Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Trip pelo Sul - Julho/2006


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

08/07/2006

 

6:15 - Amparo City - Sinceramente, nao sei como consegui acordar. O sono e o frio eram tantos que parecia que eu ia ter um ataque epiletico. Tive que usar meu visual "finjo- que-sou-daqui-mas-todo-mundo-sabe-que-eu-sou-turista", que eu só esperava usar em Curitiba. Bem que os noticiarios disseram que as temperaturass mais baixas do Brasil tavam sendo aqui na Serra da Mantiqueira. Nunca mais duvido do jornal.

 

6:50 - Tres horas depois...estamos saindo de casa, Nunca vi gente tao lerda pra arrumar as coisas que nem a minha mae. A gente fica acordada ate as duas da manha pra deixar tudo pronto ela arranja coisa pra fazer antes de sair de casa (tipo achar uma carteira melhor pra levar a carta dela, sendo que provavelmente ela nem vai botar a mao no volante). Mas nao importa. O que importa é que ja estamos na parte "paralepipedada" da cidade e ta dificil de escrever. Alias, o que eu to fazendo escrevendo? Devia ta olhando a paisagem! Ah, eu ainda to em Amparo City...esquece...huahua!

 

0002jp2.jpg

Rodoanel^^

 

9:00 - São Paulo - Acabamos de entrar na Rod Regis Bittencourt. Nao parece tao terrivel quanto eu pensava e quanto me disseram. Por enquanto.

Bem...to parecendo uma caipira do interior deslumbrada com a cidade grande (bah..e nao sou??). Me empolguei com a Rod.dos Bandeirantes só porque ela tem quatro pistas, com o rodoanel, com minha primeira favela, meu pimeiro motoboy...huahua! Só to decepcionada porque achei que ia dar pra avistar os predios de Sampa, mas ja deu pro gasto!

O sono ja diminuiu um pouco, o que ta atacando agora é a fome. E o que nao falta na Regis é churrascaria! Só ta faltando tempo...acho que vou ter que me contentar com bolacha

 

Nota: Sinceramente, essa estrada ta de zoa com a minha cara. A cada km tem umas 10 churrascarias!

Ah..Paranaenses...agora eu entendo o que voces querem dizer com "meu bolso tem mais buraco que a Regis Bittencourt"...huahua!

 

11:01 - A Régis é muito bonitinha, muito meiguinha, mas quem fez aquela parte da Serra do Cafezal merece apanhar de gato morto ate miar! Pqp! Que estrada lazarenta! E eu que achava que a Dutra era ruim! Pra voces terem ideia de como o bagulho é ruim...quando a serra acabou, eu e meu pai chegamos ao cumulo de cantar musica do Backstreet Boys! Isso eh chegar ao fundo do poço!! Huahua!

Ah...ta certo que é só aquela parte da Regis que é ruim...depois a coisa anda! ^^

Agora faltam 200km para a entrada da Serra da Graciosa e eu nao aguento mais ver plantacao de banana. Pqp! É plantacao atras de plantacao! Sobe ate o pico dos morros! Muito loko!

Logo depois da serra paramos no posto "O Fazendeiro". Me deu um ataque de empolgacao repentina e eu sai cantando "I fell good" no meio do estacionamento..suasuah..acho que só aquela hora eu sakei que tava num lugar completamente novo e dei uma pirada. Ah..meu cabelo ta mais claro. Devem ser os ares sulistas! (Informacao util, neh?)

 

Nota: Comprar banana.

 

0006lo0.jpg

Muitaaa banana!

 

12:32 - Divisa SP/PR

 

0007ha6.jpg

Precisa de legenda? ^^ Hehe

 

0009rj8.jpg

Portal da Graciosa

 

20:30 - Alguns km depois pegamos a entrada para a Estrada da Graciosa. Paramos um pouco no portal para tirar fotos. No meio do caminho tambem paramos no mirante e na cascata. Continuamos descendo, passamos por uma parte da estrada que é feita de paralelepipedos (eles me perseguem...) ate chegar em Morretes, quando cruzamos a linha do trem.

