Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
juliana.cris

Vale a Pena ir em Arraial d`juda (Porto Seguro)???

Posts Recomendados

Olá Viajantes!!!!

Eu estou indo para Porto Seguro em janeiro logo após o reveillon.

Vi que entre Trancoso e porto seguro tem Arraial d'juda, porém a hospedagem em Arraial está mais cara do que em trancoso. 

Pela esperiência de vocês, acham que vale realmente parar em Arraial para conhecer e pagar esse preço de hospedagem tão caro? ( obs: nao é hotel,,rsrsr)

Vou ficar apenas 5 dias, então, mais valeria apena ficar um dia ou dois no centro de porto seguro para conhecer e seguir viagem para Trancoso?

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porto Seguro, Arraial e Trancoso são todos locais proximos um do outro. Em qualquer um desses locais que voce encontrar um bom preço, pode-se hospedar que vai conseguir deslocar-se facilmente. 

Arraial d’Ajuda e Trancoso  são distritos de Porto SeguroPorto Seguro tende a ser mais barato que Arraial que por sua vez tende a ser mais barato que Trancoso. Claro que isso varia de hospedagem pra hospedagem.

Para se locomover de Porto Seguro para Arraial e posteriormente para Trancoso voce pode usar  táxi + balsa + táxi, ônibus ou van, ou ônibus + balsa + ônibus ou van, ou pegar uma van (arraial - trancoso).

Nesse site --> http://viacao-aguia-azul.webnode.com/horarios/  voce pode verificar os horarios da balsa/onibus.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os onibus são péssimos e demoram muito entre a balsa e Trancoso. 

Em Porto são de cidade grande,aonde tenho casa,e não troco nunca o agito de Taperapuan por outro lugar próximo. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Juliana, Arraial d'ajuda é o meio termo maravilhoso entre as 3 cidades. Super recomendo ficar por lá.

Em sequência de norte a sul, temos Porto Seguro, Arraial e Trancoso.

De longe, o melhor meio termo entre a farofagem barulhenta de Porto Seguro e o glamour carérrimo de Trancoso, é Arraial d'ajuda.

Em Arraial tem rua com restaurantes super caros, mas tem forró de graça na praça com todo mundo de chinelinho nos pés e restaurantes de PF a 15 reais.

É uma delícia. 

No início de janeiro deste ano cheguei lá na semana pós reveillon, dia 03/01, Arraial estava cheia e tudo muito caro.

Mas consegui hospedagem na Pousada Lua Cheia, que em 20 minutos andando você tá no centro:

http://www.arraialdajuda.tur.br/luacheia/

Saiu R$  60/pessoa a diária em um quarto para 3 pessoas, depois de uma choradinha. É uma pousada em bairro de locais, onde o dono hospeda vendedores e trabalhadores que por ali passam. Quem nos indicou foram os frentistas num posto de gasolina. Então, entra em contato e tenta negociar o valor. É só chorar que ele cede.

Quarto com Ar condicionado, banheiro privativo, wi-fi e café da manhã simples.

Boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi juliana,

Particularmente acho Porto Seguro o lugar menos legal dos citados, é bem mais cheio e turístico.

Arraial é linda e você não precisa ficar hospedada, pode ficar em Trancoso e passar o dia em Arraial. Eu iria pela manhã pela praia, umas 3h caminhando, as paisagens, rios e falésias fazem valer o esforço, na volta vc pega o ônibus. Apenas se informe qual o horário do último ônibus para Trancoso. 

De Trancoso você pode também ir até a praia do Espelho e Caraíva. 

Boa viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oiee fui pra Arraial pela CVC começo do Ano passado.. Foi Ótimo.. Fiquei na pousada Manacá.. É um pouco afastada da tipo 10minutos andando pro centro de Arraial mas é linda a pousada e Arraial é super sossegado.

Olha nao fui pra Porto Seguro mas a noite em Arraial é bem massa... Rola umas baladinhas.. Tem restaurantes, Pizzarias otimas.. Tem as feirinhas.. Nas praças tem musicas.. Amei.

E fica tudo numa rua só.. a Rua Mucugê. Fui com mais 3 amigas.. Dividi um quarto com uma delas e foi bem tranquilo.. Cada dia faziamos um passeio diferente.. Fomos para Trancoso, Caraíva, Fizemos o passeio de Recife de Fora que é Lindooooooooooooooo... Vc vai de barco pro Alto mar e ai tem um cara ensinando educação ambiental sobre os animais marinhos... Tipo nao levar coral pra casa.. essas paradas.. Ai no barco eles alugam as paradas pra vc enxergar os peixes é maravilhosooo...

