Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Maryl Carvalho

Uma viagem pelo perú em pleno carnaval por uma brasileira, um nativo e uma colombiana

Posts Recomendados

Buenas noches Mancha (galera/gente gíria peruana)

Os preparativos para viagens começam dois dias antes da viagem marcada para o dia 07/02/2018. Fui ao aeroporto pegar meu certificado internacional de vacinação. Para entrar ao país não precisa, mas como nesta época são paulo estava com muitos casos de febre amarela, fiquei preocupada e fiz meu certificado (melhor estar preparada).Neste mesmo dia troquei reais por dólares (100 dólares deu aproximadamente 342 reais). Não peguei soles (moeda do país), pois meu amigo (nativo do perú) fez uma cotação pra mim la no país e trocar dólares por soles era mais em conta no perú do que no Brasil, então troquei  20 dólares por soles no aeroporto em cusco apenas. Taxi aceita dólares e alguns lugares para comer aceitam também. Dia da viagem  07/02 peguei o voo as 05:50 no aeroporto de Curitiba -PR com destino a São Paulo. Em São Paulo peguei outro voo a Lima com duração de 4 horas. Em lima peguei outro voo a cusco (aqui vale a pena comentar que se você comprar a passagem pela avianca, e o clima estiver nublado ou chovendo, eles remarcam sua passagem para até dois dias e não dão hotel para se hospedar. Se você for de latam, eles descem em cusco com ou sem neblina, mas podem não descer se tiver chovendo, podendo então remarcar seu voo para mais tarde, mas no mesmo dia). Quando cheguei em cusco, estava chovendo muito (háa bom comentar que fevereiro é um período muito chuvoso) e tivemos que voltar a Lima. Ao chegar a Lima, a chuva parou e voltamos a cusco. Eu deveria chegar as 15 horas (horario de cusco! horario do Brasil seriam 18 horas da tarde) cheguei as 19 horas em cusco (horario de cusco). Como já tinha onde ficar, não fiz cotação de hostels ou hotel, mas caminhando pela cidade vi muitooooos hostels. Para ir a casa de meu amigo nativo, pegamos um onibus de valor de 80 centavos (o que seria quase uns 80 centavos aqui no Brasil). Meu amigo mora em um bairro alto, então começando a subir, senti o efeito da altitude. Fiquei cansada só de subir a escada de sua casa. Para comer, tomei um plasil, pois eu estava sentindo os efeitos da altitude e com medo de passar mal. Clima era de chuva e muito frio. Dia seguinte (08/02), conheci a cidade, museus que não precisavam do boleto turístico. Para alguns lugares precisa apresentar  um boleto turístico que custa 130 soles (tipo uns 130 reais).

Os locais que visitei e não precisei do boleto foram:

- Templo da Mercê (10 soles) - MARAVILHOSO!

- Museu Scotia Bank (Graça)

- Tupac inca yupanqui (Graça)

-Direção desconcentrada da cultura (graça) (aqui se compra os boletos a machupicchu - Comprei inteira e paguei 153 soles apenas passeio a machupicchu sem a montanha)

-Qorikancha (15 soles) - bacana ir!

- Palácio (Prefeitura) Municipal de cusco (aqui tem dois museus: um precisa do boleto turístico e outro fica no pátio da prefeitura tem amostras de graça)

- Hilário Mendivil (Atêlier de artesanato- Graça) isso na praça de San Blas.

No dia 8 e 9 fiz o tour pela cidade visitando os lugares citados a cima. Peguei o onibus pagando apenas 80 centavos nas viagens. Comprei algumas coisas e vale a pena comentar que sempre negocie o valor. Como eu estava com um nativo, eles cobravam mais barato. Os lugares que pedi sozinha, me cobravam até o triplo do valor.

