Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

abc121212

Muralha da china +Tailândia +Vietnã + Camboja + Malásia + Filipinas + Singapura sem inglês

Posts Recomendados

Em 04/04/2018 em 08:40, Bre Ramos disse:

To curiosa pra saber quanto custou toda essa viagem..

hahha pra falar a vdd eu não sei bem qto ficou.rsrsr mas entre 10/15k ... da pra economizar mais

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em 06/04/2018 em 03:29, Tadeu Pereira disse:

@guilhermemg12 Farei Tailândia, Camboja, Laos, Vietnã em Novembro por 30 dias... obrigado pelas dicas nos relatos... aguardando os próximos capítulos... 

que bacana cara que está curtindo! queria ter ido para o Laos, só que meu roteiro já estava bem apertado, tive que tirar! de uma olhada nas chuvas no vietina, pq tem alguns lugares que tem chuva nessa época...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

12º Dia

Bom, esse dia tirei para ir nos templos, e já era dia 23 de dezembro! Por se tratar de um pais de maioria budista, não se via praticamente nada de enfeites de nata...Nessa altura da viagem, já estava totalmente por fora de datas e nem sabia mais que dia da semana era, estava apenas vivendo o momento sem nada para preocupar... bom seria se pudéssemos sempre viver assim..rsrs

Antes da viagem, havia feito vários cronogramas do que fazer em BKK, ( na vdd a gente faz os roteiros e chega na hora vê tanta coisa nova q acaba nem seguindo tudo.rsrs). como de costume, tinha já o mapa em off-line baixado no celular, após tomar café na 7/11, já fui para o templo mais próximo de onde eu estava e cair no  WAT PHO, a entrada custa se não me engano uns 50bt

 Snapseed_5.thumb.jpg.6ecf80a8aedebb7aee1f2e46abe5e268.jpg

 Snapseed_2.thumb.jpg.62050b975cc305497d23a5cb2c188230.jpg

IMG_8693.thumb.jpg.dd7632917140ed5493874277f129cd4b.jpg

Snapseed_4.thumb.jpg.fd0d3d9fabdc47d26161172e4bd9aff7.jpg

Logo em seguida peguei um farry (custa muito barato, acho que é uns 5 centavos e não dura nem 5m a travessia) para ir no templo Wat Arun que fica do outro lado da margem do rio... dizem que esse templo é lindo para ver no pôr do sol. Nesse templo eu tive a sorte de verem os sacerdotes cantando uma espécie de mantra, fiquei com medo de filmar, mas acabei filmando um pouco de longe.. Muito bacana, apesar não ter ideia do que estavam falando.

IMG_8716.thumb.jpg.99d2f6da7a94518b9e137b0e7b44d998.jpg

IMG_5419.thumb.JPG.b89742614b3c3d09d269c1389e6b394f.JPG

Snapseed.thumb.jpg.f99ac76a39449abbb668a5099e652135.jpg

Snapseed_7.thumb.JPG.236036ab84dc48b72967eb7a9d38229f.JPG

-Depois de visitar esses dois templos confesso que já deu uma canseira, pq  o sol estava bem quente nesse dia, segui em direção para o próximo templo o The Grand Palace, considerado o principal da Tailândia. Acontece que estava extremamente lotado, a entrada estava igual quando vc vai pegar o busão no fim do trabalho. Então, acabei desistindo hahaha... estava com fome e o sol estava muito quente, havia comprado um saquinho de mangas fresca pelos vendedores ambulantes pelo caminho.

-Fui em direção ao hostel, mas algo me chamou muito a atenção de longe. Uns monumentos que brilhavam igual ouro, mas tinha muitas arvores tampando. A curiosidade bateu mais forte que acabei indo. Se tratava de onde ocorreu cremação do Rei da Tailândia depois de um ano de luto. Como a entrada era grátis, resolvi entrar. O custo total do altar foi de 90 milhões de dólares e demorou 10 meses para ficar pronto!

IMG_8718.thumb.jpg.281587a74cbb908530983408eff53bb3.jpg

O antigo Rei da Tailândia é muito querido pelo povo. Qualquer ofensa feita a ele, poderá leva-lo a cadeia. Então muito cuidado ao falar sobre ele.

Snapseed_1.thumb.jpg.f4bcec285a896b5135c9d8464041200e.jpg

Snapseed_3.thumb.jpg.1d3dd46e335a2b0b75cb9a1a556b3825.jpg

Snapseed_6.thumb.JPG.295c5979fc3350ecf55845cb557c9183.JPG

Depois da visita resolvi voltar para o hostel, acho que era umas 2 da tarde. Comi em algum lugar pelo caminho mesmo, não lembro oq, pra variar....rsrs

Depois de tomar um banho e descansar um pouco resolvi ir explorar a agitada Bangcoc. Fui para a região dos shoppings em Siam. Fui andando mesmo para poder ir explorando a região com calma... nossa cansei, nesse dia andei por volta de uns 17km hahahha. Os shoppings são bem modernos e tem tudo... vi iphone x  por lá, com preço melhor que o brasil, mas não estava disposto a comprar não heheh...fui só para olhar mesmo, mas acabei comprando alguns shorts de praia que estavam com bom preço.

Pelo caminho tinha uma feirinha de rua com muitas opções tb, e muita comida local, foi onde eu comprei um sorvete de coco natural dentro do coco! Nossa, melhor sorvete da vida!!!! Ainda mais no calor que estava. Não deixem de experimentar!

Já de volta para o hostel, tinha um grupo de brasileiras por lá, galera bem animada. Fui para a kao san pra tomar uma de leve. Lá é uma loucura, a rua dos mochileiros... muitos bares, massagens na rua, onde acabei fazendo pois como andei o dia todo e foi a melhor coisa que fiz! Cara é tipo ter um orgasmo essas massagens hahahahah

 

13º dia

Nesse dia iria sair desse hostel e voltar para o que ficava perto do aeroporto pois no outro dia iria pegar mais um voo cedo.

