Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
robertodebona

Trekking na Patagônia: 18 dias por El Chaltén, El Calafate e Torres del Paine (Circuito W)

Posts Recomendados


Excelente relato, parabéns pela viagem! Pretendo fazer a Patagônia ainda esse ano e com certeza vai ajudar muito.

@robertodebona com qual companhia aérea você foi para a Patagônia? Aerolineas ou Latam?

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom, Roberto! 

Tinha duvidas com relação a quantidade de dias para ficar em El Chalten e quais trilhas percorrer. Seu relato foi sensacional e esclarecedor. Parabéns!

Janeiro de 2019, será minha vez. Abraço!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 06/03/2018 em 19:02, FCRO disse:

Em el calafate consigo comprar pesos argentinos com reais?

É possível fazer o câmbio com reais em El Calafate, contudo, o câmbio não é muito favorável. Sugiro fazer o câmbio antes e apenas trocar moeda em El Calafate, El Chaltén e Puerto Natales em últimos casos.

 

Em 15/03/2018 em 14:33, JOAODOCARMO disse:

Muito bom, Roberto! 

Tinha duvidas com relação a quantidade de dias para ficar em El Chalten e quais trilhas percorrer. Seu relato foi sensacional e esclarecedor. Parabéns!

Janeiro de 2019, será minha vez. Abraço!

Valeu João do Carmo! Bom planejamento e boa viagem aí pra ti! Aproveita a Patagônia e tendo alguma dúvida é só perguntar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estive em el calafate recentemente e vale mais a pena comprar peso argentino la do que no brasil

A troca pode ser feita na western union, na avenida principal, proximo ao banco da patagonia

 

pra quem tem oportunidade, vale bem mais a pena a troca em buenos aires, mas como minha conexao em buenos aires era de madrugada e não teria como fazer isso, melhor deixar para el calafate, levei apenas 300 pesos para pagar o transfer do aeroporto para o centro

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom o seu relato, parabéns!

Uma dúvida: é possível fazer o circuito W no inverno? Mais precisamente, no mês de agosto?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

nao, o parque fecha para os turistas

eu sei que a temporada vai até final de abril mas quando volta a abrir eu não sei

o clima lá eh bizarro, agora em março peguei nevasca,muito vento (de ter que agachar e esperar diminuir a intensidade), num dia o vale do Francés foi fechado devido ao clima

no inverno Devido ao clima ser muuuito pior simplesmente não tem como fazer o trekking 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Diego Minatel
      "No século XII, o geógrafo oficial do reino da Sicília, Al-Idrisi, traçou o mapa do mundo, o mundo que a Europa conhecia, com o sul na parte de cima e o norte na parte de baixo. Isso era habitual na cartografia daquele tempo. E assim, com o sul acima, desenhou o mapa sul-americano, oito séculos depois, o pintor uruguaio Joaquín Torres-García. “Nosso norte é o sul”, disse. “Para ir ao norte, nossos navios não sobem, descem.”
      Se o mundo está, como agora está, de pernas pro ar, não seria bom invertê-lo para que pudesse equilibrar-se em seus pés?"
      De pernas pro ar, Eduardo Galeano
       
       
       O nosso norte é o sul, Joaquín Torres-García
      Cheguei ontem pela madrugada em casa. Agora sentado na frente do computador sinto uma necessidade, quase insuportável, de contar sobre meu caminhar até o fim do mundo. Foram 50 dias de viagem e mais de 14.000km percorridos por terra. Entre ônibus e caronas percorremos o sul do Brasil e a Patagônia Argentina até Ushuaia, parando em muitos lugares nos dois países. O dinheiro era pouco, mas a vontade era muita. A necessidade que tenho de escrever deve-se as pessoas que de alguma forma nos ajudaram a realizar esta viagem ao extremo sul da América do Sul. Tanta gente boa pelo caminho. Tanta solidariedade. Tanta gratidão.