Após chegarmos a Pontal do Sul (seguindo um carro de Curitiba, porque senao a gente nao tinha chegado...huahua), fomos ate o estacionamento e o cara de la ofereceu uma pousada em Encantadas. O plano era ir pra Nova Brasilia, mas como a gente nao tinha a menor ideia de onde ficar e o preço da pousada era barato, resolvemos ir. Alem disso, nao gastariamos com a barca, porque o barco da pousada iria nos levar. Deixamos o carro no estacionamento, entramos no do cara e seguimos pro trapiche deles, que pela "obscuridade" do lugar, era clandestino. O trapiche ficava numa mini fazenda, com boi, galinha, cachorro, tudo solto...huahuahua e era feito de barris e madeira, balançava muito! Entramos no barco e seguimos pelo mangue ate chegar no mar, que estava muito revolto. Depois de quase ter um piripaque por causa do tamanho das ondas, chegamos saos e salvos no trapiche de Encantadas.

Deixamos as coisas na pousada e ja fomos conhecer a Gruta de Encantadas. Depois de andar uns 10 minutos por um trilha de areia e passar por uma plataforma, chegamos. O sol ja estava quase se pondo e a maré estava muito alta, entao nao deu pra entrar nela. Ao lado, numa pequena praia, haviam destroços de um navio que aparentava ser bem grande.

Voltamos pra praia pra tentar ver o por do sol mas nao deu tempo. Entao resolvemos jantar. Enquanto a comida nao ficava pronta, comecei minha peregrinacao em busca de uma lan (¬¬) pra baixar minhas fotos, porque nao havia mais espaco na camera. Fiquei sabendo que a unica lan que havia em Encantadas ficava na biblioteca, que ja estava fechada e que nao abriria no dia seguinte porque era domingo. Quase tive um piripaque, pra variar. Fui ate o albergue e a muiezinha que toma conta disse que a mercearia que ficava entre a minha pousada e o albergue baixava fotos ¬¬. Fui ate la, baixei (nossa, como o dono da mercearia fala que nem uma matraca. Alias, todos os paranaenses falam..), jantei, vaguei pela praia e voltei pra pousada. Dormi.

 

0031ck0.jpg

O mangue onde fica o trapiche clandestino. Nao da pra ver ele dai porque ta la depois da curva...hahsau

 

0034ny3.jpg

Lombada? ¬¬

 

Fim do primeiro dia.

 

Ps: Deu pra perceber que esse relato tem informacoes muito uteis neh? Com certeza "meu cabelo ta mais claro" vai mudar a vida de voces pra sempre. Huahsuhauhsau! Mas daqui a pouco a coisa fica mais decente, é que nesse dia eu escrevi tudo praticamente na msm hora que as coisas aconteciam, por isso fico essa merd*...huahauhua

Ps2: Po...pior que ficou mais claro msm :shock:

Ps3 (o mais importante): Obrigado a todo mundo que me ajudou dando dicas, informacoes, etc sobre a viagem, nos respectivos foruns ou não. Com certeza, sem a ajuda de voces, a trip nao teria sido tao perfeita! Valeu!!!!! :D

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

09/07/2006

 

Acordamos cedo, tomamos café e ao sair vimos que algo muito estranho havia acontecido(ta, nem tanto...huahua): a maré tinha baixado muito! Tava quase no fim do trapiche, os barcos estavam todos encalhados! Dava pra andar em lugares que se fosse no dia anterior tu tinha morrido afogado! Muito estranho! (Ta, eu falei que nao era, mas eh sim...huahau). Mais tarde eu iria descobrir que aquilo acontece devido ao aumento da profundidade do canal que foi feito para que os navios cargueiros com destino ao porto de Paranaguá nao passassem por tras da Ilha (Resumindo: uma baita sacanagem). Alem disso, a costa de toda a regiao é "movel", o que ajuda ainda mais nessa mudança brusca de maré(informação exposta em um cartaz gigante que fica nos trapiches explicando a geografia da Ilha do Mel).