Eu adorei ter ficado em Arraial. E tem a propria praia la.. Que tem uma super ladeira.. E qnd a maré abaixa fica varias piscinas naturais...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 18/12/2017 em 13:58, juliana.cris disse:

Olá Viajantes!!!!

Eu estou indo para Porto Seguro em janeiro logo após o reveillon.

Vi que entre Trancoso e porto seguro tem Arraial d'juda, porém a hospedagem em Arraial está mais cara do que em trancoso. 

Pela esperiência de vocês, acham que vale realmente parar em Arraial para conhecer e pagar esse preço de hospedagem tão caro? ( obs: nao é hotel,,rsrsr)

Vou ficar apenas 5 dias, então, mais valeria apena ficar um dia ou dois no centro de porto seguro para conhecer e seguir viagem para Trancoso?

ola Juliana. Super-Recomendo Arraial dAjuda..... antigamente eu ia em excursoes rodoviarias a porto seguro, mas eu acho que porto mudou muito, ta crescendo muito, e eu particularmente gosto de locais pequenos e pitorescos.... Porto é passagem obrigatoria por causa do Aeroporto...  Entao nas excursoes arraial era so ponto de parada, era passeio de 1 dia....   Desta vez fiquei em Arraial e achei muito melhor.... Fiquei no hostel MOX que fica na rua principal a Mucuge bem localizada..... De la peguei uma van e fui ate Trancoso.  Tem gente que gosta de trancoso, eu ja prefiro arraial.  A unica coisa boa de porto sao as barracas de praia tipo To-a-Toa, barramares e outras....  mas pra isso é melhor vc fazer bastante amigos na pousada pq se for a estas barracas sozinha eh uma furada, sao locais onde tem um palco com apresentacoes de AXÉ, mesas do restaurante pra comer e curtir ou participar do show tudo de frente ao mar.....A noite o pessoal vai tudos para o centro na passarela do Alcool tomar um capeta. E tem tb um passeio de barco ate arrecife de Fora em Coroa Alta para nadar entre os peixinhos... Isto somente em mare baixa.....  O charme de Arraial sao as ruas estreitas compoucos carros, a rua Mucuge que tem um certo charme bom pra passear a noite.

Pra chegar a Arraial eh facil, do aerporto pega um taxi ate a balsa e de la o ferry-boat custa uns 5 reais, depois pega uma van acho que 4reais e logo estara em Arraial, mas peça pra deixar no centro, pois as vans custuma ir adiante em algum bairro para levar os moradores locais....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por daanielvalverde2
      Olá pessoal, sempre acompanho e uso o site antes de fazer alguma viagem, então resolvi postar sobre uma que fiz a Caraíva em Porto Seguro (BA). Espero que ajude!
       
           Caraíva é um vilarejo no extremo sul do município de Porto Seguro, muito conhecida por suas casinhas coloridas, o encontro do rio com o mar e pela atmosfera própria lá presente. Eu fui em Outubro de 2018 e escrevi tudo no meu blog: 
                Informações sobre Caraíva (BA)
                Como Chegar em Caraíva (com fotos e preços)
                Onde comer em Caraíva (com fotos e preços)
            Mas vou fazer um resumo aqui.
       
      COMO CHEGAR: 
           A partir do centro de Porto Seguro, deve-se atravessar o Rio Buranhém pela balsa com destino a Arraial d`Ajuda, essa travessia leva cerca de 10 minutos, funciona todos os dias, 24h e com saída a cada 30min, se houver lotação antes (ou a presença de uma ambulância/carro de polícia) ele sai antes. Custa R$4,50 (preço de não morador, a volta é grátis). Vou falar da ida em ônibus porque foi a que eu fiz. Talvez a forma mais cômoda e com certeza barata de chegar à vila. Quem faz o serviço é a empresa Viação Águia Azul. O micro-ônibus que eles utilizam para fazer a linha não é dos melhores (não vou mentir, meu assento não tinha nem cinto), mas cheguei vivo lá.