-nesse dia voltei pela kao san na parte da manhã d novo pois queria comprar algumas tranqueiras.rs.. dava para ter ido nos templos que não visitei no dia anterior, mas a preguiça não estava cooperando. Fiquei na região mesmo perambulando até dá a hora de fechar o hostel e ir para o outro. Ainda fiquei conversando com o grupo brazuca um pouco e depois Fui de Grab para o novo hostel perto do aeroporto.

- nesse dia eu iria à noite na região RCA significa Royal City Avenue. É a rua das danceterias e clubes. Só que meu voo no outro dia era as 7h. achei melhor sossegar um pouco... resumindo esse foi um dia perdido.

 

Continua...

  obs: as fotos perdem muita qualidade por aqui.. já postei algumas no insta uaiguimg e ainda falta muitas para serem postadas...

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 16/04/2018 em 19:19, Sony Acioli disse:

O fato de ñ falar o inglês ( meu caso ) ? Mt duro ? 

então, se eu tivesse inglês curtiria mais pelo fato de poder interagir facilmente com as pessoas... mas se seu medo é a falta do ingles, não pense duas vezes e se joga!!! baixa um google tradutor off-line e boa viagem..hahah

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

14º dia.

Nesse dia fui cedo para o aeroporto pois o avião sairia as 7:00. Rumo a Hanói capital do Vietnã. Fiz um lanche rápido pelo caminho mesmo em uma 7/11 (no aeroporto tem uma tb).

- na hora do check in a atendente exigiu um comprovante de saída do Vietnã, como já tinha o voo de volta com a mesma cia, só mostrar sem grandes problemas. Nesse embarque tb foi pesado minhas mochilas e tinham incríveis 6k hahha... nisso fui com as blusas de frio na mão é claro. E uma bolsa estilo saco que estava a gopro, carregadores essas coisas que ajuda a diminuir o peso.

*obs: Brasileiros precisam de visto para entrar no Vietnã. Sendo possível tirar no brasil através da embaixada que fica em Brasília, o processo parece tranquilo, mas se vc não mora lá acho que fica mais caro. Outra forma de tirar é em alguma outra embaixada, muitos tiram em bkk quando estão por lá, demora uns 3 dias úteis, se for sua opção programasse.

Eu escolhi tirar na hora da chegada no aeroporto, sendo só possível se não me engano entrando no pais pelos aeroportos de Hanói e Saigon. Porem é necessário uma “cartão convite”, alguns hosteis, passeios oferecem essa carta, bom certificar com o seu. No meu caso eu utilizei uma que alguém disponibilizou nos grupos http://visadovietnam5usd.com/ custa 5 dólares, e eles te enviam um formulário via e-mail e vc já leva preenchido no dia da chegada vc a mostra e paga a taxa do visto, sim, tem que pagar mais, se não me engano foi 25 dólares (leve sempre trocado os dólares)  mais foto 4x6 (eu levei 4x3 e aceitaram de boa).

-confesso que foi a entrada que mais fiquei meio receoso sem nenhum motivo específico, não sei se são os históricos de guerras ou o grande numero de militares no aeroporto, mas fiquei com um leve medo ao entrar no pais. Mas para minha felicidade não teve nada demais na entrada. Cheguei, apresentei a carta e uma delas estava sem preencher, me deram outra lá na hora e preenchi na hora sem grandes problemas depois a entreguei junto com o dinheiro e passaporte e fiquei aguardando até aparecer meu nome no monitor e estar liberado. O visto vem pregado no passaporte bem bacana.

- Para sair do aeroporto eu havia cotado o transfer pelo hostel mas achei meio caro 20us, já que não vi nenhuma informações sobre transporte público, alguém no grupo havia falado que tinha pegado o grab (uber asiático) para sair do aeroporto e foi o que fiz já que no aeroporto tb tem wifi grátis. Troquei alguns dólares na moeda local, acho que uns 50 dólares e fui para o hostel.

- a viagem do aeroporto ao hostel foi tranquila, percebi que o ceu estava bem cinzento e não nublado logo imaginei que seria poluição, tentei conversar com o motorista, mas ele não falava inglês tb. Hahaha fui apenas admirando as paisagens que diga de passagem não eram nada bonitas hahah.

IMG_9407.thumb.jpg.6552a44c7345d3c9cd5e390a089f054b.jpg

-cheguei no hostel  Old Quarter View Hanoi, de longe um dos melhores hosteis que fiquei, muito bom, fiquei com quarto de 4 camas com banheiro dentro. Como cheguei cedo, deixei a mochila por lá e fui explorar a cidade. Um caos a cidade, com aquelas centenas de motos passando, os chapéu tipo deles, gente que não acabava mais.

Snapseed.thumb.jpg.63891c8be5bba0eeef4a17ce6391529f.jpgSnapseed_5.thumb.jpg.bd5dbd1ac0d148bc4c63b07013217ccc.jpg

-cara, a cidade não tinha beleza, tudo muito cinza, sem cor, não havia muito beleza por ali, mas foi uma das cidades que mais me encantou! Eu andava por todo canto sem que as pessoas ficassem me abordando oferecendo tudo por ser turista. Simplesmente as pessoas viviam a vida deles como se vc não estivesse ali.

-nesse dia fui em alguns pontos turísticos perto do hostel mesmo, como o pais é católico tb, havia alguns enfeites de Natal, mas nada tão exuberantes... fui na catedral de pedra e em outros lugares por lá e a noite essa foi minha ceia hahahha

hanoi.thumb.jpg.a207b71eff130c74f2a0ac012892f25d.jpg

15º dia

-Minha ida para o Vietnã era exclusivamente para conhecer o halong bay que está localizada a 160km de Hanói, no norte do pais. Declarada Patrimônio Mundial da UNESCO, Halong Bay está presente na lista das 7 Maravilhas da Natureza. Com cerca de 1.969 ilhotas de calcário que se elevam das águas, é a mais conhecida baía do dragões.