Dia 10 levantamos cedo rumo a machupicchu. Nesta aventura foram eu, Joel (amigo nativo) e sua namorada colombiana Alejandra. Pegamos uma van as 8 da manhã até a hidroelétrica ( varia de 30 a 35 soles direito ida e volta). Chegamos as 14 horas na hidroeletrica. Uma estrada muitooo loca, um abismo, uma poeira, um frio, altitude de mais de 3000 metros. Chegando a hidroelétrica tem um lugar para comer, mas é caro em torno de 18 soles. Então  caminhamos em direção a estrada que nos leva a cidade de machupicchu. Mas antes almoçamos por algumas tendas em frente ao trem e pagamos 6 soles pela comida. Para machupicchu tem dois jeitos de chegar, caminhando a pé pelas linhas do trem ou por trem. Como o trem para brasileiros é caro, fomos a pé mesmo. Fui com uma mochila pequena, pois sabia que ia caminhar muitoooooo. Durante a caminhada vimos muitos turistas! se você for sozinho (a), fique tranquilo (a) sempre tem pessoas passando por você pelo caminho. Foram 11 Km da hidroeletrica a águas calientes (cidade de machupicchu). Isso deu em torno de 3 horas caminhando, parando para tomar agua e comer algo pelas tendas instaladas pelo meio do caminho. Chegamos ao final da tarde na cidade e pegamos um hotel de valor de 20 soles para um quarto de solteiro e um de casal por 40 soles. Isso para uma noite. Tomamos banho, descansamos e fomos dar umas voltas pela cidade (LINDAAA). Jantamos por 13 soles ( foi o prato mais caro que comigo durante todo o tempo em cusco, inacreditavel não?!) De manhã cedo (dia 11) pegamos uma van para subir até o lugar sagrado, pagamos 12 dólares cada um para apenas subir, para voltar teríamos que pagar mais 12 dolares, mas como iriamos voltar para hidroeletrica e não para águas calientes (cidade de machupicchu) então pagamos apenas 12 dólares para subir e descemos a pé. Cerca de meia hora para chegar ao lugar sagrado. Sem palavras! lindoo, sensação milll. Ficamos em torno de 3 horas (utilizamos 1 hora para conhecer ponte inca, muita gente não sabe desse lugar, aconselho ir ver). Saimos do lugar sagrado perto do meio dia e como la é tudo muito caro, decidimos descer e comer durante o caminho a hidroeletrica. Pra descer tudo aquilo que subimos de van, demorou 1 horas, uma descida muitoooooo complicada! Nessa hora que vc percebe que deveria ter ido de trem e pegar outra van para descer hehehe, mas logo vc percebe que não tem muito dinheiro e vai hehehe. Quando chega a estrada, tem mais umas 3 horas caminhando até a hidroelétrica e assim consegue almoçar e descansar. Esse dia caminhamos por 7 horas! (se você é gordinha como eu, foque tranquila  que vc consegue heheh. O bom é que não pega altitude nestes lugares). Na hidroeletrica pegamos um taxi até a cidade de santa teresa ( não se assuste se o taxista colocar mais umas 3 pessoas juntos e alguns vão no porta malas, bem tenso isso). Escolhemos ir a santa teresa, pois voltar a cusco seriam mais 6 horas dentro de uma van nada confortável e uma estrada sinistra. Então pagamos 5 soles cada um até santa teresa e ficamos em um hotel pelo valor de 20 soles o quarto de solteiro e 30 o casal para uma noite apenas. Jantamos e fomos relaxar nas aguas termais. Um lugar fantastico! ( para quem caminhou muitoooooo, bem merecido!). Para ir la pegamos um taxi e pagamos 3 soles cada e para entrar no termas, pagamos 10 soles cada um. Fomos a noite, pois durante o dia, é muito quente a cidade. A noite é frio, então vale a pena ir a noite. No dia seguinte, bem cedo fomos a Santa Maria (10 soles cada no taxi) para visitar Ollantaytambo (boleto turistico) e voltamos a cusco. Para voltar a cusco fomos a praça para pegar um taxi ou van (10 soles cada). No dia seguinte dia 13,fomos a pisaq (pegamos uma van no mercado Rosaspata pagamos 4 soles cada). Em pisaq você pode subir a pé (cansativo) ou pode pegar um taxi (25 soles total). Pegamos o taxi hehehe. Para voltar a cidade, voltamos a pé para não pagar mais 25 soles de taxi. Ao terminar toda a descida, pegamos uma van (4 soles) de volta a cusco, mas descemos em outro ponto turistico que fica na entrada decusco mesmo, chamado de  Sacsayhuamam (boleto tursitico) e encerramos nosso passeio pelos  principais pontos turísticos. Havia mais, mas por termos um tempo curto, apenas deu para conhecer os principais. 

