Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
leoriqueta

Carrancas MG – Saiba tudo sobre a terra das cachoeiras

Posts Recomendados


Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por casal100
      Vários amigos e familiares nos indagavam sobre nossas travessias, segundo eles, tudo era muito repetitivo(as fotos eram parecidas, repetimos várias vezes os mesmos caminhos, até pela falta de outros. Até tem, mas caminho particular, não faremos  mais). De certa forma eles têm razão, visto que a visão do picos e montanhas não tem comparação com fotos de estradas e, tem um detalhe mais importante: as principais atrações das cidades(tirando algumas) não estão dentro delas, mas nos arredores  (cachoeiras, picos, morros. ..). Nesses 2 meses, com certeza caminhamos mais de 800 quilômetros. Conhecemos pessoas maravilhosas por onde passamos,  não tivemos nenhum problema mais sério, tudo muito tranquilo.
       
      O BRASIL É SIMPLESMENTE SENSACIONAL! 
      E mais bonito visto de cima. Diante disso e, até para comemorar meus 60 anos de vida (ingressei na melhor idade), neste verão resolvemos fazer algo um pouco diferente : fomos conhecer e rever alguns parques nacionais /estaduais /municipais e privados, subir alguns picos/montanhas  e alguns circuitos desses locais, região de cachoeiras,  e Brumadinho(Inhotim), poderíamos estar no dia do rompimento da barragem,  para nossa sorte desistimos em cima da hora.
      LOCAIS VISITADOS:
      Extrema - Mg (subida as base dos pico do lopo e do lobo)
      Munhoz - Mg(subida ao pico da antenas, caminhos)
      São Bento do Sapucaí - Sp(pedra do baú e roteiro)
      Marmelopolis -Mg(subida ao morro do careca, mirantes, pedra montada, roteiros e subida ao pico Marinzinho)
      Aiuruoca - Mg(subida ao pico do papagaio, matutu, cachoeiras)
      Visconde de Mauá-Rj - (subida a Pedra Selada)
      PN Ibitipoca - Mg (Janela do céu, pico, circuito das águas e grutas)
      São Tomé das Letras - Mg (cachoeiras e roteiros)
      Carrancas - Mg(cachoeiras e circuito serra de carrancas)
      Ouro Preto - Mg (centro histórico e subida ao pico do Itacolomi)
      Mariana-Mg: Bento Rodrigues, local destruído por outro rompimento de barragem da Vale.
      Serra do Cipó - Mg(todos circuitos dentro do parque e travessão)
      Conceição do Mato Dentro - Mg: cachoeira do Tabuleiro  (base e mirante)
      Lapinha da Serra - Mg(subida aos picos da Lapinha e Breu, cachoeira Bicame e Lajeado,  parte travessia Lapinha x Tabuleiro)
      Brumadinho - Mg(Inhotim)
      PN de Itatiaia - parte alta - Mg(base do pico das agulhas Negras e prateleiras, cachoeira Aiuruoca, circuito 5 lagos, subida ao pico do couto)
      Piquete - Sp(subida ao pico dos Marins)
      Infelizmente, por excesso de chuvas, não fizemos os picos do Itaguaré e da Mina( motivação da viagem). Entrou uma frente fria na semana que antecedeu o carnaval, tivemos que abortar por questão de segurança, pois não utilizamos guias e fazemos somente Bate/volta - fica para a próxima.
      As surpresas da viagem:
      Inhotim, Lapinha da Serra e Serra do Cipó
      A decepção:
      Carrancas-Mg  (É até bonito, mas comparado com outras regiões do estado de Minas Gerais, fica muito aquém).
    • Por Márcia Bastos
      Carrancas - Minas Gerais
       
      Em meio ao ciclo do ouro, bandeirantes paulistas da capital e de Taubaté, grandes rivais na disputa pelas terras e pelo ouro que nelas continham, se encontraram às margens do Rio Grande por volta de 1720 e juntos instalaram-se nas terras onde hoje está situado o município de Carrancas.
       
      Principais distâncias rodoviárias (km):
       
      - São Paulo - 411 km Presidente Dutra / 430 Fernão Dias
       
      - Rio de Janeiro - 421 km
       
      - Belo Horizonte - 286 km
       
      - Brasília - 1.060 km
       
      - Vitória - 850 km
       
      Gruta da Toca:
       
      Localizada à aproximadamente 3 km da cidade, junto ao poço do coração, esta é uma aventura bem interessante, são 300 metros de travessia por entre as fendas esculpidas durante milhões de anos, em alguns pontos é necessário bastante elasticidade para transpor as passagens estreitas. Muito bonita, esculpida no quartzito, formam-se esculturas incríveis que mexem com a nossa imaginação...
       