-Pois bem, ao pesquisar vi que tinha alguns cruzeiros por lá na faixa de 80 a 120us por pessoa para 1 noite e 2 dias com tudo incluso. Era o que eu iria fazer até então, acontece que a Fernanda não conseguiu ir para o Vietnã por conta do visto, enfim, tinha que me virar.

- Tinha visto que existia passeios de bate e volta de hanoi a halong no mesmo dia por 35 a 70us. Eu havia desanimado de passar a noite no barco, tipo fiquei imagino como seria essa noite, já que estaria frio, sem net, tv e sem poder muito interagir com o restante do pessoal por faltar da fluência em inglês. Acabei optando pelo bate e volta mesmo e não me arrependi, no capote estava incluso o transfer, almoço, caíque e volta.

- fechei o passeio no próprio hostel, não quis ficar rodando pela cidade procurando por mais baratos, mas acredito que consiga pagar valores melhores, eu optei por um de 60 us por indicação do hostel (obviamente o mais caro rsrs já que tinha de 40 e 50 us tb..)

16º dia

-No outro dia a van veio pegar o pessoal no hostel com um pequeno atraso umas 8:30, fomos até halong em uma viagem de umas 4h. no início da viagem já é servido o almoço no barco. O barco é muito bom, o próprio guia que acomodava o povo nas mesas para o almoço, como eu estava sozinho fiquei com uma família do Paquistão, a mulher estava sentada aí o guia pediu para eu sentar do lado dela o marido falando em árabe e eu nem precisava entender árabe para saber que ele não gostou da esposa do lado de outro homem, mais do que de pressa a fez mudar de lugar e sentou ao meu lado. Hahahha ele falou alguma coisa em inglês comigo, mas n entendi muito pedi desculpas e falei que meu inglês era ruim, mas ele quis continuar conversando perguntou de onde eu era foi nítido a felicidade dele em conhecer um brasileiro a primeira coisa que falou foi churrasco não sei pq ou simplesmente não entendi o pq mesmo hahahah

IMG_9451.thumb.jpg.1305381756d623f92fd6557578f28d17.jpgIMG_9452.thumb.jpg.507998c662ecf50129ef1b74da1207ed.jpg

IMG_0066.thumb.jpg.6e56e511569b7ab1810cfab30599984d.jpg

- O passeio começou logo em seguida pela baia dos dragões, estava bem frio nesse dia, já que era inverno nesse ano por lá, a vista já era incrível mesmo um pouco nublado, com sol então deve ficar ainda mais lindo.

IMG_9454.thumb.jpg.af992eef20e18a6478d5b4f2f020664b.jpgIMG_9455.thumb.jpg.36e1ebb8299e51c8a621d322ce92e283.jpgSnapseed_1.thumb.jpg.a674abc27b86ab8fd66c8732a20c9306.jpg

Snapseed_2.thumb.jpg.14bdf0d7485f2e7dca54ef4dcd620224.jpg

- em um momento paramos para andar de caíque quem quisesse, e o medo de cair na agua já que estava bem gelada hahah... um dos motivos que optei pelo tour de um dia era o fato de estar frio e não poderia entrar na agua, logo ficar 2 dias ali só dentro do barco não me pareceria muito bacana.

Snapseed_6.thumb.jpg.6185389f6168f89dba30aba796fba51f.jpgIMG_0172.thumb.JPG.e76ca66602f76894b4a70eecd4431331.JPG

-depois de algumas horas navegando paramos em outro lugar onde havia uma caverna muito bacana, o efeito das luzes a deixa ainda mais bonita...

Snapseed_3.thumb.jpg.97c26004d5d216e1555d3a1794f99669.jpg

Snapseed_4.thumb.jpg.e062628bb2f8ca28ffe3b0dc30a713c0.jpg

 

-depois de horas navegando, cheguei já tarde no hostel. Como não havia reservado esse dia no hostel tive que mudar de quarto para um de 10 camas, esse foi tenso, toda hora entrava alguém, mas nada que atrapalhasse

17 º dia

-no outro dia amanheceu chovendo para minha felicidade, ainda bem que não fechei o passeio de dois dias, pensa ficar no barco na chuva não seria legal. Não iria ficar no hostel por conta da chuva, então comprei uma sombrinha por lá mesmo e fui rodar, cai em um shopping gigante e acabei passando umas boas horas por ali.. em virtude da chuva acabei molhando bem minha calça jens, a única que havia levado hahaha... então sai à noite para procurar alguma para comprar de moleton.

-depois de muito rodar, achei uma calça que gostei muito da Nike, nem precisa dizer q era falsificada hahah uns 20 reais. Nessa calça jeans que havia levado, havia pregado uma doleira na barra para esconder dinheiro nela, já que não é bom deixar todo dinheiro em um só lugar, havia deixado uma nota de 100 dolares dentro, já que havia comprado outra calça, resolvi tirar a noite e deixa-la secando pendurada na cama. No outro dia arrumei e fui para o aeroporto de grab novamente, no meio do caminho lembro da calça... :/ já era...ficou para trás, minha calça preferida, mas não voltaria por ela heheh só se não tivesse tirado meus 100us que graças a deus eu o peguei!

-queria muito ter ido em outros destinos no Vietnã, mas pela época de inverno no norte tive que deixar sapa de fora, onde tem os arrozais nas montanhas, queria muito ter ido. Outro lugar que gostaria de ter ido era em Hoi na, na parte central do pais, região muito turística, por lá era período de chuva nessa época. Então quando forem preparar o roteiro, atente-se a isso, que o clima é diferente em cada região do pais.

 

Continua.....