           A viagem é por grande parte em estrada de terra, subindo e descendo morro, passando por umas pontes bem estreitas, no total dura quase 3 horas e ele ainda faz algumas paradas, como em Arrial d`Ajuda, Trancoso, entrada do Teatro L’Occitane, Outeiro das Brisas e em algum lugar (que não faço ideia onde) para você ir ao banheiro, comer um café ou um biscoito.
           Horários de ida: 7:00h e 15:00h
           Horários de volta: 6:20h e 16:00h
           Preço: Balsa - Caraíva: R$20,00 / Arrial d`Ajuda - Caraíva: R$19,00 / Trancoso - Caraíva: R$17,00
           Ao chegar no porto de Nova Caraíva você encontrará um caminho de pedras e no fim várias canoas a espera para fazer a travessia até o vilarejo. Logo no início deste caminho, a esquerda, existe um quiosque (ou um stand) de madeira, lá uma moça te recebe e pede uma contribuição de R$10,00 para manutenção da vila, eles mostram todo o orçamento já conquistado e onde o dinheiro foi aplicado, se quiser ajudar, doe, qualquer valor é bem vindo, mas isso é OPCIONAL. Você não deixará de entrar se não pagar, se não quiser é só passar direto, eu paguei os 10 golpes.

         No fim haverá uma tenda com vários caras, eles que farão a travessia com você. O custo é de R$5,00 por pessoa para cada trajeto, ida e volta. O tempo de espera depende, pode ser com muitas pessoas ou só você, depende deles. Se estiver com mala, coloque dentro, eles levam tudo. A travessia leva cerca de 5 minutos, bem rapidinho!

           A partir do momento que você chega, parece que toda a atmosfera muda, parece que aquela vila ficou alí parada no tempo, e interprete isso da melhor forma possível. Todas aquelas casinhas, na sua grande maioria de porta e janela ou meia morada emolduram e te dão as boas vindas. As ruas todas de areia, as árvores, o som do mar, o rio e aquelas pessoas, tudo harmonizam com o ideia de paraíso. Ao chegar, você estará na Av. dos Navegantes que é o Beira Rio, a partir daí já procure onde você vai se hospedar, tem uns totens que te indicam o caminho, ou então, é só perguntar a qualquer morador que eles te indicam.
            Se você chegou de manhã, um dos primeiros lugares que você pode ir é na Rua do Cruzeiro, uma das transversais que te leva do rio ao mar, é lá que está a famosa casinha que tem escrito “Sorria você está em Caraíva” que tooodo mundo tira foto, depois já escolhe para onde ir, ao mar ou ao rio. Ambos são lindos. De frente para a praia se vê à sua esquerda as falésias da praia do espelho, e à direita, a ponta do Corumbau, a água de ambos é extremamente azul e linda, porém a do mar para tomar banho é mais escura, porque é onde o rio deságua. No encontro do rio com o mar tem umas pedras, onde pode-se admirar todo esse paraíso.

           Outro lugar a se conhecer é o Quadrado de Caraíva. Lá está a Igreja de São Sebastião, a igrejinha matriz que segundo o IPHAN foi construída por volta do século XVI, algumas lojas a mais , bares e um lugar para forró. De modo geral, vale a pena se perder pelo vilarejo, cada ruazinha de areia é linda.

           A noite o point da vila deixa de ser a praia e passa a ser a Av. dos Navegantes, ou o Beira rio, onde estão a maioria dos bares e restaurantes de lá. Comida indígena, oriental, italiana, árabe, brasileira, sorveteria, lojinhas, tem um pouco de tudo. Alguns estabelecimentos já tem Wi-fi e quase todos aceitam cartão de crédito e débito, só depende do sinal de telefone, as vezes da uma falhada. Esses bares abrem umas 16h, para que as pessoas fiquem para ver o por do sol (lindo!) de lá, sentados ao lado do rio.
            Esse também é o ponto mais iluminado a noite de toda a vila, devido aos bares, todo esse trecho fica lindo a noite, tem um até que utiliza tochas de bambu, fica lindo. Junto com algumas opções de forró, o Beco da Lua (que fica fechado durante o dia) abre como mais uma opção de entretenimento. Com alguns bares, lanchonetes e um palco para show ao vivo, é lá que tem as casinhas cenográficas que todo mundo tira foto.
       
           ONDE COMER:
             Não imaginaria que uma vila tão pequena, com cerca de 600 habitantes fixos, poderia ter tantas opções para comer. Tudo muito arrumado e bonito, meio personalizado. Encontrei um pouco de tudo, árabe, japonês, indígena, brasileira, vegetariana... Uma das comidas mais tradicionais lá que eu pude perceber foi o pastel de arraia, servido com molho de pimenta, sai por menos de R$11,00 cada. Alguns botecos estão fechados na segunda-feira.