 

0009kw6.jpg

Maré Baixa - Aquilo la no fim é a placa da lombada o.O

 

0008pl3.jpg

Barcos encalhados

 

Bom...depois de ficar moh tempo observando a maré, pegamos a trilha que vai ate a Praia de Fora das Encantadas. Atravessamos toda a praia e a subimos o Morro do Sabão, onde continua a trilha pra Nova Brasilia. Do alto do morro, se tem uma visao panoramica da praia de Fora a direita, e da praia do Miguel a esquerda. Depois de parar um tempo pra observar a paisagem e descansar, descemos o morro e chegamos na Praia do Miguel.

 

0022qv7.jpg

Praia de Fora

 

0026gv6.jpg

Praia do Miguel

 

Após atravessar a praia toda e quando estavamos quase chegando na outra ponta, uma mulher avisou que nao havia trilha e que como a maré estava alta nao dava pra ir pelas pedras. O unico caminho saia no meio da praia e dava na Praia do Belo, do outro lado da Ilha. Ai veio o momento "Expedicao ao Limite" da historia (quem assiste esse programa na Nat Geo vai entender melhor..huahuahua): Deveriamos seguir pelas rochas correndo o risco de nos machucar seriamente ou voltar tudo o que andamos ate o meio da praia e seguir pela praia do Belo, perdendo assim muito tempo?" (hauhuahsuahsahs). Resolvemos ir pelas rochas. Conseguimos atravessa-las sem maiores dificuldades e a maré nao tava alta ¬¬. Moral da historia: a véia num sabia de por** nenhuma.

 

0039mk8.jpg

Momento "Expedicao ao Limite"..Huahauhau Veia odiosa ¬¬

 

Chegando na praia Grande, paramos num barzinho pra descansar e beber agua, quando a mulher do bar falou que havia dois caminhos para se chegar em Nova Brasilia (nada de momento "Expedicao ao Limite"!): um que comecava atras do bar, passava por dentro da floresta e chegava em Nova Brasilia direto e uma que comecava no fim da praia e que saia no Farol. Fomos pela ultima (sabia escolha....acho que foi pressentimento). Depois de uma pequena trilha de areia chegamos no inicio do caminho para o Farol de Nova Brasilia. Subimos as escadarias ate chegar ao topo do morro onde se encontra o Farol. A vista de la de cima é muito linda! Da pra ver a ilha toda de cima! Mas tambem dava pra ver que uma tempestade se aproximava (maldito sudoeste!). Entao decemos rapidamente pra tentar chegar na Fortaleza antes que a chuva comecasse. Doce ilusao (sempre quis escrever isso..hsuahs). Logo depois que chegamos na Praia do Farol comecou a chover. O vento tava tao forte que era quase impossivel andar. Depois de muito sacrificio, chegamos no istmo que separa a parte norte e sul da ilha e seguimos para o trapiche de Nova Brasilia, porque a essas horas a gente ja tinha desistido de seguir em frente (ta, eu nao tinha desistido..mas meus "superiores" cortaram minha onda..huahua eu queria ir com chuva mesmo).

 

0056fi1.jpg

Vista de cima do Farol

 

0060xj1.jpg

O Farol

 

Nos abrigamos na recepcao do trapiche e descobrimos que a lanchonete que tinha a chave do banheiro(e a comida, é claro!) estava fechada pro almoço!!!!!! ¬¬¹²³ Lanchonete fechada pro almoco doeu.... Entao resolvemos ir ate um restaurante que tinha ali perto (Restaurante do David - PF: R$7 (frango, carne, peixe, camarao ou peixe/camarao) É um prato enorme!).

 

A chuva havia diminuido e ate cogitamos ir ate a Fortaleza. Chegamos a ir ate o istmo, mas o vento estava muito forte e voltamos pro trapiche. Ai veio o segundo momento "Expedicao ao Limite" da historia: Deveriamos voltar a pé pela trilha do Belo por 4 km, debaixo de forte vento ou chuva, ou aguardar um barco que nos leve a Encantadas por um mar revolto, com ondas de ate 3 metros de altura?