Lugares que fomos para beber e comer:

- Limbus (lindooo principalmente a noite! vá)

-chec maggy (pizzaria, muitooooo boaaaa)

-la yola (muito bom e barato! comida bem peruana)

Na rua teecsecocha muuitos bares de rock (nós curtimos só rock)

Importante comentar que feiras nos sábados (el baratilho) tem preços mais baratos ainda para comprar artesanatos e lembrancinhas (mais barato de todo o cusco)

ex: uma chompa (blusas de lã) 20 soles, mas nas lojas as mesmas estão por 35 soles e no aeroporto vai achar por 100 dolares. Lenços (13 soles) e não esqueça de levar um pisco (bebida tipica alcoólica de peru e a inca kola (refri de cola do peru).

Voltei ao Brasil com a boca rachada (clima muitooo seco em cusco), muitas bolhas no pé e amando este povo muito educado e humilde. Ameiii conhecer e voltarei para conhecer outros lugares!

Qualquer dúvida chama ai. Bjão

 

 

20180208_122319.jpg

20180208_143127.jpg

20180210_155951.jpg

20180210_170408.jpg

20180213_155511.jpg

20180211_100429-1.jpg

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Wesley_Justino simm, acho que vale mais a pena. Encontrei um casal brasileiro que foi por agência de turismo, eles comentaram que todo dia tinham coisas paara fazer pelo pacote, que não podiam aproveitar mais a cidade. recomendo ir por conta

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Maryl Carvalho disse:

@Wesley_Justino simm, acho que vale mais a pena. Encontrei um casal brasileiro que foi por agência de turismo, eles comentaram que todo dia tinham coisas paara fazer pelo pacote, que não podiam aproveitar mais a cidade. recomendo ir por conta

Obrigado!  Vejo o pessoal comentando que fazendo o Vale Sagrado por agência fica muito corrido e não dá tempo de conhecer direito os locais. Vou ver se me animo de fazer solo, mas como vou sozinho, se não arrumar companhia não sei se será viável. Embarco no próximo sábado.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o vale sagrado é lindooo, seria bom se tu pegasse esses táxis e fosse conhecer, o valor deles é sempre negociável, você pode encontrar carros mais caros, mas carros baratos também. Se precisar de algo, me chama, vou te ajudando.Pela cidade tem mutas agencias de turismo, pesquisa a mais em conta, tem variados valores. Boaa viagem e qlquer coisa dá um grito hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por VoandoAltoFH
      Pessoal,
      Vou fazer um relato detalhado do Mochilão que fiz no comecinho deste ano, mas que lembrei só agora de postar aqui neste site.
      O legal de tudo isso é que registrei em videos, então estará bem fácil entender o passo a passo da viagem.
      Foram no total 32 dias de viagem e gastei R$ 13.560,00 para 2 pessoas, incluindo TUDO (hospedagem, comida, passagem aérea, passagem de ônibus, seguro viagem, passeios, transporte, taxi, mercado, etc)!!! Considerando que a cotação do dólar na época beiravam os R$ 3,85 posso dizer que em moeda americana saiu por US$ 3.522,00.
      Ressalto que se dividir o valor por pessoa, acabou saindo então por R$ 6.780,00 ou US$ 1.761,00 por pessoa aproximadamente. 
      Então, acredito que saiu bem barato e aproveitei muito a viagem.
      Todos os episódios estão registrados no meu canal do Youtube, mas postarei um pouco mais detalhado aqui, já que o conteúdo é escrito.
      Mas quem tiver curiosidades, poderá assistir por lá.
       