Insta: uaiguimg caso tenha duvidas

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Galera, dei uma sumida! Já estou a todo vapor pela nova trip que farei fim do ano novamente! huuuhuuuu

Ah, o Instagram permitiu repostar os storys antigos...então tem alguns da viagem, quiser dar uma olhada.. uaiguilhermee

 

17° DIA

-Quando descobri que iria passar o réveillon na Tailândia, fui procurar oq tinha de melhor para fazer por lá. Dai a primeira busca que aparece é a FULL MOON PARTY, comecei a ver os vídeos no youtube e decidi! É para lá que eu vou!

-Mas quanto mais procurava a respeito, mais dúvidas surgia se valia a pena ou não ir para full. pq muitos relatos falavam pontos bem negativos por lá, como: super lotação, sem estrutura, muita drogas, sem banheiros e por ai vai. Bom, nada disso estava me desanimando, exceto pelas acomodações, hosteis só aceitavam diárias acima de 5 dias e os hotéis um absurdo de caro!

- Com isso, me fez abrir a possibilidade de passar em outro lugar que não fosse por lá, uma possibilidade seria PhiPhi, mas como eu chegaria por lá, não iria rolar. Como na Ásia praticamente não se comemora o ano novo em virtude da religião, só em alguns lugares que tem alguma comemoração, mas nada grandioso, fazem apenas em virtude dos turistas. Então minhas opções basicamente eram: Singapura – um dos lugares mais caro da Ásia, mas é considerado um dos 10 melhores réveillon do mundo, até interessei, grande queimas de fogos na marina bay e tals, mas não teria aquela agitação que eu buscava.

HongKong – outra opção, que tb se comemora o Ano novo (mais para turistas) grande queimas de fogos e tals, mas tb não teria muita agitação..haha

Filipinas – Boracay, esse tinha a agitação que eu queria, mas não estava sendo fácil encaixar no roteiro.

- Bom, no fundo eu queria passar o Réveillon na FULL mesmo🤩, não tinha jeito, coloquei na cabeça, então seria lá mesmo. Nisso a Fernanda já tinha combinado de passarmos o réveillon juntos. Como as hospedagem se esgotam logo, recomendo garantir uma acomodação quanto antes, foi oq fizemos, alugamos um quarto triplo no Coral Bungalows que ficava uns 10 minutos da festa na praia de  Haad Rin em Koh Phagan.

- vamos lá, para chegar na ilha de koh phagan não foi nada fácil, por ser final de ano tudo estava caro e com poucas opções, e olha que reservei tudo com a maior antecedência possível! Voltei para Bangcoc do Vietnã chegando as 11h da manhã e pegaria o próximo voo para Surat Thani as 17h, voo com um pouco mais de 1h e meia de duração. Como chegaria já a noite, preferir dormir por lá mesmo. Ou seja, esse dia foi todo perdido. ah, como não tinha nada para fazer por lá, fiz uma massagem lá perto, sem orr, foi uma lady boy que me atendeu..hahah eu já havia falado que não falava inglês direito, mas ela quando descobriu q eu era do brasil danou um converseiro de uma tal de sara jogadora de volei da qual não fazia ideia de quem era 🙄 pegou um tablet e ficou colocando video de jogo para eu ver e estava tão interessado 😵

* Para chega na festa: existe voos de bkk – Koh samui a maior ilha do Golfo da Tailândia, e de lá pega um barco que dura menos de 20m e já estará lá, a opção mais fácil, porem a mais cara tb...

*transfer de busão de bkk até surat + farry, mais barato e mais cansativo

* tem opção que utilizei, avião de bkk – surat + farry

OBS: Os Farry saem as 10h -12h -15h, e duram umas 2:30h +- comprei tudo na hora, no próprio hostel em surat, uns 700b que foi van + farry

 

18º DIA

Nesse dia peguei o primeiro horário do farry para ir para Koh Phagan, o percurso da cidade até o porto onde saem as balsas não é perto, cerca de 1:30h. logo sai do hostel umas 7h e cheguei no porto, mostrei o ticket e o cara colou um adesivo na minha roupa e embarquei.

- O mar estava bem agitado, pois peguei um pouco de chuva, mas coisa rápido, mesmo sem sol, estava lindo o mar, bem azul turquesa, o barco é muito grande, tb levam carros e tals.. tem uma lojinha de conveniência por lá...

- Chegando no porto, vai ter um monte de gente oferecendo transfer... tudo tabelado, como estava com cara de chover, nem pechinchei, peguei um que já estava saindo, se não me engano por 100b e deixa praticamente no hotel. E a Fernanda já estava me esperando por lá, já que chegou um dia antes.

- cheguei no hotel e já fui explorar a ilha com a Fernanda, e passamos o dia na praia, Já a noite tinha um pool party no próprio hotel, ficamos por lá

IMG_6480.thumb.PNG.8dd01672f9ad4bb7ae2b8f5143e60061.PNGIMG_0505.thumb.JPG.3c4eaa52f2a506f12ef903f1af7a2d41.JPG

 

- No outro dia pegamos um passeio no próprio hotel, que nem lembro qual foi, sei que explorava toda ilha praticamente, não sei pq, mas n passei bem com esse passeio, era tipo uma caminhonete com bancos atrás e coberta em cima, mas aberto nos lados, tipo safari, n sei se era pq as ruas eram muita subida e descida, mas fiquei bem enjoado, algo que nunca tive, nem avião, barcos e fui ter logo em carro..bizarro! Fora isso tudo bem.. o passeio passava pelas melhores prias, cachoeira, elefantes e no final no mirante.