           Em relação ao pagamento, havia lido antes de ir que grande parte dos estabelecimentos não aceitava cartão, que seria bom levar dinheiro suficiente para os dias que passaria lá, mas o que encontrei foi o contrário, quase todos os lugares aceitava sim cartão (crédito e débito), mas como não existe sinal de telefone lá, depende do humor da internet para o mesmo passar, porém, não tive o menor problema, tudo certinho. Apenas um restaurante não aceitava, que era o Cantinho da Duca, onde se vende comida vegetariana, esse na verdade não tinha nem cardápio, era dito diariamente pela senhora que trabalha lá.
      ________________
      Bom essas foram minhas impressões sobre Caraíva, caso queiram mais detalhes entrem lá no blog que tem mais coisa: EstandoPorAí.wordpress.com ou no instagram @daanielvalverde
      Qualquer dúvida podem perguntar
    • Por nani.etc
      Na primeira semana de outubro, fui com um amigo conhecer Arraial d'Ajuda e cidadezinhas próximas: Trancoso e Caraíva. Fomos do Rio de Janeiro de GOL (vôo com escala em Brasília), chegamos em Porto Seguro às 11:20h. Não alugamos carro, fizemos tudo por conta própria. Vou detalhar tudo para vocês.
      Fiquei hospedada em 2 hotéis da Rede Porto Firme: Saint Tropez e Arraial Bangalô. Do dia 02 a 04 no primeiro, e do dia 04 a 07 no segundo. Ambos são MARAVILHOSOS! 
      O Saint Tropez tem um ar de sofisticação e o atendimento foi perfeito, a praia do Parracho, que fica em frente, é tranquila e muito bonita. Andando 800m para a direita, praia da Pitinga, e 800m para a esquerda, praia do Mucugê. Fiz ambos os trajetos andando pela areia. Tranquilo! A localização é um pouco afastada do centro, mas taxis levam e trazem por R$20 o trecho. Fui em dupla, então, R$10 pra cada (as vans custam R$3,50). OBS.: Para ir ao centro, o hotel oferece uma van às 18h para os hóspedes. Super recomendo para quem gosta de glamour, sofisticação, sossego e pé na areia!
         
       
      O Arraial Bangalô é todo cercado de árvores e pé na areia mesmo (cadeiras de sol na areia dentro do hotel). A praia em frente é a Apaga Fogo, que possui em algumas épocas do ano, desova de tartarugas bem em frente ao hotel. Quando a maré está baixa se formam algumas piscinas naturais em frente ao hotel. E por possuir muitos recifes de corais e pedras em frente (com ouriços e peixinhos), basta andar 30 metros para direita ou esquerda, para conseguir entrar no mar. A praia é deserta, muito tranquila! Ponto positivo: O hotel fica muito perto da balsa que leva a Porto Seguro e mais perto do centro. Vans passam a todo instante e rodam a noite toda. R$3,50 é o preço.
          
       
      PRIMEIRO DIA (02/10 - terça-feira): 
      Chegamos em Porto Seguro pela GOL às 11:20h. Do aeroporto pegamos um táxi até a balsa de Porto - Arraial d"Ajuda (R$30 reais). Atravessamos de balsa (R$4,50) e do outro lado pegamos uma van que fica parada logo ao lado da balsa (R$6,00). Encheu, saiu. A van nos deixou em frente ao nosso hotel (Saint Tropez).
      Fizemos nosso check in e fomos almoçar na Cabana Uikí, que fica ao lado do hotel (melhor acesso pela areia). Tinha uma banda ao vivo, muito animada. Pedimos uma moqueca de frutos do mar para dois (R$119), que servia três. Muito saborosa.
      Aproveitamos o resto do dia no hotel, tomando nosso drink de boas vindas e tirando fotos da paisagem e atrativos. A Praia do Parracho é bem tranquila e bonita.
      À noite, pegamos a van do hotel (exatamente às 18h eles disponibilizam para os hóspedes uma van para levar ao centro) e fomos conhecer a Rua Mucugê e o Beco das Cores.
      Depois, fomos à Pizzaria Paolo, localizada próximo à Rua Mucugê, no coração de Arraial D'Ajuda. O restaurante é muito aconchegante e acolhedor, com mesas em volta de uma gigantesca árvore. As opções de pizza são inúmeras. Pizza de massa feita NA HORA e bem fina, assada em forno à lenha, muito saborosa. Você vê sendo feita, um charme a parte! Uma pizza grande serve tranquilamente 4 pessoas e tem preço justo! No sabor, há opções para todos os gostos, inclusive combinações de ingredientes, com toque especial do Chef Paolo, uma figura muito simpática e acolhedora. Escolhemos metade Portuguesa Especial e metade Caprese (com mussarela de búfala, rúcula e tomate cereja), uma delícia. Pedimos cerveja para acompanhar. Uma das melhores pizzas que já comi! Super recomendo o restaurante pelo ambiente (que é uma graça), pela comida e pelo excelente atendimento.
         