      Canal Voando Alto
       
      Abs!
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Cusco
       
      Um breve resumo de tudo que fiz em Cusco e seus arredores. 
      Para realizar os passeios básico, serão necessário no mínimo 5 dias, o recomendado 1 semana.
      Dos 5 dias, 2 gastei em Cusco para planejar a viagem para Machu Picchu, fechar os pacotes turísticos, visitar os museus e o sítio arqueológico Sacsayhuaman. 
      Teve 1 dia inteiro para o passeio ao Vale Sagrado, optei pela versão VIP que é bem mais completo, que inclui Moray e Salinera de Maras.
      E 2 dias somente para Machu Picchu. Machu Picchu fica  longe de Cusco e terá que ir de trem até a cidade próxima chamada de Machu Picchu Pueblo, mais conhecido como Aguas Calientes, que era o antigo nome. É cansativo se tentar um bate-volta. 
      Então, 1 dia será para chegada na cidade de trem, na manhã seguinte visitar o sítio arqueológico Machu Picchu e voltar de trem à tarde para Cusco.
      Lembre de comprar o seu boleto turístico que é um ingresso que contém um pacote fechado de vários museus, sítios arqueológicos, teatros e eventos culturais. 
      É possível economizar uma boa grana, ao invés de pagar por cada ingresso separadamente. Principalmente se for realizar o passeio pelo Vale Sagrado.
      Compre ele no Museu de Arte Popular, próximo a Plaza de Armas. 
      O boleto custa 130 soles, que dá em torno de R$ 150,00 e vale por 10 dias.
      O Sacsayhuaman fica na parte elevada de Cusco, é um pouco cansativo se for a pé, leva de 30 a 40 minutos do centro da cidade e é uma subida bem longa. Se quiser, poderá ir de taxi.
      Chinchero é o início do passeio ao Vale Sagrado. Acabei contratando uma agência de turismo que saiu por 50 soles por pessoa, em torno de R$ 58,00.
      Estava incluído o transporte com Van, guia local e o almoço. As entradas terá que pagar por contra própria, adquirindo o boleto turístico.
      Moray e Salinera de Maras, estão incluídos somente no pacote de Vale Sagrado VIP, que é o que eu recomendo por ser a mais completo.
      Muitos acabam emendando este pacote com a ida ao Machu Picchu, mas não recomendo fazer isso porque você vai acabar perdendo a visita ao Pisaq. 
      Minha dica é que faça o tour do Vale Sagrado por completo e depois se preocupe somente com o Machu Picchu.
      As Salineras de Maras, este local não está contemplado no boleto turístico, então terá que pagar a entrada de 10 soles por pessoa, que dá em torno de R$ 12,00.
      Em Ollantaytambo fica localizada a estação de trem que vai 
      te levar até Machu Picchu Pueblo. 
      As pessoas que emendam o pacote do Vale Sagrado com Machu 