      Pela primeira vez, antes de uma mochilada, eu não estava completamente bem e seguro. Nos meses que antecederam a viagem estava escrevendo a dissertação do meu mestrado (isso, por si só, já era muita tensão) e nesse intervalo de tempo perdi meu pai, a mulher que aprendi a amar resolveu seguir sem minha companhia e quase antes de embarcar perdi minha vó. Como é de se imaginar, meu estado de espírito não era nada bom, na verdade era o pior possível. Com isso tinha muito medo de atrair coisas ruins pelo caminho, como por exemplo ser vítima de violência. Assim, resolvi mudar a ideia de mochilar sozinho e decidi ter uma companhia nessa viagem. Meu amigo/irmão Matheus embarcou comigo nessa jornada. 

      Enfim, tenho como intuito neste relato contar a história dos lugares por onde passei, minha histórias nesses mesmos lugares e, principalmente, falar sobre as muitas pessoas (leia-se anjos) que nos ajudaram nesta viagem. Quero contar de maneira honesta os acontecimentos e os sentimentos que me permearam nesses dias, e de alguma forma quero deixar esse texto como agradecimento a cada pessoa que tornou essa viagem algo possível.
      Agora vamos ao que interessa, bora comigo reconstruir essa viagem por meio de fotos e palavras!
      Parte 1 - De Rio Claro até Timbó: o mesmo início de outra vez Parte 2 - A Serra Catarinense vista por Urubici Parte 3 - O casal das ruínas de São Miguel das Missões Parte 4 - Do Brasil para a Argentina Parte 5 - Buenos Aires, la capital Parte 6 - O começo da Ruta 3 e o mar de Claromecó Parte 7 - Frustrações na estrada e a beleza de Puerto Madryn Parte 8 - O anjo do carro vermelho Parte 9 - Cruzando o Estreito de Magalhães com San Martin  Parte 10 - Enfim, o fim do mundo Parte 11 - Algumas das belezas de Ushuaia  Parte 12 - El Calafate, Glaciar Perito Moreno e Lago Argentino  Parte 13 - O paraíso tem nome, El Chaltén Parte 14 - A janela do ônibus Parte 15 - O caminho de volta e os reencontros Parte 16 - Reflexões
    • Por matheusinacioca
      E aí, tudo bem
      Estou terminando de organizar minha viagem e preciso de algumas dicas...
      Meu voo de ida chega em Buenos Aires dia 19.01.19 (onde já tenho reservado no HOSTAL MILLHOUSE AVENUE até dia 22.01.19) e meu voo de volta sai de Ushuaia dia 23.02.19; concluindo assim 36 dias de roteiro.
      Meu segundo destino depois de BNA é Bariloche (vou de ônibus, empresa: VIA BARILOCHE). A partir de Bariloche a ideia é ir para el Bolsón, el Calafate-el Chaltén, Puerto Natales (parque Torres del Paine), e por fim, Ushuaia. Pretendo fazer todos esses trajetos de bus... 
       
      Minhas duvidas são em relação da quantidade de dias que reservo para cada cidade... Pensei da seguinte maneira:
       
      BUENOS AIRES: 3-5 dias
      BARILOCHE: 4 dias (até pensei em ficar mais, mas devido ao preço da cidade não sei se convêm)
      EL BOLSON: 4 dias
      EL CALAFATE: 3 dias
      EL CHALTEN: 5 dias
      PUERTO NATALES (P.TOR.PAINE): 6 dias
      USHUAIA: 5-7 dias.
       
      *Outras duvidas:
      1.devo agregar no trajeto: Villa la Angostura??... vi que tem bastante coisa legal por lá.
      2. de el Calafate vou para Puerto Natales, onde o objetivo é fazer o Parque Torres del Paine, acho que vou acabar optando pelo W, alguém tem alguma dica sobre??
      3. posterior ao Parque Torres del Paine, tenho que voltar para el Calafate pra descer até Ushuaia, trajeto que pretendo fazer de ônibus, vi que tenho que ir primeiro para Rio Gallegos... seria interessante reservar 1-2 dias para conhecer está cidade? ou melhor sigo direto para Ushuaia?
      4. en el Calafate, no glaciar Perito Moreno... minitrekking vs. big ice... já li tanto sobre isso que ainda não consegui decidir... alguém que fez, tendo em conta os valores, vale a pena o Big Ice?
      5. el Chaltén, pode fazer camping no Fitz Roy??
      6. Estendo para 5 dias em Buenos Aires antes de descer para Bariloche, ou 3 já está de bom tamanho?? quero conhecer Tigre tb...
       
      Desde já muito obrigado galera


×