       
      SEGUNDO DIA (03/10 - quarta-feira):
      Tentamos fechar um passeio para Trancoso + Praia de Taípe, mas não haveria saída na quarta. Então, resolvemos conhecer Trancoso por conta própria.
      Pegamos um táxi para o centro (R$20), e esperamos a van para Trancoso (R$12). Uma hora depois, chegamos à Praia dos Coqueiros. Lá, ficamos na Cabana Enseada Beach Trancoso. Tomamos uma Original 600ml (R$20) e só. Achamos os valores bem altos. O espaço tem chuveirão e banheiro. Além de rede para descanso junto ao restaurante.
      Andamos um pouco até a Praia dos Nativos (tem que atravessar o rio) e voltamos para conhecer o Quadrado. O vilarejo é muito tranquilo e traduz a paz. Lá tomamos um açaí de 500ml na Açaiteria Trancoso. Delicioso! 
       
      Pegamos a van de volta à Arraial d"Ajuda às 14:30h (R$12), visitamos o Centro Histórico (igreja, mirante das fitas e lojinhas para comprar lembrancinhas) e depois paramos na Rua Mucugê para um "almojanta" PF de respeito (no Varanda Mucugê) e depois aproveitamos o finzinho de tarde no hotel.

       
      TERCEIRO DIA (04/10 - quinta-feira):
      Este dia foi um pouco corrido, já que precisaríamos fazer check out e check in no hotel novo. 
      Acordamos cedo e fomos conhecer a Praia da Pitinga. Praia linda com falésias e mar calmo. Voltamos umas 10h, arrumamos nossas coisas e fizemos check out no Saint Tropez. Deixamos a mala na recepção e fomos almoçar na Cabana La Plage, na Praia de Mucugê (800m do hotel pela areia). 
      O ambiente é lindo e acolhedor, tem espreguiçadeiras, redes e lounges para uso dos clientes, um excelente lugar para passar o dia e tirar muitas fotos lindas. 
      Pedi uma cerveja assim que cheguei, e já agendei meu almoço. Fiquei relaxando no lounge, curtindo a música e olhando o mar. O almoço é servido em mesas dentro do ambiente. Sem problemas deixar os pertences longe. Mesmo para uma Carioca acostumada com a violência, confiei e me surpreendi. Almocei uma moqueca de camarão para dois (que serviu duas pessoas duas vezes, rs), bem temperada e muito saborosa, e, para acompanhar, uma cerveja, que estava super gelada. O preço é abaixo de outras cabanas que conheci. Voltaria, com certeza e indiquei para todos os amigos!

      Destaque para o DJ pelas ótimas escolhas musicais, tocou de rock à eletrônico. Dancei e cantei junto. Parabéns ao dono, Laurent, pela administração do local, e aos seus funcionários pela simpatia e cordialidade! Quando vier, não deixe de passar por aqui.
           
      Voltamos para pegar nossas malas e pedimos um táxi até o Arraial Bangalô (R$35). Fizemos check in e passamos o resto da tarde aproveitando a piscina do hotel tomando um drink de morango delicioso.
      À noite, novamente, fomos à Rua Mucugê e comemos um hambúrguer artesanal na Hamburgueria Mucugê. Super recomendo! O pão se assemelha com o do Madero e paguei apenas R$18 num hambúrguer artesanal e muito gostoso. Pedimos meia porção de fritas e um refrigerante para acompanhar.
      Neste dia, queríamos ir à Quintaneja do Morocha Club, mas começava as 23h e tínhamos passeio no dia seguinte. Voltamos!
       
      QUARTO DIA (05/10 - sexta-feira):
      Fechamos o passeio para a Praia do Espelho com a Portal Turismo (R$60 no dinheiro) e eles passaram pra pegar a gente às 8:10h. O guia Fernando e o motorista baiano que me fugiu o nome agora, são muito atenciosos e divertidos. Nota 10 para o serviço! 
      No caminho passamos por uma aldeia indígena, a Aldeia de Imbiriba. Descemos para tirar fotos e comprar utensílios. Dica: as crianças deixam você tirar foto com as aves, dois reais e elas ficam felizes da vida. Entre para ver os preços das peças e se surpreenda positivamente. 