IMG_0382.thumb.jpeg.8a483217b4f2f43b66ab58aab68013a2.jpeg

IMG_4470.thumb.jpeg.1b42d6e8dc091660886bd47e57904971.jpeg

IMG_0521.thumb.jpeg.9e82bae0e6a9807a8e5151f30d5e5fc5.jpeg

IMG_0498.thumb.jpg.2003b3a728541139ea09c77c0c46fdd3.jpg

**** Essa parte da história foi a mais sinistra, lembram que falei que havíamos reservado um hotel para 3? Então, nessas vidas de grupos de whatsapp conhecemos o 3 integrante que ficaria conosco. Combinamos tudo, me passou o dinheiro adiantado, tudo certinho, acontece que no dia que ele chegaria na ilha não chegou.

-Bom, depois que chegamos desse passeio, havia um recado colado na porta pedindo para procurar a recepção. Um só olhou para a cara do outro e falou é FULANO... Dito e certo, ao chegar lá, o pessoal da recepção perguntou se a terceira pessoa que chegaria era fulano, nos confirmamos e a pessoa falou que a polícia havia ligado, falando q fulando foi pego com drogas, sem dinheiro e muito bêbado, mas cheio de informações desconexas, uma fora falava que foi drogas, outras bêbado, não sabiam direito explicar e que havia perdido o celular tb...

- Mandei mensagem para ele, e não chegou nada, nisso um dia anterior, ele havia mandando um monte de fotos para mim fora de contexto, umas fotos mais nada a ver, já pensei que deveria estar bêbado, a Fernanda e eu não sabíamos oq fazer, já que a recepcionista disse que o pessoal voltaria a ligar.

- Com isso voltamos para o quarto, tomamos banho, e comemos no próprio hotel (o restaurante desse hotel foi ótimo, vários pratos e com preços justo). A noite iriamos encontrar com uma amiga da Fernanda na praia onde acontece a full, chegamos lá, e rapidinho lotou tudo compramos bebidas a parte e bebemos muito nesse dia! Ou seja, queimamos a largada, serio, cheguei muito ruim no hotel ao ponto de ir rastejando pelas escadas hahahah, lembro de mim mexendo com todo mundo que via na rua kkkkk que vergonha. Isso tudo um dia antes do réveillon e já tinha valido a pena ter ido para koh phagan.

-O esquema de Hadd Hin é o mesmo praticamente de phiphi, com vários bares rolando músicas, só que eu preferi hadd hin do que phiphi, achei a vibe mais minha cara, mais jovens e mais animação, não sei se foi o fato de ter bebido igual uma égua né hahah

-No outro dia acordamos mortos, a Fernanda só a ressaca já havia vomitado (fraca haha) e eu apesar da ressaca estava de boa...não queria comer nada, parecia que havia comido o mundo. O tempo estava bom, então resolvemos ficar na piscina do hotel e tomando coca ( coca ajuda demais na ressaca).

-Depois fomos comprar algo para passar o Réveillon, já tinha muitas lojinhas, tintas, tattoos, e como eu havia levado o mínimo de roupas possível, tratei de comprar um look p réveillon hahha. Votamos p hotel, e fomos na recepção para tentar informação do FULANO. Ai que confirmaram que ele havia sido preso com drogas e tals em krabi do outro lado da Tailândia, região de phiphi. Não podia fazer muita coisa, pois nem sabia onde ele estava de fato, nisso soltei o caso nos grupos de whtas caso alguém estivesse na região para tentar algum contato. Não restou outra opção senão eu tentar encontrar a família dele pelo insta e facebook. Achei o Facebook dele, e fui caçar alguém certo para jogar a bomba, tinha um cara que sempre comentava as coisas dele e parecia bem próximo, o abordei e o perguntei oq ele era de fulano, acertei logo no irmão, já era mais velho e tals, perguntei se ele tinha notícia, ai ele falou q estava dias sem contato com fuluno e que estavam todos muitos preocupados, se eu soubesse de alguma coisa q pelo amor de deus falasse. Depois de ouvir tudo, já fui falando para ele, olha não vou fazer rodeio, vou contar tudo... falei tudo que a gente sabia e infelizmente soltei a bomba no colo dele, a final não poderia fazer muita coisa. Fiquei com um aperto no coração, mas antes eles saberem oq aconteceu do que ficar sem noticias nenhuma. Passei todas as informações, inclusive da mulher do consulado do brasil por lá, que não ajudou em nada. O irmão falou que não foi a primeira vez que ele apronta, logo já estão acostumados, triste isso na família...

-Bom, passado isso, fomos para full, estava extremamente lotadoooo! Diferente do dia anterior, havia como se fosse uma entrada e tinha q pgar 100 ou 10b não lembro ao certo. Por isso a fila estava gigante, todo mundo espremido tentando entrar. E as horas? Já era mais de 23h e estávamos longe da entrada ainda!

- Enfim entramos, e fomos tentar achar o grupo de brasileiros que contatamos pelo grupo de whatsapp... como estava lotado demoramos achar, e nisso deu meia noite vi uns 5 foguetes e pronto, acabou kkkkkkk confesso que achei bem bosta!!!kkkk . depois descobrimos que havia um letreiro todo enfeitado e tals no lado oposto que ficamos, pq qdo entramos viramos a direita, e o ponto era para esquerda, mas ta bom.

IMG_6481.thumb.PNG.bd164d507ee8fe5742a43821363b94ee.PNG

IMG_6482.thumb.jpg.b88d3ff13590a14e5e11e573b126d265.jpg

IMG_0507.thumb.jpeg.662edae85eb6ad39184de74bf4a23959.jpeg

IMG_6483.thumb.jpg.3ee4df6d698a1c4a9435fb03b8d3592d.jpg

-Cara foi o melhor réveillon da minha vida! Bebemos moderadamente dessa vez hjahah, pegamos um pouco de chuva (acho que choveu, ou foi na outra noite haha), fizemos amizades com todo mundo... foi uma vibe incrível! Todo mundo se enturmava e quando assustava estávamos em uma rodinha dançando com pessoas de várias nacionalidades diferentes. Ficamos até o sol nascer até 7h da manhã e se deixasse ficaria mais tempo ainda. Hahah foi tudo incrível e faria novamente!

