Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Ela é técnica de radiologia, perfecionista, exigente, ansiosa com o desconhecido e o futuro, desconfia de surpresas, gosta de ligar aos amigos e espera que eles também lhe liguem. Tem mais de 30 e deixou de fazer fretes, de fazer sala aos que são só conhecidos e de trabalhar por dinheiro, se não lhe trouxer prazer. Ela tem colite ulcerosa e trouxe mais de dois quilos de medicamentos. Ele é engenheiro civil, perfecionista, exigente, focado, aventureiro, mão de vaca, gosta dos amigos mas não de lhes ligar. Caminha para os 30 ainda devagar e não se deixa levar pelos julgamentos e opiniões dos outros. Ele acha que não tem doenças mas passa a vida a espirrar. A ideia e o orçamento da viagem são dele.

Discordam em muita coisa mas juntos formam a dupla do 365 dias no mundo. Um escreve, o outro corrige. Um fotografa e edita, o outro fixa as paisagens com o olhar e as texturas com os dedos. Um odeia mosquitos, o outro lembra que o mosquiteiro é essencial. São os dois boa boca e experimentam tudo. Quando ela não gosta do que experimenta, ele sacrifica-se e come o resto. Ela quase não come açúcar e ele está sempre pronto para a livrar desse fardo. Viajam de mãos dadas mas cada um carrega o peso que decidiu trazer.

Viajámos durante 5 meses pela América do Sul e Central, e criámos este blog para contar a nossa experiência, as coisas boas e as menos boas, os gastos previstos e os inesperados e tudo o que vemos por esse mundo fora. Somos portugueses, mas pertencemos ao mundo e queremos conhecer mais. 

https://365diasnomundo.com/

 

dsc_1734.jpg

18765826_305710923217691_5202972484827429169_n.jpg

dsc_1114.jpg

dsc_0889.jpg

dsc_0214.jpg

gopr7975.jpg

dsc_9826.jpg

dsc_9705.jpg

dsc_9722.jpg

gopr7814.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Fora da Zona de Conforto
      Você sonha em viajar, mas não sabe como fazer isso e manter uma renda? Quer mudar de profissão e ter um estilo de vida mais livre? Conheça aqui algumas dicas para se tornar um nômade digital, uma área que cresce cada vez mais entre os sonhadores.
       
      ----------------------------------------
      [ Este post foi editado e parte de seu conteúdo foi removido por violar os Termos do Serviço e Política de Privacidade do Mochileiros.com] em acordo com a LEI Nº 12.965/14.
      Motivo: A imagem não é de autoria do autor do tópico e foi publicada sem os devidos créditos, violando assim os Termos  do Serviço e a Política de Privacidade do Mochileiros.com
      ----------------------------------------
       
      O mundo em que vivemos é incrível, e devemos usar cada oportunidade para explorá-lo.
      Isso pode significar trabalhar das 9 às 5 e viajar nos finais de semana e feriados. Ou talvez, escolhendo o estilo de vida nômade digital e visitando novos lugares todos os dias.
      Se você está interessado na vida de nômade digital, a seguir falaremos sobre 20 habilidades úteis que você pode aprender hoje para começar.
       
      Continue lendo: 20 Habilidades que Você Precisa p/ se Tornar um Nômade Digital
    • Por Paulonishi
      Em Florianópolis são muitos os lugares para se visitar, mas um deles é quase obrigatório, a Lagoa da Conceição. Marco da colonização inicial da cidade, tem muitas atrações culturais, históricas e gastronômicas. Deixarei abaixo um panorama do lugar, com dicas e impressões da última visita em dezembro de 2020. 

      A lagoa da conceição é onde a cidade começou.  Está ao leste de Florianópolis e é dividida em duas partes por uma ponte, a lagoa de dentro e a de fora, estando  ligada ao mar pela Barra da Lagoa
      Para se chegar até ela entrando na ilha, pega-se a beira mar Norte até o Itacorubi. Mas calma, não se preocupe porque tem muitas placas indicativas até o acesso à rodovia SC 404, que nos leva até o nosso destino.

      É uma via de pista simples e que fica bem complicada durante a temporada, devido ao movimento intenso e pelo relevo íngreme e bem sinuoso.
      Na parte mais elevada, temos um mirante com um pequeno estacionamento gratuito. Oportunidade para se ter uma visão da bela paisagem da região.
      Depois disso, agora é só descida, mas com curvas ainda mais fechadas, pedindo muita atenção e paciência até o final.
      Chegando no chamado centrinho da Lagoa, o mais difícil e encontrar um lugar para estacionar durante a temporada, porque na principal são poucas vagas e as ruas transversais são bem estreitas.

      Apesar de poucos hotéis, tem muitas opções de hospedagem em hostels e casas de aluguel por temporada, que considero a melhor opção para quem viaja acompanhado.
      Encontrando uma opção próxima ao centrinho e ao terminal urbano, é possível explorar as principais atrações à pé e de ônibus, sem o stress do trânsito e do gasto com estacionamento.