      Chegamos na Praia do Espelho às 10:30h e lá ficamos no Bar e Restaurante Aconchego do Espelho. Não nos cobraram consumação mínima porque eles são parceiros da Agência, mas consumimos uma carne de sol com mandioca (R$60) e uma Brahma 600ml (R$12).
        
      Voltamos no horário combinado (15:30h) e passamos para dar outra volta em Trancoso (40min). Tomamos um sorvete na Sorveteria Mucugê, no Quadrado. A loja tem uma árvore imensa dentro, saindo pelo seu telhado. Incrível!

      Chegamos às 18h no hotel. Cansados! rs Pedimos um hamburguer do hotel e dormimos cedo, amanhã tem mais passeio!
       
      QUINTO DIA (06/10 - sábado):
      Queríamos conhecer Caraíva, mas ficamos com receio de ir por conta própria, mas depois vimos que seria tranquilo, porém mais demorado. Então fechamos um passeio com a Cacau Tour (já que a Portal não tinha fechado grupo) - (R$70 no dinheiro). Passaram pra buscar a gente também às 8:10h. O motorista Nando é um amor! 
      Às 10h chegamos para atravessar o rio. Ao chegar em Caraíva há estacionamento "do lado de cá" do rio (não sei o valor). Dali é só cruzar de canoa (R$5) e em menos de cinco minutos você já estará na vila, onde não circulam carros. A Vila é toda de areia fofa. 
      Fomos direto para a praia e nos largamos no bar da Casa da Praia, que possui puffs da Corona muito confortáveis e colchões com almofadas coloridas. É pra relaxar MESMO! Conhecemos a praia e tomamos banho no rio ao lado esquerdo no final e depois voltamos para petiscar uma batata-frita (R$29). O atendente Junior é super atencioso. 
        
      Infelizmente (ou não), em Caraíva não tem fácil acesso a internet. Fiquei o dia inteiro sem redes sociais! rs
      Às 16:30h atravessamos de volta (R$5) e esperamos o Nando para voltar para Arraial d'Ajuda. Chegamos no hotel ainda com sol e degustamos um espumante para já ir nos despedindo do paraíso! 

      À noite fomos jantar no Cantinho Mineiro (na Brodway). Comi um contra-filé acebolado (R$24) e uma Brahma 600ml. Muito gostoso!
       
      SEXTO DIA (07/10 - domingo):
      Nosso vôo era cedo, infelizmente. Tomamos café da manhã e fomos para a balsa de van (R$3,50), atravessamos o rio (a volta é de graça) e pegamos um táxi até o aeroporto (R$30).
      Escala em Confins. Chegamos no RJ às 14:50h.
       
      DICAS:
      • Se tiverem mais tempo, conheçam Taípe e Araçaípe.
      • Sempre perguntem se as cabanas e bares das praias possuem consumação mínima.
      • Não tenham medo de andar de transporte púbico.
    • Por nayhara
      Olá gente, fiz uma trip pelo litoral baiano e vim conta um pouquinho pra vocês. Vou fracionar os relatos por cidades para ficar menor e mais fácil para quem tiver interesse.

      Apenas para fazer um breve resumo de como foi minha viagem, segue a foto:


      A minha viagem Porto Seguro não foi tão barata e mochileira quanto as outras cidades, porque em Porto minha mãe me acompanhou. Ela não topa passeios alternativos, andar longas distancias para economizar. Existem outros relatos por aqui e o pessoal que ja leu sabe como ela é hahaha. As outras cidades estão sendo bem econômicas apesar de ter achado a Bahia em geral cara.

      22.01

      Iniciei minha viagem por Porto Seguro. Comprei minha passagem numa promoção de milhas da Gol. Paguei míseras 4.000 milhas ida e volta por Porto Seguro. Cheguei em Porto no dia 22.01 às 23h. Para quem não é do nordeste ou norte, importante lembrar que lá não tem horário de verão.
      Minha mãe e eu ficamos na Hospedaria Costa do Descobrimento, localizada na rua Cova da Moça 89. Fica beeemm no centro. 2 minutos da Av dos Navegantes, onde tem mercados, farmácias, bancos, restaurantes e 5 min da Passarela do Álcool.  A hospedaria é bem simples, o dono que é o Cido, é uma excelente figura humana. Muito receptivo, simpático e faz de tudo para ajudar os hóspedes. Comprou até café da manhã pra gente tomar 2x que eu estava lá. Ele está investindo na hospedaria, e vai ficar muito top. Saí de lá já com uma cozinha quase nova e alguns quartos também. Então super recomendo. Se vocês forem diz que foi a Nayhara do RJ que recomendou.
      Estavámos cansadas para sair e como ainda não conhecia a cidade fiquei apreensiva (carioca sabe como é né? gosta de fazer o reconhecimento da área primeiro). Então o Cido pediu uma pizza para gente com refrigerante e suco. Comemos na hospedaria mesmo e depois fomos dormir.
      Fotos da área de fora da hospedaria =>