Um barco estava saindo naquele momento e resolvemos ir. No caminho, ao observar as ondas pela janelas, tentando nos equilibrar com o movimento do barco, vimos golfinhos ao longe. Ate eu desembolar a camera das trocentas protecoes contra chuva que eu tinha feito eles ja tinham ido embora.

 

0076tp7.jpg

Por-da-chuva...ops...do sol ^^

 

 

Chegamos na pousada, fomos tomar banho e assistimos a final da Copa no bar. Enquanto a janta nao ficava pronta, fui baixar fotos de novo. Dessa vez o cara contou tudo sobre a mercearia, quanto pagava pros empregados, quanto gastava por mes e o escambau (Se eu quiser abrir uma mercearia na Ilha do Mel ja sei de tudo..huahau).

Jantamos, voltamos pra pousada e descobri que tinha esquecido o cartao de memoria na lan (claro...se eu nao esquecesse nao seria uma viagem normal! Eu sempre esqueço!). Fui la buscar, voltei, assisti tv. Os dois ja tao dormindo e eu to aqui escrevendo. E a chuva continua....

 

Fim do segundo dia.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
kd o resto???

 

Nao eh tao facil assim fazer 10 dias de relato em meia hora..¬¬

Huahuahau

Calma ai...vo postar um pouco por dia, ok ^^

Da proxima vez que passar por aqui aproveita e me conta o que ta achando do relato, blz?

 

Abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
ahhhhh fera....heheheheh

seu cabelo ficar loiro pq tá no sul foi o melhor.....

chegar ao fundo do poço com bandas de caras rebolando foi o pior... :mrgreen:

 

to gostando dos primeiros dias e vou aguardar o segundo na minha!

 

Falowww

(131 d/p)

 

Tks!!

Huhsuahsua

Realmente, os caras que rebolam foi o fundo do poço...coisas que soh a Regis Bittencourt faz por voce! huaushausua

Ja to digitando o terceiro dia..logo posto aqui!

 

Abraços!

(131 d/p) husahsu

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

10/07/2006

 

Acordamos e estava chovendo e ventando muito. Tomamos café da manha e resolvemos esperar o tempo melhorar pra decidir o que fazer da vida. Voltamos pra pousada e depois de um tempo fomos ate o trapiche pra ver se tinha barco pra Nova Brasilia. O cara de uns dos barcos disse que poderia nos levar, mas teriamos que esperar uma hora ate a maré subir, porque o barco tava encalhado (pra variar...¬¬). Enquanto a maré nao subia, fomos ver o que era a tal "Praça de Alimentacao" que tem la na Ilha e descobrimos que era o grande bar que tinhamos visto na praia de Fora no dia anterior. Depois de um tempo, fomos pro trapiche e pegamos o barco Tropicana IV pra Nova Brasilia. Depois de uns 10 minutos, chegamos.

 

Atravessamos o istmo que separa as duas partes da Ilha do Mel e seguimos pela praia na direcao da Fortaleza. No caminho todo havia uma floresta de arvores baixas e retorcidas do lado esquerdo...muitas delas estavam caidas no meio da praia. Depois de 4km finalmente chegamos, mas nao havia sinal de que houvesse acesso a parte de cima do Forte e como a maré estava alta, nao tinha como entrar pela frente. Atravessamos um riacho pra chegar mais perto e descobrimos uma escada bem escondida no lado esquerdo, que da acesso a parte superior.

