de cinco horas lá dentro, alguns olhamos bem rapidinho e no final estávamos mortos!

Os pavilhões da África e Irã foram os melhores... o da África foi o mais interessante pra compra de coisinhas, o do Irã pelo show de bonecos gigantes... muito BOM! (FOTO 39). Todos os pavilhões tem apresentações artísticas!

                                                          39.jpg.1744638cd321de5c4d47da46a2e83492.jpg

                                                                               FOTO 39: Apresentação do pavilhão do Irã, muito legal!

O TOP bosta do Global Village vai pra China, cheia de tranqueira de quinta categoria, Europa... sofrível com nada típico ou cultural, e Américas... ai que desgosto. Nem uma barraquinha de espetinho brasileiro, kkkkk, só baboseira do Tio Sam e umas tranqueiras forçadas do México. #vergonha

Gente que canseira. Partiu Carrefour express perto de casa e cama!

Próximo post: mercado de especiarias, mercado do ouro, rally no deserto e muito mais!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Juliana, que viagem memorável! Lugares lindos!!!

Rachei de rir com a epopeia pra tirar o visto e todos os perrengues! ahhahahaha

São partes da história que depois que termina a viagem a gente cai na gargalhada pq vê que tudo deu certo ne? risos

Delicia de viagem! Parabéns!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Juliana Champi Ola Juliana! Estou indo para Dubai em fevereiro e também aluguei carro! Como funciona para estacionar nestes lugars que relatas aqui? Muito bom o teu relato! Parabéns!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por edu_sanzio
      Olá mochileiros!
      Comprei há um tempo a mochila Deuter Kid Comfort 3 para carregar meu filho, fizemos algumas trilhas e a mochila é excelente e posso atestar a qualidade da mesma, conforto para mim e para ele! Ultimamente não tenho tido a oportunidade de utilizá-la (e também ele cresceu e está bem mais pesado 😅), a última vez foi no Réveillon do ano passado, onde carregá-lo nessa mochila provou ser uma vantagem imensa em Copacabana, ele aproveitou bastante a queima de fogos em segurança e "de camarote".
      Abaixo seguem algumas imagens. Para alugar por um dia ou fim de semana é só entrar em contato comigo que conversamos: 21 99780-5858 (whatsapp)
      Edit 08/2020: Peço que o contato seja whatsapp pois não consigo acompanhar o fórum, enquanto esse post estiver aqui eu estarei alugando 👍 aguardo o contato!
       
       
       
       


    • Por rubens.manoel
      Bom, chegou minha vez de contribuir
      Farei um relato breve, mas com as informações que considero mais úteis.
       
      Passagem aérea e roteiro:
      As passagens aéreas foram compradas pela Etihad (hub em Abu Dhabi) mesmo pra quem vá pra Dubai é uma boa opção, já que a cia oferece transfer gratuito entre o aeroporto de Abu Dhabi e Dubai. O Etihad Express tem horários e tabelados e podems ser reservados com antecedência pelo site. Em Dubai os ônibus chegam/partem da loja da Etihad próximo a estação de metro Noor bank (linha vermelha), o trajeto leva 1h15 em ônibus sem wi-fi.
      Eu consegui uma boa promoção pagando R$2800 em 3 trechos: São Paulo – Abu Dhabi, Abu Dhabi – Nova Deli e Nova Deli – São Paulo (pois fiquei 1 semana nos Emirados e 2 semanas na Índia)
      Caso seu voo seja pela Emirates ou outra cia que te leve ate Dubai há estação de metro ligada ao aeroporto. Caso escolha sair do aeroporto de Dubai compre passagens para o vagão Gold no metro visto que o vagão comum é bem cheio..
      Lendo um pouco decidi por 1 semana nos Emirados sendo 2 dias em Abu Dhabi e 5 dias em Dubai (incluindo um day trip pra Omã – um país vizinho)
       
      Abu Dhabi
      Abu Dhabi não é uma cidade tão turística como Dubai e 2 dias foram suficientes para conhecer a cidade. É uma cidade bem conservadora, peguei calor de 40 graus e só vi outros 2 homens de bermuda.
      Nos ônibus homens e mulheres sentam separados – mulheres na parte da frente. Na primeira viagem vacilei e sentei no meio da mulherada
       
