Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
ErickReiss

Problemas com imigraçao

Posts Recomendados

@Adriana T-Tresch Os afins se aglutinam sempre, é da natureza humana. É possível que tenha alguma afinidade com a causa.

No mais vou me abster de uma discussão de mérito frente a uma rasa fundamentação legal que buca trazer fragmentos de informações e conceitos em prol de defender uma causa que assume como "normal".

Para seu conhecimento a legislação Americana varia de Estado para Estado, além da legislação federal. Não é uma simples entrevista de uma democrata que vai definir a questão (chega ser uma piada!)... Outro fato curioso, é que foi buscar justamente a legislação Espanhola ao invés da legislação Italiana. Até o conceito de morar você busca trazer uma interpretação que fundamenta sua tese, "morar por duas semanas" só pode ser piada também. E ainda abusa da capacidade dos leitores afirmando que "não gosto de alegações sem sentido", será mesmo?

Os meus valores são o do CPC vigente no país em concurso com o Direito Internacional e os vários Tratados Internacionais que têm força de Legal no país. Inclusive com a liberdade de expressão que a Sra. tanto aprecia e é tão valida para mim quanto para a Sra.

Apenas pontuando que, se a Sra. não é administradora não lhe cabe julgar a pertinência dos meus comentários.

Como a Sra. mesma colocou... cada um tem sua opinião e democraticamente manifestei a minha.

Cabendo-lhe muito menos fazer asserções sobre meu caráter e minha personalidade. Pense que eu poderia também aqui dizer, publicamente, tudo que penso a seu respeito e até então não o fiz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em 06/08/2018 em 11:00, Adriana T-Tresch disse:

Outro dia abri um tópico em que uma garota perguntava sobre "morar na Espanha" http://www.mochileiros.com/topic/76626-morar-na-espanha/ e vc, sem interagir com a garota, sem perguntar quanto tempo ela queria morar na Espanha, sem perguntar se ela já tinha investigado sobre vistos, se tinha cidadania européia, enfim - sem interação nenhuma com a garota vc já saiu mencionando que "imigração ilegal é crime!".

E mais uma coisa, quero que me mostre nesse tópico onde uso a palavra crime. Logo a Sra. que preza a " boa educação e compartilhamento de informações corretas "... não entendi! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É verdade, naquele tópico vc não falou em crime. Peço desculpas, me atrapalhei. Foi nesse tópico aqui que vc mencionou "imigração ilegal é crime" e nos alertou de sermos cúmplices de crime. Naquele outro tópico, onde a moça perguntou como era viver na Espanha, vc não interagiu com a moça, já assumiu que era caso de imigração ilegal e mencionou que tinha que banir aquele tipo de tópico (sem mencionar crime).

Em ‎06‎/‎08‎/‎2018 em 18:10, Rafael_Salvador disse:

Até o conceito de morar você busca trazer uma interpretação que fundamenta sua tese, "morar por duas semanas" só pode ser piada também.

Rafael, lê novamente o que eu escrevi, não é tão difícil assim de entender: "Já li aqui no mochileiros um tópico sobre "morar na Europa" , em que o viajante tinha planos de morar num país Europeu por... 2 semanas! Ou seja, não sabemos o que as pessoas estão planejando, a não ser que elas nos digam. Não precisamos assumir o pior de cada um."

Eu não estou alterando o conceito de "morar". Estou apenas usando como exemplo o que outra pessoa escreveu no fórum. Um dia vi um tópico aqui no mochileiros onde no título estava "morar na Europa" e no corpo da mensagem a pessoa falava em "morar por 2 semanas". O exemplo é para mostrar que temos que ir com calma: não sabemos o que as pessoas estão planejando até que elas nos digam. Nunca na vida que eu pensaria em "2 semanas" como morar, mas tem gente que pensa assim. As idéias mudam de pessoa para pessoa. Imagina se a pessoa nào tivesse mencionado as 2 semanas? Dá pra imaginar algum usuário mais exaltado com o assunto "imigração" entrando no tópico e dando discursos sobre "imigração ilegal", sobre sujar o filme dos brasileiros, etc. Espontaneamente, sem quê nem porquê. Sem interagir com a pessoa, sem fazer nenhuma pergunta. Como aconteceu naquele tópico da Espanha. Vc não gostou de eu mencionar que isso não é educado? Paciência.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em ‎06‎/‎08‎/‎2018 em 18:10, Rafael_Salvador disse:

Para seu conhecimento a legislação Americana varia de Estado para Estado, além da legislação federal. Não é uma simples entrevista de uma democrata que vai definir a questão (chega ser uma piada!)...