-Depois que voltamos para o hotel, dormi pouca coisa e já iria embora, pois meu voo de surat para o próximo destino sairia muito cedo, peguei o ultimo ferry( fechei no próprio hotel um dia antes indo para o aeroporto farry + van) , 3h da tarde rumo a surat novamente, estava lotado de gente bêbada e morta na ressaca hahah.

19º DIA

-Passei a noite no mesmo hostel, nesse dia tinha uma tailandesa por lá, que estava de férias, estava indo para koh samui no outro dia. Foi muito bacana conversar com ela, jantamos juntos, ela era do norte de chiang may, sabe aquelas pessoas de alma pura? Então, era ela, passamos horas conversando, isso com todas as dificuldades devido eu não ser fluente em inglês, volta e meia eu usava o tradutor hahha, mas a conversa fluiu muito, ela trabalhava em uma reserva de elefantes por lá e tiram apenas 1 semana de férias por ano! Gzuisss

 

- bom, queria ter feito tanta coisa por lá, mas o tempo estava meio fechado então não arriscamos a ir em ko tao, dizem que lá é incrível, um dos lugares mais barato para fazer curso de mergulho no mundo e tem grande diversidade marinha. O ruim de fazer um roteiro corrido é por isso, infelizmente temos que sacrificar alguns destinos incríveis que está do nosso lado por falta de tempo.

 IMG_6484.thumb.jpg.79eb645cfba55492ad6238b4f82b642b.jpg

OBS: A Full Moon Party, acontece em todas as luas cheias, e recebe milhares de mochileiros em Koh Phagan exclusivamente para a festa da Lua cheia. É uma espécie de confraternização mundial de jovens turistas, que dançam e curtem a festa até que a Lua se despeça. A festa acontece na praia de  Haad Rin em Koh Phagan.

 bom, duvidas elogios ou sugestões só da um alô no instagram uaiguilhermee  hahah

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@guilhermemg12

Muito legal seu relato, parabens me encorajou. Estou indo p japao e decidi que vou para Tailândia,  chego lá dia 12/05 E fico uns 20 dias... 

Vc comentou sobre grupo de whats... como conseguiu?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Tadeu Pereira
      Salve Salve Mochileiros! 
      Segue o relato do mochilão realizado no Sudeste da Ásia em 2018 batizado de The Spice Boys and the Girl.
       
      1º Dia: Partida - 04/11/18 - 19h05min - São Paulo x Madrid - Empresa AirChina - R$3.680,00 Reais
           Partimos do Aeroporto de Guarulhos - GRU em São Paulo por volta das 19:30 do dia 04 de Novembro de 2018, fizemos um check-in tranquilo com a empresa AirChina e embarcamos para nossas primeiras 9 horas de vôo até Madrid na Espanha onde fizemos conexão. O vôo foi bem tranquilo, até conseguimos dormir, porém a comida do avião não é das melhores mas acabei comendo assim mesmo e já começava ali a sentir o cheiro e o gosto da Ásia hahahahah. Chegamos em Madrid na Espanha por volta das 5:00am e fizemos uma conexão de 3 horas, deu tempo de dar uma volta no Free Shop, banheiro, comer alguma coisa (caríssima), fazer os procedimentos burocráticos e embarcar novamente pois teríamos a China ainda pela frente.
       
       
      2º Dia: Partida - 04/11/18 - 8h15min - Madrid x Pequim - Empresa AirChina
           Chegamos em Pequim ainda de madrugada com uma temperatura de 7º, quem se deu bem foi quem ficou com as cobertinhas que a empresa AirChina empresta para as pessoas no avião, pois não esperávamos passar tanto frio no aeroporto da China como passamos naquela conexão rss. Assim que descemos do avião caminhamos um longo caminho até os terminais eletrônicos onde se inicia os procedimentos burocráticos de conexão da China. Finalizamos depois de alguns minutos os procedimentos e dormimos um pouco em bancos do aeroporto sendo acordados e presenteados por um lindo nascer do sol no Aeroporto de Beijing. Procedimentos concluídos no Aeroporto de Beijing partimos para o nosso tão desejado e esperado destino final daquela cansativa viagem de aproximadamente 23 horas, a capital da Tailândia, a grandiosa Banguecoque.  
       
      3º Dia: Chegada - 06/11/18 - 15h15min - Pequim x Banguecoque - Tailândia (Taxi ฿1.000 Baht, Chip ฿600,00 Baht, Hostel ฿340,00 Baht)
           Chegamos por volta das 15:00 pelo horário local, fizemos os procedimentos de imigração, primeiro o health control depois na fila de imigração, carimbamos nossos passaportes, pegamos nossas mochilas e pronto, lá estávamos livres para explorar Banguecoque. Trocamos $100,00 dólares  no aeroporto com um câmbio de $1,00 dólar = ฿31,60 baht, depois compramos um chip para o telefone por ฿600,00 baht com 6 Gigas por um período de 30 dias e chamamos um Graab, como se fosse o Uber no Brasil, onde pegamos na parte superior do Aeroporto Internacional Suvarnabhumi por ฿400,00 baht em torno de R$40,00 reais que nos levou em 30 minutos até o nosso hostel, o The Mixx Hostel. Ficamos hospedados na rua Ram Buttri que fica do lado da rua mais famosa de Banguecoque, a Kaoh San Road onde rola a grande noite da cidade, uma ótima opção para mochileiros. Muita comida típica e exótica boa e barata, cervejas baratas, diversos bares, baladas, artistas de rua, drogas, sexo e tudo que uma bela noite de Banguecoque pode te oferecer pra se divertir. Vale a pena conferir! Na hospedagem pagamos por dois dias ฿340,00 baht, ficamos em um quarto com quatro camas/beliche, ar condicionado, banheiro compartilhado e café da manhã incluso, o hostel é simples mas atende as necessidades com uma ótima localização.
       

