Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Limpeza de trilhas, acampamentos e cachoeiras


Posts Recomendados

  • Respostas 118
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Mais uma ação, região de Itatiba e Jundiaí

 

23.03.2011 - MEIO AMBIENTE: Neste sábado tem Mutirão de Limpeza no Rio Atibaia

 

Neste sábado, 26, a partir das 7h30, acontece um mutirão de Limpeza Ecológica no Rio Atibaia, uma iniciativa retomada pela atual Administração. O objetivo da ação é a retirada de detritos encontrados no leito e nas margens do rio, como plásticos, borrachas, latas (metais), vidros e filtros de cigarros. Alguns desses materiais levam mais de 100 anos para se decompor. "Ações deste tipo tem uma grande importância. A água é um bem precioso e aprender a preservá-la será cada vez mais importante", comentou o Prefeito em exercício, dr. Ariovaldo Hauck da Silva, que estará presente na Limpeza do Atibaia.

 

 

A ação visa, ainda, a conscientização da importância da água, melhorando a qualidade de vida das populações ribeirinhas, peixes e animais silvestres, equilibrando o ecossistema. A Limpeza no Rio Atibaia acontecerá no trecho entre a captação de água da Sabesp e as proximidades da Cachoeira do Imaratá, num total aproximado de 8 km, sentido montante, ou seja, subindo o leito do rio. Através da integração das Secretarias de Administração e de Obras e Meio Ambiente com o Departamento de Patrulhamento Florestal da Guarda Municipal e a ajuda voluntários, os barcos motorizados sairão recolhendo os lixos encontrados no rio.

 

Voluntários

Mais de 15 voluntários já se inscreveram para colaborar na limpeza. "Ainda estamos cadastrando pessoas. Toda ajuda é bem vinda", disse o Chefe do Patrulhamento Urbano, José Carlos Ferreira Baessa. O apoio de voluntários que possuam barco com motor de popa, coletes salva-vidas e se disponham a participar deste projeto é de extrema importância. Os interessados ainda podem se inscrever, basta possuir barco motorizado e ser habilitado. O abastecimento dos barcos será na captação da Sabesp, no Bairro da Ponte.

 

http://www.itatiba.sp.gov.br/imprensaoficial/noticias/descricao/10653

::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Membros de Honra

E ai galera !

 

Sabado passado estivemos na trilha do rio branquino no extremo sul de sampa. Muita sujeira na linha férrea, Parabens a ALL que não faz nada pela limpeza, já que ela é responsável pela conservação e de seus funcionários que largam marmitas, roupas e outras embalagens ao longo dos trilhos.

 

Chegamos no Rio Branquinho, tambem muita sujeira feita pelo povo. Depois a policia proíbe, não sabem porque. todos pagam por meia dúzia.

 

Passamos por um pessoal acampado, na volta, os espertinhos largaram um saco com o lixo pensando que o saco iria sozinho para a lixeira. Mais para frente tambem abandonaram no meio das pedras um pacote de macarrao e temperos. Acho que deixaram como oferenda para algum gnomo. ::vapapu::

 

Recolhemos o que pudemos. Quem for na região, por favor. levem saco para trazer mais um pouco da sujeira que os bossais deixam por lá

 

071.JPG?et=bc4WvUyEqsN%2BjRbUtUUFyA&nmid=437841032

 

sobre a trilha: http://raffasp.multiply.com/photos/album/307/Trilha_do_Rio_Branquinho#

 

Abs e até dia 21 em Salesopolis ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Mutirão revitaliza a trilha da Serra da Baitaca para missa de 1º de maio

 

http://www.iap.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=45

 

Funcionários do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), da prefeitura de Quatro Barras e montanhistas estão realizando um mutirão para revitalizar a trilha do Morro do Samambaia, no Parque Estadual da Serra da Baitaca. O objetivo é tornar a trilha mais segura para os turistas que realizam no parque a tradicional missa de 1º de maio.

 

Entre os voluntários que fazem o trabalho estão integrantes da Federação Paranaense de Montanhistas (Fepam) e da Associação de Montanhistas de Cristo (AMC).

 

“O trabalho não tem custo para os órgãos envolvidos. Todos os materiais estão sendo reutilizados da natureza do próprio local ou doados por pessoas interessadas em ajudar. A intenção é facilitar o acesso e dar melhores condições para a caminhada dos turistas”, explica o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

 

Os voluntários se dividiram em equipes, que realizaram três grandes mutirões. “A divisão do trabalho é feita por grupo. Cada grupo fica responsável por alguns pontos críticos, como buracos de erosão ou locais escorregadios. O trabalho é intenso e todos os voluntários são bem-vindos”, disse a chefe do departamento de Unidades de Conservação do IAP, Maria do Rocio Lacerda Rocha.