Lendo sobre imigração nos Eua aprendi o seguinte: o assunto é da competência federal, não cabendo aos estados criminalizar imigração. Isso foi decidido pela suprema corte dos Eua em 2012. Aprendi isso naquele artigo que citei, que menciona a questão de maneira bem sucinta. Mas se aquele artigo não tem valor para vc, aqui um looooongo texto da wikipedia que explica tudo em grandes detalhes: http://en.wikipedia.org/wiki/Arizona_v._United_States

Resumidamente: em 2010 o estado do Arizona passou uma lei criminalizando "estar ilegal" mas o Departamento de Justiça resolveu contestar. E a Suprema Corte decidiu que a competência do assunto é federal e não permitiu o Arizona criminalizar essa questão. E por conta dessa decisão da Suprema Corte, "estar ilegal" continua sendo uma questão civil. Bem no fim do texto da wikipedia, achei interessante ler a conclusão do Procurador Geral dos EUA: "o problema nem era tanto a provisão da lei em questão, mas que os estados estavam tentando suplantar o papel do governo federal na definição da política de imigração, e não podemos ter cinquenta imigraçoes diferentes".

Ou seja, Rafael, diferentemente do que vc opinou, nos EUA não há cinquenta políticas imigratórias diferentes, uma para cada estado - o assunto é da competência federal. E isso não é "opinião" minha/da democrata citada no artigo/do texto da wikipedia, é uma decisão do supremo dos EUA (é um fato!). Talvez no futuro a situação mude, mas no momento é assim que a realidade se apresenta.

Pelo jeito vc nem leu aquele artigo: não é uma entrevista com uma democrata, é um artigo de um site sério que não está vinculado a nenhum partido e checa a veracidade dos comentários de qualquer político nos EUA. O texto menciona que, durante uma entrevista na televisão, uma política democrata comentou que "estar ilegal, nos eua, não é um crime". Então a equipe do site foi conferir se o que a mulher estava falando era verdade, ou era mais um caso de "fake news". No artigo temos explicações de professores de direito. Além da importância do caso Arizona vs EUA, aprendi que cruzar a fronteira entre Mexico e Eua pelo meio das moitas é um crime. Mas as pessoas que chegam de maneira normal (passam por controle imigratório) e depois não vão embora é diferente: isso não é crime, é uma transgressão civil, conforme já confirmado pela suprema corte. Os professores também mencionam que a decisão de não criminalizar essa situação de "estar ilegal" facilita o processo de expulsão. Por não ser crime, o governo não precisa providenciar advogado para os imigrantes que não tem dinheiro para pagar por isso, e também o processo é mais rápido em casos civis. Aposto que vc tb não sabia disso!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em ‎06‎/‎08‎/‎2018 em 18:10, Rafael_Salvador disse:

Outro fato curioso, é que foi buscar justamente a legislação Espanhola ao invés da legislação Italiana.

Peraí, vamos recapitular para não tirar a minha colocação de contexto?

Eu só entrei nesse tópico porque vc escreveu que "imigração ilegal é crime" e tentou calar o debate nos alertando/ameaçando "quem contribui em concurso de crime responde como cúmplice". Eu comentei que nossa legislação não prevê o crime de estar ilegal, e obviamente não temos como ser cúmplices de um crime que nem existe. Daí vc afirma que "o cenário legal dos demais países (Itália, EUA, EU) é diferente", lembra? Eu menciono que nem sempre o que a gente pensa fecha com a realidade, é bom ir atrás das fontes e conferir - menciono que "estar ilegal" não é crime nem na Espanha (que faz parte da EU) nem nos Eua, fundamento isso com artigo do governo espanhol e decisão do supremo dos EUA (naquele artigo que vc não leu). Agora EUA e Espanha pelo jeito não tem mais valor para vc e o que vale mesmo é a Itália.

Sem problemas Rafael, vamos nos concentrar na Itália. Já que vc está alegando que podemos "responder como cúmplices" de um crime na itália, porque então vc não nos prova que sim, dá pra responder como cúmplice de algo que não é crime no Brasil, mas seria crime na Itália? Não estou convencida que seja o caso, fica aí o desafio pra vc: ao invés de apenas escrever e opinar... trazer um pouco de peso para isso que vc está opinando.

Aproveita e explica também onde estaria a cumplicidade com o suposto "crime" aqui neste tópico? O rapaz esteve ilegalmente na Itália no passado, as autoridades já lidaram com isso (foi multado). A legislação da EU não prevê banir pessoas pela vida toda. Ele tem a possibilidade de ir legamente para a Itália no futuro. Enfim, basta o rapaz fazer a coisa certa. Onde estaria a cumplicidade/criminalidade aí?

Já vi alguns tópicos aqui no mochileiro em que alguém menciona a vontade de fazer algo errado: ficar ilegal num país, viajar com drogas, ignorar dívidas no exterior etc. A comunidade sempre sugere fazer a coisa certa: não viajar com drogas, pagar suas dívidas, pagar suas multas, se informar de vistos, etc. Ou seja, não vejo o fórum mochileiros promovendo criminalidade.

Rafael, vc sempre tem a opção de ignorar assuntos que te incomodam. Antes não participar de determinados assuntos do que tentar calar o debate nos alertando/ameaçando de sermos cúmplices de crimes. Mas se realmente somos cúmplices de crimes, quem sabe vc prova que é o caso. 9_9

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×