      Picchu, acabam por permanecer por aqui e não terminam o passeio do Vale Sagrado.
      Esta cidade fica a 2 horas de Cusco. Lembrando que não é possível chegar a Machu Picchu de carro ou Van. Haverá sempre um trecho, mesmo que pequeno em que terá de realizar de trem ou a pé.
      Pisaq é a última parte do passeio pelo Vale Sagrado, que é bem 
      recomendável visitar.
      Depois disso fui para a cidade de Machu Picchu Pueblo de trem. 
      Os pacotes vendidos pelas agências é em torno de 220 a 250 dólares por pessoa e nele estão incluídos a ida e volta de 
      trem, entrada ao Machu Picchu, hospedagem, em alguns casos refeição, outros a visita aos termas e a van para subir ao sítio 
      arqueológico, algumas agência incluem somente a ida de van sem a volta. 
      Negocie a ida e volta, porque descer a pé e muito cansativo.
      No meu caso, fiz tudo por conta própria, pois o valor era muito alto para poder confiar em qualquer agência de turismo.
      E não é tão difícil organizar isso sozinho, poderá realizar a reserva de hotel pelo site do Booking. 
      O trem pelo site do Peru Rail ou Inca Rail. Optei pelo Peru Rail por ter uma grande disponibilidade de horários e era um pouco mais barato que a concorrente.
      A entrada para Machu Picchu já tinha comprado em Cusco e a van que te leva até o sítio arqueológico poderá ser reservado em Machu Picchu Pueblo.
      Existem as opções um pouco mais baratas de se chegar a Machu Picchu, mas que no final de contas é mais cansativo e demandará mais do seu tempo. 
      O preço dos trens é bem caro, bem abusivo. Paguei em torno de 500 soles, em torno de R$ 570,00.
      A van que te leva até o sitio arqueológico custa em torno de 79 soles, ou R$ 90,00 para ida e volta.
      O ingresso do Machu Pichu foi de 152 soles, ou R$ 175,00.
      Creio que se eles continuarem a aumentar mais os preços, talvez não compense mais. Ultimamente têm criado várias regras restrigindo a quantidade de pessoas.
      Outras vezes, obrigavam a contratar um guia local para adentrar ao Machu Picchu. Por sorte, não foi exigido na minha vez.
      É um lugar para se visitar 1 vez e nunca mais. Haja grana para isso.
      Mas pelo menos a vista foi de matar, não é a toa que é uma das maravilhas do mundo.
      Aproveitem esse pequeno resumo com os melhores momentos de Machu Picchu.
      * Links:
      - Andean Flicker Adventure (Pacote Vale Sagrado)
      Endereço: Calle Educandas, 375 - Cusco
      Whats (Yessica): +51 984 982 013
      Tel: +51 084 599 832
      E-Mail: [email protected]
      https://www.facebook.com/flickeradven...
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Cusco
       