 

Durante o primeiro mutirão, realizado no dia 19 de março, o trabalho foi de corte da Paina, vegetação de espécie invasora e que existe em grande quantidade na área. Os restos dos cortes e suas raízes foram usados para forrar os locais mais erodidos da trilha.

 

Já nos outros dois mutirões, realizados em 9 e 16 de abril, foram carregadas pedras cedidas pela Prefeitura para a construção de degraus e diques para saídas d’água nos pontos mais críticos da trilha. A prática é tradicionalmente utilizada pelos montanhistas e conhecida como “pedrágio”. Além das pedras, foram carregadas costaneiras de madeiras que auxiliam na confecção de diques e degraus.

 

Mais de 50 pessoas participam dos mutirões. Entre elas, muitas que vão participar da missa ou utilizar a trilha durante o ano. Quem quiser também pode ajudar levando pedras e deixando nos pontos demarcados, ou entregando aos guardas-parque do IAP que estiverem no local. Dessa forma a trilha poderá ser mantida durante todo o ano, independentemente dos eventos que serão realizados.

 

MISSA – Já é histórica a missa do dia 1º de maio que homenageia o trabalhador e acontece no Parque. Tradicionalmente, o ato religioso era realizado há 60 anos no Morro do Anhangava, o que já foi alvo de muita polêmica por conta do impacto ambiental causado pelo grande número de visitantes na data e pela grande quantidade de lixo gerada. O cume do morro do Anhangava é Área de Preservação Permanente, com proteção assegurada por lei.

 

A solução encontrada, em 2009, para resolver o impasse entre ambientalistas e religiosos foi transferir a missa para o Morro da Samambaia, que fica ao lado do ponto que era utilizado e tem melhores condições de acesso para os turistas.

 

PARQUE – O Parque Estadual da Serra da Baitaca – criado pelo Decreto Estadual nº 5.765 de 5 de junho de 2.002 – está localizado entre os municípios de Quatro Barras e Piraquara (cerca de 40 minutos de Curitiba). É uma Unidade de Proteção Integral, coberta em sua grande parte pela Floresta Ombrófila Densa.

 

É um dos parques estaduais mais visitados, atingido a média de seis mil visitantes por ano. Faz parte da Serra o Morro Anhangava, considerado o mais importante Campo Escola do montanhismo paranaense, e um dos mais importantes do Brasil. Também é procurado por praticantes de vôo livre.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Boa Otavio ::otemo::

 

Ae galera de SP e região

novidades da próxima limpeza (texto by Vivi):

 

Vem aí, a II Limpeza das margens da Represa de Salesópolis, nascente do nosso Rio Tietê.

 

A primeira foi bastante gratificante, recolhemos cerca de 15kg de lixo em 8 pessoas e em um pequeno trecho da represa do rio Paraitinga. Agora queremos levar mais pessoas e fazer dois trechos: Pinheirinho e o Aterrado

 

Podem ir no sábado ou no domingo.

Sabado serão atividades independentes, e domingo iremos recolher o lixo da margem da represa.

 

Programação:

SABADO DE DIA:

Point de encontro: Sabado 09:00 na praça da igreja matriz em Salesopolis. Lá nos distribuiremos nos carros disponíveis e seguiremos em comboio até o PINHEIRINHO, na margem da represa, onde vamos acampar.

De lá cada um segue sua atividade: Caminhada, cachoeira 4km de distancia, bike ou escalada, ou ficar perambulando ali pela represa mesmo.

 

SABADO A NOITE:

Lual no Pinheirinho na beira da represa.

Obrigatorio para confraternização: Uma bebida + uma porção.

Exemplo: Um vinho + um queijo. Uma batida + calabresa. Ou uma cachaça do alambique + azeitonas. Ou algo do genero...

 

Se alguem chegar atrasado terá que seguir sozinho até o PINHEIRINHO...

 

DOMINGO:

Faremos a limpeza a pé e de caiaque nas margens da represa e tambem do Aterrado, local muito frequentado por pescadores.

Após a limpeza, possível confraternização na Cachoeira da Porteira Preta.

 

Como chegar de carro: Partindo de São Paulo seguir pela rodovia Ayrton Senna. No Km 44, após o pedágio, tomar a estrada para Mogi das Cruzes. Na entrada de Mogi das Cruzes tomar a saída B e seguir as indicações para Salesópolis. De Mogi a Salesópolis são cerca de 40 km

 

Como chegar de trem/bus: Pegar a linha laranja, e ir até a ESTAÇÃO MOGI DAS CRUZES; Chegando em mogi das cruzes, há um onibus que vai até a cidade de Salesópolis. A passagem custa R$ 4,15. Horários: http://www.emtu.sp.gov.br/linha/resultado1.htm?pag=origemdestino.htm&numlinha=15939&tipo&rua

 

em breve maiores informações.

 

Quem tem carona disponível, porfavor nos avise. dividimos as despesas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Silnei unpinned this tópico
  • Silnei unlocked this tópico

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...