      Gastos para 2:
      Uber casa/aeroporto: R$25
      Capuccino no aeroporto: R$20
      Taxi aero/hotel: R$22
      Hospedaria: R$630
      Pizza, refri e suco: R$35

      23.01

      Acordei às 7h e fui na padaria em frente a hospedaria comprar algo para o café. Aproveitei e comprei garrafa de água, suco e biscoitos para levarmos no passeio do dia.
      Já tinha deixado reservado do RJ o passeio desse dia. Seria Arraial D'Ajuda e Trancoso. Fechei com  Pataxó Turismo. Ia fechar todos com eles, mas descobri agencias mais em conta e que foram excelentes também.
      Saímos do hotel às 8h em direção à Trancoso. A van atravessou de balsa o Rio Buranhém. Podemos descer da van durante a travessia. Uma dica é: se você estiver de carro próprio, alugado, vai ficar na fila horas. Os carros de agência tem prioridade, então passam na frente.



      Eu não me lembro o nome das praias, mas a primeira foi em Trancoso e a segunda praia em Arraial D'ajuda.



      Além da visita ao centro histórico também nos dois distritos.




      A Luiza, a guia e dona da empresa, é muito simpática e detalha toda a viagem pra gente.
      Chegamos de volta ao hotel por volta das 18h. Tomamos banho e fui no mercado fazer compras. Como eu falei antes o hotel fica cercado de mercados, tem o Atacadão Rondelli e o Cambuí. A hospedaria tem cozinha compartilhada. Então fiz nosso jantar, minha mãe foi dormir e eu fui à Passarela do Álcool.
      Não vi nada demais na passarela. É uma feirinha que vende de tudo, muito parecida com as que tem nas orlas de Fortaleza e Maceio. Em frente a Passarela do Alcool tem a Praça do Relógio onde todo dia tem música ao vivo. Existem várias agências de passeio ali e você pode comparar e chorar os preços.

      Gastos para 02 pessoas:
      Padaria: R$14
      PAsseio: R$100
      Gastos no passeio (água, refri, milho verde etc): R$30
      Mercado: R$80

      24.01
      Fechamos o passeio para Caraíva sem pernoite nesse dia. Eu queria muitooooooo ir a Caraíva e minha mae por motivos óbvios não queria pernoitar num local sem luz eletrica e sinal de celular. Então a opção foi fazer bate e volta. Mas recomendo que vocês pernoitem por vários motivos: é longe e cansativa a viagem, você aproveita pouco tempo da cidade e dizem que caraíva é maravilhosa à noite. Imagino que sim.
      Caraíva é passeio para quem quer conexão com a natureza selvagem. Uma coisa bem roots. Mesmo sendo rápido valeu muito à pena. Primeiro faz a parada na praia e depois o banho no Rio Caraíva.

      Chegamos 21h em casa. Foi só o tempo de comer e capotar de cansaço. São quase 3 horas de viagem com direito a travessia de balsa e barco.

      Gastos para 02 pessoas:
      Passeio: R$300
      Gastos em Caraíva: R$50

      25.01
      Fechamos o Passeio para a Praia do Espelho. Esse passeio engloba uma parada na Reserva Pataxó Imbiriba (tanto na ida quanto na volta) e passeio pela reserva dos búfulos (mas não tem parada, você vê apenas do carro os animais).
      Já é o quinto ano que faço mochilão no Nordeste e para mim essa praia foi a mais bonitas de todos os estados que passei. Simplesmente indescritível.

      Na reserva tem apresentação com dança (inclusive com a gente) e explicação sobre a cultura indígena, isso na ida. Na volta a gente para na reserva para quem quiser comprar coisas feitas pelos índios e tirar foto com as araras. Quando você desce do carro as crianças começam a, praticamente, jogar as pobres das araras em cima de você para tirar foto e você pode dar um, dois reais para eles, que eles ficam muito felizes. Mas os curumins odeiam tirar fotos rs.