      Conforme prometido, vou estar separando as dicas por partes.
      Neste video falarei sobre o que você deve realizar em Cusco. 
      Basicamente é fechar os pacotes de passeio, visitar os pontos turísticos da cidade, os museus e apreciar a culinária local.
      E aqui estamos na Plaza de Armas que é o ponto principal da cidade, aproveite para tirar muitas fotos e apreciar a arquitetura local.
      Posso dizer que a cidade em si era bem segura, havia um bom policiamento na região, mas é lógico que você não pode se descuidar. Evite de usar celular na rua, assim como vocês fazem no Brasil.
      E é aqui que ficam as agências de turismo, as pessoas ficarão te abordando e vendendo os pacotes, escolha bem a empresa. 
      Consulte no mínimo 5 empresas, peça os preços dos passeios, pegue o catálogo de preços.
      Recomendo utilizar de agências de turismo que ficam um pouco afastadas da Plaza de Armas, já que geralmente os preços são mais em conta. Poderão ver que ficam um pouco mais afastadas do centro.
      E aqui temos a a pedra dos 13 angulos.
      Lembrando que se for realizar os passeios do Vale Sagrado, dos museus e alguns sítios arqueológicos, você terá que adquirir o Boleto Turístico. Que conforme o último vídeo é um ingresso com um pacote de entradas dos principais pontos turísticos de Cusco e seus arredores.
      Você poderá obter no Museo de Arte Popular, que é onde aparece agora na foto.
      E essa é a imagem do boleto turístico que custa 130 soles, em torno de R$ 150,00. Conforme você vai passando pelos locais, eles vão perfurando no boleto, os pontos visitados.
      Se necessita realizar o câmbio de moedas, recomendo este local a LAC Dolar, eles ofereciam uma boa cotação, além de ser bem confiável. Ele fica bem em frente ao Museo de Arte Popular, onde vocês compram o boleto turístico.
      Agora no Mercado San Pedro, é possível apreciar a culinária local a preços baixos, e vem muita comida, mas que nem falei anteriormente, a questão de higiêne deixa um pouco a desejar.
      Visite os outros demais pontos turísticos. 
      Lembrando que não é possível você consumir bebida alcóolica na rua, conforme a placa, fiquem ciente disso.
      Esse é o museo de arte contemporâneo.
      Após isso visite o Museo de Historia Regional que é bem interessante, mas eles não permitem que você registre imagens no local.
      Após isso bem perto daí, estará o ponto de vendas dos boletos para Machu Picchu. Deverá já saber o dia em que você vai visitar e o horário exato. Necessário levar seu passaporte original para finalizar a compra.
      São 152 soles que dá em torno de R$ 175,00.
      Já feito isso, após reservar a sua viagem de trem para Machu Picchu no site do Peru Rail, deverá retirar o voucher ou a passagem, nos quiosques da Peru Rail. Eles possuem em 3 diferentes endereços.
      Caso queira comprar direto com eles, já saiba de antemão a data, os horários e a categoria dos vagões.
      A Orion é uma rede de supermercados que recomendo em Cusco, para você comprar seus alimentos ou itens de higiêne pessoal.
      Os ônibus em Cusco é muito barato, custam em torno de 80 centavos, ou seja, bem menos que R$ 1,00.
      Por fim, não esqueça de visitar o sítio arqueológico Sacsayhuaman.
      O próximo video farei um pouco mais detalhado de lá.
      Curta o video, compartilhe e se increva no canal.
      * Links:
      - LAC Dolar: câmbio de moedas.
      Endereço: Av. El Sol 150 - Cusco
      Tel: +51 84 257 762
      - Boleto para Machu Picchu (Site oficial). Poderá comprar na própria loja física, próximo ao Museo Historico Regional. Necessário levar o passaporte original.
      https://www.machupicchu.gob.pe/inicio
      - Museo Historico Regional (Horários e Tarifas)
      Endereço: Calle Garcilaso con Heladeros, S/N. Casa del Inca Garcilaso de la Vega
      http://museos.cultura.pe/museos/museo...
      http://www.culturacusco.gob.pe/museo-...
      - Museo de Arte Popular (Boleto Turístico - COSITUC)
      Endereço: Av. El Sol 103, no subsolo.
      Horários: Seg-Sab - 08:30 ~ 18:00 / Dom e Feriado - 08:00 ~ 13:00
      http://cosituc.gob.pe/
      - Aplicativo Moovit de Ônibus
      Android
      https://play.google.com/store/apps/de...
      IOS
      https://apps.apple.com/br/app/moovit-...
      - Trem para Machu Picchu
      Peru Rail
      https://www.perurail.com/
      https://www.perurail.com/find-us/
      Inca Rail
      https://incarail.com/
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Machu Picchu
       