      Em Abu Dhabi ainda não há metro, mas há um bom sistema de ônibus. Na chegada a cidade optei por pegar um taxi do aeroporto ao centro pois já era tarde (Chorei um pouco e paguei Dh 70,00) viagem de 30 min.
      É possível fazer quase tudo de ônibus em Abu Dhabi (preço de uma viagem Dh 2,00)
      A principal atração da cidade Mesquita Sheikh Zayed fica bem afastada do centro, mas é possível pegar o ônibus 054 que te deixa na porta numa viagem de 45 min
      Me hospedei no centro (Hotel Grand Continental Flamingo) e paguei Dh 540,00 em 2 diárias - difícil achar algum lugar razoável por um preço menor
      Próximo ao hotel está o Capital Park, Formal Garden e é possível caminhar até a beira-mar, porém não é possível se banhar neste ponto. Para pegar praia tem que ir até a praia de Corniche. Há ônibus que levam até a extremidade da ilha (Al Marina) onde está o maios famoso shopping da cidade e de onde é possível fazer uma caminhada ou pegar um taxi até a Heritage Village.
      O edifício Capital gate (prédio com maior inclinação do mundo) fica um pouco afastado do centro e não vi ônibus que levava até ele, porém é possível observá-lo da avenida que leva para o aeroporto.
      Para ir de Abu Dhabi para Dubai muita gente utiliza taxi que custa em torno de Dh 200,00 porém utilizei a linha de ônibus intermunicipal E100 e paguei Dh 25,00. Em Abu Dhabi os ônibus intermunicipais partem do terminal de ônibus que fica próximo ao Al Wahda Mall na Sultan Bin Zayed the First St a cada 25 min e levam 2 horas até o terminal Al Ghubaiba em Dubai em ônibus com wi-fi. Excelente custo x benefício.
      A ponte Sheikh Zayed fica próxima ao aeroporto e caso vá de ônibus para Dubai passará por ela. Ela tem o formato de onda simbolizando as dunas do deserto. Linda!
      Não conheci o parque da Ferrari pois estava sozinho e não achei que seria um bom passeio alone, rs
       
      Dubai
      Como Abu Dhabi, Dubai é uma cidade em construção, há gruas para todos os lados e além disso há aquela poeira característica do deserto o que não permite admirar seu skyline de qualquer ponto.
      Eu sou louco por prédios e construção civil então achei que iria me apaixonar pela cidade. Porém, fiquei com a impressão de uma cidade fake, sem identidade. Mas ainda é um destino que vale ser ser explorado e acredito que chegará lá um dia..
      A cidade é dividia em 3 partes turísticas: Old Dubai (parte antiga de Dubai próxima ao rio Creek), Downtown (onde está o centro financeiro, o Burj Khalifa e o Dubai Mall) e Dubai Marina (onde estão prédios residenciais, a Palm, o Burj Al Arab). Como teria 4 dias completos na cidade usei um dia para cada parte da cidade e o 4º dia realizei uma day-trip para Omã.
      Em Dubai há 2 linhas de metro, 1 linha de VLT recém inaugurada e 1 linha de monotrilho na palmeira. O metro é realmente caro, mais ainda uma opção mais barata que o taxi dependendo da distância. A cidade é dividida em zonas e você paga a passagem de acordo com o número de zonas que anda (como em Londres). Em todas as estações há máquinas onde você compra seu nol card (para turistas Red Card) que custa Dh 2,00. Confira os preços de passagem para cada zona no site.
       
      Dia 1 Dubai Marina
      Parte bem agradável da cidade onde está a Marina walk, o cayan Tower (prédio torcido) acessível de metro pela linha vermelha. De lá você pega o VLT (linha laranja) até Gateway towers (entrada da palmeira). O monotrilho até a ponta da Palm (hotel Atlantis) custa Dh 25,00. Todos dizem que não vale a pena e realmente não vale, pois se você não vai ao hotel ou ao parque aquático não há o que fazer lá. É somente um passeio para conhecer esta ilha artificial.
      Próximo a entrada da Palmeira é possível pega um ônibus até a Umm Madinat Jumeirah Suqeim, onde estão a praia pública que dá vista para o Burj Al Arab e o souq para ricos
       
      Dia 2 DownTown
      Na parte da manhã visitei o Miracle Garden (Dh 30,00) e o acesso para o mesmo é meio complicado. Tentei ir de ônibus (linha F30) porém o ponto é bem longe da entrada do local e tive que pegar um táxi até lá (Dh20,00). Na volta peguei um taxi direto até a estação de metro mais próxima Mall of Emirates (Dh 50,00). Acabou sendo um passeio caro para fazer sozinho. Devido o calor dispensei o Za’abeel park que dizem ser o mais bonito da cidade e onde fica o charmoso Ripe Market. O Burj Khalifa é realmente incrível! Imponente, acabou se tornando o maior ponto de turístico de Dubai, visto que está anexado a ela o Dubai Mall (maior shopping do mundo), Souq Al Bahar e a fonte. É possível subir ao Burj para ter uma vista da cidade, porém a poeria impede visualizar longas distâncias. O Dubai Mall é realmente incrível e com o calor de Dubai acaba se tornando um ótimo passeio. Dentro dele está o aquário (Dh 80,00), uma pista de patinação, um souq, uma unidade da Eataly e todas as marcas de roupas do mundo, rs
       