      Voltamos para o hotel e à noite passeamos de novo na passarela e na praça do relógio. Essa, à propósito, é a única atividade noturna da cidade.Voltamos para o hotel, jantamos e fomos dormir.

      Gastos para 02 pessoas:
      Passeio: R$110
      Gastos na praia: R$25
      Gastos à noite: R$15

      26.01
      Fizemos o Passeio de Chalana fluvial nesse dia. Eu gostei muito desse passeio, mas recomendo quem tiver problemas com enjoos ao andar de escunas, chalanas e afins tomar um Draminzinho, porque óh! rs...

      O passeio engloba mergulho em Coroa Alta, visitação na Ilha do Sol e Ilha de Santo André e o Banho de Lama.
      Coroa Alta não é o passeio adequado para "ver peixinhos". Seria o mergulho no recife de fora que não fizemos, pois já fizemos esse mesmo passeio em Maceio e Natal então não achamos que compensava (Recife de Fora custa 100 reais e dura 4 horas o passeio em Porto Seguro).
      Fomos de ônibus até Santa Cruz Cabrália, onde fizemos um tour pequenos pelos locais históricos, primeira missa, a cruz etc... e de lá pegamos a Chalana para Coroa Alta. No porto fica uma moça alugando crocs e snorkel para tentar ver os peixinhos em Coroa Alta. Não é garantia que você vá ver, mas eu tive sorte. Aluguei e apostei que conseguiria e pimba! Me senti em Maragogi. Um passeio incrível. Pena que em Coroa ficamos só 1h.



      Depois fomos para Ilha de Santo André, onde almoçamos. Lá não aceita cartão de crédito, igual em Caraíva, porque o sinal é zero de celular. Então separa o dinheirinho porque a comida é uma facada rs... O kg no restaurante é 66 reais e o pratinho com 3 sobremesas que você pode escolher custa 6 reais. No restaurante tem piscina e redes. Aliás, todo lugar na Bahia tem rede haha



      Saímos de lá e fomos para a Ilha do Sol, o paraíso dos licores e doces. Me pergunto se foi lá que a Milla do Netinho nasceu "eu e você, na Ilha do Sol...", enfim rsrs Fizemos degustação e depois fomos para o banho de lama. Foi bem divertido ver o povo se lamear, mas eu não tive coragem gente haha é no meio do mangue e depois você sai do mangue e vai para o rio tirar a lama, e sai tudinho. Eu cheirei a lama e não fede não. Tem cheiro de ferro, sei lá. Mas fiquei apreensiva pq sou toda alérgica.

      Chegamos no hotel quase 20h. Mais uma vez passeamos na Passarela do Álcool e depois fomos jantar e dormir.

      Gastos para 02 pessoas:
      Passeio: R$180
      Restaurante: R$55
      Gastos à noite: R$15
      27.01

      Pela manhã fomos conhecer o Centro Histórico de Porto Seguro. Tava um calor do cão nesse dia. Em Porto tem um sol para cada um e não se iluda se chover, vai dar sol 5 min depois.



      Saímos de lá e pegamos o ônibus Cabrália na rodoviária e fomos para a praia ToaToa  onde tem um complexo de lazer bem animado com dança, animadores, etc. E achei a praia barata em comparação com outros lugares.


      Á tarde pegamos a balsa e fomos para Arraial e de lá pegamos uma van até a praia de Pitinga. Ficamos pouquinho tempo porque já era de tarde. Mas eu queria muito conhecer lá também. A praia é linda e tem falésias enormes. Vale a pena passar mais tempo por lá.

      Voltamos para o hotel. Tomamos banho e fomos para a Passarela. Nesse dia ficamos até meia noite na rua, pois estava tocando música ao vivo com um cantor muito animado na praça do Relógio.

      Gastos para 02 pessoas:

      Passagem de ônibus: R$18
      Passagem de balsa: R$20
      Passagem de van: R$16
      Gastos em todas as praias: R$ aprox 60

      28.01

      Minha mãe voltou para o RJ e eu segui para Ilheus de ônibus da rodoviária...
      Porto x Ilheus R$68
       
       
       
       
    • Por CAPIXABAPRAIANO
      Estarei indo para Arraial d'Ajuda e gostaria de que me indicassem pousadas bem baratas, não precisa ter luxo, e tambem estarei indo sozinho, não tem problema em pagar quarto de casal.


×
×
  • Criar Novo...