      Existem 3 circuitos no Machu Picchu: 
      - Circuito 1, a escolhida e a mais completa, visitando quase todos os pontos principais do parque.
      - Circuito 2, leva a um ponto menos altos do local e fica mais na parte agrícola da cidade. 
      - Circuito 3, seria para aqueles com dificuldades de locomoção, é bem curto e rápido.
      Escolha o circuito 1, a mais completa e visite todos os cantos e pontos possíveis. Leva em torno de 3 a 4 horas de visitação.
      Além deles, existem 2 rotas opcionais pagas. Terá que decidir na hora de comprar o seu boleto. São a montanha Machu Picchu e a montanha Waynapicchu. 
      Vale a pena realizar esses opcionais? Depende. Seria você subir em 2 montanhas mais altas do local, caminhar em uma trilha bem perigosa, subir muitas escadas e ver o Machu Picchu de cima. Uma vista privilegiada do local.
      É bem cansativo e talvez não recomendaria pelo esforço, nível de perigo e para quem tem medo de altura.
      A entrada comum custa 152 soles que dá R$ 175,00. Com roteiro opcional, uma das montanhas, o valor sobe para 200 soles, que dá em torno de R$ 230,00. 
      O ônibus custa US$ 12,00 por trajeto, para ida e volta no total US$ 24,00. Poderá subir a pé, mas é bem ingreme e cansativo, leva em torno de 2 horas por trajeto.
      Os hostels ou hotéis da cidade, servem café da manhã por volta das 5 horas da madrugada. E o check-out geralmente é bem cedo, em torno das 8 horas da manhã. 
      Terá que retirar a sua bagagem. Alguns hostel cobram para guardar as suas malas. Caso não seja possível, utilize o guarda volumes do Machu Picchu por 5 soles, ou R$ 5,50.
      Aqui é a entrada principal do sitio arqueológico, lá na frente tem o guarda volumes e o banheiro por 2 soles, ou R$ 2,20. Passe no banheiro antes, pois não existem toaletes lá dentro.
      Não esqueça de carimbar a visita de Machu Picchu em seu passaporte, naquela casinha à direita. É bem legal fazer isso e registrar esse momento, apenas como decoração.
      Lembre de trazer pelo menos 1 litro de água por pessoa e lanches. 
      Não é necessário você contratar um guia particular para visitar o parque, mas as regras podem mudar.
      Qual o melhor horário para visitar?
      Recomendo que seja na parte da manhã. Algumas pessoas, vão no primeiro horário, às 6:00 da manhã, pois é bem vazio e não tem muita gente. Mas eu não recomendo isso, porque as chances pegar uma névoa ou neblina no local são muito grandes e você não poderá ter esta vista ao fundo, quando for bem cedo.
      Minha dica é pegar o das 8 ou 9 da manhã, pois conforme vai esquentando, a névoa vai se dispersando. E assim poderá ter uma vista fantástica da cidade.
      O ponto ideal é bem ao lado desta casinha, na esquerda onde as pessoas estão fazendo a fila. Por aqui que você terá as melhores fotos de Machu Picchu, agradeço muito a Deus por esta oportunidade e essa vista maravilhosa.
      Aproveitei para visitar a Puente Inca, que era um antigo trajeto utilizado pelos Incas, é bem assustador.
      Não recomendo a trilha ao Puente Inca para aqueles que tem problemas de mobilidade e tenha medo de altura, pois o caminho é bem estreito e qualquer besteira você pode cair no precipício.
      Essa trilha vai te consumir uns 40 a 50 minutos do seu tempo, e antes de visitar lá, terá que registrar a sua entrada e saída.
      Não achei nada demais, mas o caminho é bem assustador e a ponte também.
      Quem quiser subir ao Waynapicchu ou Montanha, terá que realizar uma trilha semelhante a este, com várias subidas de escada é lógico.
      Machu Picchu fica à 2.400 metros de altitude. Foi construída no século XV sobre as ordens de Pachacuti. Descoberto oficialmente em 1911. Cerca de 30% da cidade é de construção original, o restante foi reconstruído. 
      É considerado uma das 7 maravilhas do mundo moderno, um patrimônio mundial da UNESCO.
      O Intihuatana, o relógio solar, ou "lugar onde se amarra o sol", fica no ponto mais alto de Machu Picchu, no setor sagrado. Esculpida de acordo com o alinhamento dos pontos cardeais e era utilizada para registrar a passagem do tempo, além de auxiliar nos ciclos de agricultura. Dizem emanar uma suporta energia positiva.
      A Roca Sagrada, seria como um altar, um elemento central e importante em uma área dedicada à adoração de Apu "Yanatin", ou seus deuses.
      No templo del Condor, dá para ver uma a forma de um pássaro ou Condor esculpida nas rochas. A ave representava a missão de conduzir os mortos ao céu e fazer a conexão entre deuses e mortais, fica situado na parte baixa da cidade.
      Entrando por volta das 8 da manhã, saí mais ou menos às 12:30. Deu tempo para fazer um almoço tranquilo na cidade e depois pegar o trem das 3:30 da tarde para Cusco.
      Espero que goste do video, deixe seu like, comente, compartilhe e se inscreva no canal.