      Roteiro da Serra das Bicas
       
      Neste roteiro, é muito importante o acompanhamento de um guia. Neste circuito, você conhecerá o poço do turco, a gruta da cortina e a cachoeira da serra das bicas (a mais alta de Carrancas) Aproveite para conhecer o laticínio da serra e comprar seus deliciosos queijos. Os mais aventureiros, sempre acompanhados de um guia, podem fazer uma caminhada de aproximadamente 5 horas (ida e volta) até a Serra do Abanador, que é o ponto mais alto de Carrancas. De lá, se pode avistar o pico do papagaio em Aiuruoca e a Serra da Mantiqueira no trecho do parque do Itatiaia. ver fotos
       
      Roteiro da Zilda e Grão Mogol
       
      Este é um dos roteiros mais conhecidos em Carrancas, nem por isso deixa de ser um passeio deslumbrante. O acompanhamento de um guia é muito interessante neste roteiro, já que o complexo da Zilda oferece muitos atrativos e ir por conta própria é certeza de deixar de conhecer coisas belas que este local oferece. No complexo da Zilda você poderá conhecer o escorregador, cachoeira dos anjos, cachoeira dos índios e ao seu lado uma pitoresca inscrição rupestre, cachoeira da Zilda e o poço da proa. A cachoeira do grão-mogol só é possível chegar acompanhado de um guia, suas águas correm por um cânion que proporciona um dos mais belos visuais de Carrancas. Próximo a cachoeira dos índios, existe um bar (Recanto do Vagalume) que serve deliciosas refeições por encomenda.
       
      Racha da Zilda:
       
      Dicas :
      - Os acessos para Carrancas, são feitos por estradas de terra, apesar do bom estado de conservação, é muito importante dirigir com cautela nestas estradas.;
       
       
      - Ao vir para Carrancas, sempre faça antecipadamente sua reserva, para que ao chegar não tenha transtornos de falta de lugares. Nós do carrancas.tur.br damos como dica, a Pousada das Candeias (35) 3327 1234;
       
       
      - Os passeios ficam mais proveitosos e seguros quando é feito por um guia local. Na praça da cidade (em frente a Igreja) existe a Central de Guias, lá são dadas todas explicações e orientações para seus passeios. Contrate um guia !;
       
       
      - Todas as cachoeiras, estão em área particulares, portanto, sempre respeite os atrativos, para que o mau uso não prejudique os proprietários e principalmente a Natureza;
       
       
      - Sempre traga um par de tênis extra, em alguns passeios eles provavelmente irão molhar;
       
       
      - Traga lanternas (existem grutas imperdíveis !);
       
       
      - A máquina fotográfica não precisamos nem dizer, né ?;
       
       
      - Não faça churrascos nas cachoeiras,
       
       
      - Não ligue o som do seu carro nas cachoeiras, respeite quem quer ouvir o som da Natureza;
       
       
      - A comunidade Carranquense é muito religiosa e conservadora, portanto, não use trajes de banho na área urbana;
       
       
      - Grupos grandes devem ligar antes p/ programar sua estadia (Hospedagem, guias, refeições);
       
       
      - Não escreva em elementos naturais;
       
       
      - Nunca deixe lixo nos locais onde visitar, e caso encontre algum, recolha-o e traga-o para um lugar adequado;
       
       
      - Para conhecer os principais atrativos, são necessários no mínimo 3 dias na cidade. Para conhecer todos os atrativos são necessários pelo menos 7 dias; Nos meses de Junho à Agosto, as noites costumam ser frias, traga roupas adequadas; Em Carrancas, não existe cobertura de celular, portanto, ao viajar, deixe o número de onde ficará hospedado para as pessoas que te interessem;
       
       
       
      Na cidade só existe o Banco do Brasil, caso você seja cliente de outro banco, procure se previnir, trazendo dinheiro suficiente para o seu descanso;
       
       
      - Procure sempre trazer dinheiro trocado, geralmente o comércio tem dificuldades para troco.
       
      - Para quem pretende vir de ônibus, é importante verificar os horários para que as baldeações não demorem muito tempo.
       
      Boas Trips,
       
      Rogério Félix


×
×
  • Criar Novo...