      Dia 3 Old Dubai
      Parte antiga de Dubai onde é possível fazer um tour caminhando iniciando na Bastakia Quarter, depois visitando o incrível Dubai museum (Dh 10,00) e Bur Dubai souq. Para atravessar o rio utilize um abra (Dh 1,00). Do outro lado do rio está Deira onde é possível visitar o Deira Spice souq, Deira Gold e a Heritage House. É a parte histórica e mais barata da cidade onde você compra suas lembrancinhas, temperos, ouro e tudo mais que você quiser, rs. Lá não há tantos árabes, a maioria vem de países como índia, Bangladesh e Paquistão. São estas pessoas que também trabalham na construção civil e sem eles não seria possível erguer Dubai nesta velocidade que observamos.
       
      Dia 4 Bate-volta para Omã
      Próximo a Dubai há uma região chamada Musandam que pertence a outro país (Omã). É uma região de deserto banhada por águas verde-esmeralda. Paguei 150 dólares por um passeio que te leva de transfer do hotel até Dibba (cruzando a fronteira, não há problemas em cruzar a fronteira naquele ponto – não é necessário visto e não há problema se você tem o visto só de 1 entrada nos Emirados). De lá pegamos um barco que passa o dia navegando pelo mar com paradas para mergulho em alguns pontos e bebidas e comida incluso. É um passeio caro, mas você pode apreciar paisagens que nós brasileiros não estamos acostumados a ver.
       
      Comentários:
      Conhecer este conservador país foi uma boa experiência. Ver uma sociedade baseada em religião nos mostra como é bom viver num país livre.
      Lá a bebida alcoólica só é permitida em alguns hotéis e é extremamente cara. A homossexualidade é crime. Há vagão exclusivo para mulheres no metro. Há recomendação do tipo de roupa para entrar em alguns lugares.
      Dos lugares que comi recomendo a rede iraniana Hatam (preço justo e boa comida), Elevation Burger (excelente) e Il gelato di Bruno (sorveteria).
       
       
      Bom, quis fazer um relato curto
      Mas caso alguém queira mais informações sobre algum ponto, só mandar mensagem
    • Por Fora da Zona de Conforto
      Você ja usou o AirBnB? Tem medo de ficar na casa de um estranho? Quer tentar usar o AirBnB pela primeira vez e gostaria de algumas dicas para não passar sufoco? Então esse artigo é para você!
       

       
      O Airbnb, uma plataforma que oferece acomodações de viagem em casa/apartamentos de particulares, se popularizou muito nos últimos anos. 
      Além de ser fácil de encontrar um bom espaço para o seu gosto e necessidades em qualquer lugar do mundo, a plataforma também é uma das mais securas e confiáveis para se alugar um apartamento, casa ou quarto para viagem.
      Hoje estão disponíveis milhares de opções de hospedagem no Airbnb, com os mais diversos estilos e preços. No meio de tanta variedade é preciso saber fazer a escolha certa para não cair em furada.
      Confira a seguir 13 dicas de como escolher a hospedagem ideal no AirBnB.
      Continue lendo: 13 Dicas de Como Melhor Escolher a Hospedagem no Airbnb
    • Por Anaïs Nascimento
      Boa tarde pessoal, 
      Sou nova no fórum e tenho uma dúvida. 
      Bom, estou planejando um mochilão pela Europa, de um ano. Sem destino muito bem definido, mas com possibilidade de inverno rigoroso.
      Estou pesquisando uma botina bacana para o mochilão. A princípio, seria com fins urbanos apenas, porém pode surgir a possibilidade (remota, porém existente, de rolar uma trilha - quem sabe nos Pirineus).
      Estou procurando algo que seja esteticamente bacana, e me agrada muito o modelo da Yellow Boot da Timberland
       https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1511548070-bota-timberland-original-yellow-boot-feminina-_JM
      Gosto do modelo militar e encontrei similar na Macboot
      https://www.macboot.com.br/produto/bota-milita-macbootr-cano-alto-lauryn-04-mostarda/
      A dúvida é se esse tipo de bota atende para fins urbanos (e raras trilhas, não sei bem o que esperar). O modelo é impermeável e me agrada esteticamente. 
      Se souberem de outros modelos e marcas que enquadrem nesses quesitos, agradeço a ajuda.
      Abraços 


×
×
  • Criar Novo...