      * Links
      - Boleto para Machu Picchu (Site oficial). Poderá comprar na própria loja física, próximo ao Museo Historico Regional. Necessário levar o passaporte original.
      https://www.machupicchu.gob.pe/inicio

      - Consettur: Ônibus para subir ou descer de Machu Picchu (tarifas e reservas).
      http://consettur.com/
    • Por VoandoAltoFH
      Assista em Video no Youtube - Chinchero
       
      Vou comentar aqui sobre o Tour que fiz ao Vale Sagrado.
      O Vale Sagrado dos Incas, nos andes peruanos, tem esse nome porque está composto por numerosos rios que descem por pequenos vales e nele estão os vários monumentos arqueológicos e os povoados indígenas.
      Em relação ao pacote vendido pelas agências, existem o Vale Sagrado e a versão VIP que seria a mais completa.
      O comum engloba os seguintes sítios arqueológicos: Chinchero, Urubamba, que é onde fazem o almoço. Ollantaytambo e o Pisaq.
      A versão VIP, tem tudo isso que comentei anteriormente, adicionados os sitios de Moray e Salineras de Maras.
      E aqui em Chinchero seria a primeira parte da visita, antes eles nos levam a uma loja ou um centro artístico da cidade, para fomentar a cultura local. Mostram o processo de tingimento do pêlo de animais e os ingredientes ou produtos utilizados. Foi bem interessante.
      Vale lembrar que a grande receita do turismo no Peru é meio que monopolizado e dificilmente vai para a população local.
      Então a única forma de poder patrocinar o desenvolvimento da cidade, é adquirindo ou comprando esses artigos, souvenirs, artesanatos e roupas da região.
      Aproveite para fazer as compras nessas lojas. Eles possuam vários artigos interessantes. Gostei mais dos bonequinhos de lhamas, as crianças vão adorar.
      Na saída da loja, aproveite para comer o milho cozido com queijo. É uma delícia, recomendo experimentarem.
      Voltando sobre o passeio, leva dia todo, saem por volta das 7 horas da manhã e retornam às 7 horas da noite.
      E paguei em torno de 50 soles por pessoa que dá em torno de R$ 58,00. Mas isso porque consegui um desconto, por estar com mais pessoas. Na verdade é um pouco mais caro.
      Lembrando também que para realizar este tour, será necessário você adquirir o tal Boleto Turístico, conforme comentei no video de Cusco. Dê uma olhada lá, que terá as informações necessárias.
      Sobre Chinchero, ele está a 3.772 metros acima do nível do mar, então cansa um pouco você subir pelas escadarias.
      Foi um local em que tiveram vários conflitos entre os incas e os espanhóis. E no final do século XVI, o vice-rei construi uma fazenda e montou uma igreja no alto da cidade.
      É possível ver os terraços agrícolas, que seriam essas dobras na terra, que evitavam a erosão e permitiam o cultivo ou plantações de alimentos. Mais comum na época seriam as batatas.
      Depois vocês vão ver a igreja em que é possível ver a mistura da religião católica com a cultura indigena. Mas pena que não foram permitidas o registro de imagens dentro do local.
      Após isso estaremos visitando o próximo sítio arquiológico Moray.
      Fique com o restinho do video deste trajeto e aguarde os próximos episódios. Valeu!
      Por fim, curta, comente, compartilhe e se inscreva no canal.
      Valeu!

      * Links:
      - Andean Flicker Adventure (Pacote Vale Sagrado)
      Endereço: Calle Educandas, 375 - Cusco
      Whats (Yessica): +51 984 982 013
      Tel: +51 084 599 832
      E-Mail: [email protected]
      https://www.facebook.com/flickeradven...


×
×
  • Criar Novo...