           Conhecemos alguns templos na capital, alguns fomos a pé mesmo pois são muito próximos um do outro. Wat Pho (Buda reclinado), Wat Saket (Monte dourado) e Wat Arun (Templo do amanhecer). A cidade é bem frenética mas andar a pé pelas suas ruas foi uma bela escolha. caminhamos muito por essas ruas, muito das vezes sem um rumo certo, mas logo nos achávamos pelo google maps. A cada esquina que se vira na Tailândia você vê uma foto do rei. Embora o já tenha falecido, o povo Thai tem muito respeito pelo rei Bhumibol Adulyadej que morreu em Outubro de 2016 com 88 anos de idade após 70 anos no poder que hoje tem como rei o seu filho Maha Vajiralongkorn.       
            
           
           
        
       


       

           A culinária asiática é muito exótica, a cada comida que você experimenta é uma surpresa de sabores. Experimentei o famoso prato típico de rua tailandesa Pad Thai, uma espécie de macarrão de arroz frito com frutos do mar ou carne de porco ou de frango, acompanhado de castanhas com pimenta que custa em média ฿100,00 Baths e se encontra em todo lugar da Tailândia, experimentei também o Thai Mango Sticky Rice, uma sobremesa tradicional tailandesa feita de arroz glutinoso, manga fresca e leite de coco, ambos baratos e deliciosos, mas existem uma infinidades de comidas para serem saboreadas na Tailândia.   
       
        
           Ficamos 3 dias na capital Banguecoque e além de conhecer templos tentamos entrar na rotina das pessoas locais. No terceiro dia para chegar em um templo tivemos que pegar um transporte público BTS Skytrain no rio Chao Phraya. Passamos por alguns pontos e depois retornamos até chegar no templo Wat Arun. As passagens são muito baratas, pagamos por volta de ฿80,00 baths tanto ida quanto volta, então vale muito mais a pena o tour por conta e ainda tivemos uma vista maravilhosa totalmente diferente da cidade vista pelo rio.  

       
                Ficamos no templo Wat Arun até fechar por volta das 19:00pm, depois fomos de barco pelo rio Chao Phraya até o porto que da acesso ao grande mercado Asiatique, um maravilhoso complexo de lojas e restaurantes, um verdadeiro shopping ao céu aberto localizado às margens do rio Chao Phraya situado nas antigas docas de uma empresa que realizava comércio na região portuária no século passado. Em função da sua localização e história, seu layout é temático e apresenta uma decoração especial com tema inspirado no reinado do Rei Chulalongkorn (1868-1910) e na atividade marítima. Ficamos umas boas horas comendo, bebendo e curtindo o local, depois pegamos um táxi por ฿200,00 baht para o hostel pois no outro dia logo de manhã tínhamos o nosso vôo para as belas praias da Tailândia. 
       

            Assim que chegamos no hostel deixamos reservado nosso táxi para o aeroporto Don Mueang - DMK por ฿400,00 baht pois sairíamos bem cedo para o aeroporto. Acordamos por volta das 5:00am da manhã e o táxi já estava nos esperando na porta do hostel no horário combinado, após 30 minutos chegamos no aeroporto. Partiu praias... 

       
      6º Dia: Praia - 09/11/18 - 7h25min - Banguecoque x Krabi x Ao Nang - Empresa Air Asia - R$148,00 Reais
       
      (((((Continua no próximo post)))))
       
       
      Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp
      Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/

       
    • Por Yumi Hirose
      Desde a minha adolescencia sempre quis conhecer dois lugares: Machu Pichu e Camboja.
      Mês passado consegui realizar um desses sonhos!
      Um dia antes de viajar, fiquei sabendo através de um grande amigo meu piloto que vários vôos estavam sendo cancelados por causa do tufão que passava pelo local justamente onde eu iria fazer conexão. Eu estava super nervosa com medo do meu vôo ser cancelado e com isso arruinar o meu planejamento.
      Cheguei no aeroporto, suando de nervosa, olhei para a atendente e estava tudo certo para minha viagem!
      Pra chegar ao meu destino dos sonhos passei por uma conexão em Taipei, no meio do tufão, mas nem por isso deixei de explorar a cidade e conhecer a linda Praça da Liberdade.

      De volta ao aeroporto, meu proximo destino seria Bangkok! 4 dias não foram suficientes para conhecer essa cidade incrível. Comida maravilhosa, rooftops de tirar o fôlego, tuk tuks pra todos os lados, templos incríveis e bares super animados. Aproveitei a oportunidade e com a ajuda de um grande amigo meu da minha terra natal consegui cantar em um live house. Com isso tive a oportunidade de conhecer excelentes músicos numa jam incrível com gente de vários países. Obrigada Caio pela noite maravilhosa (na verdade pelas duas noites!!!). Apesar de me despedir de Bangkok com desejo de ficar mais, eu também estava super ansiosa para chegar no meu proximo destino: Camboja.

      O Camboja é um país que sofreu muito com a guerra Khmer Vermelho, um dos maiores genocídios da história recente, matando grande parte da população e até hoje é possível ver as marcas deixadas dessa terrível catástrofe humana.