      Da pequena ponte que corta parte da lagoa, se tem uma bela visão da marina e da chamada Lagoa de fora… Boa também para observar o cotidiano do lugar
      A avenida das rendeiras é passagem obrigatória e caminhar pelo calçadão é uma ótima maneira de apreciar a vista com calma e temos acesso às belíssimas dunas de areias branquinhas e bem finas, é uma atração bem característica da região.

      Continuando a caminhada no sentido a Joaquina, essa parte da Lagoa tem uma boa estrutura para passar o dia, com sombras e gramados, além de ser bem em frente aos restaurantes. Bateu fome, é só atravessar a rua para comer. Conta também com quiosques, aluguel de caiaques e aulas de Stand Up e windsurf.

      Suas águas são bem rasas e limpas na maior parte da sua extensão, mas convém sempre dar uma conferida, principalmente nas épocas de maior movimento.
      A lagoa de dentro tem águas mais escuras.. parecendo sujas 😦
      No Centrinho encontramos agências bancárias dos principais bancos, supermercados, vários restaurantes e um comércio bem variado… ah, e muitos brechós!
      Estando por lá, não deixe de visitar a parte histórica, que preserva parte do calçamento original que dá acesso ao Santuário de Nossa Senhora da Imaculada Conceição da Lagoa, que deu o nome a esta região.

      Esta igreja recebeu a visita ilustre de Dom Pedro II por 2 vezes, que doou 2 sinos para ela. Um pouco mais acima, ainda preservando a arquitetura colonial, temos a casa do vigário, datada do século 18, mais uma belo panorama do lugar.
      Em termos de opções gastronômicas, temos uma variedade bem grande, assim como em preços… Uma boa opção para quem gosta de culinária oriental é esse buffet, com ótima variedade em carnes, saladas e até sushis.

      Fica no Shopping Via Lagoa e abre todos os dias para almoço
      Você vai encontrar dois tipos de ônibus. O amarelo é o executivo. É mais caro (o dobro do comum) e confortável. Para em qualquer lugar também, bastando acenar. O outro é comum (azul e branco), que tem interligação entre os terminais.

      A terceira opção são os barcos, que fazem o transporte pela Lagoa nos mesmos valores dos ônibus urbanos.

      O transporte por aplicativo também é uma opção… Não tão barata, mas com uma ótima disponibilidade e comodidade para quem quer conhecer as outras atrações na ilha, principalmente a noite
      As atrações mais próximas são o passeio de barco até a Costa da Lagoa, a Praia da Barra da Lagoa, a Praia Mole, Praia da Joaquina.
      E, para aqueles dias em que está chovendo muito, uma ida até o centro da cidade para visitar o mercado público ou andar pelos museus e igrejas é uma das opções.
      Ah e no final da tarde, o por do sol na Lagoa é imperdível!
      Esse é só um resumo, procurei detalhar e ilustrar no vídeo sobre o lugar. Dá uma conferida e se lhe foram úteis as informações, deixe o seu comentário e o like lá no youtube (@trips.flicks).
      É isso aí, um grande abraço e até breve!
       
       

       
    • Por Heliiii
      Oi pessoal.
      Tenho uma grande dúvida em relação ao tratado schengen, li aqui muitas respostas, mas ainda estou insegura sobre o assunto.
      Bem, fiquei na Irlanda por exatos 90 dias (que não faz parte do tratado), então vim para Portugal ficar 60 dias (com tudo certinho, passagem de volta, dinheiro, lugar para ficar.. enfim tudinho). Então, quando cheguei à imigração, ele me disse que eu já tinha estrapolado meus dias na Irlanda (o que não era verdade porque eu fiz a conta certa). Então eu disse a ele que não acreditava que era possível, porque eu tinha feito a conta certa. Dai ele olhou nivamente e acho que se deu conta que estava tudo certo, Então ele me disse com essas palavras:
      "Ok, mas ainda assim você vai ficar ilegal aqui, porque o espaço schegen e a Irlanda são a mesma coisa, você  ainda vai estar na Europa. O tratado schengen apenas serve para viajar sem passar por imigracoes. Eu vou deixá-la entrar, mas vai ser da sua consciencia ficar aqui ilegal ou não.
      Pessoal, eu honestamente estava muito nervosa com tudo isso, eu não tenho experiência com viagens, nunca tinha viajado sozinho para a Europa, meu coração estava na mão. De qualquer forma entrei em contato com a Embaixada do Brasil aqui e eles não me responderam nada sobre a minha pergunta. Mas eu pesquisei antes e tinha certeza do que estava fazendo (antes dele quebrar minhas pernas assim). 
      Ele me deu o carimbo normal, e não la diz nada sobre prazos para sair daqui. 
      Vocês acham que estou ilegal aqui? Porque já passou uma semana. 
      Tem algum jeito de saber online se estou ilegal no país?
×
×
  • Criar Novo...