 

0017fl9.jpg

Arvores na praia

 

0028gt3.jpg

Fortaleza

 

Subimos, ficamos um bom tempo la em cima observando a paisagem, os canhoes e a praia ate que um grupo de golfinhos apareceu e comecou a nadar e saltar em frente a Praia da Fortaleza. Ficamos esperando ate eles irem embora, mas como nao estavam muito afim de sair de la (tambem...tinha comida pra kct la...toda hora pulava um cardume inteiro pra fora da agua^^) fomos subir o Morro da Baleia pra ir no Labirinto de Canhoes e no Mirante. La de cima a vista é absolutamente espetacular!! Da pra ver a parte norte da Ilha, as praias e a Fortaleza. Mas como no Farol, tambem deu pra ver que a chuva tava voltando (claro...lugar alto+vista style=chuva!!! ¬¬). Voltamos pra Fortaleza, ficamos mais um tempo por la e resolvemos voltar, porque ja estava chuviscando. Atravessamos o riozinho de novo e percebemos que a maré havia subido muito e que nao seria possivel chegar a Nova Brasilia por la. Nossa sorte foi que quando estavamos indo pro Forte, vi uma placa ali perto que indicava uma trilha pela mata. Andamos um pouco e logo a encontramos.

 

0033sb8.jpg

Parte Superior do Forte

 

0059sb1.jpg

Canhão no Mirante do Morro da Baleia

 

Entramos na trilha que passa por dentro da floresta de arvores baixas e seguimos por ela até o fim, passando muitas vezes por cima de pequenas falesias ao lado da praia, de onde podiamos ver que nao daria pra ter ido pela praia mesmo, pois o mar ja estava batendo nelas. No meio do caminho encontramos um casal que estava hospedado na mesma pousada que nós, indo pro Forte. Depois de andar 4km de baixo de chuva (a trilha é descoberta porque as arvores sao baixas e um fim de eletricidade fica junto a ela por todo o percurso), a trilha atravessa a parte norte da ilha de leste a oeste e saimos na praia do Limoeiro, ja perto do istmo.

 

Chegamos a Nova Brasilia e fomos almocar no restaurante do David porque o barco viria nos buscar as 16 horas e ainda eram 14:40. Depois do almoco, faltavam 20 minutos pra chegada do barco e decidi tentar chegar ate a Praia do Belo. Ja estava andando a quase 15 minutos, quando encontrei uma pessoa que disse que ainda faltava muito pra chegar, entao resolvi voltar ao trapiche. Quando cheguei o barco ja tinha chegado, só estava aguardando a um casal que estava na mesma pousada que nós e que tinha ido comprar agua. Adivinha quem era? O mesmo casal que a gente tinha encontrado na volta da Fortaleza. Os caras nao andaram, voaram...huahua. Mas o pior foi que eles chegaram no forte, mas acharam que nao tinha entrada e voltaram sem atravessar o rio! Que dó..huahua!

 

0068ps7.jpg

Dentro do Forte

 

Depois de voltar pra pousada, jantar, etc,etc, etc...la fui eu baixar as fotos de novo (é, eu sei que eu sou maniaca em baixar fotos...huahua). O cara falante conseguiu fazer a proeza de apagar minhas fotos do dia anterior do cd!! (Quer me fazer ter um ataque?? Entao apague minhas fotos..huahua). Sorte que ele nao tinha apagado as fotos do computador, entao deu pra gravar outro cd!

 

Arrumei coisas pra ir embora no dia seguinte e tentei dormir, mas nao consegui. Entao tive que usar minha tecnica milenar de dopagem com melhoral infantil...huauhua

 

Fim do terceiro dia.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Huhauhau

Foi facil pq tava sol...

Tinha umas partes molhadas que tavam escorregadias!

Mas pra quem mora em "Amparo City - A Capital do Paralelepipedo" nao deu em nada..huhauha

 

Ah, quem disse que eu nao apareci? Hehe! Eu fui no ultimo dia! ^^

Tem dia que eu acordo com uma vontade repentina de voltar ai..huahua

Adorei a cidade!

 

Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros de Honra
Huhauhau

Foi facil pq tava sol...

Tinha umas partes molhadas que tavam escorregadias!

Mas pra quem mora em "Amparo City - A Capital do Paralelepipedo" nao deu em nada..huhauha

 

Ah, quem disse que eu nao apareci? Hehe! Eu fui no ultimo dia! ^^

Tem dia que eu acordo com uma vontade repentina de voltar ai..huahua

Adorei a cidade!

 

Abraços!

 

 

então volte :D

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...