      Quando o avião pousou (graças a deus! Por que era um mini avião com hélice #medo), o calor estava de matar! Passei pela imigração e finalmente estava pisando em terras cambojanas. O motorista do hotel, seu Barang, estava lá me esperando e, apesar da dificuldade de comunicação, esbanjava simpatia. O carro deu partida e comecei a ver a cidade de Siem Riep através da janela. A cada quilômetro rodado, o cenário era o mesmo, muita pobreza. Cheguei no hotel e fui recebida com um delicioso chá e doces típicos do Camboja. Joguei minha mochila no quarto e fui rumo a Vila flutuante de pescadores que ficava a uma hora do centro.
      Na chegada à vila, a canoa passava pelas principais “ruas” onde é possível ver casas, igrejas e até uma escola suspensa. Pausa para o almoço num restaurante flutuante no meio de um enorme e importante lago para os pescadores. É ali que eles pescam e vendem para outros restaurantes no centro da cidade. Sentei à mesa e pedi o famoso Amok: um curry de peixe com toque de capim limão, prato típico do Camboja. Enquanto eu almoçava, uma criança linda dos olhos brilhantes não parava de me observar até que fui em direção a ela e começamos a nos comunicar através de sorrisos e olhares curiosos. Aprendi algumas frases em cambojano num pôr do sol lindo enquanto eu estava sentada à beira do lago com uma menina cheia de vida. Nesse momento, percebi a beleza do cenário e tirei uma das fotos mais lindas da vida!

      Dia seguinte, dia de visitar os templos do complexo Angkor, Patrimônio da Humanidade pela Unesco, com a ajuda de um super querido guia, Sohkom. Eu queria saber mais sobre a história do Camboja e sobre os detalhes dos templos. Fiquei horas caminhando na imensidão desse lugar abandonado no meio da selva. No meio do passeio, fui indo em direção a uma música e me deparo com uns homens tocando instrumentos típicos da região. Quando eu percebi estava no meio deles tocando percussão. Todos os músicos eram sobreviventes da guerra, mutilados, vítimas das minas terrestres.
      Foram horas de aprendizado e informações sobre essas ruínas do império Khmer.
      À noite, tive tempo pra beber uma cerveja local, fazer massagem por 1 dólar, curtir um pouco da Pub Street e cantar com uma banda de rock no Hard Rock Café.


      No dia seguinte, levantei as 6 horas da manha, aluguei um quadriciclo e fui desbravar Siem Riep. Eu acho que foi o passeio que mais me comoveu. Foram mais de 4 horas explorando a cidade. Parei num mercado e comprei algumas caixas de macarrão pra doar aos alunos de uma escola construida pelos japoneses❤️. Excelente trabalho dos professores, todos voluntários. De volta a minha moto, coloquei meu capacete e máscara pois havia muita poeira (as ruas não são asfaltadas) e comecei a distribuir comida pras crianças. O mais impressionante é que todas vinham com um baita sorriso no rosto e falavam obrigado. Até mesmo algumas que não falavam por timidez, os pais agradeciam por elas.

      Hora de voltar pro hotel, pegar uma piscina e esperar o pôr do sol. À noite, me deliciei com o meu ultimo jantar no estilo cambojano e depois fui a um bar de musica ao vivo onde conheci uma cantora de voz linda e serena cantando músicas típicas da região. Fiz questão de falar com ela que ficou encantada quando a elogiei. Muito linda!



      Vim embora com um aperto no coração de quem precisa voltar. Apesar da pobreza, dos conflitos civis, das atrocidades de um general que aniquilou grande parte da população no passado e de tantos outros problemas em que esse país ainda se encontra, o Camboja e seu povo vão ficar guardados pra sempre no meu coração!
      Instagram: Yumi_oficial ou Yumiaroundtheworld
       

      C581EB70-143E-4458-8CA0-93B5353330A3.MOV


      5DEA23CB-8A9F-4EDD-88F6-D85B33E9D4B1.MOV






      918A37ED-6D9D-4DD5-AAD2-58A752B49A6B.MOV
    • Por catianeoliveira
      Oi gente,
      Estou planejando uma trip pelo Vietnã, Laos e Camboja .🥰 Por enquanto, só defini entrada e saída, que será por Ho Chi Minh City/Vietnã, com uma longa conexão em Pequim/China. Já tenho uma ideia do que fazer por lá e meu roteiro está criando forma. Gostaria de compartilhar com vocês e contar com a ajuda de quem já foi. Qualquer dica ou sugestão será muito bem vinda! 🙏
      09/01/2020    São Paulo/Brasil - Pequim/China
      11/01/2020    Tour em Pequim/China (conexão de 15 horas)
      11/01/2020    Pequim/China - Ho Chi Minh City/Vietnã
      12/01/2020    Ho Chi Minh City/Vietnã
      13/01/2020    Ho Chi Minh City/Vietnã
      14/01/2020    Ho Chi Minh City/Vietnã -  Da Nang/Vietnã (Voo)
      14/01/2020    Da Nang/Vietnã - Hoi An/Vietnã (Transfer)
      15/01/2020    Hoi An/Vietnã
      16/01/2020    Hoi An/Vietnã
      17/01/2020    Hoi An/Vietnã - Da Nang/Vietnã (Transfer)
      17/01/2020    Da Nang/Vietnã - Hanoi/Vietnã  (Voo)
      18/01/2020    Ha Long Bay (Cruzeiro)
      19/01/2020    Ha Long Bay (Cruzeiro)
      20/01/2020    Tam Coc (Day Tour, saindo de Hanoi)
      21/01/2020    Hanoi/Vietnã - Luang Prabang/Laos  (Voo)
      22/01/2020    Luang Prabang/Laos
      23/01/2020    Luang Prabang/Laos
      24/01/2020    Luang Prabang/Laos
      25/01/2020    Luang Prabang/Laos - Siem Reap/Camboja  (Voo)
      26/01/2020    Ankgor Wat
      27/01/2020    Siem Reap/Camboja - Sihanoukville/Camboja (Voo)
      28/01/2020    Koh Rong Island
      29/01/2020    Koh Rong Island
      30/01/2020    Sihanoukville/Camboja - Ho Chi Minh City/Vietnã (Voo)
      01/02/2020    Ho Chi Minh City/Vietnã - Pequim/China
      01/02/2020    Tour em Pequim/China (conexão de 12 horas)
      02/02/2020    Pequim/China - São Paulo/Brasil
      Alguém mais vai nessa data? 
      Obrigada
      🙏


×
×
  • Criar Novo...